gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 16 – 2018 / 2019 – II


Mais uma das nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02, constituída por 3 Zonas.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, a que dá acesso á 1.ª Divisão os 3 primeiros classificados de cada Zona, que transportam os resultados e pontos nos jogos entre si na 1.ª fase, não voltando a defrontar-se na Fase Final, que será disputada no sistema de TxT a duas voltas. Os 2 primeiros classificados da Fase Final ascendem ao Andebol 1.

Alertamos que foi introduzida uma alteração ao Regulamento da Prova (alínea b) do Ponto 2, do Artigo 2), onde indica que as equipas B, podem participar na Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Fase
Zona 1
11.ª Jornada
Dia 25-01-19
Póvoa Andebol Clube - GC Santo Tirso
15.ª Jornada
Dia 19-01-19
Modicus 20 - 21 GC Santo Tirso
CD Feirense 24 - 38 Boavista FC
Póvoa Andebol Clube 25 - 22 SP. Oleiros
FC Gaia 36 - 32 Marítimo
Dia 30-01-19
FC Porto B - Xico Andebol (21H30)

Apurados Fase Final – FC Gaia, Boavista FC.

Nesta Zona, onde já se encontram completamente definidos dois dos lugares, para a Fase Final (FC Gaia e Boavista FC), com o terceiro lugar a não o dar-mos como definido pois ainda existem alguns jogos em atraso. Nos quatro (4) jogos realizados, em apenas um se verificou a rectificação do resultado ocorrido na 1.ª Volta, que foi no Póvoa Andebol Clube / SP. Oleiros, que desta vez terminou com a vitória, da equipa da Póvoa, que ainda teoricamente ainda pode ter esperança de acesso à Fase Final (tal como o Xico Andebol), num jogo, em que construiu o resultado nos primeiros 30 minutos, quando chegou ao intervalo a vencer por 14-8, também se verificou apenas um encontro com ocorrências disciplinares, foi o CD Feirense / Boavista FC, que terminou com a vitória da equipa do Bessa, num jogo em que logo no primeiro tempo construiu a sua vitória ao chegar ao intervalo a vencer por 20-9, e com este resultado, confirmar, juntamente com o FC Gaia, o apuramento para a Fase Final, e ao mesmo tempo conformar o resultado corrido na 1.ª volta, na Fase Final. No FC Gaia / Marítimo, que foi um jogo onde a equipa de Gaia, já tinha o seu apuramento garantido, mas que neste encontro apesar da animosa réplica do Marítimo, terminou como vencedora, e confirmou o seu apuramento, para a Fase final, e confirmou igualmente o resultado verificado na jornada homóloga da 1.ª volta. O resultado mais nivelado da Zona ocorreu no Modicus / GC Santo Tirso, que terminou com a vitória da equipa de Santo Tirso pela diferença mínima, somando pontos para a Fase seguinte da prova onde serão discutidos os lugares de descida de divisão.

Classificação actual – 1.º FC Gaia, e Boavista FC (41 pontos), 3.º FC Porto B (-1 jogo, 37 pontos), 4.º Póvoa Andebol Clube (-1 jogo), e Xico Andebol (-1 jogo) (30 pontos), 6.º CD Feirense (25 pontos), 7.º GC Santo Tirso (-1 jogo), e Marítimo (23 pontos), 9.º Modicus (22 pontos), 10.º SP. Oleiros (20 pontos).

Zona 2
13.ª Jornada
Dia 26-01-19
São Bernardo - Benfica B (19H00)
15.ª Jornada
Dia 19-01-19
Juventude Lis 27 - 23 SIR 1.º Maio
AC Sismaria 24 - 30 AD Albicastrense
São Bernardo 36 - 24 CD Mafra
ADC Benavente 31 - 32 AD Sanjoanense
Ílhavo 25 - 31 Benfica B

Apurados Fase Final – AD Sanjoanense, Benfica B.

Jornada, onde um dos apurados já se encontrava definido, a AD Sanjoanense, e onde se verificou a confirmação de uma segunda equipa igualmente já apurada o Benfica B, a terceira equipa a ser apurada, poderá dicar já definida na próxima jornada, com a disputa do AD Albicastrense / São Bernardo. Tivemos uma jornada, sem ocorrências disciplinares, e onde foram confirmado todos os resultados ocorridos na jornada similar na 1.ª volta, e com a curiosidade de a equipa que já se encontrava com o apuramento definido, ter sido a equipa que apenas venceu pela diferença mínima, o ADC Benavente, nos restantes encontros com maior ou menor dificuldade, tivemos os resultados previsíveis, sendo o Juventude Liz / SIR 1.º Maio, aquele que apresentou maior equilíbrio, mas que face ao à derrota da equipa da Marinha Grande, esta equipa continua em último lugar da zona, contabilizando apenas uma vitória até ao momento. A derrota do CD Mafra diante o São Bernardo, coloca a equipa de Mafra em sérias dificuldades, para evitar os últimos lugares da Zona. A vitória do Benfica B diante o Ílhavo, garantiu-lhe o apuramento para a Fase Final, enquanto a vitória da AD Albicastrense, em Gândara, continua a colocar a equipa no caminho de um possível apuramento para a Fase Final, afastando em definitivo a AC Sismaria, dessa remota possibilidade.

Classificação Actual – 1.º AD Sanjoanense (43 pontos), 2.º Benfica B (- 1 jogo, 38 pontos), 3.º São Bernardo (- 1 jogo, 37 pontos), 4.º AD Albicastrense (32 pontos), 5.º AC Sismaria, e Juventude Lis (31 pontos), 7.º ADC Benavente (25 pontos), 8.º Ílhavo AC, e CD Mafra (21 pontos), 10.º SIR 1.º Maio (17 pontos).

Zona 3
15.ª Jornada
Dia 19-01-19
CF Sassoeiros 22 - 19 1.º Dezembro
Zona Azul 28 - 21 Lagoa AC
CD Marienses 31 - 24 Ginásio Sul
IFC Torrense 24 - 26 Vitória FC
CDE Camões 28 - 34 Alto Moinho

Apurados Fase Final – Vitória FC, Alto Moinho.

