gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 21 – 2017 / 2018

Nova ligeira crónica de fim-de-semana, em que foram disputados alguns dos encontros relativos à 19.ª Jornada da PO09.

Continuamos a insistir de que as transmissões na Andebol TV não existiram, devem estar caríssimas, pois são “raríssimas”.

Quem quiser verificar as estatísticas, que surgem embora normalmente bastante tempo depois dos jogos, o seu endereço é (http://po09.videobserver.com/pt/),agora, aguardamos que as mesmas sejam feitas em directo, mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
17.ª Jornada
Dia 04-03-18
JAC-Alcanena - Juventude Lis (17H30)
19.ª Jornada
Dia 24-02-18
Alavarium 19 – 17 SIR 1.º Maio/CJB
Académico FC 28 – 25 Juventude Lis
JAC-Alcanena 24 – 28 Colégio Gaia
Dia 25-02-18
Assomada 44 – 20 Santa Joana
Dia 04-03-18
CS Madeira – CA Leça (15H00)
Madeira SAD – Maiastars (12H00)

Nos Oito disputados, apenas em um tivemos o resultado diferenciado da jornada homóloga da 1.ª volta, e todos os encontros foram disputados sem ocorrências disciplinares. Destaca-se nos jogos disputados e na nossa opinião o Assomada / ND Santa Joana, não pelo seu resultado, mas por a equipa da Assomada, já ter garantido o seu lugar no Play OFF.

No pavilhão do Alavarium, tivemos o jogo mais importante de jornada o Alavarium / SIR 1.º Maio/CJB, que terminou com a vitória do Alavarium, que confirmou o resultado da 1.ª volta, diante uma equipa que na nossa opinião, têm protagonizado uma época além das expectativas. Este encontro onde a predominância das defesas sobre os ataques foi por demais evidente, foi disputado com forte equilíbrio, embora nos primeiros 30 minutos a equipa do Alavarium tenha mostrado alguma superioridade ao chegar ao intervalo a vencer por 10-5, a equipa da Marinha Grande com algumas melhorias no segundo tempo conseguiu equilibrar o resultado, mas a sua reacção foi insuficiente para ter um resultado mais positivo. As melhores marcadoras do Alavarium não passaram dos 4 golos e foram (Carolina Loureiro, e Ana Sampaio), por sua vez a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB não foi além dos 3 golos (Adriana Lage). Com esta vitória a equipa do Alavarium reforça a sua pontuação nesta Fase da Prova, enquanto o SIR 1.º Maio/CJB, é igualado pela Assomada.

No Pavilhão do Lima, disputou-se o Académico FC / Juventude Lis, que foi o único encontro, onde se verificou uma rectificação do resultado ocorrido na 1.ª volta, terminando desta vez com a vitória da equipa do Académico, num jogo, de grande equilíbrio durante os 60 minutos, mas onde as academistas souberam gerir melhor a vantagem adquirida nos momentos iniciais do encontro, chegando ao intervalo a vencer por 14-12. No segundo tempo apesar da réplica da Juventude Lis, mantiveram o comando do jogo e do marcador, que ainda alargaram. Uma referência, para o facto de o Académico FC em termos matemáticos, ainda poder aspirar a um lugar no Play OFF (difícil, mas possível), jogo com 15 exclusões e uma desqualificação. Cristiana Alves com 8 golos, e Josefina Rodrigues com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Académico FC, enquanto na Juventude Lis onde 10 jogadoras marcaram golos, Ana Fonseca com 7 golos, e Margarida Oliveira com 5 golos, foram as suas principais marcadoras. A Juventude Lis, mantêm-se igualmente na discussão por um lugar no Play OFF.

Em Alcanena tivemos o JAC-Alcanena / Colégio Gaia, um confronto que se previa bastante desequilibrado, mas onde este mesmo desequilíbrio apenas durou os primeiros 30 minutos, quando o Colégio Gaia, chegou ao intervalo na frente do marcador por 16-10, mas no segundo período do jogo a equipa do JAC-Alcanena com uma excelente reacção ao resultado adverso, conjugado com a gestão e controlo do resultado por parte do Colégio Gaia, tivemos um encontro bem mais equilibrado, com a equipa local, a vencer neste parcial, e a diminuir a diferença final do encontro. Carolina Justino com 8 golos, e Adriana Correia com 7 golos, foram as melhores marcadoras do JAC-Alcanena, por sua vez no Colégio Gaia, onde 10 atletas marcaram golos, as suas melhores marcadoras não ultrapassaram os 4 golos (Carolina Monteiro, Catarina Ruella, Joana Resende, e Helena Soares). Com esta vitória o Colégio Gaia, passou para o 1.º lugar à condição na tabela classificativa, enquanto a equipa do JAC-Alcanena, se mantêm na discussão por um lugar no Play OFF, pelo menos em termos matemáticos.

Por último, tivemos a disputa do Assomada / ND Santa Joana, que terminou com a esperada vitória da equipa visitada, diante a última classificada nesta Fase da Prova, não registando até ao momento qualquer vitória, enquanto a equipa da Assomada, ao vencer não só confirmou a vitória da 1.ª volta, como confirmou um lugar nas 8.º primeiras classificadas, e portanto um lugar no Play OFF. Jogo totalmente dominado pela equipa da Assomada, que chegou ao intervalo já na frente do marcador por 23-7, resultado que ilustra na perfeição a diferença existente entre as duas equipas. No segundo tempo, apesar da gestão do plantel e do resultado por parte da equipa visitada, o resultado foi-se progressivamente dilatando, reflectindo no final, a diferença existente entre as duas equipas. Na Assomada com 10 jogadoras marcar golos, Kassia César com 8 golos, e Rute Fernandes com 7 golos, foram as suas principais marcadoras. No ND Santa Joana, a sua melhor marcadora foi Ana Lopes com 5 golos.

Classificação após estes encontros: - 1.º Colégio Gaia (54 pontos), 2.º Madeira SAD (- 1 jogo, 53 pontos), 3.º Alavarium (43 pontos), 4.º Maiastars (- 1 jogo, 42 pontos), 5.º SIR 1.º Maio/CJB, e Assomada (40 pontos), 7.º CS Madeira (- 1 jogo, 33 pontos), 8.º Juventude Lis (- 1 jogo, 32 pontos), 9.º JAC-Alcanena (- 1 jogo, 30 pontos), 10.º Académico FC (29 pontos), 11.º CA Leça (- 1 jogo, 28 pontos), 12.º Santa Joana (20 pontos).

Continuamos a referir que os nossos principais OCS, pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável.

O Noticias

1 comentário:

Anónimo disse...

Grande entrevista do novo técnico do Santa Joana!!! Em 3 perguntas apenas, destruiu por completo o "colega" que foi substituir. Fica-lhe muito bem!!!! Grande profissional, sim senhora....
Ou terá outros interesses???