gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 4 de setembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 02 – 2016 / 2017 – I – Actualizada

Após ter já ter começado a época, apenas este fim-de-semana se deu início ao normal e regular desenvolvimento da época desportiva nacional. Iniciou-se a principal prova do calendário nacional (PO01- Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos). Que esta época e conforme já por nós referido, sofreu fortes alterações não só no seu número de clubes como no seu modelo competitivo (Que representam na nossa opinião um forte retrocesso na Modalidade, para satisfazer alguns).

Conforme já referimos, regressamos assim às nossas habituais crónicas de fim-de-semana, em princípio teremos o modelo da época transacta, separando as provas, sempre que se justificar, e criando crónicas intermédias quando se julgar conveniente. Esta primeira crónica será incompleta, apenas pelas vicissitudes e originalidades que a nossa modalidade comporta., com vários jogos adiados logo na 1.ª jornada, devido a provas Europeias o que é absolutamente normal, mas com um jogo adiado sem se saber os motivos, o que se estranha. Destaca-se o trabalho positivo que o sítio da Federação fez ao apresentar as equipas, lançando um chamado “Média Kit”, mas que envolve uma outra curiosidade, apenas o clube que segundo parece pediu o adiamento do seu jogo, é o único clube da PO01, que em termos do Sitio da Federação alinda não têm atletas inscritos. È mais uma prova de que não existem condições para uma prova de “TOPO”, com este número de equipas.

Eventualmente poderá haverá análise às arbitragens, mas somente nos jogos em que estiveram presentes colaboradores.

Renovamos os nossos desejos de que as duplas de arbitragem que venham a dirigir jogos nas provas do Calendário Nacional, seja qual for a prova, tenham uma época positiva e que as suas atuações, apesar das diversas alterações às Regras, contribuam para que as provas tenham um elevado grau de disciplina, competitividade e em especial de equidade.

Notas

Parece-nos que andamos as voltas com os delegados, pois desta vez todos os jogos tem delegados, pelo menos em teoria pelo que nos é dado a observar no sítio da FAP. Mas por aquilo que os nossos “passarinhos” dizem e que consta, não existirão delegados em todos os jogos, motivos são completamente desconhecidos até ao momento, pois segundo as circulares emitidas pelo CA, apenas existiram ações de formação para alguns Delegados e para alguns observadores. E por aquilo que temos constatado parece-nos que iremos ter critérios demasiados “regionalistas”, o que significa, que os clubes passarão a “levar” sempre com os mesmos, e porque não os próprios delegados a “levarem” sempre com os mesmos clubes. No nosso entender deveria haver um total esclarecimento do que se irá passar, e a prova que agora se inicia apenas na véspera, teve o Comunicado Oficial com as Orientações técnicas, o que é lamentável no mínimo. E que os elementos do CA irão estar presentes muitas vezes (não se entende porquê?)

Mais uma vez referimos o já dizemos á várias épocas, mas parece-nos que só ouvem o que lhes interessa e quando interessa., não existe um esclarecimento de quais são as verdadeiras funções destes elementos. Pois até ao momento, nem no sítio da FAP, nem nenhum CO, se publicou, ou foi publicado qualquer texto, onde sejam especificadas as suas funções.

Finalmente uma última palavra para as estatísticas, que através do “Match Center” irão ser colocadas á disposição dos interessados, apenas ontem dia 02-09-16, ficaram com o seu sítio devidamente actualizado, o que é pena,

Continua-se a dar valor acrescentado às diversas transmissões que irão ser efectuadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões da Andebol TV. Apenas esperando que se continue a verificar uma forte melhoria nos seus comentadores.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Jornada – Resultados
Dia 03-09-16
Madeira SAD 30 – 28 Ismai
Arsenal 29 – 30 Benfica
Sporting 26 – 22 Águas Santas
São Mamede 27 – 31 AA Avanca
Dia 07-09-16
FC Porto 38 - 31 Belenenses
Dia 14-09-16
ABC - Boa Hora (19H00)
Dia 05-11-16
SC Horta - AC Fafe (21H00) (Adiado)