Zona onde se verificou a confirmação de duas das três equipas, já apuradas para a Fase, final, sendo a terceira equipa apurada, decidido entre o CF Sassoeiros, e o 1.º Dezembro, que em caso de igualdade pontual entre as duas equipas, (ainda possível), o CF Sassoeiros, terá vantagem no desempate, pois averba duas vitórias sobre o 1.º Dezembro. Zona disputada, onde apenas um dos resultados foi diferenciado, em relação ao verificado na 1.ª volta, e onde se verificou um encontro com ocorrências disciplinares. O único resultado que poderá conter alguma surpresa, é no Zona Azul / Lagoa AC, não pela vitória da equipa do Zona Azul, mas sim pelo diferencial registado, com esta vitória a equipa do Zona Azul, igualou em termos pontuais, o Lagoa AC, e acumulou pontos que lhe irão fazer falta, na Fase seguinte da Prova, sendo este o único resultado que foi diferenciado em relação ao verificado na 1.ª volta. O Vitória FC, foi vencer com alguma dificuldade à Torre da Marinha o IFC Torrense (jogo com ocorrências disciplinares), e com esta vitória consolidar o seu lugar na classificação da Zona e o seu consequente apuramento. Naquele que foi provavelmente o encontro mais importante da jornada, o CF Sassoeiros / 1.º Dezembro, pois colocou frente a frente duas das equipas, que matematicamente ainda podem ser apuradas, e que terminou com a vitória do CF Sassoeiros, que resolveu o jogo, no primeiro tempo, ao chegar ao intervalo a vencer por 14-8, tendo no segundo tempo de suportar a reacção do 1.º Dezembro. Nos Açores, disputou-se o CD Marienses / Ginásio Sul, que terminou com a vitória dos locais que construíram a sua vitória no primeiro tempo ao chegarem ao intervalo a vencerem por 16-8, com esta nova derrota, o Ginásio Sul, continua a ser a única equipa na prova, que ainda não venceu qualquer encontro. Por fim tivemos o CDE Camões / Alto Moinho, que terminou tal como na 1.ª volta com a vitória da equipa do Alto Moinho, que confirmou igualmente a sua presença na Fase Final, da prova.

Classificação Actual – 1.º Vitória FC (40 pontos), 2.º Alto Moinho (38 pontos), 3.º 1.º Dezembro (37 pontos), 4.º CF Sassoeiros (31 pontos), 5.º CD Marienses, CDE Camões, e IFC Torrense (29 pontos), 8.º Zona Azul, e Lagoa AC (25 pontos), 10.º Ginásio Sul (17 pontos). 

O Banhadas Andebol

Nomeações – EHF – 2018 / 2019 – XXI


A EHF divulgou as nomeações para algumas das provas Europeias de Clubes, tendo Portugal sido contemplado. Com a Federação desta vez e em tempo a proceder à informação da nomeação.

Delegados
Manuel da ConceiçãoFoi nomeado para os encontros da 1/8 Final da Challenge CUP Masculina, que se disputa entre o HC Berchem (Luxemburgo) e o Dicken (Finlândia), ambos os encontros a serem disputados no Luxemburgo, em 09 e 10-02-19.

Ao nomeado, desejamos as maiores felicidades no desempenho das suas funções.

O Regras

domingo, 20 de janeiro de 2019

PO23 - Taça de Portugal Seniores Femininos – 2018 / 2019 – IX – 1/8 Final


Realizaram-se a maioria dos jogos relativos aos 1/8 Final da Taça de Portugal, em 19-01-18.

Resultado dos 1/8 Final

SIR 1.º Maio/CJB 20 – 22 Madeira SAD
Colégio Gaia 22 – 21 Alavarium
ABC 23 – 20 Juventude Lis
DIDAXIS 20 – 37 CS Madeira
Passos Manuel 33 – 21 Santa Joana
ARC Alpendorada 26 – 23 JAC-Alcanena
Dia 20-01-19
Porto Salvo 25 – 32 Assomada
Dia 16-02-19
Batalha AC – AC Vermoim

O ABC, que fez TAÇA, ao eliminar nos 1/16 Final o CA Leça (PO09), teve pela frente nova equipa da 1.ª Divisão, teremos como “normal”, mais um adiamento de um encontro que será disputado depois do sorteio dos 1/4 Final, precisamente, o encontro que nos dava a garantia da existência de uma equipa da 2.ª Divisão nos 1/4 Final (Batalha AC / AC Vermoim), um dos principais jogos desta eliminatória, ou pelo menos aquele que mais polémica criou nos últimos dias, (SIR 1.º Maio/CJB / Madeira SAD), foi interrompido devido às condições climatéricas, sendo retomado, posteriormente no Pavilhão da Nazaré, e que viria a terminar com a vitória da equipa insular. No outro jogo em que se defrontavam duas as principais equipas nacionais o Colégio Gaia / Alavarium, tivemos um jogo de forte equilíbrio, e que viria a terminar com a vitória nos últimos instantes do jogo da equipa do Colégio Gaia, e voltamos a ter TAÇA, com o ABC, a eliminar mais uma equipa da divisão superior. De destacar que todos os encontros disputados até ao momento, o foram sem qualquer ocorrência disciplinar.

Passaram aos 1/4 Final

2.ª Divisão (2) (Batalha AC/ AC Vermoim), e ABC.

1.ª Divisão (6) – ARC Alpendorada, Colégio Gaia, Madeira SAD, Passos Manuel, CS Madeira, e Assomada.

Sorteio dos 1/4 Final, em 22-01-19

A estrutura da prova será:

1/4 Final – Vencedores dos 1/8 Final – 30-03-2019
1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 25-05-2019 
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 26-05-2019

A Federação, prevê no Regulamento nesta estrutura a realização na prática, de uma Final Four, cujo local continua a ser totalmente desconhecido.

O Noticias

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XXXVI


26.º MUNDIAL SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA / ALEMANHA
MAIN ROUND E PRESIDENT’S CUP

Em dia de descanso, quando terminaram os jogos da President«e CUP do 26.º Mundial de Seniores Masculinos, que está a decorrer na Dinamarca e na Alemanha até ao dia 27 de Janeiro de 2017. Efectuamos mais breve crónica sobre o mesmo,

Felizmente para Portugal que continuaram as transmissões em directo pela Sport TV, o que se saúda, apesar da lata de informação de quem de direito a devia fazer. O que significa que não houve nem haverá transmissões em livestream, para Portugal.

A representação Nacional, esteve a cargo do delegado da IHF, António Goulão, e da dupla internacional da Madeira, constituída por Duarte Santos / Ricardo Vieira.

Arbitragem

Informa-se ainda que nesta fase da prova e depois da informação prestada em texto anterior, os portugueses na prova, estiveram presentes, e mais os seguintes encontros.

