gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 12 – 2015 / 2016 - II


Ligeira crónica da PO02.

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Como sempre, e face ao que se verifica na regularização dos jogos em atraso, começamos mais uma vez esta ligeira crónica, por lamentar a irregularidade competitiva da mesma, com jogos adiados (sem se saber bem porquê, com antecipações, completamente injustificadas, tudo, provoca (no nosso entender, uma verdadeira alteração do espírito desportivo da prova)

1.ª Jornada – Resultados
7.ª Jornada
Dia 10-01-16
Estarreja AC - Modicus (16H00)
12.ª Jornada
Marítimo 28 - 34 CCR Fermentões (Antecipado)
Dia 18-12-15
FC Porto 32 – 28 Boavista FC
Dia 19-12-15
SP. Oleiros 21 – 22 Xico Andebol
AD Sanjoanense 27 – 29 Modicus
Arsenal 34 – 21 FC Gaia
São Mamede 33 – 30 Estarreja AC
GC Santo Tirso 32 – 25 São Bernardo

Nova jornada que se realizou, com um dos seus jogos já realizados, por antecipação (já comentados), e mais um jogo antecipado, do FC Porto B, o que confirma a realidade desta prova. Assim esta zona, apesar dos acertos que se vão realizando jornada a jornada, continua a ser disputada com uma enorme irregularidade, por vezes sem motivos aparentes. E continua a inversão dos pavilhões. Destacando-se que foi uma jornada disputada sem ocorrências disciplinares. E onde as equipas favoritas venceram sem grandes dificuldades, registando-se no entanto na nossa opinião dois resultados menos esperados.

No jogo jogado por antecipação, o FC Porto B, venceu o Boavista FC, num encontro onde o diferencial final não traduz com realidade o equilíbrio com que por vezes o encontro foi disputado., embora a equipa do FC Porto, estivesse a maioria da vezes no comando do marcador, atingindo o intervalo já a vencer por 15-13, depois de algumas igualdades que se verificaram durante estes 30 minutos, e apenas consolidou a sua vantagem no segundo período de jogo, que curiosamente venceu pelo mesmo diferencial. Com mais esta derrota a equipa do Boavista FC, continua no último lugar da classificação com apenas uma vitória enquanto o FC Porto B, procura fugir aos lugares que podem provocar a sua descida de divisão. Henrique Figueiredo com 8 golos, seguido de um trio com 5 golos (Rui Ferreira, Ruben Ribeiro e Eduardo Mendonça), foram os principais marcadores do FC Porto, Por seu lado Filipe Lopes igualmente com 8 golos e Bruno Silva com 5 golos foram os melhores marcadores da equipa do Boavista FC.

Tivemos um dos resultados mais folgados da jornada, com o favorito Arsenal a vencer folgadamente o FC Gaia, no Flávio Sá Leite, depois de ter passado por um susto, quando terminou o primeiro período de jogo a perder por 12-11. No entanto realizando uma segunda parte totalmente diferente os arsenalistas com a sua normal disposição para o jogo e com o coletivo a prevalecer sobre o individualismo, rapidamente criaram distância no marcador, que os colocou a salvo de qualquer imponderável, por sua vez o FC Gaia, parece que desapareceu do jogo, Com esta vitória a equipa bracarense mantem o 3.ºlugar da classificação da zona e continua a afirmar-se cada vez mais como uma das grandes favoritas á discussão pelo apuramento para a Fase Final. André Caldas com 7 golos e Francisco Albuquerque com 5 golo, foram os principais marcadores do Arsenal, por sua vez. O Melhor marcador do FC Gaia, não ultrapassou os 4 golos e foi Pedro Garcia.

Num dos resultados menos esperados, mas que confirmam a subida de rendimento da equipa de Sandim, o Modicus foi vencer ao Municipal de Travessas a equipa do AD Sanjoanense, num encontro em que ao final dos primeiros 30 minutos os visitantes venciam por uns confortáveis 16-11. Realizando um segundo período de jogo em plena contenção para aguentar a esperada reação dos homens da AD Sanjoanense, apenas conseguiram amenizar o resultado final. Na equipa local e como de costume Ricardo Pinho com 10 golos foi o seu melhor marcador, com a companhia de Eduardo pereira que marcou 6 golos. NO Modicus, com os golos mais repartidos, tivemos Nuno Loureiro com 7 golos e Paulo Barbosa com 6 golos, como os seus principais marcadores. Com este resultado a equipa do Modicus iguala em termos pontuais o seu adversário, e começa a fugir dos lugares de despromoção.

