gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 5 de abril de 2020

Informação – Formação – FAP - IV


    2.º CICLO DE FORMAÇÃO ONLINE - II
(Foto FAP) 
Conforme dissemos e escrevemos, hoje em novo texto vamos divulgar o Regulamento de Participação nas referidas acções, que se iniciarão em 30-03-20, conforme programação já divulgada.

Eis o Regulamento das Acções, publicado no Portal da FAP

“Regulamento de participação

2º Ciclo de Formação Online – 06 de abril a 09 de abril.

1. São 09 sessões formativas, com temas diversos e destinadas aos diversos agentes da modalidade treinadores, atletas, dirigentes e árbitros.

2. A plataforma que irá ser utilizada será o ZOOM.

3. Em cada sessão está identificado a que público se dirige.

4. As inscrições abrem as 12H00 do dia anterior a formação.

5. As vagas serão ocupadas por ordem de inscrição (registo), o facto de preencher o formulário não garante a inscrição.

6. A inscrição só será valida se concordar com o regulamento de participação no acto da inscrição.

7. Cada sessão tem o limite de 100 participantes.

8. Os inscritos que ocuparem a vagas, receberão um email com toda a informação para procederem à visualização da sessão.

9. Só deverão inscrever-se caso tenham a certeza que pode participar.

10. Caso um participante inscrito na formação não participe na mesma, ficará suspenso e não poderá participar em próximas sessões.

11. Numa situação em que o formando não tenha a possibilidade de assistir à sessão para a qual está inscrito, deverá enviar, até 2 horas do início da sessão, um email para t.treinador@fpa.pt a informar que desiste da sessão.

12. Será obrigatório ter a câmara do computador ligada durante toda a aula. Se a câmara estiver desligada será marcada falta de presença à sessão.

13. Para serem aceites na sessão deverão colocar o Nome e Sobrenome no perfil do ZOOM, não serão aceites ex: Alcatel XPTO, MyAPLLE.
14. Nas sessões que esgotarem, a FAP procurará disponibilizar o vídeo ou replicar as sessões para que todos os restantes inscritos tenham a possibilidade de assistir a essa sessão posteriormente.

15. Não serão aceites qualquer tipo de injúria e desrespeito para com os formadores e para com os formandos. Caso se verifique, o formando será automaticamente retirado da sessão e da plataforma.

16. Download do programa para Windows e MAC

17. APP para versão Móvel – Android

19. APP para versão Móvel - IPhone

Em relação a este Regulamento onde em termos gerais, estamos de acordo, devemos no entanto apontar as seguintes situações:

No Ponto 1, fala-se em árbitros, mas em nenhuma das acções programadas existe algo para os mesmos, estranho, já que no texto da notícia nem referidos são.

O Ponto 4, sofre alterações em relação aos limites temporais para a inscrição.

Criado um novo ponto o 5

O Ponto 7 volta a referir o limite de 100 inscritos por sessão, número omitido na notícia sobre estas acções, não se entende bem porquê.

Eliminado o anterior 8 “ Caso a sessão esgote, as inscrições serão encerradas.” Não se entendendo bem o objectivo a atingir com esta eliminação.

Criado um novo ponto (13), para evitar as inscrições sobre pseudónimos, e eliminado o ponto sobre testes de vídeo e áudio.

Não se entende muito bem como é obrigatório ter a camara ligada (estamos de acordo), para depois no ponto 14 se dizer, que se disponibiliza as mesmas mais tarde.

Voltamos a referir parte do texto do ponto 15, onde não são admitidas injurias (absolutamente de acordo), mas depois apenas o formando é que é penalizado, entanto é  formador a prevaricar, o que que acontece?

