gal vence

AGUARDAMOS COM ANSIEDADE A PRESENÇA DO PÚBLICO NOS PAVILHÕES, MAS COM A DIGNIDADE QUE A MODALIDADE MERECE.
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 58 – 2020 / 2021

Crónica Intermédia de fim-de-semana, relativa à P001, e em relação ao jogo que dá inicio à 24.ª Jornada.

Mais uma vez continuamos a dar valor acrescentado às diversas transmissões que estão a ser realizadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões.

PO01 – Campeonato Nacional Placard 1 Seniores Masculinos.

24.ª Jornada

Dia 22-04-21

Vitória FC 32 – 30 SC Horta

Encontro que dá início à 24.ª Jornada, jogado por antecipação, e que terminou com uma difícil vitória da equipa local, felizmente tivemos um encontro sem o registo de ocorrências disciplinares. Mas não calaremos a nossa indignação por mais uma vez não se entender que os relatórios das estatísticas, dos jogos, tenham deixado de estar disponíveis, a qualquer utente do Portal da FAP, o que prova a falta de transparência que começa a ser preocupante neste organismo de topo na modalidade, pela falta de informação acerca deste assunto, repetimos lamentável.

Vitória FC 32 – 30 SC Horta

No Antoine Velge em Setúbal, realizou-se este encontro, que colocou frente a frente duas equipas que procuram amealhar o máximo de pontos possível, uma para tentar consolidar a sua posição na Tabela a meio da mesma (Vitória FC) e outra que tenta o mesmo com o objetivo claro de fugir aos possíveis lugares e despromoção (SC Horta). Nos primeiros 30 minutos, que foram bem disputados, tendo as suas principais figuras nos dois homens de baliza, Alan Lima pelo Vitória FC e Van Zeller pelo SC Horta, com os dois conjuntos a apostarem nas transições rápidas, e nas superioridades numéricas, cometendo poucas faltas técnicas (o que se saúda). Começo melhor a equipa insular que chegou aos 2-0 aos 3 minutos, para o Vitória responder com um parcial de 4-0, e aos 9 minutos vencia por 4-2, mas o encontro foi de forte equilíbrio, de tal forma que aos 18 minutos se registava uma igualdade a 8 golos, com as duas equipas a serem bem comandadas por Ruben Santos (7 golos) no Vitória FC, e por Miguel Gomes (8 golos) no SC Horta, com o vitória a chegar ao comando do marcador aos 20 minutos (9-8) situação que manteve até aos 29 minutos, para o SC Horta igualar a 13 golos por José Silva (9 golos), em cima dos términus do primeiro tempo. Neste período de destacar ainda o jovem Guilherme Tavares (3 golos) no Vitória FC. NO segundo tempo assistimos a uma entrada das duas equipas mais agressiva no bom sentido em termos defensivos, mas com o SC Horta com menos recursos para rodar o plantel, tendo no entanto Gacevic (6 golos) e que esteve e campo praticamente os 6 minutos, a levar a que o SH Horta, chegasse a comandar o marcador por 3 golos de vantagem aos 46 minutos quando vencia por 24-21, para o Vitória FC fazer um oportuno time out, que levou a sua equipa à igualdade a 24 aos 49 minutos, jogo que estava a ser disputado com rápidas transições, e sempre com grande equilíbrio, tendo o Vitória FC, dois jogadores em grande evidência, além dos que já falamos, Francisco Silva com 6 golos, e Pedro Martins igualmente com 6 golos, e que foram dois dos grandes responsáveis do resultado favorável à equipa do Vitória FC, com o jogo a registar uma igualdade a 30 golos aos 58 minutos de jogo, mas uma defesa de Alan Lima aos 59,29, decide o resultado final pois evita não só a igualdade a 31 golos, como permite que a sua equipa ainda concretize mais um golo, após os dois técnicos usarem os seus time out’s no último minuto. Dirigiu este jogo a dupla de Lisboa, constituída por Tiago Correia e João Aranha, que estiveram equilibrados ao longo dos 60 minutos, em especial na sanção progressiva, e na lei da vantagem.

Consideramos para a elaboração da classificação apenas 23 jornadas.

Classificação, após este encontro – 1.º FC Porto (+1 jogo) (72 pontos), 2.º Sporting (67 pontos), 3.º Benfica (65 pontos), 4.º Águas Santas (56 pontos), 5.º Belenenses (54 pontos), 6.º Madeira SAD (49 pontos), 7.º Póvoa AC (46 pontos), 8.º Vitória FC (+1 jogo) (43 pontos), 9.º ABC (-1 jogo), 10.º AA Avanca (39 pontos), 11.º Ismai (38 pontos), 12.º FC Gaia (-1 jogo) (37 pontos), 13.º SC Horta (37 pontos), 14.º Boa Hora, e AD Sanjoanense (34 pontos), 16.º Boavista FC (25 pontos).

O Banhadas Andebol

Jogos Olímpicos – 2020 – XXXI

JOGOS OLÍMPICOS 2020 (2021)

TÓQUIO

(DUPLAS NOMEADAS)

(PORTUGUESES DUARTE SANTOS / RICARDO VIEIRA, NOMEADOS)

A IHF informa (21-04-21), quais as duplas de arbitragem nomeadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, com Portugal a ser comtemplado com a nomeação da dupla Internacional da Madeira Duarte Santos e Ricardo Vieira, que assim participam em duas Olimpíadas seguidas, depois de terem estado presentes no Rio 2016, aos mesmos enviamos os nossos parabéns, e desejamos a maior sorte possível, pois as suas nomeações irão depender e muito do comportamento da nossa Seleção Nacional.

Duplas Nomeadas

Argélia - Youcef BELKHIRI/Sid ALI HAMIDI

Argentina - María Ines PAOLANTONI/Mariana GARCIA

Croácia - Matija GUBICA/Boris MILOSEVIC

República Checa - Vaclav HORACEK/Jiri NOVOTNY

Dinamarca - Mads HANSEN/Jesper MADSEN

Egipto - Yasmina ELSAIED/Heidy ELSAIED

França - Julie BONAVENTURA/Charlotte BONAVENTURA

Alemanha - Robert SCHULZE/Tobias TONNIES

Macedónia do Norte - Gjorgji NACHEVSKI/Slave NIKOLOV

Portugal - Duarte SANTOS/Ricardo FONSECA

Coreia - Bon-Ok KOO/Seok LEE

Rússia - Viktoriia ALPAIDZE/Tatiana BEREZKINA

Eslovénia - Bojan LAH/David SOK

Espanha - Oscar RALUY/Angel SABROSO

Suécia - Mirza KURTAGIC/Mattias WETTERWIK

Suíça - Arthur BRUNNER/Morad SALAH

O Banhadas Andebol

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2020 / 2021 – XX

1/4 FINAL

TAÇA DE PORTUGAL MASCULINA

RESULTADOS – IV

Com os 1/4 Final desta prova, a serem realizados a “conta-gotas”, esta semana tivemos mais um jogo dos 1/4 Final disputado. Hoje voltamos a apresentar uma nova atualização possível sobre esta prova.

