gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Assembleias Gerais da FAP – IV - 2018


ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
(2018)

Face à publicação do documento, conforme o previsto na lei e nos estatutos, existem neste momento condições para uma breve análise de tão importante documento. Hoje iremos escrever apenas sobre o Planeamento que foi aprovado nesta assembleia (17-11-18), começando por dizer que como documento de planeamento e suporte a um orçamento é um documento “fraco”, na nossa opinião, mas não desconsideramos outras, mais diremos até que grande parte da sua matéria, mas parece um relatório desportivo, do que um planeamento. E é pena pois as grandes novidades, praticamente não existem, e quanto a planeamento, gostaríamos que o documento fosse mais objectivo e esclarecedor, pois até incide sobre matérias que poucos dias depois estavam completamente ultrapassadas, tal como o Mundial 2019 nos Seniores Femininos.

A Parte introdutória reservada ao Presidente da FAP, é realizada utilizando um registo diferente, mas na sua essência, e bastante similar ao descrito na época anterior, embora descrito com outras termos, mas a finalidade é a mesma (Justificações e Mobilização dos intervenientes), e até terminamos esta breve análise à sua intervenção com a frase escrita na época anterior, com a qual estamos em completo acordo.

“O nosso comprometimento é com o Andebol e a ambição de fazer mais e melhor.”

A Grande novidade, é a parte onde é referido a implementação do Projecto RUMO 2018, com vista a alicerçar o Andebol em modelos de gestão e competitividade que nos coloque num patamar superior. Num lado diz-se isto, mas mais à frente, já se destaca, que “… entre outros, preconizamos como momentos altos a eventual organização de campeonato Europeu de sub-18 ou Sub-20, onde queremos obter resultados de excelência, bem como a participação nos Jogos Olímpicos 2018.”

Poderemos estar de acordo com estes desígnios, mas a definição completa do projecto não existe, ou não foi ainda divulgado, o que é pena…

Depois temos que nada sobre este projecto se encontra visível em termos de orçamento, portanto nunca poderemos aferir da sua real existência, ou para quando está prevista a sua implementação.

Refere-se ainda as mudanças de escalão e a criação de um novo escalão etário “Manitas”, matéria que já foi amplamente divulgada, e sobre a qual não se entende a repetição da sua divulgação, pois por exemplo existem muitas opiniões, contrárias, e aceitamos todas, pois todas tem bases, para a sua discordância, e aqui gostaríamos que fosse divulgado “se existe”, o estudo que levou a esta tomada de decisão.

Lamenta-se ainda o relevo dado às Selecções Jovens do Andebol de Praia no Masculino, quando o mesmo relevo não é aplicado ao género feminino, provavelmente por “esquecimento”, o mesmo apenas é referido na sua globalidade,

Lamentamos que apenas seja referido as Associações de Classe da ANCAMP e da ATAP, e as outras, por exemplo a APAOMA, que tudo tem suportado, e novel ARJAP, e já agora, quais os projectos conjuntos que já foram realizados com as duas primeiras associações de classe?

Quanto a quadros competitivos, o que já se esperava, manutenção pura, pois adaptação, sai caro e custa apoios, embora se possa vislumbrar alguma abertura, não significa vontade expressa, para alterar.

Terminamos com a imagem do último ponto do Planeamento que é bastante interessante. Sobre o ponto vista económico, após 30 páginas sobre um documento a se chama pomposamente, planeamento.
Como se chegou a este valor?
Estão ou não incluídos os processos fiscais em curso e amplamente divulgado?
Como é possível dizer que engloba os riscos de não recebimento de clubes e outros agentes? E Porquê?
Sobre este tema acrescentaremos o seguinte, se existem clubes que devem, nem deveriam ter iniciado a época, conforme ponto 3.5.2 do CO N.º 1 da época 2018 / 2019.
Depois durante a época se não cumprem com os pagamentos deveriam ser (estar) suspensos nos termos do Regulamento Geral da Federação.
Se não existe nenhum CO a suspender clubes por falta de pagamento, não se entende este texto, ou por outra, será que a FAP está a ser permissiva, criando situações de falta de equidade entre os diversos intervenientes?
Depois questiona-se, e quem são os outros agentes?
Por fim apenas mais uma questão, e quais os valores previstos para cada item, pois apenas é apresentado um valor global?

Os profissionais dos comentários encomendados têm agora matéria para o fazer.

Voltaremos em breve, ainda sobre o mesmo tema

O Analista

Competições Europeias 2018 / 2019 – LVII – Liga dos Campeões Masculinos


O Sporting vai disputar a 10.ª, e última Jornada da sua participação na Fase de Grupos da Liga dos Campeões Europeus, integrando o Grupo C.

Grupo C - Constituição – HC Matalurg (Macedónia), Bjerringbro-Silkeborg (Dinamarca), Besiktas Mogaz HT (Turquia), Chekhovskie Medvedi (Rússia), TATRAN Presov (Eslováquia), e Sporting (Portugal). 
Na 10.ª Jornada a equipa portuguesa, joga na Dinamarca diante o Pavilhão João Rocha, defrontando o Bjerringbro-Silkeborg, num encontro que será decisivo para definir a classificação final do Grupo C, e quem irá defrontar no chamado Play OFF.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
Dia 15-09-18
Sporting 34 – 26 HC Metalurg
2.ª Jornada
Dia 22-09-18
Chekhovskie Medvedi 22 – 23 Sporting
3.ª Jornada
Dia 29-09-18
Sporting 32 – 35 Bjerringbro-Silkeborg
4.ª Jornada
Dia 06-10-18
Besiktas Mogaz HT 27 – 33 Sporting
5.ª Jornada
Dia 13-10-18
TATRAN Presov 27 – 30 Sporting
6.ª Jornada
Dia 03-11-18
Sporting 26 – 28 TATRAN Presov
7.ª Jornada
Dia 08-11-18
HC Metalurg 24 – 31 Sporting
8.ª Jornada
Dia 17-11-18
Sporting 33 – 31 Chekhovskie Medvedi
9.ª Jornada
Dia 24-11-18
Sporting 34 – 28 Besiktas Mogaz HT
10.ª Jornada
Dia 02-12-18
Sporting – Bjerringbro-Silkeborg (16H50) Sporting TV / EHFTV

