gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Competições Europeias 2016 / 2017 - X

A EHF Finalmente apresentou as equipas e os respectivos mapas das restantes provas de Clube Europeias, tanto em Masculinos, como em femininos, Verifica-se que infelizmente Portugal (tem sido quase norma nas últimas épocas) apenas está representada em duas provas Femininas, felizmente está época com duas equipas em cada, muito devido ao facto de ter terminado a CUP Winners’ CUP, depois de já termos informado da nossa ausência na Liga dos Campeões, certamente que os reflexos serão um forte revés no próximo ranking, a ser publicado pela EHF, com um forte lamento da nossa parte, força da situação económica em que vive a maioria das modalidades ditas amadoras neste País. Em Masculinos Portugal não aproveitou o facto de um seu clube vencido a Challenge CUP, para utilizar mais uma vaga, muito também devido ao facto do suporte financeiro dos clubes com direito desportivo a participar como a 5.ª equipa o que seria extraordinário. Mas depois de termos o reflexo do que se irá passar no calendário Nacional, que será certamente uma incógnita, vamos a análise do que foi hoje (12-07-16) publicado pela EHF.

Pelos Mapas da EHF, Portugal apresentou um número de equipas superior á época anterior (8 equipas, 4 Masculinas e 4 Femininas), igualando o previsto pela regulamentação da EHF.

Até este momento, não existe nada divulgado, pela entidade competente, que justifique a nossa ausência na Liga dos Campeões no Feminino, com o respectivo Campeão Nacional a inscrever-se mais uma vez na EHF CUP, compreendemos esta inscrição…E compreende-mos os motivos, que são certamente puramente financeiros e não desportivos. Nem existe igualmente uma informação do não aproveitamento da 3.ª vaga na Challenge CUP Masculina.

Representantes Portugueses

Masculinos
Liga dos Campeões – ABC
EHF CUP – FC Porto e Benfica
Challenge CUP – Sporting

Femininos
Liga dos Campeões – S/Representante
EHF CUP – Madeira SAD e Alavarium
Challenge CUP – CS Madeira e Colégio Gaia

Em complemento do anteriormente escrito diremos o seguinte:

LIGA DOS CAMPEÕES

Sobre esta prova já elaboramos os respectivos textos que foram publicados em tempo

Masculinos

EHF CUP 

O FC Porto, inicia a sua participação na 1.ª Ronda de Qualificação (30 equipas) – Sorteio em 19-07-2016. A 1.ª mão será disputada em 03/04-09-2016 e a 2.ª mão em 10/11-09-2019, em princípio será cabeça de série

O Benfica, inicia a sua participação na 2.ª Ronda de Qualificação (32 equipas) – Sorteio em 19-07-2016. A 1.ª mão será disputada em 08/09-10-2016 e a 2.ª mão em 15/16-10-2016, em princípio estará colocado no Pote 1.

Participam nesta prova, um total de 63 equipas, incluindo aquelas que virão da Liga dos Campeões, mais 3 equipas que na última época.

CHALLENGE CUP 

O Sporting, inicia a sua participação na 3.ª Eliminatória (32 equipas) (Não há 1.ª, nem 2.º Eliminatória), - Sorteio em 19-07-2016. A 1.ª mão será disputada em 19/20-11-2016 e a 2.ª mão em 26/27-11-2016, em princípio estará colocado no Pote 1. (a equipa portuguesa beneficia do facto de o último vencedor da prova ser uma equipa portuguesa, motivo porque é considerada a equipa n.º 1 da lista na 3.º Eliminatória).

Participam na competição 32 equipas (menos 10 que na época anterior

Femininos

EHF CUP 

Tanto o Madeira SAD como o Alavarium iniciam a sua participação na 1.ª Eliminatória (26 equipas), com a equipa insular a estar previsivelmente no pote 1, e a equipa continental no pote 2. A 1.ª mão será disputada em 10/11-09-2016 e a 2.ª mão em 17/18-09-2016. O sorteio realiza-se em 19-07-16.

Participam na competição 61 equipas, incluído aquelas que virão da Liga dos Campeões, mais 15 equipas que na última época (devemos nos lembrar que acabou uma da provas Europeias a CUP Winners’ CUP)

CHALLENGE CUP 

Não há 1.ª Eliminatórias, com o CS Madeira a iniciar a sua participação na 2.ª Eliminatória (8 equipas) - Sorteio em 19-07-2016. A 1.ª mão será disputada em 15/16-10-2016 e a 2.ª mão em 22/23-10-2016. Deverá fazer parte do Pote 1.

