gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 13 – 2017 / 2018 - IV

Crónica dedicada aos jogos da PO04, que se disputaram durante o fim-de-semana.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona 1
12.ª Jornada
Dia 21-01-18
Águas Santas 25 - 23 FC Gaia
CD Feirense 34 - 28 Ismai
AA Avanca 29 - 37 FC Porto
CP Natação 27 - 26 ABC
Xico Andebol 27 - 23 Académico FC

Neste fim-de-semana, e que no conjunto dos jogos disputados apenas em um encontro se registaram ocorrências disciplinares. Verificaram-se duas rectificações de resultados em relação ao verificado na jornada homóloga da 1.ª volta. Verificaram-se duas surpresas (na nossa opinião), sendo uma delas a grande surpresa da jornada. Começaremos exactamente por esta, que ocorreu no CP Natação / ABC, onde a equipa bracarense registou a sua segunda derrota consecutiva. Neste encontro o CP Natação já vencia ao intervalo por 15-12. No segundo tempo apesar da boa reacção da equipa bracarense que chegou a igualar o marcador a 24 golos, e 26 golos, permitiu que a equipa do CP Natação confirmasse a sua vitória nos últimos momentos do encontro. Com este resultado o ABC continua em 3.º lugar na tabela classificativa, e dentro da discussão pelos lugares de apuramento, mas com o FC Gaia e o Xico Andebol “à perna”. Rafael Teixeira com 9 golos, foi o melhor marcador do CP Natação, com Rui Ferreira e os seus 8 golos, a ser o melhor marcador do ABC. O outro encontro, onde na nossa opinião se verificou uma surpresa, não pela vitória do CD Feirense sobre o Ismai, mas pelo diferencial final. Num encontro onde a equipa visitada já vencia ao intervalo por um dilatado 19-9. Para no segundo tempo limitar-se a gerir o jogo e o resultado. João Cardoso com 13 golos, e Gonçalo Leite com 11 golos, foram os melhores marcadores do CD Feirense, Gonçalo Meireles com 10 golos e Afonso Correia com 6 golos, foram os melhores marcadores pelo Ismai. No Xico Andebol / Académico FC, (encontro com ocorrências disciplinares), que teve duas desqualificações directas, foi um encontro praticamente de sentido único, pois o Xico Andebol depois do 11-7 ainda no 1.º tempo chegou ao intervalo na frente do marcador por 14-9. No 2.º tempo geriu a sua vantagem, chegando aos 7 golos de vantagem quando vencia por 19-12, para depois entrar em modo gestão que lhe poderia ter sido perigoso, pois o Académico FC, reduziu para 25-22, e terminou com um diferencial negativo de apenas 4 golos. José Silva com 7 golos, e Carlos Batista com 6 golos foram os melhores marcadores do Xico Andebol, com João Carneiro e os seus 6 golos a ser o melhor marcador do Académico FC. Com esta nova vitória a equipa de Guimarães mantem-se (na nossa opinião) na discussão por um dos lugares de apuramento para a Fase final. Em Águas Santas tivemos a equipa da casa a receber o FC Gaia, num encontro de forte equilíbrio, talvez inesperado por muitos, com o FC Gaia, a comandar o jogo e o marcador durante bastante tempo de jogo, pois depois de chegar aos 10-7 a seu favor, atingiu o intervalo na frente do marcador por 13-11. No segundo tempo, ainda se manteve na frente do marcador durante algum tempo como por exemplo quando se verificava um resultado a seu favor de 18-17, obrigando a equipa maiata, a usar todos os seus trunfos, para conseguir sair vitoriosa. Ruben Santos com 8 golos, foi o melhor marcador do Águas Santas, enquanto, Fernando Leite com 8 golos, e Rafael Ferreira com 6 golos, foram os melhores marcadores do FC Gaia. Na nossa opinião, o Águas Santas continua a ser um dos mais fortes candidatos à discussão por um lugar na Fase Final, com o FC Gaia, a entrar na discussão pelo apuramento. Num encontro sem grande história o FC Porto, deslocou-se ao recinto da AA Avanca, onde venceu e confirmou o resultado da 1.ª volta, num jogo, onde praticamente comandou durante os 60 minutos não só o jogo como o marcador, chegando ao intervalo a vencer por 19-15. No 2.º tempo continuou a verificar-se a superioridade do FC Porto, que com esta vitória se mantêm no comando da Zona, com apenas uma derrota, sendo um dos naturais favoritos ao apuramento para a Fase Final da Prova. Paulo Moreira com 9 golos foi o melhor marcador da AA Avanca, e Martim Costa com 13 golos, o principal marcador doo FC Porto, onde 12 atletas marcaram golos.

