gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 30 de abril de 2019

Competições Europeias 2018 / 2019 – CII - Sorteio


Realizou-se em 30-04-19, o sorteio da AKQUINET EHF CUP, Final Four Masculina.

Masculinos
EHF CUP MASCULINA
FINAL FOUR
Prova a ser disputada em Kiel (Alemanha), nos dias 17 e 18 de Maio de 2019, com o seguinte calendário:
Dia 17-05-19
1.ª - 1/2 Final – TTH Holstebro – THW Kiel
2.ª - 1/2 Final – Fuchse Berlin – FC Porto

Esta prova, onde Portugal está representada pela 1.ª vez, e pelo FC Porto, a quem saiu uma das “favas” na disputa das 1/2 Final, o vencedor em título da prova, e que realizou um percurso imaculado até este momento, de tal forma, que uma das equipas fez parte do seu grupo na respectiva Fase, também participa (TTH Holstebro, da Dinamarca), nesta Fase Final, cujo favoritismo, vai naturalmente para os organizadores desta Final Four, o Kiel. A ordem dos jogos será anunciada mais tarde, após as devidas negociações com a TV, no entanto os horários a utilizar nos dois dias serão 18H00, e 20H45 (locais). O recinto a ser utilizado será Sparkassem Arena, com capacidade para 10250 espectadores.

Dia 18-05-19
3/4 Lugar
Final

Conforme é normal, desejamos boa sorte à equipa Portuguesa.

O Noticias

Andebol 4ll – Campeonato Nacional de ACR6 – 2019 - I


FASE FINAL DO CAMPEONATO NACIONAL DE ACR6
APD LEIRIA CAMPEÃ NACIONAL
(RENOVA O TITULO)

A Fase Final do Campeonato Nacional de Andebol em Cadeira de Rodas – ACR6, disputou-se conforme tínhamos informado, apesar da falta de informação por parte da FAP, em Lagoa (pavilhão Jacinto Correia), no dia 28 de Abril de 2019, e desta vez com transmissões pela Andebol TV, o que se saúda. Finalmente a FAP elaborou uma noticia, sobre esta prova (28-04-19)
Na continuidade da programação existente para esta variante, a Federação para esta época, voltou a programar um conjunto de competições – Esta Foi uma das diversas provas programadas.

Nesta Final, participaram a
, APD Leiria, APD Porto, CNS/UDI Setúbal, IFC Torrense e Sporting CP/ CP Messines / AMAL, precisamente as mesmas equipas que tinham participado em ACR4

Resultados

Jogo 1 - CNS/UDI Setúbal 6 – 20 IFC Torrense
Jogo 2 - APD Porto 18 – 14 Sporting CP/ CP Messines / AMAL
Jogo 3 – APD Leiria 22 – 7 IFC Torrense
Jogo 4 – Sporting CP/ CP Messines / AMAL 12 – 7 IFC Torrense
Jogo 5 – APD Porto 16 23 APD Leiria

Classificação Final – 1.º APD Leiria, 2.º APD Porto, 3.º Sporting CP/ CP Messines / AMAL, 4.º IFC Torrense, 5.º CNS/UDI Setúbal.

O Noticias

Competições Europeias 2018 / 2019 – CIII - Sorteio


Realizou-se Hoje (30-04-19), o sorteio da Final, da Chalenge CUP Masculina, onde está presente a equipa portuguesa do Madeira SAD.

Masculino
CHALLENGE CUP
1.ª Mão será realizada, em 11/12-05-19, no Funchal, e a 2.ª Mão em 18/19-04-19 na Roménia.

Uma forte curiosidade desta final, reside nos técnicos das formações finalistas, pois ambos são portugueses, e ambos coabitam na Selecção Nacional, Paulo Pereira como seleccionador Nacional, e treinador do CSM Bucuresti, e Paulo Fidalgo, como seu adjunto na Selecção, e treinador do Madeira SAD.

O Noticias

segunda-feira, 29 de abril de 2019

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2018 / 2019 – XVII – Final Four - Sorteio


FINAL FOUR
SORTEIO

Conforme noticiado em tempo a Final Four da Taça de Portugal (1/2 Finais e Final), em Masculino, será disputada no Pavilhão Multiusos de Sines, nos dias 01 e 02-06-19.

O Sorteio realizou-se hoje (29-04-19), pelas 17H00, no Auditório do Comité Olímpico de Portugal, com Conferência de Imprensa.

PO 20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos

Recordamos apenas as equipas que estarão presentes na Final Four - FC Porto, Águas Santas, Madeira SAD, e Póvoa AC (uma estreia).

Calendário

1/2 Final
Dia 01-06-19
Águas Santas – Madeira SAD
FC Porto – Póvoa Andebol Clube

O único comentário, que fazemos, é que se espera, sejam bons jogos, com uma 1/2 Final (Águas Santas / Madeira SAD), que deverá ser a única em que poderá existir equilíbrio, com a outra 1/2 Final, a ser disputada com amplo favoritismo do FC Porto.

Final
Dia 02-06-19

De resto desejamos que a prova decorra com grande desportivismos. E que o CA proceda à nomeação das melhores duplas portuguesas para a prova, dignificando a prova, a modalidade e a arbitragem.

Não foram definidas horas de disputa dos jogos, pois provavelmente estão dependentes da possível transmissão dos jogos (mera dedução). Actualizaremos a publicação, assim que existam informações sobre este tema.

