gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 15 – 2019 / 2020 – I

Crónica Intermédia de fim-de-semana, relativa aos jogos que se disputaram, e que diziam respeito à 7.ª jornada, e por antecipação à 9.ª Jornada do Andebol 1.

PO01 – Campeonato PLACARD Andebol 1 (1.ª Divisão Seniores Masculinos).

1.ª Fase
1.ª Jornada
Dia 26-10-19
SC Horta - Águas Santas (21H00)
2.ª Jornada
Dia 26-10-19
AA Avanca - Boa Hora (18H00) Artística TV/Andebol TV
7.ª Jornada
Dia 16-10-19
Benfica 33 – 25 Vitória FC
9.ª Jornada
Dia 16-10-19
Sporting 31 – 21 Belenenses
Boa Hora 29 – 33 FC Porto
Dia 19-10-19
Madeira SAD - Águas Santas (17H00) Andebol TV
AA Avanca - Vitória FC (18H00) Artística TV/Andebol TV
Ismai - SC Horta (19H00)
ABC - Boavista FC (17H30)
Benfica - FC Gaia (18H30) Benfica TV/Andebol TV

Crónica dedicada aos dois encontros que se realizaram por antecipação da 9.ª Jornada, e ao jogo em atraso da 7.ª Jornada, devido às participações nas competições Europeias de Clubes. Mais tivemos um encontro com inversão de pavilhão (Benfica / Vitória FC), parece que esta moda veio para ficar, e todos os encontros foram disputas sem ocorrências disciplinares, e com razoáveis assistências.

Sporting 31 – 21 Belenenses

Mais um clássico da modalidade, disputado no Pavilhão João Rocha, desta vez com os conjuntos completos, com todos os atletas disponíveis. Pavilhão que se apresentou com uma razoável moldura humana, e que teve a curiosidade da estreia pelo Sporting do reforço Marko Vujin (4 golos, 100% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), que demonstrou ainda estar pouco enquadrado com a realidade nacional, e com alguma lentidão de processos, embora a espaços a sua qualidade técnica demonstrasse ser uma mais-valia. Este encontro foi de grande equilíbrio até cerca dos 11 minutos (igualdade a 6 golos), para de seguida o Sporting passar para o comando do jogo e do marcador, com Manuel Gaspar na baliza a realizar uma excelente prestação com 42% de eficácia, e com a equipa da casa a defender bem, tornou-se difícil ao Belenenses, que jogou com um sistema defensivo aberto, segurar o ataque do Sporting, onde Pedro Valdez (8 golos, 80% de eficácia), esteve muito bem, no entanto a sua vantagem máxima durante este período de jogo foi de 4 golos, como por exemplo aos 25 minutos quando vencia por 13-9, chegando ao intervalo a vencer por 15-12, na equipa do Belenenses, onde os seus guarda-redes, estiveram com eficácias abaixo do esperado, Roney Franzini, que foi substituído aos 15 minutos de jogo por Diogo Valério, regressou aos 51 minutos para apresentar uma eficácia final de 25%, contra os 14% de Diogo Valério. Nesta equipa onde existe uma mistura de juventude com experiência, começou no segundo tempo a cometer mais falhas técnicas, o que permitiu ao Sporting, ir dilatando o marcador, também pelo mérito das suas acções atacantes, com 12 jogadores a marcarem golos, e com Valentin Ghionea (5 golos, 83% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), a ser um dos seus melhores marcadores, mas também se deve destacar a entrega e a qualidade do jogo ofensivo, que Carlos Ruesga (1 golo, 100% de eficácia), e Carlos Carneiro (1 golo, 50% de eficácia), imprimiram, por sua vez no Belenenses a qualidade de Nuno Roque (4 golos, 67% de eficácia), e de Pedro Sequeira (4 golos, 57% de eficácia), foram preponderantes no rendimento da equipa, que depois de sofrer um parcial de 4-0, entre os 33 minutos e os 38 minutos, com o resultado a ficar em 21-14, a favor do Sporting, que chegou a ter 11 golos de vantagem aos 59 minutos quando vencia por 31-20, de destacar a estreia pela equipa sénior do Sporting do jovem Duarte Seixas (1 golo, 100% de eficácia). Jogo dirigido pela dupla de Lisboa, constituída por Miguel Ventura e João Mendes, que apesar de estarem melhor do que a última vez que os vimos, continuam a não ter um critério uniforme na sanção progressiva, e nos livre de 7 metros.

No pavilhão Fernando Tavares, realizou-se o Boa Hora / FC Porto, onde a equipa do FC Porto, sentiu mais dificuldades do que esperava, apesar de ter realizado um encontro de contenção e gestão de recursos, mas diante de uma equipa jovem que pratica bom andebol, por vezes, pode sair caro, e assim durante os primeiros 30 minutos assistimos a um encontro de total equilíbrio, com o intervalo a chegar com uma surpreendente igualdade a 14 golos. No segundo tempo, O FC Porto fez valer a sua experiência, e qualidade, e foi progressivamente dilatando o resultado, que aos 50 minutos, vencia por 29-23, máxima diferença registada durante todo o encontro, com uma boa reacção da equipa do Boa Hora que aos 58 minutos colocou o resultado em 32-29. Poderemos dizer que a diferença do resultado se deve em especial, à diferente prestação dos guarda-redes, com Alfredo Quintana (42% de eficácia), e Thomas Bauer (32% de eficácia) contra os 23% de Miguel Moreira e de Tiago Rocha. Salvador com 7 golos (47% de eficácia), e Valter Soares (5 golos, 100% de eficácia), foram os melhores marcadores do Boa Hora. No FC Porto, onde 12 atletas marcaram golos, António Areia com 5 golos (83% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), foi o seu principal marcador.