O Formador

Informação – Formação – FAP - III


    2.º CICLO DE FORMAÇÃO ONLINE - I
(Foto FAP) 
Em Noticia (04-04-20) a Federação, no seu Portal, informa de que se inicia 06-04-20, um novo ciclo (2.º) de Formação Online de inscrição gratuita, e nós afirmamos, que “ no nosso entender e face ao momento em todos vivemos, esta é uma notícia agradável, e de com sentido, pois as referidas acções segundo a própria FAP, destinam-se a todos os agentes da modalidade.” Infelizmente desta vez excluem na sua descrição a quem se dirigem as acções os árbitros, porquê?

No entanto continua sem informar se contam ou não para  a validação da carteira de treinador, uma omissão que nos coloca a duvida se será ou não intencional.

Desta vez nem informa a quem se dirige cada acção, porquê?

A seguir transcrevemos a informação divulgada, e que com nossa pena, face à actividade profissional de muitos dos nossos colaboradores, os horários são incompatíveis com as mesmas.

Acções previstas

Neste 2.º Ciclo passamos de 13 sessões, no 1.º Ciclo para apenas 9.

As inscrições ficam disponíveis até às 12 Horas que antecedem o inicio da mesma (eram 48 horas).

A inscrição só será válida se concordar com o Regulamento de Participação no ato da inscrição. As vagas são limitadas, e serão ocupadas por ordem de inscrição (deixou de existir o limite de 100 participantes).

A plataforma que irá ser utilizada será o ZOOM. Em cada sessão está identificado a que público se dirige.
Programa – 2ª Semana (6 de Abril a 9 de Abril)
Dia 06-04-20
  • 11H00 – 12H30 – Paulo Pereira – Centros de Treino – Conteúdos
  • 15H00 – 16H00 – Mário Bernardes – Organização de Eventos Desportivos
  • 17H30 – 19H00 – Artur Rodrigues – Observação e Análise de jogo na Seleção A Feminina

Dia 07-04-20
  • 15H00 – 16H00 – Ulisses Pereira e Artur Rodrigues – Análise do sistema defensivo 4:1:1 da Seleção A Feminina
  • 17H30 – 19H00 – Sérgio Monteiro e Sofia Osório – Treino de Força em Casa

Dia 08-04-20
  • 11H00 – 12H30 – Paulo Pereira – Portugal no Euro
  • 15H00 – 16H00 – Tiago Sousa e Sérgio Monteiro – Treino de Força em Casa (Guarda Redes) e Prevenção de Lesões

Dia 09-04-20
  • 10H00 – 12H30 – Tiago Oliveira – Caracterização do modelo de jogo do adversário – Caso prático do EHF EURO 2020
  • 16H00 – 17H30 – Paulo Fidalgo – Comportamentos defensivos 6*7 vs Portugal no EURO 2020

A FAP fez e bem sair um documento de apoio, chamado Regulamento de Participação – 2.º Ciclo de Formação Online, que comentaremos em próximo texto. 

O Formador

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Andebol de Praia 2019/2020 – Modelo Competitivo - II

MODELO COMPETITIVO – ÉPOCA 2019 / 2020

Tal como anteriormente dissemos, e continuamos a afirmar, a Federação Portuguesa de Andebol, através do CO N.º 69 e seu anexo de 04-03-20, criou autênticos Regulamentos para as provas nacionais, mais uma vez violando a Lei e os próprios estatutos, situação que nesta vertente é no mínimo recorrente.

Depois de termos abordado a nova prova, que estando ou não de acordo, e sem grandes comentários adicionais, demos a conhecer o chamado “Portugal Beach Handball Tour”, que poderá ser (na nossa opinião) o começo do acerto do passo com a Europa, em termos de Andebol de Praia. No entanto mais uma vez chamamos a atenção para o já dissemos, pois esta matéria deveria ter sido publicada até 31-07-19. Como de costume ninguém diz nada, e tudo fica bem, e acompanha-se isto tudo com a falta da descrição destas provas, no novo portal no local destinado à competição nomeadamente o Andebol de Praias.

