gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 3 de dezembro de 2016

Assembleias Gerais da FAP – II - 2016

Este “post” de hoje destina-se a dar amplo conhecimento de que segundo notícia inserida no portal da Federação, realizou-se neste fim-de-semana, a Assembleia Geral da Federação, para apresentação do Plano de Actividades e Orçamento para o ano civil de 2017. Até aqui nada de anormal, e ainda bem.

Refere a FAP no seu Portal que o mesmo documento foi aprovado por maioria, com uma abstenção.

O que se lamenta profundamente é que ao contrário de outras ocasiões, uma das maiores modalidades amadoras do País ou uma das maiores, não tenha sido referido como de costume o número de delegados presentes. Sendo a Assembleia Geral da Federação constituída (fomos confirmar nos Estatutos da Federação) por 57 delegados. Qual o motivo para esta omissão na notícia?

Foi aprovada uma proposta por unanimidade, apresentada por uma associação de clubes (ANCANP), que foi uma proposta apresentada daquelas que sabemos que esteja quem estiver presente nunca votará contra, ou seja um louvor e reconhecimento ás equipas portuguesas presentes nas competições europeias. Apenas gostaríamos de saber o que faz ou o que fez até hoje esta associação que representa 35% dos votos na AG.

Esperamos que o documento aprovado seja transparente e esclarecedor, de desenvolvimento e avanos para a modalidade, sem engenharia financeira e com um bom plano de atividades., pois neste momento ainda nada se sabe, mas estaremos atentos, e certamente que em breve teremos notícias, pois a sua publicação completa é obrigatória estatutariamente e pela lei.

O Banhadas Andebol

6 comentários:

Anónimo disse...

O documento do planeamento não é transparente, é folha A4 opaca, tipo as folhas de fotocopias. Eu não percebo nada mas se for transparente tem que ser de plástico não é? Estou cada vez mais atrofiado!

Anónimo disse...

Foi aprovada uma proposta por unanimidade, apresentada por uma associação de clubes (ANCANP), que foi uma proposta apresentada daquelas que sabemos que esteja quem estiver presente nunca votará contra, ou seja um louvor e reconhecimento ás equipas portuguesas presentes nas competições europeias. Apenas gostaríamos de saber o que faz ou o que fez até hoje esta associação que representa 35% dos votos na AG.
NADA ESTA ASSOCIAÇÃO TEM A MAIORIA DE VOTOS NÃO FAZ NADA, ESTA IRREGULAR, NÃO APRESENTA CONTAS NEM VAI A VOTOS E ESTES NÚMEROS NA ASSEMBLEIA DA FPA custo milhares de euros(referente ao ordenado pago todos os meses ao seu Presidente José Carlos Correia!
Quando termina esta entrose administrativa que vem do tempo do Sr. LS para combater os votos da LPA!!!
FOI CRIADA PARA COMBATER A LPA E AGORA PROPÕE VOTOS AOS CLUBES QUE ESTÃO NAS COMPETIÇÕES EUROPEIAS E ERAM DA LPA!!!

Anónimo disse...

E ainda há uma melhor... a Associação de Jogadores Femininos... isto é, há uma associação de jogadores para homens, outra para mulheres... e votam as duas. Só faltava haver uma outra para jogadores/ jogadoras que nem são homens nem mulheres. E não é só o Senhor José Carlos Correia que ganha. Então, e a maioria dos presidentes das associações não são remunerados? Até um que é presidente de uma associação que não existe, a de Viana do Castelo.... mas tem um voto, como o representante da associação de Lisboa, ou do Porto, ou de Braga. Ora toma, Ferrão... Quem for burro que vá para moleiro.

Anónimo disse...

Isto continua a ser só garganta. Só vejo indignados aqui e na hora da verdade é tudo a assobiar para o ar. Trata-se de uma federação que anuncia assembleias a dois dias de as realizar, não manda nem mostra os documentos tirando aos delegados iluminados que sabe-se lá como fazem parte, que se está a lixar para os clubes que a sustentam e que se socorre de fraudes como a ANCAMP para os mesmos se perpetuarem no poder.
No final, isto é regado com entrevistas onde se diz que as escolas e as autarquias deverão ser a base do aumento de atletas (pois: dizer como é que não) e que andamos a trabalhar bem nas seleções.
Enquanto isso, os dirigentes as associações vão tirando as suas alcavalas, o chefe da ancamp, que não presta contas e não faz assembleias tirando em anos de eleições, vai-se arrogando como representante de clubes que nem sabem o que aquilo é, vão-se mantendo os mesmos nos mesmos cargos apesar da natural incompetência e impreparação, vão-se destruindo quadros competitivos absurdos e fazendo aumentos de divisões a pedido.
Agora coragem para enfrentar isto, não vejo. Ninguém se mexe.

Anónimo disse...

5 de dezembro de 2016 às 20:46
LEVANTANDO QUESTÕES:
José Carlos Correia e Fernando Ferrão são pessoas muito sérias e vivem servindo o Andebol, tenho a certeza deram me a palavra quando confrontados com essas avenças!
Até sei quando ganham vezes 12 meses sem subsidio de férias e Natal, imagina os custos totais da sua presença na Assembleia da FPA. Mas vai ter mais novidades !

Anónimo disse...

Alguém recebeu o plano de atividades? Agora nem depois da AG o publicam? Alguém sabe quando é a AG da ancamp?