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º FC Porto (34 pontos), 2.º Águas Santas (30 pontos), 3.º ABC (28 pontos), 4.º FC Gaia, e Xico Andebol (26 pontos), 6.º CP Natação (23 pontos), 7.º AA Avanca (22 pontos), 8.º CD Feirense (21 pontos), 9.º Ismai (16 pontos), 10.º Académico FC (14 pontos).

Zona 2
12.ª Jornada
Dia 21-01-18
Juventude Lis 39 - 21 Almada AC
Alto Moinho 25 - 26 AC Sismaria
Vitória FC 22 - 27 Belenenses
Sporting 28 - 28 Estarreja AC
São Bernardo 27 - 35 Benfica

Jornada, disputada na sua totalidade, com dois jogos alterados em relação ao verificado na 1.ª volta desta Fase da Prova, e curiosamente na nossa opinião foi nestes encontros que se registaram as surpresas da jornada, que teve a agradável noticia, de todos os encontros terem sido realizados sem ocorrências disciplinares registadas. Naquele que considerávamos um dos principais jogos da jornada o São Bernardo / Benfica, onde o Benfica confirmou todo o seu favoritismo, terminando por vencer o encontro por margem que não corresponde, na nossa opinião à real diferença entre as duas equipas. O intervalo neste encontro chegou com o Benfica já na frente do marcador por 13-19, mantendo-se na frente do marcador e ampliando a sua vantagem final. Nuno Ferreira com 14 golos, foi o melhor marcador do São Bernardo, com João Marques, que marcou 11 golos, e Gonçalo Nogueira com 10 golos, a serem os melhores marcadores do Benfica, que continua a ser a única equipa na zona só com vitórias, e o São Bernardo, apesar da derrota continua isolado no 2.º lugar, sendo duas das principais equipas na discussão pelo apuramento para a Fase Final. Uma das surpresas da jornada, esteve no encontro Alto Moinho / AC Sismaria, que foi um dos resultados que foi alterado em relação ao que se tinha verificado na 1.ª volta. Foi um encontro disputado com grande equilíbrio, mas com a equipa de Gândara a comandar praticamente o marcador durante os 60 minutos, chegando ao intervalo já a vencer por 14-11, depois de ter chegado a ter 4 golos de vantagem (8-4). No segundo tempo forte reacção dos homens do Alto Moinho que chegaram por diversas vezes à diferença mínima (17-16, 18-17, por exemplo), que foi a diferença final do encontro. Diogo Abadia com 15 golos, foi o melhor marcador do Alto Moinho, com Gonçalo Jesus e os seus 14 golos a ser o melhor marcador do AC Sismaria. O Alto Moinho apesar da derrota, ficou isolado no 4,º lugar e completamente dentro da discussão pelo apuramento para a fase seguinte. A outra surpresa na nossa opinião, ocorreu no Sporting / Estarreja AC, que foi o outro encontro onde se verificou alteração do resultado ocorrido na 1.ª volta. Jogo sempre disputado com grande equilíbrio e algumas alternâncias no marcador, com o intervalo a chegar com Estarreja AC a vencer por 14-13, no entanto o Sporting chegou a comandar o encontro, inclusive nos momentos finais do encontro quando vencia por 28-27, permitindo que o Estarreja AC, iguala-se nos momentos finais do encontro. O Sporting com 10 jogadores a marcarem golos, teve os seus melhores marcadores com 5 golos (Salvador, João Guerreiro, Joel Ribeiro), por seu lado Diogo Liberato com 13 golos, e Bruno Marques com 6 golos, foram os melhores marcadores do Estarreja AC, o Sporting ocupa o 3.º lugar, mas com o Alto Moinho nos calcanhares, enquanto o Estarreja AC dificilmente discutirá os lugares de apuramento. Em Leiria, realizou-se o Juventude Lis / Almada AC, que terminou com folgada vitória da equipa leiriense, apesar do equilíbrio ser apenas nos momentos iniciais do encontro, quando resultado s encontrava, numa igualdade a 3 golos, a partir daí a Juventude Lis assumiu o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 17-9, e com a vitória praticamente assegurada. Mo segundo nada se alterou, e com esta nova derrota, o Almada AC, continua a ser a única equipa que apenas contabiliza derrotas na Zona. Fábio Moreira com 13 golos, Afonso Santo e João Cartas com 6 golos cada, foram os melhores marcadores da Juventude Lis, com Luís Machado com 7 golos, e André Claro com 6 golos, os melhores marcadores do Almada AC. No Vitória FC / Belenenses, tivemos a confirmação da vitória do Belenenses na 1.ª volta, num encontro que registou algum equilíbrio no 1.º tempo como por exemplo a igualdade a 7 golos, com o Belenenses a partir daí a assumir o comando do jogo e do marcador chegando ao intervalo já a vencer por 13-10, nunca mais perdendo a o comando do jogo até o seu términus. Ruben Teixeira com 6 golos foi o melhor marcador pelo Vitória FC, com Francisco Sousa e os seus 7 golos, e Daniel Salgado com 6 golos a serem os melhores marcadores pelo Belenenses. Ambas as equipas, mantiveram os seus lugares na tabela classificativa.

