gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 30 de junho de 2018

Jogos do Mediterrâneo – Andebol – 2018 - V


ANDEBOL NA XVIII EDIÇÃO
TARRAGONA – 2018
PORTUGAL 6.º EM MASCULINOS

Conforme informamos no nosso último texto sobre estas provas, hoje procedemos à divulgação dos resultados finais em ambos os géneros. Recordando, que os Jogos decorreram em Tarragona de 23 de junho a 1 de Julho de 2018. Texto dedicado apenas aos Masculinos, seguindo o mesmo critério já utilizado para os Femininos.

Selecção de Juniores A Masculina
(Foto FAP)
Sistema Competitivo
Criados quatro Grupos (3 de 3 equipas e um de 4 equipas), disputam uma 1. Fase no sistema de TxT a uma volta, apurando os 2 primeiros de cada grupo para a disputa dos 1/4 Final, cruzando o Grupo A com o Grupo B, e o Grupo C com o Grupo D, e apenas se disputam lugares até ao 8.º classificado.

Portugal iniciou a prova defronta a fortíssima equipa de Espanha, no primeiro jogo do Grupo C, onde se encontrava igualmente a Grécia, e teve uma prestação desportiva aquém do esperado e desejado, perdendo de forma clara, apesar da boa entrada da equipa nacional, e o equilíbrio no jogo apesar de comandado pela equipa de Espanha durou até aos 25 minutos de jogo, pois a partir dai, Portugal teve uma nítida quebra, e cedeu de tal forma que ao intervalo perdia por 15-12. No segundo tempo a quebra continuou e a equipa de Espanha, termina como justa vencedora, e por uma confortável margem, com 13 dos seus atletas a marcarem golos, sendo Angel Perez com 6 golos (100% de eficácia) o seu principal marcador, André gomes com 6 golos (60% de eficácia), foi o melhor marcador da equipa Nacional. No segundo encontro defrontamos a equipa da Grécia, e obtivemos uma preciosa igualdade a 28 golos, apesar de mais uma vez a equipa não ter entrado bem e ao intervalo perder por 14-11, no segundo tempo apesar da Grécia continuar a comandar mais vezes o marcador chegamos à igualdade a 28 golos, destacando a defesa de um livre de 7 metros por Diogo Valério, que nos garantiu a igualdade final, e o apuramento para os 1/4 Final da prova. Por diferença de golos. Nikolaos passias com 6 golos (67% de eficácia), foi o melhor marcador da Grécia, Diogo Silva com 8 golos (67% de eficácia), e Luís Frade com 7 golos /78% de eficácia), foram os melhores marcadores da equipa Nacional. No encontro dos 1/4 Final, defrontamos a Turquia, e voltamos a perder desta vez num jogo que poderia ter sido mais equilibrado, mas que a primeira terminou com 17-12 a favor dos turcos, diferencial que permitiu que a equipa da Turquia, apesar da boa reacção da equipa Nacional, controlasse o jogo e o resultado até final do encontro, e assim Portugal irá disputar os lugares do 5.º ao 8.º lugar. Doruk Pehlivan com 11 golos (73% de eficácia), foi o melhor marcador da Turquia, neste encontro o nosso melhor marcador foi Leonel Fernandes com 7 golos (100% de eficácia). Nos jogos classificativos do 5/8 lugar iniciamos a nossa participação defronta a Argélia, que vencemos pela margem mínima, num encontro de grande equilíbrio, e onde chegamos ao intervalo a vencer por 18-15, para nos segundos 30 minutos permitirmos a aproximação da equipa argelina, que chegou a estar na frente do marcador. Num encontro onde André Gomes com 12 golos (75% de eficácia) foi o nosso melhor marcador. Com esta vitória ficamos apurados para disputar os 5/6 lugar, juntamente com a equipa da Eslovénia, jogo que determinava o términus da nossa participação nesta prova. Foi um encontro onde voltamos a perder, apesar de ter realizado uma boa primeira parte chegando ao intervalo a perder por apenas um golo (13-12), no segundo tempo a nossa força anímica e física terminou, permitindo que os eslovacos, dominassem o período de jogo e terminassem o mesmo como vencedores por uma margem que inicialmente não seria previsível. Mais uma vez o melhor marcador Nacional foi André Gomes com 8 golos (67% de eficácia), e com esta derrota classificámo-nos no 6.º lugar final da prova, na nossa opinião muito aquém do esperado, face à experiencia da maioria dos nossos atletas, e ao número de jogos internacionais que têm disputado, o grande problema neste torneio foi a lesão de Francisco Pereira, que o afasta do Campeonato da Europa, sendo uma baixa assinalável na equipa (na nossa opinião).