No entanto e tal como na altura dissemos o CO N.º 69, inseria outras matérias que mereciam outra reflexão, pois alteram substancialmente, tudo o que existia.

Diz que são Campeonatos Regionais todas as competições regionais reconhecidas pala FAP (sem qualquer objecção, a não ser o enquadramento do texto).

Agora em vez de referir escalões, diz quadro de idades:

Seniores - Nascidos até 2001 (igual à época anterior)
Sub-18 – Nascidos entre 2002 a 2004 (igual à época anterior)
Sub-15 – Nascidos entre 2004 a 2006 (igual à época anterior) (*)
Sub-12 – Nascidos entre 2008 a 2010 (**) (novo)
Minis – Nascidos entre 2011 a 2012 (**) (novo)

(*) – O que na nossa leitura significa que esta época existirão provas Nacionais para o Escalão, e ainda bem, (que esta época são designadas por Fases Finais)(que não existe em termos de Regulamento publicado no Portal da FAP.

(**) – Face ao que se encontra explicito no CO referenciado, estas novas Categorias, não terão quaisquer provas a nível nacional,

Taxas de Inscrição – Felizmente são uma rara excepção e não sofrem alterações.

Infelizmente e até ao momento, não sabemos se os Campeonatos Nacionais continuam a ter um sponsor, pois não é feita qualquer referência a essa situação. E temos pena, pois era uma referência que não se deveria perder, mas a situação provavelmente voa obrigar a isso.

Entramos de seguida nos Campeonatos Nacionais Seniores Masculinos e Femininos (que se passaram a designar por Fases Finais Nacionais), apresentando um novo modelo (ilegal na nossa opinião pois deveria estar apresentado na data prevista na lei e nos estatutos da modalidade).

FASE FINAL NACIONAL

SENIORES FEMININOS E MASCULINOS

Não é definido qualquer modelo competitivo, mas terminaram com a expressão e bem de prova aberta.

Definiram e bem (na nossa opinião) que os vencedores nesta categorias, adquirem o direito de participação nas Champions CUP.

Data da Realização – 31 de Julho a 2 de Agosto de 2020 em Espinho
Nota- Infelizmente face a actual situação temos fortes dúvidas sobre estas datas, mas teríamos uma enorme satisfação de que as mesmas fossem cumpridas, o que era ao bom sinal, não só para a modalidade, mas para todos nós.

Nas provas de seniores, a que nos estamos a referir as mesmas segundo a FAP, nesta fase serão disputadas por 16 equipas masculinas, e 12 equipas femininas.

Passando directamente para esta quadro final os Campeões Regionais dos Circuitos Regulares) máximo de 10 equipas masculinas, e 8 femininas) do Portugal Beach Handball Tour.

Esta limitação entende-se apenas com forma de arranjar lugar para as equipas vindas de um chamado qualifying (até 4 masculinas, e 3 femininas)

Esta prova é destinada ás equipas não apuradas no Portugal Beach Handball Tour, e as não apuradas nos Circuitos Regionais regulares, deferindo esta informação para um CO que será publicado em devido tempo, assim esperamos.

Temos uma nota, que qualificamos de extrema importância, e que diz o seguinte, “Os jogadores que não podem representar a Selecção Nacional Portuguesa só podem participara na Fase Final, se jogarem 3 torneios do circuito Regional ou 3 Etapas do Portugal Beach Handball Tour.

Com a finalidade de efectuar textos demasiados longos, voltaremos ao tema logo que julgarmos conveniente. 

O Noticias

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Covid-19 e o Andebol - VII


EFEITOS DO COVID-19 NO ANDEBOL
(EM PORTUGAL)

Depois de já termos publicado alguns textos em abordávamos este tema, hoje e obrigatória mente somos “obrigados”, face à aparente inércia dos órgãos da modalidade, onde as reuniões segundo informação da FAP, se têm seguido umas atrás das outras (atenção, não se critica a sua existência), mas as únicas soluções que são divulgadas são a modalidade contínua parada, e sem soluções à “vista”, dando a sensação de irmos ao “sabor das “ondas”, sem encontrar soluções, e algumas vezes dando a sensação de que a entidade máxima da modalidade está “presa” a compromissos, quando por essa Europa se constata que um número significativo de Países já tomaram resoluções Finais.