Num dos encontros mais equilibrados da jornada, em termos de resultado final, a equipa do São Mamede, venceu o Estarreja AC, num encontro que construiu o resultado todo nos primeiros 30 minutos de jogo, quando chegou ao intervalo a vencer por uns claros 17-10, tendo posteriormente de suportar com grande estoicismos a excelente reação dos homens do Estarreja AC, que tudo fizeram para amenizar e até se possível dar a volta ao resultado final, dizer no entanto que a equipa de São Mamede, também optou por diminuir a intensidade do jogo. Total destaque para os 16 golos de João Baltazar do São Mamede, sendo mais uma vez o seu melhor marcador e apenas João Correia com 5 golos, lhe fez companhia, na equipa do Estarreja AC, mais uma vez João Vilar com 9 golos foi o seu principal marcador, acompanhado por Pedro Oliveira com 5 golos. Com esta vitória a equipa do São Mamede, continua em segundo ligar embora com os mesmos pontos do Arsenal., enquanto a equipa do Estarreja AC, começa deslizar para lugares de perigo em termos de classificação.

Num dos encontros (por nós considerado), mais importantes da jornada, o GC Santo Tirso, venceu, sem margens para duvidas a equipa do São Bernardo, que começa a atrasar-se na luta pelos lugares de apuramento para a Fase Final. No entanto este foi um jogo de contradições puras, pois o intervalo chegou com a equipa da Região de Aveiro na frente do marcador por 17-15, mas um segundo período de jogo completamente desastrado, onde sofreu um parcial de 17-8, ditou a vitória clara da equipa tirsense, que desta forma continua ser a única equipa na prova que apenas contabiliza vitórias nos jogos disputados até ao momento. Francisco Fontes com 9 golos, João Nogueira e Pedro Machado com 5 golos cada, foram os principais marcadores do GC Santo Tirso. Leandro Rodrigues com 10 golos foi o melhor marcador do jogo e do São Bernardo.

O Xico Andebol, foi a Oleiro vencer os locais pela diferença mínima, obtendo assim a sua terceira vitória na prova, embora mantendo-se em lugares de verdadeiro perigo. Num jogo de grande equilíbrio com a vitória verificar-se pela diferença mínima, diz tudo ou quase tudo.

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º GC Santo Tirso (36 pontos), 2.º São Mamede, e Arsenal (32 pontos), 4.º FC Gaia (29 pontos), 5.º São Bernardo (28 pontos), 6.º CCR Fermentões (24 pontos), 7.º Marítimo (22 pontos), 8.º SP. Oleiros, Modicus (-1 jogo), e AD Sanjoanense (20 pontos), 11.º FC Porto B (19 pontos), 12.º Xico Andebol e Estarreja AC (18 pontos), (14.º Boavista FC (14 pontos).

Zona Sul
12.ª Jornada
CD Marienses 27 - 23 Juventude Lis (antecipado)
Dia 19-12-15
Vitória FC 32 – 26 Almada AC
GS Loures 20 – 35 Boa Hora
Alto Moinho 25 – 24 Benfica B
Ílhavo AC 29 – 31 IFC Torrense
1.º Dezembro 20 – 25 CDE Camões
ADC Benavente 27 – 26 AC Sismaria
 
Zona, que decorreu, desta vez sem antecipações nem adiamentos, o que se destaca. Face á raridade do facto. No entanto ainda se verificou um encontro, com ocorrências disciplinares. E onde se verificou igualmente algumas surpresas, pelo menos na nossa opinião.

Em Benavente a equipa local do ADC Benavente, recebeu e venceu uma das equipas que até ao momento de apresentava, e assim continua, que luta pelo acesso á fase final da zona, que com esta derrota começa a tornar o zona com maior equilíbrio, e coloca o ADC Benavente na zona de discussão do apuramento (na nossa opinião). Jogo disputado com a equipa do AC Sismaria a dominar durante os 30 minutos iniciais, chegando ao intervalo a vencer por 17-12. Mas a equipa do ADC Benavente com a garra que lhe é usual, nunca se deu por vencida, e fez uma segunda parte de boa qualidade, em especial no sistema defensivo, apenas permitindo que a equipa visitante concretizasse 9 golos, terminando desta forma por vencer o encontro pela diferença mínima. Como de costume João Raquel com os seus 12 golos foi mais uma vez o melhor marcador da equipa, e do jogo, pelo AC Sismaria tivemos O “veterano” Inácio do Carmo com 7 golos, como melhor marcador da sua equipa, acompanhado por Frederico Malhão com 5 golos.

