gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 30 de novembro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 29 – 2019 / 2020 – I

Crónica de fim-de-semana, relativa aos jogos da 14.ª Jornada que se disputaram, relativos ao Andebol 1.

PO01 – Campeonato PLACARD Andebol 1 (1.ª Divisão Seniores Masculinos).

1.ª Fase
14.ª Jornada
Dia 27-11-19
Sporting 34 - 26 Boa Hora (J/Comentado)
Dia 30-11-19
Benfica 35 - 22 Ismai
AA Avanca 27 – 19 Boavista FC
Vitória FC 22 – 27 FC Gaia
Belenenses 33 – 21 ABC
Madeira SAD 26 – 32 FC Porto
Águas Santas 25 – 20 SC Horta

Realizaram-se os encontros em falta para completar a 14.º jornada, não se registando qualquer surpresa na nossa opinião e com apenas dois dos encontros a terem resultados diferenciados do registado na 1.ª volta da prova, disputados sem o registo de ocorrências disciplinares.

Benfica 35 – 22 Ismai

Jogo, relativo à 14.ª jornada, que corresponde à 1.ª Jornada da 2.ª Volta desta Fase da prova, e que se verificou a confirmação do resultado ocorrido na 1.ª volta, com o encontro a ser disputado no pavilhão da Luz, que na nossa opinião se apresentou com uma fraca moldura humana. Tivemos um encontro de 23 minutos de grande equilíbrio, pois o resultado nesse momento era uma igualdade a 13 golos, mas mais por mérito do Ismai do que por demérito do Benfica, que faz um parcial de 5-0, nos momentos finais do primeiro tempo, com a táctica de atacar com 7 jogadores de campo. E desta forma chega ao intervalo a vencer por 18-13. No segundo tempo o Benfica, com maior riqueza de plantel, e com a rotação dos seus elementos, e uma forte melhoria no ataque onde se destaca mais uma vez Petar Djordjic (9 golos, 64% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), e com uma substancial melhoria nos seus processos defensivos, perante uma total quebra anímica da equipa do Ismai, inicia este período de jogo, com um parcial de 5-1, e aos 35 minutos de jogo vence por 23-14, com Capdeville na baliza (37% de eficácia), contra os 17% de Ricardo Castro do Ismai, que esteve na baliza durante os primeiros 30 minutos, e dos guarda-redes utilizados pelo Ismai foi o mais produtivo. O Benfica continuou a aproveitar os erros ofensivos do seu adversário, e utilizando Carlos Molina no ataque sempre que julgou conveniente, assim como mais uma vez a forma de atacar com 7 jogadores de campo, foi dilatando a sua vantagem, que chegou aos 14 golos (35-21) aos 57 minutos de jogo, termina este encontro com jogadores a marcarem golos, destacando-se Belone Moreira (5 golos, 100% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), e na nossa opinião Romé Hebo (4 golos, 100% de eficácia), que vai aproveitando e bem o tempo de jogo, que vai tendo. No Ismai, onde 11 jogadores marcaram golos, Délcio Pina com 6 golos (apenas 46% de eficácia), foi o seu melhor marcador, mas na nossa opinião total destaque para o jovem Tiago Sousa (3 golos, 100% de eficácia). Dirigiu o jogo a dupla de Aveiro, Mário Coutinho, e Ramiro Silva, que num jogo fácil de dirigir, face ao comportamento dos intervenientes, tiveram uma actuação bem positiva.

No Pavilhão Acácio Rosa, disputou-se o Belenenses / ABC, que foi um encontro onde foi rectificado o resultado ocorrido na 1.ª volta (igualdade a 28 golos). Neste jogo tivemos forte equilíbrio até cerca dos 22 minutos quando se registava uma igualdade a 11 golos, apesar da equipa visitada, ter comandado o marcador e o jogo na maior parte do tempo, no entanto a partir dos 22 minutos assumiu em definitivo o controlo do mesmo, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 16-14. No segundo tempo o jogo, teve apenas um sentido, com a equipa do Belenenses, a ir progressivamente aumentado a sua vantagem, e aos 45 minutos, vencia por 24-17, para terminar com uma vantagem por muitos impensável. Roney Franzini na baliza do Belenenses com 46% de eficácia, foi uma das grandes “barreiras” à equipa do ABC, onde o experiente Humberto Gomes não passou dos 18% de eficácia. Tiago Ferro com 8 golos (80% de eficácia, 3 em 4 de 7 metros), e Bruno Moreira com 6 golos (100% de eficácia), foram os melhores marcadores do Belenenses, por sua vez Hugo Rocha com 6 golos (50% de eficácia, 3 em 6 de 7 metros), e André Rei com 5 golos (63% de eficácia), foram os melhores marcadores do ABC. Com esta derrota a equipa do ABC, é ultrapassada pelo Belenenses na tabela classificativa.

No Dragão Arena, por inversão dos jogo disputou-se o Madeira SAD / FC Porto, onde um FC Porto, que apresenta algum cansaço, mas já mais composto, e apenas com a ausência, em relação aos últimos jogos de Alexis Borges, defrontou um Madeira SAd que como de costume, teve um bom período inicial, equilibrado o jogo, pois aos 20 minutos tínhamos uma igualdade a 7 golos, de imediato o FC Porto, passou em definitivo para o comando do marcador e do jogo, e aos 28 minutos já vencia por 15-9, maior diferencial registado nos primeiros 30 minutos para chegar ao intervalo a vencer por 15-11, no segundo tempo, e apesar do equilíbrio que se verificou no período, chegou a ter 7 golos de vantagem por diversas vezes (29-22, aos 51 minutos por exemplo), vencendo encontro e mantendo-se no comando da tabela classificativa, em igualdade pontual com o Sporting, e com esta vitória confirmou o resultado verificado na 1.ª volta. No Madeira SAD onde os guarda-redes estiveram em termos de eficácia, abaixo do esperado, pois o melhor dos utilizados António Campos não passou dos 17%, comparados com os 50% de Alfredo Quintana, na baliza do FC Porto. Elledy Semedo com 7 golos (64% de eficácia) e Nuno Silva com 6 golos (67% de eficácia) foram os melhores marcadores do Madeira SAD, por sua vez no FC Porto, onde 11 jogadores marcaram golos, Iturriza com 6 golos (75% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), foi o seu principal marcador.

No Pavilhão do Águas Santas, tivemos o Águas Santas / SC Horta, encontro que terminou com a esperada vitória da equipa maiata, que assim confirmou o resultado da 1.ª volta, num pavilhão com assistência longe dos melhores dias, neste pavilhão. Foi um encontro onde apenas existiu equilíbrio nos minutos iniciais, igualdade a 3 golos (cerca dos 8 minutos), de imediato o Águas Santas tomou conta do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 13-10, nos segundos 30 minutos, nada se alterou com a equipa maiata, a comandar o jogo e a dilatar a sua vantagem, que chegou a ser de 7 golos (23-16, cerca dos 54 minutos por exemplo), para terminar com uma vitória, que lhe permitiu ascender ao 7.º lugar da tabela classificativa, em igualdade pontual com o 6.º e o 8.º. Henrique Carlota na baliza do Águas Santas, chega a uns excelentes 52% de eficácia, em contra ponto com os 20% de Lucas Santana. Pedro Cruz com 11 golos (65% de eficácia), e José Rebelo com 6 golos (100% de eficácia), foram os melhores marcadores do Águas Santas, Pavel Hernandez com 8 golos (80% de eficácia, 4 em 4 de 7 metros), foi o melhor marcador da equipa insular.

No Antoine Velge em Setúbal, tivemos o Vitória FC / FC Gaia, com o pavilhão a apresentar uma assistência, abaixo do normal para aquele pavilhão e que terminou sem surpresa com a vitória da equipa do FC Gaia, que comandou praticamente o jogo, durante os 60 minutos, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 13-9. Limitando-se nos segundos 30 minutos a controlar o jogo, e o marcador, embora ainda (pouco), aumentasse o diferencial final. Com esta nova derrota a equipa do Vitória FC continua a ocupar o último lugar da tabela classificativa nesta fase, e confirmou a derrota eu tinha sofrido na 1.ª volta, com o FC Gaia, a manter o mesmo lugar, agora em igualdade pontual com o Boa Hora. Joaquim Nazaré com 5 golos (71% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), foi o melhor marcador do Vitória FC, por sua vez Martim costa com 12 golos (63% de eficácia), e André Sousa com 5 golos (45% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros), foram os melhores marcadores do FC Gaia.

Tivemos ainda o AA Avanca / Boavista FC, que foi um dos raros resultados alterados em relação ao verificado na 1.ª volta, pois desta vez terminou com a vitória da AA Avanca. Foi um encontro de forte equilíbrio até cercados 22 minutos, quando o jogo registava uma igualdade a 7 golos, com a equipa da AA Avanca, aproveitando e bem as exclusões e uma desqualificação, registada na equipa do Boavista FC, para realizar um parcial de 8-0, e chegar aos 37 minutos a vencer por 18-8, depois de ao intervalo já estar na frente do marcador por 14-8. Sendo depois a vez do Boavista FC tentar tirar proveito das diversas exclusões sofridas pela AA Avanca, mas sem tirar grande vantagem, apenas diminuindo o diferencial para 21-14 aos 48 minutos de jogo. Mais uma vez Luís Silva na baliza da AA Avanca foi um dos seus principais elementos com 48% de eficácia, contra os 31% de Cláudio Silva na baliza da equipa do Bessa. Alan Silva (75% de eficácia), e Jenilson Monteiro (86% de eficácia), ambos com 6 golos, foram os melhores marcadores da AA Avanca, Tiago Costa com 6 golos (50% de eficácia, 4 em 5 de 7 metros), e Tiago Ferreira com 5 golos (56% de eficácia), fôramos melhores marcadores do Boavista FC.

Classificação após a realização destes jogos – 1.º Sporting, e FC Porto (41 pontos), 3.º Benfica (38 pontos), 4.º Ismai (30 pontos), 5.º Belenenses (29 pontos), 6.º ABC, Águas Santas, e Madeira SAD (28 pontos), 9.º Boa Hora, e FC Gaia (26 pontos), 11.º AA Avanca (24 pontos), 12.º SC Horta (19 pontos) 13.º Boavista FC (18 pontos), 14.º Vitória FC (16 pontos).

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2019 / 2020 – LXX


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

SPORTING (GRUPOS C)
VENCE IK SÄVEHOF
(É APURADO PARA OS PLAY OFF)
Na última jornada do seu Grupo da Liga dos Campeões Masculina, o Sporting vence de forma clara a equipa sueca em encontro referente à 10.ª e última jornada do Grupo C. Com esta vitória a equipa portuguesa garantiu a sua passagem aos jogos do Play OFF nesta Fase da Prova

Jogo disputado no pavilhão João Rocha, que se encontrava completamente cheio, para assistir a um jogo decisivo, para a equipa portuguesa, que tinha forçosamente de vencer para garantir o apuramento para a Fase seguinte. Assistiu a um bom jogo de Andebol, com um inicio onde as duas equipas demonstraram ao que vinham, apresentando-se calculistas, e pacientes na construção do seu jogo, verificando o nível de preparação que ambas tinham colocado para o encontro, realizando em especial as suas jogadas de ataque planeado com bastante segurança, como Sporting, a deter em Cudic (35% de eficácia) na baliza o primeiro obstáculo para a equipa sueca, e comandou o jogo e o marcador praticamente durante os 60 minutos, chegando aos 13 minutos a vencer por 6-3, para aos 25 minutos estar na frente do marcador por 11-6, e aos 29 minutos por 14-8, máxima vantagem nos primeiros 30 minutos, para se chegar ao intervalo a vencer por 14-9, com Pedro Valdez (5 golos, 83% de eficácia), a defender e a atacar sempre a preceito, juntamente com Luís Frade (6 golos 60% de eficácia), com a experiencia de Ruesga (2 golos, 40% de eficácia) e Carol (4 golos, 100% de eficácia), juntamente com Ghionea (5 golos, 100% de eficácia, 1 em 1 de 7 metros), a compor o resto, numa equipa que valeu pelo seu todo. No segundo tempo os suecos entraram a atacar com 7 jogadores de campo, e a defender com algumas marcações em especial a Valdez, mas de pouco serviu, pois apesar da excelente prestação na baliza do jovem Simon Moller (24% de eficácia), entretanto a jogar na baliza neste período do jogo, aos 38 minutos o Sporting vencia por 18-11, e os suecos agora alteram o seu sistema defensivo para um sistema mais aberto, e começam a quer jogar mais rápido, o que permitiu que o Sporting aos 46 minutos de jogo, atingisse a maior vantagem ocorrida durante todo o encontro (9 golos), quando vencia por 22-13, para depois entrar em alguns períodos de desconcentração, e descontracção que não se pode ter em alta competição, situações coincidentes com a rotação do plantel, e aos 58 minutos o resultado era de 26-20. A equipa sueca teve mais uma vez no seu central Jonathan Edvardson (4 golos, 80% de eficácia), e ainda no seu ponta direito Sebastian Karlsson (4 golos, 67% de eficácia), os seus melhores jogadores na nossa opinião. Dirigiu o encontro a dupla russa constituída por Evgeny Zotin, e Nikolay Volodkov. Que teve um critério disciplinar assertivo, e na nossa opinião apenas falharam nas violações da área dos 6 metros, tiveram uma virtude na nossa opinião não influenciaram o resultado.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
HC Eurofarm Rabotnik 29 – 30 Sporting
2.º Jornada
Dia 21-09-19
Sporting 32 – 24 Tatran Presov
3.º Jornada
Dia 26-09-19
IK Sävehof 29 – 24 Sporting
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
Sporting 30 – 30 Bidasoa Irun
5.ª Jornada
Dia 20-10-19
Cocks 25 – 23 Sporting
6.ª Jornada
Dia 02-11-19
Sporting 38 – 29 Cocks
7.ª Jornada
Dia 09-11-19
Sporting 36 – 26 HC Eurofarm Rabotnik
8.º Jornada
Dia 13-11-19
Tatran Presov 22 – 37 Sporting
9.ª Jornada
Dia 23-11-19
Bidasoa Irun 32 – 32 Sporting
10.º Jornada
Dia 30-11-19
Sporting 27 – 20 IK Sävehof

Classificação Final Grupo C
Jogos do Play Off
1.ª Mão
Dia 19 a 23-02-19
Sporting – CS Dinamo Bucuresti
2.ª Mão
Dia 26-02 a 01-03-19
CS Dinamo Bucuresti – Sporting

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Juvenis Masculinos – Sub-16 – Estágio e Torneio


JUVENIS SUB-16 MASCULINOS
PARTICIPAM EM SIMULTÂNEO EM DOIS TORNEIOS

Depois da Selecção de Sub-18 feminina, ter realizado dois estágios preparatórios para uma participação em dois torneios, quase em simultane0, cabe agora a vez aos Sub-16 Masculinos, de realizarem dois estágios para uma participação em duas provas em simultâneo, um estágio de 18 a 23 de Dezembro de 2019 em Lagoa, onde participarão no Torneio internacional “Cidade de Lagoa”, a outra selecção estagiará em Vila Nova de Gaia, de onde partirá para participar no Torneio das 4 Nações, o estágio e o torneio serão de 18 a 22 de Dezembro de 2019. Pena, que mais uma vez o Portal da FAP, ainda não comtemple esta Selecção, com os respectivos calendários e os objectivos a que se propõem com estes estágios e estas participações. Provavelmente e à semelhança de outros casos a seguir a esta publicação surgirá esta Selecção.

Torneio Internacional “Cidade de Lagoa (19 a 22-12-19) – Portugal, CA Leça, Lagoa AC, Pan Moguer (Espanha), Sporting, Samora Correia.
Convocados, sem comentários
Calendário do Torneio

Dia 19-12-19 - Pav. Mun. Lagoa
CA Leça - Lagoa AC (20H00)
Pan Moguer - Sporting CP (22H00)
Dia 20-12-19 – Pav. Mun. Lagoa
NA Samora Correia - CA Leça (12H00)
Sel. Nac. Sub-16 - Pan Moguer (14H00)
Lagoa AC - NA Samora Correia (20H00)
Sporting CP - Sel. Nac. Sub-16 (22H00)
Dia 21-12-19 – Pav. Mun. Lagoa
1/2 Final
1º Série A - 2º Série B (14H00)
1º Série B - 2º Série A (16H00)
5º/6º Lugar
3º Série A - 3º Série B (18H00)
Dia 22-12-19
Pav. Esc. EB 2,3 Jacinto Correia
3.º/4.º
Vencidos Meia-Final (13H30)
Pav. Mun. Lagoa
Final
(15H00)

Torneio Internacional “4 Nações” em Espanha (19 a 21-12-19) – Portugal, Espanha Eslováquia, e França.

Nota - A FAP não divulgou a localidade onde se realiza o torneio, e informa de que o Calendário definitivo será divulgado em breve, pelo que, o apresentado é apenas a titulo meramente informativo.

Convocados, sem comentários
Calendário do Torneio

Dia 19-12-19
França - Eslováquia
Espanha - Portugal
Dia 20-12-19
Portugal - França
Espanha - Eslováquia
Dia 21-12-19
Eslováquia - Portugal
Espanha - França

O Noticias

Andebol de Praia – Provas Europeias – 2020 - VII


PROVAS EUROPEIAS EM 2020
Na reunião do Comité Executivo da EHF, realizada em Colónia (21-11-19), naquela que será o última reunião de 2019, fora tratados diversos assuntos entre os quais a designação da organização das principais provas de Andebol de praia para 2020.  

Provas confirmadas para 2020

Finais de EBTdisputam de 4 a 7 de Junho de 2020, em Lamaka (Chipre) com organização da Cyprus Handball Club.

Euro Masculino e Feminino, Sub-16Disputam-se de 8 a 11 de Julho de 2020, em Silvi Marina (Itália), com organização da Federação Italiana de Andebol-

Torneios de Qualificação para o Euro 2021 – Disputam-se em Thessalonki (Grécia) e Batumi (Geórgia). Com as datas do Campeonato Europeu de 2020 a ser disputado de 3 a 5 de Julho de 2020.

O Noticias

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Andebol 4ll – Europeu 2019 - VII



EUROPEU DE ANDEBOL
EM
CADEIRA DE RODAS


ZAGREB (CROÁCIA)
(ESTÁGIO) 

Disputa-se em Zagreb (Croácia), de 13 a 15 de Dezembro de 2019, O Europeu de Andebol em Cadeira de Rodas.

Esta será a 4.ª Edição da prova, e será organizada pela EHF, em Colaboração com a Federação Croata de Andebol.

Portugal, vai realizar novo estágio de preparação, no dia 7 de Dezembro de 2019, em Rio Maior.

Recordamos, que as equipas serão obrigatoriamente mistas, com um mínimo de 3 elementos femininos, sendo obrigatório ter sempre um destes elementos em jogo,

Lista dos Convocados – Como de costume sem comentários 
O Noticias

Competições Europeias 2019 / 2020 – LXIX - Sorteio


COMPETIÇÕES EUROPEIAS MASCULINAS

(2019 /2020)
EHF CUP

Realizou-se hoje (28-11-19) o sorteio da Fase e grupos da EHF CUP Masculina, onde Portugal está representada pelo Benfica. Que terá o seu início em 08/09/ de Fevereiro de 2020.

EHF CUP

Esta Fase será disputa em 6 jornadas em cada grupo, ou seja em TxT, a duas voltas, sendo apuradas as duas primeiras equipas de cada grupo para a disputa dos 1/4 Final.

Resultados do Sorteio

Calendário do Benfica

Grupo C
1.ª Jornada
Dia 08/09-02-20
MT Melsungen (Alemanha) – KPR Gwardia Opole (Polónia)
Bjerringbro-Silkeborg (Dinamarca) – Benfica
2.ª Jornada
Dia 15/16-02-20
Benfica - MT Melsungen
KPR Gwardia Opole - Bjerringbro-Silkeborg
3.ª Jornada
Dia 22/23-02-20
Bjerringbro-Silkeborg - MT Melsungen
Benfica - KPR Gwardia Opole
4.ª Jornada
Dia 29/02-01-03-20
MT Melsungen – Bjerringbro-Silkeborg
KPR Gwardia Opole - Benfica
5.ª Jornada
Dia 21/22-03-20
KPR Gwardia Opole - MT Melsungen
Benfica - Bjerringbro-Silkeborg
6.ª Jornada
Dia 28/29-03-20
MT Melsungen - Benfica
Bjerringbro-Silkeborg - KPR Gwardia Opole

Aparentemente o Benfica, encontra-se num Grupo que lhe irá certamente criara grandes dificuldades no acesso aos 1/4 Final da Prova.

A Final será disputada em Berlim, pelo que o Fuchese Berlin, também se encontra num grupo nada fácil, para estar presente na Final a quatro, que se disputará em 23 e 24 de Maio de 2020

Recordamos ainda que a partir da época de 2020 /2021, esta prova terá a designação de European Handball League, e será a prova de 2.º nível nas competições europeias, esta designação aplica-se aos dois géneros. 

O Noticias

Assembleias Gerais da FAP – I - 2019


ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
(2019)

Este “post” de hoje destina-se a dar amplo conhecimento de que inexplicavelmente apenas no dia 25-11-19, seja publicado no portal da Federação, a notícia (mas não em primeiro plano) da de que a realização da Assembleia Geral Ordinária no dia 30-11-19 (esta época, divulgaram com 5 dias de antecedência uma melhoria de 2 dias em relação à ultima época), para “Discussão e apreciação do Plano de Actividades e Orçamento da Federação de Andebol de Portugal para o ano de 2020”. Até aqui nada de anormal, e ainda bem, pois a mesma é realizada a tempo e horas.

Nada temos contra a organização da AG, até porque em termos estatutários a mesma teria de ser realizada, apenas lamentamos que uma convocatória que foi feita em 15-11-19, para se poder cumprir os prazos previstos nos Estatutos, apenas 10 dias depois a noticia seja publicada, quando já foram publicadas tantas noticias de “autoelogio” e outras, e uma noticia que versa um tema de capital importância para a modalidade, tenha de esperar 10 dias. Porquê?

Felizmente a AG apenas têm um ponto único e que já foi referido por nós, ficaremos a aguardar a sua publicação para com mais segurança podermos fazer uma avaliação do se propôs e do que provavelmente se vai aprovar, até porque estranhamente no ponto único da convocatória nunca é referido “a aprovação”, mas somente a “discussão e apreciação”.

E esperamos que seja divulgado a lista dos delegados presentes, o que desta feita não foi feito, o que se estranha, nem foi (não é obrigada, mas seria normal), o conteúdo da proposta. Para saber quem estará presente, pois como sabemos a Assembleia Geral da Federação é constituída por 57 delegados (mas com a criação das Super Associações, e com o acabar de algumas, torna-se interessante saber como será o espectro dos delegados nesta Assembleia, pois os Estatutos da FAP, não foram alterados).

Esperamos que o documento seja transparente e esclarecedor, de desenvolvimento e planos para a modalidade, sem engenharia financeira e com um bom plano de actividades.

Pois consideramos que é muito triste ver a nossa modalidade, ser mais uma vez tratada desta maneira, e não estamos a inventar nada, é notícia, no próprio portal da Federação. 

O Banhadas Andebol

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 28 – 2019 / 2020 – I

Crónica Intermédia de fim-de-semana, relativa aos jogos de diversas jornadas que se disputaram hoje (27-11-19), relativos ao Andebol 1.

PO01 – Campeonato PLACARD Andebol 1 (1.ª Divisão Seniores Masculinos).

1.ª Fase
12.ª Jornada
Dia 27-11-19
Boavista FC 17 – 25 Benfica
13.ª Jornada
Dia 27-11-19
Madeira SAD 23 – 19 SC Horta
14.ª Jornada
Dia 27-11-19
Sporting 34 – 26 Boa Hora

Realizaram-se 3 encontros relativos, á 12.ª e 13.ª Jornada, que encontravam em atraso e ainda um dos encontros relativo à 14.ª Jornada, jogado por antecipação, todos devido à participação nas provas Europeias de Clubes, foram disputados sem o registo de ocorrências disciplinares. Mas desta feita com mais fracas assistências, do que se podia esperar, para uma prova da divisão mais elevada do Andebol. No entanto ainda tivemos dois encontros disputados com grande equilíbrio.

Sporting 34 – 26 Boa Hora

Jogo, relativo à 14.ª jornada, que corresponde à 1.ª Jornada da 2.ª Volta desta Fase da prova, e que se verificou a confirmação do resultado ocorrido na 1.ª volta, disputa desta vez no pavilhão João Rocha, que se apresentou com uma fraca moldura humana. O Sporting, terminou como natural vencedor diante uma equipa que pratica um andebol, agradável de se ver, e onde os seus protagonistas, são precisamente os jogadores emprestados pelo Sporting, juntamente com o seu guarda-redes Miguel Moreira, apesar da sua eficácia, ser apenas de 15%. O encontro foi de forte equilíbrio até cerca dos 17 minutos quando tínhamos uma igualdade a 8 golos, com o Sporting, a voltar a passar para o comando do jogo e do marcador, onde Pedro Valdez (5 golos, 100% de eficácia), e Frankis Carol (8 golos, 89% de eficácia), marcavam a diferença, onde Luís Frade (4 golos, 100% de eficácia), era um dos seus principais jogadores, quer a defender quer no ataque, a marcar e a criar condições de entrada para os seus colegas, onde Marko Vugin (5 golos, 71% de eficácia), iam marcando o ritmo do jogo, com transições rápidas, e com Manuel Gaspar, em dia menos feliz, sendo Cudic, no segundo tempo a marcar a diferença com 32% de eficácia, o Sporting chega aos 18-12, aos 29 minutos para Um dos esteios do Boa Hora o seu pivô Valter Soares (3 golos, 100% de eficácia), concretizar o 13.º golos em cima do apito para o final dos primeiros 30 minutos. No segundo tempo com o Sporting a gerir o plantel, o jogo manteve.se equilibrado, e aos 51 minutos de jogo, a diferença era de 6 golos (30-24), maior diferença registada até então sendo grandes responsáveis da mesma Salvador (5 golos, 63% de eficácia), e Nuno Reis (6 golos, 85% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Rafael Paulo (4 golos, 80% de eficácia), uma referência para a forma de encarar o jogo pelo Boa Hora, onde o seu ataque era paciente e sem precipitações, tentando possuir abola o mais tempo possível, e aproveitando sempre e bem as superioridades numéricas de que dispôs. O Sporting atinge o seu maior diferencial aos 55 minutos quando vencia por 33-24, jogando os 5 minutos finais, em gestão. Com esta vitória a equipa do Sporting, continua a ser juntamente com o FC Porto, as únicas equipas sem derrotas até ao momento. Dirigiu o jogo a dupla de Lisboa, Miguel Ventura, e João Mendes, que apesar de na globalidade, a sua prestação poder ser considerada positiva, têm de ter mais atenção às faltas de atacante que são transformadas em 7 metros, e em especial devem esquecer a “manha de apontar 7 metros sem apitar”, mas como a bola entrou na baliza, mascamos golo, que normalmente são mal validados, ou por violação do atacante, ou pelo número total de apoios, e isso foi notório por diversas vezes.

No Pavilhão do Funchal, realizou-se o Madeira SAD / SC Horta, jogo que poderemos apelidar de dérbi insular, e que dizia respeito à última jornada da 1.ª volta, foi um encontro onde o equilíbrio apenas se registou até aos 7 minutos de jogo, quando se registava uma igualdade a 2 golos, pois a partir daí o Madeira SAD, assume o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 10-6. No segundo tempo, o Madeira SAD com outro ritmo de jogo, chega facilmente aos 7 golos de vantagem (aos 37, e aos 40 minutos), quando venciam por 14-7, e 16-9, respectivamente, para depois permitirem que o SC Horta, fosse diminuído a diferença chegando a estar a penas 2 golos, quando colocaram o marcador em 19-17, cerca dos 55 minutos, para voltar a ceder nos momentos finais do encontro. O homem do jogo foi António Campos na baliza do Madeira SAD com 41% de eficácia, contra os 29 de Haris Pleh na baliza do SC Horta. De referir que o melhor marcador do Madeira SAD não passou dos 4 golos (João Gomes, 80% de eficácia), por sua vez e sem grande novidade o melhor marcador do SC Horta foi Pedro Silva com 9 golos (100% de eficácia), a maioria deles concluídos nos 6 metros.

No Municipal de Pedrouços disputou-se o encontro em atraso da 12.ª jornada, o Boavista FC / Benfica, encontro onde o natural favoritismo recaia sobre o Benfica, que acabou por vencer de forma clara, mas sem antes passar por algumas dificuldades, pois aos 18 minutos de jogo o resultado era uma igualdade a 5 golos, o que diz bem da forma defensiva como as equipas se apresentaram, e só a partir desse momento o Benfica tomo o controlo do jogo e do marcador, mas sem conseguir impor grandes diferenças de tal forma que o intervalo chegou com o Benfica a vencer por 10-8. No segundo tempo o Benfica conseguiu finalmente impor a sua superioridade, e colocar o diferencial em 6/7 golos, para apenas nos minutos finais chegar aos 9 golos de vantagem (25-16). Dois atletas foram fundamentais nas suas equipas os homens de baliza, tanto Cláudio Silva com 44% de eficácia, na baliza do Boavista FC, como Miguel Espinha com 50% na baliza do Benfica. O melhor marcador do Boavista FC, foi Tiago Costa com 5 golos (56% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), na equipa do Benfica com 11 jogadores a marcarem golos Fábio Antunes com 6 golos (86% de eficácia), foi o seu principal marcador.

Classificação após a realização destes jogos – 1.º Sporting (+1 jogo) (41 pontos), 2.º FC Porto (38 pontos), 3.º Benfica (35 pontos), 4.º Ismai (29 pontos), 5.º Madeira SAD, e ABC (27 pontos), 7.º Boa Hora, e Belenenses (26 pontos), 9.º Águas Santas (25 pontos), 10.º FC Gaia (23 pontos), 11.º AA Avanca (21 pontos), 12.º SC Horta (18 pontos) 13.º Boavista FC (17 pontos), 14.º Vitória FC (15 pontos).

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2019 / 2020 – LXVIII


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

FC PORTO (GRUPO B)
FC PORTO PERDE COM O HC MOTOR ZAPOROZHYE

Nesta 10.ª Jornada, o FC Porto volta a defrontou a equipa da Ucrânia o HC Motor Zaporozhye, agora na condição de visitante, depois do empate registado no entro da 1.ª volta disputado no Dragão Arena.

Jogo disputado no Palácio dos Desportos de Yunost com capacidade para 3500 espectadores, e que se encontrava, com uma fraca assistência, neste confronto com um FC Porto, que se apresentou, neste encontro bastante limitado, com apenas 11 jogadores inscritos, sem Alexis Borges, Yoan Balasquez e ainda sem Iturriza, dispondo apenas de Salina para a posição de pivô, para não se fazer referencia a António Areia e Miguel Alves. Foi um FC Porto que deu a réplica possível e foi muita, estando na maior parte do tempo de jogo sempre atrás no marcador, e ainda no primeiro tempo, chegou a ter uma desvantagem de 4 golos (15-11, aos 15 minutos, por exemplo), para conseguir diminuir para 2 golos, aos 27 minutos (17-15), mas a equipa do HC Motor com Soroka, em grande plano (10 golos, 89% de eficácia, 7 em 8 de 7 metros), a fazer a grande diferença, e com Alfredo Quintana em dia não (17% de eficácia), chegou ao intervalo a perder por 19-16. Com uma boa entrada no segundo tempo, já com Thomas Bauer na baliza (28% de eficácia), mas a equipa do HC Motor a ter, no entrado Komok para a baliza neste período a chegar aos 40% de eficácia, mesmo assim o FC Porto, iguala aos 33 minutos a 19 golos, e aos 34 a 20 golos, mas sem nunca conseguir passar para a frente no marcador e usando a sua conhecida forma de atacar com 7 jogadores de campo, e a defender a defender em alguns períodos do jogo em 3:2:1, como forma de dificultar os ataques da equipa da Ucránia, onde Pukhouski (5 golos, 86% de eficácia), juntamente com Malasinskas (6 golos, 67% de eficácia), e Babichev, (5 golos, 86% de eficácia), não deixaram que o FC Porto, tivesse uma prestação mais positiva, pois ainda ficou mais limitado aos 41 minutos com a 3.ª Exclusão de salina e consequente desqualificação, ficando sem nenhum atleta de raiz para pivô, função que na maior parte das vezes foi executada e bem por Miguel Martins (5 golos, 71% de eficácia, 1 em 2 de 7 metros), e contando ainda com André Gomes (6 golos, 67% de eficácia), e Diogo Branquinho (6 golos, 67% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros), neste período de jogo, chegou a ter 6 golos de desvantagem (29-23, aos 52 minutos, por exemplo), para recuperar alguma desvantagem na parte final do encontro, quando Babichev, é igualmente desqualificado pela 3.ª exclusão. Com este resultado a equipa do HC Motor Zaporozhye, obtém a sua primeira vitória na Grupo. Dirigiu este encontro a dupla da Sérvia composta por Marko Boricic, e Dejan Markovic, que já tinha dirigido um encontro com equipas portuguesas na Liga dos Campeões (Cocks / Sporting), e teremos de afirmar que a nossa opinião na altura terá forçosamente de ser a mesma, incoerentes na sanção progressiva, umas vezes por exagero, outras por defeito, por exemplo ninguém entende com não é homologado um golo ao FC Porto aos 46 minutos de jogo, pecando ainda no jogo passivo, e na lei da vantagem, para não falarmos na constante transformação de faltas do atacante em livres de 7 metros.

Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto 33 – 30 PGE VIVE Kielce
4.º Jornada
Dia 13-10-19
Telekom Veszprém 38 – 28 FC Porto
5.º Jornada
Dia 19-10-19
FC Porto 35 – 35 HC Motor Zaporozhye
6.º Jornada
Dia 02-11-19
FC Porto 23 – 23 Montpellier HB
7.º Jornada
Dia 10-11-19
THW Kiel 27 – 28 FC Porto
8.º Jornada
Dia 13-11-19
FC Porto 29 – 30 THW Kiel
9.º Jornada
Dia 23-11-19
Montpellier HB 22 – 27 FC Porto
10.ª Jornada
Dia 27-11-19
HC Motor Zaporozhye 33 – 29 FC Porto

Horas Locais

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 29-02-20, para o Grupo B.

O Banhadas Andebol

Informação – Luís Frade – Em Espanha


LUÍS FRADE NO BARCELONA (ESPANHA)

Segundo noticias já do domínio publico, incluindo o site Handball Planet, um dos mais conceituados no Mundo do Andebol, Luís Frade com apenas 21 anos, e um dos melhores pivôs do andebol português (sendo considerado um dos melhores na sua posição da geração de 1998, referimos a publicação onde a noticia saiu em primeira mão), actualmente ainda fazendo parte do plantel do Sporting, será jogador do Barcelona, para a época 2021/2022, onde deverá substituir o conceituado Cedric Sorhaindo.

Poderá ser no nosso entender uma valorização para o andebol português, mas é certamente uma forte desvalorização para o plantel do seu clube, esperando que o atleta tenha a sorte que merece, e que tudo corra, conforme os seus desejos.

Pela nossa parte apenas poderemos desejar que tenha sucesso nesta sua decisão, e endereçar os nossos parabéns a quem o formou para a modalidade. 

O Noticias  

Competições Europeias 2019 / 2020 – LXVII


LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS MASCULINA

FC PORTO (GRUPOS B) E SPORTING (GRUPOS C)
As nossas equipas que se encontram a participar na Liga dos Campeões Europeus Masculina, na Fase de Grupos, vão este fim-de-semana disputar a 10.ª Jornada desta Fase. A que se seguirá uma longa paragem para os grupos A e B, face á disputa do Euro 2020, enquanto para os Grupos C e D, será a última jornada dos Grupos, antes do jogo do Play Off. Desejando nós a continuação das maiores felicidades na sua caminhada, nesta Fase de Grupos.

Recordamos a Constituição dos Grupos

Grupo B - MKD – HC Vardar, HUN – Telekom Veszprém HC, POL – PGE VIVE Kielce, BLR - HC Meshkov Brest, UKR – HC Motor Zaporozhye, FRA – Montpellier HB, POR – FC Porto Sofarma, GER – THW Kiel.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
FC Porto 27 – 25 HC Meshkov Brest
2.º Jornada
Dia 22-09-19
HC Vardar 32 – 27 FC Porto
3.ª Jornada
Dia 28-09-19
FC Porto 33 – 30 PGE VIVE Kielce
4.º Jornada
Dia 13-10-19
Telekom Veszprém 38 – 28 FC Porto
5.º Jornada
Dia 19-10-19
FC Porto 35 – 35 HC Motor Zaporozhye
6.º Jornada
Dia 02-11-19
FC Porto 23 – 23 Montpellier HB
7.º Jornada
Dia 10-11-19
THW Kiel 27 – 28 FC Porto
8.º Jornada
Dia 13-11-19
FC Porto 29 – 30 THW Kiel
9.º Jornada
Dia 23-11-19
Montpellier HB 22 – 27 FC Porto
10.º Jornada
Dia 27-11-19
HC Motor Zaporozhye – FC Porto (17H00) Porto Canal

GRUPO C - SWE – IK Sävehof, SVK – Tatran Presov, FIN – Cocks, MKD – HC Eurofarm Rabotnik, ESP – Bidasoa Irun, POR – Sporting Clube Portugal.

Calendário e Resultados
1.ª Jornada
14-09-19
HC Eurofarm Rabotnik 29 – 30 Sporting
2.º Jornada
Dia 21-09-19
Sporting 32 – 24 Tatran Presov
3.º Jornada
Dia 26-09-19
IK Sävehof 29 – 24 Sporting
4.ª Jornada
Dia 12-10-19
Sporting 30 – 30 Bidasoa Irun
5.ª Jornada
Dia 20-10-19
Cocks 25 – 23 Sporting
6.ª Jornada
Dia 02-11-19
Sporting 38 – 29 Cocks
7.ª Jornada
Dia 09-11-19
Sporting 36 – 26 HC Eurofarm Rabotnik
8.º Jornada
Dia 13-11-19
Tatran Presov 22 – 37 Sporting
9.ª Jornada
Dia 23-11-19
Bidasoa Irun 32 – 32 Sporting
10.º Jornada
Dia 30-11-19
Sporting - IK Sävehof (17H00) Sporting TV

Horas No Continente

A Fase de Grupos, disputa-se de 11-09-19, e prolonga-se até 29-02/01-03-20, para o Grupo A e 30-11-19 para o Grupo C. 

O Banhadas Andebol

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Planeamento Desportivo – Época 2019/2020 – XXXV


Participantes nas Provas Nacionais Não Fixas - Época 2019/2020

Em 13-09-19, publicamos um texto, sobre as provas não fixas referenciadas pela FAP através dos CO N.º 24 e N.º 25 (09-09-19, da presente época, já com a indicação das Associações responsáveis por zona, e com a indicação da estrutura das 2.ªs Fases e respectivo modelo competitivo.

Na altura dissemos “ Na prova que hoje iremos abordar, verificou-se uma total alteração na estrutura competitiva, quer para a 2.ª Fase, quer para a Fase Final, que já consideramos positiva em texto anterior, embora se constata-se a total manutenção do número de zonas (9), no entanto o número previsto de Associações a participar diminui, passando de 13, para 12, número este agora alterado, com a inclusão de Viana de Castelo na Zona 1 na presente época. Verificando-se no entanto o contínuo desaparecimento das Associações de Évora e Beja, o que referimos anterior mente para a PO07, têm aqui total aplicação, agora deixaram de existir, Castelo Branco e Vila Real. É pena, mas verifica-se que a maioria das Associações ainda não criaram a prova, no Portal da Federação, o que torna tudo muito mais difícil.” Tudo isto se referia a uma análise ainda que sumaria da PO08

PO08 – Campeonato Nacional de Iniciados Masculinos

Constatava-se na altura, a total manutenção do número de zonas (9), embora o número de Associações a participar, tinha diminuída, passando de 15, em 2017/2018, para 13 em 2018/2019, e agora para 12, sendo assim teremos apenas 12 Associações a disputar a prova, se não existirem mais desagradáveis surpresas. Mas eis que agora somos surpreendidos com o CO N.º 44 de 22-11-19, que altera substancialmente estes dados sem qualquer justificação.

Agora passamos para 11 zonas (primeiro eram 9), de 4 clubes, que segundo a FAP, a serem agrupadas geograficamente, mas não informa da sua constituição, lamentável.

Dissemos ainda na altura:

Em relação ao número de participante, apenas poderemos dizer que em 13/14, tivemos 110 equipas, passando-se para 99 na época 2014/2015, para 98 em 2015/2016 (entre quais se encontram 7 equipas B), e em 2016/2017, felizmente tivemos alteração na tendência com 109 inscritos o que significa um aumento de 11,2%, o que na nossa opinião foi significativo, para em 2017/2018, voltarmos a aumentar e a ter 112 participantes (com 6 equipas B), no entanto em 2018/2019, voltamos a ter um retrocesso, atingindo 105 equipas, menos 7 que na época anterior, até ao momento estão completamente definidas 2 zonas (Viseu, e Santarém), com 9 participantes inscritos (dados que se encontram disponíveis), ou muito nos enganamos e esperamos que sim mas esta época, voltaremos a ter retrocesso.”
Tudo isto com base nos CO, N.º’s 24 e 25, agora, até os apuramentos foram completamente alterados, sem qualquer justificação e passam a ser os seguintes:

1.º Classificado de cada zona
Melhor 2.º Classificado das zonas 1 a 5
Melhor 2.º Classificado das zonas 6 a 11
1.º Classificado da AA Madeira
1.º Classificado da UAA Açores
Organizador

Alterando substancialmente o que se descrevia nos CO já referidos, sem uma única referência aos mesmos.

Voltamos a referir o que se disse na altura:

“O modelo competitivo divulgado, quer através do Regulamento Desportivo da prova, quer através do CO N.º 25 da presente época, é um modelo que não sofreu fortes alterações em ralação modelo aplicado na época passada, incluindo no número de equipas apuradas para a 2.ª fase (passando de 36, para 44).” Mantêm-se os 44 participantes e os 16 apurados, mas de forma diferenciada ao inicialmente divulgado.

Os clubes apurados na 1.ª Fase serão agrupados na 2.ª Fase em zonas geográficas, que serão disputadas no sistema de TXT a 2 voltas. Para a Fase Final (16 equipas), sendo esta Fase Final designada e bem na nossa opinião como Encontro Nacional, mantemos sobre esta designação o que na altura dissemos.

Não vamos referir a distribuição das Associações por zona geográfica, nem os apurados por cada zona inicialmente previstos, pois tudo o que existia no CO N.º 24, deixou de ser verdade.

Agora existe uma calendarização das Jornadas para esta segunda Fase, que é a seguinte, e que foi divulgada pelo CO. N.º 44 de 22-11-19, o que em nossa opinião significa que não existirão concentrações, e os jogos em cada zona será disputados no sistema casa/fora.

1.ª Jornada – 29/03/2020
2.ª Jornada – 05/04/2020
3.ª Jornada – 19/04/2020
4.ª Jornada – 26/04/2020
5.ª Jornada – 03/05/2020
6.ª Jornada – 10/05/2020

A Fase Final, será realizada de 10 a 13-06-20, sendo posteriormente dadas as informações julgadas convenientes, veremos.

Em próximo texto continuaremos a falar sobre as provas não fixas, com especial ênfase na PO13.

O Analista