Sendo exemplos do que afirmamos e já publicamos, a Polónia, a Suíça, a Eslovénia, A Áustria, a Bélgica, a Holanda, a França (em grande maioria das suas provas), a Noruega, e a Suécia, alguns exemplos, que apresentaram diferentes soluções, que não vamos aqui falar, pois dizem respeito a cada um, mas a verdade é que já resolveram, enquanto cá pelo “burgo”, continuamos á espera que caia do céu.

É inteiramente verdade e estamos em completo acordo que seja privegiliado em primeiro lugar a saúde de todos os intervenientes no processo do Andebol.

Mas como bons portugueses que somos estamos à espera das últimas novidades, para tomar uma decisão, esquecendo que já vários técnicos se pronunciaram, que as provas antes de começarem necessitam de um período mínimo de 30 dias (quase uma pré época), para ganhar rotinas, e voltar a ter equipas, pois o confinamento, apesar dos programas físicos que cada um possa fazer (e aqui apenas poderemos falar daquelas equipas que possuem profissionais, ou próximo de o serem). Voltamos a referir que em Portugal continuamos sem saber muito bem como será e deste modo repetimos as questões já colocadas e neste momento de agudização colocamos outras de extrema importância. Tais como:

  • Quando termina a época e se inicia a nova, será que os estatutos e a lei são para cumprir?
  • Como resolverá a FAP o problema dos seguros; e aqui, englobamos os clubes que apresentam seguros próprios?
  • Come resolverá a FAP, o problema dos atletas, que embora possuam contrato, com os clubes e não sejam nacionais (por exemplo), e já tenham regressado aos seus países?
  • Quando termina a data de validade da inscrição dos atletas, (excepto as plurianuais), será 31-07-20?
  • Que fará a FAP, perante possíveis incumprimentos salariais e outros perante esta crise e que os clubes venham a implementar ou já tenham implementado?
  • Quando será possível liquidar as verbas em atraso aos clubes, em relação às deslocações às Regiões Insulares?
  • Por falar em liquidação de verbas, quando serão e como serão liquidadas as verbas previsivelmente em divida aos quadros de arbitragem?
  • Face aos regulamentos actuais, como agirá a FAP, em rescisões, transferências, e inscrições, e quando será publicado o CO N.º 1 da próxima época?
Além destas novas questões, e que deveriam ser tratadas com o máximo brevidade, mantemos as questões anteriores e que são:

  • Serão alguns dos principais campeonatos concluídos?
  • Será que haverá campeões Nacionais, e aqui, referimo-nos, em especial à PO01, PO02, e PO09, e PO10?
  • Será que a época vai terminar?
  • Poderá a época ser considerada nula?
  • Como serão definidas as representações nas Competições Europeias, se as provas Portugal não terminaram ou a época for considerada nula?
  • Como serão definidas as subidas e descidas nas diversas provas, se as mesmas em Portugal não terminaram ou a época for considerada nula?
  • Será que poderemos assistir, a novos alargamentos das divisões, face aos condicionalismos existentes?
Certamente que além das novas questões que colocamos, muitas outras se poderiam colocar, mas temos esperança de que o bom senso prevaleça, e que os agentes decisórios da modalidade, decidam a favor da mesma e sem regionalismos, estes são os nossos desejos.

O Administrador

terça-feira, 31 de março de 2020

Jogos Olímpicos – 2020 – XV


NOVAS DATAS
PARA
JOGOS OLÍMPICOS 2020
TÓQUIO

Depois da decisão de adiamento dos Jogos Olímpicos 2020 Tóquio, o COI e o Comité organizador dos jogos, chegaram a acordo sobre as novas datas, que serão de 23 de Julho a 8 de Agosto de 2021.