Actualização

FC Porto 38 – 21 Belenenses


Realizou.se hoje um dos jogos em atraso da 1.ª Jornada o FC Porto / Belenenses no Dragão Caixa, muito bem composto de publico, e onde se verificou uma notória diferença entre os jogos da EHF CUP, disputados no último fim-de-semana, e este encontro com o Belenenses, que apresenta uma substancial diferença e valia técnica em relação aos georgianos. Nos primeiros 30 minutos tivemos um FC Porto que usou os seus principais jogadores, sendo de destacar a excelente prestação de José Carrillo, que neste período de jogo marcou 7 golos, num total de 9 (100 % de eficácia), e com uma prestação defensiva, suficientemente agressiva em termos desportivos para criar grandes problemas á equipa do Belenenses, onde era notória a diferença física entre os dois planteis, com a equipa do Belenenses a ter jovens de grande valia técnica, mas de pouca envergadura física, onde Nuno Roque (6 golos, e 50 eficácia) faz a grande diferença. Dois factos marcam a primeira parte do jogo a desqualificação de Alfredo Quintana do FC Porto aos 17 minutos, e a desqualificação de Ivo Santos do Belenenses aos 27 minutos, chegando ao intervalo com o resultado a favor do FC Porto por 18-10., uma grandes figuras do jogo foi Hugo Laurentino (50% de eficácia), com uma enorme rotação da equipa do FC Porto, permitindo que a equipa do FC Porto, mantivesse o mesmo ritmo, com 11 jogadores a concretizarem golos. O Belenenses no segundo tempo teve na nossa opinião precipitado no ataque, onde os mesmos foram precipitados e demasiado curtos, onde apesar de tudo teve em Gonçalo Ribeiro um dos seus jovens mais produtivos com 6 golos (mas apenas 43% de eficácia). Não entrando bem no jogo tanto na primeira como na segunda parte, reflectindo-se no resultado final a diferença e a postura das duas equipas. Dirigiu o encontro a dupla aveirense constituída por Ruben Mais e André Nunes, que tiveram trabalho facilitado pela compostura dos atletas, e acabam por produzir uma arbitragem bem positiva, apesar de duas desqualificações (ambas correctíssimas) , apesar de algumas falhas (poucas) na falta do atacante,

A prova iniciou-se com três (3) jogos em simultâneo, infelizmente com dois dos jogos a terem honras de transmissão, não se evitando assim o reino da confusão e uma enorme dispersão de visualizações dos jogos, sendo esta uma situação que como várias vezes dissemos deveria ser ponderada pelos responsáveis. Destaca-se que foi uma jornada até ao momento sem situações disciplinares.