O Noticias

Crónica Relativa á PO09 - Play OFF – 28 – 2018 / 2019


Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, e dedicada aos jogos do Play OFF (Grupo A), e (Grupo B). Que se disputaram este fim-de-semana, hoje dedicada ao 2.º jogo, na discussão para o 1.º e 4.º, e ao 3.º, existente na discussão para 5.º ao 8.º lugar.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.
Jogos das 1/2 Final (casa, fora, fora)
– Apuramento do 1.º ao 4.º Lugar

1.º Jogo
Dia 20-04-19
SIR 1.º Maio/CJB 19 – 19 Colégio Gaia
Alavarium 22 – 26 Madeira SAD
2.º Jogo
Dia 27-04-19
Colégio Gaia 34 – 25 SIR 1.º Maio/CJB
Madeira SAD 26 – 25 Alavarium
3. Jogo (Não necessários)

Resultados da eliminatória
Madeira SAD (2) – (0) Alavarium
Colégio Gaia (2) – (0) SIR 1.º Maio/CJB

3/4 Lugar – Alavarium, e SIR 1.º Maio/CJB

Apurados Finalistas o Madeira SAD, e o Colégio Gaia, com vitórias totais de 2-0 em número de jogos. Repetem a final da última época.

Com a realização destes jogos, ficaram definidos os finalistas da prova, e tal como tínhamos previsto em apenas dois (2) jogos. Mas ia existindo surpresas, todos os encontros foram disputados sem ocorrências disciplinares.

Madeira SAD 26 – 25 Alavarium

Jogo disputado no pavilhão do Funchal com uma boa moldura humana, e que terminou com a vitória da equipa mais experiente e de forma que ninguém esperava, pois a equipa do Madeira SAD marca o golo que lhe deu a vitória através de um livre directo convertido depois do tempo regulamentar (mas dentro do estabelecido nas regras de jogo) por Mónica Soares (9 golos, e melhor marcadora da equipa). Foi um encontro de grande equilíbrio, com diversas igualdades a registarem-se ao longo dos 60 minutos, apresentando-se a equipa do Alavarium com uma defesa bastante sólida, mas com demasiadas precipitações no momento do remate (na nossa opinião). Aos 20 minutos de jogo tínhamos uma igualdade a 8 golos, com o Madeira SAD a chegar à maior diferença registada nos primeiros 30 minutos (12-9), para o intervalo chegar com o resultado em 14-13, a favor da equipa insular, que se mostrou demasiado ansiosa, e a cometer diversas faltas técnicas. No segundo tempo, o Alavarium volta a entrar bem e aos 42 minutos temos uma igualdade a 18 golos, e passa a comandar o marcador e o jogo aos 44 minutos (20-18), apesar da boa prestação na baliza de Mónica Correia, assim como Andreia Madail na baliza do Alavarium, o Madeira SAD com um oportuno Time-OUT, consegue melhorar a sua prestação em especial em termos defensivos, sabendo aproveitar as superioridades numéricas de que dispôs, e aos 45 minutos temos nova igualdade no marcador, através de um golo da entrada e experiente Ana Correia (3 golos), sendo agora a vez do Alavarium usar o seu Time-OUT, mas não lhe correu bem pois sofre dois golos de imediato, e aos 50 minutos, o Madeira SAD volta a estar na frente do marcador por 23-21, mas com uma extraordinária determinação, perante um Madeira SAD demasiado expectante, volta a igualar o marcador a 24 golos aos 54 minutos para se colocar no comando por 25-24, aos 56 minutos, e chegar aos 58 minutos com nova igualdade a 25 golos. De destacar no Madeira SAD, além dos nomes já referidos Mihaela Minciuna (4 golos, no Alavarium, não entendemos a pouca utilização de Ana Carolina Silva (2 golos, ambos de 7 metros), teve em Mariana Azevedo (5 golos) uma das suas melhores atletas, assim como em Carolina Monteiro (4 golos). Dirigiu o encontro a dupla de Lisboa constituída por Miguel Ventura e João Mendes, que não estiveram bem, em especial, na falta do atacante, nos passos e na lei da vantagem, sendo inconstantes na sanção progressiva, facto que foi aproveitada pelas jogadoras mais experientes, que teatralizaram muitas vezes as faltas sofridas.

Em Gaia, disputou-se o segundo encontro entre o Colégio Gaia e o SIR 1.º Maio/CJB, que tal como tínhamos previsto, deveria resolver a eliminatória, como se veio a verificar com nova vitória do Colégio Gaia. Foi um encontro onde tivemos uma primeira parte de grande equilíbrio, com a equipa da Marinha Grande a chegar a estar na frente do marcador, mas com o Colégio Gaia, ainda neste período a chegar ao comando do jogo e do marcador, atingindo o intervalo já a vencer por 16-15. No segundo período de jogo tudo se modificou, e a equipa do Colégio Gaia, entrou bem melhor, e foi progressivamente aumentado o diferencial, terminando o encontro com uma confortável vantagem sobre a equipa visitante. O Colégio Gaia, com 11 jogadoras a concretizarem golos, Joana Resende com 10 golos, foi a sua principal marcadora, e com esta vitória mais uma vez estará na final da competição. No SIR 1.º Maio/CJB, Adriana Lage com 6 golos, e Carolina Gomes com 5 golos, foram as suas melhores marcadoras.