Recordamos que os jogos, manterão a mesma designação.

Agora, aguardamos, pelas decisões da IHF, acerca dos torneios de qualificação, que deverão ser agendados tendo em consideração não só os calendários Internacionais, como ainda as próprias competições nacionais dos Países intervenientes, esta uma opinião que desejamos que se concretize. Pois deveremos ter sempre em atenção a programação da época em cada País e neste caso designadamente em Portugal.

O Banhadas Andebol

Campeonato do Mundo Masculino 2021 – VI - Reprogramação


MUNDIAL SENIORES MASCULINOS
EGIPTO
(APURAMENTO EUROPEU)

Depois do sorteio para a Fase de Qualificação 2 (20-01-20), toda a reprogramação dos jogos foi feita, fcace ao conturbado momento que se vive, no presente. Recordamos que este será o primeiro Mundial Masculino a ser disputado com 32 equipas (27.ª Edição), e que será realizado no Egipto, como de costume no mês de Janeiro.

Recordamos os apuramentos

As equipas Europeias, para 2021, serão as seguintes

Dinamarca – Campeã Mundial (continuará a ser sempre apurado ao campeão Mundial em Titulo).
Europa – Espanha, Croácia, Noruega (Os três primeiros classificados no Euro 2020)
Europa – Apura ainda mais 10 equipas
Existindo ainda um Wild Card – Atribuído pela IHF (que normalmente ou será para uma Nação Emergente, ou para mais uma equipa Europeias).
Novo Wild Card – este derivado da classificação das equipas da Oceânia no Campeonato da Asia

Resultado do Sorteio
Israel / Letónia - Portugal
Suíça – Islândia
República Checa – Montenegro
Suécia – Turquia / Rússia
Eslovénia – Sérvia
Roménia / Bósnia Herzegovina - Hungria
Macedónia do Norte – França
Ucrânia – Alemanha
Polónia / Lituânia – Bielorrússia
Áustria - Holanda

Os jogos do Play Off foram reprogramados para, entre 01/02-07-20 (1.ª Mão) e 04/05-07-20 (2.ª Mão).

Sendo que as quatro (4) apurados da qualificação 1, disputarão os seus encontros, em 17/18-06-20 (1.ª Mão), e 20/21-06-20 (2.ª Mão).

O Banhadas Andebol

segunda-feira, 30 de março de 2020

Nomeações – IHF – 2019 / 2020 – II


CAMPEONATO MUNDIAL
DE
ANDEBOL DE PRAIA 2020 

DUPLA PORTUGUESA NOMEADA
O 9.º Campeonato Mundial de Andebol de Praia, nos dois géneros, está marcado (não acreditamos que as datas se mantenham), para ser realizado em Pescara (Itália), entre 30 de Junho e 5 de Julho, conforme indicação do Portal da IHF.

Participantes Masculinos – Argentina, Austrália, Brasil, Croácia, Dinamarca, Alemanha, Hungria, Itália, México, Noruega, Omã, Qatar, Rússia, Tunísia, Uruguaia, e USA.

Participante Femininos – Argentina, Austrália, Brasil, Croácia, Dinamarca, Grécia, Hungria, Itália, México, Holanda, Noruega, China, Espanha, Tunísia, USA, e Vietname.

Portugal, apesar de não estar presente como equipa, encontrasse representado pela nomeação da dupla feminina Portuguesa constituída por Ana Barbosa / Nádia Lemos, a quem endereçamos os nossos parabéns e desejamos as maiores felicidades.

O Regras

Andebol de Praia – Europeus Universitários – 2020 - IX


ADIADOS
JOGOS UNIVERSITÁRIOS EUROPEUS
2020

Em Dezembro passado, informamos de que pela primeira vez nos Jogos Universitários Europeus, vai-se disputar a variante de andebol de praia, em 2020. Estes jogos (5.ª Edição) seriam disputados em Belgrado (Sérvia) entre 12 e 25 de Julho, Continuando no entanto a vertente de sete a fazer parte do programa.