Foi uma jornada sem grandes surpresas, pois acabaram por se verificar as vitórias das equipas teoricamente mais apetrechadas, no entanto dois resultados no mínimo desapertam a atenção pelas dificuldades sentidas pelas equipas que venceram, Em Braga na disputou-se o Arsenal / Benfica, que terminou com a vitória do Benfica pela diferença minima. Na Madeira disputou-se o Madeira SAD / Ismai, e quando se esperava um jogo sem grandes dificuldades para os madeirenses, eis que são surpreendidos por uma equipa do Ismai, que não lhes permitiu muitas veleidades. No primeiro tempo o Madeira SAD chegou aos 4 golos de vantagem por duas vezes (9-5, e 12-8), mas os maiatos reagiram sempre e apesar do número de livres de 7 metros sofrido neste período (6), conseguiram chegar ao intervalo a perder pela diferença minima (17-16), No segundo período a equipa insular continuou a comandar o marcador e cerca dos 46 minutos vencia pela diferença máxima que obtiveram durante o jogo (5 golos) 26-21, daqui até final do encontro foi ver a recuperação da equipa maiata, onde Manuel Borges esteve com grande qualidade na baliza (56% de eficácia), e teve em Angel Zulueta (7 golos) o seu melhor marcador, mas com uma baixa eficácia (47%), mas Yoan Blanco (4 golos e 100% de eficácia), na equipa madeirense, tivemos um Fábio Magalhães que parece renascido pois foi o seu melhor marcador com 11 golos (73% de eficácia), e o seu guarda-redes Luís Carvalho com 37% de eficácia. No pavilhão do Casal Vistoso, tivemos o principal jogo da jornada o Sporting / Águas Santas, e surpreendentemente tivemos um jogo de grande equilíbrio até aos cerca de 15 minutos, quando o marcador assinalava uma igualdade a 6 golos, a partir deste momento a equipa do Sporting (ainda falta bastante para chamar equipa a este conjunto de jogadores), tomou conta do jogo e do marcador até final do encontro chegando ao intervalo a vencer por 15-9. No segundo tempo a sua vantagem oscilou sempre entre os 5 a 7 golos, permitindo que a equipa da Maia, diminuição com dois golos nos últimos minutos do encontro, e terminasse, com um diferencial de somente 4 golos, em jeito de nota poderemos dizer que o Águas Santas venceu o segundo período de jogo. A equipa maiata com o “veterano” António Campos na baliza, onde foi uma das suas principais figuras com 32% de eficácia, e com Mário Oliveira com 5 golos (83% de eficácia) a ser o seu melhor marcador, pois Pedro Cruz (3 golos e 30% de eficácia) esteve com um rendimento muito baixo do esperado. No Sporting destaque para Asanin na baliza com 38% de eficácia, e para Bozovic (5 golos, 100% de eficácia), e Nikcevic (5 golos e 71% de eficácia. No Pavilhão Eduardo Soares disputou o São Mamede / AA Avanca, jogo que assinalava a estreia do histórico São Mamude neste seu regresso á Divisão maior do Andebol Português. Jogou praticamente dominado e comandado pela equipa mais experiente a AA Avanca, que chegou a ter 7 golos de vantagem por diversa vezes, chegando ao intervalo na frente do marcador por 14-12, para aos 53 minutos vencer por 27-20, permitindo que a equipa d0 São Mamede, diminuísse progressivamente a vantagem até ao resultado final de apenas 4 golos de diferença. A equipa da AA Avanca que dividiu o tempo de jogo pelos seus dois guarda-redes, Alejandro Carreras e Luís Silva, ambos com 30% de eficácia, e teve em Miguel Batista e Pedro Veitia, ambos com 7 golos os seus melhores marcadores, e ambos com 78% de eficácia. Na São Mamede, Gustavo Almeida (6 golos e 86% de eficácia) e João Baltazar com (5 golos mas apenas 45% de eficácia), foram os seus melhores marcadores.

Arsenal 29 – 30 Benfica

O Benfica que apadrinhou a estreia do Arsenal ma 1:º Divisão, num jogo disputado no Pavilhão Flávio Sá leite, apresentou-se para este encontro (na nossa opinião) com excesso de confiança, desorganizado, a defender mal e por vezes a atacar ainda pior, sendo demasiado passivo, diante uma equipa que reagiu sempre não só aos diferencias que foi sofrendo como às adversidade do jogo, incluindo a qui a saída por lesão diretamente para a cabine do jovem João Santos aos 44 minutos de jogo, Mais uma vez teremos de referir o péssimo comportamento da claque do Benfica com fumos dentro do Pavilhão obrigando a uma interrupção do jogo, cerca dos 38 minutos. Depois de um inicio de grande equilíbrio com o marcador a registar sucessivas igualdades o Benfica arranca no marcador através de Fábio Vidrago (3 golos e 75% de eficácia), com contra ataques letais, coloca o marcador num diferencial de 5 golos a seu favor aos 17 minutos (11-6), para de seguida “parar” no tempo e permitir ao Arsenal uma recuperação clama e segura, com Sérgio Caniço (6 golos e 60% de eficácia) a dar o mote, e a chegar ao intervalo na frente do marcador por 15-14, criando uma enorme surpresa, mas apenas para quem não estava a ver pois era notória a concentração e o querer entre as duas equipas. No segundo tempo e após a igualdade a 16 golos o Benfica passou para a frente do marcador, e voltou a ter uma vantagem confortável agora de 6 golos (46 minutos), mas quem pensou que o jogo tinha acabado enganou-se pois o Arsenal voltou a encetar uma extraordinária recuperação e aos 55 minutos o Benfica vencia apenas por 3 golos (30-27), para sofrer nos minutos finais os golos eu permitiram que a equipa vencesse pela diferença minima e se livrasse de um grande susto, graças a um Hugo Figueira que apenas jogou no segundo tempo e teve uma eficácia de 31%. O guarda-redes do Arsenal Ricardo Castro, apesar de apresentar uma eficácia de apenas 22 % foi determinante em determinados momentos do encontro, assim como João Afonso no jogo dos 6 metros da equipa (5 golos e 100% de eficácia). No Benfica de assinalar o razoável jogo de Belone Moreira (6 golos e 86 % de eficácia) e os seis golos de Elledy Semedo exatamente com a mesma percentagem de eficácia. Dirigiu o encontro a dupla aveirense constituída por Ramiro Silva e Mário Coutinho que realizaram trabalho positivo, em especial na sanção progressiva e nos 7 metros.