Em Setúbal, no pavilhão Antoine Velge, tivemos o Benfica / Vitória FC, por inversão do pavilhão, que disputarão o encontro em atraso relativo à 7.ª jornada, que foi um jogo de sentido único com o Benfica a comandar o jogo e o marcador durante os 60 minutos, de tal forma que aos 7 minutos de jogo, já vencia por 6-1, para aos 14 minutos de jogo vencer por 11-4, e aos intervalo vencia pro 21.10, maior diferença registado nos primeiros 30 minutos, que é completamente esclarecedora da sua superioridade. Nos segundos 30 minutos depois de chegar aos 13 golos de vantagem aos 46 minutos (30-17), abrandou o ritmo entrou em gestão, e o Vitória FC foi diminuído a diferença até ao resultado final. Na baliza do Benfica Gustavo Capdeville (29% de eficácia), foi o mais rentável, enquanto nos jogadores de campo, onde 10 jogadores concretizaram golos, Francisco Pereira (7 golos, 78% de eficácia, 0 em 1 de 7 metros), e Petar Djordic (6 golos, 88% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros) foram os seus principais marcadores. Na baliza do Vitória FC, Alan Silva com 26% de eficácia, foi o mais produtivo, com Joaquim Nazaré (6 golos, 67% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Nikola Egic (6 golos, 60% de eficácia), foram os seus melhores marcadores.

Classificação após a realização destes jogos – 1.º FC Porto (+1 jogo), e Sporting (+1 jogo) (27 pontos), 3.º Benfica (22 pontos), 4.º Boa Hora (18 pontos), 5.º Ismai, Belenenses (+1 jogo), FC Gaia, e Madeira SAD (16 pontos), 9.º ABC (14 pontos), 10.º Águas Santas, (-1 jogo), e SC Horta (-1 jogo) (11 pontos), 12.º Boavista FC, Vitória FC, e AA Avanca (-1 jogo) (10 pontos). 

O Banhadas Andebol

PO40 – 2019/ 2020 – Campeonato Nacional Veteranos Masculinos e Femininos

CAMPEONATO NACIONAL DE VETERANOS

(MASCULINOS E FEMININOS)


A FAP emitiu o seu CO N.º 32 em 10-10-2019, sobre esta prova, alertando as Associações, para a necessidade urgente, de informação das mesmas sobre a organização ou não de Fases Regionais, e ao mesmo tempo que confirmem em definitivo quais os clubes participantes estabelecendo como data limite 31-10-2019.

 

O que lamentamos é que este apelo embora redigido de outra forma já constava, no CO N.º 24 de 06-09-2019, nomeadamente no seu ponto 12, mas parece que de pouco serviu, e viu-se na obrigação de um novo alerta, quando no seu CO N.º 25 de 06-09-19, já informa que só após o cumprimento do estabelecido nos CO’s anteriores poderá proceder à estrutura da prova.

 

Assim para esta prova, ainda não existe neste momento, qualquer previsão sobre a estrutura da prova, e se será cumprido o estabelecido no Regulamento Desportivo, e se a mesma será realizada nos dois géneros, pois na época anterior, também existia essa possibilidade e a omissão de informação sobre o tema foi uma constante.


O Noticias

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXXIV


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

FC PORTO (GRUPOS B) E SPORTING (GRUPOS C)
As nossas equipas que se encontram a participar na Liga dos Campeões Europeus Masculina, na Fase de Grupos, regressam à competição para disputar a 5.ª Jornada desta Fase. Desejando nós a continuação das maiores felicidades na sua caminhada, nesta Fase de Grupos.

Recordamos a Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto 33 – 30 PGE VIVE Kielce
4.º Jornada
Dia 13-10-19
Telekom Veszprém 38 – 28 FC Porto
5.º Jornada
Dia 19-10-19
FC Porto - HC Motor Zaporozhye (15H30) Porto Canal

GRUPO C - SWE – IK Sävehof, SVK – Tatran Presov, FIN – Cocks, MKD – HC Eurofarm Rabotnik, ESP – Bidasoa Irun, POR – Sporting Clube Portugal.

Calendário
1.ª Jornada
14-09-19
HC Eurofarm Rabotnik 29 – 30 Sporting
2.º Jornada
Dia 21-09-19
Sporting 32 – 24 Tatran Presov
3.º Jornada
Dia 26-09-19
IK Sävehof 29 – 24 Sporting
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
Sporting 30 – 30 Bidasoa Irun
5.ª Jornada
Dia 20-10-19
Cocks - Sporting (18H00) Sporting TV

Horas No Continente

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 26-02/01-03-20, para o Grupo A e 30-11-19 para o Grupo C. 

O Banhadas Andebol

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2019 / 2020 – IV

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04, que esta época sofreu fortes alterações, em especial no que diz respeito à disputa da 2.ª Fase, conforme já dissemos, mantendo-se a 1.ª Fase estável no seu modelo competitivo.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional 1.ª Divisão (sub-18) Juniores Masculinos
1.ª Fase

Zona 1
4.ª Jornada
Dia 13-10-19
CD Feirense 26 - 27 AD Sanjoanense
FC Gaia 24 - 22 BECAS
CP Natação 14 - 33 Boavista FC
ABC 34 - 33 Águas Santas
Dia 16-10-19
Xico Andebol - FC Porto (21H00)

Zona de forte equilíbrio, entre os normais candidatos ao apuramento para a Fase Final (praticamente os mesmos da anterior época, na nossa opinião), com os resultados nesta jornada a confirmarem esta ideia, tivemos um encontro com registo de ocorrências disciplinares, e alguns encontros registaram assistências muito baixo do desejável, mesmo para este escalão. O Principal jogo da jornada, o ABC / Águas Santas, que colocou frente a frente dois dos principais candidatos ao apuramento, foi um encontro sempre disputado com grande equilíbrio, com o ABC a chegar ao intervalo a vencer pela diferença de 1 golo, que foi exactamente a mesma que se verificava, no final do encontro. Daniel Cardoso com 9 golos, e Diogo Silva com 5 golos, foram os melhores marcadores do ABC, por sua vez João Gomes com 10 golos, e Pedro Oliveira com 6 golos, foram os melhores marcadores do Águas Santas. Com esta vitória o ABC mantêm-se no comando da Zona, agora isolado, pois é a única equipa que apenas regista vitórias. Outro dos encontros que registou um resultado final de grande equilíbrio, foi o CD Feirense / AD Sanjoanense, que surpreendentemente terminou com a vitória da equipa visitante, pela diferença mínima, mas que já vencia ao intervalo por 14-8, registando assim a sua primeira vitória na prova. Eduardo Rocha com 8 golos, e Pedro Sousa com 6 golos, foram os melhores marcadores do CD Feirense, enquanto na AD Sanjoanense, Guilherme Silva com 12 golos, e Marcos Carvalho com 6 golos, foram os seus melhores marcadores. A equipa sensação (na nossa opinião), o BECA, sofreu a sua primeira derrota em Gaia, onde defrontou o FC Gaia, no entanto a sua prestação desportiva, foi bastante eficaz, pois após chegar ao intervalo em desvantagem por 11-8, soube reagir e no segundo tempo diminuir a diferença final que se registou. Rodrigo Esteves com 7 golos, e Pedro Salvador com 6 golos, foram os melhores marcadores do FC Gaia, por sua vez José Magalhães com 6 golos, e João Pires com 5, foram os melhores marcadores do BECA, num jogo com assistência fraquíssima. No jogo com o resultado mais dilatado da jornada, o CP Natação / Boavista FC, foi o único encontro com o registo de ocorrências disciplinares, e que terminou com a folgada vitória da equipa do Bessa, que já vencia ao intervalo por 22-10. Foi um encontro com 14 exclusões e 1 desqualificação directa. Os melhores marcadores do CP Natação, não passaram dos 3 golos (Miguel Pires, e André Ribeiro). Na equipa do Boavista FC, que teve 12 jogadores a marcarem golos, com Dinis Mota e os seus 7 golos, a ser o principal marcador da equipa. Com esta nova derrota o CP Natação é a única equipa da zona, que apenas contabiliza derrotas.