PO.20 - TAÇA DE PORTUGAL SENIORES MASCULINOS – 1/4 FINAL

Nota - Infelizmente e ao contrário das épocas anteriores, ainda é desconhecido o local da realização da Final Four.

1/4 Final – Deveriam disputar-se previsivelmente em 03-04-21

Ainda falta definir um dos 4 finalistas da prova.

Jogos dos 1/4 Final

Dia 03-04-21

Jogo 1162 – Águas Santas 23 – 22 Belenenses

Dia 21-04-21

Jogo 1163 – FC Porto 34 – 22 ABC

Dia 25-04-21

Jogo 1164 – Benfica – SC Horta

Dia 18-04-21

Jogo 1161 – Sporting 41 – 16 SP. Oleiros

Disputou-se mais um encontro dos 1/4 Final da prova, com o normal apuramento do FC Porto para a Final Four, que garantidamente, e sem surpresas, apenas será realizada por equipas do Placard Andebol 1.

A estrutura da prova será:

Eliminatórias, e Datas dos Jogos:

1/2 Final - Vencedores dos 1/4 Final – 05-06-21

Final - Vencedores das 1/2 Finais – 06-06-21

O Noticias 

Campeonato do Mundo Espanha 2021 – Femininos – XI - Resultados

25.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS

(ESPANHA)

(PLAY OFF - QUALIFICAÇÃO EUROPEIA – 2.ª MÃO)

(RESULTADOS)

Conforme o já anunciado por diversas vezes, este Mundial está previsto a realização em Espanha em 2021 do 25.º Mundial Feminino, de 1 a 19 de Dezembro de 2021. Com a participação de 32 equipas, em princípio das 5 Confederações, e com a Holanda a defender o título.

As equipas classificadas nos quatro primeiros lugares do Euro 2020, estão diretamente apuradas para o Mundial de 2021, pelo que dos 14 lugares atribuídos ao Continente Europeu, ainda teremos em disputa 10 lugares.

Equipas já Apuradas para o Mundial

Espanha – Organizador

Holanda – Campeã em Titulo

Noruega, França, Croácia, e Dinamarca - Apuradas no EHF EURO 2020

Com a disputou-se Play Off para apuramento dos 10 lugares Europeus ainda em disputa, pois a Europa, tem lugar a 14 equipas (excluindo o País Organizador, e o Campeão em Titulo), tivemos os seguintes resultados nas duas Mãos, e definidos os apuramentos.

1.ª Mão

Dia 16-04-21

Hungria 49 – 19 Itália

Turquia 23 – 35 Rússia

Montenegro 29 – 23 Bielorrússia

Áustria 29 – 29 Polónia

Dia 17-04-21

Ucrânia 14 – 28 Suécia

Roménia 33 – 22 Macedónia do Norte

Eslovénia 24 – 14 Islândia

Eslováquia 19 – 26 Sérvia

República Checa 27 – 27 Suíça

Portugal 27 – 32 Alemanha

A 2.ª Mão

Dia 18-04-21

Itália 12 – 41 Hungria

Dia 20-04-21

Suíça 22 – 28 República Checa

Alemanha 34 – 23 Portugal

Bielorrússia 24 – 26 Montenegro

Rússia 45 – 24 Turquia

Polónia 26 – 29 Áustria

Dia 21-04-21

Islândia 21 – 21 Eslovénia

Suécia 22 – 26 Ucrânia

Sérvia 32 – 25 Eslováquia

Macedónia do Norte 20 – 35 Roménia

Equipas Apuradas no Play Off – Hungria, Alemanha, Montenegro, Áustria, Rússia, República Checa, Roménia, Sérvia, Suécia, e Eslovénia.

Com a surpresa da vitória da Áustria, na Polónia.

O Noticias

quarta-feira, 21 de abril de 2021

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 57 – 2020 / 2021

 

Crónica Intermédia de fim-de-semana, relativa à P001, e em relação a um encontro e atraso da 19.ª Jornada.

Mais uma vez continuamos a dar valor acrescentado às diversas transmissões que estão a ser realizadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões.

PO01 – Campeonato Nacional Placard 1 Seniores Masculinos.

19.ª Jornada

Dia 21-04-21

AD Sanjoanense 28 – 28 Madeira SAD

Encontro relativo à 19.ª jornada, que se encontrava em atraso e que terminou com uma inesperada igualdade (na nossa opinião), felizmente tivemos um encontro sem o registo de ocorrências disciplinares. Mas não calaremos a nossa indignação por mais uma vez não se entender que os relatórios das estatísticas, dos jogos, tenham deixado de estar disponíveis, a qualquer utente do Portal da FAP, o que prova a falta de transparência que começa a ser preocupante neste organismo de topo na modalidade, pela falta de informação acerca deste assunto, repetimos lamentável.

AD Sanjoanense 28 – 28 Madeira SAD

Encontro realizado no pavilhão de Municipal de São João da Madeira (Municipal Travessas), que sempre ou quase sempre disputado com grande equilíbrio, com as equipas a apresentarem sistemas semelhantes em termos defensivos, mas com o Madeira SAD a atacar desde os primeiros minutos de jogo com 7 jogadores de campo, e assim aos 11 minutos de jogo tínhamos uma igualdade a 6 golos, para a equipa insular realizar um parcial de 8-1, e chegar aos 17 minutos a vencer por 13-7, aproveitando as diversas falhas técnicas que a equipa da AD Sanjoanense fazia, e do seu jogo de 7 jogadores de campo onde a experiência de atletas como Nuno Silva (5 golos), e Elias António (5 golos), bem como de Pedro Peneda e Elledy Semedo, ambos a terminarem com 4 golos cada, e embora os seus guarda-redes não estivessem ao nível a que já nos habituaram, foram perdendo fulgor, talvez por demasiada confiança, e permitiram que a AD Sanjoanense, bastante paciente no ataque onde Lourenço Santos era o seu “barómetro”, com 9 golos, seguido por uma excelente prestação do jovem Guilherme Novo, chega ao intervalo a perder pela diferença mínima (16-15). No segundo tempo a equipa continental surpreendeu ao entrar a jogar igualmente nas situações de ataque com 7 jogadores de campo, respondendo assim na mesma “moeda” ao Madeira SAD, e cometendo menos falhas técnicas neste período de jogo, e com Vinícius Carvalho (6 golos), a ser igualmente um quebra-cabeças para os defensores insulares, e contando com David Caseiro na baliza a realizar uma das boas exibições da equipa que tinha no seu bloco central quando defendia, uma dupla difícil de ultrapassar, aos 44 minutos o marcador era uma igualdade a 21 golos, com o Madeira SAD a realizar de imediato um parcial de 3-0, e aos 48 minutos estar a vencer por 24-21, para aos 53 minutos se registar nova igualdade agora a 26 golos, para a AD Sanjoanense fazer 28-27 aos 26 minutos, sofrendo uma exclusão que lhe dificultou o jogo e permitiu a igualdade a 28 golos aos 28 minutos com os dois técnicos a usarem time out’s no minuto final, mas que já nada alterou, deste modo a equipa da AD Sanjoanense, amealhou mais 2 pontos na sua fuga aos possíveis lugares de despromoção. Dirigiu este jogo a dupla Internacional de Leiria, constituída por Daniel Martins e Roberto Martins, que embora com ligeiros erros de avaliação, mas sem prejudicarem alguma das equipas, tiveram globalmente uma arbitragem positiva.