Resultados – Portugal
Dia 24-06-18
Espanha 34 – 22 Portugal
Dia 25-06-18
Grécia 28 – 28 Portugal

Dia 27-06-18 1/4 Final
Tunísia 30 – 25 Argélia
Eslovénia 16 – 17 Croácia
Espanha 35 – 25 Sérvia
Portugal 29 – 31 Turquia

Dia 28-06-18 – jogos classificativos para o 5.º ao 8.º Lugar
Argélia 32 – 33 Portugal
Eslovénia 33 – 26 Sérvia

Dia 29-06-181/2 Final
Tunísia 28 – 21 Turquia
Espanha 29 – 31 Croácia (C/Prolongamentos)

Dia 30-06-18Jogos para definir do 5.º ao 8.º Lugar
7/8 Lugar
Argélia 30 – 28 Sérvia
5/6 Lugar
Portugal 25 – 31 Eslovénia

Dia 01-07-183.º e 4.º Lugar e Final
3/4 Lugar
Espanha – Turquia (10H30)
Final
Tunísia – Croácia (13H00)

Horas Locais

Recordar ainda que Portugal, esteve ainda representado pela jovem dupla de árbitros Feminina constituída por Flávia Santos e Sara Pinto, que fazem parte do programa da EHF para Jovens árbitros. Mas é foi da nossa parte impossível dar indicações sobre os jogos que dirigiram pois o próprio portal da prova, não fornece qualquer tipo de indicação, o que se lamenta, Com a FAP a dar uma única informação, pois foi a dupla nomeada para dirigir a final da prova feminina. Aproveitamos para endereçar os nossos parabéns à jovem dupla.

O Noticias

Jogos do Mediterrâneo – Andebol – 2018 - IV


ANDEBOL NA XVIII EDIÇÃO
TARRAGONA – 2018
PORTUGAL 7.º EM FEMININOS

Conforme informamos no nosso último texto sobre estas provas, hoje procedemos à divulgação dos resultados finais em ambos os géneros. Recordando, que os Jogos decorreram em Tarragona de 23 de junho a 1 de Julho de 2018. Hoje dedicamos o texto apenas aos femininos, para não tornar o post demasiado extensivo

Selecção A - Feminina
(Foto FAP)
Sistema Competitivo
Criados dois grupos onde jogam txt a uma volta, apurando-se os dois primeiros de cada grupo para a disputa das 1/2 Final, e os 3.º e 4.º classificados de cada grupo discutem os lugares do 5.º ao 8.º, em jogos directos (3.º GA / 3.º GB, e 4.º GA / 4.º GB)

Depois de termos sido derrotadas de forma clara, nos dois primeiros encontro, Portugal disputou o seu terceiro jogo com a Grécia, e voltou a sofre nova derrota (destaque-se, as lucidas declarações do seleccionador nacional ao portal da FAP), num encontro onde perante uma equipa que demonstra alguma evolução técnica, mas que no entanto ao intervalo vencia a nossa equipa, por apenas um (1) golo (13-12). No segundo tempo, não conseguimos dar a volta ao resultado e as gregas, venceram o encontro com toda a justiça. Neste encontro destaque para Lamprini Tsakalou com 8 golos (62% de eficácia), e Aikaterini Vafeidou com 6 golos (60% de eficácia), e que foram as melhores marcadoras da Grécia. Portugal que teve 10 jogadoras a marcarem golos, sendo Soraia Lopes com 7 golos (88% de eficácia), e Mariana Lopes com 5 golos (71% de eficácia), as suas principais marcadoras. No último encontro do Grupo Portugal defrontou a equipa de Itália, e num encontro onde se verificou uma agressividade não esperada, Portugal obteve a sua primeira vitória, num encontro que apesar de tudo foi disputado com algum equilíbrio, mas onde a garra e a determinação das atletas portuguesas foi um factores mais importantes para o resultado final, com o intervalo a chegar com Portugal na frente do marcador pela diferença mínima (16-15), resultado que deu mais animo às nossas atletas, apesar das diversas igualdades registados neste período de jogo, e do excesso de virilidade, permitiu a Portugal terminar como justo vencedor. Com esta vitória, evitamos o último lugar no grupo e fomos apurados para disputar o 7/ 8 lugar com a Sérvia. Neste encontro Rita Trobetta (75% de eficácia) e Cristina Gheorgue (67% de eficácia), ambas com 6 golos cada, foram as melhores marcadoras de Itália. Claudia Correia com 7 golos (78% de eficácia), Maria Pereira (86% de eficácia) e Mariana Lopes (55% de eficácia), ambas com 6 golos, cada, foram as melhores marcadoras de Portugal. No último encontro disputado neste torneio Portugal defrontou a Sérvia, na discussão do 7/8 lugar, e com uma excelente entrado no jogo Portugal, rapidamente se colocou na frente do marcador, para posteriormente permitir uma aproximação da equipa da Sérvia, e saiu para o intervalo a vencer por apenas um golo 16-15, e com um segundo tempo de grande equilíbrio, o resultado no final do tempo regulamentar era uma igualdade a 27 golos, pelo que houve a necessidade de recorrer a prolongamento, onde Portugal consegui a sua terceira vitória e pela diferença mínima (31-30), classificando em 7 lugar, com Cláudia Correia e os seus 9 golos (82% de eficácia), e Mariana Lopes 8 golos (80% de eficácia), a serem as melhores marcadoras da Selecção Nacional, que acaba por terminar esta participação, de certa forma com algum positivismo, face a descrença que se foi criando devido em especial aos primeiros jogos disputados.