Classificação, após estes encontros – 1.º ABC (12 pontos), 2.º Águas Santas, e FC Gaia (10 pontos), 4.º Boavista FC (8 pontos), 5.º FC Porto (-1 jogo), e BECA (7 pontos), 7.º Xico Andebol (-1 jogo), AD Sanjoanense, CD Feirense (6 pontos), 10.º CP Natação (4 pontos).

Zona 2
4.ª Jornada
Dia 13-10-19
Alto Moinho 34 - 23 Vitória FC
Ginásio Sul 28 - 33 AA Avanca
São Bernardo 28 - 28 Benfica A
Sporting 20 - 24 Belenenses
Alavarium 36 - 25 ADC Benavente

Nesta Zona tivemos nova jornada disputada, e sem registo de ocorrências disciplinares, mas com o registo de algumas assistências bem fracas. Realizaram-se dois dos principais encontros da jornada, que tiveram resultados, talvez surpreendente, para quem não acompanha a modalidade de mais perto, incluindo o jogo da jornada (na nossa opinião) o Sporting / Belenenses, encontro que terminou a vitória da equipa do Belenenses, num jogo de grande equilíbrio, mas com a equipa do Belenenses, a chegar ao intervalo já na frente do marcador por 11-10, para consolidar o resultado segundo tempo. Num jogo, onde as defesas foram mais activas que os ataques, tendo Duarte Seixas no Sporting com 6 golos, a ser o seu melhor marcador, e Guilherme Fonseca com 12 golos, e Valdemar Júnior com 5 golos, a serem os melhores marcadores da equipa do Belenenses, que com esta vitória assume o comando da zona, contabilizando apenas vitórias. O outro grande encontro da jornada, realizou-se em São Bernardo, onde a equipa local defrontou o Benfica A, num encontro que terminou numa igualdade, com a equipa do Benfica a vencer ao intervalo pela diferença mínima (15-14), com o São Bernardo a realizar um excelente segundo tempo, demonstrando que é um dos principais candidatos ao apuramento, conseguiu um resultado que lhe deu a igualdade final, num jogo de total equilíbrio, João Saraiva com 9 golos, e David Gomes com 7, foram os melhores marcadores do São Bernardo, por sua vez no Benfica onde 10 jogadores marcaram golos, Guilherme Lima com 7 golos, foi o seu principal marcador. Estas duas equipas juntam-se ao Belenenses, com as únicas equipas que ainda não contabilizaram derrotas. Um dos encontros que terminou com um dos resultado mais dilatados da jornada, foi o Alto Moinho / Vitória FC, onde a equipa do Alto Moinho não deixou os créditos em “mãos alheias”, e ao intervalo já vencia 19-10, para consolidar o resultado no segundo tempo, com esta nova derrota o Vitória FC, é uma das equipas que apenas contabiliza derrotas, nesta zona. A equipa do Alto Moinho, com 12 jogadores a concretizarem golos, teve em Ricardo Marques com 9 golos, o seu principal marcador. No Vitória FC, Igor Gomes com 7 golos, e António Liques com 6 golos, foram os seus melhores marcadores. No pavilhão do Alavarium disputou-se o Alavarium / ADC Benavente, que foi outro dos jogos, com o resultado final, mas dilatado, com a equipa visitada, a chegar ao intervalo já na frente do marcador por 16-9, consolidando a diferença no decorrer do segundo período do jogo. Na equipa do Alavarium, Jorge Crespo com 9 golos, David Oliveira, e Bruno Clara, ambos com 6 golos, foram os melhores marcadores do Alavarium, enquanto no ADC Benavente Hugo Ganhão com 7 golos, e Miguel David com 6 golos, foram os seus melhores marcadores. Por último tivemos o Ginásio Sul / AA Avanca, que terminou com a vitória da equipa da AA Avanca, que já vencia ao intervalo por 17-14, alargando o diferencial final nos segundos 30 minutos, e deste modo a equipa do Ginásio Sul, é a outra equipa que apenas contabiliza derrotas na prova até ao momento. Eduardo Murinello com 12 golos, foi o melhor marcador do Ginásio Sul, com Rafael Mateus e os seus 9 golos, juntamente com Petru Michnea com 6 golos, foram os melhores marcadores da AA Avanca.

Classificação, após estes encontros – 1.º Belenenses (12 pontos), 2.º Benfica A, e São Bernardo (11 pontos), 4.º Alto Moinho (10 pontos), 5.º Sporting, e Alavarium (8 pontos), 7.º AA Avanca, e ADC Benavente (6 pontos), 9.º Ginásio Sul, e Vitória FC (4 pontos).

O Noticias

Andebol 4ll – Super Taças 2019 /2020 - I


SUPER TAÇAS
DE
ACR4 E ACR6
E
TORNEIO INTERNACIONAL
Curiosamente, após termos publicado a notícia sobre a prova Europeia, onde dizíamos nomeadamente “…até ao momento nada s sabe em Portugal acerca deste tema, com a agravante das Supertaças Nacionais, que normalmente são realizadas em Outubro, neste momento o silêncio é a dominante nestes temas.”

