gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 3 de maio de 2015

Europeu 2016 Masculino – XI – Qualificação 2

Após a vitória obtida na Ucrânia (a primeira), Portugal disputou o seu segundo jogo com a mesma equipa, continuando a sua difícil caminhada na tentativa de depender apenas de si própria e continuar na discussão da Qualificação 2, para o Euro 2016 (onde a Hungria já “carimbou” a sua qualificação) com a disputa do segundo dos dois jogos com a Ucrânia, e que corresponde a 4.ª Jornada do Grupo, e cuja Fase Final se disputará na Polónia de 15 a 31 de Janeiro de 2016.
PORTUGAL VENCE A UCRÂNIA
(Com a maior diferença de sempre entre as duas equipas)

Jogo disputado no pavilhão das Lavandeiras em Vila Nova de Gaia, que embora apresentasse uma excelente moldura humana, não estava esgotado, pois eram claramente visíveis algumas clareiras. Portugal voltou a venceu a equipa da Ucrânia, obtendo a sua segunda vitória no Grupo, e realizando uma exibição muito mais positiva, do que a que fez no primeiro encontro. A equipa da Ucrânia, que se apresentou com alguns jogadores a serem autênticos “artistas de teatro”, perante a complacência da dupla de arbitragem, não conseguiu desta vez uma utilização da zona dos 6 metros, através do seu pivot, que lhe desse resultados mais positivos. No ataque foi inoperante e apenas o seu jogador Honcharov (6 golos), criou algumas dificuldades á equipa portuguesa, em especial no segundo tempo, quando o resultado estava praticamente definido. Felizmente desta vez, Portugal apresentou-se com um jogo bem mais fluido do que o anterior, executou as substituições com maior rapidez e fez muito menos faltas técnicas (apenas 4). Na defesa desta vez teve um Ricardo Candeias ao seu nível, que fez mais uma excelente exibição. Tivesse Portugal jogado assim na Ucrânia e certamente que teria trazido um resultado muito mais dilatado. No entanto Portugal teve jogadores em sub-rendimento, como são exemplos do que dizemos Pedro Spínola (não se pode falhar tanto em situações de 1X1), assim como João Ferraz, que esteve completamente precipitado no remate. Portugal que no final dos 30 minutos iniciais vencia por 19-12, chegou a ter diferenciais de 13 golos de vantagem como por exemplo aos 46 minutos (29-16), mas e bem o selecionador nacional resolveu rodar toda a equipa e poupar em especial Gilberto Duarte, que se tinha lesionado, embora sem gravidade (pensamos nós). Desta vez soubemos aproveitar as superioridades numéricas, e tivemos em destaque um jogador que esteve simplesmente Impecável e que foi dos poucos, senão o único que jogou os 60 minutos, de seu nome Fábio Vidrago, que com os seus 10 golos (alguns de belo efeito), teve uma eficácia de (91% - Notável), Gilberto Duarte apesar de tudo ainda foi o segundo melhor marcador da equipa Nacional com 5 golos (63% de eficácia). Não tivesse Portugal “adormecido” ligeiramente no segundo período, e perdesse alguma concentração, e poderia ter feito um resultado histórico. Na equipa da Ucrânia, os seus atletas n.º 7 Yuzhbabenko e o n.º 24 Zhuk (cotovelada em Candeias), sido “artistas” e a sua equipa poderia ter tido outro rendimento, já que o seu jovem jogador Chychykalo com 8 golos além de ser o melhor marcador da equipa foi na nossa opinião o seu melhor jogador. O Apuramento não se nos afigura fácil, bem pelo contrário, mas Portugal terá sempre de acreditar em si próprio. Não esquecer que para este encontro o Selecionador Nacional, trocou Bruno Moreira por José Costa (3 golos) e Hugo Santos por Jorge Silva. Dirigiu este encontro uma dupla Sueca, constituída por Michael Johansson e Jasmin Kliko, que foram os piores elementos em campo, sem critério disciplinar, sem critério na aplicação da regra relativa á conduta para com o adversário, lei da vantagem completamente esquecida, falta do atacante, marcada quando se lembravam e não quando existia, e foram vários os desencontros entre si, terminamos, dizendo que se fosse uma dupla portuguesa a produzir uma exibição destas, no dia seguinte caia o “Carmo e a Trindade”.
 
Calendário e Resultados do Grupo 5

1.ª Jornada
Hungria 31 – 30 Portugal
Dia 10-06-15
Rússia - Ucrânia (*)
(*) – Segunda alteração efetuada pela EHF (Jogo na Bielorrússia), face á situação que se vive na Ucrânia, espera-se vivamente que o critério se mantenha, para os restantes jogos do grupo.
2.ª Jornada
Portugal 29 – 34 Rússia
Ucrânia 20 – 33 Hungria
3.ª Jornada
Ucrânia 26 – 32 Portugal
Rússia 23 – 27 Hungria
4.ª Jornada
Hungria 29 – 25 Rússia
Portugal 34 – 24 Ucrânia
5.º Jornada
Dia 10-06-15
Portugal – Hungria (20H15) Santo Tirso
Dia 11-06-15
Ucrânia – Rússia (na Bielorrússia) 

Horas Locais
 
Notas:
 
A Qualificação 2, é constituída por 7 Grupos de 4 equipas, sendo apurados para a Fase Final os 2 (dois) primeiros classificados de cada grupo, e o melhor 3.º Classificado de todos os Grupos, que se juntarão á Polonia como País organizador. 
 
