gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 18 de junho de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 72 – 2016 / 2017 – I

Esperamos que seja a última crónica dedicada somente aos jogos do Grupo B da PO01, que termina este fim-de-semana.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “B”
14.ª e Última Jornada
Dia 18-06-17
SC Horta 40 – 33 AC Fafe
Arsenal 30 – 26 Belenenses
São Mamede 23 – 34 Ismai
AA Avanca 26 – 23 Boa Hora

Descidas de Divisão – São Mamede e SC Horta

Disputou-se a última jornada da Prova, que tinha como grande aliciante, o apenas na derradeira jornada da prova, ficar definido quem descia de Divisão (2.º equipa), hoje e como a jornada se realiza em principio toda em simultâneo, não publicaremos qualquer nora sobre adiamentos ou antecipações. Esta jornada é a homologa da 7.ª jornada da 1.ª volta, infelizmente constata-se que o CA, não levou em consideração o que estava por decidir nesta jornada. Devemos deixar uma nota que não é mais que uma opinião, pois entendemos que estejam ou não já com classificações definidas, as equipas devem apresentar-se sempre na sua máxima capacidade disponível. Dizer ainda que nesta jornada apenas um resultado foi confirmado em relação à jornada homóloga, e que não se registaram ocorrências disciplinares.

AA Avanca 26 – 23 Boa Hora

Jogo disputado no Pavilhão Adelino Costa, com uma assistência razoável, para o dia e para o jogo que se realizava, foi um encontro de fim de época, demasiado descontraído e sem emoção com ambas as equipas a falharem demasiadas vezes, e por exemplo o Boa Hora a apresentar-se sem alguns dos seus principais jogadores (Nuno Santos e Ricardo Barrão, por exemplo), enquanto na equipa da AA Avanca o seu técnico fez rodar toda o seu plantel, dando minutos de jogo aos menos utilizados, durante a época. A AA Avanca comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, iniciando o encontro com um parcial de 4-0, aos cerca de 5 minutos de jogo, para depois permitir esporádicas aproximações, como o 7-6 que se registava aos 16 minutos de jogo, ou os 9-8 aos 19 minutos, mas sem nunca permitir que a equipa do Boa Hora, iguala-se sequer o marcador, muitas vezes por incapacidade outras por nítida precipitação, e outras ainda pelas boas intervenções dos dois guarda-redes da AA Avanca, Luis Silva (42% de eficácia, e Alejandro Carreras com 48% de eficácia), e assim o intervalo chegou com o resultado favorável à equipa da casa por 15-11. No Segundo tempo voltamos a ter uma cópia do primeiro, tempo com o marcador a sofrer oscilações, consoante o andebol praticado pelas equipas tinham maior ou menor precipitação, por exemplo a equipa do Boa Hora realiza, 3 minutos finais de pura desconcentração, e o seu guarda-redes que esteve os 60 minutos em jogo, António Ribeiro (30% de eficácia), resolver muitas vezes as situações. Na equipa da AA Avanca deve-se ainda destacar o trabalho de Miguel Batista (7 golos,88% de eficácia) que se apresenta com grande motivação, numa equipa onde 11 jogadores marcaram golos, por outro lado gostamos da prestação de Pedro Sequeira no Boa Hora, que não têm andado no seus melhores dias, mas hoje com 9 golos (67% de eficácia)foi o melhor marcador da sua equipa. Sendo este o único resultado nesta jornada que confirmou o resultado da 1.ª volta. Jogo dirigido e bem pela dupla EHF de Leiria constituída por Daniel Martins e Roberto Martins.

