gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Crónica de Fim-de-semana, No Feminino – 08 – 2017 / 2018

Mais uma crónica de fim-de-semana exclusivamente dedicada ao Feminino (PO09).

Depois das nossas referências às poucas transmissões da Andebol TV desta prova, tivemos, este fim-de-semana, nem uma.

Continuamos a referir o assunto das estatísticas, pois as mesmas existem ás vezes em http://po09.videobserver.com/pt/ , continuando-se a estranhar o silencio da Federação sobre o assunto. Mas mais uma vez, podemos informar de que estivemos a monitorar as mesmas durante os jogos e não são feitas em tempo real, muitas só surgem passando alguns dias, diga-se que algumas nem chegam a existir, mas mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – 1.ª Jornada - Resultados
1.ª Jornada
Dia 05-11-17
SIR 1.º Maio/CJB 23 – 22 Juventude Lis SD
2.ª Jornada
Dia 12-11-17

CA Leça - Santa Joana (17H00)
6.ª Jornada
Dia 05-11-17
CS Madeira 33 – 11 Santa Joana
Madeira SAD 21 – 21 Colégio Gaia
Dia 08-12-17
CA Leça - Alavarium (17H00)
7.º Jornada
Dia 04-11-17
Juventude Lis 32 - 26 Assomada
Madeira SAD 37 - 11 Santa Joana
JAC-Alcanena 20 - 23 SIR 1.º Maio/CJB
Alavarium 29 - 34 Maiastars SD
CS Madeira 31 - 35 Colégio Gaia
Dia 23-11-17
Académico FC - CA Leça (21H15)

Tal como já tínhamos previsto, continuam as jornadas duplas, quando intervêm as equipas madeirenses, devidas às deslocações às ilhas e vice-versa. Este fim-de-semana, mais uma vez isso aconteceu, numa prova que é tudo menos regular, face aos condicionalismos existentes, em especial financeiros, e mais uma vez com alguns jogos adiados, que só os intervenientes podem esclarecer. Disputando-se ainda um dos jogos em atraso da desde a 1.ª Jornada. Nos jogos disputados, existiu (na nossa opinião) alguns resultados que poderão ser considerados surpresa, como a vitória do Maiastars em Alavarium, e até a igualdade registada no Madeira SAD / Colégio Gaia, ou ainda a réplica dada pela Juventude Lis na Marinha Grande ao SIR 1.º Maio/CJB. De destacar pela positiva, que em nenhum dos jogos disputados se registaram ocorrências disciplinares.

No Pavilhão da Marinha Grande realizou-se o SIR 1.º Maio/CJB / Juventude Lis, jogo referente à 1.ª Jornada da Prova, e que se encontrava em atraso, foi um jogo disputado em “família”, pois os árbitros e o delegado eram da mesma região. Surpreendente a prestação da equipa da Juventude Lis, que num jogo de grande equilíbrio, sobre contrariar o favoritismo da equipa local, com bastante garra e determinação, nunca permitindo, em especial no primeiro tempo uma “fuga” no marcador, chegando ao intervalo com uma igualdade a 12 golos. No Segundo tempo a equipa visitante chegou a ter por diversas vezes 3 golos de desvantagem como por exemplo aos 16-13, mas soube sempre reagir a preceito, e nos últimos momentos da partida quando o resultado se encontrava numa igualdade a 22 golos, consentiu o 23 golo, que deu a vitória ao SIR 1.º Maio/CJB. As melhores marcadoras da equipa da Marinha Grande foram as suspeitas do costume Neuza Valente com 7 golos e Miriam Almeida com 6 golos, já na Juventude Lis, foi Joana Espinha com 5 golos a sua melhor marcadora. A Juventude Lis que também fez na prática jornada dupla defrontou na véspera a equipa da Assomada., que venceu, embora tenha sentido algumas dificuldades perante a equipa que na nossa opinião se está a revelar uma das agradáveis surpresas da prova. As dificuldades sentidas encontram-se refletidas nos resultados parciais, pois ao intervalo a equipa leiriense vencia por 15-12, e no segundo tempo venceu pela mesma diferença, o que se encontra refletido no resultado final. Neste encontro, e como de costume Francisca Marques com 8 golos, foi a melhor marcadora da Juventude Lis, bem acompanhada novamente por Joana Espinha com 7 golos. Na equipa da Assomada total destaque para os 10 golos da Nádia Fernandes, melhor marcadora da equipa e do jogo. Com esta derrota a equipa da Assomada desce ao 8 lugar da classificação em igualdade pontual com o Alavarium, mas mais um encontro disputado. O SIR 1.º Maio/CJB, também realizou jornada dupla pois no jogo normal da jornada, defrontou o JAC-Alcanena, como visitante, e num jogo em que a neo divisionária do JAC-Alcanena chega rapidamente aos 4-1, obrigando a equipa da Marinha Grande a jogar com os seus principais elementos, para dar a volta ao resultado e chegar ao final do primeiro tempo a vencer por 13-11. Mas o equilíbrio foi a principal nota deste encontro, com a equipa visitada já no segundo a igualar o marcador a 17 golos, com o SIR 1.º Maio a sentir grandes dificuldades, mas a conseguir voltar ao comando do jogo e do marcador acabando como vencedor por uma margem que reflete as dificuldades sentidas pela equipa da Marinha Grande. No JAC-Alcanena com grande distribuição dos golos a sua melhor marcadora foi mais uma vez Aurora Prata com 4 golos, enquanto na equipa visitante foi mais vez Miriam Almeida com 10 golos a sua melhor marcadora.

