gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 38 – 2017 / 2018 – I

Nova crónica intermédia de fim-de-semana, desta vez dedicada ao jogo antecipado da 22.ª Jornada da prova, e que foi mais encontro disputado a meio da semana.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

22.ª Jornada
07-02-18
Boa Hora 32 – 35 Benfica 20/32 17-17

Dos dois jogos previstos a serem disputados por antecipação no dia de hoje, apenas se realizou um (Boa Hora / Benfica), pois o Madeira SAD / AA Avanca, teve de ser adiado, devido às condcções atmosféricas, na Madeira que obrigaram ao cancelamento de alguns voos, ficando marcado para o dia 28-02-18. Assim no único encontro disputado, foi confirmado o resultado da 1.ª volta. Encontro disputado sem ocorrências disciplinares.

Boa Hora 32 – 35 Benfica

Jogo disputado no Pavilhão Fernando Tavares, que se encontrava razoavelmente composto de público, e onde o Benfica sentiu maias dificuldades do que se esperava, não podendo nem conseguindo rodar o seu plantel (apesar de 10 jogadores terem marcado golos) como tanto é do seu agrado. O Boa Hora, que começou bem o encontro conseguindo até cerca dos 10 minutos uma igualdade no marcador a 7 golos, em parte devido à prestação do seu experiente guarda-redes António Ribeiro (22% de eficácia) para de seguida o Benfica ganhar vantagem no marcador, mas nova reacção da equipa visitante e nova igualdade agora a 11 golos, quando estavam decorridos cerca de 19 minutos de jogo, momento que mais uma vez o Benfica assume o comando do marcador chegando à maior vantagem que teve no primeiro tempo (4 golos), quando vencia por 17-13 aos 26 minutos de jogo, mas mais uma vez o Boa Hora reagiu e fez um parcial de 4-0, em 4 minutos, colocando o resultado ao intervalo numa igualdade a 17 golos. O jogo nestes 30 minutos iniciais foi caracterizado por uma serie impressionante de falhas técnicas de ambas as equipas, com o Benfica a usar o contra-ataque e os lançamentos de saída rápidos para ir conseguindo equilibrar o marcador, no segundo tempo o Benfica volta a colocar-se na frente do marcador mas nunca conseguiu vantagens superiores a 4 golos, apesar de Miguel Espinha (35% de eficácia) que entrou no segundo tempo ter estado muito bem, o Boa Hora, onde Uros Markovic (6 golos, 86% de eficácia), e Rui Barreto (8 golos, 62% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros) estiveram acima dos restantes, assim Belone Moreira (8 golos, 67% de eficácia, 1 em 2 de 7 metros) e Ricardo Pesqueira (8 golos, 89% de eficácia) no Benfica. Aos 43 minutos o marcador assinalava mais uma vez uma vantagem de 4golos a favor do Benfica (25-21), para o Boa Hora colocar o marcador na diferença mínima 26-25 aos 46 minutos, e ainda voltar a igualar o marcador a 28 golos aos 52 minutos, mas o Benfica vez valer a sua superioridade, e passou novamente para o comando do marcador, até ao final do tempo regulamentar, jogando e aproveitando a superioridade numérica que teve nos minutos finais do encontro. Não se entendeu a substituição de António Ribeiro nos 5 minutos finais do encontro, na baliza do Boa Hora. Dirigiu o encontro a dupla internacional de Leiria, constituída por Ivan Caçador e Eurico Nicolau, que teve uma arbitragem sem sobressaltos, facilitada pelo comportamento dos intervenientes, e globalmente positiva.

Após a realização deste jogo a classificação é a seguinte – 1.º Benfica (58 pontos), 2.º Sporting (-1 jogo, 57 pontos), 3.º FC Porto (56 pontos), 4.º ABC (52 pontos), 5.º AA Avanca (49 pontos), 6.º Belenenses (46 pontos), 7.º Madeira SAD (44 pontos), 8.º Águas Santas (42 pontos), 9.º Boa Hora (+1 jogo, 37 pontos), 10.º Ismai (34 pontos), 11.º AC Fafe (31 pontos), 12.º Arsenal (30 pontos), 13.º Xico Andebol (27 pontos), 14.º São Bernardo (25 pontos). 

O Banhadas Andebol

3 comentários:

Anónimo disse...

Comentario:
Anotámos o melhor rigor nas nomeações e esta época o que valoriza o jogo e justifica aos internacionais as suas motivações pessoais e de grupo.
parabéns Pres. CA.

Anónimo disse...

Já lá vão muitos anos que ouço histórias de haver arbitragens de Leiria que, favorecem o Sporting...anda algo no ar!

Anónimo disse...

Arbitragem que favorece o Sporting? Então deviam ver os outros senhores de Leiria que quando querem sao os melhores, mas quando não querem...., por isso estao onde estão