No Pavilhão Flávio Sá Leite, disputou-se um dos mis importante jogos da Jornada o Arsenal / Belenenses, jogo onde o resultado final, iria influenciar, a descida de divisão. Jogo que terminou com a vitória do Arsenal, e que assim independentemente do resultado que se verifica-se na Horta, lhe garantiu a permanência na 1.ª Divisão. Foi um encontro onde o equilíbrio apenas se verificou até aos 8 minutos quando o Arsenal iguala o marcador a 5 golos através de um livre de 7 metros, a partir deste momento, a equipa minhota assumiu o comando do jogo e do marcador perante uma equipa do Belenenses completamente descaracterizada., chegando ao intervalo já a vencer por uma vantagem de 7 golos (18-11), e a partir deste momento o jogo encontrava-se completamente definido, pois no segundo tempo a diferença chegou aos 11 golos (24-13), quando estavam decorridos cerca de 40 minutos de jogo., Depois encontrou-se num período de algum equilíbrio, e os minhotos com o jogo completamente controlado, foi permitindo alguma aproximação no marcador, para terminar como vencedor e com o seu objectivo atingido. No Belenenses em dia não de João Moniz na baliza (15% de eficácia), apenas melhor a eficácia na baliza do Belenenses com entrada de Miguel Espinha (33% de eficácia), enquanto do outro lado Ricardo Castro com 34% de eficácia, e que jogou os 60 minutos, esteve quase sempre bem. Na equipa do Arsenal onde 10 jogadores marcaram golos, João ferreira com 7 golos (70% de eficácia), foi o seu principal marcador. NO Belenenses onde a ausência de Nuno Roque foi bastante notada, teve como de costume em Gonçalo Ribeiro com 8 golos (apenas 47% de eficácia), o seu melhor marcador.

No pavilhão da Horta, disputava-se o SC Horta / AC Fafe, que era outro dos encontros que podia ter influência na descida de divisão, foi um encontro de total despreocupação defensiva, com um total de 73 golos em 60 minutos de jogo, e isto diz tudo. Foi um encontro onde os insulares comandaram o jogo e o marcador durante 60 minutos de tal forma que aos 5 minutos de jogo já venciam por 4-0, e depois de um período de alguma recuperação que dava a sensação de um possível equilíbrio no encontro o SC Horta volta a adiantar-se no marcador e aos 18 minutos de jogo já vencia por 14-8, chegando ainda nos primeiros 30 minutos a ter vantagens de 8 golos, como por exemplo aos 26 minutos quando vencia por 20-12, para o intervalo chegar com o resultado em 22-15. No segundo o AC Fafe sofre um forte revés com a desqualificação directa de Paulo Silva aos  32 minutos de jogo, enquanto SC Horta soube aproveitar e bem a sua superioridade numérica, e mesmo depois disso chegou a ter 11 golos de vantagem como por exemplo aos 41 minutos quando vencia por 31-20, posteriormente foi, baixando a sua intensidade de jogo, e permitiu que o AC Fafe, reduzisse a sua desvantagem , até aos 6 golos (36-30, aos 54 minutos), mas com nova reacção do SC Horta o resultado termina com um diferencial de 7 golos. No SC Horta um destaque para a prestação de Nuno Silva na baliza com 26% de eficácia, em comparação com a eficácia dos guarda-redes do AC Fafe, que quer Bruno Dias quer João Carvalho, não passaram dos 11%. No SC Horta onde 10 jogares marcaram golos Pavel Hernandez com 11 golos (100% de eficácia), Hugo Freitas (70% de eficácia), e Noelvis Reve (88% de eficácia), ambos com 7 golos cada foram os seus principais marcadores. No AC Fafe, Eduardo Sampaio (78% de eficácia), e João Gonçalves (88% de eficácia), ambos com 7 golos cada, foram os seus melhores marcadores.