Consideramos para a elaboração da classificação apenas 23 jornadas.

Classificação, após este encontro – 1.º FC Porto (+1 jogo) (72 pontos), 2.º Sporting (67 pontos), 3.º Benfica (65 pontos), 4.º Águas Santas (56 pontos), 5.º Belenenses (54 pontos), 6.º Madeira SAD (49 pontos), 7.º Póvoa AC (46 pontos), 8.º ABC (-1 jogo), e Vitória FC (40 pontos), 10.º AA Avanca (39 pontos), 11.º Ismai (38 pontos), 12.º FC Gaia (-1 jogo) (37 pontos), 13.º SC Horta (-1 jogos) (36 pontos), 14.º Boa Hora, e AD Sanjoanense (34 pontos), 16.º Boavista FC (25 pontos).

O Banhadas Andebol

Congresso EHF – Eleições – 2021 - II

 
CONGRESSO EHF – 2021 – ELEIÇÕES

No próximo Congresso da EHF, que se realiza no Luxemburgo nos dias 23 e 24 de Abril de 2021, onde já noticiamos que Pedro Sequeira, com orgulho que vimos já confirmada a ascensão de Pedro Sequeira atual vice-presidente da FAP, e que já fazia parte como membro da Comissão de métodos, que era presidida pelo polaco Jerzy Eliasz, a Presidente sem oposição deste Órgão, será um Congresso hibrido segundo as última informações da própria EHF, com presenças físicas, e com intervenções e votações via remota.

Finalmente a Federação deu conhecimento deste evento e ficamos a saber que além, de Pedro Sequeira, teremos ainda Leonor Mallozi que se recandidata à Comissão Feminina das Nações, e de Mário Bernardes que será candidato à Comissão de Andebol de Praia, desejando desde já da nossa parte que a sorte os acompanhe nestas eleições que serão realizadas no primeiro dia do Congresso. Mas a informação é omissa por exemplo no caso especifico de António Marreiros, que neste momento faz parte da Comissão de competições na secção de arbitragem como membro, será que deixou de ser candidato? Não existirão mais candidaturas…

O Administrador

Competições Europeias 2020 / 2021 – CXVII

 
EHF EUROPEAN LEAGUE MASCULINA

 (2020/2021)

1/4 FINAL – RESULTADOS – 2.ª MÃO

Depois da realização dos jogos da 1.ª Mão se terem realizado, tivemos hoje (20-04-21) os jogos da 2.ª Mão dos 1/4 Final da EHF European League Masculina, damos a informação dos resultados e dos apuramentos para a final Four, que se realiza no SAP Arena em Mannheim (Alemanha)

Tal como tínhamos previsto, e face aos resultados ocorridos na 1.ª Mão, na nossa opinião, apenas o SC Magdeburg, era a equipa tinha a tarefa mais simplificada, mas teremos a presença de 3 equipas da Alemanha na Final Four, a que se junta uma da Polónia, que por sinal eliminou uma equipa portuguesa por apenas um golo.

Felizmente realizaram-se todos os encontros, não sendo necessário a EHF aplicar o princípio de responsabilizar o clube que não estivesse e condições de realizar o mesmo, conforme a nota que publicamos anteriormente

O Banhadas Andebol

PO23 - Taça de Portugal Seniores Femininos – 2020 / 2021 – VI - Sorteio

 
1/ 4 Final DA TAÇA DE PORTUGAL FEMININA - MARCAÇÃO DO SORTEIO

A FAP divulgou através do seu CO N.º 65 de 20-04-21, que o sorteio dos 1/4 Final da PO23 – Taça de Portugal Feminina, se realizava em 28-04-21 partir das 16H00, em modo não presencial, como têm vindo a ser normal, e confirmou-se a sua realização.

Ver Link do sorteio - https://livestream.com/andeboltv/sorteio-po23-quartos

Texto anteriormente publicado

Felizmente quando esta análise é feita já se sabe quantas equipas irão existir na PO10 (não iremos referir as equipas B. Apenas poderemos dizer que na época 2014/2015 a participação destas equipas foi em número de 20, e na época 2015/2016 foi exatamente o mesmo número, na época 2016/2017 tivemos a participação de 24 equipas, o que se deve salientar, e na época 2017/2018 tivemos 23 equipas, ou seja praticamente o mesmo número, na época 2018/2019 inicial de 25 equipas, o que juntado as equipas da PO09, participaram na prova 37 equipas (Foi BOM), mas desejamos mais, e esta época temos a participação de 28 equipas na PO10, o que juntando as 14 equipas da PO09, teremos um número final de 42 equipas o que na nossa opinião poderá ser MUITO BOM.

Felizmente que desta vez os 1/8 Final se nada em contrário acontecer terá todos os seus jogos realizados, pois a data dos 4 últimos encontros encontram-se marcador para 25-04-21

1/8 Final – Resultados e jogos por realizar

Dia 27-03-21

Jogo 1153 – ND Santa Joana 25 – 24 AD Academia Andebol SPS

Jogo 1155 – SIR 1.º Maio/CJB 20 – 18 Maiastars

Jogo 1157 – ABC 29 – 27 AC Vermoim

Jogo 1158 – FC Pedras Rubras 17 – 30 AD Sanjoanense

Dia 25-04-21

Jogo 1154 - Madeira SAD – CS Madeira

Jogo 1156 – Porto Salvo – Juventude Mar

Jogo 1159 – Alavarium - Benfica

Jogo 1160 – ARC Alpendorada – Juventude Lis

Tal como previsto teremos um encontro entre as equipas insulares, e alguns jogos onde foram eliminadas equipas da PO09, teremos certamente pelo menos duas equipas da PO10 nos 1/4 Final (jogo 1156, e 1158). Além de que teremos fora dos 1/4 Final, uma das possíveis vencedoras da prova (Alavarium / Benfica).