Horas Locais

Nota:

A Fase de Grupos (A, B, C e D com 28 equipas), terá início em 12-09-18 e terminará para os grupos A e B em 27-02/03-03-19, e para os grupos C e D em 02-12-18. O 1.º e 2.º classificado dos Grupos C e D, disputaram os chamados jogos KO, para apurar as 2 equipas que se juntarão aos 2.º, 3,º, 4.º, 5.º, e 6.º classificados dos grupos A e B passam para os chamados “last 16” (12 equipas), os 1.º classificados dos Grupos A e B, passam directamente aos 1/4 Final. 

O esquema do Play OFF
1.ª Mão
Dia 20/24-02-19
2.º Grupo C – Dinamo Bucuresti (Roménia)
Orlen Wisla Plock (Polónia) – 1.º Grupo C
2.ª Mão
Dia 27-02-03-03-19
1.º Grupo C – Orlen Wisla Plock (Polónia)
Dinamo Bucuresti (Roménia) – 2.º Grupo C

O Banhadas Andebol

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Competições Europeias 2018 / 2019 – LVI - Sorteios


Realizou-se hoje (29-11-18) o sorteio da Fase e grupos da EHF CUP Masculina, onde Portugal está representada pelo FC Porto, que foi cabeça de série, pois estava inserido no Pote 1. Que terá o seu início em 09-10 de Fevereiro de 2019.

Masculinos

EHF CUP
Esta Fase será disputa em 6 jornadas em cada grupo, ou seja em TxT, a duas voltas, sendo apuradas as duas primeiras equipas de cada grupo para a disputa dos 1/4 Final.

Resultados do Sorteio
Calendário do FC Porto

Grupo C
1.ª Jornada
Dia 09/10-02-19
FC Porto – Liberbank Cuenca (Espanha)
TTH Holstebro (Dinamarca) – HC Dobrogea (Roménia)
2.ª Jornada
Dia 16/17-02-19
HC Dobrogea - FC Porto
Liberbank Cuenca - TTH Holstebro
3.ª Jornada
Dia 23/24-02-19
TTH Holstebro - FC Porto
HC Dobrogea - Liberbank Cuenca
4.ª Jornada
Dia 02/03-03-19
FC Porto – TTH Holstebro
Liberbank Cuenca – HC Dobrogea
5.ª Jornada
Dia 23/24-03-19
Liberbank Cuenca – FC Porto
HC Dobrogea - TTH Holstebro
6.ª Jornada
Dia 30/31-03-19
FC Porto – HC Dobrogea
TTH Holstebro - Liberbank Cuenca

Aparentemente o FC Porto, encontra-se num Grupo que lhe poderá dar acesso aos 1/4 Final da Prova.

O Noticias

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 10 – 2018 / 2019 - IV


Ligeira crónica intermédia de fim-de-semana dedicada à PO04, que teve um encontro antecipado.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase. 

PO04 – Campeonato Nacional Juniores Masculinos 1.º Divisão
1.ª Fase

Zona 1
11.ª Jornada
Dia 28-11-18
Boavista FC 26 – 29 Águas Santas

Fazemos esta ligeira crónica sobre um encontro antecipado da 11.ª Jornada, o Boavista FC / Águas Santas, apenas, porque se disputa um encontro da 2.ª volta antes de ter terminado a 1.ª, embora não exista nada que o impeça, Na nossa opinião, é uma situação anormal, e que pensamos em nada beneficia a prova, para mais entre duas das equipas, que poderão ou não estar envolvidas nos possíveis apuramentos da zona. Jogo disputado quase sem público, mas onde não se registaram ocorrências disciplinares o que é sempre saudável, foi um encontro equilibrado e onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta (2.ª Jornada), com a equipa maiata, a ir para o intervalo a vencer pela diferença mínima (15-14), e apenas estabelecer a diferença final no segundo tempo, sempre com uma excelente réplica da equipa do Bessa. Pedro Marques com 7 golos, Miguel Aguiar, e Miguel Ferreira ambos com 5 golos, cada, foram os melhores marcadores do Boavista FC, por sua vez, Fábio Teixeira com 9 golos, e Ruben Santos com 8, foram os melhores marcadores do Águas Santas. Com esta vitória a equipa maiata assume o 1.º lugar (à condição) na zona, com mais um jogo contabilizado, que FC Gaia.

Classificação actual – 1.º Águas Santas (+1 jogo, 25 pontos), 2.º FC Gaia (24 pontos), 3.º FC Porto (22 pontos), 4.º ABC (18 pontos), 5.º Boavista (+1 jogo), e CP Natação (16 pontos), 7.º CD Feirense, e AA Avanca (12 pontos), 9.º Xico Andebol (11 pontos, 10.º Estarreja AC (8 pontos).

O Noticias

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 25 – 2018 / 2019 – I


Nova crónica intermédia de fim-de-Semana, sobre a PO01.

PO01 – Campeonato Andebol 1 Seniores Masculinos.