Por último tivemos no pavilhão Eduardo Soares o encontro São Mamede / Ismai, que já não definia nada, pois qualquer das equipas já sabia o que lhe estava destinado. Mesmo assim ambos os conjuntos se apresentaram completos, e principal diferença esteve na eficácia dos guarda-redes, enquanto no São Mamede, tinha 19%, no Ismai, Reyniel Nelson terminou com 46%. Foi um encontro de algum equilíbrio até cerca dos 16 minutos, quando se registava uma igualdade a 5 golos, a partir deste momento o Ismai, assume o comando do jogo e do marcador e chega ao intervalo já a vencer por diferencial de 6 golos (17-11). No segundo tempo nada se alterou, bem pelo contrário acentuou-se o domínio do Ismai, que foi progressivamente aumentando a vantagem, que chegou aos 12 golos, já no último minuto de jogo. Miguel Vieira 71% de eficácia), e Ricardo Ávila (71% de eficácia, ambos com 5 golos cada foram os melhores marcadores do São Mamede, no Ismai onde 11 jogadores marcaram golos, Yoan Blanco com 8 golos (73% de eficácia), Angel Zulueta /71% de eficácia), e Tiago Magalhães (100% de eficácia), ambos com 5 golos cada, foram os seus principais marcadores.

A Classificação Fase do Grupo “B” - 1.º AA Avanca (62 pontos), 2.º Boa Hora (56 pontos), 3.º Belenenses (51 pontos), 4.º Ismai (50 pontos), 5.º Arsenal (47 pontos), 6.º AC Fafe (47 pontos), 7.º SC Horta (46 pontos), 8.º São Mamede (34 pontos).

O Banhadas Andebol

21 comentários:

Anónimo disse...

Lá conseguiram entalar o Horta, a não ser se faça novo aumento de clubes na 1.ª Divisão na época passada foi para safar o Fafe, porque não agora, digo eu

Anónimo disse...

Vai ser giro ver onde vão encaixar o horta no ano que vem. 2 equipas dos açores na série centro?

Anónimo disse...

Se isto fosse no futebol estava bonito, como é possível um delegado da federação publicar no seu facebook este post a demostrar toda sua alegria e outro delegado por um like, ahh tem o filho a jogar. Assim vai o andebol

https://uploaddeimagens.com.br/imagens/capturar-jpg--1421

Anónimo disse...

Pois é a certa altura do campeonato o avanca, Boa-hora, Belenenses, Ismai, Arsenal e Fafe so tinham um objectivo meter o Sp. Horta na segunda divisao objectivo cumprido.
Destas equipas uma delas tinha outros dois objectivos, estou a falar do belenenses claro primeiro era ficar nos 6 primeiros objectivo nao realizado muda se de treinador e o objectivo passam a ser dois primeiro nao descer de divisao objectivo cumprido e segundo ficar a frente do Boa-hora objectivo nao cumprido portanto em 3 so cumpriram um hora isso quer dzer que o saldo e negativo e como e negativo o que se faz renova se com os treinadores familia florencio .
Familia florencio que ate estao de parabens este fim de semana foram campeoes da segunda divisao femenina pois como socio do belenenses ha mais de 50 anos pesso que fiquem por la na proxima epoca pois o belenenses nao tem que pagar vencimentos para estes senhores andarem a treinar duas equipas .
Quanto a descida do Sp. Horta vamos la ver se a Fap nao vai alargar o campeonato para 16 equipas, se nao deve ir para a zona Sul e ha FAP ate fica mais barato em termos de arbitragem pois a dupla dos acores sao habitantes da horta por isso jogos em casa esta sempre garantidos nem problemas com voos vao ter

Anónimo disse...

provavelmente colocam um equipa dos Açores por casa série.

Anónimo disse...

Terminou o desolador campeonato do Grupo "B" com o 1º classificado a manter-se no 1º lugar desde o inicio quando o lugar do Avanca e o Boa Hora era ter ficado no grupo "A" ou seja 8 equipas e não 6 na Fase final.
-O campeonato deveria ter 16 equipas ev não 14 mas os pensadores destas situações dirigentes da FPA são fracos a ler "alto" e daí só tem atitudes de remedeio e salve-se quem poder!