A estrutura da prova será:

Eliminatórias, Clubes Participante e Datas dos Jogos:

1/4 Final - Vencedores dos 1/8 Final – 27-06-21

1/2 Final - Vencedores dos 1/4 Final – 12-06-21

Final - Vencedores das 1/2 Finais – 13-06-21

O Noticias

terça-feira, 20 de abril de 2021

Campeonato do Mundo Espanha 2021 – Femininos – XII

 
25.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS

(ESPANHA)

(PLAY OFF - QUALIFICAÇÃO EUROPEIA – 2.ª MÃO)

PORTUGAL VOLTA A PERDER COM A ALEMANHA

(ELEMINADA)

Conforme o já anunciado por diversas vezes, este Mundial está previsto a realização em Espanha em 2021 do 25.º Mundial Feminino, de 1 a 19 de Dezembro de 2021. Com a participação de 32 equipas, em princípio das 5 Confederações, e com a Holanda a defender o título.

Equipas já Apuradas para o Mundial

Espanha – Organizador

Holanda – Campeã em Titulo

Noruega, França, Croácia, e Dinamarca - Apuradas no EHF EURO 2020

Play Off - Hungria

Hoje Portugal defrontou a sua congénere Alemã no jogo da 2.ª Mão do designado Play Off, com uma esperança de um possível apuramento, que não está fácil.

No Pavilhão de Hamm (Alemanha), Portugal voltou a defrontar o forte conjunto Alemão, que se apresenta e campo com uma vantagem de 5 golos, vindos do jogo da 1.ª Mão, com Portugal a continuar a registar as ausências de Joana Resende, e Patrícia Rodrigues por lesão, neste encontro ficaram na bancada, Andreia Costa, Erica Tavares, Adriana Laje, e Cristiana Morgado, tendo entrado conjunto que defrontou a Alemanha Cláudia Correia, a equipa portuguesa, que começou o encontro com uma tática surpresa ao apresentar-se desde o minutos um a jogar com 7 jogadoras no ataque, mas apesar de se apresentar com uma defesa bem em termos de agressividade, continuou a falhar nas entradas de ponta, e aos 6 minutos perdia por 4-1, com um elevado número de faltas técnicas (ao intervalo com 10), conseguindo aos 14 minutos de jogo estar na frente do marcador por 8-6, com uma boa prestação de Isabel Góis (29% de eficácia) na baliza, e com Patrícia Lima (4 golos, 67% de eficácia) em bom plano, assim como Soraia Fernandes (2 golos, 100% de eficácia) no ataque, mas ao sofrermos um parcial de 4-0, entre o minuto 15 e o minuto 19, ficando a perder por 10-8, e sofrendo várias exclusões bem aproveitada pela equipa alemã, onde Marlene Zapf (7 golos, 100% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), tal como na 1.ª Mão era um das suas principais marcadoras, e com Stockschader (2 golos, 40% de eficácia), a realizar um jogo bem abaixo das suas possibilidade, onde Emily Bolk (4 golos, 67% de eficácia) comandava bem o ataque, e Eckerle (29% de eficácia) na baliza também estava bem, tal como Alicia Stolle (4 golos, 50% de eficácia) em Portugal Mariana Lopes (2 golos, 4º% de eficácia), não esteve ao nível desejado, e Beatriz Sousa (6 golos, 67% de eficácia), e a jogar em sacrifício esteve muito bem. Portugal chegou ao intervalo a perder por 15-11. No segundo tempo, Portugal, que rodou pouco a sua equipa, voltou com a mesma tácita, que não resultou, voltando sofrer golos de ponta por má posicionamento das nossas atletas, e já com Jéssica Ferreira (15% de eficácia) na baliza, permitiu-se que o número de faltas técnicas continua-se a aumentar, com o diferencial no resultado sempre favorável à equipa alemão, que aos 42 minutos vencia por 24-16, para aos 55 minutos vencer por 32-33, e terminar com 11 golos de diferença. Diferença esta que está não na falta de entrega das jogadoras, que na nossa opinião foram inexcedíveis, mas por vezes nas opções tomadas, bem como na diferença existente na modalidade entre os dois países, bem como na baixa rotação realizada no conjunto de Portugal. Basta dizer que por exemplo Portugal apenas teve 43% de percentagem no ataque enquanto a Alemanha chegou aos 63%. Curiosamente o a equipa alemã não usou uma única vez o time out durante os 60 minutos, e terminou o jogo com 15 jogadoras a marcarem golos, com a curiosidade de as duas guarda-redes utilizadas, terem marcado golos. E assim terminou o sonho de Portugal estar presente numa final de uma grande competição. Jogo dirigido pela dupla Israelita constituída por Matan Lindenbaum, e Dor Laron, que demonstrou uma total falta de capacidade para o desempenho das funções, com uma total falta de equidade na aplicação das regras de jogo, em especial a sanção progressiva (que deve ser desconhecida), nos livres de 7 metros, na contagem dos passos, e no jogo passivo, uma arbitragem para ser lembrada pelo negativismo da mesma.

Resultados e Calendário dos Jogos

1.ª Mão

Dia 17-04-21

Portugal 27 32 Alemanha

2.ª Mão

Dia 20-04-21

Alemanha 34 – 23 Portugal

O Noticias

Diogo Oliveira - Regressa

 DIOGO OLIVEIRA NO FC PORTO

 

Um dos nossos valores, que se encontrava a jogar no SURH na Suíça. Clube onde também se encontra o internacional João Ferraz, regressa a Portugal, mais propriamente dito ao FC Porto, que já confirmou a sua contratação a partir da próxima época do Central de 23 anos de idade, e que já tinha representado o Clubes no escalão de Juniores. Este será o 3.º central do FC Porto, onde se consta que esta contratação poderá estar relacionada com a próxima saída de Miguel Martins, damos esta informação sobre reserva, pois ainda não foi confirmada por ninguém. Bom regresso ao andebol Nacional, são os nossos desejos ao ainda jovem Diogo Oliveira.

O Noticias

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Seguros - 2020/ 2021 – Formação

SEGURO DESPORTIVO – ESCALÕES DE FORMAÇÃO

(ÉPOCA 2020/2021)

A Federação através do CO N.º 62 de 16-04-21, informa dos novos valores do seguro para as inscrições dos atletas dos escalões de formação, segundo as suas palavras no âmbito da retoma das competições, para o período a partir de 19-04-21 até 31-07-21.

Segundo depreendemos deste CO a Federação pretende que todas as competições de formação estejam concluídas em 31-07-2021, o que nos tempos que decorrem se torna quase impossível. Pois neste documento não é previsto qualquer seguro ou o alargamento da apólice para além desta data.