Resultados e Calendário – Portugal
Dia 24-06-18
Eslovénia 29 – 24 Portugal
Dia 25-06-18
Espanha 32 – 15 Portugal
Dia 27-06-18
Grécia 28 – 25 Portugal
Dia 28-06-18
Itália 28 – 31 Portugal

7/8 Lugar
Dia 29-06-18
Portugal 3130 Sérvia (C/prolongamento)

Classificação final7.º Portugal,

A Final será disputada entre a Espanha e Montenegro, e é dirigida pela dupla Portuguesa, constituída por Flávia Santos e Sara Pinto, única informação dada pela FAP até ao momento sobre a prestação da dupla portuguesa presente nos Jogos.

O Noticias

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Ranking Europeu para a Época 2019 / 2020 – Masculinos - I


PORTUGAL MANTÉM-SE NO TOP 10
E SUBIU 1 LUGAR (8.º)

Depois de termos publicado um texto sobre o Ranking Feminino, que foram divulgados pela EHF em 25-06-18, (com a FAP a elaborar um texto apenas sobre os Masculinos), agora procederemos de igual forma para a tabela de Ranking Masculino para a Época 2019 / 2020.

Na época onde estes Rankings serão aplicados, a Liga dos Campeões deixa de ter Países com direito a dois (2) representantes, tendo direito a um representante todos os Países que situem até ao 27.º lugar. Segundo a EHF, o sistema de classificação define o número de equipas, que cada Federação têm direito a inscrever em cada competição de clubes, com o decorrer das competições e com as classificações obtidas, o Ranking vai sendo ajustado, no entanto em ambos os casos, em cada temporada, apenas as equipas melhor posicionadas de cada País, e em cada competição recebem pontos para o Ranking da sua Federação Nacional.

Tabela Masculina
Verifica-se que a França passou a liderar a tabela, ultrapassando a Alemanha, e com as classificações obtidas pelos seus clubes nas últimas três épocas, passou de 4.º lugar para a liderança, sendo um dos factos mais relevantes da leitura desta tabela. E desta forma França e Alemanha, serão os únicos Países a terem direito a cinco (5) equipas nas competições Europeias, em detrimento da Espanha que perdeu esse direito. Com estes dois Países a liderarem a tabela com um diferencial significativo sobre o terceiro da tabela (Espanha).

Nos sete (7) primeiros lugares da tabela, apenas se verificaram trocas de posição, pois continuam a ser ocupados pelos mesmos.

Portugal sobe um lugar (na época anterior tinha subido outro) (passando de 9.º lugar, para 8.º), infelizmente esta subida voltou a não ter consequências práticas, pois voltou a não ter como consequência imediata a confirmação da entrada directa do nosso representante nos Grupos A e B da Liga dos Campeões que na época 2018/2019, e muito provavelmente irá continuar assim por mais alguns anos. Continuamos em termos de Masculinos num “patamar” bastante aceitável, e que muito se deve á participação das equipas portuguesas nas provas Europeias, nomeadamente o Sporting, o ABC, o Benfica, o FC Porto, e do Madeira SAD…Apesar desta nova classificação Portugal continua a ter direito a 4 equipas (1 na Liga dos Campeões, 2 na EHF CUP, e 1 na Challenge CUP).

Algumas das mais significativas movimentações na tabela foram da Bielorrússia, que passou de 12.º para 9.º, com a Grécia a subir sete (7) lugares de 29.º para 22.º, com as quedas mais significativas a serem da Itália que passou de 33.º para 38.º, a Sérvia que passou de 19.º para 26.º e a República Checa que passou de 21.º para 27.º em igualdade pontual com a Sérvia.

Cada Federação têm o direito de pedir uma melhoria de competição, como por exemplo da EHF CUP, para a Liga dos Campeões, ou da Challenge cup para a EHF CUP. 