Jogos do 5.º ao 8.º Lugar (casa, fora, fora)

1.º Jogo
Dia 20-04-19
Juventude Lis 22 – 26 Assomada
Dia 25-04-19
ARC Alpendorada 34 – 31 CS Madeira
2.º Jogo
Dia 27-04-19
Assomada 24 – 20 Juventude Lis
CS Madeira 32 – 30 ARC Alpendorada
3. Jogo (Se necessário)
Dia 28-04-19
CS Madeira 26 – 22 ARC Alpendorada

Resultados da eliminatória
CS Madeira (2) – (1) ARC Alpendorada
Assomada (2) – (0) Juventude Lis

5/6 LugarAssomada e CS Madeira
7/8 LugarJuventude Lis e ARC Alpendorada

Neste grupo de jogos, que definia o apuramento para a disputa dos jogos entre o 5.º e o 8.º lugar, apenas uma das eliminatórias foi decidida no 3.º jogo, curiosamente a eliminatória cujo jogo tinha ficado em atraso, e todos os encontros foram realizados sem ocorrências disciplinares.

No de Alpendorada, tivemos o 1.º jogo entre o ARC Alpendorada e o CS Madeira, jogo, que tinha sido adiado, o mesmo foi disputado com duas partes completamente distintas, pois enquanto nos primeiros 30 minutos, foram completamente controlados pelo CS Madeira, que aos 17-12, a seu favor, e atingiu o intervalo a vencer pela mesma diferença, 18-13, para sucumbir completamente no segundo tempo, com o e equipa visitada a colocar-se na frente do marcador, após uma igualdade a 26 golos, para não mais largar essa situação e terminar como vencedora. Notou-se na equipa do CS Madeira a falta de Ana Andrade. Beatriz Figueiredo com 12 golos, Sara Barbosa, e Ângela Pessoa, ambas com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do ARC Alpendorada, com Cláudia Aguiar (10 golos), e Catarina Ascensão (6 golos), a serem as melhores marcadoras do CS Madeira. No 2.º Jogo, disputado no pavilhão do Bartolomeu Perestrelo, tivemos mais uma vez um encontro equilibrado, apesar do CS Madeira per comandado a maior parte do tempo de jogo, o seu marcador, chegando aos 11-7, ainda no primeiro tempo, apara atingir o intervalo a vencer por 16-14. No segundo tempo a equipa do ARC Alpendorada, conseguiu realizar um jogo de maior equilíbrio, mas que foi insuficiente para alterar a diferença que se registava ao intervalo, e acabou por perder o encontro havendo a necessidade de se recorrer a 3.º Jogo para resolver a eliminatória. Ana Andrade com 9 golos, Sara Sousa com 8 golos, e Jessica Gouveia com 6 golos, foram neste encontro as melhores marcadoras do CS Madeira, Beatriz Figueiredo, e Sara Barbosa, ambas com 8 golos cada, e Ângela Pessoa com 7 golos, foram as melhores marcadoras do ARC Alpendorada, que se apresentou para o 3.º e decisivo encontro com apenas 10 atletas, pois, Ana Dias e Inês Pinheiro, não estiveram inscritas para este encontro, desconhecemos os motivos que levaram a tal. Voltamos a ter 30 minutos iniciais de grande equilíbrio, como CS Madeira a chegar ao intervalo a vencer pela diferença mínima (13-12), para no segundo tempo a equipa do Continente, ainda chegar a comandar o marcador por exemplo aos 20-17, com o CS Madeira a igualar a 21 golos, e terminar por vencer o encontro, e a eliminatória. Ana Andrade com 9 golos, e Jessica Gouveia com 5 golos, foram as melhores marcadoras do CS Madeira, Caroline Costa, e Catarina Mota, ambas com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do ARC Alpendorada.

No Pavilhão Carlos Queiroz, a Assomada, levou de vencida, novamente a equipa da Juventude Lis, num encontro, onde se registou algum equilíbrio, e onde devemos registar pela negativa, o mau preenchimento do Boletim de Jogo, o que significa, que nem os árbitros o conferiram como devia ser, mau demais para a disputa de um Play OFF de uma prova Nacional. Acabou por vencer a equipa da Assomada, por uma margem não muito folgada, mas que serviu plenamente os intentos da equipa, que resolveu a eliminatória em apenas dois jogos.

Assim Teremos a Final a ser disputada á melhor de 5 jogos, no sistema (Casa, Casa, Fora, Fora, Casa) – Apuramento do 1.º e 2.º Lugar

1.º Jogo
Dia 04-05-19
Colégio Gaia – Madeira SAD (17H00)
2.º Jogo
Dia 05-05-19
Colégio Gaia – Madeira SAD (19H00)

Jogos 3.º / 4.º Lugar (Play OFF, á melhor de 3, no sistema, Fora, Casa, Casa)

1.º Jogo
Dia 04-05-19
SIR 1.º Maio/CJB - Alavarium (17H00)
2.º Jogo
Dia 05-05-18
Alavarium – SIR 1.º Maio/CJB (18H30)

Jogos 5.º / 6.º Lugar (Play OFF, á melhor de 3, no sistema, Fora, Casa, Casa)

1.º Jogo
Dia 04-05-19
Assomada – CS Madeira (18H30)
2.º Jogo
Dia 11-05-19
CS Madeira - Assomada (19H00)

Jogos 7.º / 8.º Lugar (Play OFF, á melhor de 3, no sistema, Fora, Casa, Casa)

1.º Jogo
Dia 04-05-19
ARC Alpendorada - Juventude Lis (21H30)
2.º Jogo
Dia 11-05-19
Juventude Lis – ARC Alpendorada (19H00)

Grupo B
Neste grupo que cujo maior interesse se pode resumir, a quem irá descer de Divisão, disputou-se a 3.ª Jornada, que decorreu sem qualquer ocorrência disciplinar, registada.