Delegados - António Goulão

Rússia – Macedónia - (President’s CUP) – (Oficial Técnico)
Alemanha – Islândia – (Grupo E – I) – (Oficial Técnico)
Rússia – Qatar - (President’s CUP) – (Oficial Técnico)
Islândia – França - (Grupo E – I) – (Oficial Técnico)

Árbitros - Duarte Santos / Ricardo Vieira

Tunísia – Suécia - (Grupo F - II) (Dupla de Reserva)
Dinamarca – Hungria - (Grupo F - II) (Dupla de Reserva)
Hungria – Tunísia (Grupo F – II)

França – Campeã em Titulo

Na Main Round, já se disputaram duas Jornadas, sendo as classificações até ao momento a seguinte:

Grupo I
Neste grupo, tivemos a difícil vitória da França sobre a Espanha, e a previsível vitória da Alemanha sobre a Islândia, e registou-se na nossa opinião a grande surpresa da competição com a excelente vitória do Brasil sobre a super favorita Croácia, criando a esta equipa sérias dificuldades no apuramento para os lugares que dão acesso às 1/2 Final, em especial depois a clara vitória da França sobre a Islândia.

Grupo II
Neste grupo, a mais que previsível vitória da Suécia sobre a Tunísia, e a difícil e mas esperada vitória da Dinamarca sobre a Hungria, que por sua vez vence com grande dificuldade a Tunísia, e a Noruega, sentiu algumas dificuldades para levar de vencida a equipa do Egipto.

Esta fase que se iniciou em 19-01-19 e prolonga-se até 23-01-19

QATAR VENCE PRESIDENT’S CUP
(13.º AO 24.º LUGAR)


(Foto IHF)
Resultados da Presidents CUP

23/24 – Japão 22 – 26 Angola
21/22 – Coreia 26 – 27 Arabia Saudita
19/20 – Bahrain 27 – 29 Áustria
17/18 – Sérvia 28 – 30 Argentina
15/16Macedónia 32 – 30 Chile
13/14 – Rússia 28 – 34 Qatar

Classificação Final – 1.º , 2.º , 3.º , 4.º , 5.º , 6.º , 7.º , 8.º , 9.º , 10.º , 11.º , 12.º , 13.º Qatar, 14.º Rússia, 15.º Macedónia, 16.º Chile, 17.º Argentina, 18.º Sérvia, 19.º Áustria, 20.º Bahrain, 21.º Arabia Saudita, 22.º Coreia, 23.º Angola e 24.º Japão.

Notas- Em relação ao último Mundial, pode-se desde já dizer que a Macedónia, obteve exactamente o mesmo lugar, enquanto o Chile, conseguiu a sua melhor classificação de sempre, e que a lusófona Angola, melhorou uma posição em reção à sua última participação, com o Japão a ser surpreendentemente o último classificado. A Rússia volta ser uma desilusão na prova, perdendo a President’s CUP, para o Qatar, que depois do Mundial realizado em 2015, nunca mais voltou a ser a mesma equipa. Uma nota final para a classificação obtida pela Sérvia (18.º Lugar), equipa que eliminou Portugal no Play Off Europeu.

1/2 Finalem 25 de Janeiro, em Hamburgo.
5.º ao 8.º Lugar – em 26 de Janeiro, em Herning.
3.º e 4.º Lugarem 27 de Janeiro, em Herning.
Final em 27 de Janeiro, em Herning.

O Noticias

sábado, 19 de janeiro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 35 – 2018 / 2019 – I


Crónica de fim-de-Semana, sobre a PO01.

PO01 – Campeonato Andebol 1 Seniores Masculinos.

1.ª Fase
15.ª Jornada
Dia 04-03-19
Benfica - Madeira SAD (19H30)
Dia 13-02-19
SC Horta - Arsenal (21H00)
16.ª Jornada
Dia 06-02-19
Madeira SAD - Ismai (19H00)
Sporting - Águas Santas (20H00)
Dia 27-02-19
AA Avanca - AC Fafe (21H00)
17.ª Jornada
Dia 13-02-19
AC Fafe - Sporting (21H00)
18.ª Jornada
Dia 19-01-19
CCR Fermentões 21 – 29 Madeira SAD
Boa Hora 27 – 28 Ismai
AA Avanca 22 – 38 Benfica
SC Horta 14 – 33 Águas Santas
ABC 26 – 26 Belenenses
Dia 26-01-19
Arsenal - AC Fafe (21H00)
Dia 06-03-19
Sporting - FC Porto (20H00)

Numa prova, que têm tudo menos regularidade, pois já são inúmeros os jogos adiados e outros antecipados, e até as inversões de pavilhão existem, a crónica de hoje, é realizada sobre os encontros da 18.ª Jornada que se realizaram. Mas face aos resultados que se têm verificado mantemos a nossa ideia de a mesma têm excesso de clubes para o desenvolvimento do Andebol no nosso País, provocando difíceis e por vezes insanáveis problemas de planeamento. Foi uma jornada onde foram confirmados grande parte dos resultados da 1.ª volta, e existiu um jogo com ocorrências disciplinares.