Outra questão que colocamos prende-se com aqueles que inscreveram os atletas no início de época, de forma a cumprir toda a matéria Regulamentar (Existência de Escalões de Formação, conforme consta no Anexo X do CO N.º 1 da Época em curso), e que se encontravam consignados no Ponto 4 do CO N.º 1, e que já foram liquidados. Será o remanescente contabilizado em conta corrente ou será devolvido? Pois o CO N.º 62 é totalmente omisso nesta matéria. Ou será que ninguém ainda tinha liquidado qualquer verba, que lamentavelmente não fazem parte do documento das Medidas de Apoio aos Clubes aprovadas pela direção da FAP, e divulgadas em 9 de Junho de 2020. Infelizmente e apesar de se poder considerar alguns valores irrisórios, outros, como os Sub-18 Femininos e os Sub-19 Masculinos, poderão vir a fazer mossa em alguns clubes.

O Analista

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2020 / 2021 – XIX

 
1/4 FINAL

TAÇA DE PORTUGAL MASCULINA

RESULTADOS – III

Com os 1/4 Final desta prova, a serem realizados a “conta-gotas”, quando apenas este fim-de-semana, terminaram os jogos em atraso de outras eliminatórias. Hoje voltamos a apresentar uma nova atualização possível sobre esta prova.

PO.20 - TAÇA DE PORTUGAL SENIORES MASCULINOS – 1/4 FINAL

Nota - Infelizmente e ao contrário das épocas anteriores, ainda é desconhecido o local da realização da Final Four.

1/4 Final – Deveriam disputar-se previsivelmente em 03-04-21

Jogos em Atraso relativos aos 1/8 Final

Dia 18-04-21

Jogo 1148 Alto Moinho 21 – 35 Benfica

Com a curiosidade de termos ainda um jogo do 1/8 Final a ser disputado depois da data prevista para os 1/4 Final (03-04-21) conforme CO N.º 49 da Federação. Felizmente disputado este fim-de-semana.

Jogos dos 1/4 Final

Dia 03-04-21

Jogo 1162 – Águas Santas 23 – 22 Belenenses

Dia 21-04-21

Jogo 1163 – FC Porto – ABC

Dia 25-04-21

Jogo 1164 – Benfica – SC Horta

Dia 18-04-21

Jogo 1161 – Sporting 41 – 16 SP. Oleiros

Disputou-se o último dos encontros que se encontrava em atraso dos 1/8 Final (Alto Moinho / Benfica), cujo resultado final confirma as nossas previsões, e onde não se verificou qualquer surpresa. Disputou-se ainda um encontro dos 1/4 Final da prova, com o normal apuramento do Sporting, para a Final Four, que garantidamente, e sem surpresas, apenas será realizada por equipas do Placard Andebol 1.

A estrutura da prova será:

Eliminatórias, e Datas dos Jogos:

1/2 Final - Vencedores dos 1/4 Final – 05-06-21

Final - Vencedores das 1/2 Finais – 06-06-21

O Noticias

domingo, 18 de abril de 2021

Crónica de Fim-de-semana – 56 – 2020 / 2021 – Atualizada

 

Crónica de fim-de-semana, relativa à P001, relativa aos em falta da 23.ª Jornada.

Mais uma vez continuamos a dar valor acrescentado às diversas transmissões que estão a ser realizadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões.

PO01 – Campeonato Nacional Placard 1 Seniores Masculinos.

23.ª Jornada

Dia 16-04-21

Sporting 35 - 19 Madeira SAD (Antecipado)

Dia 17-04-21

FC Gaia 28 – 21 Ismai

Boavista FC 26 – 34 AA Avanca

Águas Santas 31 – 27 Póvoa AC

Benfica 32 – 25 Boa Hora

SC Horta 31 – 31 AD Sanjoanense

FC Porto 37 – 28 Vitória FC

Dia 18-04-21

Belenenses 36 - 24 ABC

Jogos relativos à 23.ª jornada, que na nossa opinião engloba alguns encontros, de interesse, como FC Gaia / Ismai, Águas Santas / Póvoa AC, e Belenenses / ABC, infelizmente tivemos até ao momento um encontro com o registo de ocorrências disciplinares. No entanto teremos de mais uma vez tecermos severas críticas, pois não se entende que os relatórios de estatísticas, dos jogos, tenham deixado de estar disponíveis, a qualquer utente do Portal da FAP, mais uma vez se prova a falta de transparência que começa a ser preocupante neste organismo de topo na modalidade, não existindo qualquer tipo de informação acerca deste assunto, lamentável.

Atualização

No Pavilhão Acácio Rosa, realizou-se o Belenenses / ABC, e eis que quando se esperava um jogo de grande equilíbrio entre a experiência (Belenenses), e a juventude (ABC), num jogo que apenas foi equilibrado até cerca dos 17 minutos, onde as diferenças no marcador em sempre mínimas embora mais vezes favoráveis ao Belenenses (9-8), mas quando o resultado chegou aos 4 golos de diferença 12-8, cerca dos 23 minutos, o ABC coloca um time out que não teve a eficácia desejada pois o Belenenses chega aos 15-8, aos 27 minutos, e só posteriormente como ABC a fazer um parcial de 3-0, consegue que o resultado ao intervalo seja de 16-12, com o guarda-redes João Moniz a ser o principal responsável, por este resultado pois só neste período de tempo defendeu 3 livres de 7 metros, entre outras defesas de grande qualidade, e sempre bem comandados pelos experientes Tiago Pereira (5 golos) e Rui Barreto (1 golo). No segundo tempo o ABC entrou bem, de tal forma que aos 38 minutos, o resultado era de 21-17, a mesma diferença que se registava ao intervalo, mas ao sofrer uma dupla exclusão do seu pivô, perdeu eficácia, e aos 49 minutos o Belenenses que geriu o plantel que o técnico tinha ao seu dispor vencia por 27-21, foi dilatando o resultado de forma progressiva de tal forma que o encontrou terminou com um diferencial não esperado, com Tiago Ferro a marcar 11 golos e a ser não só o melhor marcador da equipa como do jogo, e ainda com Gonçalo Nogueira igualmente do Belenenses a chegar aos 5 golos, sendo os melhores marcadores de entre os 12 jogadores do Belenenses que concretizaram golos, por sua vez André José e Sebastian com 5 golos cada foram os melhores marcadores do ABC.