1.ª Fase
11.ª Jornada
Dia 28-11-18
Madeira SAD 20 – 24 ABC
12.ª Jornada
Dia 28-11-18
Belenenses 30 – 31 Sporting

Hoje (28-11-18) disputaram-se dois encontros da PO01, um relativo à 11.ª Jornada, que a completa, e um da 12.ª Jornada, por antecipação, todos devido à participação dos clubes portugueses nas Provas Europeias de Clubes, encontros que se disputaram sem ocorrências disciplinares.

Madeira SAD 20 – 24 ABC

Jogo disputado no Funchal num pavilhão que apresentou uma boa moldura humana, apesar da hora a que o encontro se disputou. As duas equipas, que se apresentaram com sistemas defensivos distintos, pois o Madeira SAD como de costume apresentou-se com uma defesa mais aberta, enquanto o ABC, se apresentou em 5:1, tivemos um encontro de grande equilíbrio, com o intervalo a chegar com o ABC na frente do marcador por 11-10, o ABC, por diversas vezes contrariou a defesa mais aberta do Madeira SAD, atacando com 7 jogadores de campo, obrigando os madeirenses a recuarem na sua forma de defender, e com os time OUT’s a serem sempre solicitados no momento oportuno. No segundo tempo o ABC iniciou melhor o jogo e faz um parcial de 4-0, colocando o marcador em 15-10 (maior diferença, que embora se repetindo foi a maior registada em todo o encontro), mas a excelente organização defensiva do Madeira SAD, leva o que o resultado aos 42 minutos esteja apenas por 2 golos de diferença (16-14), com o ABC a ter novamente que forçara sua forma de defender e atacar com mais critério, e chega mais uma vez aos cinco (5) golos de diferença aos 47 minutos (20-15), constatando-se que o Madeira SAD, face à consistência defensiva, e ao ataque organizado do ABC, dificilmente anularia a diferença, sofrendo ainda com a lesão de Hugo Lima, que não voltou ao jogo, cerca dos 53 minutos, quando o resultado se encontrava em 21-18 a favor do ABC, até final do encontro, nada mais de relevante se passou. Gustavo Capdeville com 32% de eficácia, e Humberto Gomes com 31% de eficácia, foram dos principais responsáveis pela escassez do marcador. No Madeira SAD, destacamos ainda Elledy Semedo (5 golos, mas apenas 42% de eficácia, e 0 em 1 de 7 metros), além de Elias António que esteve com uma razoável eficácia (4 golos, 67%), no ABC, André Rei na ponta, com 7 golos (88% de eficácia), (cabe aqui uma referencia ao comentador, é que este atleta não é da formação do ABC, transferiu-se este época do Ismai Rectificação do Águas Santas, para o ABC), foi um dos seus atletas mais produtivos, juntamente do o experiente Dario Andrade (5 golos, 71% de eficácia), Jogo dirigido pela dupla aveirense, constituída por Nuno Marques e João Correia, que realizou uma arbitragem com critério e positiva, no entanto chamamos a atenção de que não devem conversar tanto com os jogadores, em especial quando eles está a discordar das decisões.

Belenenses 30 – 31 Sporting

No Pavilhão Acácio Rosa, que se apresentou com uma das melhores assistências da época, embora ainda longe dos seus melhores tempos, disputou-se um dos chamados clássicos da modalidade, e que fez jus `a designação, defrontaram-se duas equipas com objectivos finais diferentes, uma luta para o titulo (ou devia), e outra o Belenenses que luta pela melhor posição possível, ou seja ficar classificada no chamado Grupo A, mas o que se verificou em campo, foram situações completamente distintas, uma equipa (no verdadeiro sentido da palavra (o Belenenses), sempre a lutar pelo melhor resultado e a ser um verdadeiro obstáculo, ao outro conjunto de jogadores (o Sporting), que se apresentou, sobranceiro, sem chama, com excesso de confiança, lento nas suas decisões e até por vezes trapalhão, contra uma equipa que soube sempre reagir, e nunca perdeu o “norte” do jogo, nem o seu principal objectivo a vitória, tendo no seu guarda-redes, o brasileiro Roney Franzini, um autêntico obstáculo ao ataque do Sporting, em especial ao seu compatriota Fábio Chiuffa (6 golos, 55% de eficácia), a quem ganhou por diversas vezes o duelo. O Encontro foi de tal maneira equilibrado que o intervalo chegou com o Sporting na frente marcador por 18-15, mas aos 25 minutos de jogo, registava-se uma igualdade a 14 golos, no segundo período, e quando se pensava, que o Sporting, tinha garantido a vitória pois aos 37 minutos já vencia por 22-17 (maior diferença em todo o encontro), a equipa do Sporting, voltou a entrar no facilitismo, enquanto a equipa do Belenenses, aumentou a sua sagacidade, tendo nos experiente Nuno Roque (6 golos, 60% de eficácia) e Bruno Moreira (9 golos, 100% de eficácia), os seus principais “actores”, foi progressivamente diminuído a diferença e aos 52 minutos igualava mais uma vez o marcador agora a 27 golos, para depois até chegar a estar na frente do marcador quando vencia por 30-29 aos 55 minutos de jogo, e nessa altura parece que a equipa do Sporting acordou e com dois golos, de Carlos Carneiro (4 golos, 80% de eficácia, 1 em 2 de 7 metros), e por Ivan Nikcevik (3 golos, 60% de eficácia), constrói o resultado final. Na equipa do Sporting Asanin, (21% de eficácia) não esteve nos seus dias, ao contrário de Frankis Carol (8 golos, 57% de eficácia), e do jovem Luís Frade (5 golos, 83% de eficácia), dizer ainda que a rotação do plantel no Sporting, praticamente não existiu. Terminamos dizendo que se assistiu a um jogo no mínimo emotivo. Dirigiu o encontro a dupla internacional de Leiria, composta por Ivan Caçador e Eurico Nicolau, que tiveram uma actuação positiva, sem qualquer interferência no resultado.

