gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Crónica Intermédia de fim-de-semana no Feminino – 03 – 2019 / 2020


Crónica dedicada ao Feminino, em especial apenas ao único encontro relativo à 2.ª Jornada que se encontra em atraso. 

Esta semana falhou a regularidade das transmissões pela Andebol TV, mas continuamos com a esperança de ter pelo menos um jogo por jornada.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
1.ª Jornada
Dia 12-10-19
Colégio Gaia - CA Leça (18H00)
2.ª Jornada
Dia 21-09-19
Alavarium 32 - 23 Assomada (J/ Comentado)
Benfica 27 - 26 ARC Alpendorada (J/Comentado)
Maiastars 19 - 25 Colégio Gaia (J/Comentado)
Dia 29-09-19
ABC 24 – 24 CA Leça
Dia 06-10-19
Madeira SAD - SIR 1.º Maio CJB (16H00)
CS Madeira - Juventude Lis (12H00)

No único jogo que se disputou, este fim-de-semana, e face às alterações verificadas no Portal da FAP, e referidas no texto anterior, tínhamos a forte esperança, de que finalmente a FAP, desse cumprimento ao estabelecido no Regulamento Desportivo da Prova, mas mais uma vez se provou a forma como o Andebol Feminino é Des/Tratado. Jogo que felizmente foi disputado sem o registo de ocorrências disciplinares. Apenas solicitamos mais respeito não só pelos Regulamentos que são elaborados e da competência da Direcção da FAP, sejam respeitados e cumpridos, porque então seria bem melhor, a mesma Direcção ter a coragem de emitir um Comunicado Oficial, sobre o tema, e revelar a sua incapacidade de cumprir o mesmo.

No jogo que disputou no Flávio Sã Leite, entre o ABC e o CA Leça, com uma boa assistência para o feminino, e disputado com algum equilíbrio, foi um encontro com duas partes distintas, enquanto no primeiro tempo a equipa do CA Leça (que fez o seu primeiro jogo da época), fez valer a sua superioridade, neste período, chegando ao intervalo a vencer por 12-9, com a equipa do ABC, a ter uma excelente, chegando a estar no comando do marcador por exemplo aos 22-21, e perto do final do jogo, o marcador era de 24-23, a favor do ABC, com o CA Leça a igualar nos últimos momentos do tempo regulamentar. Na equipa do ABC, Nádia Gonçalves com 7 Golos, foi a sua melhor marcadora, por seu lado no CA Leça, as suas melhores marcadoras, chegaram apenas aos 4 golos, mas foram 4 (Maria Santos, Ana Frade, Filipa Ventura, e Beatriz Prata).

Não publicamos qualquer classificação, por entendermos que ainda não se justifica.

O Noticias

Planeamento Desportivo – Época 2019/2020 – XXX


A PROPÓSITO DE ESTATÍSTICAS
NO FEMININO
(SERÁ QUE, JÁ EXISTEM…)

O Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Feminina, principal prova do Calendário Nacional no género Feminino, iniciou-se sem qualquer estatísticas em directo, ou em indirecto, e sem qualquer informação por parte da FAP.

Felizmente hoje podemos anunciar, que em 29-09-19, ou seja quase dois meses depois no nosso alerta a FAP, através do chamado “Match Center”, já tinha o mesmo actualizado, e pronto a ser utilizado, conforme é estipulado no Regulamento desportivo da Prova, no entanto todos os dados que já lá se encontram inseridos, ou nada são exactamente a mesma coisa.

Assim a FAP está a dar cumprimento ao Regulamento Desportivo da PO09, que prevê nomeadamente no artigo 11.º a recolha obrigatória de dados estatísticos, com a entidade organizadora da prova (Federação), através da chamada equipa de estatística, a nomear um colaborador (observador), e informar que os resultados serão publicados no portal da Federação, que no entanto os tem publicado através de um sistema chamado “Match Center”, que agora está devidamente sinalizado, conforme a imagem que felizmente neste preciso momento já existe a opção para tal.
Deveria ser um momento de congratulação, mas o que verificamos. É que existem jogos, onde apenas está inserido o resultado, outros onde existe a fita final (Resumo) cujos dados é ZERO, e outros existem com dados a serem colocados aos 70, 80 e até aos 95 minutos de jogo, não serão certamente desta modalidade, pois o tempo máximo (normal) são apenas de 60 minutos, e na Fase que se encontra a realizar, então é impossível, isto não é informação credível. Ver imagem:
Tentamos no encontro que se disputou este fim-de-semana, o ABC / CA Leça, ficamos frustrados, pois não existiu, qualquer informação estatística, mais, nos preenchimentos dos dados, apenas uma equipa existia, ver imagem, ver igualmente figura relativa ao mapa resumo, apenas existe uma situação correta o resultado final.
Ficamos satisfeitos, por alguém nos lê e corrige o que falta, mas em relação a esta prova e a este tema, esperamos que rapidamente o processo esteja completo, pois já demora demasiado tempo.