A competição na vertente de praia, seria disputada entre 13 e 15 de Julho, nos dois géneros, estando o registo de participação aberto até ao dia 15 de Janeiro de 2020.

Hoje podemos informar, que tristemente e face à situação que vive neste momento, onde está em primeiro lugar a saúde de todos os agentes da modalidade, os referidos jogos foram adiados, até pelo menos o verão de 2021, sendo posteriormente definidas as datas exactas da sua realização, recordamos apenas que o Andebol quer na sua versão de 7 quer de praia faziam parte das 21 modalidades do programa deste jogos.

O Noticias

domingo, 29 de março de 2020

Informação – Formação – FAP - II


CICLO DE FORMAÇÃO ONLINE - II

Conforme dissemos e escrevemos, hoje em novo texto vamos divulgar o Regulamento de Participação nas referidas acções, que se iniciarão em 30-03-20, conforme programação já divulgada.

Eis o Regulamento das Acções, publicado no Portal da FAP

Regulamento de participação

1º Ciclo de Formação Online – 30 de março a 3 de abril.

1. São 13 sessões formativas, com temas diversos e destinadas aos diversos agentes da modalidade treinadores, atletas, dirigentes e árbitros.

2. A plataforma que irá ser utilizada será o ZOOM.

3. Em cada sessão está identificado a que público se dirige.

4. As inscrições abrem 48 horas antes do início da respetiva ação.

5. A inscrição só será valida se concordar com o regulamento de participação no acto da inscrição.

6. Cada sessão tem o limite de 100 participantes.

7. As vagas serão ocupadas por ordem de inscrição.

8. Caso a sessão esgote, as inscrições serão encerradas.

9. Os inscritos receberão um email com toda a informação para procederem à visualização da sessão.

10. Caso um participante inscrito na formação não participe na mesma, ficará suspenso e não poderá participar em próximas sessões.

11. Numa situação em que o formando não tenha a possibilidade de assistir à sessão para a qual está inscrito, deverá enviar, até 30 minutos do início da sessão, um email para t.treinador@fpa.pt a informar que desiste da sessão.

12. Será obrigatório ter a câmara do computador ligada durante toda a aula. Se a câmara estiver desligada será marcada falta de presença à sessão.
13. Nas sessões que esgotarem, a FAP procurará disponibilizar o vídeo das mesmas para que todos os restantes inscritos tenham a possibilidade de assistir a essa sessão posteriormente.

14. Iremos divulgar sessões para realização de testes de som e imagem.

15. Não serão aceites qualquer tipo de injúria e desrespeito para com os formadores e para com os formandos. Caso se verifique, o formando será automaticamente retirado da sessão e da plataforma.

16. Download do programa para Windows e MAC
https://zoom.us/download#client_4meeting
17. APP para versão Móvel – Android
18. https://play.google.com/store/apps/details?id=us.zoom.videomeetings
19. APP para versão Móvel - IPhone

Em relação a este Regulamento onde em termos gerais, estamos de acordo, devemos no entanto apontar as seguintes situações:

No Ponto 1, fala-se em árbitros, mas em nenhuma das acções programadas existe algo para os mesmos, estranho.

Não se entende muito bem como é obrigatório ter a câmara ligada (estamos de acordo), para depois no ponto 13 se dizer, que se disponibiliza as mesmas mais tarde.

Assim como não se entende no ponto 15, onde não são admitidas injurias (absolutamente de acordo), mas depois apenas o formando é que é penalizado, entanto e se for o formador a prevaricar, o que que acontece?