O Banhadas Andebol

24 comentários:

Anónimo disse...

As manas gostam muito do ISMAI, o resultado tinha sido diferente ...

Anónimo disse...

As lagartixas, continuam na mesma

Anónimo disse...

Fui ver o Sporting-Àguas Santas e fiquei desiludido. Ò Àguas se calhar está na mesma o Sporting esperava-se muito mais forte. O investimento foi o maior que me lembre numa equipa e até há qualidade. Na lateral direita julgo que temos o melhor jogador do campeonato. Não compreendo Cudic pois há Portugueses melhores e muito mais baratos. Não será que o Sporting errou porque investiu em jogadores mas, eles precisavam de muito mais quanto a treinador? Não entendo que as mesmas pessoas continuam a liderar. È incrivel. Não quero pensar que, pode acontecer não se construir uma grande equipa. Isso vai gerar uma pressão de loucos. Sorte que o Porto está mais fraco e o Benfica pouco melhorou. Se o ABC andar muito tempo na Europa a equipa vai estoirar porque é curta. O tipo deandebol funciona bem aqui mas, lá fora não dou muito por ela.

Anónimo disse...

As manas Sá ~sao e serão sempre um caso do andebol nacional...
Normalmente até há a fama de na Madeira fazerem-se favores...
Desta feita as manas que vão continuar a fazer destas borradas e, serem internacionais intocáveis pregaram uma partida...
Mas, não enganaram ninguém... nem os mais icautos!
Não favoreceram o ISMAI...o problema é outro! Tiveram que trabalhar para um grupo. Vai uma aposta que quando apitarem por exemplo o F C Porto eles são favorecidos? Nós sabemos o porquê!

Anónimo disse...

Uma coisa é certa: não vão existir delegados para todos os jogos.
A ideia da regionalização dos delegados já acontece há duas ou três épocas. Na Madeira e nos Açores e várias vezes na zona de Braga.
O Conselho de Arbitragem continua com asneiras atrás de asneiras e sem saber o que fazer à vida.

Com as manas Sá vai acontecer o mesmo que aconteceu com as outras jovens portuenses.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 12:15 o ABC já respondeu em campo...

Anónimo disse...

Anónimo de dia 5 de setembro de 2016 às 15:54

Estava a ser irónico, o ISMAI foi roubado na Madeira....sem esse roubo bem que podia vir com a vitoria na bagagem.

Anónimo disse...

Proxima quarta feira no jogo Porto-Belenenses espero que a dupla de arbitragem esteja atenta ao pivot do Belenenses Diogo Domingos , pois este senhor nos jogos de preparacao realizados em lisboa passou os jogos todos agredir os adverdsarios, com socos na boca e olhos foi uma vergonha este senhor e como no dragao o paizinho nao vai levar caixas de pasteis de belem aos arbitros que tenha juizo pode ser que um dia destes lhe facam o mesmo .

Anónimo disse...

Começou mais um campeonato desta feita ainda com mais clubes...
Esperemos que as tais claques sejam punidas, quando fizerem atos que prejudicam gravemente um espetáculo desportivo, neste caso o andebol. Depois dos dopados super-dragões que fizeram com que, se tivessem de tirar crianças duma bancada, na taça do ano passado, agora apareceram estes indios que apoiam o Benfica. Indios porque... gostam de sinais de fumo e já o fizeram na primeira jornada. È inadmissível que um jogo pare mais de meia-hora! O jogo é o mesmo? Chama-se gente aos pavilhões? Quando se percebe facilmente que, as televisões não se interessam por andebol... reflita-se caros srs. da ajuda! Já agora que não apareçam treinadores como o sr. Paulo Faria que, protesta com tudo. Foi um grande central do nosso andebol mas, não se corrige como homem e líder dum grupo. Quanto a dirigentes e seccionistas devia inquirir-se da pouca vergonha, dos últimos anos no Sporting. Não chega tapar os erros e não só com dinheiro aos montes. Começa a notar-se que depois do desenfreado investimento falta ao Sporting um treinador. Como se pode partir para um suicídio da modalidade no clube, quando perdeu tudo e piorou tudo. E se bons jogadores, ou pelo menos não caros mas sim, caríssimos para o andebol Português, não derem para fazer uma equipa? Quem é o sr. Zupo para no final de jogos ir apressadamente cumprimentar os árbitros? Então não gosta de Portugueses e despreza-os e agora quer ser simpático? È pena porque a culpa não é dele...