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º Benfica (36 pontos), 2.º São Bernardo (31 pontos), 3.º Sporting (29 pontos), 4.º Alto Moinho (28 pontos), 5.º AC Sismaria, e Estarreja AC (23 pontos), 7.º Belenenses (22 pontos), 8.º Juventude Lis (20 pontos), 9.º Vitória FC (16 pontos), 10.º Almada AC (12 pontos). 

O Noticias

2 comentários:

Anónimo disse...

Não se percebe a classificação do Belenenses nesta fase do campeonato! A equipa tem uma defesa muito compacta (a 3a melhor, estando em 7° lugar da zona sul), mas um ataque muito à quem do q devia ser (sendo o 3° pior, apenas a frente do Almada e Setúbal), talvez com outras condições a classificação fosse outra, ou talvez, seja apenas falta de sorte na altura do agrião, refiro me aos jogos com o são Bernardo e c a Sismaria em Leiria (importante também referir que se a arbitragem frente ao são Bernardo tivesse sido outra, o resultado final talvez tivesse sido outro, e dessa forma, a equipa teria ganho toda uma outra motivação). A equipa tem qualidade, ninguém pode dizer o contrário. Não é facil para nenhuma equipa ganhar a estes rapazes (tal como se pode ver pelos resultados). Gostava de deixar aqui uma mensagem de apoio a equipa e dizer lhes para não ligarem ao que vem de fora, pois eles têm qualidade. Vejo boas perspetivas para o futuro, com dois ou três com possibilidades de chegar a equipa senior, sendo um deles, ainda junior de 1° ano (é preciso é q n deixem os eucaliptos o levarem, tal como aconteceu com o nosso "menino" André Alves (Scholes), que ao contrario do q dizem, na estação de televisão do clube de carnide, é da formação do Belenenses e não do clube de carnide!) Boa sorte para o resto da época miúdos!

Anónimo disse...

Ah ah ah o André não goiaba levado o vosso iluminado treinador júnior é que achou que o miúdo não tinha valor.