ABC 26 – 26 Belenenses

Jogo disputado no pavilhão Flávio Sá Leite, que se apresentou com algum público, tivemos na nossa opinião o jogo de maior relevância desta jornada, sendo um dos encontros que foi diferenciado do ocorrido na jornada homóloga da 1.ª volta, mas que terminou com o registo de ocorrências disciplinares. Tivemos um encontro equilibrado, na maior parte do tempo, mas foi um encontro com pouca dinâmica, em especial durante os primeiros 30 minutos, com alguma melhoria no segundo tempo, mas pouco significativa, pois foi um encontro com pouco ritmo e demasiado pausado por ambos os conjuntos, provavelmente face ao resultado que seria conveniente para cada equipa, e à discussão que está em jogo, de um lugar nos 6 primeiros, deve-se acima de tudo destacar a prestação de Humberto Gomes (36% de eficácia) na baliza do ABC, que foi disfarçando algumas debilidades da sua equipa, pelo lado Belenenses, Roney Franzini (23% de eficácia), na baliza, também ia disfarçando, mas mesmo assim com menos eficácia, que o seu adversário de posto. No entanto o elevado número de Faltas técnicas existentes de cada equipa teve influência no resultado final. A máxima diferença existente no resultado entre as duas equipas registou-se aos 43 minutos quando o ABC vencia por 19-16, de pois de ao intervalo o Belenenses estar na frente do marcador por 12-11, mas os homens do Belenenses, realizando um jogo de risco, apesar da falta técnica de Nelson Pina cerca dos 55 minutos com o resultado favorável à sua equipas (24-23), e que permitiu mais uma igualdade, agora a 24 golos, com um extraordinário golo de André Rei (5 golos, 71% de eficácia). Na equipa do ABC de destacar o bom jogo de António Ventura (8 golos, 80% de eficácia), pelo ABC, a grande maioria de 1.ª linha, quando o seu verdadeiro 1.º linha em jogo Miguel Batista apenas teve 5 golos (83% de eficácia), por sua vez no Belenenses, na nossa opinião o experiente Bruno Moreira com 6 golos (100% de eficácia, 4 em 4 de 7 metros), esteve bem acompanha do pelo jovem Tiago Ferro (7 golos, 100% de eficácia), já que Nuno Roque, que esteve abaixo do que pode e sabe, apenas demonstrou a sua experiência no aproveitamento nos segundos finais do primeiro tempo, quando concretizou o 12.º golo da sua equipa. Com esta igualdade a luta pelos 3 lugares de acesso, não contando com o Sporting, Benfica e FC Porto, e irá estar bastante “acesa”, passe o termo. Foi dirigido pela dupla de Aveiro, composta por Mário Coutinho e Ramiro Silva, que tiveram um critério disciplinar algo flutuante, e francamente mal no jogo passivo, no entanto estiveram bem na nossa opinião na marcação dos 7 metros.

AA Avanca 22 – 38 Benfica

No Pavilhão da Luz, tivemos o AA Avanca / Benfica, por inversão de Pavilhão e que se apresentou, com um número razoável de público, para o que é normal, neste pavilhão. Foi um encontro que apenas foi equilibrado até cerca dos 10 minutos quando se registava, uma igualdade a 6 golos, como o Benfica a assumir o comando do marcador de imediato (7-6), para a AA Avanca sofrer um parcial de 5-0, entre os minutos 13 (8-7) e 24 (13-7), e aqui ficou resolvido o encontro, com o intervalo a chegar com o Benfica na frente do marcador por 16-9. Uma referência especial para Miguel espinha na baliza do Benfica (37% de eficácia), e para Luís Silva (29% de eficácia), que jogou no segundo tempo na baliza do Avanca. A diferença de qualidade dos planteis ditou o resto do jogo, pois o técnico do Benfica, pode fazer rodar toda a sua equipa, sem perder nem qualidade, nem eficácia, entre na AA Avanca, com um plantel mais inexperiente, e mais curto, quando retira os seus principais jogadores começa a perder qualidade, e aí o Benfica começa a fazer a diferença. pois esteve bem em termos defensivos e nas transições rápidas da defesa para o ataque, e o resultado foi-se acumulando com o diferencial a ir aumentando. E aos 50 minutos de jogo, tínhamos o resultado em 32-18 a favor do Benfica (fazemos aqui um parêntesis, para dizer que não compreendemos a falta de tempo indicativo de jogo, durante a transmissão), uma palavra para o lutador Nuno Carvalho (7 golos, 78% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros) nos 6 metros, que foi o melhor marcador da AA Avanca, e não podemos deixar de esquecer a grande qualidade do francês Kevynn Nyokas (63% de eficácia), a jogar a fazer jogar e a marcar, destacando ainda a garra e a qualidade de João Pais (7 golos, 88% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros) e de Alexandre Cavalcanti (7 golos, 70% de eficácia, 3 em 4 de 7 metros), que foram os principais marcadores da equipa, que teve 11 jogadores a marcarem golos. Este foi um dos resultados confirmados em relação á primeira volta, com esta vitória o Benfica, continua a ser um dos principais candidatos é vitória, nesta 1.ª Fase da Prova. Jogo dirigido pela dupla madeirense constituída por Gonçalo Aveiro / Hugo Fernandes, que foi coerente na sanção progressiva, e nos 7 metros, acabando por realizar em nossa opinião uma arbitragem bem positiva.

O Jogo Boa Hora / Ismai, disputou-se no Pavilhão Fernando Tavares, que foi um dos encontros que terminou com o resultado mais equilibrado, e ao mesmo tempo foi um resultado rectificado em relação ao sucedido na 1.ª volta. Na prática foi um encontro com a equipa maiata a dominar o jogo e o marcador durante a maior parte do tempo, chegando ao intervalo a vencer por um surpreendente 17-10, que é completamente esclarecedor da sua superioridade neste período de jogo. No segundo tempo ainda chega aos 8 golos de vantagem quando aos 36 minutos vencia por 20-12, e sofre a desqualificação de Hugo Santos, e um parcial de 7-1, com o Boa Hora a aproveitar e bem as superioridades numéricas de que dispôs e cerca dos 47 minutos de jogo, o Ismai vencia por 21-19, para o encontro se tornar de grande equilíbrio nos minutos finais, com uma igualdade a 27 golos, cerca dos 59 minutos e 20 segundos, com o Boa Hora a solicitar um time OUT de equipa, apara sofre o 28 golo, nos momentos finais do encontro. André Alves com 10 golos (83% de eficácia, 7 em 8 de 7 metros), e Rui Barreto (5 golos, 83% de eficácia), a serem os seus melhores marcadores e com António Ribeiro na baliza a ser o seu mais produtivo guarda-redes com 21% de eficácia, por sua vez Délcio Pina (9 golos, 69% de eficácia), foi o principal marcador do Ismai, que teve 11 jogadores a marcarem golos, e possuiu na baliza guarda-redes, com maior eficácia, Ricardo Castro com 27% e Manuel Borges com 21%.

O CCR Fermentões / Madeira SAD, realizou-se no Pavilhão Fernando Távora em Fermentões, que se apresentou com uma afraca assistência, tivemos um encontro, praticamente de sentido único, pois a equipa insular começou a vencer cerca dos 2 minutos de jogo, para apesar da excelente resposta do CCR Fermentões que jogou de igual para igual, o intervalo chegou com a equipa insular na frente do marcador por 13-11, que reflecte o que se passou na realidade. No segundo tempo a partir dos 45 minutos de jogo, começou a verificar-se a diferença entre as equipas com o diferencial no resultado a aumentar e cerca dos 53 minutos de jogo, já era de 8 golos (25-17, a favor do Madeira SAD), que não mais perdeu o controlo do jogo e do marcador. No CCR Fermentões, uma palavra para o seu guarda-redes Pedro Carvalho (23% de eficácia), e para Gonçalo Areias (7 golos, 70% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), que foi o seu melhor marcador, no Madeira SAD tivemos Gustavo Capdeville (28% de eficácia), e Luís Carvalho (33% de eficácia) na baliza, e Francisco Pereira (7 golos, 100% de eficácia), e Bruno Landim (6 golos, 60% de eficácia), como melhores marcadores. Com este resultado da equipa insular, a luta por um lugar de acesso no grupo A continua.