Anónimo disse...

Há aqui um anónimo que, anda preocupado com o ABC. Obrigado pela atenção prestada. Se calhar vive de sonhos como aqueles que os meus netos fazem na praia. Eles constroem castelos, arranjam um rei mas, depois vem uma onda mais forte e, vai tudo por água abaixo! Não se preocupe com a equipa curta do ABC. Olhe para o seu grupo de jogadores pagos a peso de ouro. Sabe que, o seu presidente já é conhecido e gozado por mentir, agora entrou em sonhos que, vocês vão pagar. O ex-juve leo nada percebe de nada a não ser de falências! Aliás, quem governa é o treinador de futebol que pese o que fez em Braga, Lisboa-Belém e no sempre por ele falado Benfica, vai dizendo que com ele tudo está melhor e pasme-se, o estádio é pequeno. Só o sr, Bruno da juve leo saberá porque, o autoriza a estar no banco em fato de treino, enquanto um outro o Marco do Estoril não podia! Garotices... Já notaram á quantos anos Rezende é treinador e por quem é coadjuvado? Liderar não é para todos. È preciso aprender, ter experiência e ser competente! Não tarda vamos encontrar-nos e não nos desculparemos, com os jogos internacionais. Jogaremos só com Portugueses e um foi vosso jogador, para além duns outros que, certamente adoravam ganhar qualquer coisita. No nosso pavilhão não há adeptos com o n. 12! Isso é no pontapear de bola na relva verde. Contem os jogos do ano passado e pensem. Não se façam grandes que isso já foi á muito tempo! Hoje nem conseguem ter um único jogador feito nos pavilhões onde andam. Talvez seja esse o desespero e, querendo apresentar no final desta época, o tal novo pavilhão pago pelos contribuintes, compraram tanto estrangeiro para poderem ser campeões.

Anónimo disse...

Não está em causa o ABC mas o andebol Português! È uma vergonha que não tenham um pavilhão em condições na prova rainha do andebol europeu. Foram campeões mas não podem jogar assim na Europa, senão as pessoas adormecem. O ABC joga no limite dos limites do jogo passivo e, sempre á espera de encostar e tirar dividendos. Em alguns países Europeus isto seria de bradar aos cèus! Se calhar não somos quem tem mais estrangeiros. Contem bem quantos Cubanos há em Portugal. È que só temos um! Quanto ao resto quero ver ganhar o meu clube mas não gosto de certas coisas. Andar tantos anos a formar para quê? O Benfica tem um jogador em França e o Nuno já era do Porto. Adorava Candeias e gostava de o ter cá. O Sérgio saiu porque quer jogar mais e se calhar ainda tentar chegar de novo a seleções. Se vai jogar em França ou na Grécia é com ele. Pediu pra sair. O Spínola não se dava com o treinador assim como o Antunes. São livres. O Fábio era bom mas pouco esforçado. Do Bruno Moreira tive pena pois era dos melhores pivot a atacar. Treinador? De todos nos últimos anos queria o Frederico que, sendo da casa não lhe deram o gigantesco orçamento de agora. O do Porto aguenta-se porque é apoiado. Reconheço que Rezende é de longe o melhor. Que o ABC vá longe na europa e todos os outros. O nosso problema não é treinadores mas, quem dirige a secção. Julgo eu.

Anónimo disse...

Quanto a falarem no Belenenses não são oferecidas caixas de pastéis. Consta-se é que no Porto, há uns passeios no rio e ás caves. Como foram sete veses campeões? Mas olhem que o Daimaro Salina se fosse para a rua as veses que se deixa caír em cima de adversários, já não estava em Portugal. Andava a cortar cana em Cuba. Somos úteis e lembrem-se que o A. Areia foi formado aqui.