O Analista

Competições Europeias 2018 / 2019 – V – Liga dos Campeões Masculinos - Sorteio


SORTEIO DOS GRUPOS A, B, C, e B.

O Sorteio dos jogos Da Fase Grupos para a época 2018 / 2019, foi efetuado conforme o previsto hoje (29-06-18) em Viena.

Constituição dos Grupos

Grupo A

HC Vardar (Macedónia)
PGE Vive Kielce (Polónia)
FC Barcelona Lassa (Espanha)
HC Meshkov Brest (Bielorrússia)
Telekom Veszprem (Hungria)
Montpellier HB (França)
IFK Kristianstad (Suécia)
Rhein-Neckar Löwen (Alemanha)

Grupo B

Paris Saint Germain HB (França)
MOL-Pick Szeged (Hungria)
SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Skjern Handbold (Dinamarca)
PPD Zagreb (Croácia)
HC Motor Zaporozhye (Ucrânia)
RK Celje Pivovarna Lasko (Eslovénia)
HBC Nantes (França)
Na Nossa Opinião o Grupo A, será certamente o chamado grupo de morte.

GRUPO C

HC Metalurg (Macedónia)
Bjerringbro-Silkeborg (Dinamarca)
Sporting CP (Portugal)
Besiktas MOGAZ HT (Turquia)
Chekhvskie Medvedi (Rússia)
TATRAN Presov (Eslováquia)

GRUPO D

Orlen Wisla Plock (Polónia)
Ademar de Leon (Espanha)
Elverum (Noruega)
Wacker Thun (Suíça)
Dinamo Bucuresti (Roménia)
Cocks (Finlândia)

Com o Sporting a ser incluído no Grupo C, onde irá sentir certamente grandes dificuldades, não só em deslocações, algumas repetidas em relação à última época, como em termos desportivos.

A Fase de Grupos, disputa-se de 12/16-09-18 a 20/24-02-19, com os Grupos C e D a terminarem em 28/11/18 ou 02-12-18.

Os chamados Jogos KO dos Grupos C e D disputam-se em 20-24-02-19 e 27-02-19 ou 02-03-19.

O Banhadas Andebol

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Ranking Europeu para a Época 2019 / 2020 - Femininos


EHF informou (25-06-18) a tabela de Ranking Feminino para a Época 2019 / 2020. (A Federação sobre esta publicação nada disse até ao momento.

PORTUGAL DESCE PARA 25.º LUGAR

Tabela Feminina
Analisando, muito sumariamente a mesma diremos, aquilo que já se previa, (mas infelizmente nós só damos as noticias menos más ou boas, porque aquelas que não nos são favoráveis, mantemos um absurdo silencio). Portugal perde uma posição época (2019/2020) ou seja passou para o 25.º lugar, e conforme já tínhamos alertado perdeu o direito a disputar a Liga dos Campeões, continuando no entanto com direito ao mesmo número de participações nas provas Femininas, e que são 4 equipas, distribuídas por, EHF CUP (1), e Challenge CUP (3). No entanto importa referir que estávamos no limite inferior de ter direito a 1 lugar na Liga dos Campeões, o que face a mais uma ausência já anunciada nesta prova, e á não existência de qualquer informação sobre a presença nas restantes provas, tudo junto contribuiu para que se verifica-se a nefasta descida, e a consequente  perca do lugar de acesso directo á Liga dos Campeões.

O que dissemos anteriormente, já o tínhamos referido em 2014, em 2015, e em 2017-.

Por outro lado estranha-se que o sítio da FAP, nada tenha referido acerca dos perigos existentes, e apenas tenha noticiado sobre a tabela masculina.

Existem algumas alterações que poderão ser consideradas significativas na tabela, uma delas que se verificou no topo da mesma, a Hungria se manteve no topo da classificação, e a Roménia com a subida de 2 lugares passa a Rússia e a Dinamarca, e assume a 2.ª posição, onde o feito prático se reflecte no úmero total de equipas, que passa para a Roménia a ser de 5 enquanto a Dinamarca, volta a ter apenas direito a 4 representantes, com a Liga dos Campeões a sofrer uma forte alteração (cada País independentemente da sua posição no Ranking, até ao 24.º lugar, têm direito a apenas um representante). Nos restantes movimentos todo o destaque para a subida do Azerbaijão (7 lugares, passa de 30.º para 23.º), foi mais que o suficiente para passar a ter um representante na Liga dos Campeões. No restante, destaca-se a subida da Lituânia de 7 lugares, ocupando agora o 31.º lugar, por sua vez regista-se a descidas da Ucrânia de 3 lugares, ocupando agora o 21.º lugar, e da Islândia, que passou para o 28.º, embora a descida mais forte tenha sido do Luxemburgo (6 lugares) ao passar de 32.º para 38.º.