REALIDADE:
-A Associação de Andebol de Braga que tinha 2 equipas na P001 passou a ter 4(ABC,FAFE,ARSENAL,FRANCISCO DE HOLANDA) repetindo igualamento em 1986/87(TRINTA ANOS DEPOIS)

-AS ILHAS DOS AÇORES DEIXARAM DE TER 1 REPRESENTANTE E DEVERIA TER PELOS 2 EQUIPAS EM 9 ILHAS! ESTA SITUAÇÃO ANORMAL SE DEVEU AO EGOÍSMO DOS DIRIGENTES DO SP.HORTA AO MANTER O ADMINISTRATIVO LUIS DUQUE E TREINADOR SIMULTANEAMENTE E SÓ NO FINAL O VERDADEIRO TREINADOR kOSTETSKY QUE EM 7 jogos ganhou 5 mas não deu! a presença do Prof. Rui Santos foi uma burrice tal o afastamento de dezenas de anos da função de treinador! a vaidade medíocre paga-se caro!

-A competição do ^Grupo "B" deveria ser nunca dos últimos mas sim Taça Federação e um modelo de competição diferente!

- A FPA DEVERIA REPENSAR O "MODELO" DE COMPETIÇÃO DO P001 OU REGRESSO AO PLAY-OFF OU 16 EQUIPAS E FASE FINAL A PARTIR DE ZERO PONTOS.
nota: não pontos retirados na secretaria ganhos dentro do campo!

ADC

Anónimo disse...

Andaram, andaram e conseguiram meter o Horta fora. Das poucas equipas que ainda tinha andebol profissional. Óptima evolução para o andebol português!! Só clube amadores é que é bom... Andebol profissional é que não, basta os grandes, não é?!

Anónimo disse...

Horta equipa proficional hahahahah essa e para rir entao se sao proficionais pq cada vez que vinham jogar ao continente vinham com 10 ou 11 jogadores , estao no lugar que merecem e fiquem muitos anos por ai, nao tenho nada contra o povo acoreano mas ja chega de andarem a conta do orcamento de estado

Anónimo disse...

Sr. Anónimo das 11,49, diga-me, que tipo de profissionais serão esses que perdem e ficam piores classificados que os amadores que tanto atrapalham o Sr.
Será que merecem o que eventualmente lhes pagam?
Será que uma equipa por gastar (quero dizer espatifar...) mais dinheiro será melhor que outra(s) que gasta(m) bem menos?
Deviam é ter vergonha de descerem de divisão competindo com amadores...

Anónimo disse...

O engraçado é que o Horta apesar da classificação tem imensas derrotas por 1 e vários empates.
O Arsenal levou sempre na cabeça por diferencial significativo, no entanto nos últimos jogos passou a ganhar às principais equipas (Avanca, ISMAI) por margem significativa, depois de terem levado 10 na primeira volta..

Grande evolução..ou clara falta de profissionalismo e seriedade das equipas referidas!

Nunca se esqueçam, "hoje eu, amanhã tu!"
Que para o ano, os papeis se invertam, é só o que pelo!!

Anónimo disse...

Ao anónimo das 16:48, olhe que por sinal a equipa do arsenal também perdeu em casa com o horta mas depois foi ganhar às ilhas, e não foi por 1 ou 2.

Anónimo disse...

So se critica o horta mas ninguem fala dos arranjos que foram feitos em varios jogos não vou falar em todos mas a um ou dois que a federação devia rever boa hora sp horta empate 28 28 e faltam 3 segundos boa hora marca ja depois do apito de final do jogo e o sr delegado valida o golo se isto não e encomenda não sei o que sera, alem diso os jogadores não tem culpa de a direcção nao pagar e eles tem familia se em sete jogos ganharamcinco não e faalta de qualidade foium treinador que la puseram que não sabia o que fazer, so teimosia e burrise, com isto fica aqui o que penso, não sou adepto do sp horta mas acho que faz falta ao andebol da po1, que volte rapido.

Anónimo disse...

Srº anonimo das 21.59 agora o delegado ao jogo do boa-hora-horta e que tem culpa de nenhum jogador de campo sair para entrar o guarda redes essa e boa foi burrice dos jogadores do horta, arranjos quer falar de arranjos explique la o jogo horta-avanca no faial o que se passou ao intervalo , ou explique la o director do horta andar em lisboa a ... , vamos la ver uma coisa o horta foi para lugar deles pois ja se esqueceram que o horta ja na epoca interior tinha descido de divisao , se ficou na primeira agradeca ao fafe e associacao de andebol de braga que obrigou a federaçao alargar o campeonato de 12 para 14 equipas .

