gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 25 de junho de 2017

PO14 e PO15 – Encontros Nacionais de Infantis Femininos e Masculinos – 2016 /2017 - IV

ENCONTRO NACIONAL
INFANTIS FEMININOS E MASCULINOS
EM LOULÉ E ALBUFEIRA (22 A 25-06-17)

Os Encontros Nacionais de Infantis. Sendo uma prova não fixa, teve uma primeira fase da responsabilidade das Associações, que assumiram promover nas suas regiões e não só, retirando-se desta forma alguma carga emotiva aos jovens atletas e proporcionando-lhes mais atividade. A federação através do CO’s, indicou as formas de apuramento e restante matéria relacionada com as mesmas, tendo nós dito na altura: “Continuamos a discordar do estabelecimento de um número máximo de equipas por prova, pois consideramos que normalmente esses números acabam sempre por ultrapassados. E assim esperamos que esta época aconteça”. Mas o que verificamos através dos anexos ao CO N.º 107, foi lamentavelmente, a confirmação destas limitações.

Depois informa-se de que a prova, ao contrário das últimas épocas, e onde manifestamos igualmente o nosso desacordo, e passa a realizar-se em dois locais distintos mas com a mesma data, (embora as cerimónias de abertura e encerramento sejam realizadas em conjunto, bem hajam por esta decisão) o que vai piorar ainda mais, pois obriga a dispersão de meios, que certamente muitos dos participantes irão sentir grandes dificuldades. Esperemos que não e que os Encontros sejam um enorme ponto alto para a modalidade e para a sua divulgação.

Temos pena, que não existam boletins de jogo, mas apenas resultados no Portal da FAP, e que nem árbitros nem Oficiais de Mesa designados existam oficialmente, ainda há pouco tempo estes eventos serviam para aferir da qualidade de novos árbitros, que as próprias Associações indicavam, se é este o desenvolvimento de que fala o CA. Mais vale a pena desistir, porque o desenvolvimento é nulo, e tende a piorar, com exemplos como este.

Data da realização das Provas, de 22 a 25-06-17

Nota colocamos fotos iguais nas duas provas onde se encontram as duas equipas. Numa demonstração do Forte desportivismo com que decorreram ambas as provas.

Prova Feminina, PO14 – Participaram 24 equipas (60 Jogos) – ALBUFEIRA (Pavilhão Municipal, Pavilhão da Esc. Básica de Albufeira, e esc. Secundária Albufeira).

VENCEDOR CD FEIRENSE
(Sucede ao ARC Alpendorada)
Teve como vencedor o CD Feirense que venceu na final o Colégio Gaia por 16-12, resultado que só por si diz algum do equilíbrio com que foi disputado, e que assim sucede ao ARC Alpendorada vencedora na época anterior.

Classificação Final – 1.º CD Feirense, 2.º Colégio Gaia, 3.º Maiastars, 4.º CA Leça, 5.º CS Madeira, 6.º AD Sanjoanense, 7.º DIDÁXIS A2D, 8.º ARC Alpendorada, 9.º Gil Eanes, 10.º JAC-Alcanena, 11.º B. Perestrelo, 12.º ARE Porto Alto, 13.º Lagoa AC, 14.º AC Oliveira Frades, 15.º SIR 1.º Maio, 16.º ASCD SM MATO, 17.º CP Valongo Vouga, 18.º Vela Tavira, 19.º LA Aguada Cima, 20.º Macieira AC, 21.º Juventude Lis, 22.º ABC, 23.º Porto Salvo e 24.º AC. Viseu.

Foram ainda premiadas as melhores frases do concurso que a FAP promoveuConstança Ruivo Saias (11 anos – Porto Salvo), Ana Sofia Silva Almeida Cardoso (13 anos – CD Feirense), e Bianca Romão Almeida (13 anos – Gil Eanes). 

Foi vencedor do prémio Fair-Play a equipa do Porto Salvo

Prova Masculina PO15 Participaram de 32 equipas (96 jogos)LOULÉ (Pavilhão Municipal, Pavilhão Municipal Boliqueime, Esc. Secundária Loulé, e Pav. Moniz Pereira - Loulé).

COLÉGIO CARVALHOS VENCEDOR
(Sucede ao Águas Santas)
Teve como vencedor a equipa do Colégio Carvalhos que venceu na final o Benfica, num encontro de grande equilíbrio (21-20), e que assim sucede ao Águas Santas vencedor na época anterior.

Classificação Final – 1.º Colégio Carvalhos, 2.º Benfica, 3.º Samora Correia, 4.º Águas Santas, 5.º Sporting, 6.º Estrela Vigorosa Sport, 7.º Xico Andebol, 8.º CCR Fermentões, 9.º ABC, 10.º SC Horta, 11.º Belenenses, 12.º Alto Moinho, 13.º CD Feirense, 14.º CE Levada, 15.º São Mamede, 16.º CC Loulé, 17.º Lagoa AC, 18.º B. Perestrelo, 19.º Estarreja AC, 20.º Évora AC, 21.º FC Porto, 22.º Os Melros-Germil, 23.º AC Lamego, 24.º CA Portalegre, 25.º vela Tavira, 26.º CP Vacariça, 27.º Batalha AC, 28.º AC Sismaria, 29.º Vitória FC, 30.º AC. Viseu, 31.º CD Marienses e 32.º NA Redondo.

Foram ainda premiadas as melhores frases do concurso que a FAP promoveuJosé Miguel Brasileiro Fonseca (13 anos – AC Lamego), Pedro Daniel Moreira Castro (14 anos – Águas Santas).

Foi vencedor do prémio Fair-Play a equipa do CD Marienses.

Uma referência para o quase total cumprimento de todas as actividades paralelas, e que constituíram um êxito que não pode nem deve ser ignorado, transformando estes encontros em verdadeiras festas do Andebol, bem como para os pavilhões onde segundo as informações recolhidas, se registaram algumas excelentes molduras humanas (Indicações não verificadas por falta de preenchimento dos respectivos boletins de jogo), numa prova inequívoca de que o Andebol é uma modalidade de referência no Desporto Nacional.

Uma última palavra, para as boas reportagens, feitas sobre estes encontros, no sítio da Federação, embora com a omissão natural dos factos menos positivos que tenham ocorrido

O Formador

2 comentários:

Anónimo disse...

Onde andam os tão apregoados clubes da formação

Anónimo disse...

Se vencer um encontro nacional, ou estar nas finais, é sinonimo de boa escola de formação, então a cabeça das pessoas anda de pernas para o ar!
Por sistema, vencer estes encontros diz-nos exactamente o contrário:que a equipa está bem treinada para ser campeã de infantis, mas que no futuro pouco sumo terá para dar!