Mais uma vez , não poderemos deixar de nos congratular por existirem transmissões da SportTV, e as mesmas segundo o que se tem verificado, não serem ações esporádicas.
 
O Banhadas Andebol

12 comentários:

Jorge Almeida disse...

Até agora, ainda não foram publicados comentários. às tantas, serei eu a inaugurar isto.

Concordo com a análise que o Banhadas fez do jogo.

Em relação às hipóteses de apuramento, elas passam inevitavelmente por 2 vitórias.

Ainda há a hipótese do melhor 3º, mas tudo ainda está muito nebuloso em relação a isso (na actualidade, o terceiro classificado do Grupo 4, a Sérvia, tem mais um ponto que Portugal, e ainda recebe o bombo do grupo na última jornada).

Nisto estou a considerar que a Rússia vai ganhar os 2 jogos à Ucrânia. Será para mim uma surpresa que a já afastada Ucrânia, ainda por cima sem alguns dos seus melhores, consiga tirar pontos à Rússia, pelo que vi nestes 2 jogos. Mas também não posso desprezar o fervor nacionalista dos ucranianos, que de certeza gostariam de atrapalhar as contas dos russos. Além disso, vejam o seguinte cenário: "Se" Portugal conseguir o "milagre" de ganhar à Hungria em Santo Tirso, desloca-se à Rússia com 4 dias de descanso, o moral em alta e a boca aberta da Europa. Os russos, em vez de 4, terão 3 dias, pois irão ter 3 jogos em 5 dias, podem aparecer mais desgastados que o inicialmente previsto em Chekhov.

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstas entre 04 e 10 Maio 2015:

http://andeboltv.blogspot.pt/2015/05/lista-de-transmissoes-entre-04-e-10.html

Anónimo disse...

Queria só dizer que lamentavelmente a Seleção ganhou e assim fica difícil vir para aqui dizer mal.
Vamos esperar melhores dias, esperar que percam contra a Hungria para podermos vir para aqui malhar em toda a gente!

Anónimo disse...

Resultados previstos e vamos aguardar os próximos e mais importantes para a candidatura ao Europeu da Polónia.
Uma certeza e uma duvida, por onde andava o Fábio Vidrago(ABC) das convocatórias?
Grande jogo e eficaz como devem ser todos as pontas no andebol.
Fiquei surpreendido com a fraca adesão do publico do andebol!

Anónimo disse...

A fraca adesão do publico só foi fraca para quem não esteve em Gaia. Segundo os responsáveis estavam 1500 pessoas e se não estiveram mais foi porque deu poucas borlas e quem quis ver teve que pagar. Acontece!

Anónimo disse...

Concordo com a crónica do Banhadas sobre o encontro de ontem.
A pior equipa no recinto foi a dupla sueca que veio até Portugal apitar.
Terão feito alguma visita guiada às Caves?
A FAP terá que levar em linha de conta o seguinte:
1 - Existe uma tentativa muito forte por parte da FPF em transformar o futsal como a principal modalidade de pavilhão;
2 - Mais uma vez a transmissão televisiva foi em canal pago. Má publicidade para a modalidade.
3 - Para quando um jogo na RTP? Não existe a obrigatoriedade da TV pública transmitir os jogos das Selecções Nacionais?
4 - Será que os portugueses da Zona Centro e Sul não são merecedores de ver ao vivo um jogo da sua selecção? Do dinheiro que a FAP recebe do erário público também está lá o destes portugueses.

Anónimo disse...

Vamos ser realistas. Não ser apurado não é um fracasso a Hungria e a Russia são melhores. O Rolando pode ter culpa de muita coisa mas disso não tem com certeza.

Anónimo disse...

Caro anónimo das 12,12 horas, se o jogo tivesse sido Catedral Flávio Sá Leite, outro galo cantaria... Basta ver por exemplo as assistências do Arsenal com o Benfica B e com o Sismaria! Sem falar dos jogos do ABC...
Mas outros valores se "alevantam"...

Anónimo disse...

Ucras tenrinhos. Coitados ainda estão a tentar sobreviver á pressão da outrora mãe russia! O império da kalasnikov exerce pressão louca sobre eles! Gostei de Vidrago e pena ele estar de saída, ao que dizem para o império da batota, no porto... De resto notou-se em Quintana e nada mais! Vamos ver se a convocatória a seguir é um pouco mais... SÈRIA E ISENTA!

Anónimo disse...

Péssima arbitragem! Uma vergonha em todos os sentidos! Os nossos estiveram mal e os outros pessimamente. Pavilhão quase vazio. O país só tem cultura de futebol e interesses que o rodeiam! Gilberto pareceu-me doente e apático.

Anónimo disse...

Para o comentário das 19.22: tanto quanto sei a próxima convocatória já vai incluir Cristiano Ronaldo, o Nani e o Figo!

Anónimo disse...

E o outro ????????? Diz que devia ir ele à seleçào em vez do Rui Silva. Que tristeza , triste papel qua a ambição faz passar.