gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Nova crónica intermédia dedicada aos jogos em falta da 20.ª Jornada da prova, mais uma vez disputado a meio da semana.

18.ª Jornada
07-02-18
FC Porto - Sporting (20H30) Porto Canal / Andebol TV
20.ª Jornada
Madeira SAD 36 - 21 Arsenal (Antecipado)
ABC 22 - 24 Águas Santas (Antecipado)
Dia 31-01-18
AC Fafe 20 – 25 Belenenses
Xico Andebol 21 – 27 AA Avanca
FC Porto 25 – 24 Ismai
São Bernardo 24 – 29 Boa Hora
Dia 14-02-18
Sporting - Benfica (20H30)

Jornada que tem vindo a ser disputada, e que ainda não terminou hoje, pois um dos seus principais encontro (Sporting / Benfica) está adiado. Depois da fartura de transmissões que se registou anteriormente, desta vez apenas temos um encontro com transmissão na Andebol TV, e apenas porque o Porto Canal o transmite. E para termos motivos para criticar, verificou-se nova falha em termos estatísticos, pois no São Bernardo Boa Hora a mesma não existiu. Nos jogos que se disputaram, apenas um encontro teve o resultado diferente do ocorrido na 1.ª volta desta fase. Felizmente todos os encontros foram disputados sem ocorrências disciplinares.

FC Porto 25 – 24 Ismai

Jogo disputado no Dragão Caixa, com uma assistência abaixo do normal, com o FC Porto, a realizar uma prestação competitiva inesperada, pois o seu ataque mostrou-se demasiado ineficaz, e a sua defesa algo passivo, apesar de algumas melhorias verificadas no segundo tempo, em especial devido à acção do seu melhor jogador (na nossa opinião) Rui Silva (7 golos, 100% de eficácia), pois em termos de conjunto, e por mérito do Ismai, que esteve paciente no ataque, e bem na defesa, com Manuel Borges (36% de eficácia) na baliza a ser um dos grandes obstáculos ao ataque do FC Porto, do outro Hugo Laurentino (32% de eficácia) também tinha um bom comportamento, que esteve pouco activo, enquanto no Ismai, teve um jogador seu também em grande plano António Ventura (13 golos, 87% de eficácia, 5 em 5 de 7 metros, em especial em termos atacantes, perante a falta de discernimento da equipa do FC Porto, jogo sempre disputado com grande equilíbrio em termos de marcador, e de jogo, com o FC Porto ainda no primeiro tempo a chegar aos 3 golos de vantagem (10-7) aos 23 minutos de jogo, para sofrer um parcial de 3-0 nos finais deste período, o que permitiu que o Ismai fosse para o intervalo na frende do marcador por 12-11. No segundo tempo, o equilíbrio voltou a ser a nota dominante continuando a verificar-se uma enorme falta de velocidade na troca da bola, no ataque do FC Porto, enquanto o Ismai, manteve sempre uma enorme consistência no seu ataque, jogado nos limites do jogo passivo a grande maioria das vezes, de tal forma se verificou o equilíbrio que a cerca de minutos e meio do fim do tempo regulamentar o resultado era uma igualdade a 24 golos, sendo mais uma vez Rui Silva a resolver a delicada situação em que a sua equipa se encontrava, marcando golo da vitória a cerca de 20 segundos do fim do encontro. Jogo dirigido pela dupla aveirense constituída por Nuno Marques e João Correia, que são os menos culpados da confusão que se instalou junto à mesa de cronometragem aos 53 minutos de jogo, sendo esta da responsabilidade da delegada ao jogo, estiveram bem na sanção progressiva, mas pecaram em algumas situações por excesso na lei da vantagem.

No Pavilhão do São Bernardo, disputou-se o São Bernardo / Boa Hora, sendo um dos encontros onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta, e que terminou com a esperada vitória da equipa do Boa Hora, num encontro que apenas foi equilibrado até á igualdade a 3 golos, pois partir desse momento a equipa do Boa Hora assumiu comando do jogo e do marcador, e rapidamente chegou aos 9-5, momento em que o São Bernardo com uma excelente reacção chega ao intervalo a perder por apenas um golo (11-10). NO segundo tempo a equipa visitante começou melhor, rapidamente chega aos 18-14 a seu favor, comandando sempre o marcador até final do tempo regulamentar. O São Bernardo com 10 atletas a marcarem golos teve em Ricardo Queirós com 5 golos o seu melhor marcador. O Boa Hora que inscreveu no Boletim de Jogo, o seu novo reforço (Henrique Barbosa), que veio do ADC Benavente, teve os seus melhores marcadores em Uros Markovic com 7 golos, e em André Lima com 6 golos. Com esta vitória o Boa Hora, mantêm o 9.º lugar, e o São Bernardo continua em último lugar da tabela classificativa nesta fase da prova.