Surgiram as primeiras notícias, sobre a realização destas provas, embora da parte da FAP, nada tenha sido publicado. Assim as provas serão disputados em Portimão, nos dias 19 e 20 de Outubro de 2019, com a organização a aproveitar e bem a sua organização para realizar em simultâneo um torneio internacional, com a presença da equipa Francesa do AS Lyon Caluire HB, e convidando o Sporting CP/CP Messines/Amal.

O Jogo da Final em ACR6, contará como uma 1/2 Final para o torneio internacional.

Os jogos serão disputados no Pavilhão Manuel Teixeira Gomes (Portimão)

Calendário

Dia 19-10-19
Supertaça ACR6 e 1/2 Final do Torneio
APD Leiria – APD Porto (14H30)
1/2 Final do Torneio
Sporting CP/CP Messines/Amal - AS Lyon Caluire HB (16H15)
Supertaça ACR4
APD Porto – APD Leiria

Dia 20-10-19
3/4 Classificado (10H45)
Final (12H30)

Infelizmente a Federação não prevê a transmissão de qualquer jogo pela Andebol TV, sendo interrompido um ciclo que se vinha ocorrendo, sem qualquer justificação plausível.

Da mesma forma não se entende, o motivo destas provas não terem sido criadas no sistema informático da FAP, pois são completamente omissas, até ao momento, nas competições Nacionais referentes à época em curso.

O Noticias

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2019 / 2020 - III


1.ª ELIMINATÓRIA
TAÇA DE PORTUGAL MASCULINA
RESULTADOS
PO.20 - TAÇA DE PORTUGAL SENIORES MASCULINOS – 1.ª ELIMINATÓRIA

Nota - Os seis primeiros classificados do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão da época anterior, serão cabeças de série (não se defrontando entre si) nos 1/16 de final, sendo que nesta eliminatória os clubes da PO01, sempre que defrontarem Clubes de Divisão inferior, jogarão na condição de visitantes. Infelizmente e ao contrário da época anterior, ainda é desconhecido o local da realização da Final Four.

Resultados da 1.ª Eliminatória - (Apenas equipas da PO03) – disputa-se em 12-10-19

Zona 1 – 15 equipas

Jogo 1281 Macieira AC 15 – 17 Altis Clube Paredes
Jogo 1282 Estrela Vigorosa Sport 31 – 21 Douro Andebol Clube
Jogo 1283 São Mamede 37 – 19 AC Vermoim
Jogo 1284 AD Afifense 16 – 22 AC Lusitanos
Jogo 1285 CP Natação 21 – 23 CDC Santana
Jogo 1286 Académico FC 34 – 24 AD Godim
Jogo 1287 Padroense 31 – 25 FC Infesta

Isentos (1) – Gondomar Cultural   

Zona 2 – 13 equipas

Jogo 1288 - UNIV. Beira Interior 26 – 40 Académico Viseu FC
Jogo 1289 – ABC Nelas 19 – 26 Academia Andebol SPS
Jogo 1290 – Besteiros FC 25 – 13 AC Lamego
Jogo 1291 - EA Moimenta Beira – CP Vacariça (*)
Jogo 1292 – GC tarouca 22 – 32 SC Espinho

(*) – Este jogo desapareceu do Calendário, e surge como apurado o CP Vacariça, o que nos leva a supor, pois não existe informação por parte da FAP, que o EA Moimenta Beira tenha desistido, inclusive da PO03 (estava incluído na Zona 3)

Isentos (3) AA Coimbra, ACD Monte, e Ílhavo AC

Zona 3 – 11 equipas

Jogo 1293 Passos Manuel 40 – 22 3ª – AA Almeirim
Jogo 1294 CA Rangers Telheiras 41 – 38 Cister SA (C/Prolongamento)
Jogo 1295 GE Ponte SOR 22 – 39 UJ Alverca
Jogo 1296 ABV Almoçageme 24 – 25 Batalha AC
Jogo 1297 Oriental Lisboa 29 – 28 Salvaterra Magos CD

Isentos (1) CR B. Janeiro

Zona 4 – 6 equipas

Jogo 1298 Ginásio Sul 26 – 24 NA Redondo
Jogo 1299 CCP Serpa 22 – 25 IFC Torrense
Jogo 1300 AC Costa Doiro 13 – 38 Évora AC

Isentos (0)

Eliminatória disputada, sem surpresas, tendo apenas um encontro com registo de ocorrências disciplinares, e mais uma vez Boletins de jogo incompletos no seu preenchimento, o que na nossa opinião constitui, uma falha grave.

Em relação à informação da FAP, convém esclarecer que nos jogos disputados foram apenas 44 as equipas da PO03 que participaram.

2.ª Eliminatória – (vencedores e isentos da 1.ª eliminatória, mais clubes da PO02) disputa-se em 01-11-19

Zona 1 – 15 equipas

Jogo 1301 Estrela Vigorosa Sport – São Mamede
Jogo 1302 CDC Santana – Académico FC
Jogo 1303 AC Fafe – Padroense
Jogo 1304 AC Lusitanos – Altis Clube Paredes
Jogo 1305 Arsenal – Gondomar Cultural

Isentos (5) – Xico Andebol, Póvoa AC, Modicus, CA Penafiel, GC Santo Tirso   

Zona 2 – 15 equipas

Jogo 1306 Academia Andebol SPS – Besteiros FC
Jogo 1307 Ílhavo AC – Académico Viseu FC
Jogo 1308 CP Vacariça – ACD Monte
Jogo 1309 AA Académica Coimbra – Estarreja AC
Jogo 1310 São Bernardo – SC Espinho

Isentos (5) CD Feirense, AD Sanjoanense, Alavarium AD, SP. Oleiros, AD Albicastrense.

Zona 3 – 16 equipas

Jogo 1311 UJ Alverca – Juventude Lis
Jogo 1312 CR B. Janeiro – Passos Manuel
Jogo 1313 CDE Camões – AC Sismaria
Jogo 1314 CA Rangers Telheiras – CD Mafra
Jogo 1315 Batalha AC – Oriental Lisboa

Isentos (6) CF Sassoeiros, Almada AC, 1.º Dezembro, ADC Benavente, Marítimo, CD Marienses.