Classificação actual – 1.º Sporting (+1 jogo, 34 pontos), 2.º FC Porto, e Benfica (31 pontos), 4.º Belenenses (+1 jogo, 28 pontos), 5.º Águas Santas, e Madeira SAD (25 pontos), 7.º ABC (24 pontos), 8.º Boa Hora, e Ismai (20 pontos), 10.º AA Avanca (17 pontos), 11.º CCR Fermentões (16 pontos), 12.º SC Horta, e AC Fafe (15 pontos), 14.º Arsenal (11 pontos). 

O Banhadas Andebol

Planeamento Desportivo – Época 2018/2019 – XXX


Participantes nas Provas Nacionais Não Fixas - Época 2018/2019

Dando continuidade a anteriores artigos sobre o Planeamento de Provas, na analisar das provas Nacionais Não Fixas, e que foram divulgadas pela FAP, em especial através do Comunicado Oficial n.º 15 da Época 2018/2019, onde é feita uma primeira divulgação da estrutura das 1.ªs Fases, posteriormente completado com a matéria divulgada nos CO N.º 23 e 24, da presente época, já com a indicação das Associações responsáveis por zona, e com a indicação da estrutura das 2.ªs Fases e respetivo modelo competitivo. Hoje através do CO N.º 42 (23-11-18), onde é divulgado alguns ajustamentos aos apuramentos inicialmente previstos por zonas. Embora se verifique que ainda existem Associações que não criaram as provas, no sítio da Federação o que torna tudo muito mais difícil.

Iniciaremos pela PO07, seguidamente pela PO13

PO07 – Campeonato Nacional de Juvenis Masculinos – 2.ª Divisão

Mantemos toda a informação já por nós divulgada, e apenas iremos referir os apuramentos assim como as alterações ora introduzidas.

Distribuição das Associações por Zona, conforme CO N.º 23, e respectivas alterações efectuadas pelo CO N. 42

Zona 1 (4 equipas) – Braga e Vila Real – Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 2 (8 equipas) – Porto – Apura previsivelmente 3 equipas  
Zona 3 (11 equipas) -Viseu e Guarda - Apura previsivelmente 3 equipas (4 equipas*)
Zona 4 (7) – Aveiro - Apura previsivelmente 4 equipas (3 equipas*)
Zona 5 (10) – Leiria, Portalegre, Santarém e Castelo Branco – Apura previsivelmente 4 equipas  
Zona 6 (8) – Lisboa - Apura previsivelmente 4 equipas  
Zona 7 (8) – Setúbal, Algarve - Apura previsivelmente 4 equipas  

(*) Alterações introduzidas, e divulgadas, conforme CO já referido.

PO13 – Campeonato Nacional de Iniciados Femininos

Mantemos toda a informação já por nós divulgada, e apenas iremos referir os apuramentos assim como as alterações ora introduzidas.

Distribuição das Associações por Zona, conforme CO N.º 23, e respectivas alterações efectuadas pelo CO N. 42

Zona 1 (9 equipas) – Braga e Vila Real – Apura previsivelmente 3 equipas  
Zona 2 (13 equipas) – Porto – Apura previsivelmente 3 equipas (4 equipas*)
Zona 3 (5 equipas) -Viseu - Apura previsivelmente 2 equipas
Zona 4 (7) – Aveiro - Apura previsivelmente 3 equipas (2 equipas*)
Zona 5 (12) – Leiria, Santarém e Castelo Branco – Apura previsivelmente 3 equipas  
Zona 6 (7) – Lisboa, e Setúbal - Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 7 (6) – Algarve - Apura previsivelmente 2 equipas  

(*) Alterações introduzidas, e divulgadas, conforme CO já referido.

Esperamos que as provas decorram sem incidentes.

O Analista

Sorteios – Época 2018 / 2019 – VI


A Federação anunciou através de uma notícia no seu portal, acompanhada da emissão do seu Comunicado Oficial n.º 43 da época 2018 / 2019 em 28-11-18, a data da realização dos sorteios, relativos às Taça de Portugal Masculina, e Feminina. O sorteio é realizado na FAP.

PO.23 – Taça de Portugal Seniores Femininos
1/4 Final - Sorteio dia 22-01-18 pelas 17H00

PO.20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos
1/8 Final - Sorteio dia 11-12-18 pelas 17H00

Segundo as datas inseridas nas competições no Portal da FAP, os Sorteios serão realizados sem encontros em atraso, o que se saúda.

O Noticias

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 09 – 2018 / 2019 - IV


Nova crónica de fim-de-semana dedicada à PO04, que se manteve estável no seu modelo competitivo.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase. 