Anónimo disse...

O Benfica está mais forte? Então e vê-se mal com o ABC B? Já nem falo no bando de arruaceiros que, obrigou á paragem dum jogo. Ainda não percebi foi como o Benfica ganhou a Taça de Portugal, e agora a Supertaça. Goulão na mesa é garantia de sucesso. Curiosamente o SLB tem igualmente um treinador Espanhol que até apreciava como jogador. Com esse não implicam? Até dou os parabéns a quem dirige o SLB porque construiu dois pavilhões. Mas com o dinheiro de quem? Não é só o Porto que paga renda social do centro de treinos do futebol! Se não gostarmos do andebol não vamos. È como ir á missa ou não ir. Verbas? Os sócios do Sporting se não gostarem do presidente, não votam nele. È connosco!

Anónimo disse...

O caso do sporting chega a ser degradante. Afinal, o ANDEBOL era uma modalidade especial. O hóquei em tempos enchia pavilhões. Mais tarde veio a onda do Futsal. o FUTEBOL MAIS PEQUENO continua a ter mais adeptos. O mal é o abandono por parte do público quanto a ANDEBOL. No entanto no Sporting nada é investigado. Quando um treinador causa mau ambiente e, leva a que todos os jogadores andem nervosos e, igualmente rendam menos, deve-se intervir. Em alguns casos tornam-se jogadores normais. Eis a diferença na liderança. No futsal há lógica e coordenação, uma equipa que unida trabalha e vence. No ANDEBOL as touradas são evidentes. Despede-se um treinador com anos de casa e que, não beneficiou do ordenado chorudo e, investimento sem cabeça. Quem manda? Tendo sido guarda-redes cheguei a sair do pavilhão mais cedo, o ano passado. Foi ridículo! Será que Candeias não ficava mais barato que, os dois apanha bolas Cudic e Svensson? Como se aposta num treinador que nada deu? Este ano não irei a pavilhão nenhum. Não acredito em equipas sem bases, mesmo que constituídas por jogadores bons. E quanto custa esta equipa? Para além de tudo não concordo que, haja um capitão que em tempos se ria do Sporting! Pelo critério normal Portela ocuparia com todo o mérito a braçadeira. Bruno até se dizia que era do Belenenses. Isto dá nojo! Como se não bastasse temos um adjunto que, tem medo de falar e se calhar de pensar. Repugnante na equipa técnica um Benfiquista ex-guarda-redes de juvenis e juniores do rival, é treinador deles! Demitam-se!

Anónimo disse...

Venho por este meio pedir á direção do Porto para que mande o rapaz, agora feito treinador embora. O ano passado falhou e sentiu-se não ser muito inteligente. Talvez por isso nas transmissões televisivas se ouçam certas coisas que, não ficam bem a um treinador. Infelizmente o anterior dirige agora a seleção da Sérvia. Não havia melhor? Nunca chegaremos longe e este ano, bem podíamos dado estarmos na EHF, bem mais ajustada aos cofres do andebol Português. Assim perderemos todo o prestígio ganho. O andebol foi a modalidade de pav. que mais cresceu não estraguem o que foi feito!

Anónimo disse...