O Formador

sábado, 28 de março de 2020

Informação – Formação – FAP - I


CICLO DE FORMAÇÃO ONLINE - I 

(Foto FAP)
Em Noticia (20-03-20) a Federação, no seu Portal, informava de que se iniciava em 26-03-20, um ciclo de Formação Online de inscrição gratuita, e nós afirmamos, que “ no nosso entender e face ao momento em todos vivemos, esta é uma noticia agradável, e de com sentido, pois as referidas acções segundo a própria FAP, destinam-se a todos os agentes da modalidade.”

No entanto em 27-03-20, a FAP, informa que as referidas acções, afinal começariam apenas no dia 30-03-20. Continuamos a dizer que são uma boa iniciativa, apenas lembramos que lamentavelmente, não se encontra nenhuma acção dirigida aos quadros de arbitragem, ou será que já não agentes da modalidade?

A seguir transcrevemos a informação divulgada, e que com nossa pena, face à actividade profissional de muitos dos nossos colaboradores, os horários são incompatíveis com as mesmas.

Acções já previstas

Neste 1º Ciclo serão 13 sessões, com temas diversos e destinadas aos diversos agentes da modalidade treinadores, atletas e a dirigentes.

As inscrições ficam disponíveis 48 horas antes do início da respectiva acção.

A inscrição só será válida se concordar com o Regulamento de Participação no ato da inscrição. Cada sessão tem o limite de 100 participantes.

A plataforma que irá ser utilizada será o ZOOM. Em cada sessão está identificado a que público se dirige.

Programa – 1ª Semana (30 de Março a 3 de Abril)

Dia 30-03-20
15H00 – 16H00 – Ana Seabra e Miguel Vasconcelos – XPS Network – Sideline Sports (Dirigido a Treinadores)
Treino individual e Perfil do Atleta
  • Contextualização e abordagem geral das diferentes vertentes do XPS Network
  • Apresentação da prescrição do treino individual

17H30 – 18H30 – Sérgio Monteiro e Sofia Osório (Dirigido a Treinadores e Atletas)
Treino de Força em Casa
  • Atletas dos Escalões de Formação
  • Atletas Seniores

Dia 31-03-20
15h00 – 16h00 – Paulo Félix (Dirigido a Treinadores e Atletas)
  • Andebol de Praia

17h00 – 18h00 – João Castro (Dirigido a Treinadores e Atletas)
Comparação do Andebol Espanhol com o Português – Uma Perspetiva


Dia 01-04-20
11H00 – 12H00 – Teresa Rocha (Dirigido a Treinadores e Atletas)
  • Ética no Desporto

15H00 – 16H00 – Tiago Sousa e Sérgio Monteiro (Dirigido a Treinadores e Atletas)
Treino de Força em Casa

Guarda Redes (Dirigido a Dirigentes e Treinadores)
Prevenção de Lesões (Dirigido a Dirigentes e Treinadores)


17H00 – 18H00 – Luís Santos e Miguel Vasconcelos – XPS Network – Sideline Sports (Dirigido a Treinadores)
Planeamento e Quadro Tático
  • Abordagem geral sobre a Organização
  • Trabalho prático e apresentação dos conteúdos: Exercícios, Calendário
  • Playbook, Planeamento e Estatísticas

Dia 02-04-20
11H00 – 12H30 – Paulo Pereira (Dirigido a Dirigentes, Treinadores e Atletas)
  • O Céu é o Limite

15H00 – 16H00 – Carla Sá (Dirigido a Treinadores e Atletas)
  • Dicas e Estratégias de Nutrição em caso de Isolamento
17H00 – 18H00 – João Castro (Dirigido a Dirigentes)

  • Gestão e Organização – Comparação do Andebol Espanhol com o Português

Dia 03-04-20

11H00 – 12H00 – Miguel Vasconcelos – XPS Network – Sideline Sports (Dirigido a Treinadores)
Video Analyzer
  • Resumo dos conteúdos demonstrados nas sessões anteriores
  • Apresentação geral do Video Analyzer

15H00 – 16H00 – Paulo Sá (Dirigido a Treinadores e Dirigentes)
  • Estratégias para jogos desnivelados – Boas práticas

As sessões irão decorrer na plataforma Zoom:

A FAP fez e bem sair um documento de apoio, chamado Regulamento de Participação – 1.º Ciclo de Formação Online, que comentaremos em próximo texto.