O Analista

Vitória FC – Novo Técnico


LUÍS MONTEIRO

NOVO TÉCNICO DO VITÓRIA FC
Após a notícia da saída de Danilo Ferreira do comando da equipa Seniores, que se encontra a disputar o Campeonato Placard Andebol 1. Segundo as últimas notícias, e através de um Comunicado Oficial do Vitória FC, o novo treinador será Luís Monteiro de 52 anos de idade, e que já representou a equipa não só como jogador como foi seu treinador principal entre 2002 e 2004, sem esquecer que do seu curriculum faz parte a sua presença nas Selecções Nacionais, em especial nos escalões de formação. 

O Noticias

domingo, 29 de setembro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 02 – 2019 / 2020 – II


A habitual crónica, dedicada á PO02, constituída por 3 Zonas.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, a que dá acesso á 1.ª Divisão os 3 primeiros classificados de cada Zona, que transportam os resultados e pontos nos jogos entre si na 1.ª fase, não voltando a defrontar-se na Fase Final, que será disputada no sistema de TxT a duas voltas. Os 2 primeiros classificados da Fase Final ascendem ao Andebol 1.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Fase

Zona 1
2.ª Jornada
Dia 27-09-19
Xico Andebol 25 - 22 AC Fafe
Dia 28-09-19
Arsenal 30 - 38 FC Porto B
CA Penafiel 19 - 28 Modicus
Póvoa AC 29 - 23 CD Feirense
GC Santo Tirso 30 - 27 SP. Oleiros

Felizmente tivemos nova jornada disputada sem adiamentos, facto que continua merecer ser salientado, mas desta vez com dois jogos a registarem ocorrências disciplinares, o equilíbrio verificado na jornada anterior, não foi confirmado nesta jornada, onde ocorreram jogos com resultados mais diferenciados, do que o tal equilíbrio na semana anterior poderia fazer prever. Um dos encontros mais equilibrados verificou-se no Xico Andebol / AC Fafe (jogo com ocorrências disciplinares), que terminou com vitória do Xico Andebol que que já vencia ao intervalo por 14-11, precisamente a diferença final, o que diz bem do equilíbrio verificado neste encontro entre duas das equipas consideradas favoritas aos lugares de apuramento para a Fase Final. O Resultado mais equilibrado a seguir na nossa opinião registou-se no GC Santo Tirso / SP. Oleiros, que terminou igualmente pelo mesmo diferencial do jogo anterior, e que também registava ao intervalo o resultado de 14-11. Todos os outros encontros registaram resultados com algumas diferenças, como por exemplo no Arsenal / FC Porto B, onde a equipa que desceu de divisão foi completamente dominada por uma das equipas que eventualmente pode chegar à Fase Final, mas não pode subir de divisão, e que já vencia ao intervalo por uns claros 16-11, o resultado mais dilatado, registou-se naquele que poderá ter sido o resultado mais surpreendente da jornada o CA Penafiel / Modicus (jogo com ocorrências disciplinares), com a equipa do Modicus já ao intervalo na frente do marcador por 15-9, realizando um segundo período de gestão mas sempre a aumentar a diferença no marcador, por fim realizou-se o Póvoa AC / CD Feirense, e quando se esperava um jogo mais equilibrado, a equipa da casa impôs, fazendo jus ao seu favoritismo, inclusive para a discussão por um lugar na fase final, já vencia ao intervalo por 12-10, o que revela uma primeira parte de grande equilíbrio. Difícil confirmar os prognósticos previstos na 1.ª Jornada, mas será certamente uma zona bastante disputada. Saliente-se o facto de ter sido a Zona onde as assistências atingiram melhores números.

Zona 2
2.ª Jornada
Dia 27-09-19
AC Sismaria 27 - 26 ADC Benavente
Dia 28-09-19
São Bernardo 39 - 28 CD Marienses
Estarreja AC 33 - 26 Alavarium AC
AD Albicastrense 27 - 23 CD Mafra
Dia 01-11-19
AD Sanjoanense - Juventude Lis (15H00)

Zona onde se começou cedo com os adiamentos, pois apenas se realizaram 4 dos jogos previstos, e onde se verificou um encontro com um encontro com relatório disciplinar, no Estarreja AC / Alavarium, que foi um encontro totalmente dominada pela equipa do Estarreja AC, que ao intervalo já vencia por 19-12, margem que lhe permitiu, controlar o segundo tempo, gerindo o resultado final, numa jornada que nos jogos realizados ficou marcada por se registarem apenas vitórias das equipas que jogaram na condição de visitadas. O Encontro mais equilibrada da jornada foi o AC Sismaria / ADC Benavente, que normalmente disputam encontros sempre com forte equilíbrio, e que desta vez pendeu para os homens de Gândara, pela diferença mínima, que no entanto já vencia ao intervalo por 15-11, tendo de suportar uma forte reacção da equipa do ADC Benavente, depois da vitória surpresa na nossa opinião registada na 1.ª jornada o AD Albicastrense, que voltou a apresentar mais uma vez apenas 1 Oficial de equipa inscrito no boletim de jogo (Treinador), não teve tarefa fácil, talvez com a equipa mais fraca da zona (na nossa opinião), venceu mas por exemplo o resultado ao intervalo era apenas de 2 golos de dois golos de diferença 13-11, para no segundo vencer igualmente pela mesma diferença, o encontro com o resultado mais dilatado da jornada, ocorreu em São Bernardo onde a equipa local, venceu de forma clara os insulares do CD Marienses, confirmando totalmente ser uma das principais equipas ao apuramento para a Fase final, pois neste encontro já vencia ao intervalo por 17-10, o que é esclarecedor da sua superioridade neste jogo, pois no segundo tempo limitou-se a controlar o jogo e o marcador. Zona onde a presença de público foi mais fraca que na Zona 1.