No Pavilhão do Francisco Holanda, tivemos o Xico Andebol / AA Avanca, que foi o único resultado, onde se verificou uma rectificação em relação ao ocorrido na primeira volta com a AA Avanca vencer, quando na altura o resultado tinha sido uma igualdade a 25 golos. Encontro com uma excelente entrada da equipa aveirense que rapidamente chega aos 4-1, aos 12 minutos de jogo, mas o Xico Andebol, com uma boa reacção, iguala a 5 golos, cerca dos 17 minutos, continuando o encontro equilibrado durante os primeiros 30 minutos, que chegam com o Xico Andebol na frente do marcador por 12-11. No segundo período de jogo, o equilíbrio manteve-se até cerca dos 40 minutos, quando se verificava uma igualdade a 15 golos, pois a partir deste momento a equipa da AA Avanca, passa a comandar o jogo, aumentando progressivamente o diferencial no marcador até final do encontro. Umadas grandes diferenças esteve no rendimento dos homens da baliza pois enquanto Luís Castro no Xico Andebol chegava aos 29% de eficácia, Magnol Fiz atingia uns excelentes 43% de eficácia. No Xico Andebol, os seus melhores marcadores não passaram dos 4 golos (Francisco Ribeiro. 80% de eficácia, e Cláudio Mota, 44% de eficácia, 2 em 3 de 7 metros). Diogo Oliveira com 8 golos (89% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Diogo Silva com 6 golos (60% de eficácia), foram os melhores marcadores da AA Avanca. Com esta vitória a AA Avanca consolida o seu 5.º lugar, enquanto o Xico Andebol, vê-se cada vez mais próximo da disputa dos lugares de descida na 2.ª Fase da prova.

Em Fafe no seu pavilhão Municipal disputou-se o AC Fafe / Belenenses, encontro que confirmou o ocorrido na 1.ª volta, com nova vitória da equipa do Belenenses, num encontro, onde praticamente comando o jogou e o marcador durante os 60 minutos de jogo, terminando o primeiro tempo a vencer por 14-8, para depois no segundo tempo ainda aumentar a vantagem até cerca dos 42 minutos de jogo, quando vencia por 19-11, para depois entrar em modo de gestão do plantel e de controlo do jogo. O Belenenses, que teve no seu guarda-redes João Moniz uma das figuras do jogo, ao chegar aos excelentes 46% de eficácia, enquanto dos três guarda-redes utilizados pelo AC Fafe, foi Nelson Reyniel com 36% de eficácia, o seu elemento mais produtivo. Tiago Silva com 5 golos (63% de eficácia), foi o melhor marcador do AC Fafe, com Nelson Semedo e seus 8 golos (73% de eficácia), e João Ferreira com 6 golos (86% de eficácia, 4 em 4 de 7 metros), a serem os melhores marcadores do Belenenses. Com esta vitória a equipa do Belenenses alcança isolado o 6.º lugar da classificação desta fase da prova, com o AC Fafe a manter-se perigosamente na zona eu dá acesso ao Grupo B, lutando pelos lugares de descida de divisão.

Após a realização destes jogos a classificação é a seguinte – 1.º FC Porto (-1 jogo), e Benfica (-1 jogo) (52 pontos), 3.º Sporting (-2 jogo, 51 pontos), 4.º ABC (49 pontos), 5.º AA Avanca (48 pontos), 6.º Belenenses (43 pontos), 7.º Águas Santas, e Madeira SAD (41 pontos), 9.º Boa Hora (35 pontos), 10.º Ismai (31 pontos), 11.º AC Fafe (30 pontos), 12.º Arsenal (29 pontos), 13.º Xico Andebol (26 pontos), 14.º São Bernardo (24 pontos). 

O Banhadas Andebol

20 comentários:

Anónimo disse...

O meu São Bernardo passou de mal para vergonhoso. No Sábado com uma equipa da 3ª divisão já tinha sido muito mau e hoje repetiu-se a vergonhosa exibição. Já regressou o Portas, foram buscar ao Porto um brasileiro de 2 metros, têm um guarda-redes de grande qualidade mas a equipa não joga nada. E pior do que não jogar nada, não se vê a equipa a dar tudo, a lutar para dar a volta à situação. O João Alves foi um grande jogador de clube mas como treinador é muito fraquinho. Ver como esta equipa jogava o ano passado e joga este ano faz impressão. Quem é que se lembrou de contratar um treinador sem qualquer prova dada? A direção tem dado cada vez mais jogadores ao treinador mas parece não perceber que o problema não está nos jogadores. Mas continuem a deixar as coisas assim, pelos vistos está tudo uma maravilha. Último lugar e humilhados em casa por toda a gente. :-(

Anónimo disse...

