gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 5 de junho de 2017

PO12 – 2016 / 2017 – Fase Final

Realizou-se no Pavilhão do Colégio Gaia em Vila Nova de Gaia de 02 a 04-06-17, a Fase Final da PO12 (Campeonato Nacional Juvenis Femininos), prova não fixa, que tal como todas as provas não fixas, teve a sua 1.ª Fase a ser disputada sob a responsabilidade das associações.

COLÉGIO GAIA BI-CAMPEÃO NACIONAL 

Sagrou-se Campeão Nacional a equipa do Colégio Gaia que renovou o título que já lhe pertencia, e que termina invicta, não cedendo qualquer ponto. A melhor marcadora nacional – segundo a contabilização publicada no sitio da Federação foi Joana Resende do CA Leça com 141 golos, seguida de Joana Pissarra do Benfica e Castelo Branco com 112 golos. Gostaríamos de destacar algumas atletas como por exemplo, Madalena Pereira do JAC-Alcanena, Neide Duarte do Colégio Gaia, Anais Leitão do Alavarium, e Catarina Silva do CA Leça.
foto
PO12 – Campeonato Nacional de Juvenis Femininos

Modelo Competitivo - A Fase Final disputou-se no sistema de TXT a 1 volta – regime concentração. O 1º Classificado será Campeão Nacional.

Resultados - Fase Final

Fase Final – Apurados – CA Leça, Alavarium, Colégio Gaia, e JAC- Alcanena.

1.ª Jornada- Dia 02-06-17
Colégio Gaia 28 – 19 Alavarium
CA Leça 36 – 27 JAC-Alcanena
2.ª Jornada – Dia 03-06-17
Alavarium 28 – 23 JAC Alcanena
Colégio Gaia 25 – 24 CA Leça.
3.ª Jornada – Dia 04-06-17
CA Leça 34 – 33 Alavarium
JAC Alcanena 27 – 37 Colégio Gaia

Classificação Final1.º Colégio Gaia (9 pontos), 2.º CA Leça (7 pontos), 3.º Alavarium (5 pontos), e 4.º JAC-Alcanena (3 pontos)

Nota Final – Para a excelente moldura humana em quase todos os encontros, para o escalão em referência, e uma nota extremamente positiva para o desportivismo com que decorreu a prova, sem um único encontro, onde se registaram ocorrências disciplinares.

O Formador

2 comentários:

Anónimo disse...

Senhores do Madeira SAD ponham os olhos nesta formação, e depois tirem proveito, assim dificilmente lá vão. Desta vez as minhas jogadoras não eram pequenas, é pena

Luísa Cortes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.