Zona 3
1.ª Jornada
Dia 29-09-19
Marítimo 30 – 32 CF Sassoeiros
2.ª Jornada
Dia 28-09-19
Sporting B 26 - 28 Alto Moinho
Zona Azul 29 - 20 Lagoa AC
CDE Camões 34 - 30 Marítimo
CF Sassoeiros 27 - 23 1.º Dezembro
Almada AC 31 - 22 Vela Tavira

Única zona, onde não se registaram ocorrências disciplinares, e onde se acertou o calendário com o Marítimo a realizar jornada dupla nesta sua deslocação ao Continente, onde mais uma vez se verificou uma inversão de pavilhão num dos jogos, o Marítimo / CF Sassoeiros que foi disputado no recinto do visitante, e com este encontro a prova nesta zona ficou com todos os jogos certos. Nesta sua deslocação o Marítimo defrontou no seu primeiro jogo o CDE Camões e perdeu, depois de ao intervalo se encontrar na frente do marcador por 15-12, num encontro disputado em família, no segundo encontro o Marítimo, defrontou em Sassoeiros o CF Sassoeiros, onde voltou a ser derrotado, num encontro em que entrou mal, e ao intervalo já perdia por 16-14, para terminar precisamente com a mesma diferença. Das 3 zonas, regista-se que foi aquele com assistências mais fracas, e em alguns dos encontros a presença de público era francamente abaixo do mínimo desejável, com apenas 50 espectadores, e que confirmou as nossas previsões em relação à discussão dos possíveis apuramentos para a Fase final. A Grande surpresa da jornada ocorreu no Sporting B / Alto Moinho, onde a equipa visitante foi vencer, depois de ao intervalo já se encontrar a vencer por 18-15, obrigando o Sporting B, a uma reacção que não foi suficiente, para a anular a vantagem adquirida. No pavilhão do CF Sassoeiros, tivemos o CF Sassoeiros / 1.º Dezembro, que foi outro dos encontros mais equilibrados da jornada, e que registava ao intervalo, uma igualdade a 12 golos, para a equipa da casa apenas no segundo tempo consumar a sua vitória no primeiro jogo de uma jornada dupla, que também realizou. Disputaram-se dois encontros quase sem história, em termos de resultados finais, o Almada AC / Vela Tavira, que ao intervalo já assinalava o resultado de 16-12 favorável à equipa do Almada AC por 16-12, terminando com uma confortável vitória do Almada AC, uma das favoritas à discussão pelos lugares de acesso à Fase Final, e o Zona Azul / Lagoa AC, que terminou com uma resultado desnivelado e favorável ao Zona Azul, que não reflecte o que passou até ao intervalo onde a equipa da casa vencia pela diferença mínima 14-13. 

O Banhadas Andebol

sábado, 28 de setembro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 10 – 2019 / 2020 – I


Crónica intermédia de fim-de-semana, relativa aos jogos que se disputaram da 6.ª Jornada do Andebol 1.

PO01 – Campeonato PLACARD Andebol 1 (1.ª Divisão Seniores Masculinos).

1.ª Fase
1.ª Jornada
Dia 26-10-19
SC Horta - Águas Santas (21H00)
2.ª Jornada
Dia 26-10-19
AA Avanca - Boa Hora (18H00) Artística TV/Andebol TV
Dia 24-09-19
SC Horta 27 – 37 FC Porto (J/Comentado)
Dia 28-09-19
AA Avanca 21 – 21 ABC
Águas Santas 21 - 30 Benfica
Belenenses 26 – 27 Boa Hora
Vitória FC 22 – 25 Ismai
FC Gaia 34 – 28 Boavista FC
Dia 01-10-19
Madeira SAD - Sporting (19H00) Andebol TV

Jornada que foi disputada em 3 datas diferentes, devido à participação das equipas portuguesa nas competições europeias, e onde tivemos apenas um encontro onde se registaram ocorrências disciplinares.