Zona 4 – 7 equipas

Jogo 1316 IFC Torrense – Évora AC
Jogo 1317 Vela Tavira – Ginásio Sul

Isentos (3) – Lagoa AC, Zona Azul, e Alto Moinho

Clubes da PO.03 (25) - Estrela Vigorosa Sport, São Mamede, CDC Santana, Académico FC, Padroense, AC Lusitanos, Altis Clube Paredes, Gondomar Cultural, Academia Andebol SPS, Besteiros FC, Ílhavo AC, Académico Viseu FC, CP Vacariça, ACD Monte, AA Académica Coimbra, SC Espinho, UJ Alverca, CR B. Janeiro, Passos Manuel, CA Rangers Telheiras, Batalha AC, Oriental Lisboa, IFC Torrense, Évora AC, e Ginásio Sul.

Clubes da PO.02 (28) – AC Fafe, Arsenal, Xico Andebol, Póvoa AC, Modicus, CA Penafiel, GC Santo Tirso, Estarreja AC, São Bernardo, Juventude Lis, CD Feirense, AD Sanjoanense, Alavarium AD, SP. Oleiros, AD Albicastrense, CDE Camões, AC Sismaria, CD Mafra, CF Sassoeiros, Almada AC, 1.º Dezembro, ADC Benavente, Marítimo, CD Marienses, Vela Tavira, Lagoa AC, Zona Azul, e Alto Moinho.

Ainda não se encontra marcado o sorteio dos 1/16 da Prova

A estrutura da prova será, presumivelmente a seguinte:

1/16 Final - Vencedores da Eliminatória anterior e clubes da PO.01 – 28-12-19 (Ou 29-01-19 data alternativa para a PO01)
1/8 Final – Vencedores dos 1/16 Final – 14-03-20
1/4 Final – Vencedores dos 1/8 Final – 04-04-20
1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 23-05-20
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 24-05-20

O Noticias

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXXIII - Sorteios


COMPETIÇÕES EUROPEIAS

(2019 /2020)

Realizaram-se hoje (15-10-19) na EHF, os sorteios de diversas provas Europeias de Clubes onde participam equipas Portuguesas.

O Sorteio foi Transmitido através da ehfTV no canal youtube.

Masculinos

EHF CUP

O Benfica, depois de ter vencido a 2.ª Eliminatória, vai defrontar na 3.ª eliminatória, (32 equipas), o RK Nexe da Croácia. Com a 1.ª Mão a ser disputada em 16/17-11-19, na Croácia, e a 2.º Mão em 23/24-11-19, na Croácia.
Participam inicialmente nesta prova, 64 equipas, com 32 equipas a disputarem a 1.ª Eliminatória. Disputam-se três (3) eliminatórias, até chegarmos à Fase de Grupos.

CHALLENGE CUP

O Madeira SAD, inicia a sua participação na 3.ª Eliminatória (32 equipas), cujo sorteio lhe designou a equipa da Eslovénia o, RK Maribos Branik, com a 1.ª Mão a ser disputada na Madeira em 16/17-11-19, e a 2.ª Mão na Eslovénia em 23/24-11-19
Participaram inicialmente nesta prova, 49 equipas, com 34 equipas a disputarem a 2.ª Eliminatória.

O Noticias

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Crónica de fim-de-semana no Feminino – 05 – 2019 / 2020


Crónica dedicada ao Feminino, em especial apenas ao encontro em atraso da 1.ª Jornada, e aos da 4.ª jornada que se disputaram. 

Esta semana voltamos a ter um jogo transmitido pela Andebol TV, mas continuamos com a esperança de ter pelo menos um jogo por jornada.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
1.ª Jornada
Dia 12-10-19
Colégio Gaia 22 - 19 CA Leça
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
SIR 1.º Maio/CJB 19 - 22 Alavarium
Assomada 30 - 30 ABC
Juventude Lis 25 - 21 ARC Alpendorada
Maiastars 24 - 26 Benfica
Dia 27-10-19
CA Leça - Madeira SAD (15H15)
Colégio Gaia - CS Madeira (17H30)

Voltamos a referir o que tínhamos dito na semana anterior, e é uma situação que será repetida até à exaustão, ou até que quem de direito cumpra aquilo que escreve, “Nos jogos que se disputaram, este fim-de-semana, e face às alterações verificadas no Portal da FAP, e já referidas tínhamos a forte esperança, de que finalmente a FAP, fizesse cumprir o estabelecido no Regulamento Desportivo da Prova, mas mais uma vez se provou a forma como o Andebol Feminino é Des/Tratado. Pois os mesmos erros continuam a registar, solicitamos mais respeito não só pelos Regulamentos que são elaborados e da competência da Direcção da FAP, sejam respeitados e cumpridos, porque então seria bem melhor, a mesma Direcção ter a coragem de emitir um Comunicado Oficial, sobre o tema, e revelar a sua incapacidade de cumprir o mesmo, e dentro das suas competências suspender o artigo do Regulamento Desportivo, sobre estatísticas, pois também não vemos o Conselho de disciplina agir sobre os incumprimentos.Esta semana nem passado uma hora nem nada, apenas no jogo Maiastars / Benfica, escreveram algo, mas que infelizmente nos leva a ter pouca confiança, pois são certamente dados tirados de um vídeo, pois um encontro normal de Andebol, não 69 minutos. Terminamos esta introdução com bastante tristeza, pela forma leviana, como se tratam assuntos desta natureza.