PO04 – Campeonato Nacional Juniores Masculinos 1.º Divisão
1.ª Fase

Zona 1
8.ª Jornada
Dia 25-11-18
CD Feirense 23 - 43 FC Porto
Boavista FC 30 - 30 Xico Andebol
CP Natação 28 - 27 AA Avanca
Estarreja AC 28 - 37 ABC
FC Gaia 37 - 36 Águas Santas

Jornada disputada, na maioria dos jogos quase sem publico, mas onde não se registaram ocorrências disciplinares o que é sempre saudável, e registaram-se jogos total equilíbrio, mas sem grandes surpresas., no entanto o principal jogo da jornada colocava frente a frente as duas equipas que até ao momento ainda não tinham sofrido qualquer derrota, o FC Gaia / Águas Santas, que foi um dos raros encontros que teve uma assistência digna desse nome, venceu a equipa do FC Gaia, num encontro em que a equipa do Águas Santas, até começou melhor, chegando aos 5-1, e chegando ao intervalo a vencer uma margem que parecia confortável (20-13), com o FC Gaia a realizar um segundo tempo de superação, consegue ir diminuindo a diferença e chegar à vitória, embora pela diferença mínima, mas que lhe confere a liderança da zona apenas com vitórias, com a equipa maiata a sofrer a primeira derrota. Martim Costa com 18 golos, e João Machado com 6 golos, foram os melhores marcadores do FC Gaia, no Águas Santas, Ruben Santos com 10 golos, e Tiago Pereira com 7, foram os seus melhores marcadores. Outro encontro que terminou pela diferença mínima, foi o CP Natação / AA Avanca, com a vitória da equipa da casa, num encontro de total equilíbrio, com o resultado ao intervalo a ser uma igualdade a 14 golos, este foi o outro encontro com uma assistência minimamente digna. Com esta vitória o CP Natação sobe um lugar na tabela classificativa. Hélder Vilaça com 8 golos, Luís Alves e Miguel Lima, ambos com 7 golos, cada, foram os melhores marcadores do CP Natação. Miguel Neves com 10 golos, e Daniel Vieira com 6, foram os melhores marcadores da AA Avanca. Tivemos ainda o Boavista FC / Xico Andebol, mas foi disputado em Guimarães, em mais uma inversão de pavilhão, e que terminou numa igualdade absoluta. Apesar da equipa do Bessa, comandar o jogo durante a maior parte do tempo de jogo, chegando ao intervalo a vencer por 16-12. No segundo tempo apesar da excelente reacção do Xico Andebol, a equipa do Boavista FC, continuou na frente do marcador, mas as igualdades sucederam-se diversas vezes, como por exemplo a 17 golos, mas a minutos do fim do encontro a equipa do Bessa vencia por 28-27, com a igualdade a ser estabelecida nos momentos finais do encontro. Ambos os conjuntos, tiveram assim a sua primeira igualdade na prova, mas sem grande reflexo na classificação da mesma. Miguel Aguiar, e Miguel Ferreira, ambos com 7 golos cada, e José Tavares com 6, foram os melhores marcadores do Boavista FC, João Leite com 13 golos, foi o melhor marcador do Xico Andebol. Nos outros dois encontros foram jogos sem grande história, com o FC Porto a ir vencer o CD Feirense, que apesar de ter tido um bom inicio de jogo, rapidamente o FC Porto assumiu o comando do jogo e do marcador para chegar ao intervalo a vencer por 18-11, para no segundo tempo construir um diferencial que não deixa margem para duvidas, e desta forma manter-se na discussão pelos lugares de apuramento, igualando a Águas Santas em termos pontuais. João Lima com 7 golos, foi o melhor marcador do CD Feirense, no FC Porto, onde 14 atletas marcaram golos, Rui Oliveira com 6, André Sousa e Alfredo Torres, ambos com 5 golos, cada, foram os seus principais marcadores. Por último realizou-se o Estarreja AC / ABC, com a equipa local a apresentar apenas 10 atletas inscritos no Boletim de Jogo, que terminou com a previsível vitória do ABC, que ao intervalo vencia por 15-11, apenas consolidando a sua vitória no segundo tempo. Com esta vitória a equipa bracarense mantém-se no 4.º lugar da classificação da zona, por sua vez o Estarreja AC, continua a ser a única equipa que apenas contabiliza derrotas. Tiago Arrojado com 11 golos, Rafael Santos e João Dias, ambos com 6, cada, foram os melhores marcadores do Estarreja AC, Tomas Teles com 8 golos, Pedro Castro com 7, e Vinicius Fonseca com 6, foram os melhores marcadores do ABC.

Classificação actual – 1.º FC Gaia (24 pontos), 2.º Águas Santas, e FC Porto (22 pontos), 4.º ABC (18 pontos), 5.º CP Natação (16 pontos), 6.º Boavista FC (15 pontos), 7.º CD Feirense, e AA Avanca (12 pontos), 9.º Xico Andebol (11 pontos, 10.º Estarreja AC (8 pontos).

Zona 2
8.ª Jornada
Dia 25-11-18
Benfica 37 - 17 ADC Benavente
Sporting 36 - 25 São Bernardo
Juventude Lis 26 - 29 Alto Moinho
IFC Torrense 21 - 24 Alavarium
Belenenses 26 - 19 AC Sismaria