O Colégio de Gaia, inicia a sua participação na 3.ª Eliminatória (32 equipas) - Sorteio em 19-07-2016. A 1.ª mão será disputada em 12/13-11-2016 e a 2.ª mão em 19/20-11-2016. Deverá fazer parte do Pote 1.

Participam na competição 36 equipas (mais 11 que na época anterior).

O Analista

6 comentários:

Anónimo disse...

Agradeço a Informação, como não nenhuma assinatura de pseudo protocolos, ou do andebol de praia, no portal da fap, nada se diz. Mas falasse no Maia Andebol, este evento é importante mas e o resto, quais são as prioridades, mas uma vez o meu obrigado.

Jorge Almeida disse...

1º) Anónimo 13 de julho de 2016 às 18:12, não percebi bem o que escreveu. Se pretende que o Banhadas informe sobre o andamento do Maia Andebol, não concordo consigo. Se assim fosse, o Banhadas teria de falar de Garci Cup, Kakygaia, etc ... Não teriam tempo nem espaço para isso.

2º) Em relação às competições europeias, ver o FC Porto na EHF ... Culpa própria, daquela deblace que a equipa teve na 1/2 final da PO01 da época passada. Como portista, acho que, na EHF, o FC Porto tem a obrigação de entrar na Final Four para podermos sentir que a próxima época compensou em termos europeus.

3º) Não percebo a não inscrição da 2ª equipa na Challenge.

4º) Lamento a não inscrição do Passos Manuel na PO01.

Anónimo disse...

Na Europa do andebol vamos continuar no desenrascanço. Sejamos realistas! A única equipa com uma base e que, pode realizar algo de bom é o Porto na EHF. O Benfica cresceu mas depende do que apanhar pelo caminho. O ABC não pode andar com aquele andebol lento e á espera, do desgaste dos adversário. O Sporting com tanto jogador não será certamente uma equipa coesa e mecanizada. Foi uma vergonha o ano passado, a ânsia e má preparação para várias situações de jogo. As apostas loucas trazem ás vezes o efeito contrário. Já aconteceu com o Benfica...

Anónimo disse...

Acho piada com a classificação do andebol do ABC de lento... Se alguém em Portugal joga em pressão, com uma defesa dinâmica e agressiva e se em contra ataque direto ou apoiado é o ABC... A sua velocidade de execução no ataque e a sua dinâmica de movimentação coletiva foram notáveis, bem como a sua gama de recursos técnicos e disponibilidade física. Andebol moderno chama-se...ao qual se acrescentou uma coesão de grupo e uma motivação competitiva só ao alcance de jogadorse muitos fortes mentalmente!
O seu andebol coletivo chegou a ser empolgante...

Não sou ABC...mas não sou cego. Justíssimo campeão nacional!!!

Anónimo disse...

14 de julho de 2016 às 16:52
subscrevo o comentário e o ABC foi a equipa que melhor jogou na Play-off com excelente mestria do seu treinador em surpreender os adversários e jogarem pressão sobre o ataque adversário.
Relativamente a participação europeia dos nosso clubes está época estão melhor apetrechados mas atingir resultados internacionais não é nada fácil!
Boa sorte para todos e pena é a SAD-Madeira fem campeãs em titulo não estar presente!
ADC

Anónimo disse...

Somos ou pelo menos vivemos em Portugal mas, a maneira de jogar do ABC é muito típica. Na europa se lhes marcarem os passivos eles não vão longe! A equipa mais bem preparada para a Europa é de longe o Porto! A única que varia de ritmos e sabe jogar na europa. O Benfica ainda não está maduro embora se note melhorias e se calhar até vão melhorar mais. O Sporting ninguém sabe o que dali vai sair. Apesar da confusão que foi época passada eles podiam ter sido campeões. Tudo começa aí! Nunca deviam ter despedido o treinador. Antes investido e aprofundado o trabalho com a formação e interligação com os seniores. Não se compreende como se estraga a base duma equipa. Fico aparvalhado como depois de tudo o que se passou se aposta num treinador ridículo. Há gente que julga que se pode construir equipa com muitos contratados com alguma fama. O Sporting não sendo campeão corre o risco de implosão. Muitas equipas do meio da tabela fariam uma festa enorme, só com o dinheiro que se rebenta em indemnizações a treinador e jogadores que saíram.