No pavilhão Acácio Rosa disputou-se o Belenenses / Boa Hora (jogo com registo de ocorrências disciplinares), que se apresentou com enorme melhoria de presença de público em relação aos últimos encontros, e que terminou com a vitória da equipa do Boa Hora, constituindo uma enorme surpresa da jornada. Foi um encontro que apesar de ter sido disputado sempre com grande equilíbrio, deve registar-se que a jovem equipa do Boa Hora, nunca permitiu que a equipa do Belenenses, estivesse na frente do marcador apesar das diversas situações de igualdade que se registaram ao longo dos 60 minutos, e sempre que esteve no comando a equipa do Boa Hora, a maior margem que possuiu foi de 3 golos, por diversas ocasiões a última das quais aos 54 minutos quando vencia por 25-23, depois de ter chegado ao intervalo a vencer pro 13-12, a equipa do Belenenses, aproveitando e bem a superioridade numérica de que dispôs nos momentos finais do encontro, devesse também referir que o Belenenses, também teve momentos de inferioridade numérica nos momentos finais, no minutos final com o resultado numa igualdade a 26 golos, o Boa Hora, marca o golo da vitória mesmo nos momentos finais do jogo. Miguel Moreira na baliza do Boa Hora com 37% de eficácia, torna-se num dos homens do jogo, pois do outro lado Diogo Valério com 31% de eficácia, foi o melhor dos guarda-redes utilizados pelo Belenenses. Na equipa visitada com 10 jogadores a marcarem golos, Nuno Roque com 8 golos (80% de eficácia), foi o seu principal marcador. No Boa Hora, tivemos Nuno Reis (6 golos, 86% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Salvador com 6 golos (67% de eficácia), como melhores marcadores.

Em Águas Santas realizou-se talvez o mais importante jogo da jornada, o Águas Santas / Benfica, num pavilhão com uma excelente moldura humana, infelizmente foi um jogo, sem estatísticas em directo, provavelmente devido à transmissão em deferido pela TVI24, no entanto as mesmas surgiram com mapa resumo a zero e o que significa, que não existiram sequer. Foi um encontro onde face à diferença existente nos planteis, as ausências, que se registaram na equipa maiata (Francisco Fontes, Pedro Cruz, e Gustavo Almeida), pesaram mais que as ausências verificadas no Benfica (Belone, David Carvalho, e Borko), como Benfica a apresentar o reforço Rome Hebo, Jogo equilibrado até aos 4-4, para se imediato Benfica passar para a frente do marcador, e ir evoluindo, com o mesmo assim chegou aos 9-5, para chegar ao intervalo a vencer por 15-10. No segundo tempo, o Águas Santas entrou bem, reduzindo para 16-12, mas o Benfica com Petar Djordjic (12 golos) em bom plano, rapidamente chega aos 23-15, diferença que foi gerindo, e chegou aos 29-21, para terminar, com 30-21. Mário Loureço (6 golos), e José Rebelo com 5 golos, foram os melhores marcadores da equipa maiata. No Benfica onde se 19 atletas marcaram golos o seu principal marcador já foi referido.

No Pavilhão comendador Adelino Costa, realizou-se o AA Avanca / ABC, encontro que terminou numa perfeita igualdade, num jogo, de grande equilíbrio, onde as alternâncias se sucederam, assim como as igualdades, com a equipa da ABC, a comandar mais vezes o marcador nos primeiros 30 minutos, mas nunca conseguido vantagens superiores a 2 golos, para o intervalo chegar com o marcador em 10-8 a favor do ABC. Nos segundos 30 minutos, o ABC, chegou a 3 golos de vantagem (11-8), para a AA Avanca, realizar um parcial de 5.0 e aos 37 minutos vencia por 13-11, para atingir igualmente uma vantagem de 3 golos, aos 40 minutos (16-13), para mais uma boa reacção da equipa do ABC e aos 57 minutos tínhamos uma nova igualdade a 20 golos, com o ABC a igualar no ultimo minutos através de um livre de 7 metros, convertido por Hugo Rocha. Luís Silva na baliza da AA Avanca, foi o herói do jogo com 45% de eficácia, e Rui Ferreira com 6 golos (86% de eficácia), foi o melhor marcador da AA Avanca, na baliza do ABC o experiente Humberto Gomes, chegou aos 32% de eficácia, 10 jogadores marcaram golos no ABC, sendo o seu principal marcador Hugo Rocha (5 golos, 56% de eficácia, 4 em 5 de 7 metros).

No Antoine Velge, disputou-se o Vitória FC / Ismai, com menos publico do que se esperaria. Tivemos um jogo de grande equilíbrio, com praticamente duas partes distintas, uma primeira parte onde a equipa do Vitória FC, comandou mais vezes o marcador, mas sem adquirir vantagens folgadas, a sua maior vantagem foi de 2 golos, por diversas vezes, a última verificou-se por exemplo aos 25 minutos quando vencia por 12-10, para i«o Ismai igualar a 12 golos cerca dos 29 minutos e ainda conseguir atingir o intervalo na frente do marcador (13-12). No segundo tempo ainda se registou equilíbrio até cerca dos 47 minutos, com o Vitória FC a igualar a 18 golos, para de imediato o Ismai voltar ao comando do marcador situação que não mais largou, e apesar de nos últimos 4 minutos sofrer uma desqualificação e mais duas exclusões, atingiu o maior diferencial ocorrido nos 60 minutos de jogo, quando vencia por 25-21, aos 58 minutos. Alan Lima na baliza do Vitória FC com 50% de eficácia, evitou males maiores, e foi uma das figuras do encontro, e da sua equipa, onde Nikola Egic com 6 golos (60% de eficácia) e Joaquim Nazaré com 5 golos (50% de eficácia, 0 em 1 de 7 metros), foram os melhores marcadores. No Ismai, destaque para os dois homens da baliza, pois Manuel Borges (41% de eficácia), e Ricardo Castro (48% de eficácia), estiveram em bom plano, com Ricardo Mourão (6 golos, 75% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Hugo Santos (5 golos, 100% de eficácia, 5 em 5 de 7 metros), foram os seus melhores marcadores.

