gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Encontros Nacionais de Minis – 2016 / 2017 – III

ENCONTROS NACIONAIS DE MINIS
MASCULINOS (PO37) E FEMININOS (PO38)

A Federação através do Comunicado Oficiais n.º 91 e seu anexo (18-05-17), bem como do N.º 113 e seu anexo (20-06-17) (Divulga todas as equipas inscritas, pode ser consultado através deste link), bem como através uma notícia publicada no seu sítio, confirma não só o local da realização dos Encontros Nacionais de Minis, tanto em Masculino como em Feminino, como a sua estrutura, bem como os Clubes e as equipas definitivamente.

Ambas as provas serão realizadas em Santo Tirso. A data da realização prevista é de 29-06-17 a 02-07-17.

Apesar dos limites que os CO’s anteriores e que mereceram comentário negativos da nossa parte, acerca da existência de números limites (60 equipas como limite máximo é um número completamente desajustado da realidade, pois só em Masculinos na última época tivemos 68 equipas), e mais uma vez se confirmou esta realidade. Pois mais uma vez, e como de costume verificando-se o anexo ao CO 113, se constata que os números finais foram completamente ultrapassados.

Finalmente, e repetimos:

Continua-se a permitir e até se incentiva a participação de equipas mistas, que nestes escalões são perfeitamente admissíveis, conforme se pode verificar os grandes torneios Internacionais.

A continuação da não definição de ”campeonato”, tornando estas provas, mais lúdicas e de divulgação do que em competições que normalmente trazem, na nossa opinião uma forte carga negativa às mesmas, embora tenhamos a consciência plena de que existem opiniões plenamente contrárias á nossa e que as aceitamos e respeitamos.

Um dos factores mais positivos desta organização agora divulgada, foi o esclarecimento sobre a participação de equipas de Andebol de 5, e esclarecidas as condições de participação neste vertente, bem como as idades nos respectivos géneros.”

Continuando-se a não se entender:

E repetindo mais uma vez o que afirmamos na época transacta, a realização dos dois eventos em simultâneo. Será por certamente, se pretender efectuar uma grande acção de divulgação da modalidade, pois como todos sabemos, ao escolher o mesmo local pelo menos, evitam-se dispersão de meios às equipas participantes, deixando de haver este factor que na nossa opinião era limitativo, e provavelmente levava á tomada de opções por um ou outro encontro, no entanto não altera a nossa sensibilidade do princípio de separação dos encontros, permitindo a divulgação da modalidade em outros locais.

Quadro competitivo
Dia 29-06-17 – Jogos de tarde
Dias 30-06-17 e 01-07-17 – Jogos de manhã e de tarde
Dia 02-07-17 – Jogos de manhã

Outras Atividades
Dia 29-06-17 – Reunião Técnica, Cerimónia de Abertura, Atividades Culturais / Desportivas.
Dia 30-06-17 e 01-07-17 - Atividades Culturais / Desportivas.
Dia 02-07-17 – Cerimónia de Encerramento (Hora Prevista 13H30)

Forma de disputa:

Vertentes 7 e 5:
Os clubes serão agrupados em séries no sistema de TxT.

Na Vertente 7 - O Tempo de jogo será de 30 minutos (2x15) com 5 minutos de intervalo (serão excepção os jogos de encerramento, onde o tempo será de 20 minutos “2x10” com 5 minutos de intervalo, não se entende esta opção).

Na Vertente 5 - O Tempo de jogo será de 20 minutos (2x10) com 5 minutos de intervalo.

Nota Importante - Não há Time-OUT em qualquer vertente (aqui não entendemos o objectivo a atingir)

Substituição só em posse de bola;
  • O guarda-redes pode ser substituído aquando dos livres de 7 metros;
  • Em caso de lesão grave, durante o jogo, pode substituir um jogador de campo, mesmo que o Clube não tenha a posse de bola.

Proibição de defesas mistas.