3.ª Jornada
Dia 27-04-19
CA Leça 31 – 28 Passos Manuel
JAC-Alcanena 17 – 19 Maiastars

Em Alcanena, tivemos o encontro mais equilibrado da jornada, que foi caracterizado pelo cariz defensivo, de ambos os conjuntos em especial no segundo tempo, já que os primeiros 30 minutos, terminaram com uma igualdade a 11 golos. Com esta derrota do JAC-Alcanena, diante o Maiastars, fica cada vez mais difícil a sua permanência na 1.ª Divisão, embora ainda existam 3 jornadas para disputar. Neuza Valente (corrigido), Carolina Justino com 7 golos, e Sara Pinho com 5 golos, foram as melhores marcadoras do JAC-Alcanena, por sua vez as melhores marcadoras do Maiastars, não passaram dos 4 golos (Maria Cerqueira, e Ana Silva). No Municipal de Leça da Palmeira, tivemos o CA Leça / Passos Manuel, que terminou com a vitória do CA Leça, que construiu a sua vitória nos primeiros 30 minutos ao chegar ao intervalo a vencer por 16-11, no segundo tempo a atitude do Passos Manuel, em reagir ao resultado, resultou, numa diminuição do diferencial, que se registava ao intervalo, com este resultado ocorreu uma inversão na classificação entre as duas equipas. Maria santos com 11 golos, e Ana Sousa com 7 golos, foram as melhores marcadoras do CA Leça, com Mariana Faleiro e os seus 10 golos, juntamente com Joana Reis com 11 golos, foram as melhores marcadoras do Passos Manuel.

 Classificação – 1.º Maiastars (28 pontos), 2.º CA Leça (23 pontos), 3.º Passos Manuel (22 pontos), 4.º JAC-Alcanena (20 pontos).

O Banhadas Andebol

2.ª Fase – PO11 - 2018 / 2019 - VII


Dando continuidade, á divulgação desta prova, hoje voltamos a fazê-lo, divulgando duas jornadas, pois não queremos deixar passar em claro esta prova do andebol nacional.

PO11 – Campeonato Nacional Juniores Femininos

2.ª Fase

Foram apurados para esta fase 12 clubes que foram divididos em 2 (duas) zonas de 6 equipas cada.

O sistema de disputa será de TXT a duas voltas.
  • O 1.º,de cada zona, fica directamente apurado para a fase final.
·         O 2.º Classificado de cada zona, mais o representante da Região Autónoma da Madeira, disputam a chamada Fase de Apuramento, de onde os dois (2) primeiros classificados, ficam apurados para a disputa da Fase Final.
·         O 1.º Classificado da Fase Final, será o Campeão Nacional.

Resultados

Zona 1
8.ª Jornada
Dia 24-04-19
AA Didaxis – A2D 19 – 36 CA Leça
Dia 28-04_19
S. Félix Marinha 24 – 29 ABC
Dia 30-04-19
Colégio Gaia – ARC Alpendorada (21H30)
9.ª Jornada
Dia 10-04-19
S. Félix Marinha 25 – 40 Colégio Gaia
Dia 28-04-19
CA Leça 27 – 21 ARC Alpendorada
Dia 29-04_19
ABC – AA Didaxis – A2D (21H30)

Classificação após esta jornada – 1.º CA Leça (25 pontos), 2.º Colégio Gaia (-1 jogo, 20 pontos), 3.º ABC (-1 jogo, 18 pontos), 4.º S. Félix Marinha (15 pontos), 5.º ARC Alpendorada (-1 jogo, 14 pontos), 6.º AA Didaxis – A2D (-1 jogo, 8 pontos).

Zona 2
7ª Jornada
Dia 01-05-19
ARE Porto Alto - Alavarium (12H00)
8.ª Jornada
Dia 24-04-19
Alavarium 32 – 31 AD Academia Andebol SPS
Dia 25-04-19
Gil Eanes 27 – 41 Juventude Lis
Benfica 38 – 14 ARE Porto Alto
9.ª Jornada
Dia 28-04-19
Alavarium 42 – 40 Gil Eanes
ARE Porto Alto 12 – 37 Juventude Lis
AD Academia Andebol SPS 26 – 35 Benfica

Classificação após esta jornada – 1.º Alavarium (- 1 jogo), e Juventude Lis (23 pontos), 3.º Benfica (22 pontos), 4.º Gil Eanes (15 pontos), 5.º AD Academia Andebol SPS (13 pontos), 6.º ARE Porto Alto (-1 jogo, 8 pontos).

O Banhadas Andebol

Fase Final - PO10 - 2018 / 2019 - VI


Na continuidade dos textos anteriormente iniciados, voltamos a referir-nos a esta prova, desta vez com a realização dos jogos relativos à 7.ª Jornada. Não querendo deixar passar em claro esta prova do andebol nacional.

PO10 – Campeonato Nacional Seniores Feminino 2.ª Divisão

7.ª Jornada - Resultados
Dia 26-04-19
AD Academia Andebol SPS 28 – 24 Batalha AC
Dia 27-04-19
Ílhavo AC 26 – 28 Benfica
Académico FC 31 – 31 Almeida Garrett
Dia 07-05-19
AA Didaxis – A2D – ABC

Classificação após esta jornada – 1.º Benfica (21 pontos), 2.º Ílhavo AC (19 pontos), 3.º ABC (-1 jogo, 14 pontos), 4.º AD Academia Andebol SPS, AA Didaxis – A2D (-1 jogo), Almeida Garrett, e Batalha AC (11 pontos), 8.º Académico FC (10 pontos). 