No recinto do FC Gaia, realizou-se o FC Gaia / Boavista FC, encontro com uma boa moldura humana, disputado entre duas das equipas que esta época ascenderam ao Andebol 1, e onde se espera um maior equilíbrio, mas na realidade foi um jogo de sentido único, com o FC Gaia, a comandar o jogo e o marcador praticamente durante os 60 minutos regulamentares, vencendo por diferencial final, que reflecte o que se passou em campo, pois o FC Gaia ao chegar ao intervalo a vencer por 18-11, No segundo tempo limitou-se a gerir o plantel e a controlar o jogo e o marcador esperando pela natural reacção da equipa do Bessa, mas mesmo assim aos 59 minutos, vencia pelo maior diferencial registado em todo o encontro 34-26, para no último minutos sofre dois golos, que ditaram o resultado final. Diogo Ribeiro na baliza do FC Gaia, atingiu os 35% de eficácia, numa equipa que teve 10 jogadores a marcarem golos, sendo Martin Costa com 12 golos, o seu principal marcador. No Boavista FC, Cláudio Silva na baliza chega aos 37 % de eficácia, e Tiago Costa com 9 golos, foi o melhor marcador da equipa.

Classificação após a realização destes jogos – 1.º FC Porto (18 pontos), 2.º Benfica (16 pontos), 3.º Sporting (-1 jogo) (15 pontos), 4.º Belenenses (13 pontos), 5.º ABC, FC Gaia, e Ismai (12 pontos), 8.º Boa Hora (-1 jogo) (11 pontos), 9.º Madeira SAD (-1 jogo) (9 pontos), 10.º Boavista FC, Vitória FC, e AA Avanca (-1 jogo) (8 pontos), 13º Águas Santas (-1 jogo), SC Horta (-1 jogo) (7 pontos). 

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXVI


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

FC PORTO (GRUPO B)
VENCE O PGE VIVE KIELCE

Esta 3.ª jornada que começou mal para as equipas portugueses, culminou com o FC Porto a jogar nesta fase de Grupos (Grupo B), defrontando o PGE VIVE Kielce (Polónia) na condição de visitado, mas terminou bem com o FC Porto, a obter uma excelente vitória.

Jogo disputado no Dragão Arena, que se encontrava com uma excelente moldura humana, e onde os adeptos do FC Porto criaram um excelente ambienta no apoio à sua equipa. Num encontro onde se defrontaram duas grandes equipas, o equilíbrio no marcador foi a grande dominante nos primeiros 25 minutos, quando se registou pela última vez uma igualdade no marcador (11 golos), pois de seguida a equipa portuguesa a assumir as despesas do jogo, e passar para o comando do marcador, chegando aos 14-11 aos 28 minutos, para se atingir o intervalo com o resultado em 15-12 a favor da equipa portuguesa, que defendeu de uma forma, forte e coesa, respondendo da melhor forma aos valores da equipa do Kielce, e Alfredo Quintana, foi uma barreira quase intransponível para a equipa polaca, defendendo 4 dos 7 metros que a equipa polaca, dispôs durante os 60 minutos, enquanto o seu bloco central constituído por Alexis Borges (3 golos), e Iturriza (4 golos), e ainda com a excelente colaboração de Djbril (3 golosa), foram por vezes mais que suficientes para segurar um ataque, rápida mas por vez individualista, onde estavam nomes como Alex Dujshebaev (6 golos), Blaz Janc (7 golos), e melhor marcador da equipa, e ainda o guarda-redes Andreas Wolff, com uma boa actuação, ou ainda Igor Karacic (4 golos), na equipa Portuguesa, devemos por imperativo do dever destacar ainda o trabalho de Rui Silva e de António Areia (8 golos). No segundo tempo uma boa entrada do FC Porto, coloca, o resultado em 16-12, ainda não haviam 30 segundos de jogo, depois a gestão do marcador e do jogo, com o FC Porto a cometer tal como a equipa polaca, algumas faltas técnicas, mas O FC Porto, teve um período perto dos 45 minutos de jogo, com alguma desconcentração o que permitiu, que o marcador se equilibra-se e chegasse a 23-21, a favor da equipa portuguesa, com os polacos a chegarem aos 26-25, aos 49 minutos, mas sem nunca conseguirem igualar, o marcador, e passados este período em que os polacos defenderem em 6:0, mas avançados em relação à linha dos 6 metros, o FC Porto, atinge a maior vantagem no encontro aos 55 minutos quando vence por 30-25, como Kielce a reduzir para 32-30, cerca dos 59 minutos, momento em o FC Porto, demonstrou toda a sua segurança e motivação, pois ainda conseguiu obter mais um golos. Com esta vitória o FC Porto, provoca uma das maiores surpresas da época, a nível Europeu, e com a mesma ultrapassar na classificação do Grupo o seu adversário. Dirigiu o encontro a dupla eslovaca constituída por Michal Badura e Jaroslav Ondogrecula, que estabeleceu um critério para os livre de 7 metros e manteve até final do encontro, o que só por si é uma virtude, embora fosse um pouco mais condescendente em termos disciplinares, com a equipa polaca.

Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto 33 – 30 PGE VIVE Kielce
4.ª Jornada
Dia 13-10-19
Telekom Veszprém HC – FC Porto (15H00) Porto Canal

Horas Locais

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 26-02/01-03-20, para o Grupo A.

O Banhadas Andebol

EURO 2020 FEMININO – NORUEGA / DINAMARCA - VI

Euro 2020 Feminino – NORUEGA / DINAMARCA
PORTUGAL PERDE COM A SUécia
Depois de um início de prova, que podemos considerara desastroso, Portugal defrontou hoje na 2.ª Jornada da Fase de Qualificação 2, a Suécia, grande favorita do Grupo na nossa opinião, prova cuja Fase Final se vai realizar de 4 a 20 de Dezembro de 2020 na Noruega, e na Dinamarca.

Já Apurados:
Noruega País Organizador
Dinamarca País Organizador

Grupo 5 – Suécia, República Checa, Macedónia do Norte, Portugal.

Portugal disputou hoje no Pavilhão Municipal de Tondela, que embora com entradas livres e apesar de bem composto não encheu, neste encontro com a Suécia, grande favorita do Grupo, (E com os técnicos Nacionais a preparem toda a gente para a possível derrota, conforme as declarações, prestadas no Portal da FAP, pois a vitória só com superação, como por exemplo “ Vamos defrontar uma das melhores equipas do Mundo. Quando se joga contra os melhores podemos ficar atemorizados, ou … Superar-nos e fazer história”). E na realidade não existiu nem superação nem “milagre”, pois apesar das ausências verificadas em ambas as equipas, a diferença entre o Andebol feminino sueco, e o Andebol feminino português e abismal, e essa diferença reflectiu, não só no jogo praticado como no resultado final, Portugal durou 5 minutos, quando o resultado era uma igualdade a 2 golos (Joana Resende a marcar os dois, 4 golos no total)), para aos 13 minutos já estarmos a perder por 7-2, e aos 18 minutos de jogo, o resultado já ser de 11-4 a favor das suecas, que chegam ao intervalo a vencer por uns claros 15-7, que reflectem completamente o que se passou em campo, onde tanto Isabel Góis como Jéssica Ferreira na baliza de Portugal, foram na nossa opinião as suas principais figuras. Com as suas colegas de posto da equipa sueca, Filippa Idehn, e Jessica Ryde. A ter uma enorme eficácia. Portugal que em determinados momentos teve na defesa os seus melhores momentos, pois no ataque as faltas técnicas cometidas, davam normalmente golo da adversária, ou golos sem guarda-redes, quando utilizávamos o ataque com 7 jogadores de campo (5 golos), e uma equipa que comete as faltas técnicas que Portugal cometeu nunca pode vencer um encontro. No segundo tempo a equipa sueca que variou e utilizou todo o seu plantel, bastou-lhe acelerar um pouco pois a diferença física fez o resto e aos 37 minutos já venciam por 22-9, para aos 16 minutos o resultado estar em 31-16, e até final foi sempre a aumentar o diferencial, neste encontro destaca-se ainda pela negativa, a descrença que a equipa portuguesa, apresentou em alguns momentos, no entanto Mariana Lopes (4 golos) destacou-se pela sua garra e determinação. Portugal não converteu 4 dos seus livres de 7 metros (dispôs de 7), na equipa da Suécia, destaca-se a sua qualidade e controlo de jogo, com Nathalie Hagman, e Mathilda Lunfstrom, ambas com 5 golos a serem as suas principais marcadoras. É jogo que torna difícil escrever uma crónica, pois quanto mais se escrever, mais negativismo a mesma pode encerrar, assim terminamos tristemente por aqui. Jogo dirigido pela dupla norueguesa, constituída por Mads Frestad, e Markus Pedersen, que num jogo sem problemas, estiveram bem embora ao nível da falta do atacante apresentassem algumas falhas.

Resultados e Calendário

Jornada 1 – Dia 25-09-19
Republica Checa 31 – 20 Portugal
Jornada 2 – Dia 28-09-19
Portugal 19 – 38 Suécia
Jornada 3 – Dia 25/26-03-20
Portugal - Macedónia do Norte
Jornada 4 – Dia 28/29-03-20
Macedónia do Norte - Portugal
Jornada 5 – Dia 27/28-05-20
Republica Checa - Portugal
Jornada 6 – Dia 31-05-20
Suécia – Portugal

Horas Locais

Serão apurados para a Fase Final, os dois (2) primeiros classificados, de cada Grupo.