SC Horta 31 – 31 AD Sanjoanense

Jogo disputado no pavilhão da Horta, e que terminou com uma igualdade, poeremos dizer que não foi um bom jogo de andebol, foi sim um emotivo jogo de andebol, onde a grande diferença apesar da igualdade final em termos de resultado esteve na prestação dos homens de baliza, onde Lucas Santana na baliza da equipa do continente esteve uns furos acima dos seus colegas de posto no SC Horta, pois quer Haris, quer Van Zeller não estiveram nos seus dias, embora este último tenha a responsabilidade de proporcionar a igualdade à sua equipa que à entra dos 2 minutos finais perdia por 31-29. A AD Sanjoanense, bem comandada por Loureço Santos (16 golos), e melhor marcador da equipa e do jogo, nos primeiros 30 minutos aos 21 minutos vencia o SC Horta por 12-9, mas uma forte reação dos insulares permitiu que a equipa chegasse ao intervalo a vencer por 16-14. No segundo tempo, o jogo voltou a ser de grande equilíbrio, cerca dos 37 minutos tínhamos uma igualdade a 20 golos, situação que se foi repetindo até a se verificar uma igualdade a 27 golos, cerca dos 54 minutos, para de seguida a AD Sanjoanense passar para a frente do marcador, chegando aos 31-29 conforme j+a referimos, para terminar numa igualdade a 31 golos. Foi um encontro com demasiadas paragens e com 18 exclusões, e só por aqui poderemos ter a noção da emotividade do mesmo. No SC Horta, Pedro Silva com 8 golos, José Silva e Miguel Gomes com 6 golos cada foram os melhores marcadores do SC Horta. Jogo dirigido pela dupla internacional da Madeira, constituída por Duarte Santos e Ricardo Vieira, que tiveram um critério apertado na aplicação da sanção disciplinar, no entanto realizaram uma arbitragem positiva, na nossa opinião.

Benfica 32 – 25 Boa Hora

Jogo realizado na Luz, com a equipa do Benfica a realizar uma autêntica gestão de recursos, pois as duas equipas a jogarem no sistema defensivo 6:0, e com o Benfica a chegar rapidamente a 5-1 (10 minutos), para o Boa Hora, atacante com paciência, chegar a igualar o resultado aos 18 e 19 minutos a 8 e a 9 golos, com o Benfica colocar um time out que se revelou de grande oportunidade pois rapidamente chega aos 16-11 (28 minutos), registando a maior vantagem até ao momento no encontro, e com duas das figuras do encontro por parte do Benfica, a serem os guarda-redes Sergey que esteve menos bem, e Gustavo Capdville que entrou cerca dos 25 minutos de jogo, tendo estado bem melhor que o seu companheiro de posto, tendo na nossa opinião sido Belone Moreira o grande “motor” da equipa muito bem acompanhado neste período de jogo por Ole Rahmel (5 golos), o Boa Hora, que claudicou nos últimos minutos de jogo, ao ter um plantel manifestamente inferior, e com Bruno Lima em dia menos positivo, na baliza, mas com Paulo Vinicius (5 golos, todos no 1.º tempo) a ser o seu principal jogador sendo nos primeiros 30 minutos o melhor marcador do jogo e o “abono de família” da equipa, e com Vitor Talmazan a estar bem, e o intervalo chega com o resultado em 17-13 a favor do Benfica. No segundo tempo temos de assinalar a entrada de Joaquim Nazaré (8 golos) no Boa Hora, acabando por ser o melhor marcador do jogo, e a entrada de Petar (5 golos) no Benfica, que foi um dos responsáveis pelo dilatar do marcador, um dos principais factos deste encontro foi a lesão de Daan Garcia, cerca dos 39 minutos de jogo, que obrigou à entrada dos bombeiros para o transportar em maca, estando o jogo interrompido por alguns minutos, sendo ridículo na nossa opinião que o atleta despois de estar colocado na maca, a mesma tenha sido mal manuseada, o que levou a nova queda do atleta, ou a maca estava avariada ou os bombeiros não sabiam o que estavam a fazer, algo que têm ser denunciado e nós cumprimos com a obrigação de denunciar o que foi visível. Desejamos as rápidas melhoras ao atleta, esperando que não seja nada de grave. O jogo continuou a pender para o lado da equipa da casa como seria de esperar, chegando aos 51 minutos com o resultado em 29-21 (maior diferencial registado em todo o encontro). De referir que o Benfica terminou o encontro com 13 jogadores a marcarem golos, mas o encontro ficou marcado pelo número de faltas técnicas cometidas em especial pela equipa do Boa Hora. Dirigiu este encontro a dupla Feminina do Porto constituída por Flávia Santos e Sara Pinto, que na nossa opinião, esteve bem, embora no jogo passivo, nos pareça que esteve algo exagerada.

Águas Santas 31 – 27 Póvoa AC

Encontro disputado no pavilhão do Águas Santas, e tal como se previa foi um encontro de grande equilíbrio, no entanto a equipa do Póvoa AC, aos 14 minutos de jogo vencia por 7-2, com Humberto Gomes em bom plana na baliza da equipa visitante, assim como Henrique Carlota na equipa da casa, mas com ambas as equipas a cometerem alguns erros técnicos que proporcionavam contra ataques do adversário e aí o Póvoa AC trazia a lição bem estudada. Mas o Águas Santas com uma boa melhoria no seu ataque sobre o comando de Pedro Marques (4 golos), faz um parcial de 4-0, e passa para o comando do marcador aos 21 minutos por 8-7, daqui até final do primeiro tempo, assistimos a equilíbrio total entre as duas equipas com as igualdades a sucederem-se, e com tanto Pedro Cruz (9 golos) do Póvoa AC, como Pedro Cruz (9 golos) da equipa maiata a estarem em bom plano, com Francisco Fontes (5 golos) na linha dos 6 metros a ser implacável para com o Póvoa AC, e desta forma se chega ao intervalo com uma igualdade a 13 golos. No segundo tempo a equipa maiata com a entrada de António Campos para a baliza, que na nossa opinião foi decisivo na vitória da sua equipa, apesar do equilíbrio se manter até aos 46 minutos, quando se verificava uma igualdade a 22 golos, pois foi a partir desse momento que a equipa do Águas Santas, passou em definitivo para o comando do marcador, devemos salientar o bom jogo jovem João Gomes que trouxe velocidade ao ataque do Águas Santas, igualmente Mário Lourenço (6 golos) esteve em bom plano, nima equipa que terminou com 10 jogadores a marcarem golos. No Póvoa AC, temos de destacar não António Ventura, que esteve muito bem, como Rares (4 golos) e Alan Silva (3 golos).Num encontro que terminou com a maior diferença registada ao longo dos 60 minutos. Foi o mesmo arbitrado pela dupla Internacional de Leiria, composta por Daniel Martins e Roberto Martins, que este globalmente bem embora o seu critério nos 7 metros seja discutível, assim na sanção progressiva, pois não se devem poupar exclusões pelo nome dos intervenientes, e ficamos por aqui.