Na Horta, disputou-se o SC Horta / Águas Santas, que foi mais encontro onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta, e tivemos mais um encontro de sentido único, com a equipa do Águas Santas, cerca dos 10 minutos jogo na frente do marcador por 7-2, para aos 22 minutos de jogo, já estar a vencer por 11-4, o espelha bem a diferença entre as equipas, para o intervalo chegar com os maiatos a vencer por 14-4, o que em termos de Andebol 1, reforça o que temos dito, pois incompletamente injustificável que uma equipa nesta prova, apenas concretize 4 golos, durante 30 minutos. No segundo tempo uma nova boa entrada da equipa maiata, coloca o marcador cerca dos 39 minutos em 22-7, para o Águas Santas continuar a dilatar a sua vantagem e a gerir o seu plantel, e aos 45 minutos vencia por 25-9, para aos 58 minutos de jogo, se registar o maior diferencial de todo o encontro, quando o marcador assinalava 32-13, a favor dos maiatos, diferencial com que terminou o encontro, que com esta vitória continua a colocar os maiatos inteiramente na discussão pelo Grupo A, enquanto o SC Horta, continua numa situação difícil. De assinalar que o melhor marcador do SC Horta, não passou dos 3 golos (Pavel Hernandez), enquanto no Águas Santas, Pedro Cruz com 7 golos, Mário Lourenço, e Nuno Pimenta, ambos com 6 golos, foram os seus melhores marcadores.

Classificação actual – 1.º FC Porto (52 pontos), 2.º Benfica (-1 jogo, 47 pontos), 3.º Sporting (-2 jogo, 46 pontos), 4.º ABC, e Águas Santas (-1 jogo) (42 pontos), 6.º Belenenses (42 pontos), 7.º Madeira SAD (-2 jogos, 36 pontos), 8.º Boa Hora (+1 jogo, 33 pontos), 9.º Ismai (-1 jogo, 32 pontos), 10.º AA Avanca (-1 jogo, 27 pontos), 11.º CCR Fermentões (25 pontos), 12.º SC Horta (-1 jogo, 21 pontos), 13.º AC Fafe (-3 jogos, 19 pontos), 14.º Arsenal (- 1 jogo, 17 pontos). 

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XXXV


26.º MUNDIAL SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA / ALEMANHA
FASE PRELIMINAR

Terminou a Fase Preliminar (60 jogos) do 26.º Mundial de Seniores Masculinos, que está a decorrer na Dinamarca e na Alemanha até ao dia 27 de Janeiro de 2019.

Felizmente para Portugal desta vez tivemos transmissões, em directo pela Sport TV (que segundo informação da própria IHF, transmitirá todos os jogos) o que se saúda, apesar da lata de informação de quem de direito a devia fazer. O que significa que não haverá transmissões em livestream, para Portugal.

A representação Nacional, esteve a cargo do delegado da IHF, António Goulão, e da dupla internacional da Madeira, constituída por Duarte Santos / Ricardo Vieira.

Arbitragem

Delegados
António Goulão, nesta Fase preliminar esteve presente nos seguintes encontros:

Islândia – Croácia (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Bahrein – Espanha (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Macedónia – Bahrein (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Croácia – Japão (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Espanha – Islândia (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Islândia – Bahrein (Grupo (B) – (Oficial Técnico)
Croácia – Macedónia (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Espanha – Japão (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Japão – Islândia (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Croácia – Bahrein (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Macedónia – Espanha (Grupo B) – (Oficial Técnico)
Bahrein – Japão (Grupo B) - (Oficial Técnico)
Macedónia – Islândia (Grupo B) - (Oficial Técnico)
Espanha – Croácia (Grupo B) - (Oficial Técnico)

Árbitros
A dupla Duarte Santos / Ricardo Vieira, esteve presente nos seguintes jogos:

Chile – Dinamarca (Grupo C)
Angola – Qatar (Grupo D)
Suécia – Argentina (Grupo D)
Hungria – Qatar (Grupo D, reserva)
Argentina – Egipto (Grupo D, reserva)
Suécia – Angola (Grupo D, reserva)
Hungria – Egipto (Grupo D)
Áustria – Tunísia (Grupo C)

França – Campeã em Titulo

A Ronda Preliminar – Foi constituída por 4 grupos de 6 equipas, e disputou-se de 11 a 17 de Janeiro – Mercedes-Benz Arena (14,800) em Berlim (Grupo A), Olympiahalle (12,000 lugares) em Munique (Grupo B), Jske Bank Boxen (15,000 lugares) em Herning (Grupo C), e no Royal Arena (13,700 lugares), em Copenhaga (Grupo D). Sendo apuradas para a Main Round os três (3) primeiros classificados de cada grupo, sendo constituídos dois grupos, Grupo I (junta os apurados de do Grupo A e do Grupo B, Grupo II (junta os apurados de do Grupo C e do Grupo D. As equipas classificadas do 4.º, ao 6.º ao lugar em cada Grupo, disputarão os lugares classificativos, e a denominada President´S CUP.

Este campeonato, está disputado com forte componente de Marketing, e com apoio em todas as redes sociais, o que leva a que o número de espectadores presentes na grande maioria dos jogos seja simplesmente espantosa, com uma moldura humana digna de uma prova desta envergadura, tendo logo nos jogos de abertura entre 12,500, e 13,500 espectadores (notável). Com excelentes molduras humanas em quase todos os encontros.