No encontro onde na nossa opinião se registou a grande surpresa da jornada, foi no Alavarium / Maiastars, que terminou com a vitória das maiatas, equipa que comandou o jogo e o marcador durante a maior parte do jogo durante os 30 minutos iniciais, apesar de este período ter sido disputado com grande equilíbrio conforme o demonstra o resultado que se verificava ao intervalo, uma igualdade a 15 golos. No segundo tempo a equipa do Alavarium, chega a estar em vantagem por 18-15, mas o Maiastars, reage, e volta ao comando do marcador e do jogo, e rapidamente se coloca na frente do marcador por 22-18, ou seja após ter feito um parcial de 7-0, colocando-se na frente do marcador, diversas vezes com uma margem de 5 golos, apesar de o Alavarium ter feito uma marcação individual nos últimos minutos de jogo, mas nada conseguiu resolver. Encontro disputada com excelente assistência. Cláudia Correia com 11 golos, e Soraia Fernandes com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Alavarium. Por sai vez no Maiastars, tivemos o reaparecimento de Mihaela Minciuma que com 10 golos, foi a melhor marcadora da sua equipa, bem acompanhada por Mariana Azevedo com 7 golos. Apesar da vitória a equipa maiata, conjuntamente com o CS Madeira passa a ocupar o 4.º lugar da Classificação.

Na Madeira tivemos jornada dupla e vamos começar pelo Madeira SAD, que no primeiro encontro defrontou a equipa mais fraca da prova (na nossa opinião), o Santa Joana, não sentido qualquer dificuldade para levar de vencida esta equipa, permitindo-lhe até, fazer uma completa gestão do plantel, pois foi um encontro de sentido único, e dominado durante os 60 minutos pelo Madeira SAD, de tal forma que o resultado ao intervalo era de 20-3 a favor da equipa insular (resultados que na nossa opinião, não se coadunam, com uma 1.ª Divisão Nacional). Para no segundo tempo permitir que a equipa do Santa Joana, concretizasse 8 golos, que é o facto mais relevante, do jogo (na nossa opinião). O Madeira SAD com 10 jogadoras a marcarem golos, teve em Beatriz Sousa com 6 golos e em Patrícia Morais com 5 golos as suas melhores marcadoras, Alexandra Faria com 6 golos, foi a melhor marcadora do Santa Joana. No dia seguinte, tivemos o jogo da jornada, o Madeira SAD / Colégio Gaia, referente à 6.ª Jornada da prova, encontro que colocava frente a frente as duas principais candidatas a título nacional (na nossa opinião). Reagiu e Foi um jogo de grande equilíbrio como o demonstra a igualdade final verificada, começou melhor o Colégio Gaia, que chegou a estar na frente do marcador, mas o Madeira SAD reagiu, mas sem conseguir margens confortáveis, e ao intervalo vencia por 11-9, resultado que se revelou escasso, pois a reação do Colégio Gaia não se fez esperar, e conseguiu mesmo voltar à liderança do marcador, embora sempre com o Madeira SAD a não consentir grandes diferenças, mas á entrada o último minutos a equipa do continente estava na frente do marcador por 21-20, como Madeira SAD a igualar nos momentos finais do encontro, através um golo de Filipa Correia, que foi a melhor marcadora da sua equipa com 9 golos, acompanhada por Mónica Soares com 6 golos, no Colégio Gaia como de costume Carolina Monteiro com 6 golos foi a melhor marcadora, acompanhada pela jovem Joana Resende com 5 golos. Com este resultado as duas equipas comandam a prova sem derrotas e em igualdade pontual.