A Artística tv nao conta para as vossas contas... Motivo de críticas ao banhadas ...

Anónimo disse...

Quem teve a oportunidade de assistir ontem ao Sao Bernardo x Boa Hora, lamentou com certeza a deslocação e o tempo perdido a ver um espectáculo de tão má qualidade. Quanto ao Sao Bernardo, pergunta-se de facto o que faz uma equipa deste calibre na primeira divisão. Sem duvida, jogadores da segunda divisão, com uma qualidade técnica deficiente, desinspirados, desinteressados, amorfos, com inúmeros erros técnicos que explica bem a possiçao na tabela e a dificuldade em levar de vencida jogos de treino com equipas da terceira divisao da cidade de Aveiro. No mesmo sentido, a exibição do guarda redes de quem a miude se foi falando no campeonato nacional pelas boas exibições, deixando ontem uma péssima imagem, sofrendo alguns dos golos mais infantis que o andebol tem a oportunidade de proporcionar. Nao admira pois que tantos especulem se a exibição dos jogadores não está fortemente condicionada às apostas nos sites da especialidade.
Quanto ao Boa Hora, bem melhor que a equipa da casa, o que também nao era difícil, não obstante o sétimo lugar que ocupa é igualmente uma equipa bastante deficiente, que concorreu fortemente para o péssimo espectáculo que se assistiu ontem.
Uma quantidade assinalável de erros técnicos, jogadores isolados a rematar ao lado da baliza, perdas de bola por má pega, heis pois a razão de um resultado tão equilibrado com o SB.

Anónimo disse...

Uma jornada com resultados bem disputados e algumas surpresas de equipas bem apetrechadas como o caso do FAFE* e tem dificuldade de apresentar-se vencedor como no jogo de ontem.
Estive no jogo Dragão Porto-ISMAI e tem sido norma o Ismais disputar muito bem os jogos com o Porto e ontem foi longe demais e só não perdeu ou empatou por decisão arbitral no ultimo ataque do ISMAI com uma entrada agressão para parar o jogo e terminar por parte do lat/direito portista Morales.
Não foi cumprido as regras ou seja: Falta técnica intencional/agressão e cartão vermelho e o respectivo livre de 7 metros.Não foi assim que entendeu a dupla de Aveiro!
Quem esteve mal durante o jogo e no final e foram os 3 na Mesa Carlos Oliveira, Marco Marques e a Delegada da FPA Rosa Montes!
Parabéns ao Ismai(equipa técnica e jogadores) pela forma lúcida e inteligente como se colocou em campo todo o jogo!
O Porto teve um dia mau colectivamente, muita pouca gente! havia futebol na TV.
* o S.Bernardo, Xico Andebol e Arsenal são equipas em gestão desportiva mas sem potencial técnico para participar na 1ª Divisão!

Anónimo disse...

A culpa do São Bernardo estar como está não é da Junta Diretiva mas sim do Ulisses Pereira que depois de subir a equipa decidiu pedir uma fortuna para continuar. Todos o elogiam mas ninguém critica esta postura de alguém que dizia que era o clube do coração e afinal...

A Junta fez o que podia, foi buscar um treinador que parecia ter bom potencial. Mas realmente a equipa não está a jogar bem.

Anónimo disse...

1 de fevereiro de 2018 às 13:01
Subscrevo o primeiro paragrafo sobre a influencia do Ulisses Miguel ou também Ulisses Pereira que saltou do alavarium FEM campeão á moda do Benfica futebol, depois foi +para o S. Bernardo para dar o salto para treinar Benfica Senior !!! a noção da realidade e da capacidade devia fazer parte dos sonhos do homem!
Mas na realidade há varias famílias no Andebol de Dirigentes, treinadores,Administradores e Deputados da AR que acham que podem fazer como querem!
S. Bernardo tem retomar com os treinadores que fizeram deste Clube respeitado Litos Rodrigues e outros que tem capacidade para fazer muito melhor!
boa sorte S. Bernardo!



Anónimo disse...