De destacar igualmente que nos 7 primeiros lugares, apenas se verificaram trocas de posição.

O Analista

Mundial Sub-20 Feminino – 2018 – XVIII - Arbitragem


MUNDIAL SUB-20 FEMININO – 2018
(HUNGRIA)
PORTUGAL NO GRUPO A

Divulgamos os Delegados e as duplas que irão estar presentes na prova que vai decorrer de 1 a 14 de Julho de 2018 na Hungria, com 24 equipas, na cidade de Debrecen. Onde Portugal marca presença não só com a sua equipa do escalão e cujo calendário já divulgamos.

Mas poderemos informar que Portugal, também está representado, nos delegados indicados pela IHF, através de António Goulão. Infelizmente o Portal da FAP, que é tão em variadíssimas notícias, sobre esta prestigiada presença num Mundial, nada é dito, porque será?

Delegados

Saleh Ashou – Emiratos Árabes Unidos
Francois Garcia – França
Bjarnw Jensen – Dinamarca
Tatjana Ashou – Sérvia
Jivan Popadi – Sérvia
Gerhard Reising – Áustria
Balázs Soós – Hungria
Arijana Vojic – Bósnia
Anja Freser – Eslovénia
António Goulão – Portugal
Mohsen Mitrunen – Finlândia
Felix Rätz – Suíça
Salvio Sedrez – Brasil
Junka Stasova – Eslováquia

Duplas de Arbitragem

Belkhiri / Hamidi - Argélia
Kuik / Nabokau – Bielorrússia
Cheng / Zhou – China
Mata Alvarez / Lopez Bustamante – Espanha
Hussein /Imran – Iraque
Nastase / Stancu – Roménia
Antic – Jakovljevic – Sérvia
Ünlü / Simsek – Turquia
Rocha Alves / Magalhães da Silva – Brasil
Almawt / Almarhoon – Bahrain
Emam / Hedaia – Egipto
Merz / Schilha – Alemanha
Honda / Tabuchi – Japão
Kiyashko / Kisilev – Rússia
Abid / Chaouch – Tunísia
Sosa / Lemes – Uruguai

O Noticias

Selecções Sub-18 Feminina – 2018 – Actividade


SELECÇÃO SUB-18 FEMININA
NO
GARCICUP

Esta Selecção iniciou a disputa de um miniestágio para realizar uma participação no GarciCUP , que se realiza 26-06-18 a 01-07-18, sendo esta a única actividade prevista para esta Selecção, até ao fim da época.

Publicou a FAP no seu Portal em 21-06-18, a referida noticia, acompanhada da convocatória. E informando de que antecipadamente seria divulgado o respectivo calendário. No entanto o mesmo apenas foi divulgado em 27-06-18, juntamente com a informação do escalão (Seniores) em que esta Selecção participa, em conjunto com o primeiro resultado, que felizmente foi uma vitória.

Lista dos convocados – Sem comentários

Calendário e Resultados
Dia 27-06-18
Portugal Sub-18 19 – 17 Maiastars
Dia 28-06-18
Portugal Sub-18 – Valongo (20H00)
Dia 29-06-18
Portugal Sub-19 – Cister SA (21H30)

Fase Final
Dia 01-07-18
3/4 Lugar (15H00)
Final (16H00)

Nota – Agradecesse a boa vontade na publicação do putativo Boletim de jogo, mas infelizmente aquilo não é mais que a folha de rascunho dos Oficiais de Mesa, e não contém a indicação de quem corresponde a cada número da camisola, portanto o seu efeito em termos de avaliação e imagem é praticamente nulo.

O Formador

Competições Europeias 2018 / 2019 – IV – Liga dos Campeões Femininos - Sorteio


GRUPOS DE QUALIFICAÇÃO
(Sorteio)

Realizou-se (27-06-18) em Viena, conforme estava previsto o Sorteio dos Grupos de Qualificação, conforme estava previsto. Para as 8 equipa que constituíram os dois Grupos de 4 equipas, que serão disputados entre 07 a 09-09-18, apurando-se o vencedor de cada Grupo para a Fase de Grupos, de onde saíram os 3 primeiros classificados em cada Grupo, para disputar a chamada Ronda Principal (2 grupos de 6 equipas cada). Conforme estava previamente anunciado Portugal não está infelizmente representado.

