gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 18 – 2017 / 2018

Crónica de fim-de-semana exclusivamente dedicada aos jogos realizados na PO09.

Nesta crónica apenas dizemos que mais uma vez nem transmissões na Andebol TV existiram, devem estar caríssimas, pois são “raríssimas”.

Quem quiser verificar as estatísticas, que surgem embora normalmente bastante tempo depois dos jogos, o seu endereço é (http://po09.videobserver.com/pt/),agora, aguardamos que as mesmas sejam feitas em directo, mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
1.ª Fase
15.ª Jornada
Dia 27-01-18
Alavarium 37 - 19 Santa Joana (Já disputado)
Maiastars 28 - 24 Juventude Lis (Já Disputado)
Colégio Gaia 27 - 24 Académico (Já disputado)
Dia 04-02-18
CA Leça 18 - 27 SIR 1.º Maio/CJB
CS Madeira 29 - 29 Assomada
Madeira SAD 32 - 16 JAC-Alcanena
16.ª Jornada
Dia 28-01-18
Alavarium 27 - 29 Colégio Gaia (Antecipado)
Dia 03-02-18
Maiastars 21 - 21 SIR 1.º Maio/CJB
CS Madeira 24 - 25 JAC-Alcanena
Juventude Lis 29 - 17 CA Leça
Madeira SAD 28 - 15 Assomada
Santa Joana 21 - 21 Académico FC

Fim-de-semana em que se disputaram os 3 encontros em falta para completar a 15.ª Jornada, e os 5 encontros que faltavam para completar a 16.ª Jornada, ficando desta forma as duas jornadas completas, realizando-se mais uma vez jornadas duplas. Nos 8 jogos que se realizaram tivemos 50% com os resultados diferentes do verificado nas jornadas homólogas da 1.ª Volta desta Fase da Prova. Verificaram-se ainda algumas surpresas como por exemplo o ND Santa Joana, a conquistar os seus primeiros pontos positivos, e a vitória do JAC-Alcanena na Madeira frente ao CS Madeira. Infelizmente tivemos um encontro com ocorrências disciplinares registadas.

Na Madeira tivemos as equipas da Região a disputar mais uma jornada dupla, e começamos pelo CS Madeira, que no primeiro jogo, defrontou a equipa do JAC-Alcanena, com a equipa do continente a iniciar bem o encontro e a comandar o jogo e o marcador de forma surpreendente, chegando a estar a vencer 8-2, para depois sofrerem um parcial de 7-0, com o CS Madeira a passar para o comando por 9-8, e chegar ao intervalo na frente do marcador por 12-11, no entanto no segundo tempo o JAC-Alcanena, voltou apara a frente do marcador como por exemplo aos 18-17, para terminar como vencedor pela diferença de um (1) golo, tal como no jogo da 1.ª volta. Andreia e Ana Castro ambas, com 5 golos cada foram as melhores marcadoras do CS Madeira, enquanto Raquel Anacleto com os seus 8 golos, foi não só a melhor marcadora do JAC-Alcanena como do jogo, bem acompanhada por Marta Santos com 6 golos. No dia seguinte a equipa madeirense defrontou a equipa da Assomada, que desta vez terminou numa igualdade, sendo um dos resultados diferenciado do que aconteceu na 1.ª volta, com a equipa da Assomada, a realizar um bom primeiro tempo e a chegar ao intervalo a vencer por 18-14, no segundo tempo o CS Madeira com uma boa reacção, conseguiu igualar o marcador e o jogo terminou numa igualdade, neste encontro, Odete Freitas com 8 golos, foi a melhor marcadora do CS Madeira, equipa que apresentou algumas ausências, nos dois jogos. Na equipa da Assomada, Edna Oliveira com 8 golos, e Kassia César com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras. Com estes resultados a equipa do CS Madeira continua nos 8 primeiros lugares, mas a equipa do JAC-Alcanena, está bem perto, e será interessante seguir esta “luta”.

O Madeira SAD, uma das mais fortes candidatas, à discussão do título nacional, disputou, igualmente dois encontro na Madeira precisamente contra as mesmas equipas do CS Madeira como costuma ser, defrontando no seu primeiro jogo a equipa da Assomada, confirmando a vitória registada na primeira volta, mas com uma vitória completamente folgada, num encontro de sentido único, e com o intervalo a chegar, com o Madeira SAD já confortavelmente na frente do marcador por 15-8, realizando posteriormente um segundo tempo onde foi dilatando a sua vantagem, que atingiu os números finais, completamente inesperados (na nossa opinião). A equipa madeirense com 10 jogadoras a marcarem golos teve em Cristiana Morgada com 6 golos a sua melhor marcadora. Na equipa da Assomada a sua melhor marcadora, não foi além dos 4 golos e foi Odete Tavares. No dia seguinte defrontou o JAC-Alcanena, e voltou a confirmar não só a sua vitória na 1.ª volta como a realizar um resultado dilatado, repetindo o que fez na véspera, realizando mais uma vez um encontro de sentido único, chegando ao intervalo a vencer por 17-7, diferencial que lhe permitiu, realizar um segundo tempo de completa gestão de recursos, e de controlo do jogo. No Madeira SAD, onde 11 jogadoras marcaram golos, Beatriz Sousa e Renata Tavares com 6 golos, cada, foram as suas melhores marcadoras, Pelo JAC-Alcanena, a sua melhor marcadora foi Marta Santos com 5 golos. Com estas vitórias a equipa do Madeira SAD, continua no comando da classificação nesta Fase da Prova na companhia do Colégio Gaia, sem conhecerem a derrota.