Jornada totalmente cumprida, o é sempre salutar pois demonstra uma boa regularidade competitiva, e desta vez não tivemos encontros com ocorrências disciplinares, o que é sempre salutar, embora se tenham registado assistências abaixo do esperado e do desejado, para bem da modalidade. O Principal encontro da jornada, foi na nossa opinião o Sporting / São Bernardo pois colocava frente a frente dois dos mais fortes candidatos a um lagar na Fase Final da Prova. O Sporting iniciou melhor o encontro (2-0), chegando aos 6-4, mas permitiu uma boa reacção do São Bernardo que iguala 9 golos, e o jogo continua fortemente equilibrado, mas com o Sporting, a chegar ao intervalo na frente do marcador por 16-13, no segundo tempo, uma forte entrada do São Bernardo que faz um parcial de 4-0, e coloca o resultado em 17-16 a seu favor, o Sporting volta a igualar a 17 golos, e depois arranca para uma vitória cujo resultado final não reflecte o equilíbrio entre as equipas, com esta vitória, o Sporting, continua no comando da zona, registando apenas vitórias, com o São Bernardo a ser alcançado em termos pontuais pelo Belenenses, e Alto Moinho. No Sporting, com 10 atletas a marcarem golos, Rafael Pinto com 10 golos, e Diogo Alves com 5, foram os seus principais marcadores. David Gomes com 5 golos, foi o melhor marcador do São Bernardo. Em Leria, tivemos mais um encontro de grande equilíbrio, no Juventude Lis / Alto Moinho, embora a equipa do Alto Moinho, tenha comando o marcador durante a maior parte do tempo de jogo, mas sem nunca conseguir dilatar o resultado para uma margem confortável, e ao intervalo vencia por 16-12, para continuar no comando do marcador, mas sem grandes rasgos para o dilatar, com esta vitória a equipa do Alto Moinho, entra na discussão por um dos lugares de acesso à Fase Final, embora ainda seja cedo para fazer previsões com acerto absoluto. Fábio Moreira com 11 golos, foi o melhor marcador da Juventude Lis, no Alto Moinho com 10 jogadores a concretizarem golos, tivemos Victor Talmazam com 8 golos, Rui Gonçalves e Guilherme Sousa, ambos com 5 golos, cada, como principais marcadores. Num dos jogos mais equilibrados da zona, o IFC Torrense foi derrotado em casa pelo Alavarium, quando o resultado ao intervalo registava uma igualdade a 9 golos, continuando deste modo a ser uma das 3 equipas que ainda não venceram qualquer encontro na zona. Marcelo Amaral com 9 golos, e Guilherme Correia com 5, foram os melhores marcadores do IFC Torrense, Bruno Lucas com 8 golos, e Luís Paiva com 5, foram os melhores marcadores do Alavarium. No pavilhão Fernando Tavares, disputou-se o Belenenses / AC Sismaria, que terminou com a esperada vitória da equipa do Belenenses, diante uma equipa, que ocupa o último lugar da tabela classificativa sem vitórias, mas que não deixou de oferecer uma réplica condigna, e assim o resultado ao intervalo era de 13-11 a favor do Belenenses, que apenas consolidou a sua vitória no segundo tempo. Com esta vitória o Belenenses, passa na nossa opinião a fazer parte do conjunto de 3 equipas que ainda poderão discutir um lugar de acesso à Fase Final. João Almeida com 7 golos, e Francisco Madureira com 6, foram os principais marcadores do Belenenses, que teve 10 atletas a marcarem golos. Tomas Sismeiro com 7 golos, foi o melhor marcador do AC Sismaria. Por fim tivemos o Benfica / ADC Benavente, que registou o resultado mais dilatado da jornada, num encontro que ao intervalo já o Benfica vencia por 16-8, consolidando a vantagem no segundo tempo. Com este resultado o Benfica consolida o seu 2.º lugar na classificação, sendo um dos grandes favoritos ao apuramento para a Fase Final da Prova. No Benfica onde 11 jogadores marcaram golos, Joaquim Nazaré com 11, e Gonçalo Nogueira com 8, foram os seus principais marcadores. Vasco Moura com 6 golos, foi o melhor marcador do ADC Benavente,

Classificação actual – 1.º Sporting (24 pontos), 2.º Benfica (22 pontos), 3.º Belenenses, São Bernardo, e Alto Moinho (19 pontos), 6.º ADC Benavente (17 pontos), 7.º Alavarium (12 pontos), 8.º Juventude Lis (10 pontos), 9.º IFC Torrense, e AC Sismaria (9 pontos). 

O Noticias

Andebol 4ll – Europeu 2018 - VI


EUROPEU DE ANDEBOL
EM
CADEIRA DE RODAS
DISPUTA-SE EM LEIRIA

Prova que se vai disputar-se em Portugal (Leiria), no pavilhão de Pousos, em 1, e de Dezembro de 2018.

São Participante, além de Portugal, a Croácia, Hungria e Holanda.

Segundo noticia inserta no Portal da Federação, foram divulgados os convocados para a prova, bem como o respectivo calendário.

Lista dos convocados, sem comentários:
Calendário

Dia 01-12-18
1ª Jornada
Portugal – Holanda (10H30)
Hungria – Croácia (12H00)
2ª Jornada
Holanda – Hungria (17H00)
Croácia – Portugal (18H30)

Dia 02-12-18
3ª Jornada
Portugal – Hungria (10H00)
Holanda – Croácia (11H30)

Apuramento 3º/4º Lugar
3º Primeira Fase - 4º Primeira Fase (15H30)
Final
1º Primeira Fase – 2º Primeira Fase (17H00)

Todos os encontros transmitidos pela Andebol TV

O Noticias

Competições Europeias 2018 / 2019 – LV - Sorteios


Realizou-se hoje (27-11-18) na EHF, o sorteio dos 1/8 Final da Challenge CUP Masculina, onde se encontram ainda uma equipas Portuguesa.

O Sorteio pôde ser seguido através da ehfTV no canal youtube.

Masculinos

CHALLENGE CUP

O Madeira SAD que vai disputar na 4.ª Eliminatória (1/8 Final - 16 equipas), fez parte do pote 1 e vai defrontar o Donbas (Ucránia). Com a 1.ª mão ser disputada em 09/10-02-19, na Ucrânia, e a 2.ª mão em 16/17-02-19, na Madeira.

Parece-nos que depois do sorteio apenas foi “madrasta” para a equipa portuguesa em termos de distância, pois neste aspecto é uma das piores soluções para a mesma, no entanto é uma equipa sem histórico nas provas na Europa, cuja última participação remonta a 2008/2009, e é constituída apenas por naturais da Ucrânia.

À equipa Nacional, apenas lhe podemos desejar boa sorte. 

