gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Planeamento Desportivo – Época 2016/2017 – XXII

Participantes nas Provas Nacionais Não Fixas - Época 2016/2017

Num CO emitido em 28-09-16, com o N.º 31, quase em segredo, pois não lhe foi dado o devido relevo, embora a sua importância seja elevado interesse. No seu contudo refere-se não a delegação de competências da PO03 (3.ª Divisão Nacional masculina), como informa ainda de alguns ligeiros ajustamentos nas PO05 (Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Juniores Masculinos), e ainda na PO12 (Campeonato Nacional de Juvenis Femininos).

Hoje vamos referir-nos em especial á PO03, em complemento do que já dissemos e firmamos, em 09-09-16, sobre esta prova e sobre as referências aos CO N.12, 24 e 25, desta época à mesma.

PO03 – Campeonato Nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

O CO N.º 31, que tina por principal objectivo informar das associações responsáveis, e dos possíveis apuramentos para a Fase Nacional. No entanto o que se verificou foi nuns casos a continuação de ausência de informação e noutros as fortes alterações, ao que estava previsto nos CO anteriores sobre a matéria.

Número de participantes previstos, senão se verificarem participações de equipas sem os requisitos, para participarem na 2.ª Fase, e depois de verificar o número de inscritos na Taça de Portugal, que é obrigatória para todos estes clubes (32), teremos uma forte diminuição em relação ao número de participantes na época anterior (42), ou seja menos 23,8%, que deveria fazer refletir, os senhores que são os mentores das Mega Associações (cujo destino parece ser igual ao dos Mega Agrupamentos Escolares).

Ao falarmos em Mega Associações coloca-se por exemplo o problema da AA Coimbra, acabou ou não, então qual a razão de aparecer a sua previsão no CO N.12, desaparecer no CO 25 e continuar desparecida no CO 31, mas a Associação Académica de Coimbra surge na prova como sendo pertença da AA Aveiro?

Depois diminuíram-se ainda as zonas passando de 4 para 5, tornando a zona 5, numa zona de fortes despesas, para os seus participantes, pois já tinha desparecido a AA Évora nos anteriores CO, e agora desaparece a AA Beja, e vai disto, junta-se o Algarve e Setúbal a Lisboa, com a agravante da equipa de Setúbal presente ser de Santiago de Sines.

Será uma prova que através da leitura do CO 31, terá apenas a contribuição de 11 Associações, também é caso para perguntar, onde estão as outras?

Voltamos a referir a seguinte matéria por a mesma continuar a ser omissa neste CO, não sabemos se intencionalmente ou por não existir prova na Região dos Açores.

Mas O Regulamento Especifico da Prova, no seu Artigo 3.º, ponto 2, alínea b) diz “O número de acessos à PO02 é de 6 equipas, incluindo o Campeão Nacional, com a aplicação da matéria prevista na alínea anterior”, aproveita-se para informar de que a alínea anterior refere-se apenas aos Açores.

Não se prevê nem nada se diz sobre a Zona Açores, mas depois no Anexo V, prevê uma final com 3 dias em concentração de 16 a 18-06-17, mas uma vez perguntamos em que ficamos?

Lembramos ainda, que o número de apurados para a 2.ª Fase se mantem igual ao da época anterior (16) pelo que as duas zonas a serem constituídas, serão em princípio de 8 clubes cada.

Distribuição das Associações por Zona

Zona 1 (?? equipas) – Porto, Braga, e Vila Real – Apura previsivelmente 5 equipas  
Zona 2 (7 equipas) – Aveiro e Viseu - Apura previsivelmente 3 equipas
Zona 3 (?? equipas) – Leiria, Santarém e PortalegreApura previsivelmente 3 equipas
Zona 4 (11 equipas) – Lisboa, Setúbal, e Algarve - Apura previsivelmente 5 equipas

O Analista

7 comentários:

Anónimo disse...

A morte da modalidade, e agora fazem um comunicado em dizem que à fase final com 3 clubes, vá lá alguém perceber o fazem e o que dizem, perdoai-lhes senhor

Anónimo disse...

Estou de acordo com o comentário das 18.22: não percebo o que quer dizer mas sei que é assim e já tem sido no passado!

Anónimo disse...

Dois comentários juntos que não dão um! O que vale eu agora acrescentei alguma coisa!

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
JÁ ALGUÉM OLHOU PARA O CAMPEONATO NACIONAL DA III DIVISÃO?

VEJAM BEM COMO FORAM AGRUPADOS OS CLUBES DE LISBOA COM DESLOCAÇÕES AO ALGARVE (DUAS) E A SINES (1) E COM O AGENDAMENTO DE JOGOS PARA COMEÇAR A 15 DE OUTUBRO E A TERMINAR A 17 DE DEZEMBRO.