E com uma exibição do guarda-redes da Dinamarca Landim que atingiu a surpreendente eficácia de 71%, num encontro, notável. A prova começa com a sensacional vitória da lusófona Angola sobre o Qatar, no Grupo D, e com o não menos surpreendente empate da Argentina diante a Hungria, igualmente no Grupo D, de realçar a igualdade no encontro entre a Sérvia e a Rússia, e a grande dificuldade sentida pela França para levar de vencida o Brasil no Grupo A. Mais surpresa e das grandes com a vitória do Chile sobre a Europeia Áustria, com a clara vitória da Alemanha sobre o Brasil, e por aquilo a que temos assistido, parece-nos que a equipa Alemã, está a ser protegida, para chegar o mais longe possível na prova. No 5.º dia da prova, tivemos, mais uma grande surpresa, que foi a vitória do Brasil sobre a Sérvia (equipa que eliminou Portugal, no Play Off), e ainda o fabuloso empate entre a Rússia e a Alemanha, já que a vitória do Egipto sobre a Argentina, foi uma vitória difícil mas normal, tal como a vitória da Croácia sobre a Macedónia. Tivemos ainda posteriormente a sensacional vitória do Brasil sobre a Rússia, e com uma igualdade entre a Alemanha e a França, que poderá vir a ter influência na ronda seguinte da prova. Tivemos ainda a igualdade entre a Hungria e o Egipto, e a difícil vitória da Suécia sobre o Qatar. Para no último dia, onde se definia as classificações finais, o sensacional apuramento do Brasil, que assim, obtém desde já a sua melhor classificação de sempre, ao vencer com alguma facilidade a Coreia Unificada. Nova derrota de Angola diante do Egipto, que com esta vitória garantiu um lugar na Main Round, a difícil vitória do Qatar, sobre a Argentina, e a vitória da Croácia sobre o Campeão Europeu em título a Espanha. Das equipas Europeias presentes, 9 estão apuradas para a Main Round.

Ficaram apurados para a Main Round as seguintes equipas:

Grupo A – França, Alemanha, e Brasil.
Grupo B – Croácia, Espanha, e Islândia.
Grupo C – Dinamarca, Noruega, e Tunísia.
Grupo D – Suécia, Hungria, e Egipto.

Constituição dos Grupos na Main Round

Grupo I – Croácia (4 pontos), Alemanha, e França (3 pontos), Espanha (2 pontos), Islândia e Brasil (0 pontos)
Grupo II – Dinamarca, e Suécia (4 pontos), Noruega (2 pontos), Hungria, e Egipto (1 ponto), Tunísia (0 pontos).

Disputa-se entre 19 e 23-01-19

Nota – Os pontos indicados, são os pontos que transitam duma Fase para a outra.

Ficaram apurados para a President’s CUP as seguintes equipas:

Grupo A – Rússia, Servia, e Coreia.
Grupo B – Macedónia, Bahrein, e Japão.
Grupo C – Chile, Áustria, Arabia Saudita.
Grupo D – Qatar, Argentina, e Angola.

Disputa-se entre 19 e 20-01-19

1/2 Finalem 25 de Janeiro, em Hamburgo.
5.º ao 8.º Lugar – em 26 de Janeiro, em Herning.
3.º e 4.º Lugarem 27 de Janeiro, em Herning.
Final em 27 de Janeiro, em Herning.

O Noticias

Informação – Formação


III SEMINÁRIO NACIONAL
“CRESCER PARA VENCER”

No próximo dia 15 de Junho de 2019 a Unidade Orgânica de Desporto da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, vai organizar no Centro Náutico de Montemor o Velho o 3.º Seminário Nacional “Crescer para Vencer”.

Este Seminário destina-se a Treinadores, Dirigentes, Professores Educação Física entre outros Técnicos ligados ao fenómeno desportivo.

No caso de desejarem receber informações sobre o mesmo queiram por favor solicitar pelo email: montemorovelhoformacao@gmail.com

Esta acção de Formação vai contar com Unidades de Créditos do IPDJ. 

O Noticias

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

PO14 e PO15 – Encontros Nacionais de Infantis Femininos e Masculinos – 2018 /2019 - II


Finalmente através do CO N.º 51 (17-01-19), e como já tínhamos referido e previsto, numa primeira análise ao CO N.4 (05-07-18), e posteriormente aos CO N.º’s 15 e 23, e finalmente ao 41, onde foi indicada a estrutura inicial da prova, com a indicação de que à posterior iria ser indicada, a estrutura final, em conta que os períodos de duração dos Encontros Regionais era mais alargado, com data limite de 15-11-18, devendo estar concluídas até 12-05-19, a estrutura seria bastante mais tarde que o desejável, e a prova esta no CO N.º 41 de 21-11-18, onde se diz que os apuramentos, serão divulgados mais tarde, pois ainda existem muitas duvidas em relação ao número de clubes participantes em algumas zonas, nada que não estivéssemos à espera, mesmo com o alargamento do período para os Encontros Regionais. Para no CO N.º 51, informar que existem novas datas de realização, bem como divulga os apuramentos e os locais.

Continuamos a discordar do estabelecimento de um número máximo de equipas por prova, pois consideramos que normalmente esses números acabam algumas vezes por ultrapassados, além de que tratando-se de Encontros Nacionais, não existe justificação para tal facto, que na nossa opinião é limitativo e prejudicial ao desenvolvimento da modalidade.

Prova Feminina, PO14 – Limitada a 24 equipas, de 04 a 07-07-19

Zona 1 Braga / Vila Real – Apura previsivelmente 2
Zona 2 Porto - Apura previsivelmente 4
Zona 3 Viseu - Apura previsivelmente 2
Zona 4 Aveiro - Apura previsivelmente 4
Zona 5 Leiria / Santarém - Apura previsivelmente 3
Zona 6 Lisboa / Setúbal - Apura previsivelmente 4
Zona 7 Algarve - Apura previsivelmente 2 + Organizador
Zona 8 Madeira - Apura previsivelmente 2

Foram constituídas, 8 zonas (incluindo as equipas da Região Autónoma da Madeira), sem alterações em relação à última época. Com a atribuição de um dos lugares á Associação organizadora, (neste caso AA Algarve)

Prova Masculina PO15 – Limitada a 32 equipas, de 04 a 07-07-19

Zona 1 Braga / Vila Real – Apura previsivelmente 3
Zona 2 Porto - Apura previsivelmente 6
Zona 3 Viseu / Guarda - Apura previsivelmente 2
Zona 4 Aveiro - Apura previsivelmente 3
Zona 5 Leiria - Apura previsivelmente 2
Zona 6 - Santarém / Portalegre - Apura previsivelmente 2
Zona 7 Lisboa - Apura previsivelmente 4
Zona 8 Setúbal - Apura previsivelmente 2

Zona 9 Algarve - Apura previsivelmente 3 + Organizador
Zona 10 Madeira - Apura previsivelmente 2
Zona 11 Açores - Apura previsivelmente 2

Foram constituídas, 11 zonas (incluindo as duas zonas das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores), sem alterações em relação à última época. Com a atribuição de um dos lugares á Associação organizadora, (neste caso AA Algarve)

Local dos Encontros - Portimão

Hoje e conforme o explicado no nosso texto sobre o tema, como já está definido o número de apurados por Zona, embora com atraso, pois a data limite era 28-12-18.