O Banhadas Andebol

domingo, 28 de abril de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 26 – 2018 / 2019 – II


Ligeira crónica relativa à Fase Final Grupo A da PO02, com a realização da 7.ª Jornada desta Fase, que esta época sofreu uma alteração face à contagem dos jogos já realizados entre os apurados, que são transportados para a Fase Final, em termos pontuais e de resultados.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Fase Final Nacional - Grupo A
7.ª Jornada
Dia 27-04-19
AD Sanjoanense 26 - 29 Boavista FC
São Bernardo 25 - 27 Alto Moinho
FC Gaia 37 - 23 1.º Dezembro
Dia 01-05-19
Vitória FC - Benfica B (18H00)

Fase em que se decide o Campeão Nacional da Divisão, e nos termos Regulamentares em vigor, quais as duas equipas, que serão promovidas ao chamado ANDEBOL 1. Deve-se assinalar que nos jogos disputados não se verificaram ocorrências disciplinares. Nesta jornada, tivemos um jogo adiado, o que não é muito saudável, em termos desportivos (na nossa opinião), face à fase que se encontra em disputa, voltando a verificar-se jogos de extraordinário equilíbrio, e apenas um encontro foi mais desequilibrado. Poderá parecer teimosia da nossa parte, mas não deixaremos de referir, e reforçamos a nossa discordância pelo facto de duas das equipas que se encontram disputar esta Fase, que apenas podem discutir o título (FC Porto B, e Benfica B) – discordância baseada na influência que poderão ter em termos desportivos nas classificações finais que definem as subidas de Divisão, (mas esta é uma opinião, as outras serão sempre respeitadas pela nossa parte). Desta vez e pela positiva, voltamos a destacar a boa presença do público em todos os. A Andebol TV lamentavelmente não transmite, qualquer jogo desta prova até ao momento, apesar de tentar aproveitar o sinal que lhe poderá ser fornecido.

No pavilhão do FC Gaia, tivemos o jogo FC Gaia / 1.º Dezembro, que foi o encontro, onde se verificou o resultado mais dilatado, com a equipa visitada, a chegar ao intervalo a vencer por um confortável 19-12, aumentando ainda consideravelmente a sua vantagem durante os segundos 30 minutos. Com esta vitória a equipa do FC Gaia, mantém intactas, as suas possibilidades de discussão por um dos lugares de subida de divisão, neste encontro o FC Gaia, que contou com 12 dos seus jogadores inscritos a marcarem golos, teve em Sérgio Martins com 9 golos, e em Martim Costa com 6 golos, os seus principais marcadores, já o 1.º Dezembro que passou a ocupar o último lugar da tabela classificativa, e que sofreu neste encontro 11 exclusões, e falhou a concretização de 4 livres de 7 metros, o seu melhor marcador foi António Marques com 5 golos. Na nossa opinião a grande surpresa da jornada, registou-se em São Bernardo, onde a equipa local, foi surpreendentemente derrotada pelo Alto Moinho, que com esta vitória deixou o último lugar da classificação, e colocou a equipa do São Bernardo em “maus lençóis”, quanto à possível discussão dos lugares de subida, apesar de ainda faltarem muitos encontros, para o final da Fase. Resultado construído durante o primeiro tempo, com a equipa do Alto Moinho a chegar ao intervalo a vencer por 14-12, precisamente o mesmo diferencial que se verificou no final do encontro, o que significa, que equipa visitada, procurou durante o segundo tempo, reverter o resultado, mas que foi insuficiente a sua prestação desportiva, para obter tal desiderato. O São Bernardo com 10 jogadores a concretizarem golos, teve em Leandro Rodrigues com 6 golos, e em Artur Duarte com 5 golos, os seus principais marcadores, de referir que não concretizaram 3 livres de 7 metros. No Alto Moinho, Henrique Barbosa com 12 golos, foi o seu melhor marcador. No Municipal das Travessas, realizou-se o AD Sanjoanense / Boavista FC, encontro entre duas das equipas, que se configuram como das mais fortes candidatas à discussão pelos lugares de subida de divisão, juntamente com o FC Gaia, e o Vitória FC (na nossa opinião), foi um encontro que terminou com a vitória da equipa do Bessa, que assim manteve-se no 1.º lugar da tabela classificativa, mas que neste encontro perdia ao intervalo por 17-11, e só uma excelente segunda parte, permitiu que revertesse o resultado, ao vencer este período de jogo, por 9 golos de diferença, assim tivemos um encontro com duas partes completamente distintas. Na AD Sanjoanense, Tiago Antunes, e Bruno Pinho, ambos com 6 golos, cada, foram os melhores marcadores da equipa, enquanto no Boavista FC, Gustavo Almeida com 8 golos, Vasco Areias, com 7 golos, e Pedro Cruz com 6 golos, foram os seus melhores marcadores.

Classificação Actual (entrando em linha de conta com os pontos e resultados transitados – 1.º Boavista FC (26 pontos), 2.º FC Gaia (25 pontos), 3.º AD Sanjoanense (22 pontos), 4.º São Bernardo, Benfica B (-1 jogo), e Vitória FC (-1 jogo) (19 pontos), 7.º FC Porto B (+1 jogo, 17 pontos), 8.º Alto Moinho (+1 jogo, 15 pontos), 9.º 1.º Dezembro (+1 jogo, 13 pontos).