No Pavilhão do Dragão Arena, disputou-se o FC Porto / Vitória FC, encontro com total favoritismo do FC Porto, mas com a equipa do Vitória FC, no primeiro tempo ainda ofereceu alguma resistência, com igualdades a 9 e a 13 golos, no entanto o FC Porto, rapidamente meteu ordem na casa, e rapidamente ganhou ascendente, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 18-13. No segundo tempo, e com a troca de guarda-redes realizada por ambas as equipas com a entrada de SZekely para a baliza do FC Porto e de Yassine para a baliza do Vitória FC, o resultado foi-se dilatando progressivamente e depois do 27-20 (7 golos de diferença), o FC Porto, chega aos 33-24, diferencial igual ao registado no final do encontro. O FC Porto com 11 atletas a marcarem golos, teve em Salina, e António Areia, ambos com 5 golos, os seus principais marcadores, já o Vitória FC, com 10 jogadores a marcarem golos, foi Nuno Gonçalves com 6 golos, bem acompanhado por Francisco Silva com 5 golos

No pavilhão do FC Gaia, realizou-se o FC Gaia / Ismai, único encontro com ocorrências disciplinares registadas, e que terminou com a vitória do FC Gaia por um diferencial inesperado, pois o equilíbrio em especial no primeiro tempo foi a nota dominante, apesar de FC Gaia comandar o marcador durante a maior parte do tempo chegando a ter 4 golos de vantagem (11-7, por exemplo), mas o Ismai com uma excelente reação chegou ao intervalo, a vencer por 13-12 ao realizar um parcial de 6-1 nos minutos finais deste período de jogo. No segundo tempo após a igualdade a 13 golos, o FC Gaia assume o comando do jogo e do marcador e rapidamente chega aos 19-15, para posteriormente ir aumentando a diferença no marcador até ao registo final, no FC Gaia destaque para Bernardo Pegas com 10 golos, e Miguel Salgado com 6 golos, enquanto no Ismai, João Furtado com 9 golos, foi o melhor marcador da equipa.

No pavilhão da escola Fontes P. Melo, realizou-se o Boavista FC / AA Avanca, jogo que apenas foi equilibrado no s momentos iniciais do encontro, até à igualdade a 6 golos, pois de imediato a AA Avanca tomou conta do jogo e do marcador, para rapidamente chegar aos 14-10, e atingir o intervalo a vencer por 15-12. A AA Avanca no segundo tempo, foi paulatinamente consolidando o resultado, e cerca dos 40 minutos vencia por 21-15, com uma grande exibição do seu guarda-redes Luís Silva, para aos 45 minutos vencer por 25-18 (7 golos de diferença), para aos 50 minutos o diferencial se situar em 9 golos (29-20), para terminar com esclarecedor resultado de 34-26. O técnico do Boavista FC realizou uma autêntica gestão do seu plantel, tendo terminado com 13 jogadores a marcarem golos, sendo António Aparício com 7 golos e seu melhor marcador, com o técnico da AA Avanca a não lhe ficar atrás e ter 11 jogadores a marcarem golos, sendo André Sousa com 7 golos e Gualther Furtado com 6, os seus melhores marcadores.

Consideramos para a elaboração da classificação apenas 23 jornadas.

Classificação, após estes encontros – 1.º FC Porto (+1 jogo) (72 pontos), 2.º Sporting (67 pontos), 3.º Benfica (52 pontos), 4.º Águas Santas (56 pontos), 5.º Belenenses (54 pontos), 6.º Madeira SAD (-1 jogo) (47 pontos), 7.º Póvoa AC (46 pontos), 8.º ABC (-1 jogo), e Vitória FC (40 pontos), 10.º AA Avanca (39 pontos), 11.º Ismai (38 pontos), 12.º FC Gaia (-1 jogo) (37 pontos), 13.º SC Horta (-1 jogos) (36 pontos), 14.º Boa Hora (34 pontos), 15.º AD Sanjoanense (-1 jogo) (32 pontos), 16.º Boavista FC (25 pontos).

O Banhadas Andebol

Campeonato do Mundo Espanha 2021 – Femininos – XI - Resultados

 
25.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS

(ESPANHA)

(PLAY OFF - QUALIFICAÇÃO EUROPEIA – 1.ª MÃO)

(RESULTADOS)

Conforme o já anunciado por diversas vezes, este Mundial está previsto a realização em Espanha em 2021 do 25.º Mundial Feminino, de 1 a 19 de Dezembro de 2021. Com a participação de 32 equipas, em princípio das 5 Confederações, e com a Holanda a defender o título.

As equipas classificadas nos quatro primeiros lugares do Euro 2020, estão diretamente apuradas para o Mundial de 2021, pelo que dos 14 lugares atribuídos ao Continente Europeu, ainda teremos em disputa 10 lugares.

Equipas já Apuradas para o Mundial

Espanha – Organizador

Holanda – Campeã em Titulo

Noruega, França, Croácia, e Dinamarca - Apuradas no EHF EURO 2020

Disputou-se a 1.ª Mão dos Play Off para apuramento dos 10 lugares Europeus ainda em disputa, pois a Europa, tem lugar a 14 equipas (excluindo o País Organizador, e o Campeão em Titulo)

1.ª Mão

Dia 16-04-21

Hungria 49 – 19 Itália

Turquia 23 – 35 Rússia

Montenegro 29 – 23 Bielorrússia

Áustria 29 – 29 Polónia

Dia 17-04-21

Ucrânia 14 – 28 Suécia

Roménia 33 – 22 Macedónia do Norte

Eslovénia 24 – 14 Islândia

Eslováquia 19 – 26 Sérvia

República Checa 27 – 27 Suíça

Portugal 27 – 32 Alemanha

Sem grandes surpresas, pois apenas as igualdades registadas foram resultados fora das normais previsões, em especial a igualdade que a Suíça foi obter na Republica Checa. Registando- se alguns resultados que colocam os vencedores numa posição confortável para o jogo da 2.ª Mão, tais como as vitórias da Hungria, da Roménia, da Eslovénia, e da Sérvia por exemplo.

Com a curiosidade de todos os jogos terem sido transmitidos em diferido pela ehfTV, no próprio dia.

A 2.ª Mão disputa-se – 20/21 de Abril de 2021, com exceção do Itália / Hungria que jogaram já hoje dia 18-04-21, com a esperada vitória da Hungria, e o consequente apuramento.

Itália 12 – 41 Hungria

O Noticias

sábado, 17 de abril de 2021

Campeonato do Mundo Espanha 2021 – Femininos – X

25.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS

(ESPANHA)

(PLAY OFF - QUALIFICAÇÃO EUROPEIA)

PORTUGAL PERDE COM A ALEMANHA

Conforme o já anunciado por diversas vezes, este Mundial está previsto a realização em Espanha em 2021 do 25.º Mundial Feminino, de 1 a 19 de Dezembro de 2021. Com a participação de 32 equipas, em princípio das 5 Confederações, e com a Holanda a defender o título. 

Hoje Portugal defrontou a sua congénere Alemã no jogo da 1.ª Mão do designado Play Off, com uma esperança de um possível apuramento.