As Associações a quem foram delegadas as respetivas competências, têm como data limite de 12-05-19, para concluir as respectivas provas.

Até ao momento, não existe qualquer definição sobre os previsíveis quadros competitivos, bem como se existirão as chamadas outras actividades paralelas, que foram um dos grandes êxitos nas últimas épocas, pois as mesmas, pelo que nos foi dado a perceber transformaram estes encontros em verdadeiras festas do Andebol, e assim esperamos que continuem.

O Formador

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 34 – 2018 / 2019 – I


Crónica intermédia de fim-de-Semana, sobre a PO01, devido á realização de uma jornada a meio da semana.

PO01 – Campeonato Andebol 1 Seniores Masculinos.

1.ª Fase
15.ª Jornada
Dia 04-03-19
Benfica - Madeira SAD (19H30)
Dia 13-02-19
SC Horta - Arsenal (21H00)
16.ª Jornada
Dia 06-02-19
Madeira SAD - Ismai (19H00)
Sporting - Águas Santas (20H00)
Dia 27-02-19
AA Avanca - AC Fafe (21H00)
17.ª Jornada
Dia 16-01-19
Belenenses 27 – 33 Madeira SAD
Ismai 22 – 21 CCR Fermentões
Benfica 33 – 17 Boa Hora
Águas Santas 37 – 18 Arsenal
ABC 41 – 18 SC Horta
FC Porto 39 – 18 AA Avanca
Dia 13-02-19
AC Fafe - Sporting (21H00)

Iremos escrever apenas sobre os jogos relativos à 17.ª Jornada, que se disputaram hoje (16-01-19), pois esta Fase da Prova, está em completo “descontrolo”, tantos são os jogos adiados, como por vezes os antecipados, pelos mais diversos motivos, mas na nossa opinião o maior problema reside no excesso de clubes nesta divisão, e aos difíceis problemas de planeamento. Foi uma jornada onde foram confirmados todos os resultados da 1.ª volta, e existiu um jogo com ocorrências disciplinares.

Belenenses 27 – 33 Madeira SAD

No Pavilhão Acácio Rosa. Que se apresentou com pouco público, tivemos na nossa opinião o jogo de maior relevância desta jornada. Mas que acabou por totalmente comandado, pela equipa Madeirense, que impôs o ritmo de jogo que mais lhe convinha, e a que o Belenenses não soube responder, apesar de ter em Miguel Moreira (31% de eficácia) na Baliza um dos seus principais elementos, e em Nuno Roque (11 golos, 73% de eficácia) o seu elemento mais esclarecido, cometendo em especial no primeiro tempo um número de falhas técnicas que não é usual, com o seu técnico a tudo tentar para altera o rumo do jogo, alterando por diversas vezes o seu sistema defensivo, indo desde o 6:0, até ao 4:2 ou 5:1, mas parecendo que hoje era dia não, e o intervalo chega com o Madeira SAD, na frente do marcador por 16-10, Madeira SAD que conseguiu sempre ou quase sempre evitar as ligações entre a 1.ª e a 2.ª linha do Belenenses e que contou com Gustavo Capdeville (34% de eficácia) em bom plano, assim como o jovem Francisco Pereira (9 golos, 82% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), a jogar a fazer jogar, igualmente em bom plano, tendo ainda um Ruben Sousa a realizar um excelente jogo (8 golos, 100% de eficácia). No segundo tempo o Madeira SAD recuou as suas linhas defensivas, permitindo ao Belenenses, alguma recuperação no marcador que chegou a ser de 9 golos de vantagem à passagem dos 39 minutos quando a equipa insular vencia por 22-13. Difícil, falarmos sobre a classificação destas equipas pois o número de jogos em atraso, vai certamente provocar algumas alterações, pois o Madeira SAD, têm dois jogos em atraso, que neste encontro confirmou o resultado obtido na 1.ª volta. Foi dirigido pela dupla internacional de Leiria, composta por Eurico Nicolau e Ivan Caçador, que realizou uma prestação arbitral bastante positiva, num jogo, pautado pelo extraordinário comportamento dos seus intervenientes.

Na Luz realizou-se o Benfica / Boa Hora, disputado num pavilhão quase sem público, para a 1.ª Divisão Nacional, que foi um jogo de sentido único, com o Benfica a comandar o jogo e o marcador, vencendo o encontro sem qualquer contestação, e confirmando o resultado ocorrido na 1.ª volta. No final do primeiro tempo o resultado já era completamente esclarecedor com o Benfica a vencer por 18-7, para nos segundos 30 minutos indo progressivamente aumentar o diferencial que chegou a ser de 18 golos (32-14), cerca dos 57 minutos. Com esta vitória o Benfica continua na discussão dos primeiros lugares nesta Fase da Prova, e contou neste jogo, com as excelentes prestações dos seus guarda-redes, pois quer Hugo Figueira (50% de eficácia), quer Miguel Espinha (56% de eficácia), estiveram muito bem pois por sua vez os seus colegas de posto no Boa Hora, prestações que não contribuíram em nada para um melhor resultado da sua equipa, sendo o melhor dos três usados, o experiente António Ribeiro (13% de eficácia). A gestão do Plantel do Benfica resultou, em 12 jogadores a marcarem golos, com Nyokas (83% de eficácia), e Alexandre Cavalcanti (50% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), foram os seus principais marcadores com 5 golos. Por sua vez o melhor marcador do Boa Hora não foi além dos 4 golos, e foi Tiago Figueiredo (100% de eficácia). Com esta nova derrota dificilmente a equipa do Boa Hora, poderá discutir um lugar no Grupo A na Fase seguinte da prova.