Anónimo disse...

Este fim de semana vi imagens várias e de como um campeão pode ser feito, fabricado ou outra coisa. Foi no Hóquei patinado. O ano passado ainda nem tinha acabado o campeonato maior do nosso andebol e, já se falava em alargar. O Fafe safou-se porque tinha e tem padrinho. Porque pertence á associação de Braga! O Horta coitado é dos Açores e se na Madeira ainda se arranjam maneiras de ter força no desporto... nos Açores não!

Anónimo disse...

O Calendário desportivo por sorteio não é respeitado trocando a ordem de visitado e visitante e para alguns irresponsáveis da FPA e clubes é igual, mas então não façam sorteio deixem os clubes fazer os seus arranjos e tudo bem..
Mas uma modalidade com a dimensão do Andebol não pode nem deve ser tão mal tratada!
O modelo de campeonato da P001 está errado desportivamente e vejam os resultados nesta época com muitos casos dentro do campo , faltas de comparências ao FAFE e depois alguns casos conhecidos quer a nível da arbitragem sub aproveitadas dos nosso melhores Árbitros Internacionais porquê?.
As restantes competições desde da P002 até aos encontros multidisciplinares dos mais novos muito bem e já nos espera nova "ONDA" andebolistas dos Minis em Santo Tirso.
Boas férias e se possível corrigir o que esteve mal e melhorar muitas coisas que poderiam ser muito melhores...

Anónimo disse...

Davide Marcos(presidente), Jorge Rosa(Vice) e Filipe Duque são os culpados da descida do Sporting da Horta. Santa Trindade que tomou conta do clube e conseguiu afundá-lo em 2 anos. Parabéns por isso.

Anónimo disse...

O Horta desceu o que é lamentável para o andebol Português mas principalmente para os Açores. No entanto não posso deixar de referir que a equipa tinha qualidade e a prova disso foram os últimos jogos realizados em que mostraram o que valiam. Agora a grande questão...qual foi o problema?
Penso poder afirmar que começa na direcção do clube que andam a brincar ao andebol e não respeitam nada nem ninguém, em que os protegidos, são sempre os protegidos mesmo que sejam uma anedota em campo.
A descida foi justa, tivessem trabalhado mais durante a época inteira e não só no final, lamentável isso é certo, mas que aprendam alguma coisa, ou talvez não...a casmurrice por vezes não tem limite.
Parabéns aos que se mantiveram na PO01.

Anónimo disse...

Parabéns ao Sporting CP por conseguir ter sido campeão nacional de andebol. Gostei da dupla de árbitros que apitou o jogo Benfica-Porto, sobretudo dos últimos instantes em que, modificaram as regras e deixaram de ser tão cumpridores. Com tanto jogador que se comprou há árbitros em pulgas para apitar o Sporting na época que se segue...

Anónimo disse...

Um pequeno facto que penso que ainda ninguém sublinhou aqui: o Horta jogou 4 vezes contra o Arsenal, perdeu 3...........
Se o Horta é boa equipa o suficiente para ganhar ao Avanca depois de estar a perder por 6 ao intervalo, porque é que o Arsenal também não é boa equipa para lhes ganhar?
Se o Arsenal em 4 jogos com o Fafe perdeu 3 pela margem mínima, porque é que não é boa equipa o suficiente para lhes ganhar um jogo?
Se o Arsenal não perdeu com o Belenenses na primeira fase, e na segunda fase perdeu por 2, qual é o espanto de ter ganho o último jogo?
É preciso continuar?
Há quem tente fazer filmes para desculpar os insucessos

Anónimo disse...

Para os fãs da suspeição e desconfiança, porque não comentam a viagem aos Açores que o Avanca ofereceu nas suas rifas???

Anónimo disse...

Por acaso as viagens aos Açores é a ilha de S.Miguel
Não metam o avanca ao barulho