O CS Madeira, em jogo referente à 7.ª Jornada defrontou o Colégio Gaia, que fez poupanças de esforço e de utilização das suas principais jogadoras, pois no dia seguinte defrontava o Madeira SAD, mas esta poupança, poderia ter-lhe saído caro, pois as madeirenses comandaram o jogo durante os primeiros 30 minutos, chegando ao intervalo a vencer por 16-15, resultado que demonstra o equilíbrio do encontro e a forma como a equipa insular encarou e preparou este encontro. Este resultado obrigou a que o Colégio Gaia, tivesse no segundo tempo de dar mais tempo de jogo ás suas principais atletas, para dar a volta ao resultado, o que só se verificou quando passaram para o comando do marcador por 24-23, e a partir deste momento verificou-se uma nítido abaixamento e perca de concentração das madeirenses, com o Colégio a aproveitar e bem para consolidar a sua vitória. No CS Madeira Ana Castro com 8 golos, e Jéssica Gouveia com 6 golos, foram as melhores marcadoras da equipa. No Colégio Gaia, Patrícia Lima com 7 golos, e Joana Resende com 6 golos, foram as melhores marcadoras da equipa. No segundo jogo da jornada dupla o CS Madeira defrontou o frágil Santa Joana, e pouco haverá para contar, a não ser o facto de o CS Madeira ter chegado aos 16-0, (impensável, para uma 1:ª Divisão Nacional), para chegar ao intervalo a vencer por 18-1. No segundo tempo o CS Madeira abrandou completamente o ritmo de jogo, fez gestão do plantel e deu tempo de jogo às atletas menos utilizadas, e terminou como confortável vencedor. No CS Madeira com 13 atletas a marcarem golos, Jéssica Gouveias com 7 golos foi a sua principal marcadora, acompanhada por Ana Pestana com 5 golos. Na equipa maiata as melhores marcadoras não passaram dos dois golos.

Classificação após estes encontros: - 1.º Madeira SAD, e Colégio Gaia (20 pontos), 3.º SIR 1.º Maio/CJB (16 pontos), 4.º Maiastars, e CS Madeira (15 pontos), 6.º Juventude Lis, e JAC-Alcanena (13 pontos), 8.º Assomada, e Alavarium (-1 jogo) (12 pontos), 10.º Académico FC (- 1 jogo, 8 pontos), 11.º CA Leça (-3 jogos), e Santa Joana (- 1 jogo),(6 pontos).

Voltamos a referir que para os nossos principais OCS, que pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável

O Noticias

4 comentários:

Anónimo disse...

A federação ainda não informou o Banhadas sobre as estatísticas do feminino? Que falta de respeito!

Anónimo disse...

Vocês ainda não descobriram que quem faz os comentários sobre esta prova para a federação é um blog, não altera nem uma virgula, é do melhor que existe.

Anónimo disse...

Curioso é que os comentários na FAP chegam sempre primeiro. Não serão os blogs a copiar? Aliás se os blogs se querem assumir como uma alternativa viável, e já que há maneiras de ver todos os jogos (o andebol de salto alto tem acesso aos videos, por exemplo), passariam os proprios blogs por fazer uma análise mais detalhada e variada que aquilo que aparece no portal da FAP. É que as crónicas do feminino so saem lá para 3a feira por isso deveriam ter essa atenção, porque têm tempo e ferramentas para as fazer. Ou o copy/paste é mais fácil?

Anónimo disse...

Perguntem ao Ulisses, desculpem Ao Salto alto que ele tira as duvidas