Substituição pedagógica, quando se verificarem exclusões, na versão de Andebol de 5

Em qualquer das variantes, todos os atletas inscritos no Boletim de jogo, devem obrigatoriamente participar no mesmo (uma inovação que vêm da época anterior, e  que se subscreve na totalidade)

Reinicio após GoloNa vertente 5, o jogo é reiniciado pelo guarda-redes no interior da sua área de baliza.

Pensamos embora o texto seja omisso que todas as questões se aplicam nos dois géneros.

Na PO38 – Femininos

Destinado aos nascidos em 2006/2007/2008 e 2009, em Andebol 7
Pelo que nos foi dado ler existem fortes limitações à existência de Andebol de 5 neste género, embora possam existir equipas mistas.

Estão inscritas 22 equipas (18 na vertente 7 e 4 na vertente 5), o significa que no total temos um número praticamente igual ao da época anterior, no entanto, e face ao momento actual o número até poderá ser significativo (não entrando em linha de conta com as equipas mistas. Eis os números verificados nas últimas épocas, para análise, de quem quiser:

Época 2010 / 2011 – 10 equipas
Época 2011 / 2012 – 16 equipas
Época 2012 / 2013 – 21 equipas
Época 2013 / 2014 – 16 equipas
Época 2014 / 2015 – 20 equipas (17 na vertente 7 e 3 na vertente 5)
Época 2015 / 2016 – 21 equipas (17 na vertente 7 e 4 na vertente 5)
Época 2016 / 2017 – 22 equipas (18 na variante 7 e 4 na vertente 5)

Na nossa análise consideramos que existem condições para se igualarem os melhores números verificados nos últimos anos, são números positivos, demonstrando uma evolução significativa a partir de 2010 / 2011.

Na PO37 – Masculinos

Destinado às idades de 2005 / 2006, para o Andebol 7, agora designados por Minis A.
Destinado às idades de 2007, e seguintes, para o Andebol 5, agora designados por Minis B. Aqui poderão existir equipas mistas.

Estão inscritas 77 equipas (56 na vertente 7 e 21 na vertente 5), verificando-se na prática um aumento embora não significativo, mas é sempre um aumento dos inscritos em relação a época anterior onde se tinham inscrito 68 equipas, (entrando em linha de conta com as equipas mistas, na versão de 5, teremos ainda mais 11 equipa). Eis os números verificados nas últimas épocas, para análise, de quem quiser:

Época 2010 / 2011 – 32 equipas
Época 2011 / 2012 – 43 equipas
Época 2012 / 2013 – 41 equipas
Época 2013 / 2014 – 43 equipas
Época 2014 / 2015 – 67 equipas (49 na vertente 7 e 18 na vertente 5)
Época 2015 / 2016 – 73 equipas (54 na vertente 7 e 19 na vertente 5)
Época 2016 / 2017 – 88 equipas (55 na vertente 7, 21 na vertente 5, e 11 Mistas na vertente 5)

Voltamos a referir que na nossa opinião, os números excedem as expectativas, e já se podem considerar significativos, face ao momento actual em que vive, e á notória falta de apoios.

O número de equipas inscritas na opção (equipas mistas), são apenas de 11 e com a novidade de serem limitadas á vertente 5.verifica-se um notório decréscimo, no número de clubes previamente inscritos que baixou de 94, para 66., com total de atletas inscritos de 1446, no entanto o numero total e equipas é significativo (110).

Como nota final, estranhamos a ausência de alguns clubes em abos os géneros que normalmente são clubes de formação, ou que se dizem como tal, como por exemplo, o Colégio Gaia, o Alavarium (no Feminino), o CS Madeira, a Assomada, o Belenenses, a AA Avanca, o Boa Hora, e o Ginásio Sul, estes são alguns dos que nos lembramos pois haverá certamente muitos mais, mas é estranho.

O Noticias

1 comentário:

Anónimo disse...

Á quem pense ser melhor jogar o Garci CUP para ganhar prestigio pessoal... Esquecem se que participar num encontro nacional é um marco na vida de uma criança. Fica para sempre. Se calhar deviam pensar nelas primeiro em vez da glória pessoal...