JÁ EXISTERM CLUBES DE LISBOA A EQUACIONAR OU NÃO PARTICIPAREM OU ATÉ A DAREM FALTAS DE COMPARÊNCIA NOS JOGOS A REALIZAR NO ALGARVE (FARO E LAGOA) PORQUE NÃO HÁ DINHEIRO PARA ISTO, A DIVISÃOP EM DUAS SÉRIES PREJUDICA MAIS UMA SÉRIE DO QUE A OUTRA (1 TEM UMA DESLOCAÇÃO A FARO A OUTRA TEM 2 DESLOCAÇÕES A LAGOA E A SINES), NINGUÉM SABE COM QUE CRITÉRIO ISTO FOI DEFINIDO, NÃO TEM QUALQUER INTERESSE EM TERMOS COMPETITIVOS E FICA NO AR A PERGUNTA:
-DEPOIS DE 17 DE DEZEMBRO, SE DAS 11 EQUIPAS QUE COMPOEM AS DUAS SÉRIES (1 COM 5 EQUIPAS E A OUTRA COM 6 EQUIPAS) FICAREM APURADAS 6 EQUIPAS DE LISBOA, AS OUTRAS DUAS QUE NÃO FICAREM O QUE VÃO FAZER ATÉ JUNHO DE 2017?

NINGUÉM HOUVE DIRIGENTES E TREINADORES E ISTO VAI ACABAR TUDO BASTANTE MAL.
28 de setembro de 2016 às 13:20"

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
OS CLUBES NÃO TEM QUE PAGAR OS PROBLEMAS DA INTERIORIDADE, OU DA INSULARIDADE OU DA FALTA DE CLUBES PARA AS PROVAS SEREM DISPUTADAS NAS RESPECTIVAS ASSOCIAÇÕES.

ALGUNS, NÃO QUEREM IR PARA AS DIVISÕES ACIMA, POR FALTA DE MEIOS PARA CONSEGUIREM SOMAR MAIS UM DIA DE VIDA AO ANTERIOR E ASSIM SUCESSIVAMENTE.

ESTA "SOLUÇÃO" FOI CERTAMENTE A PEDIDO DE "ALGUNS", SÓ FOI COMUNICADA A ALGUNS CLUBES QUASE EM CIMA DA HORA E OS INTERVENIENTES, ALIÁS COMO JÁ VEM SENDO HABITUAL, NÃO FORAM SEQUER OUVIDOS.

ALIÁS: OS POUCOS QUE FORAM "CONVIDADOS" PARA ESTAREM PRESENTES NO "SORTEIO", HOUVE QUEM NÃO CONCORDASSE COM ESTA ABERRAÇÃO EM TERMOS FINANCEIROS E DESPORTIVOS.

POR ÚLTIMO: OS CLUBES DE LISBOA NÃO TEM APOIOS (VAI DOS PAVILHÕES AS DESLOCAÇÕES EM AUTOCARROS CAMARARIOS, PASSANDO PELA ALIMENTAÇÃO AOS COMBUSTIVEIS E PORTAGENS, DOS SUBSIDIOS A TREINADORES, ETC.) DE NINGUÉM PARA SUPORTAREM TODA ESTA "SOLUÇÃO" PELO QUE RESTA PERGUNTAR:

-SE A INTENÇÃO ERA JUNTAREM CLUBES DE VÁRIAS ASSOCIAÇÕES, PORQUE É QUE LISBOA NÃO O FEZ COM SANTARÉM?

AINDA VAMOS VER, QUANTOS CLUBES VÃO INICIAR ESTA "SOLUÇÃO" E SE O FIZEREM, QUANTAS FALTAS DE COMPARÊNCIA VÃO EXISTIR.
29 de setembro de 2016 às 12:57"

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
O COMENTÁRIO INFRA, DEVE PERTENCER A MAIS UM LIRICO QUE DEVE ESTAR BEM "ACONDICIONADO" OU "RESGUARDADO".

"Quem não quer jogar andebol nos CAMPEONATOS NACIONAIS mais vale dedica-se ao Inatel ou aos veteranos... Assim jogam sempre à porta de casa, não têm que se preocupar com dinheiro e essas coisas chatas (tipo insularidade e interioridade).
Ou então façam fases regionais apenas com 2 ou 3 clubes, jogam 3 ou 4 voltas durante o ano e acabam sempre todos à batatada... Isso é que tem piada páh!!!

29 de setembro de 2016 às 22:05"

ESTA QUESTÃO NÃO SE COLOCAVA AOS CLUBES DA ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE LISBOA PORQUE ATÉ TEM 8 CLUBES PARA ENTRAR NO CAMPEONATO.

POR OUTRO LADO, O NIVEL DE TODO O NOSSO ANDEBOL, CAMINHA PARA OS PRINCIPIOS DA INATEL EM TERMOS COMPETITIVOS, PORQUE BATATADA JÁ EXISTE E NÃO É SÓ DE AGORA.
30 de setembro de 2016 às 12:44"

Anónimo disse...

ao banhadas já agora esclarece a gente o mentor das mega associações é o senhor dos plásticos, pois parece-me ideia dele