O Noticias

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 11 – 2018 / 2019 – II


Regresso às nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02, constituída por 3 Zonas.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, a que dá acesso á 1.ª Divisão os 3 primeiros classificados de cada Zona, que transportam os resultados e pontos nos jogos entre si na 1.ª fase, não voltando a defrontar-se na Fase Final, que será disputada no sistema de TxT a duas voltas. Os 2 primeiros classificados da Fase Final ascendem ao Andebol 1.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Fase
Zona 1
10.ª Jornada
Dia 23-11-18
Modicus 24 - 31 Boavista FC
Dia 24-11-18
GC Santo Tirso 22 - 20 SP. Oleiros
Póvoa Andebol Clube 27 - 31 FC Porto B
FC Gaia 32 - 33 CD Feirense
Marítimo 30 - 30 Xico Andebol

1.ª Jornada da 2.ª volta, onde com foram confirmados alguns resultados, e rectificados outros, e foi uma jornada disputada sem ocorrências disciplinares, apesar de se terem verificado algumas surpresas. A grande surpresa da jornada, ocorreu em Gaia onde o FC Gaia, foi de derrotado pelo CD Feirense, sendo um dos resultados alterados em relação ao verificado na 1.ª volta, e sofreu assim a 1.ª derrota na prova, que no entanto não retirou a equipa do primeiro lugar da tabela classificativa, num jogo sempre disputado com grande equilíbrio, e onde a equipa visitada ao intervalo estava na frente do marcador por 17-16. No Funchal, tivemos outro resultado diferente do corrido na 1.ª volta, entre o Marítimo e o Xico Andebol, que terminou com uma igualdade, embora a equipa do Xico Andebol, tenha comandado mais vezes o marcador chegando ao intervalo a vencer por 16-14, mas a partir da igualdade a 20 golos, já no segundo tempo, foi este resultado que prevaleceu a maioria das vezes. O Xico Andebol acaba por ser a equipa mais penalizada, pois vê as equipas à sua frente na classificação a distanciarem-se, com a excepção do FC Gaia. Em Santo Tirso, verificou-se mais um resultado diferente do ocorrido na 1.ª volta, no GC Santo Tirso / SP. Oleiros, que desta vez terminou com a vitória da equipa visitado, que no entanto perdia ao intervalo por 11-10, num jogo de grande equilíbrio a maior parte do tempo, e com o SP. Oleiros, já no segundo tempo a chegar a estar na frente do marcador por 18-15, por exemplo, com a equipa local a dar a volta ao marcador nos momentos finais do encontro. Nos outros dois encontros da jornada tivemos a confirmação dos resultados ocorridos na 1.ª volta, no Modicus / Boavista FC, a equipa do Bessa voltou a vencer e por uma margem bem mais folgada, estando ao intervalo já na frente do marcador por 15-11, com esta nova vitória a equipa do Boavista FC, configura-se como uma das favoritas ao apuramento para a Fase Final. O outro encontro onde foi confirmado o resultado foi no Póvoa Andebol Clube / FC Porto B, que terminou novamente com a vitória do FC Porto B, que foi vencer, como visitado, embora ao intervalo se encontrasse a perder por 14-12. Com esta derrota a equipa da Póvoa continua a afastar-se dos lugares de acesso à Fase Final.

Classificação actual – 1.º FC Gaia (28 pontos), 2.º Boavista FC (26 pontos), 3.º FC Porto B (25 pontos), 4.º Xico Andebol (22 pontos), 5.º Póvoa Andebol Clube (20 pontos), 6.º GC Santo Tirso (17 pontos), 7.º CD Feirense, e Marítimo (16 pontos), 9.º Modicus, e SP. Oleiros (15 pontos).

Zona 2
10.ª Jornada
Dia 24-11-18
SIR 1.º Maio 25 - 33 AD Sanjoanense
ADC Benavente 25 - 28 São Bernardo
Ílhavo AC 19 - 24 AC Sismaria
Juventude Lis 25 - 26 AD Albicastrense
Benfica B 36 - 23 CD Mafra

Também nesta zona se disputou a 1.º Jornada da 2.ª volta, mas com apenas um encontro a sofrer alterações no resultado ocorrido na 1.ª volta, e onde se verificou ocorrências disciplinares em dois encontros, apenas um resultado, eventualmente poderá ser considerado surpresa (Juventude Lis / AD Albicastrense), (jogo com ocorrências disciplinares), sendo o único que teve o seu resultado alterado, em relação ao verificado na 1.ª volta, que terminou desta vez com a vitória da equipa de Castelo Branco, embora ao intervalo a Juventude Lis se encontrasse na frente do marcador por 14-13, mas no segundo tempo o AD Albicastrense conseguiu dar a volta por cima, e terminar como vencedor, embora pela diferença mínima, num encontro sempre disputado nos limites. Com esta vitória o AD Albicastrense igualou na classificação o seu adversário. Nos outros resultados de destacar a dificuldade sentidas pela equipa do São Bernardo para levar de vencida o ADC Benavente, que dá a sensação de se encontrar em recuperação, pois até chegou a estar na frente do marcador (6-4) por exemplo, para no entanto chegar ao intervalo com o São Bernardo já na frente do marcador por 15-14, e apenas no segundo tempo a equipa da região de Aveiro consolidar a sua vitória, mante-se sem alterações em termos classificativos. Os líderes da zona (AD Sanjoanense) jogaram na Marinha Grande onde venceram sem dificuldade o SIR 1.º Maio, com o resultado ao intervalo a ser completamente esclarecedor (16-7) a favor da equipa visitante, com esta vitória a AD Sanjoanense continua no comando da Zona, quando o seu adversário, mantêm-se igualmente no último lugar da classificação. Em Ílhavo, disputou-se o Ílhavo AC / AC Sismaria (jogo com ocorrências disciplinares), que foi um encontro sem grandes problemas para o AC Sismaria, que iniciou o encontro da melhor maneira, pois rapidamente chegou aos 5-0, para chegar ao intervalo a vencer por 10-5, e terminar a vencer por uma margem folgada, e com esta nova vitória manter-se na discussão pelo acesso à Fase Final da Prova. Por fim num dos jogos onde se verificou um dos resultados mais folgados da jornada, com o Benfica B a comandar o jogo e o marcador praticamente durante os 60 minutos, e a vencer o CD Mafra, confirmando o resultado da 1.ª volta, num encontro que ao intervalo vencia por 18-13, e no segundo tempo foi sempre alargando a sua vantagem.