O Banhadas Andebol

2.ª Fase – PO06 - 2018 / 2019 - IX


Continuamos tal como se informou a publicar os resultados desta 2.ª Fase (Grupo A) nesta, sem comentários, apenas divulgando os resultados jornada a jornada, não querendo deixar passar em claro esta prova do andebol nacional.

PO06 – Campeonato Nacional Juvenis Masculinos 1.ª Divisão

2.ª Fase – Grupo A

O sistema de disputa será de TXT a duas voltas.
  • O 1.º, e o 2.º de cada zona, ficam directamente apurado para a fase final.
  • Os Campeões Regionais das Regiões Autónomas da Madeira e Açores, disputam esta época a Fase Final da PO07.
Nota FinalOs restantes clubes (Os não apurados para a Fafe Final) disputam a PO06 na época seguinte, nos termos de Regulamento Desportivo da Prova.

Resultados

Zona 1
9.ª Jornada
Dia 27-04-19
FC Porto 26 – 22 FC Gaia 33
Xico Andebol 32 – 29 Col. Carvalhos
ABC 30 – 30 Águas Santas

Classificação – 1.º ABC (24 pontos), 2.º FC Porto (23 pontos), 3.º Águas Santas (20 pontos), 4.º Col. Carvalhos (19 Pontos), 5.º Xico Andebol (12 pontos), e FC Gaia (10 pontos).

Já apurados para a Fase Final – ABC e FC Porto

Zona 2
9.ª Jornada
Dia 27-04-19
Zona Azul 32 – 29 Ginásio Sul
AA Avanca 35 – 29 Benfica
Sporting 39 – 20 São Bernardo

Classificação – 1.º Sporting (25 pontos), 2.º Benfica (23 pontos), 3.º AA Avanca (19 pontos), 4.º Zona Azul (16 pontos), 5.º Ginásio Sul (15 pontos), 6.º São Bernardo (10 pontos)

Já apurados para a Fase Final – Sporting, e Benfica 

O Banhadas Andebol

sábado, 27 de abril de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 62 – 2018 / 2019 – I


Crónica de fim-de-semana da PO01, dedicada única e exclusivamente ao jogo do Grupo A, e ainda ao Grupo B.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “A”
1.ª Jornada
Dia 08-05-19
Águas Santas – Madeira SAD (18H45)
4.ª Jornada
Dia 24-04-19
Madeira SAD 23 – 28 Belenenses
Dia 27-04-19
Águas Santas 28 – 29 Benfica
Dia 08-05-19
FC Porto - Sporting (20H30)

Disputado mais um encontro relativo à 4.ª jornada, que será disputada em três datas diferentes, por motivo das competições Europeia, Encontro sem o registo de casos disciplinares.

No Pavilhão do Águas Santas com uma excelente assistência, disputou-se o Águas Santas / Benfica, que foi um encontro, que teve algumas características especiais, pois a equipa maiata que comando o jogo e o marcador durante grande parte do tempo, tendo chegado ao intervalo a vencer por 16-12, no segundo tempo continuou no comando do marcador até aos 55 minutos (27-26), depois de aos 54 minutos estar na frente do marcador por 27-23, mas ao sofrer neste 5 exclusões, nos últimos 6 minutos permite que o Benfica realize um parcial de 6-1, acabando por vencer pela diferença mínima. Uma outra curiosidade deste encontro é que o Benfica em 8 livres de 7 metros de que dispôs apenas concretizou, 3, contra as 4 oportunidades do Águas Santas, que concretizou 3. Deste modo a equipa maiata, perde pela diferença de um golo dois jogos consecutivos, num encontro que registou um total de 16 exclusões, e 1 desqualificação, pensamos que são sanções disciplinares a mais. Tiveram em destaque os guarda-redes de ambas as equipas, António Campos no Águas Santas com 34% de eficácia, e Miguel Espinha no Benfica com 35% de eficácia, em termos de marcadores, Pedro Cruz com 9 golos (60% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros), e Gonçalo Vieira com 6 golos (67% de eficácia), foram os melhores marcadores da equipa maiata, por sua vez no Benfica, Fábio Vidrago com 10 golos (77% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros), e Pedro Marques com 6 golos (67% de eficácia), foram os seus melhores marcadores.

Classificação da Fase Final Grupo “A” - 1.º Sporting (-1 jogo), Benfica, e FC Porto (-1 jogo) (46 pontos), 4.º Belenenses (34 pontos), 5.º Águas Santas (-1 jogo), e Madeira SAD (-1 jogo) (33 pontos).

Fase Final Nacional – Grupo “B”

5.ª Jornada
Dia 27-04-19
ABC 39 - 31 AA Avanca
Boa Hora 22 - 22 AC Fafe
CCR Fermentões 20 - 24 Ismai
Dia 22-05-19
SC Horta - Arsenal (21H00)

Nova jornada disputada de forma incompleta, jogos sem estatística (CCR Fermentões / Ismai), jogos onde a estistica começa a surgir bastante depois do encontro se ter iniciado (ABC / AA Avanca, e desta vez tivemos infelizmente um encontro disputado com ocorrências disciplinares.