Fase de Qualificação (8)

Grupo 1

SG BBM Bietigheim (Alemanha)
MKS Perla Lublin (Polónia)
Jomi Salerno (Itália)
Super Amara Bera Bera (Espanha)
Grupo 2
SCM Craiova (Roménia)
HC Podravka Vegeta (Croácia)
ZORK Jagodina (Sérvia)
Muratpasa BSK (Turquia)
O Banhadas Andebol

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Última Hora – Beatriz Sousa em França


BEATRIZ SOUSA
NO
HC AUVERGNE MÉTROPLE (FRANÇA)
 
(Foto AAM)

Continua o êxodo das nossas melhores praticante, face à notória falta de condições que são dadas no Andebol Feminino em particular e ao Desporto Feminino em geral, e assim continua a descaracterização da nossa modalidade, com as suas melhores praticantes, a procurarem a existência de reais condições no estrangeiro, e apenas temos que lhes dar os parabéns, pois é a valorização que merecem. Depois de Isabel Góis, e Jessica Ferreira, agora foi a vez de uma das mais promissores jogadoras da nova geração, partir, deixando o Madeira SAD, tal como já o tinha feito Cristiana Morgado, e continuar a sua excelente carreira em França, sendo o seu novo o clube, o mesmo para onde foi Jessica Ferreira e Cristiana Morgado, o Handball Clermont Auvergne Métrople da 1.ª Divisão francesa. Portugal vê assim as suas principais jogadoras (Todas Internacionais), a irem à procura de projectos seguros, para a sua melhoria competitiva e profissional. Apenas temos de desejar à atleta grande êxito profissional e desportivo.

O Noticias

Andebol 4ll – 3.º Europeu de Andebol INAS - I


3.º Campeonato Europeu de Andebol INAS
(International Sports Federation for Persons with Intellectual disability)
Estarreja (27-06-18 a 01-07-18
Portugal vai organizar o 3.º Campeonato Europeu de Andebol INAS (International Sports Federation for Persons with Intellectual disability), que se realizará de 27 Junho a 1 de Julho de 2018 em Estarreja, inserido no GarciCUP 2018.

Recorda-se que Portugal venceu as duas primeiras edições da prova (1.º Fafe 2015,e a 2.ª em Cavalaire-sur-me - França, 2017). Portugal nesta vertente defrontará a França e a Polónia.

Este terceiro Campeonato tem como principal atractivo, a vertente feminina, que será disputado pela 1.ª vez na variante de Andebol de 5, esta vertente apenas contará com a presença de Portugal e da Polónia.

A ANDDI- PORTUGAL, juntamente com diversas entidades, incluindo felizmente a Federação de Andebol de Portugal, leva a efeito esta prova que terá como patrono João Jerónimo, atleta internacional, na variante Cadeira de Rodas.

Os jogos serão disputados nos dias 28 a 30-06-18 e 01-07-18. A Andebol TV transmitirá as finais em ambos os géneros.

Calendário
Dia 08-06-18
Masculinos
Portugal – França (11H00)
Polónia - Portugal (17H00)
Femininos
Portugal – Polónia (18H30)
Dia 29-06-18
Masculinos
França – Polónia (10H00)
Portugal – Polónia (17H00)
Dia 30-06-18
Masculinos
França – Portugal (10H00)
Polónia – França (18H00)
Femininos
Polónia – Portugal (11H30)
Dia 01-07-18
Masculinos
Final (16H00) Andebol TV
Femininos
Portugal – Polónia (10H00) Andebol TV

Sítio do INAS – www.inas.org

O Noticias

Andebol de Praia 2017 / 2018 – Europeus – XVI


MONTENEGRO – 2018
EUROS SUB-18
(Convocatórias)

A FAP, divulgou a composição das Selecções de Sub-18, tanto em masculino como em Feminino, que irão estar presentes nos Europeus da categoria, que se realiza em Montenegro de 29 de Junho a 1 de Julho de 2018, na vertente de Andebol de Praia.

Serão os Europeus com maior número de participantes 17 equipas em cada género, representado 19 países.

Recordando apenas, que Portugal, face às classificações obtidas no escalão de Sub-17, em 2017, têm responsabilidades acrescidas, na sua representação.

Os convocados em ambos os géneros, concentraram-se em Leiria no dia 26 para um pequeno estágio final, pois a viagem será feita no dia 28.

Femininos

Portugal ficou integrado no Grupo B, juntamente com a Roménia, Croácia e a França. Onde os 2 primeiros classificados passam aos 1/4 Final,

Calendário
Dia 29-06-18
Portugal – Croácia (09H15)
França – Portugal (13H15)
Dia 30-09-18
Portugal – Roménia (09H15)

Os restantes jogos estão sempre dependentes dos resultados finais do Grupo, e serão disputados em 30-06-18 e 01-07-18.

Lista das convocadas – Como de costume sem comentários.
Masculinos

Portugal ficou integrado no Grupo B, juntamente com a Hungria, Ucrânia e a França. Onde os 2 primeiros classificados passam aos 1/4 Final,

Calendário
Dia 29-06-18
Portugal – França (09H15)
Ucrânia – Portugal (16H15)
Dia 30-09-18
Hungria - Portugal (10H45)

Os restantes jogos estão sempre dependentes dos resultados finais do Grupo, e serão disputados em 30-06-18 e 01-07-18.