No Pavilhão Municipal do Luso, Portugal defrontou o forte conjunto Alemão apresente-se ele ou não com algumas das suas principais atletas ausentes, tais como, Antje Lauenroth, Amelie Berger e Nele Reimer do SG BBM Bietigheim, ou Julia Maidhof  por lesão, mas Portugal, também regista algumas ausências de vulto como Joana Resende ou Patricia Rodrigues por lesão, e ainda Diana Oliveira (informação do selecionador nacional) estarão igualmente ausentes nos dois jogos. Assim Portugal que se apresentou deixando na bancada, Andreia Costa, Cláudia Correia, Adriana Laje, e Cristiana Morgado. Apresentou-se demasiado nervosa como equipa, completamente precipitada no ataque, sem paciência para planear os mesmos, cometendo falhas técnicas não esperadas, e sendo demasiado permissiva, nas entradas de ponta das atletas da equipa alemã, e nunca soube aproveitar as superioridades numérias de que dispôs, de tal forma que aos 22 minutos já perdia por 11-6, para aos 27 minutos perder por apenas 13-10, para sofrer um parcial de 4-0, e chegar ao intervalo a perder por 17-10, neste primeiro tempo e no resto teremos de destacar Mariana Lopes (6 golos, 50% de eficácia), e as guarda-redes Jéssica Gouveia (25% de eficácia), e Isabel Góis (16% de eficácia). No segundo tempo, utilizamos por diversas vezes a tática de jogar com atletas de campo, e sofremos alguns golos, indesejáveis, chegando a estar a perder por um diferencial de 10 golos (21-11) aos 33 minutos, para de imediato fazermos um parcial de 4-0, eoas 37 minutos colocarmos o marcador em 21-15 (6 golos de diferença), entrando nos momento finais do encontro com um diferencial de apenas 4 golos de diferença (31-27), para consentirmos um golos nos segundos finais do jogo, destaque-se ainda na equipa portuguesa para Mónica Soares com 5 golos (71% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), e para Patrícia Lima (3 golos, 67% de eficácia), e para Carolina Monteiro (4 golos, 57% de eficácia), do lado alemão temos que as suas dias guarda-redes, quer Dinah (25% de eficácia), quer Katharina (29% de eficácia) que jogou no segundo tempo, nas jogadoras de campo a Zapf com 7 golos (8 golos, 88% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), e a Stockschader (8 golos, 80% de eficácia), foram na nossa opinião as suas principais jogadoras. Com este resultado a equipa portuguesa demonstrou que se deixar de cometer tantos erros técnicos, e for mais paciente em termos atacantes, pode muito bem vencer esta equipa alemã, embora não seja Fácil, com 5 golos de desvantagem. Jogo dirigido pela dupla francesa constituída por Yann Carmaux, e Julien Mursch, que demonstrou falta de coerência na aplicação da sanção progressiva, esteve mal na lei da vantagem, e sem um critério definido nos livres de 7 metros.

Calendário dos Jogos

1.ª Mão

Dia 17-04-21

Portugal 27 32 Alemanha

2.ª Mão

Dia 20-04-21

Alemanha – Portugal (16H30) Canal 11

O Noticias

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 55 – 2020 / 2021

Crónica Intermédia de fim-de-semana, relativa à P001, relativa ao único jogo que se realizou, por antecipação

Mais uma vez continuamos a dar valor acrescentado às diversas transmissões que estão a ser realizadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões.

PO01 – Campeonato Nacional Placard 1 Seniores Masculinos.

23.ª Jornada

Dia 16-04-21

Sporting 35 – 16 Madeira SAD

Tivemos um jogo disputado da jornada de fim-de-semana, e que foi disputado por antecipação, da 23.ª Jornada e que englobava duas das principais equipas da prova (Sporting / Madeira SAD), e que se disputou sem o registo de ocorrências disciplinares. No entanto não existe até este momento e já passa do tempo que está regulamentado para a sua divulgação, qualquer relatório de estatística, parece-nos que começa a ser um procedimento habitual.

Sporting 35 – 16 Madeira SAD

Jogo disputado no pavilhão João Rocha, com a equipa do Sporting, a ter ausente Tiago Rocha e Cudic, e apresentar-se a defender em 6:0, tendo no primeiro tempo e na nossa opinião como seu principal jogador o guarda-redes Manuel Gaspar, apresentando-se ainda com Bingo (2golos) em excelente forma e com uma invulgar leitura do jogo, muito bem acompanhado por Ruesga (3 golos), que em termos ofensivos e no ataque planeado e nas transições rápidas, esteve bem de tal forma, que aos 9 minutos de jogo, o resultado era de 5-4, para realizar um parcial de 5-0, e aos 21 minutos vencia por 11-4, para chegar aos 11 golos de diferença aos 29 minutos (17-6), para o intervalo terminar com um livre de 7 metros, aos 30 minutos e o resultado ser de 17-7. Na equipa do Madeira SAD, que se apresentou com apenas 13 jogadores de campo, não teve desta vez em Radule o guarda-redes que normalmente têm, e apenas Elledy Semedo (4 golos), esteve mais próximo do seu nível, pois a sua habitual defesa mais aberta, desta vez não esteve com a eficácia que costuma ter, pois até Schongarth (5 golos), regressou em pleno, na equipa do Sporting, que inicia o segundo tempo com menos um jogador, por exclusão de Doroshchuk, mas com Salvador (6golos) a realizar um bom jogo, na equipa do Sporting, o jogo voltou a ser equilibrado até cerca dos 42 minutos (23-14), com Pedro Penada (4 golos) na equipa do Madeira SAD a estar melhor, mas entre os 43 e os 56 minutos o Sporting realiza um parcial de 9-0, e coloca o resultado em 32-14, para aos 28 minutos chegar aos 34-15, maior diferencial registado em todo o encontro, e que acaba por ser igual, ao diferencial final, com o Sporting, a realizar gestão do plantel, e a terminar com 13 jogadores, incluindo Manuel Gaspar a concretizar golos. Dirigiu este encontro que não teve qualquer dificuldade, a dupla de Braga constituída por Fernando Costa, e Diogo Teixeira, que na nossa opinião não estiveram equilibrados no jogo passivo e na falta do atacante.

Consideramos para a elaboração da classificação apenas 23 jornadas.

Classificação, após este encontro – 1.º FC Porto (69 pontos), 2.º Sporting (67 pontos), 3.º Benfica (-1 jogo) (62 pontos), 4.º Águas Santas (-1 jogo) (53 pontos), 5.º Belenenses (-1 jogo) (51 pontos), 6.º Madeira SAD (-1 jogo) (47 pontos), 7.º Póvoa AC (-1 jogo) (45 pontos), 8.º ABC (-2 jogo), e Vitória FC (-1 jogo) (39 pontos), 10.º Ismai (-1 jogo) (37 pontos), 11.º AA Avanca (-1 jogo) (36 pontos), 12.º FC Gaia (-2 jogo), e SC Horta (-2 jogos) (34 pontos), 14.º Boa Hora (-1 jogo) (33 pontos), 15.º AD Sanjoanense (-2 jogos) (30 pontos), 16.º Boavista FC (-1 jogo) (24 pontos).

O Banhadas Andebol