gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 12 de janeiro de 2014

A Propósito do… Europeu Sub 20 Masculino – 2014 – II

TORNEIO DAS 4 NAÇÕES
"Portugal em último Lugar"
 
Decorreu na Alemanha de 10 a 12-01-14, o chamado Torneio das 4 Nações, com a participação da Seleção de Juniores A Masculina. 
Entendemos esta participação como fazendo parte integrante do plano de preparação para a disputa do Grupo 8 dos Torneios de Apuramento para o Europeu de Sub 20 Masculino, cuja Fase Final vai decorrer de 24 de Julho a 3 de Agosto de 2014 na Áustria. 
Nota – Os Grupos 1 a 5 apuram as duas primeiras Classificadas, enquanto os Grupos 6 a 8 apenas apura o 1.º Classificado.
 
O Torneio foi disputado com a participação das equipas da França e Espanha além de Portugal. E como de costume iniciamos a nossa participação com uma ampla derrota frente a equipa organizadora a Alemanha. Sem muitos comentários mas lendo o se escreveu no sitio da FAP e olhando para o Boletim de Jogo (Parabéns pela sua divulgação), rapidamente se pode concluir, que a ampla derrota sofrida foi aceite com “Fair Play”, chegando ao ponto de se dizer que no segundo período se fez gestão do plantel, nós perguntamos, porquê não valia a pena a minimização da derrota? Se ao fim do primeiro período já se perdia por 14-9, então faz-se gestão do plantel e aceita-se a derrota… É um comentário que contraria o comentário do próprio selecionador e que transcrevemos parte “…é uma defesa com uma grande riqueza e também o guarda-redes deles tem muita qualidade. Foi um jogo onde lutámos com as armas que tínhamos para contrariar o resultado e para que a Alemanha não conseguisse um resultado expressivo e fomos muito briosos na conquista do melhor resultadoNo final em que ficamos? Pela nossa parte, nem mais um comentário acerca deste jogo. o 2.º Jogo contra a França sofremos ova derrota  e mais uma vez por números perfeitamente claros. Portugal apenas durou até aos 7-7 depois acabou e ao intervalo já perdia por 14-10 e mais uma vez defrontámos uma equipa de envergadura física superior e nunca arranjamos antidoto para a mesma. No último jogo do torneio e mais uma derrota, desta vez diante a equipa de Espanha, sofrendo nova e pesada derrota e mais uma vez por um diferencial de 11 golos, que foi uma constante em todos os jogos. E mais uma vez não “fugimos” ao último lugar da classificação final e apenas esperamos que esta participação tenha justificado o investimento para que na disputa dos jogos do Grupo 8 de qualificação para o europeu de Sub 20 os resultados sejam bem mais positivos.  

Resultados
1.ª Jornada
França 27 – 26 Espanha
Alemanha 28 – 17 Portugal
2.ª Jornada
Portugal 17 – 28 França
Espanha 24 – 23 Alemanha
3.ª Jornada
Espanha 34 – 23 Portugal
Alemanha – França

Classificação Final:- 1.º ,2.º ,3.º e 4.º Portugal

A Classificação final global está pendente de se conseguir saber o resultado final do Alemanha / França, que atualizaremos logo que tenhamos conhecimento.
 
NotaApenas no 1.º jogo se fez a publicação do Boletim de jogo, depois, bem depois alguém se esqueceu, e no último jogo o “estado de atualização” manteve-se por tempos indefinidos
 
Banhadas Andebol

8 comentários:

Anónimo disse...

Falhamos outra vez sinceramente nada que me surpreenda numa equipa de COMPADRIOS, onde nao estao os jogadores que merecem mas sim aqueles que facultam dinh...........extra -andebol pois isto de fazer convocatorias por favor tem um Custo.....e agora espero que tenham Vergonha e se demitam ou ao menos que apostem noutras pessoas pois com isto o fracasso torna se normal.



Anónimo disse...

A culpa nunca é desse senhor. Ou é dos clubes que pararam de treinar ou é do tamanho ou é do frio ou é até das cuecas dos atletas. Haja dinheiro para gastar com os "melhores juniores" (será mesmo ou são só os que interessam convocar?!)

Anónimo disse...

Dizer mal para não ficarem calados. Jogamos contra 3 das 6 melhores seleções do mundo. Ja agora para me matar a curiosidade quem são os jogadores que faltam na convocatória? Será que temos tantos assim?
Não sei nada de compadrios, gostava de ver a seleção de alguns senhores que escrevem aqui.

Anónimo disse...

Os resultados das selecções, dos seniores aos juniores A e B, são a evidência que é necessário reflectir e mudar. Na formação: repensar o paradigma do andebol português, o planeamento a médio e longo prazo, fundar uma captação permanente, observar jogadores de Norte a Sul e um trabalho organizado de proximidade com os clubes, mais do que uma soma de contactos.

Por respeito ao trabalho em curso, aos atletas, aos investimentos pessoais e financeiros......Pouco releva para a solução a prazo, a crítica nada construtiva de uns ou a exaltação instalada do espírito de abnegação nacional e da esperança de um futuro promissor, de outros.

Com respeito pelas equipas técnicas das selecções, para além de relatórios, espera-se que os resultados conduzam a avaliações objectivas e identificação de responsabilidades. E consequências.

Não podemos ficar com a sensação quase permanente que estamos na fronteira da 2ª divisão europeia do andebol, algo deve ser feito a bem do Andebol nacional e da sua afirmação.

Aos atletas sucesso.

Anónimo disse...

A vida do selecionador Paulo Fidalgo não é tarefa fácil não só tecnicamente e o ranking de Portugal é baixo logo menos capacidade de ganhar internacionalmente e muito mais difícil quando os lobbies dentro da Federação a norte são constantes quer nas indicações de atletas, entradas para a universidade pais e associações a comandar e por fim os que não alinham ficam prejudicados..
Logicamente que não indo os melhores de momento e com mais futuro os resultados serão piores, quanto a perder por muitos!!! o selecionador que tira as respetivas consequências...
Mas assim não vamos a aldo nenhum...
Abraço

João Estrada disse...

Esperem até o Miguel Martins dar o seu contributo a esta selecção (a julgar pelas palavras do Paulo Fidalgo).

Este é um país de Dons Sebastiões e de memórias. Tempos houve em que tivemos um Resende ... mas da matéria de que esse era feito não há mais. Esgotou-se.

Agora vivemos na esperanças dos Ruis Silvas (que foi para o Barcelona e agora não está a render tanto) e dos Migueis Martins (que foi para o FCP e agora é o melhor do mundo e arredores).

Andamos aos papeis. A organizar sem critério. A não ouvir quem deve ser ouvido. A julgar que ser campeão na formação é a melhor coisa do mundo. E esquecemo-nos de tudo o resto. Do treino, do treino, do treino, mas sobretudo da competição a sério.

Talvez um dia. Talvez!

Anónimo disse...

Resende, rui... e acabou! Duda nunca ganhou nada ou fez evoluir... e continua com emprego certo! O Fidalgo tem que se calar...
Pensem no que evoluíram atletas estrangeiros e olhem para os "nossos"... E mais não digo porque estou exausto e desmotivado com tanto compadrio!!!

Anónimo disse...

Concordo com tudo o que aqui se vai dizendo e so tenho pena que nada se mude ,pois isto e como o governo os tubaroes fazem e desfazem e assim nao se vai a lado nenhum,ou melhor vao eles ……….