gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 4 de junho de 2017

PO23 - Taças de Portugal Seniores Feminina 2016 / 2017 – XV - Final Four

Terminou a Final Four, da Taça de Portugal em Femininos (1/2 Finais e Final), no Pavilhão de Multiusos de Fafe. Com o feliz regresso às Finais Four em simultâneo, Lamenta-se que esta época, ao contrário do que já foi feito e bem em épocas anteriores o sítio da Federação, não tenha disponibilizado as estatísticas dos jogos Femininos, embora tenha disponibilizado em Masculinos. As transmissões pela Andebol TV foram na nossa opinião um sucesso.

PO23 – Taça de Portugal Seniores Femininos

COLÉGIO GAIA VENCE
TAÇA DE PORTUGAL FEMININA
(Sucede ao CS Madeira)

Realizou-se hoje (04-06-17), o jogo da Final da Taça de Portugal Seniores Femininos, que repete a final do Campeonato Nacional, que teve como vencedor o Colégio Gaia, que assim junta ao Titulo Nacional o de vencedora da Taça de Portugal.

Resultado
Final
Madeira SAD 22 – 23 Colégio Gaia

Encontro disputado no Pavilhão de Multiusos de Fafe, bastante bem composto de público, o que é um bom sintoma para a vitalidade e o carinho com que o Andebol, em especial o Feminino pode e deve ser encarado. O Colégio Gaia, confirmou as suas vitórias no Campeonato Nacional, sobre o Madeira SAD, num jogo que teve duas partes distintas, um primeiro tempo, onde o Madeira SAD foi sempre superior à sua adversária e aos cerca de 13 minutos vencia por 5-1, maior diferença registada nos primeiros 30 minutos, que repetiu-se aos 27 minutos quando vencia por 10-6, chegando ao intervalo a vencer por 11-8, O Colégio Gaia, não soube responder ao Madeira SAD neste período, sem remates de 1.ª linha, e com falta de ligação entre a 1.ª e a 2.ª linha, onde o seu ataque foi completamente manietado pela estratégia do Madeira SAD, que teve em Erica Tavares (12 golos), que foi em todo o jogo a sua principal jogadora, juntamente com a experiente Renata Tavares (4 golos), a que se deve juntar a prestação de Mónica Correia na baliza do Madeira SAD. O intervalo permitiu que a equipa do Colégio Gaia, altera-se a sua atitude e rapidamente recupera a sua desvantagem, passando para o comando do marcador cercados 38 minutos (14-13), chegando a deter uma vantagem de 5 golos (22-17) aos 49 minutos de jogo, tendo em Sandra Santiago (10 golos) e Patrícia Lima (3 golos) as suas principais jogadoras de campo, e com Jéssica Ferreira na baliza a fazer o resto garantindo a vitória nos momentos Finais do encontro. Dirigiu o encontro a jovem dupla bracarense constituída por Carlos Marinho e Fernando Novais, que demonstraram a sua inexperiência para dirigir este tipo de jogos, estando completamente desequilibrados na aplicação da sanção progressiva, e conseguindo transformar faltas de atacante em 7 metros, de resto uma nomeação surpresa, como seria de esperar por parte do CA da Federação.

Arbitragem – Conforme já por nós referido, na nossa opinião a prova merecia mais respeito por parte dos responsáveis da arbitragem, pois consideramos que é um erro grave de avaliação, pois estas estas provas não podem servir para “premiar”, pois a modalidade é que pode eventualmente sair prejudicada.

Apuramentos Para as Provas Europeias

Nota – Sobre estas participações faremos um texto dedicado exclusivamente ao tema, em especial no Feminino.

Liga dos Campeões (1) – Colégio Gaia
EHF Cup (1) – Madeira SAD
Challenge CUP (1) - Alavarium
Challenge CUP (2) – SIR 1.º Maio/CJB

O Noticias

3 comentários:

Anónimo disse...

Vencedora o colégio de Gaia como podia ter sido a Madeira! e sem necessidade mas ela leva as nomeações de brincadeira e na caserna quem manda sou eu!
As atletas e treinadoras mereciam outro tipo de atitude por parte dos responsáveis pelo CA.
Tenham juizo...

Anónimo disse...

sandrinha sempre a mesma conversa.

Anónimo disse...

O Madeira Sad com esta treinadora ou destreinadora não vai lá. Corrijam esse problema e voltam a lutar pelos títulos.