SIR 1.º Maio/CJB 19 – 22 Alavarium

No encontro disputado na Marinha Grande, onde o pavilhão se apresentava com uma moldura humana, que se compondo ao longo do encontro, assistiu, aos primeiros 30 minutos de andebol com pouca qualidade, onde as faltas técnicas se sobrepuseram ao andebol, pois desde os maus passes, até as más recepções, assistimos a tudo, no entanto a equipa do SIR 1.º Maio/CJB, entro melhor, e fez 3-0, com o Alavarium a marcar o seu primeiro golo, somente aos 9 minutos de jogo, e cerca dos 15 minutos a equipa visitada vencia por 6-3, para de imediato sofrer um parcial de 5-0, permitindo que o Alavarium aos 21 minutos de jogo, já estivesse em vantagem, por 8-6, destacando-se neste período Diana Roque na baliza do SIR 1.º Maio/CJB, que apenas jogou 35 minutos, e Andreia Madail na baliza do Alavarium, com uma excelente prestação, a equipa visitada ainda iguala a 9 golos, aos 24 minutos de jogo, para aos 27 minutos de jogo, o Alavarium fazer 10-9, que foi o resultado até ao intervalo, destacando-se ainda as prestações de Carolina Monteiro (8 golos) no Alavarium e de Patrícia Fernandes no SIR 1.º Maio/CJB (5 golos). No segundo tempo, a equipa do Alavarium comandou sempre o marcador, com o a equipa da Marinha Grande a denotar grandes dificuldades em especial no ataque, onde a ausência de Telma Amado, era bastante notada, e Ana Isabel Silva na baliza, apesar de realizar uma boa prestação não fez esquecer Diana Roque, e assim depois de estar mais uma vez a um golo de diferença (15-14), o SIR 1.º Maio/CJB falha duas soberanas ocasiões de igualar, permitindo que o Alavarium, se volte a adiantar e chegue, pela primeira vez aos 4 golos de diferença (19-15), quando estavam decorridos cerca de 53 minutos de jogo, destacando no Alavarium, além das atletas já referidas, Diana Oliveira (4 golos), enquanto no SIR 1.ª Maio/CJB, Carolina Gomes (5 golos), explicava os motivos da sua chamada à Selecção Nacional, esta vantagem repetiu-se aos 57 minutos (21-17), e aos 58 minutos (22-18), quando o técnico do Alavarium, após um Time OUT, decide, acabar o jogo a jogar no ataque com 7 jogadoras de campo. De referir ainda o bom trabalho de Daniela Mendes (3 golos) no Alavarium. Jogo dirigido e bem pela dupla do Porto, constituída por Fernando Ferreira e Luís Fetais.

No pavilhão de Gaia, realizou-se o Colégio Gaia / CA Leça, jogo em atraso da 1.ª Jornada, jogo que com alguma surpresa, foi de grande equilíbrio, com a equipa de Leça da Palmeira a oferecer excelente réplica, de tal forma, que o intervalo chegou a equipa do Colégio Gaia a vencer por 14-11, vantagem, que era exactamente a mesma no final do encontro, e é perfeitamente demonstrativo, do equilíbrio, ocorrido durante os 60 minutos de jogo. Maria Duarte com 6 golos e Helena Soares com 5 golos, foram as principais marcadoras do Colégio Gaia, que terminou com 10 atletas a marcarem golos. Barbara Gonçalves com 5 golos, foi a melhor marcadora do CA Leça.

Um dos jogos que despertava, mais atenção. Era o Maiastars / Benfica, que foi um encontro sempre disputado com grande equilíbrio, com alternâncias no marcador, chegando ao intervalo com a equipa maiata no comando do marcador por 13-11. No segundo tempo o equilíbrio manteve-se, e chegou a verificar-se novas igualdades, sendo uma delas a 20 golos, com o Benfica a assumir o comando do jogo nos momentos finais do encontro que acabou por vencer. Na equipa do Maiastars, Ana Silva com 8 golos, foi a sua melhor marcadora, pro sua vez no Benfica, a experiente Cláudia Correia com 11 golos, foi a sua melhor marcadora, com esta vitória a equipa do Benfica, juntamente com o Madeira SAD, que não jogou este fim-de-semana, são as únicas equipas, que ainda não contabilizam qualquer derrota.

Em Leiria, tivemos o encontro Juventude Lis / ARC Alpendorada, que praticamente um jogo de sentido único, com a equipa da Juventude Lis a comandar o jogo e o marcador, praticamente durante os 60 minutos, chegado aos 11-4, para depois sofrer um parcial de 5-1, e chegar ao intervalo a vencer por 12-9, após uma excelente reacção do ARC Alpendorada. No segundo tempo, a equipa visitada nunca perdeu o comando do marcador, terminando por vencer o encontro, apesar da réplica da equipa visitante. Carolina Justino, com 7 golos, e Rita Campos com 6 golos, foram as melhores marcadoras da Juventude Lis, por sua vez Viviana Rebelo com 6 golos, e Tânia Ribeiro com 5 golos, foram as melhores marcadoras do ARC Alpendorada, com esta derrota a equipa do ARC Alpendorada, continua a ser a única equipa na prova, que apenas averba derrotas até ao momento.

No pavilhão da Escola Vieira da Silva, disputou-se o Assomada / ABC, encontro que terminou numa igualdade, num encontro sempre disputado com grande equilíbrio, de tal forma, que apesar de algumas vezes a equipa da Assomada estar em vantagens nos primeiros 30 minutos como por exemplo 10-9, o intervalo já chegou com uma igualdade a 13 golos, no segundo tempo o ABC, com uma excelente reacção chegou a comandar o jogo e o marcador, como por exemplo quando vencia por 26-23, mas a resposta da equipa Assomada, foi sempre positiva, o que lhe permitiu, chegar ao fim do jogo, com uma igualdade. Maura Galheta com 13 golos, Edna Oliveira com 7 golos, e Miriam Almeida com 6 golos, foram as melhores marcadoras da Assomada, por sua vez Rebeca Freitas com 7 golos, Nádia Gonçalves, e Inês Laranjeira, ambas com 5 golos, foram as melhores marcadoras do ABC.

Classificação após estes encontros – 1.º Benfica (12 pontos), 2.º Alavarium (10 pontos), 3.º Madeira SAD (-1 jogo), Juventude Lis, e ABC (8 pontos), 6.º Colégio Gaia (-1 jogo), e Assomada (7 pontos), 8.º CA Leça (-1 jogo), CS Madeira (-1 jogo), SIR 1.º Maio/CJB, e Maiastars (6 pontos), 12.º ARC Alpendorada (4 pontos).