No Dragão Caixa, que se apresentou com menos público do que o norma, tivemos o FC Porto / AA Avanca, que foi mais um encontro onde foi confirmado o resultado da 1.ª volta, e que terminou com a esperada vitória do FC Porto, apesar da sua entrada em jogo, ser passiva, e adormecida, de tal forma que o seu técnico solicitou um time Out, cerca dos 11 minutos, quando o resultado era uma igualdade a 6 golos, ainda se repetiu aos 7 golos, para a partir desse momento a equipa do FC Porto, altera completamente a sua postura em jogo, e assumir o seu comando na totalidade, realizando um parcial 7-0, entre os 17 e os 26 minutos, para chegar ao intervalo a vencer por 17-10, com uma AA Avanca em nítida quebra anímica. No segundo tempo o FC Porto, não abrandou o ritmo de jogo, e apenas permitiu que a equipa da AA Avanca, concretizasse apenas 8 golos, e tivesse um novo período em que sofre um parcial de 9-0, entre 42 e os 52 minutos, com o FC Porto a estabelecer uma diferença final de 21 golos. Uma referência para presença do jovem de Francisco Oliveira na baliza do FC Porto (40% de eficácia), depois de ter substituído Alfredo Quintana (38% de eficácia). Na equipa do FC Porto, com 12 jogadores a marcarem golos, o que diz bem da gestão realizada pelo seu plantel, António Areia com 6 golos (86% de eficácia, 4 em 4 de 7 metros), foi o seu principal marcador. Na AA Avanca, com os seus guarda-redes, abaixo do desejado, o seu melhor marcador, não passou dos 4 golos (Nuno Carvalho, 80% de eficácia, 1 em 2 de 7 metros). O FC Porto, mantêm-se assim no comando da classificação nesta Fase da Prova.

Na Maia, disputou-se o Ismai / CCR Fermentões, que foi o encontro mais equilibrado da jornada, apesar da vitória do Ismai, a confirmar a vitória da primeira volta, sendo também o único com ocorrências disciplinares. O equilíbrio manteve-se durante os 60 minutos, com o resultado ao intervalo a ser o espelho puro desse equilíbrio, com o Ismai a vencer por 11-10. No segundo tempo o CCR Fermentões, deu a volta ao marcador e aos 37 minutos vencia por 15-12, para aos 55 minutos ainda estar na frente do marcador por 20-19, e ainda colocando o marcador em 21-19, para sofrer um parcial de 3-0, nos minutos finais que deram a vitória a equipa maiata, pela diferença mínima. No Ismai, Ricardo Castro na baliza com 32% foi um dos seus principais elementos, mas superado por Pedro Carvalho de 40% de eficácia, na baliza do CCR Fermentões. Hugo Santos com 9 golos (82% de eficácia, 3 em 4 de 7 metros), a ser o melhor marcador do Ismai, e com José Pintos com 6 golos (60% de eficácia, 6 em 6 de 7 metros), a ser o melhor marcador do CCR Fermentões.

No Pavilhão do Águas Santas, realizou-se o Águas Santas / Arsenal, jogo, que confirmou o resultada da primeira volta, e que estranhamente teve uma fraquíssima assistência. Encontro em que o Arsenal conseguiu equilibrar, o jogo e o marcador até cerca dos 15 minutos, momento em que se registava uma igualdade a 6 golos, mas a partir desse momento o Águas Santas assume o comando do jogo e do marcador, realizando um parcial de 6-0, entre os 19 e os 25 minutos, colocando resultado em 15-7 a seu favor, e terminou a boa prestação que o Arsenal vinha realizando, para o intervalo chegar com os maiatos a vencer por 18-9. No segundo tempo a diferença de planteis foi notória e a equipa maiata foi aumentando o diferencial. Apesar de tudo o Arsenal que não foi ainda desta vez que obteve os seus primeiros pontos positivos na prova, por outro lado o Águas Santas com esta vitória, iguala o Belenenses embora tendo menos um jogo, em termos pontuais na tabela classificativa. Na Baliza do Águas Santas, mais uma vez o experiente António Campos com 59% de eficácia, foi uma das sua figuras, com a sua equipa a ter 14 jogadores a marcarem golos, sendo Pedro Cruz com 10 golos (63% de eficácia, 1 em 3 de 7 metros), a ser o seu principal marcador, uma referência para Nuno Brito na baliza do Arsenal com 33% de eficácia, com os seus melhores marcadores a não irem além dos 4 golos (Miguel Gomes, 50% de eficácia, e Pedro Pando, 67% de eficácia).

No Flávio Sá Leite, tivemos o ABC / SC Horta, que se apresentou, na nossa opinião “despido” de público. Tivemos um encontro de sentido único, com a equipa bracarense a comandar o jogo e o marcador durante os 60 minutos, de tal forma aos 15 minutos de jogo já vencia poe 11-3, para chegar ao intervalo a vencer por 19-8, após um parcial de 4-0, nos minutos finais do primeiro tempo. No segundo tempo não se registaram alterações, embora o ABC, tenha gerido o seu plantel, realizando um parcial de 9-0, entre os 43 e os 55 minutos de jogo, colocando o resultado em 37-14. Este resultado permitiu, que o ABC utilizasse os seus 3 guarda-redes, com Carlos Oliveira a ter 50% de eficácia, e a ter 12 jogadores a marcarem golos, com Dario Andrade (100% de eficácia), e Francisco Silva (55% de eficácia), a serem os seus principais marcadores com 6 golos, com José Silva no SC Horta ser o seu melhor marcador com 5 golos (83% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), mas eficácia dos seus guarda-redes, desta vez, esteve abaixo do normal, sendo Tiago Braga com 18% de eficácia, o seu elemento mais eficaz. O ABC com esta vitória mantêm-se na discussão pelos lugares de acesso ao Grupo A, por sua vez o SC Horta, embora com menos um jogo, continua nos últimos lugares da tabela classificativa.

Classificação actual – 1.º FC Porto (+1 jogos, 52 pontos), 2.º Sporting (-1 jogo, 46 pontos), 3.º Benfica (- 1 jogo, 44 pontos), 4.º ABC (17 pontos), 5.º Águas Santas (-1 jogo), e Belenenses (39 pontos), 7.º Madeira SAD (-2 jogos, 33 pontos), 8.º Boa Hora (+1 jogo, 32 pontos), 9.º Ismai (-1 jogo, 29 pontos), 10.º AA Avanca (-1 jogo, 26 pontos), 11.º CCR Fermentões (24 pontos), 12.º SC Horta (-1 jogo, 20 pontos), 13.º AC Fafe (-2 jogos, 19 pontos), 14.º Arsenal (17 pontos). 

O Banhadas Andebol