O Formador

sexta-feira, 27 de março de 2020

Covid-19 e o Andebol - V


EFEITOS DO COVID-19 NO ANDEBOL
MAIS UMA VEZ
(A MONTANHA “PARIU” UM RATO)

Depois de á termos referido que lamentávamos esta epidemia, e os seus nefastos efeitos na nossa modalidade, e que prioritariamente estava a saúde dos seus agentes, dando a conhecer na FAP, se realizava (25-03-20), uma reunião de Associações com a FAP, ficamos ansiosamente aguardando as suas conclusões, pois a data de 26-03-20, também era indicativa do começo de acções de formação online, e que mais nada foi dito até ao momento.

No entanto, todas as nossas expectativas, foram novamente um rotundo “fracasso”, começando por não se saber quem constituí o chamado Grupo, de trabalho, com a FAP a divulgar mais um comunicado que transcrevemos na integra, mas que na prática nada diz, a não ser que continuam suspensas todas as actividades, não esclarecendo nada, nem prevendo qualquer cenário alternativo, o que se lamenta, pois temos a sensação, de que já está tudo decidido mas que nada é divulgado, aceitaríamos de bom agrado estar completamente enganados, o que seria um sinal extramente positivo, mas é a nossa opinião que não invalida outras.

O CO divulgado refere na prática as medidas já anteriormente divulgadas, sem novidades

Comunicado da Direcção da Federação de Andebol de Portugal

No âmbito do Plano de Contingência Covid-19 para a modalidade, e na sequência das evoluções da situação epidemiológica provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 e da doença COVID-19, atento o decretamento de Estado de Emergência, com as legais consequências, bem como as medidas determinadas pelas autoridades nacionais de Saúde, vem a Direcção da Federação de Andebol de Portugal informar:

1. Que deliberou manter a suspensão de todas as competições nacionais de Andebol assim como das selecções nacionais, Masculinos e Femininos, por tempo indeterminado, reiterando a necessidade de salvaguarda de interesses de natureza pública, nomeadamente, da saúde pública e segurança dos agentes desportivos intervenientes nas competições e selecções (jogadores, Treinadores, Dirigentes e outros);

2. Que tem vindo a acompanhar diariamente a evolução da situação e a avaliar os impactos da presente situação, quer nas competições desportivas nacionais, quer na representação internacional da modalidade - seja de Clubes, seja das Seleções Nacionais- junto da EHF, IHF e Comité Olímpico;

3. Que para tal efeito, tem ouvido os diversos agentes da modalidade, tendo realizado reuniões com os Clubes da 1.ª Divisão Masculinos e Femininos (Placard Andebol 1 e PO9), e - no dia de ontem- com as Associações Regionais, onde foram analisados os impactos nas competições regionais e nacionais, e avaliadas eventuais soluções, quer para a presente, quer para a próxima época desportiva;

4. Que continuará a acompanhar permanentemente a evolução da situação e as orientações das entidades oficiais podendo, caso se justifique, modificar, a qualquer momento, as medidas agora adoptadas.

Direcção
Lisboa, 26 de Março de 2020

No Entanto a FAP, (provavelmente por esquecimento), não faz nenhuma referência ao facto de já ter suspendido toda a actividade até ao dia 29-03-20.informando que esta decisão revogava a anterior, que segundo as suas própria palavras tinha sido tomada em articulação com a Secretaria de Estado da Juventude e Desportos. Apesar de estarmos genericamente de acordo com a suspensão da actividade, pensamos conforme já referimos neste texto, que o CO é curto.

O Administrador