O Noticias 

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Arbitragem – Formação – 2019/2020 - V


ACÇÕES DE FORMAÇÃO
(14-09-19, e 22-09-18)
(2.ª ACÇÃO)

Já decorreram estas acções de formação, mas mais uma vez o CA da FAP, se esquece das suas obrigações, perante o está estabelecido na lei e nos estatutos da FAP, (o estabelecido no Artigo 8.º do Dec. Lei 93/2014, que rectifica o Dec. Lei 248/B de 2008 (Regime Jurídico das Federações, não é cumprido), no entanto continuamos a referir, para bem da verdade que o CA é um órgão da FAP, e não um organismo independente, assim encontra-se sujeita, às normas constantes, na legislação e que foram vertidas para os estatutos da FAP, e assim toda e qualquer Circulares, ou Comunicado Oficial (Chamem-lhe o que quiserem) deveriam ser divulgadas directamente no Portal da FAP, e não apenas na página da arbitragem, e neste mesmo como simples noticia, ver imagem, seguinte;
O CA da FAP, que através da sua Circular N.º 7, dá a conhecer as convocatórias, para as acções referidas em titulo, com a do dia 14, a realizar-se em Lisboa, e a do dia 22 em Estarreja, no seguimento desta circular mais nenhuma foi publicada, com os resultados, das acções, assim como a constituição dos quadros de Nível 1 e 2, “continuamos a brincar”, na noticia que publica referente a Lisboa, até coloca fotografias, de possíveis elementos de uma possível Academia Formação (órgão desconhecido nos estatutos da FAP, e não Eleito, e cujos elementos ninguém sabe a sua qualidade, para poderem estar a dar cursos da modalidade, pois segundo nos apercebemos, aqueles que foram árbitros e aparecem nas fotos, nunca atingiram níveis de qualidade superior, e outros nem árbitros foram), sobre esta desconhecida entidade cabe-nos perguntar:

Quem Paga?
Em que orçamento está inserido?
Ninguém recebe?
Quem o Dirige?
Quais são as suas competências?
Onde se encontra Regulamentado?

Ainda em relação a estas acções, como é possível, não dar a conhecer os resultados? Se algumas Associações, até publicam nas páginas do Facebook, fotografias com os novos árbitros.

Embora continue por publicar, em relação à 1.ª acção, o que se passou com os Delegados e Observadores, não se entendendo o porquê… Será que os elementos do CA que desempenham estas funções também realizaram testes…

Mais uma vez (chamem-nos “pasquim” ou não), depois de termos informado de que (desta vez no programa das acções de formação não existem os chamados “exames médicos”). Estávamos enganados pois a Circular N.º 7, informa que as acções se iniciaram com o inicio das Inspecções Médicas? Mais uma falácia completa pois o CA da FAP, não possuiu qualquer competência, quer legislativa, quer estatutária, para executar qualquer inspecção médica. Ver Imagem (nota é de Lisboa, mas o de Estarreja, é uma fotocópia deste)
Continua-se pelo programa a omitir as novas Orientações emitidas pela IHF, que estão em vigor desde 01-07-19, e até agora o silencia continua a ser total, com a gravidade de já se terem disputado provas, e nada ter foi divulgado.

Estranhamente, para as chamadas novas orientações teremos somente previstas 1H00, o que consideramos muito pouco.

Ficaremos na expectativa da divulgação dos resultados, seja realizado, usando o mesmo critério, para todas as funções.

Por hoje ficamos por aqui, mas voltaremos ao tema das Arbitragens sempre que consideremos que se justifiquem.

O Regras

Europeu 2022 Seniores Masculino – III


EHF EURO 2022
SENIORES MASCULINOS
HUNGRIA E ESLOVÁQUIA
Depois de termos informado a forma de disputa deste Euro, conforme divulgado pela EHF, e que será pela primeira vez disputado por 24 equipas, influenciando o trajecto que as equipas terão de fazer para chegar ao Mundial da Categoria em 2021, que como já informamos será disputado no Egipto.

A EHF, confirmou que a chamada “Ronda de despromoção”, que será disputada, pelos vencedores dos Grupos da Fase Qualificação 1, juntamente com a 3 piores equipas classificadas (classificação obtida, através dos 4.º’s classificados nos grupos de apuramento para o Euro 2020, juntando-se ainda o vencedor do Torneio das Nações Emergentes, num total de 6 equipas.

Equipas Qualificadas – Luxemburgo, Chipre, Geórgia, Finlândia, Estónia, e Bélgica.

A “Ronda de despromoção”, será disputada em Janeiro de 2020, e com os seguintes encontros

Geórgia – Finlândia
Luxemburgo – Estónia
Bélgica – Chipre

Nota- Ainda não se encontram definidas as datas para todos os encontros, que serão disputados em duas mãos.

Assim a EHF decidiu, que o sorteio para as eliminatórias será realizado e 22 e 23 de Abril de 2020.

O Sorteio da Fase Final, terá lugar em Budapeste em Maio de 2021

Paralelamente às eliminatórias do Euro 2022. Disputar-se tal como para o Euro 2020, a EHF Euro CUP, que será disputada pelos dois Países organizadores, com as duas equipas melhores classificadas na Final do Euro 2020, que estarão automaticamente apuradas para o Euro 2022.

O Noticias

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXV


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

SPORTING (GRUPOS C)
DERROTADO PELO IK SÄVEHOF

Esta jornada da Liga dos Campeões Masculina, não começou bem para as equipas portugueses, pois iniciou com a derrota do Sporting na Suécia, correspondente à 3.ª jornada, nesta fase de Grupos (Grupo C), na condição de visitante, não teve a felicidade que esperaria e saiu com uma derrota, que não deslustra.

