gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Planeamento Desportivo – Época 2018/2019 - III


Está época a divulgação do Comunicado N.º 1 e seus anexos, não foram acompanhados pela divulgação dos Regulamento Desportivos das provas, o que se lamenta, pois torna a análise do que vai ser a época Nacional, que se aproxima, em termos competitivos, e em termos de calendarização, pois através dos anexos que acompanham o CO N.1, já começa a ter alguma visão do que irá acontecer.

Por exemplo e referindo-nos apenas à PO09 (Campeonato Nacional 1.ª Divisão Seniores Femininos) – que não sofreu alteração na sua designação, não se entende o hiato existente nem a calendarização da prova, face às datas que surgem consignadas no Anexo V.

Como é possível estar prevista a disputa da Super Taça Seniores Femininos (PO24) para 26-08-18, e o Campeonato Nacional, ter o seu início previsto apenas para 27-10-18, (Partindo do principio de que o Regulamento Desportivo da Prova, não apresenta alterações no seu formata competitivo), a prova vai começar 1 mês e uma semana mais tarde do que na última época, com o terminar da 1.ª Fase apenas uma semana mais tarde, ou seja os clubes com jornadas duplas que sabemos terão sempre de existir, vão disputar a 1.ª Fase (22 jornadas) em apenas 16 semanas, com a agravante de as equipas que participarão em competições Europeias, irão iniciar a mesma praticamente sem competição. Depois a 2.ª Fase será disputada em apenas 6 semanas, ou seja menos uma semana que na época anterior, pergunta-se qual a razão para esta programação, nada é justificado, e era importante saber-se o porquê.

Depois temos a inclusão de treinadores em Formação no Anexo VII ao CO N.º 1 com base em  No Artigo 20.º do Novo Regulamento para o Acesso e Exercício da Actividade de Treinador de Andebol, mas temos de dizer que o Artigo 20 do Regulamento que se encontra publicado no site da FAP. Diz textualmente o Seguinte:
Ou seja não têm nada a ver com o assunto, a não ser que seja de um Regulamento que ainda não foi publicado, o que na nossa opinião é mais uma anormalidade, e apenas vai servir para alguns inscreverem treinadores sem o Grau estabelecido, mas desde que esteja em Formação ou em estágio é sempre válido, e assim se tapam os “buracos”. Damos como exemplo o que neste anexo vêm designado para a PO01: Grau IV, Master Coach, ou Master Coach – Formação (Basta estar inscrito, ou é obrigatório frequentar os blocos dos cursos?)

Depois não entendemos qual é a designação da PO01- pois no CO N.º 2, designa-se a mesma, por Campeonato Andebol 1 Seniores 1.ª Divisão, mas a PO02, já é designada por Campeonato Nacional Seniores Masculinos 2.ª Divisão. Pergunta-se mas o Campeonato Andebol 1, terá 2.ª Divisão, se não têm então por que se termina com a designação 1.ª Divisão, ou então deveria chamar-se à PO02, Campeonato Nacional Andebol 1 Seniores Masculinos 2.ª Divisão, mas para agravar toda esta confusão, lemos o Anexo II ao CO N.º 1, e verificamos que já existe outra designação, pois aqui chama-se Campeonato Nacional 1.ª Divisão Seniores Masculinos, afinal em que ficamos?

Referimos apenas o Anexo X (Requisitos de Participação), que não sofreu alterações, apenas para perguntar, se é verificado, em relação à matéria constante na nota 1 (Aplica-se a todos os escalões a matéria constante nos pontos 1 e 2 do Artigo 27.º do Titulo 8):
Pois o sorteio da PO01, deverá ser o primeiro, estarão estes requisitos cumpridos nessa data, ou haverá mais vez flexibilidade para alguns?

Já agora como vai existir alterações no Regulamento Geral da FAP, segundo alerta o CO N.º 1, esperemos que este artigo não sofra alteração, pelo menos na sua numeração.

Em próximo artigo sobre a Época 2018 / 2019, iremos algumas das provas fixas. Com a esperança de que já existam Regulamentos Desportivos de Prova divulgados e publicados.

O Banhadas Andebol

2 comentários:

Anónimo disse...

SIR e Madeira SAD jogam a Super taça e depois o que fazem com as atletas??

Anónimo disse...

Nunca se percebeu a razão da FAP não divulgar o Planeamento nacional a fim de evitar que só as Associações amigas tenham informação privilegiada. Ao mesmo tempo nada se sabe sobre as determinações resultantes da reunião da FAP com as Associações realizada na Batalha e onde supostamente estavam grandes decisões para serem aprovadas para 2019/2020.