No jogo disputado no Pavilhão Fernando Tavares, mais uma vez com fraca assistência, tivemos o Boa Hora / AC Fafe, num encontro onde os períodos de alternância no marcador foram alguns, embora a equipa visitada estivesse mais vezes no comando, chegando por exemplo ao intervalo a vencer por 4 golos de vantagem 12-8, vantagem que começou a construir cerca dos 12 minutos quando vencia por 5-4. No segundo tempo ainda chegou aos 5 golos de vantagem cerca dos 38 minutos (15-10), para a partir desse momento começar a sofrer uma forte reacção do AC Fafe, que iguala o marcador a 16 golos, aos 46 minutos, momento a partir do qual, se começa a verificar um forte equilíbrio no jogo, entrando no dois últimos minutos de jogo com a equipa visitante na frente do marcador por 22-21, para o Boa Hora igualara o marcador nos momentos finais do encontro. Encontro marcado pelas positivas prestações dos homens das redes, com Diogo Valério (33% de eficácia), e António Ribeiro (30% de eficácia), pelo Boa Hora, e Nuno Silva (31% de eficácia) pelo AC Fafe. Pedro Santa com 7 golos (78% de eficácia), foi o melhor marcador do Boa Hora, enquanto Rui Rolo com 7 golos (78% de eficácia,), e Cláudio Mota com 5 golos (71% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), foram os melhores marcadores do AC Fafe, o AC Fafe regista assim a sua segunda igualdade nesta Fase da Prova, mas contínua em lugar que por enquanto não é muito “saudável”.

No Flávio Sá Leite, realizou-se o ABC / AA Avanca (encontro com registo de ocorrências disciplinares), que foi disputado com grande equilíbrio em especial durante os primeiros 30 minutos, que chegaram ao intervalo numa perfeita igualdade a 16 golos, depois de uma igualdade a 7 golos, que foi o momento em que o ABC, passou a comandar o marcador, permitir nova igualdade a 15 golos, antes do intervalo. NO segundo tempo o ABC assume o comando do marcador, construindo a diferença final que se registou, não fornecemos índices de eficácia, pois o relatório final da estistica do jogo, desculpem-nos a expressão “é uma autêntica vergonha”, nem sabemos para que serve e a quem serve. No ABC com 10 jogadores a marcarem golos, Hugo Rocha com 9 golos, Miguel Batista, e André Rei, ambos com 6 golos, cada foram os seus principais marcadores, na AA Avanca, Ruben Ribeiro com 7 golos, Miguel Neves, e Diogo Silva, ambos com 5 golos, cada, foram os seus melhores marcadores. Com esta vitória o ABC, contínua invicto nesta Fase da prova.

No pavilhão Fernando Távora, em Fermentões, disputou-se o CCR Fermentões / Ismai, jogo que não mereceu sequer a existência de estatística, foi um encontro com duas partes distintas, pois ao intervalo a equipa do CCR Fermentões vencia por 13-12, com a equipa maiata a reagir apenas nos segundos 30 minutos, onde construiu a o resultado final que se veio a saldar por uma vitória da equipa visitante. No CCR Fermentões com 10 atletas seus a marcarem golos, João Martins com 5 golos, foi o seu principal marcador, No Ismai, verificou-se o regresso de Délcio Pina aos golos, com 11 golos, sendo o melhor marcador da equipa. Com esta vitória a equipa do Ismai sobe ao 2.º lugar da classificação do Grupo B, em igualdade com o Boa Hora, que têm mais um jogo disputado, enquanto a equipa local se mantém no 5.º posto da classificação.

Classificação da Fase Final Grupo “B” - 1.º ABC (43 pontos), 2.º Ismai, e Boa Hora (+1 jogo, 38 pontos), 4.º AA Avanca (33 pontos), 5.º CCR Fermentões (28 pontos), 6.º AC Fafe (26 pontos), 7.º SC Horta (- 1 jogo, 24 pontos), 8.º Arsenal (13 pontos). 

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2018 / 2019 – CI


O FC Porto, depois de ser ter apurado com uma excelente prestação desportiva, na Fase de Grupos, jogou a 2.ª Mão dos 1/4 Final da EHF CUP Masculina.

Masculinos

EHF CUP
FC PORTO VENCE SAINT-RAPHAEL VAR HANDBALL
(2.ª MÃO)
(APURA-SE PARA A FINAL FOUR)

O FC Porto que voltou a defrontar a equipa francesa do Saint-Raphael Var Handball, agora no Dragão Caixa, quase cheio, segundo oque nos foi dado observar, o FC Porto, que iniciou o jogo com o Quintana na baliza, mas que foi substituído durante alguns momentos regressando em pleno. O FC Porto, perante uma equipa que está recheada de grandes valores andebolísticos e que joga um bom andebol, realizou uam exibição que atingiu grandes momentos, em especial em termos defensivos, onde estev enorme, em especial Salina (4 golos, 80% de eficácia), estando depois grandes momentos no ataque onde se destacou António Areia (8 golos, 100% de eficácia), e Miguel Martins (7 golos, 88% de eficácia), mas um elemento pelo que jogou e assistiu, e fez jogar, desta vez teremos de destacar Fábio Magalhães (1 golos, e apenas 33% de eficácia, em termos de concretização), pelos franceses, equipa com alguma “matreirice”, e que até sabe teatralizar as faltas sofridas, teve no seu ponta esquerdo Caucheteux o seu elemento mais produtivo (10 golos, 83% de eficácia) e no seu pivô Lynggaard (6 golos, 86% de eficácia), um dos mais produtivos elementos da equipa, foi um jogo de forte equilíbrio até cerca dos 28 minutos quando se registava uma igualdade a 15 golos, depois de já se terem registado diversas alterações no marcador, mas partir deste momento o FC Porto, assume o comando do jogo e do marcador, para chegar ao intervalo a vencer por 17-15, , e no segundo tempo iniciar da melhor forma chegando aos 34 minutos de jogo já a vencer por 19-16, momento na nossa opinião crucial do encontro, pois os franceses ainda chegam á diferença mínima (19-18), para a partir deste momento, com a utilização dos 7 jogadores de campo, aos 46 minutos de jog0, já vencia por 27-22 chegando aos 56 minutos a vencer pelo maior diferencial então registado (32-25), para se entrar num período de descontracção e terminar a vencer por um resultado que coloca a equipa na Final Four da Taça EHF, em mais um feito da dos clubes e da Selecção A, esta época na modalidade. Pela negativa, apenas temos de referir a “esperteza saloia”, dos franceses, que já vinham apetrechados para prender a rede suspensa existente nas balizas. Dirigiu o encontro e bem na nossa opinião a dupla da Suiça, composta por André Buache, Marco Meyer.