Outra equipa que fez jornada dupla no fim-de-semana, foi o CA Leça, que para a 16.ª Jornada defrontou em Leiria a Juventude Lis (encontro com ocorrências disciplinares), e foi derrotada, sendo este um dos resultados modificados em relação ao verificado na 1.ª volta. Jogo em que a equipa visitante chegou a estar na frente do marcador (7-3), ainda no primeiro tempo, mas com a equipa leiriense a dar a volta ao resultado e a chegar ao intervalo já na frente do marcador por 14-10. Nos segundos 30 minutos a equipa da Juventude Lis, continuou com o seu ascendente, e foi progressivamente a dilatar a diferença, que chegou aos 13 golos (29-16), nos momentos finais do encontro, com o CA Leça a reduzir, ainda para o resultado Final. Na Juventude Lis onde 10 jogadoras marcaram golos, Francisca Marques com 7 golos, e Ana Fonseca com 6 golos, foram as suas principais marcadoras, no CA Leça as melhores marcadoras, não passaram dos 4 golos (Catarina Silva, e Filipa Ventura). No dia seguinte o CA Leça, recebeu outra equipa da Região de Leiria o SIR 1.º Maio/CJB, e voltou a perder, tal como na 1.ª volta. Mais uma vez a equipa do CA Leça, iniciou da melhor maneira o encontro, estando na frente do marcador nos momentos iniciais do encontro, para a equipa da Marinha Grande dar a volta ao marcador, e marcar a sua natural superioridade, chegando ao intervalo já a vencer por 11-8. No segundo tempo a equipa visitada nunca conseguiu contrariar o ritmo das visitantes e o diferencial entre as equipas foi progressivamente aumentando. Novamente Catarina Silva com os seus 5 golos, foi uma das melhores marcadoras do CA Leça, com Carolina Gomes e os seus 7 golos a ser a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB. A equipa da Marinha Grande, mantêm o 5.º lugar, e na prática, têm (na nossa opinião) lugar garantido no Play OFF, por sua vez o CA Leça, dificilmente acederá ao Play OFF.

Um dos jogos mais disputados neste fim-de-semana, foi o Maiastars / 1.º Maio/CJB, que terminou com uma igualdade, e desta forma a equipa maiata, rectificou a derrota sofrida na 1.ª volta, num encontro sempre disputado com grande equilíbrio, embora a equipa do SIR 1.º Maio/CJB, tenha comandado o marcador durante mais tempo, chegando ao intervalo a vencer por 11-9. Mas mais uma vez a excelente reacção das maiatas, levou ao equilíbrio no marcador e no jogo, e à sua passagem para a frente do marcador por 20-19, nos momentos finais do encontro, com a equipa da Marinha Grande a ser ela agora a reagir, e a passar para a frente do marcador colocando o resultado em 21-20 a seu favor, mas com a equipa maiata a obter a igualdade nos momentos finais do encontro. Com este resultado, a equipa maiata, isola-se no 3.º lugar da tabela classificativa nesta Fase da prova, sendo em nossa opinião uma das equipas que praticamente já garantiram um lugar no Play OFF. Maria Cerqueira com 8 golos, foi a melhor marcadora do Maiastars e do jogo, bem acompanhada por Mihaela Minciuna com 7 golos, com Carolina Gomes e os seus 7 golos, a ser a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB.

No Municipal de São Pedro Fins, realizou-se o ND Santa Joana / Académico FC, encontro que terminou numa igualdade, e onde a equipa local, obteve os seus primeiros pontos positivos na prova, e rectificando a derrota que havia sofrido na 1.ª volta da prova. Foi um encontro sempre disputado com muito equilíbrio por ambos os conjuntos e bastante determinação, embora a equipa do Lima, tenha chegado ao intervalo na frente do marcador por 12-10. Nos segundos 30 minutos a equipa do ND Santa Joana, fez uma recuperação, com base na sua determinação e garra, passando o encontro a pautar-se por sucessivas igualdades, que acaba por ser o resultado final. Ana Ferreira com 5 golos, foi a melhor marcadora da equipa do ND Santa Joana, com Cristiana Alves e os seus 13 golos, a ser não só a melhor marcadora da equipa como do jogo, acompanhada por Ana Pereira com 5 golos. Qualquer destas equipas (na nossa opinião), dificilmente apesar de ainda faltarem 6 jornadas para o fim desta Fase, “fugirá” à disputa do Grupo B, na segunda Fase da Prova.

Classificação após estes encontros: - 1.º Madeira SAD, e Colégio Gaia (47 pontos), 3.º Maiastars (37 pontos), 4.º Alavarium (36 pontos), 5.º SIR 1.º Maio/CJB (34 pontos), 6.º Assomada (32 pontos), 7.º Juventude Lis (30 pontos), 8.º CS Madeira (29 pontos), 9.º JAC-Alcanena (28 pontos), 10.º CA Leça (24 pontos), 11.º Académico FC (23 pontos), 12.º Santa Joana (17 pontos).

Continuamos a referir que os nossos principais OCS, pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável. 

O Noticias

Sem comentários: