gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Crónica de Fim-de-semana – 14 – 2013 / 2014 - II

A Crónica possível dedicada á PO02. 
 
Voltamos a insistir, perguntando: Qual a justificação para tão grande número de jogos adiados? Será que não se está a colocar em causa a verdade desportiva de uma prova com estes sucessivos adiamentos…
 
Os boletins de jogo incompletos, (no momento em que a crónica foi feita) embora digam no seu estado “fim de jogo”, não são contabilizados porquê?
 
Será que a chamada de atenção para estas anomalias é fazer crítica destrutiva? Ou pelo contrário é um alerta para correção, ou seria mais conveniente nada se dizer? Provavelmente para alguns seria. 
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
Zona Norte – Resultados
15.º Jornada
CDC Santana - AD Sanjoanenses (adiado 10-01-14)
Modicus 35 - 29 Académico FC
São Mamede 28 - 35 FC Porto "B"
Xico Andebol - Marítimo (adiado 26-01-14)
FC Gaia 24 - 28 Santo Tirso
FC Infesta 22 - 29 São Bernardo
SP Oleiros 22 - 24 CCR Fermentões

Em mais jornada com jogos adiados, destaca-se o facto de apenas uma equipa ter retificado o resultado obtido na 1.ª volta, foi o FC Porto “B”, que na despedida do seu técnico Carlos Martingo (Vai treinar a equipa sénior do Avanca), foi a São Mamede vencer os locais, por diferencial que não deixa dúvidas da sua superioridade neste jogo, onde os 11 golos de Nuno Silva do São Mamede foram insuficientes para a vitória da sua equipa, que desta forma averbou a sua segunda derrota na prova (mais um Boletim de jogo incompleto). Nos outros encontros tal como já dissemos, foi a confirmação do registado na 1.ª volta, onde o Modicus voltou a vencer a equipa do Lima que continua em último lugar da zona, num encontro com três desqualificações diretas, e uma por acumulação, que deram origem a relatório disciplinar. Em Gaia o Santo Tirso confirmou a sua condição de candidato á discussão dos lugares que apuraram para a Fase Final (nesta zona é difícil uma previsão assertiva, face ao número de jogos em atraso). O São Bernardo na sua deslocação a Infesta onde defrontou o FC Infesta, venceu o encontro, mas foi mais um jogo com relatório disciplinar, onde se verificaram 3 desqualificações diretas e 15 exclusões (9 FC Infesta e 6 São Bernardo), o que podem significar o “excesso” de entusiasmo com que o encontro foi disputado. Em Oleiros os locais receberam uma das equipas que está a fazer uma prova interessante o CCR Fermentões, e voltaram a sofrer uma derrota tal como na 1.ª volta, embora o resultado ao intervalo, fosse favorável aos minhotos apelas pela diferença mínima (13-12). Na nossa opinião o fator mais negativo desta jornada foi a ausência de público nos pavilhões. Após a realização destes jogos a classificação ficou assim ordenada, (apenas até ao 6.º Lugar): 1.º Santo Tirso (41 pontos), 2.º São Mamede (40 pontos), 3.º Xico Andebol (36 pontos – 2 jogos), 4.º FC Porto “B” (34 pontos – 1 jogo),5.º Marítimo (31 pontos – 2 jogo), 6.º CCR Fermentões (30 pontos – 1 jogo). 
 
Zona Sul – Resultados
Vitória FC 25 - 25 Vela Tavira
CD Marienses 26 - 25 Benfica "B"
Alto Moinho 25 - 33 CDE Camões
NA Redondo 29 - 30 Samora Correia
ADC Benavente 29 - 24 Boa Hora
Ginásio Sul 29 - 32 Ílhavo AC
Sismaria 20 - 20 IFC Torrense

Na 2 jornada da segunda volta, que felizmente não teve qualquer jogo adiado, registaram-se alguns resultados surpreendentes. O Benfica “B” sofreu a primeira derrota na prova, perdendo pela diferença mínima com os açorianos do CD Marienses na condição de visitante (Boletim de jogo incompleto e não contabilizado na classificação…), de referir que a equipa do continente já se encontrava a perder ao intervalo (13-11). Apesar da derrota, a equipa lisboeta mantem o comando da zona. Em Setúbal, onde a equipa local continua com sua serie de resultados menos positivos, cedeu uma igualdade diante o último classificado da zona, o Vela de Tavira que teve mais uma vez em Carlos Abraul com os seus 13 golos, a sua principal figura, uma referência para as duas desqualificações diretas verificadas na equipa do Vitória FC. No recinto de Gândara o no jogo entre duas equipas que tem estado longe do “prometido” e do rendimento que delas se esperava, Sismaria e IFC Torrense, disputaram um encontro equilibrado que terminou em mais uma igualdade e foi o outro encontro da zona onde existiu disciplina com três desqualificações diretas. No Alto Moinho o CDE Camões confirmou a prova que tem vindo a efetuar, conseguindo mais uma vitória, confirmando desta forma o resultado obtido na 1.ª volta, num jogo onde os 10 golos de Alexandre Pereira do Alto Moinho foram insuficientes para que a sua equipa conquistasse outro resultado. No Alentejo, voltou a perder com a equipa ribatejana do Samora Correia tal como no jogo da primeira volta, só que desta vez o encontro foi de grande equilíbrio e a derrota verificou-se pela diferença mínima, com os locais a quase darem a volta ao jogo no segundo período, onde efetuaram uma excelente recuperação pois ao intervalo perdiam por 19-13, com este resultado começa a fugir da zona de perigo, apesar de ainda faltarem muitos jogos. Surpreendente a vitória que a equipa da Região de Aveiro o Ílhavo veio conquistar no recinto do Ginásio do Sul, devolvendo desta forma a derrota que tinha sofrido em casa no jogo da 1.ª volta e igualando o seu adversário nesta jornada na classificação geral. Em Benavente disputou-se o encontro com maior número de espectadores situação que começa a tornar-se normal. A equipa Local o ADC Benavente defrontou e venceu o Boa Hora, retificando a derrota sofrida na 1.ª volta, num encontro onde o equilíbrio apenas se registou nos primeiros 30 minutos, onde ao intervalo se registava uma igualdade a 15 golos, com este resultado a equipa local isolou-se no terceiro lugar da classificação geral. Após a conclusão desta jornada a classificação, ficou assim ordenada até ao 6.º Lugar: 1.º Benfica “B” (43 pontos), 2.º CDE Camões (38 pontos – 1 jogo), 3.º ADC Benavente (36 pontos), 4.º Boa Hora (34 pontos), 5.º IFC Torrense (31 pontos), 6.º CD Marienses (- 2 jogos) (30 pontos).
 
Nota - Classificação elaborada, entrando em linha de conta com o resultado do jogo CD Marienses / Benfica “B”.
 
O Banhadas Andebol

12 comentários:

Anónimo disse...

E agora Boa Hora como é, mais um para se desfazer, consta que falta pouco

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

O Setúbal não perdeu por sorte, como ė possível esta equipe técnica permitir este resultado, com um rematador no banco! Parabéns ao 18 do vela pelo desempenho.

Anónimo disse...

gostava de saber como é que o Banhadas sabe que é normal haver muitos espectadores em Benavente, quando apenas 1 jogo esta época tem nº de espectadores no boletim de jogo.

Anónimo disse...

Ao anónimo de 8 de Janeiro de 2014 às 10:35
Não é preciso consultar os boletins de jogo. Basta saber o que é uma realidade. Em Benavente é normal haver muitos espectadores.
Cumprimentos

Anónimo disse...

há mtos espectadores e mta ajuda dos homens do apito..
e boletins de jogo cientificamente incompletos

Anónimo disse...

Benavente terra de Andebol. Dos pavilhões em Portugal que coloca mais pessoas a ver o jogos e onde se respira Andebol.

Anónimo disse...

Quem é o dirigente de uma equipa b que ja anda a convidar jogadores para outra equipa,para a proxima epoca dizendo que vai ele ser o treinador?
Nota - a equipa b é de Lisboa a equipa para onde vai é de Leiria,da segunda divisao.

Anónimo disse...


os jogos ganham-se é no recinto de jogo, portanto atletas do SLB "B" , dar o litro só apartir da segunda parte, não resulta. Sejam os açorianos ou outra equipe qualquer, temos que suar a camisola....

http://desportomariense.blogspot.pt/2014/01/andebol-cd-marienses-impoes-primeira.html


Anónimo disse...

Martingo de saida do Porto B e juniores para o Avanca leva consigo os juniores Mourão, Miguel Batista(acho que ainda é Juvenil) e Vasco Santos.

Guilherme disse...

uma equipe com uma média de idade muito superior á dos juniores do Benfica B, demonstrou que apesar da já visível falta de pernas, quando querem fazem boa figura. destaque para os dois guarda redes açorianos, a muito bom nível, mas mesmo muito bem teve o publico da equipe da casa, que lotou completamente as bancadas, muito bom. Afirmado por todos, ganha-se a equipe A ou a equipe B seria muito bem entregue, pois foi um jogo "taco a taco", em que até os senhores do apito com alguns lapsos, como as benesses no tempo de ataque do SLB, as situações de falta atacantes muito muito duvidosas, contudo até estes tiveram ao nível do jogo.
parabéns ao andebol da 2ºDivisão, queremos mais jogos destes.

Anónimo disse...

Em santa maria também se vive andebole isso vê-se pelas belas assistências e afluência do público! Nao é só em Benavente!