Resultados

1.ª Mão
Dia 20-04-19
Saint-Raphael Var Handball 30 – 30 FC Porto
2.ª Mão
Dia 27-04-19
FC Porto 34 – 30 Saint-Raphael Var Handball

O Sorteio da Final Four, realiza-se no dia 30-4-2019 

O Noticias

Competições Europeias 2018 / 2019 – C


O Madeira SAD a disputa, a 2.ª Mão da 1/2 Final da Challenge CUP Masculina, na Grécia, com o AEK.

Masculinos

CHALLENGE CUP 

MADEIRA SAD VENCE AEK ATHENS HC
(2.ª MÃO)
É FINALISTA DA PROVA

O Madeira SAD que defrontou neste encontro, um AEK Athens HC, no seu recinto completamente cheio de um público que nunca deixou de apoiar a sai equipas, mesmo nos seus piores momentos, e que terminou uma excelente vitória da equipa portuguesa, que teve o infortúnio de ver os seus melhores marcadores, Elledy Semedo (5 golos, 71% de eficácia), sofrer uma lesão aos 28 minutos de jogo, que o impediu de voltar a entrar em jogo, e mais tarde aos 42 minutos foi a vez de Elias António (7 golos, 70% de eficácia) se lesionar, acrescentado a isto tudo a desqualificação de Francisco Pereira (1 golo, 100% de eficácia) por acumulação de exclusões. Tivemos um jogo equilibrado apenas até aos 5 minutos, quando se verificava uma igualdade a 3 golos, pois a partir desse momento o Madeira SAD, com uma excelente defesa, de onde se destaca, Gustavo Capdeville (31% de eficácia), e Luís Carvalho (eficácia, grande mas falha nos dados fornecidos pela EHF) na baliza, que foram grandes obstáculos para os gregos, assumiram o comando do jogo e do marcador, situação que não mais largaram, chegado aos 9-4, aos 14 minutos, e atingindo o intervalo, a vencer por 13-9. No segundo tempo, apesar da forte agressividade dos gregos que muitas vezes ultrapassaram os limites disciplinares, chegaram aos 9 golos de vantagem, aos 51 minutos (28-19), o Madeira SAD, soube aproveitar as superioridades numéricas, e ainda o facto de em desespero o AEK, cerca dos 47 minutos passar a jogar com 7 jogadores de campo, mas Ruben Sousa 4 golos, 100% de eficácia), que esteve muito bem quer na defesa, quer na linha dos 6 metros, soube aproveitar e bem, assim como toda a equipa. Nos gregos destaque para, Palevicius (6 golos, 100% de eficácia) o seu melhor marcador, e para Balaz (6 golos, 75% de eficácia), já que Jackodsen (4 golos, 50% de eficácia), esteve longe do rendimento que se poderia espera, por mérito da defesa do Madeira SAD. Uma nota final para o facto de a equipa grega terminar o encontro com apenas 4 jogadores de campo. Uma palavra para um grane momento de Fair Play, proporcionado pelo público grego, ao aplaudir, Elledy Semedo aquando da sua lesão no momento em que começou a andar, registe-se. Dirigiu o encontro e bem, sem medo do ambiente a dupla Eslovaca, constituída por Andrej Budzak e Michael Zahradnik.

Resultados e Calendário

1.ª Mão
Dia 20-04-19
Madeira SAD 27 – 22 AEK Athens HC
2.ª Mão
Dia 27-04-19
AEK Athens HC 22 – 30 Madeira SAD

Nota – Poderemos ter uma final, onde estrão frente a frente o Seleccionador Nacional e o seu adjunto.

O Noticias

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Fase Final - PO10 - 2018 / 2019 - V


Na continuidade dos textos anteriormente iniciados, voltamos a referir-nos a esta prova, desta vez com a realização dos jogos relativos à 5.ª Jornada. Não querendo deixar passar em claro esta prova do andebol nacional.

PO10 – Campeonato Nacional Seniores Feminino 2.ª Divisão

5.ª Jornada - Resultados
Dia 20-04-19
AD Academia Andebol SPS 32 – 30 Almeida Garrett
6.ª Jornada - Resultados
Dia 25-04-19
Batalha AC 26 – 26 AA Didaxis – A2D
Benfica 41 – 24 AD Academia Andebol SPS
ABC 37 – 26 Académico FC
Almeida Garrett 22 – 41 Ílhavo AC

Classificação após esta jornada – 1.º Benfica, Ílhavo AC (18 pontos), 3.º ABC (14 pontos), 4.º AA Didaxis – A2D (11 pontos), 5.º Batalha (10 pontos), 6.º Almeida Garrett (9 pontos), 7.º Académico FC, e AD Academia Andebol SPS (8 pontos). 

O Banhadas Andebol