O Noticias

Sorteios – Taças de Portugal – Masculino / Feminino


SORTEIOS DAS TAÇAS DE PORTUGAL

Publicou a FAP o seu CO N.º 34, em 14-10-19, cujo assunto é “Sorteios Provas Nacionais – Época 2019/2020”, mas na realidade, não existe refere-se apenas ás Taças de Portugal, nos dois géneros. Assim:
PO.20 - TAÇA DE PORTUGAL SENIORES MASCULINOS

3.ª ELIMINATÓRIA (que tinha desaparecido no CO N.º 23 de 04-09-19), e que na altura dissemos “… assim não se entende, que o assunto para esta prova, seja rectificação do sorteio, pois o que na realidade já existe no ponto 2.1 do CO já referido, previstas a realização de pelo menos duas (3) eliminatórias (12-10-19, 01-11-19, e 07-12-19), o que o CO, agora divulgado omite, é se haverá a 3 eliminatória, e nesta situação o que se verifica é uma alteração da estrutura da prova, e não uma rectificação de datas.” Pelos vistos continuará a existir a 3.ª eliminatória, pelo que os 1/16 da prova serão disputados

Sorteio dia 05-11-19 pelas 17h00

Devendo assim ser disputada em 07-12-19, pois o CO é omisso sobre a data da sua realização
PO.23 - TAÇA DE PORTUGAL SENIORES FEMININOS – 1/8 FINAL

Sorteio dia 19-11-2019 pelas 17h00

Devendo assim ser previsivelmente disputada em 14-12-19.

Estes sorteios realizam-se nas instalações da Federação de Andebol de Portugal

O Noticias

domingo, 13 de outubro de 2019

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXXII


 LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA
FC PORTO (GRUPO B)
PERDE COM O TELEKOM VESZPRÉM HC

Esta 4.ª jornada que não começou bem para as equipas portugueses, culminou com o FC Porto a jogar nesta fase de Grupos (Grupo B), defrontando o Telekom Veszprém HC (Hungria) na condição de visitante, terminando da pior maneira com a derrota do FC Porto.

Jogo disputado na Arena Veszprém, que se encontrava praticamente cheia (4800 espectadores), que nunca se cansaram de apoiar a sua equipa. O FC Porto defrontou neste encontro uma equipa recheada de vedetas Internacionais do Andebol, num encontro que até aos 10 minutos de jogo, quando se registava uma igualdade a 7 golos, nunca se esperava que viesse a sofrer uma autêntica goleada final, com a equipa em determinados momentos, a dar a sensação de não estar em jogo, cometendo numerosas falhas técnicas, que face ao poderoso jogo quer defensivo quer atacante da equipa húngara com rápidas transições para ataque e contra-ataque, criaram sérios problemas a uma equipa que falhava em demasia, e era precipitada no ataque, de tal forma que esteve sem concretizar qualquer golo, entre os cerca de 10 minutos e os 17 minutos, momento em que já se encontrava a perder por 12-8, com o maior diferencial registado no primeiro tempo, onde Alfredo Quintana (27% de eficácia), tudo tentava para evitar males maiores, com a equipa do Telekom Veszprém HC, a demonstrar, que estudou bem a equipa portuguesa, pois defendeu sempre e bem quando o FC Porto, utilizou os 7 jogadores de campo quando atacava, sendo uma das suas grandes valias, Djibril (4 golos, 67% de eficácia), e Iturriza (6 golos, 86% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), mas a equipa húngara, com Andreas Nilsson (8 golos, 100% de eficácia), e Petar Nenadic (6 golos, 67% de eficácia), iam resolvendo os problemas da sua equipa, com a preciosa ajuda de Dragan Gagic (5 golos, 71% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), consegue mesmo assim chegar ao intervalo a perder por 19-16. No segundo tempo a entrada para a baliza do Telekom Veszprém HC do Arpad Sterbik (45% de eficácia), piorou tudo para a equipa portuguesa, com a mesma a ser totalmente precipitada em termos de ataque, e a não recuperar defensivamente, de tal forma que aos 38 minutos perdia por 25-20, mas aos 48, já perdia por 32-22, com um diferencial que repetiu por diversas ocasiões, pois a força anímica da equipa já não era a mesma, chegando o diferencial a ser de 12 golos (38-26), cerca dos 57 minutos de jogo, para terminar com uma derrota por números impensáveis. De destacar que na equipa do Telekom Veszprém HC, 13 atletas marcaram golos, enquanto no FC Porto, foram 10 os seus marcadores, com Rúben Ribeiro a ser o único atleta do FC Porto que não foi utilizado. Dirigiu e bem este encontro a dupla da Letónia, constituída por Sondors Zigmars e Licis Renars, que realizaram uma arbitragem bem positiva.

Apesar desta derrota, pensamos que o apuramento para a Fase seguinte da prova, não deverá estar em causa.

Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto 33 – 30 PGE VIVE Kielce
4.ª Jornada
Dia 13-10-19
Telekom Veszprém HC 38 – 28 FC Porto
5.ª Jornada
Dia 19-10-19
FC Porto - HC Motor Zaporozhye (15H30) Porto Canal

Horas Locais

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 26-02/01-03-20, para o Grupo A.

O Banhadas Andebol

Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2019 / 2020 – II


A habitual crónica, dedicada á PO02, constituída por 3 Zonas.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, a que dá acesso á 1.ª Divisão os 3 primeiros classificados de cada Zona, que transportam os resultados e pontos nos jogos entre si na 1.ª fase, não voltando a defrontar-se na Fase Final, que será disputada no sistema de TxT a duas voltas. Os 2 primeiros classificados da Fase Final ascendem ao Andebol 1.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Fase

Zona 1
4.ª Jornada
Dia 11-10-19
Xico Andebol 33 - 27 FC Porto B
Dia 12-10-19
Arsenal 25 - 26 GC Santo Tirso
Modicus 26 - 22 CD Feirense
CA Penafiel 27 - 31 AC Fafe
Póvoa AC 35 - 27 SP. Oleiros