Então o Ulisses Pereira consegue ser campeão da segunda divisão, subir a equipa e a culpa do São Bernardo estar a jogar tão mal é dele? Se o homem queria ser bem pago estava no direito dele. A culpa é desta escolha! Há tantos bons treinadores por aí e foram escolher um que andava há anos na 3ª divisão sem nunca conseguir subir de divisão? Porquê? Porque atiraram o São Bernardo para este caminho? É que além da equipa não estar a jogar nada, o pior é que estão sem garra nenhuma, sem acreditarem. Já sabemos que o Ulisses não pode, mas ainda estamos a tempo de escolher outro treinador que faça de novo a equipa acreditar, jogar com alegria e com raça. Há que fazer alguma coisa! Ou vamos deixar o clube descer assim?
Em relação ao guarda redes, acho muito injustas as críticas sobre este jogo, pois ele tem sido um verdadeiro abono de família da equipa e dá tudo.

Anónimo disse...

Muito atrasado mental, é só o que eu tenho a dizer

Anónimo disse...

Deixem lá o Ulisses em paz. O homem pegou no Alavarium do zero e ganhou dois títulos nacionais num clube que nunca tinha ganho nada na vida, foi para o São Bernardo e com um clube em baixo fez dele campeão da 2ª e subiu de divisão. E ainda é criticado? Em portugal ser-se bom é logo vítima de inveja.
Foi só o melhor treinador que já tive quer em termos desportivos quer como pessoa maravilhosa que deixa muita saudade e claro que os resultados depois aparecem, bem como a inveja. Infelizmente para os jogadores do São Bernardo o tempo não volta para trás.

Anónimo disse...

Acham que o São Bernardo perdeu por causa de apostas? O São Bernardo infelizmente tem jogado quase sempre muito abaixo do que pode. E os jogadores são quase os mesmos do ano passado (até com alguns reforços incluindo o Grande Ema que está a fazer uma excelente época na baliza). Só que quem conduz este automóvel não tem mãos para ele... Ou alguém acha que com este treinador o São Bernardo teria subido de divisão o ano passado? Ainda há tempo de mudar. Há muito bom treinador por aí disponível. E deixem lá o Ulisses sossegado, fez um excelente trabalho e se dizem que a culpa é dele é só porque nos habituou mal a sermos bons.

Anónimo disse...

Colocar o litos como como treinador principal ? Bem, este comentário só pode provir do mesmo, porque o Litos é seguramente a pessoa menos respeitada e mais detestada em Aveiro. Neste momento já nem os veteranos tem paciência para o aturar. Basta ver a quantidade de veteranos que saíram para outras equipas e os que deixaram de jogar para não o aturar.
Quanto aos treinadores, de facto este convite ao João é um pouco estranho sem duvida. Em Aveiro havia pelo menos dois treinadores com muito mais capacidade técnica e provas dadas. Tanto quanto sei, o Pedro Lagarto não está a treinar ninguém e o Bartolomeu está no Beira Mar e sem duvida aceitaria o desafio.
Quanto a mim não hesitaria um momento sequer em entregar esta equipa ao Bartolomeu. Um treinador de garra, serio no trabalho que faz, rigoroso e extraordinariamente conhecedor do Andebol moderno. Na minha opinião era o único capaz de salvar o Sao Bernado da descida.
Quanto aos jogadores, têm culpa sim. Ás vezes da-me a ideia que as pessoas de Aveiro são as únicas que ainda nao perceberam que os jogadores têm interesse em alguns resultados que fabricam.
O Mundo do andebol é muito pequeno e tudo se sabe. O que é estranho é que no Porto se saiba mais do Sao Bernardo que me Aveiro.
Sao pessoas muito ingénuas para este mundo do andebol da primeira!!

Anónimo disse...

Se continuarem a sair todos os dias jogadores para o estrangeiro, qualquer dia nem jogadores existem para formar oito ou dez equipas minimamente competitivas.
Aumentem mais as arbitragens, as inscrições, os seguros, as taxas de filiação e as multas, que qualquer dia ficam três equipas a jogarem sozinhas.

Anónimo disse...

Então na vossa crônica do FCP-Maia ISMAI nem uma palavrinha sobre a decisão da equipa de arbitragem, já nos últimos 30 segundos finais, com um jogador do FCPorto a agredir, atropelando ostensivamente um adversário, e a dupla a dar dois minutos em vez de vermelho e livre de sete metros? Não querem comentar o lance? Nada, nadinha...

Anónimo disse...