Jogo disputado no Partille Arena, que se encontrava com uma assistência bastante fraca, o Sporting, apenas conseguiu equilibrar o jogo em termos de marcador até cerca dos 5 minutos de jogo (igualdade a 2 golos), seguidamente a equipa Sueca, que cometeu um número de Falhas técnicas muito inferior ao Sporting, e que teve no seu guarda-redes Agust Bjorgvinsson, a sua principal figura, apenas como exemplo poderemos dizer que terminou os primeiros 30 minutos com 38% de eficácia (terminou com 31%), contra apenas os 13% de Cudic (terminou com 17%),a equipa sueca com uma excelente dinâmica defensiva, defendendo forte e feio, saindo sempre com critério ao portados da bola, e quando atacava, comandava o ritmo de jogo, criando diversas situações de vantagem, quando aceleravam, nos momentos próprios, em especial através dos seus jogadores de 1.ª linha, o lateral direito Gzim Salihi (5 golos, 63% de eficácia), e que saiu lesionado aos 39 minutos, e pelo seu central, Jonathan Edvardson (6 golos, 100% de eficácia), e ainda pelo ponta direito Sebastian Karlsson (5 golos, 71% de eficácia), foi adquirindo uma vantagem que nunca perdeu de 3, 4 golos, inclusive de 5 golos (10-5, aos 22 minutos por exemplo), chegando ao intervalo na frente do marcador por 13-10. O Sporting por sua vez que nunca se entendeu com o ataque dos suecos, demonstrando pouca agressividade, e quando aumentava a mesma, dava em exclusão pela certa, e não concretizando diversas situações de 7 metros, pois em 4 apenas concretizou um, e em situações de ataque ou cometia maus passes, ou tinha más recepções, ou era precipitado na concretização do mesmo, no entanto quer Edmilson Araújo (4 golos, 80% de eficácia), Carol (4 golos, 50% de eficácia foram mesmo assim os mais produtivos, e com uma entrada mais assertiva no segundo tempo chegaram à diferença mínima (17-16) aos 38 minutos, mas os suecos reagiram imediatamente e aos 50 minutos já venciam novamente por 5 golos de vantagem (24-19), vantagem que chegaram a ampliar até aos 6 golos (27-21) aos 55 minutos, o Sporting ainda tentou reagir, mas uma exclusão de Bingo, levou a que a equipa terminasse em inferioridade numérica. Dirigiu o encontro a dupla romena constituída por Doru Manea, e Rado Lliescu. Que teve um critério disciplinar despiciente e sem equidade, e nos livres de 7 metros, foi bastante permissiva. Entendemos que uma dupla que dirigi jogos da Liga dos Campeões Europeus, deve-se exigir mais qualidade.

Calendário
1.ª Jornada
14-09-19
HC Eurofarm Rabotnik 29 – 30 Sporting
2.ª Jornada
Dia 21-09-19
Sporting 32 – 24 Tatran Presov
3.ª Jornada
Dia 26-09-19
IK Sävehof 29 – 24 Sporting
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
Sporting – Bidasoa Irun (18H30) Sporting TV

Horas No Continente

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 26-02/01-03-20, para o Grupo A e 30-11-19 para o Grupo C.

O Banhadas Andebol

EURO 2024 FEMININO – INFORMAÇÃO - I


Euro 2024 Feminino

Na última reunião do seu Comité Executivo (20-09-19), a EHF confirmou, a existência de 3 propostas para a realização da Fase Final deste Euro, que contará pela primeira vez com a presença de 24 equipas.

A Fase Final disputar-se-á, entre 28 de Novembro e 15 de Dezembro de 2024.

Propostas que irão ser avaliadas

Rússia
Hungria, Áustria e Suíça – Organização conjunta
República Checa, Polónia, e Eslováquia – Organização conjunta

A EHF, durante os meses de Outubro e Novembro do corrente ano, farão diversas visitas para avaliação dos locais propostos, sendo a decisão final tomada em em Reunião do Comité Executivo da EHF, em 21 de Novembro de 2019.

O Noticias

Competições Europeias 2019 / 2020 – XXIV

LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

FC PORTO (GRUPOS B) E SPORTING (GRUPOS C)
As nossas equipas que se encontram a participar na Liga dos Campeões Europeus Masculina, na Fase de Grupos, regressam à competição para disputar a 3.ª Jornada desta Fase. Desejando nós a continuação das maiores felicidades na sua caminhada, nesta Fase de Grupos.

Recordamos a Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto – PGE VIVE Kielce (19H00) Porto Canal

GRUPO C - SWE – IK Sävehof, SVK – Tatran Presov, FIN – Cocks, MKD – HC Eurofarm Rabotnik, ESP – Bidasoa Irun, POR – Sporting Clube Portugal.

Calendário
1.ª Jornada
14-09-19
HC Eurofarm Rabotnik 29 – 30 Sporting
2.º Jornada
Dia 21-09-19
Sporting 32 – 24 Tatran Presov
3.º Jornada
Dia 26-09-19
IK Sävehof – Sporting (18H00) Sporting TV

Horas No Continente

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 26-02/01-03-20, para o Grupo A e 30-11-19 para o Grupo C.

O Banhadas Andebol