Lista dos convocados – Como de costume sem comentários.
Nota – Todos os horários são locais, em Portugal será sempre menos uma (1)

O Noticias

Encontros Nacionais de Minis – 2017 / 2018 – IV


ENCONTROS NACIONAIS DE MINIS
MASCULINOS (PO37) E FEMININOS (PO38)

A Federação divulgou através de uma notícia colocada no seu Portal, de que haveria neste Encontro Nacional, um concurso de Frases / Rimas. Eis uma boa notícia. Só foi pena foi a não aplicação do mesmo critério para os Encontros Nacionais de Infantis, como era costume.

Este concurso, levará à entrega de prémios, e serão sempre (ou deveriam ser) as mais originais.

As mesmas devem ser enviadas para o email  passatempo@fpa.pt, até ao dia 27-06-18, a nossa indicação também peca por ser um pouco tardia, mas esperamos que mesmo assim ainda possa contribuir, para alguns mais atrasados, o façam.

Esperamos que esta iniciativa tenha o êxito que a modalidade merece.

O Noticias

terça-feira, 26 de junho de 2018

Jogos do Mediterrâneo – Andebol – 2018 - III


ANDEBOL NA XVIII EDIÇÃO
TARRAGONA – 2018

Conforme informamos no nosso último texto sobre estas provas, hoje procedemos à divulgação de alguns resultados em ambos os géneros. Recordando, que os Jogos decorrem em Tarragona de 23 de junho a 1 de Julho de 2018.

Selecção A - Feminina

Sistema Competitivo
Criados dois grupos onde jogam txt a uma volta, apurando-se os dois primeiros de cada grupo para a disputa das 1/2 Final, e os 3.º e 4.º classificados de cada grupo discutem os lugares do 5.º ao 8.º, em jogos directos (3.º GA / 3.º GB, e 4.º GA / 4.º GB)

No primeiro encontro desta nossa participação, defrontamos a equipa da Eslovénia, entrado mais uma vez no jogo, com uma prestação inferior ao esperado e desejado, como de costume cometendo inúmeras falhas técnicas, e ao intervalo já perdíamos por 18-11, melhorando melhoramos a nossa agressividade em termos defensivos e colocamos o resultado final, em números muito mais aceitáveis. Cláudia Correia com 6 golos (67% de eficácia), Anais Gouveia (67% de eficácia) e Maria Suaré (67% de eficácia), ambas com 4 golos cada, foram as melhores marcadoras de Portugal que teve. No segundo encontro que disputamos, sofremos com ampla derrota diante a Espanha, que já vencia ao intervalo por 18-6, resultado completamente esclarecedor da sua superioridade, abrandando o ritmo permitiu que Portugal fosse mais eficaz em termos atacantes, mas mesmo assim a derrota por números completamente esclarecedores, nunca esteve em duvida. Num encontro onde além das falhas técnicas referidas pelo Seleccionador Nacional (destaque-se a sua lucidez no momento), com apenas 6 jogadoras portuguesas marcaram golos, sendo a nossa melhor marcadora Maria Pereira com 4 golos (67% de eficácia), com estes resultados Portugal encontra-se (até ao momento) em último lugar do seu Grupo, juntamente com a Grécia, sem qualquer ponto, mas com maior diferença negativa de golos (-22). Grupo Comandado pela Espanha com 6 pontos e 3 jogos disputados.

Resultados e Calendário – Portugal
Dia 24-06-18
Eslovénia 29 – 24 Portugal
Dia 25-06-18
Espanha 32 – 15 Portugal
Dia 27-06-18
Grécia – Portugal (18H00)
Dia 28-06-18
Itália – Portugal (20H00)

Dia 29-06-18 - 1/2 Final e jogos classificativos
Dia 30-06-18 – 3.º e 4.º Lugar e Final

Selecção de Juniores A Masculina

Sistema Competitivo
Criados quatro Grupos (3 de 3 equipas e um de 4 equipas), disputam uma 1. Fase no sistema de TxT a uma volta, apurando os 2 primeiros de cada grupo para a disputa dos 1/4 Final, cruzando o Grupo A com o Grupo B, e o Grupo C com o Grupo D, e apenas se disputam lugares até ao 8.º classificado.