Em Ílhavo a equipa local, defrontou os homens da Torre da Marinha, que estranhamente se apresentaram com apenas 9 jogadores, e em bora sofrendo 9 exclusões contra 4 do adversário, averbaram a sua 3.ª vitória, segunda fora de portas, e com esta vitória começam a ganhar mais animo, para se manterem nos lugares de permanência na divisão. Curiosamente foi mais um encontro em que a equipa visitada vencia ao intervalo por 17-13, vindo a perder o encontro no segundo período de jogo, onde os visitantes tiveram uma prestação de maior acerto e com mais garra, e poder de concretização, a que não é certamente alheio a presença de Vladimiro Bonaparte com 8 golos, embora o seu melhor marcador tenha sido Tiago Madeira com 9 golos, sendo ainda muito bem acompanhados por Jorge Colaço igualmente com 8 golos. Na equipa da Região de Aveiro, tivemos mais uma vez João Ribeiro com 10 golos a ser o melhor marcador da equipa e do jogo, acompanhado por um trio com 5 golos cada (Digo Coelho, João Simões, e Daniel Campos).

No único encontro onde se registaram ocorrências disciplinares, jogo com quatro (4), desqualificações diretas, o Alto Moinho / Benfica B, venceu a equipa do Alto Moinho, que continua a realizar uma excelente prova, pela diferença mínima, e que com esta vitória, passou em termos de classificação o seu adversário da jornada. A equipa visitada já vencia ao intervalo por 16-13, soube defender o resultado e o poderia do seu adversário no segundo tempo. Mais uma vez Pedro Padre com 7 golos foi o melhor marcador do Alto Moinho, com Tiago Gil e Alexandre Pereira com 5 golos cada a fazerem-lhe companhia. Na equipa do Benfica B, apenas Flávio Fortes com 8 golos e melhor marcador da equipa e do jogo, esteve a um nível a que nos habituou.

Depois vieram os encontros um pouco mais desequilibrados em termos de resultado final, como a vitória do CDE Camões como visitante em queijas diante o neo divisionário 1.º Dezembro, e com esta vitória consolida cada vez mais as suas pretensões de manutenção na Divisão, esta é pelo menos a nossa opinião. Com esta vitória, igualou em termos pontuais o Benfica B no 6.º lugar da classificação da zona. Neste encontro já vencia ao intervalo por 12-10, consolidando a sua vitória nos segundos 30 minutos de jogo. Diogo Simão com os seus 7 golos continua a ser um dos principais marcadores do 1.º Dezembro, juntamente com Nuno Francisco que marcou 5 golos. No CDE Camões total destaque para os 11 golos de Tiago Silva, melhor marcador da equipa e do jogo, acompanhado por Pedro ferreira com 5 golos.

No pavilhão Antoine Velge em Setúbal, a equipa local do Vitória FC, sentiu mais dificuldades do que certamente esperaria, para levar de vencida o Almada AC, que se apresentou com apenas 10 jogadores inscritos no boletim de jogo, e com esta derrota continua a ser a única equipa no conjunto das duas zonas que apenas contabiliza derrotas, nos jogos disputados até ao momento. Poe sua vez a equipa do Vitória FC, com esta vitória isola-se no 2.º lugar da zona. O primeiro tempo terminou já com a equipa da casa na frente do jogo e do marcador por 16-12, consolidando o mesmo no segundo período de jogo, que até foi mais equilibrado que o primeiro, pelo menos em termos de marcador. Como de costume tivemos no Vitória FC André Praxedes com 9 golos e Francisco Fuzeta com 10 golos como os seus melhores marcadores, bem acompanhados por outro usual, José Machuqueiro com 7 golos. No Almada AC, Pedro coelho com 8 golos, e Tiago Pereira com 7 golos foram os seus principais marcadores,

Terminamos com o jogo, cujo resultado foi o mais dilatado da zona, e que colocou frente a frente o GS Loures, com o líder da zona, o Boa Hora, que venceu, e continua desta forma sendo o 1.º classificado da zona, sem derrotas nos jogos efetuados até ao momento. È um jogo sem grande história, que chegou ao intervalo com a equipa do Boa Hora, já na frente do marcador por 10-6, consolidando e de que maneira o resultado no segundo tempo. No GS Loures que está a realizar uma campanha, além do esperado, os seus melhores marcadores não passaram dos 4 golos (Nuno Oliveira, e Alexandre Rua). Na equipa do Boa Hora, António Careto e António Cabaço, ambos com 6 golos cada foram os melhores marcadores de uma equipa que teve 13 jogadores de campo a concretizarem golos.