A culpa não é apenas do João Alves. Nós jogadores também temos as nossas culpas mas não nos acusem de não nos empenharmos. Acho que todos juntos conseguimos dar a volta. Claro que estávamos habituados a outros treinos e uma preparação de jogos com muito mais pormenor, mas o treinador mudou e nós temos que nos adaptar. Por muito que adorava a forma como Uli nos treinava, não aceito que hajam jogadores que parecem estar sempre a pensar nisso e se esqueçam que já é passado. Temos um clube para salvar de descida de divisão. O ano passado quer nos jogos quer nos treinos estávamos todos motivados e entusiasmados e agora que estamos na primeira não? Fdx, estamos a jogar metade do que sabemos e a culpa é tanto do João como nossa. Vamos dar a volta a isto e mostrar que não desaprendemos de jogar andebol e de que raça somos feitos!

Anónimo disse...

Respondendo ao comentário das 22:15, ninguém acusou os jogadores de falta de empenho. Reflecte-se sim a falta de qualidade dos jogadores para estarem na primeira divisão. Naturalmente que o ano passado estavam motivados e empenhados; estavam na segunda divisao, tiveram alguma sorte e achavam que eram todos carlos Resendes. Infelizmente chegaram à primeira e perceberam que ali são jogos a serio, com homens a serio e que quem não consegue defender também nao consegue por em campo o contra-ataque, a grande arma do SB o ano passado. Eu também assisti ao jogo miserável do sao Bernardo e francamente mais valia nao ter ido.
Quanto ao guarda redes, dispensa-se as palhaçadas e os ataques de fúria algo absurdos. Ali joga-se andebol e nao artes circenses.
Quanto ao treinador concordo com o comentário das 17:30. Vão buscar o Eugénio Bartolomeu ao Beira Mar. Em termos de capacidade técnica é o mais próximo do Ulisses que conheço e acredito que talvez fosse possível ainda evitar a descida.

Anónimo disse...

tantos comentários sobre o ultyimo classifcado

parece os comentários de 2 divisão

vai para a 2 divisão

não sabem perder

Anónimo disse...

"Anónimo Anónimo disse...

Deixem lá o Ulisses em paz. O homem pegou no Alavarium do zero e ganhou dois títulos nacionais num clube que nunca tinha ganho nada na vida, foi para o São Bernardo e com um clube em baixo fez dele campeão da 2ª e subiu de divisão. E ainda é criticado? Em portugal ser-se bom é logo vítima de inveja."
1 de fevereiro de 2018 às 15:09

Para tirar umas duvidas quando o Ulisses Pereira foi campeão no Alavarium(FEM) e depois no S. Bernardo(M) 2ª Divisão quem era o Presidente da Federação Portuguesa de Andebol? SEU PAI Dr. Ulisses Pereira não fica mal ajudar o filho!
O trafico de influencias esta na moda no poder politico e desportivo e depois fazem dos outros "Parolos".

Anónimo disse...

"A culpa não é apenas do João Alves. Nós jogadores também temos as nossas culpas mas não nos acusem de não nos empenharmos."

Tem piada este comentário. A culpa é mais vossa do que de mais ninguém. Que jogo miserável frente ao boa hora. Erro técnicos que nem ao nível dos juvenis se aceita.
Tem ainda mais piada, porquanto o ano passado a Sanjoanense era bem melhor que voces e teve azar. Como é que é possível acharem que estão ao nível da primeira divisão?

O treinador é efectivamente fraquinho, fraquinho, mas está perfeitamente ao nível dos jogadores que tem!!

Anónimo disse...

Resposta ao comentário 1 de Fevereiro de 2018 às 15:30

Sim achamos. Sim ja todos sabem que alguns atletas do Sao Bernardo fazem resultados de acordo com as apostas que familiares deles fazem.
So é lamentável que clubes como o Sporting alinhem neste jogo mas enfim, já que não ganham nada, ao menos encontraram na primeira divisao uma forma de fazer bom dinheiro. Gostava é de perceber de onde está a vir o dinheiro para sustentar um clube que nao tem um tostao, na primeira divisão.

Ao menos dignifiquem o vosso treinador que foi melhor jogador do que algum de voces será e que deu grandes alegrias a está casa.


Anónimo disse...

O João pode ter sido uma grande jogador, mas como treinador está a uma galáxia de distancia do Eugénio. Também nao desgosto do Lagarto, mas sem duvida,o melhor que temos em Aveiro sao o Ulisses e o Eugénio.
Mas pergunto, porque é que estamos tão limitados em termos de escolhas de treinadores? Nao somos um clube de primeira divisao? Portugal nao tem mais treinadores?
Urge com certeza fazer algo neste capitulo antes que se cave um fosso entre os adeptos e o clube.