Os casos sucessivos e muito duvidosos do andebol leonino, já não deixam ninguém indiferente. Muita atividade e raramente se acerta. Nunca se entende se a culpa é do treinador, direção ou diretor de modalidades ou até do presidente. Porque não uma assembleia geral, ou esta modalidade não merece? Nunca pensei que, este treinador continuasse e muito menos apostar cegamente nele. Já nem falo de custos de tudo. Suspeito é de muita coisa. Para além de tudo há erros e erros! Cudic continua. È g redes para um Sporting? Veio o Russo para substituir Spínola? Do que ouço Spínola e Sérgio preferiram sair. Um teve sorte e com um ABC bem comandado (quem me dera Resende aqui...) arrecadou títulos e voltou á seleção. O outro podia ter saído para França. Este ano acabou por saír e deu-se o escândalo de Mulhouse na D2, que a federação e finanças obrigaram a escolher outra liga não profissional. Consta-se que joga na Grécia ou Macedónia ou noutro clube Francês da Lidl- Superligue. Antes já Correia melhor que os dois importados mas Português tinha sido mandado embora. E continua a dança com Solha á dois anos o melhor, agora relegado para o Banco. João Pinto nem se entende para que ficou, nem é central nem lateral. Como se não bastasse eis a provocação maior. Carlos Carneiro é agora o Capitão de equipa, pasme-se! E até já está nas últimas, sendo um jogador em fim de carreira e que, os nossos amigos de Carnide-aves não quiseram. Mas este barrigudo e outras coisas mais, sabe o que faz? Porque será que nesta equipa sò P. Portela é o único Português no sete inicial? Não sei se a equipa é feita depois do almoço, mas desconfio, porque o ano passado este senhor calvo, barrigudito e com a fralda por fora, fartou-se de fazer experiencias. Chegou no G. Sul a pôr todos do banco primeiro, justamente o que outros fazem ao contrário. Primeiro entram os mais titulares e rodados e depois, com estabilidade e se o resultado permitir, vão-se metendo os do banco. Mas nunca mudando todos. È dos livros. Isto dá para tudo e com tanto reforço e dinheiro gasto afinal, ganhamos ao Àguas por quatro. Rua com esta aberração! Zupo te va! Renovem o viciado andebol leonino!
D S- Loures

Anónimo disse...

È principio de época e nada podia estar afinado. Com a falta de canhotos em todo o andebol sugeria ao treinador do Benfica que, pusesse o Bellone Moreira á ponta. Tal como em tempos tivemos de deixar sair um jogador em baixo rendimento na posição, assim como outros, acho que se aproveitava melhor o rendimento da equipa. Julgo que o reforço dada a idade ainda vai evoluir. Muito bem nos empréstimos de jovens. Avisem a porcaria de claques que estamos fartos deles. Tolera-se o excesso aquando da Supertaça em Setúbal. O que se deu no último jogo não é tolerável e só prejudica o clube. Só teve o condão de enervar a equipa. O clube deveria expulsar de sócio todo elemento com mau comportamento.

Anónimo disse...

O jogo Horta-Fafe foi adiado devido ao Fafe não ter lugares da avião para chegar a ilha do Faial.

Paulo Diva disse...

Boa noite, a todos os anonimos aziados, que vem para aqui destilar todo o seu ódio para com o Sporting, o seu treinador e contratações feitas pelos mesmos, só deixo aqui este pequeno palmarés de Zupo, se conseguirem indicar o palmarés de outro dos treinadores a treinar em Portugal, no Andebol 1 eu calo-me, senão os vossos comentários só dão vontade de rir.

Campeón Recopa de Europa: 1999/2000 y 2003/2004
Campeón Copa de Europa: 2000/2001
Campeón Supercopa de Europa: 2000/2001
Subcampeón Copa de Europa: 2002/2003 y 2005/2006
Subcampeón Supercopa de Europa: 2001/2002
Campeón Supercopa de España: 2005/2006
2 Campeonatos Liga Asobal: 2004/2005 y 2001/2002
2 Campeonatos Supercopa de España: 2001/2002--2002 y 2003
2 Campeonatos Copa del Rey: 1998/1999 y 2000/2001
Ascenso a División de Honor: 1988/1989
2 Subcampeonatos Liga Asobal: 1997/1998 y 1999/2000
Subcampeón Copa del Rey: 1997/1998
6 Subcampeonatos Copa ASOBAL: 1999/2000, 2000/2001, 2001/2002, 2004/2005 y 2005/2006
Subcampeón Supercopa de España: 1998/1999

Anónimo disse...

Toda a gente falava dos Cubanos do Porto. Então e agora quanto aos sete estrangeiros do Sporting? Ninguém acredita que esta não é a equipa mais cara de sempre! Fora o que ganha o Espanhol amante de vinho branco...
conseguiu pôr uns a fugir, outros a pedir dispensa e todos a jogar menos! Coincidencia... ou não! Os que saíram ficaram melhor. Agora falem-me dos dois guarda-redes adivinhos, do Asl... não sei o quê, o Russo aleijado. Daquela equipa só queria o Cubano e o Portela.
O que ganharam? Zeroooo!
No entanto agradecemos pois, cada vez é mais fácil vencer os verdes. Já nem dão luta! Esperemos que aquela aberração, um dia não faça como o Jorgi Jasus e diga que, é amigo do nosso presidente e com medo o puto Bruno lhe aumente o ordenado. Vocês são a nossa alegria! O pavilhão já está pronto? Vão pagar? Não me digam que estão á espera de serem campeões logo em Andebol que, já se esqueceram do último caneco.