Classificação após os jogos disputados até ao momento:- 1.º Boa Hora (35 pontos), 2.º Vitória FC (32 pontos), 3.º AC Sismaria (30 pontos), 4.º CD Marienses (29 pontos), 5.º ADC Benavente (28 pontos), 7.º Benfica B, e CDE Camões (26 pontos), 9.º Juventude Lis (25 pontos), 10.º 1.º Dezembro, e IFC Torrense (19 pontos), 12.º GS Loures (15 pontos), 13.º Ílhavo (14 pontos), 14.º Almada AC (12 pontos).

O Banhadas Andebol

12 comentários:

Anónimo disse...

E o Boavista continua a carimbar a ida para a 3ª Divisão novamente! O grupo até tem alguma qualidade! Não tem é trabalho nenhum. A direção que não cuide da questão e que deixe continuar os mimadinhos por lá!

Anónimo disse...

Atenção que no jogo Vitória de Setubal - Almada o jogador do Vitória que marcou 7 golos não é o José Machuqueiro, como dizem na crónica, mas o irmão mais novo, e ainda junior, João Machuqueiro. O seu a seu dono.

Anónimo disse...

almada que desilusão, um capitão que se recusou a jogar um jogo e é reintegrado. director que é o fotografo oficial do benfica e que nada quer saber da seccao. bateu no fundo. o clube que tem mais titulos da segunda divisão caiu abaixo do ilhavo. tinha o torneio mais prestigiado do país e vendeu-se à vontade do paizinho do menino de ouro do benfica. quem diria.
É o almada que ganha campeonatos de bambis e minis a defender 6.0 orguhosamente com os parasitas do costume

Anónimo disse...

No jogo Porto-Boavista quem marca 5 golos e o Diogo Coelho.

Anónimo disse...

E o José Machuqueiro deixou de jogar?

Anónimo disse...

O José Machuqueiro suspendeu a pratica de andebol pois está a trabalhar no estrangeiro.

Anónimo disse...

O Boavista parece que vai ao mercado de Inverno em Janeiro! Apareçam e podem jogar... Também se aceitam treinadores! Enviem curriculum!

Anónimo disse...

Roubaram golos ao Diogo Coelho? O banhadas só vê as fichas de jogos mais nada! Mas boa retificação! Agora o Porto ficou a ganhar por 8.

Anónimo disse...

Então o que se passou com a super equipa dos Sismarias? Perdeu o fôlego?

Anónimo disse...

Mais um jogo intenso da ADCBenavente, depois de na jornada anterior com o Benfica B ter feito uma recuperação inglória perdida a 30 segundos do final, desta vez, o final foi ainda mais dramático mas feliz para as cores Benaventenses, já a vencer 26 x 25 a 1 min do final beneficia de um livre de 7 metros que acabava com o jogo se concretizado, mas quis o destino que haveria jogo até ao último segundo, o GR defende e no ataque é o Sismarias a beneficiar de um livre de 7 metros, isto quando faltavam 15 segundos para o final, Sismarias empata a 26 e o cronómetro avança, a bola rapidamente colocada no centro onde um jogador da ADCB olha numa fracção de segundos para a melhor solução, que surge na ponta esquerda, onde Pedro Pimenta recebe a bola colocada por cima de Inácio Carmo (penso ter sido o único que recuperou, apercebendo-se que ainda faltava segundos preciosos!!!!!!), avança para a baliza e concretiza a 1 segundo dos 60 min.
GARRA, EMOÇÃO, DEDICAÇÃO e alguma Sorte (que faltou noutros jogos), foram os ingredientes para levar de vencida uma Equipa experiente e candidata a um lugar na Fase Final.
A ADCB vai continuar a correr por fora.

Anónimo disse...

Boa sorte para o Machuqueiro. Fez bem porque o andebol não dá de comer a ninguém.

Anónimo disse...

o que o boavista precisa é de um treinador "novo" novo no clube que entre e ponha o plantel em ordem com pulso no balneário.