Conforme vêm sendo normal, nesta Zona tivemos nova jornada disputada sem adiamentos, facto que continua merecer ser salientado, mas com um jogo a registar ocorrências disciplinares, verificando-se algum jogos onde o equilíbrio foi a nota dominante, no entanto os principais favoritos ao apuramento para a Fase Final Grupo A, venceram os seus encontros, um dos principais jogos da jornada o Arsenal / GC Santo Tirso, foi um encontro sempre disputado com grande equilíbrio, com o Arsenal ao intervalo a estar na frente do marcador por 14-12, chegando aos momentos finais com uma igualdade a 25 golos, desfeita com um golo do GC Santo Tirso nos últimos momentos do encontro, no Modicus /CD Feirense (jogo com ocorrências disciplinares), verificou-se a vitória do Modicus, que assim igualou o seu adversário na tabela classificativa, num encontro onde construiu a sua vitória nos primeiros 30 minutos, registando um resultado favorável ao intervalo de 14-8. Sem surpresas o AC Fafe foi a Penafiel vencer a equipa local, que desta forma continua, sem registar qualquer vitória na zona até ao momento, disputou-se ainda o Póvoa / SP. Oleiros, que terminou com a vitória esperada da equipa do Póvoa AC, por um diferencial assinável, e assim mantém o comando da zona, sem derrotas até ao momento, tivemos ainda o Xico Andebol / FC Porto B, que se disputou na sexta-feira, e que terminou com a vitória do Xico Andebol, por uma margem confortável, depois de ao intervalo já estar na frente do marcador por 20-16, confirmando assim ser uma das equipas favoritas à discussão pelos lugares de apuramento,

Classificação, após estes encontros – 1.º Póvoa AC (11 pontos), 2.º Xico Andebol (10 pontos), 3.º AC Fafe, e GC Santo Tirso (9 pontos), 5.º Modicus, e CD Feirense (8 pontos), 7.º FC Porto B, e Arsenal (7 pontos), 9.º SP. Oleiros (6 pontos), 10.º CA Penafiel (5 pontos).

Zona 2
2.ª Jornada
Dia 01-11-19
AD Sanjoanense - Juventude Lis (15H00)
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
AD Sanjoanense 31 - 24 AD Albicastrense
ADC Benavente 37 - 30 CD Marienses
AC Sismaria 19 - 25 Alavarium
São Bernardo 35 - 20 CD Mafra
Estarreja AC 27 - 28 Juventude Lis

Zona onde continua a existir um jogo em atraso relativo à 2.ª jornada, mas desta vez foi disputada de forma completa, e foi disputada sem o registo de ocorrências disciplinares, mas com alguns resultados que não estariam nas previsões de muita gente (nós incluídos), começando pelo AD Sanjoanense / AD Albicastrense, mas disputado em Castelo Branco, onde a vitória da equipa da AD Sanjoanense, não sofre qualquer contestação pois já se encontrava na frente do marcador ao intervalo por uma margem confortável (16-9), sendo a única equipa que apenas regista vitórias até ao momento. Outro dos resultados surpresa, nesta jornada, registou-se no Estarreja AC / Juventude Lis, que terminou com a difícil vitória da equipa de Leiria, que perdia ao intervalo por 15-12, surpreendendo a equipa local, no segundo tempo, temos ainda o resultado ocorrido no AC Sismaria / Alavarium, onde a equipa do Alavarium, foi vencer, registando assim a sua primeira vitória na prova, num encontro em que já vencia ao intervalo por 14-10, e desta forma igualar em termos pontuais o seu adversário neste encontro. No São Bernardo / CD Mafra, verificou-se o resultado esperado, ou seja a vitória do São Bernardo por um diferencial que reflecte bem a diferença existente entre as duas equipas, e que ao intervalo, já dava indicadores preciosos do que poderia suceder, com os locais a vencer por 16-8, com esta nova derrota a equipa do CD Mafra, é a única equipa da zona, que apenas regista derrotas, até ao momento. Em Benavente realizou-se o ADC Benavente / CD Marienses, com um primeiro tempo disputado com grande equilíbrio, verificando o resultado de 17-16, a favor do ADC Benavente ao intervalo, para se superiorizar totalmente aos insulares no segundo tempo, insulares que desta forma continuam a registar apenas uma vitória na prova até ao momento.

Classificação, após estes encontros – 1.º São Bernardo, Estarreja AC, e AD Albicastrense (10 pontos), 4.º AD Sanjoanense (-1 jogo) (9 pontos), 5.º ADC Benavente (8 pontos), 6.º Juventude Lis (-1 jogo) (7 pontos), 7.º Alavarium, CD Marienses, e AC Sismaria (4 pontos), 10.º CD Mafra (4 pontos).

Zona 3
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
Sporting B 28 - 26 Almada AC
Zona Azul 30 - 19 1.º Dezembro
CDE Camões 28 - 26 Vela Tavira
CF Sassoeiros 28 - 25 Alto Moinho
01-11-19
Lagoa AC - Marítimo (17H00)

Zona, onde se verifica o adiamento de um jogo, (adiamento realizado quase à última da hora), e pelo “andar da carruagem” iremos ter mais adiamentos deste género ao longo da prova, que nesta jornada registou um encontro com ocorrências disciplinares, e com assistências em alguns jogos, abaixo do limite do esperado. O principal jogo da jornada na nossa opinião o Sporting B / Almada AC (jogo com ocorrências disciplinares), foi um encontro com o Sporting B a dominar no primeiro tempo chegando ao intervalo a vencer por 13-5, para no segundo tempo a equipa do Almada AC reagir, e conseguir diminuir a diferença, em especial quando realiza um parcial de 3-0 nos momentos finais do encontro, com esta derrota a equipa do Almada AC, regista a 1.ª na prova. No CDE Camões / Vela Tavira, que termina com a vitória da equipa do CDE Camões, num resultado enganador, pois a equipa do Vela Tavira, vencia ao intervalo por 15-12, num jogo em que comandou o marcador durante parte do mesmo, cedendo na parte final do encontro, com esta vitória o CDE Camões, juntamente com CF Sassoeiros, são as únicas equipas, que apenas registam vitórias, pois a equipa do CF Sassoeiros, venceu o Alto Moinho, num encontro em que ao intervalo os visitantes estavam na frente do marcador por 17-13. Finalmente temos o Zona Azul - 1.º Dezembro, que terminou com uma clara vitória do Zona Azul, que ao intervalo já vencia por 15-13, com esta nova derrota o 1.º Dezembro, juntamente com o Lagoa AC, são as únicas equipas da zona que apenas contabilizam derrotas.

Classificação, após estes encontros – 1.º CDE Camões, e CF Sassoeiros (12 pontos), 3.º Sporting B, e Almada AC (10 pontos), 5.º Alto Moinho, e Zona Azul (8 pontos), 7.º Marítimo (-1 jogo) (5 pontos), 8.º Vela Tavira, e 1.º Dezembro (4 pontos), 10.º Lagoa AC (-1 jogo) (3 pontos).

O Banhadas Andebol