Classificação Actual – 1.º AD Sanjoanense (28 pontos), 2.º São Bernardo, e Benfica B (27 pontos), 4.º AC Sismaria (24 pontos), 5.º Juventude Lis, e AD Albicastrense (20 pontos), 7.º ADC Benavente, Ílhavo AC, e CD Mafra (14 pontos), 10.º SIR 1.º Maio (12 pontos).

Zona 3
10.ª Jornada
Dia 17-11-18
1.º Dezembro 21 - 17 Vitória FC
IFC Torrense 24 - 20 CD Marienses
CDE Camões 28 - 27 Zona Azul
CF Sassoeiros 25 - 25 Lagoa AC
Alto Moinho 29 - 18 Ginásio Sul

Zona que tal como as anteriores, foi totalmente disputada, mas que infelizmente teve um (1) encontro com o registo de ocorrências disciplinares, curiosamente o único encontro onde foi confirmado o resultado da 1.ª volta, no Alto Moinho / Ginásio Sul. Que terminou com esclarecedora vitória do Alto Moinho, que ao intervalo já vencia por uns esclarecedores 16-8, no encontro com a melhor assistência da Jornada, e que com esta vitória permitiu à equipa visitada, igualar o Vitória FC no comando da tabela classificativa, face à inesperada derrota (segunda) do Vitória FC, frente ao 1.º Dezembro, com o resultado ao intervalo a ser já favorável à equipa visitada, que com esta vitória consolida não só o seu 3.º lugar na zona, como se aproxima dos dois primeiros classificados, sendo um dos fortes candidatos ao apuramento para a Fase Final da Prova. Num encontro em que pouco se pode dizer, pois o resultado e o preenchimento do Boletim de jogo, foram realizados já muito depois de o encontro ter terminado, O IFC Torrense, vence o CD Marienses, que desta forma sofre a 4.º derrota consecutiva, nesta Fase da Prova. Num encontro de grande equilíbrio, tivemos o CDE Camões / Zona Azul, que apesar de ao intervalo a equipa do CDE Camões estar na frente do marcador por 15-11, permitiu a recuperação dos homens ado Zona Azul, terminando por vencer pela diferença mínima. Realizou-se o CF Sassoeiros / Lagoa AC, encontro que terminou com uma igualdade, apesar do CF Sassoeiros ir para o intervalo a vencer por 17-14, este resultado permitiu ao Lagoa AC, igualar em termos pontuais o CD Marienses, enquanto o CF Sassoeiros, se atrasa em termos pontuais, da discussão pelos lugares de acesso à Fase Final da Prova.

Classificação Actual – 1.º Vitória FC, e Alto Moinho (26 pontos), 3.º 1.º Dezembro (25 pontos), 4.º CDE Camões (21 pontos), 6.º IFC Torrense, e CF Sassoeiros (20 pontos), 7.º Lagoa AC, e CD Marienses (18 pontos), 9.º Zona Azul (15 pontos), 10.º Ginásio Sul (11 pontos).

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2018 / 2019 – LIV


O Madeira SAD disputou este fim-de-semana na Madeira o jogo da 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da Challenge CUP Masculina.

Masculinos

MADEIRA SAD VENCE JD TECHIEK HURRY-UP
(2.ª MÃO, e Vence Eliminatória)
CHALLENGE CUP

O Madeira SAD, depois da confortável vantagem adquirida no jogo da 1.ª Mão, disputado na Holanda, voltou a defrontar holandeses do JD Techiek Hurry-UP (Holanda), agora em jogo da 2.ª Mão, na Madeira, com um pavilhão praticamente esgotado, e realizando um jogo com excesso de confiança, e com o seu técnico a dar tempo de jogo, aos atletas menos utilizados, não chegou a ser surpreendido, mas permitiu que a equipa adversária realizasse um encontro com maior equilíbrio, e chegasse a ter momentos de alguma superioridade, como espelha o resultado ao intervalo, que embora favorável á equipa portuguesa, o era somente por 17-16, e somente no segundo tempo com alguma aceleração não foi preciso muita, a equipa madeirense acabou por construir um resultado mais dilatado, mas sem deslumbrar, pois a concentração competitiva, não foi a desejável. Bruno Landim e Ruben Sousa, ambos com 7 golos cada, foram os melhores marcadores do Madeira SAD. Nos holandeses Tommie Falke com 7 golos, foi o seu melhor marcador, com o português Tiago a Azenha a marcar um golo. Com este resultado a equipa da Madeira confirmou a sua passagem à 4. Eliminatória.

Resultados

1.ª Mão
Dia 17-11-18
JD Techiek Hurry-UP 21 – 37 Madeira SAD
2.ª Mão
Dia 24-11-18
Madeira SAD 32 – 28 JD Techiek Hurry-UP

Sorteio da 4.º Eliminatória no dia 27-11-18, na EHF.

O Noticias