Anónimo disse...

Duma vez por todas era bom que os dispensados do Sporting contassem o que se passou no balneário do Sporting! Deixem a cobardia! Fica mal ao Bruno elogiar o presidente esperando um dia voltar para ganhar bem!!! Ou é mentira que o anterior treinador foi humilhado em frente do grupo quando Rui Silva se despediu? Tudo se sabe. Vai acontecer-vos o mesmo que ás aves que, foram buscar o Rito e contrataram alguns que, já não queríamos. Rebentaram o orçamento e nada ganharam. O forte deles era o Basket. Vocês é o Futsal e o pig-pong. Hihihi!

Anónimo disse...

O anónimo de ontem ás 22.20 dava um bom advogado de defesa.
O tal Zupo se é tão ganhador porque nada ganhou? Os jogadores contratados julgo serem bons. O problema é o desespero em ano de eleições! Abra os olhos amigo Sportinguista! Então se passam a vida a mudar de pavilhão ou era o que, diziam alguns jogadores, não nota que o pavilhão onde jogam seja qual for está vazio? Ao menos que gerassem dinheiro suficiente! Depois nem sempre muito jogador não nacional dá boa equipa. No ABC só com Portugueses e dos quais, aproveitou-se o que, os tais grandes não quiseram, fizeram-se campeões! factual meu caro!

Anónimo disse...

È triste, muito triste como o andebol do Sporting nos últimos três anos é tão falado. À uma década era mas, com respeito e admiração. A grande verdade é que ninguém é responsabilizado. Há muita coisa suspeita. A verdade é que o diretor dessa modalidade é o mesmo. A verdade é que estivemos á beira de ganhar mas, aconteceu sempre algo. A verdade é que os sucessivos erros quem os paga são os sócios do clube! A verdade é que andamos a discutir quanto ganha o presidente do clube mas, já se verificou que ganha muito mais de dez mil euros por mês! Esperava muita mudança mas, começo a notar em demasiadas alterações misteriosas. Não ponho em causa o treinador embora tenha visto dentro de pavilhão coisas deploráveis. Não ponho em causa a qualidade duma equipa feita por si e, quanto custa. È que com vinte e dois bilhetes vendidos mais o aluguer do pavilhão, façam continhas pelos dedos. Como se vai pagar esta equipa? Para quê formar? Edmilson Araújo veio para o clube já juvenil. Tavares igualmente. Sérgio Barros idem e já senior esteve para ir para França, assina com a época a começar e, este ano aparece em França. Domingos é emprestado ao Boa-hora e agora ao Belenenses. Que politica? Quem trouxe os estrangeiros como o GR Sueco ou p LD Russo? Se Spínola é cedido ao ABC e era melhor, enfim! E logo após saída vem jogar pelo ABC? Que faz Cudic na equipa? Que critério na escolha de capitão de equipa? O que aconteceu com Antunes? Tanto jogador a deixar andar e desmotivado, ou recusando falar com o público dá muito que pensar? Que faz na bancada aquele pequenote de prancheta na mão, que ás vezes chama os GR? Adivinha-se um desastre e com um Àguas Santas mais fraco, em casa e, com uma equipa nova ganha-se por quatro? È certo que vamos ter pavilhão lá para Março\Abril mas, o andebol anda a ser assassinado, daí o povo fugir! Quem quer acabar com ele?

Anónimo disse...

Que punição vai ter a marralhada afeta ao Benfica que, obrigou á paragem dum jogo no Minho? Foi feita participação do caso? Ou vai acontecer como aos rapazes de tronco nu que, o ano passado na Taça arremessaram baldes de lixo, paus de bandeiras, isqueiros e outras coisinhas para brincar? Esses tristes obrigaram a que, se tenham tirado crianças para a arena de jogo. Chamavam-se Super-dragões mas o super deve-se ao consumo de algo que tomaram. Será que os petizes vão querer voltar a um jogo de andebol? A federação esqueceu-se? Já lá vão uns meses! Estiveram parados e agora estão a descansar?