Entrando no torneio a defrontar uma das melhores equipas presentes, nunca conseguimos apresentar o nosso melhor jogo, diante a maior experiência da equipa de Espanha que ao intervalo já vencia 15-12, resultado que não nos desiludia e até era demonstrativo da forma como se encara o encontro, mas Portugal no segundo tempo demonstrou uma total quebra física e anímica, que permitiu que o adversário, terminasse a vencer com uma confortável margem, com André Gomes com 6 golos (60% de eficácia, a ser o melhor marcador de Portugal, com Francisco Pereira a ser o senhor que se lhe seguiu com 4 golos (57% de eficácia). 2.º Jogo, e mais uma vez Portugal entra mal no mesmo, de tal forma que perdíamos ao intervalo por 14-11, apesar da Grécia no segundo tempo ainda aumentar a diferença, Portugal reagiu, conseguindo fortes melhorias em especial no ataque no segundo tempo Diogo Silva com 8 golos (67% de eficácia), e Luís Frade com 7 golos (78% de eficácia), foram os melhores marcadores da equipa Nacional, sendo sempre de destacar a defesa de um livre de 7 metros por Gonçalo Valério nos momentos finais do encontro, garantido a igualdade. Com este resultado ficamos em segundo lugar no Grupo em igualdade pontual com a Grécia, mas desta vez a diferença de golos é favorável a Portugal, pelo que estamos apurados para disputar os 1/4 Final.

Resultados e Calendário – Portugal
Dia 24-06-18
Espanha 34 – 22 Portugal
Dia 25-06-18
Grécia 28 – 28 Portugal
Dia 27-06-18 1/4 Final
Tunísia - Argélia (09H00)
Eslovénia - Croácia (11H30)
Espanha – Sérvia (16H30)
Portugal - Turquia (19H00)

Dia 28-06-18 – jogos classificativos para o 5.º ao 8.º Lugar
Dia 29-06-18 – 1/2 Final
Dia 30-06-18 – Jogos para definir do 5.º ao 8.º Lugar
Dia 01-07-18 – 3.º e 4.º Lugar e Final

Horas Locais

Recordar ainda que Portugal, se encontra representado em termos de Andebol pela jovem dupla Feminina constituída por Flávia Santos e Sara Pinto, que fazem parte do programa da EHF para Jovens árbitros. Mas é nos impossível de momento dar indicações sobre os jogos que dirigiram pois o próprio portal da prova, não fornece qualquer tipo de indicação, o que se lamenta, mas esta lamento não é impeditivo desejar que tudo corra pelo melhor à jovem dupla.

O Noticias

Andebol de Praia 2017 / 2018 – Nazaré Dreams - I


NAZARÉ DREAMS
(ANDEBOL PRAIA)
SELECÇÕES SUB-18 (MASCULINA E FEMININA)
PARTICIPARAM – RESULTADOS

A FAP, aproveitou e bem, mais uma vez na nossa opinião a realização deste torneio na Nazaré nos dias 22 a 24 de Junho de 2018 (Estádio do Viveiro), para dar competição ás Selecções nacionais de ambos os géneros, com a participação neste EBT (458 pontos), e que conta para o ranking da EHF, e onde o comportamento das Selecções foi bastante positivo, em especial no sector Feminino, com ambas as equipas a tingirem os 1/4 Final da prova.
Assim as nossas Selecções de SUB-18, tiveram mais uma oportunidade de preparar os Campeonatos Europeus do escalão que se disputam em Montenegro de 29-06-18 a 1-07-18, e cujos calendários divulgaremos em oportunidade.

Apesar de não ser referido, o torneio contou com a participação de duas duplas de arbitragem Portuguesas, António Oliveira / Rui Almeida, e Ana Barbosa / Nádia Lemos.

Resultados das Selecções no Torneio

Femininos

Grupo A
Portugal Sub-18 2 – 0 GRD Leça – aposta ganha
Portugal Sub-18 2 – 1 Be One
Danish Beachhandball Drema 2 – 0 Portugal Sub-18
1/4 Final
Portugal Sub-18 2 – 0 ACD Sótão/This is Team U18
1/2 Final
Danish Beachhandball Drema 2 – 0 Portugal Sub-18
3/4 Lugar
GRD Leça – aposta ganha 0 – 2 Portugal Sub-18

Com este resultado a equipa Feminina alcançou um honroso 3 .º lugar, num torneio que teve como vencedora a equipa da Dinamarca (Danish Beachhandball Drema)

Grupo A
BNC Beach&DA Gang Munter 0 – 2 Portugal Sub-18
ACD Sótão/This is Team 0 – 2 Portugal Sub-18
Portugal Sub-18 0 – 2 Raccons D’Areia/ActiveBank
1/4 Final
Palletways Verallia Azuqueva 0 – 2 Portugal Sub-18

Com este resultado a equipa Masculina, alcançou o 7.º lugar da classificação final, que teve como vencedor a equipa espanhola do  Palletways Verallia Azuqueva.

O Noticias