gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Crónica Fim-de-semana – 35 – 2014 / 2015 – I

Esta será uma crónica intermédia, relativa à PO01 e dedicada apenas aos relativos á disputa do 5.º ao 8.º lugar e do grupo “B”.
 
PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
Grupo “A” - Play OFF – 5/8 Lugar
Resultados
 
2.ª Mão
Águas Santas 33 – 31 Passos Manuel
Dia 22-04-15
Madeira SAD 26 - 25 SC Horta
 
Calendário

5/6 Lugar
1.ª Mão
Dia 09-05-14
SC Horta – Águas Santas
2.ª Mão
Dia 16-05-15
Águas Santas – SC Horta

7/8 Lugar
1.ª Mão
Dia 09-05-15
Passos Manuel – Madeira SAD
2.ª Mão
Dia 16-05-15
Madeira SAD – Passos Manuel

Atualização (22-04-15)

Hoje (22-04-15), disputou-se o jogo em atraso, relativo, a 2.ª Mão da disputa dos 5.º ao 8.º Lugar, Madeira SAD / SC Horta. Antes de entrarmos propriamente dito, na nossa pequena crónica sobre o jogo, teremos de dizer que a estatística ao jogo, foi efetuada, sem cuidado. Dá-mos como exemplo o resultado ao intervalo, enquanto o Boletim de jogo tinha uma igualdade a 13 golos a estatística dava a vitória do Madeira SAD por 13-12, erradamente, pois não tinha contabilizado um golo a Juan Ruesga, obtido cerca dos 25 minutos de jogo. Mais exemplos haveria para por agora este chega. O encontro foi disputado quase sempre com grande equilíbrio, apesar de durante s primeiros 30 minutos a equipa madeirense chegar por várias vezes a ter 3 golos de vantagem, o que lhes permita, ter alguma esperança na viragem do resultado no conjunto da eliminatória, como por exemplo aos 6-3 (10 minutos), 10-7 (19 minutos), 12-9 (21 minutos), mas aqui, a equipa madeirense praticamente parou e em 9 minutos marca somente um (1) golo, permitindo que o intervalo chegue numa igualdade a 13 golos. No segundo período de jogo, a equipa açoriana entrou com tudo, e nos primeiros 11 minutos do segundo tempo, fez um parcial de 5-1, passando cerca dos 41 minutos, a comandar o marcador por 18-14 (maior vantagem que possuiu e todo o encontro), para o Madeira SAD, voltar a equilibrar o marcador nos últimos 7 minutos, onde se registaram diversas igualdades, a última das quais a 25 golos, para os madeirenses, obterem o golo da vitória sobre o tempo final do encontro. Nuno Silva com 8 golos, foi o melhor marcador dos madeirenses, com Gonçalo Vieira a marcar 6 golos (5 no primeiro tempo). No SC Horta, Yosdany Ballard, apesar da desqualificação (ocorrência disciplinar registada, o que se lamenta), foi o melhor o marcador da equipa com 7 golos, seguido por Nelson Pina com 6 golos. Apesar de derrotados, o SC Horta é a equipa que vai disputar o 5.º lugar com os maiatos do Águas Santas, aplicando-se a Regra Europeia, da diferença de golos. Por sua vez o Madeira SAD, vai disputar o 7.º lugar com a equipa do Passos Manuel.

Repetimos a que se escreveu na anterior crónica, relativa a este encontros, face á importância, de que os mesmos assumem. “Neste conjunto de equipas que se revestem de alguma importância, não devido ao que está regulamentado pois os 6 primeiros serão cabeças de série na Taça de Portugal, na próxima época, assumiu agora ainda mais relevância, conforme se constata através do conteúdo do Comunicado Oficial n.º 80 de 08-04-15, relativo ao possível número de equipa Portuguesas nas provas Europeias.”
 
Na Maia, no Pavilhão Águas Santas, disputou-se o Águas Santas / Passos Manuel, e quando se esperava uma vitória relativamente fácil da equipa maiata, o que se poderá dizer é que a mesma foi dificultada ao máximo. Chegando a “pairar” no pavilhão que os liceais, poderiam ciar uma surpresa. A equipa Maiata que comandou o jogo e o marcador até cerca dos 15 minutos, com algumas igualdades pelo meio, a partir deste minuto o Passos Manuel assume o comando do marcador, para terminar o primeiro tempo a vencer pela margem mínima (16-15). Nos segundos 30 minutos, o jogo voltou a equilibrar-se, com várias igualdades e alternâncias no marcador, com a equipa maiata a assumir o comando em definitivo o comando do marcador cercados 37 minutos (19-18), chegando a ter por várias vezes 3 golos de vantagem como por exemplo 21-18 (38 minutos) e 24-21 aos 45 minutos, permitindo no entanto que por diversas ocasiões o Passos Manuel, chegasse á diferença mínima como aos 52 minutos (28-27), quando o técnico maiato solicita um Time-OUT, oportuno para “meter ordem na casa”. Uma referencia curiosa, para que 3 dos últimos 4 golos obtidos por qualquer das equipas, o foi de 7 metros. Pedro Cruz com 12 golos (63% de eficácia, 5 golos e 7 metros, aqui 100% de eficácia), foi o melhor marcador da sua equipa, bem acompanha por João Ferreira com 6 golos (75% de eficácia),no Passos Manuel, Pedro Sequeira igualmente com 12 golos (85% de eficácia, 4 de 7 metro, aqui 100% de eficácia), foi o melhor marcador da equipa, com Ricardo Barrão, Belone moreira e João Ferreira a marcarem 5 golos cada, Alexandre Moura na baliza do Passos Manuel teve bem uma eficácia de 29%, contra os 27% de João Moniz na baliza do Águas Santas. Com esta vitória, será o Águas que irá discutir o 5.º / 6.º Lugar, ficando a guardar até dia 22, quem será o seu adversário.
 
Grupo "B
4.ª Jornada
Xico Andebol 31 – 28 Ismai s/d
GC Santo Tirso 25 – 24 Belenenses
 
Manutenção – Belenenses
Descem de divisão
 
Este Grupo “B”, cujo principal objetivo é definir, quem desce de divisão, ´´e já tendo definido que o Belenenses, sejam quais foram os resultados já têm a manutenção garantida, pelo que todos os resultados entre as restantes equipas se revestem de “capital” importância, para a definição dos dois últimos lugares. 
 
Disputou a 4.ª Jornada deste Grupo, que se incitou com a realização do Xico Andebol /Ismai, um jogo que pode ser decisivo para as aspirações de qualquer deste cubes, que com esta jornada deram inicio á 2.ª volta deste Grupo “B”, nesta fase, com a equipa maiata a registar a sua terceira derrota consecutiva (ainda não venceu qualquer jogo nesta Fase), por sua vez o Xico Andebol, com esta vitória retificou a igualdade obtida na jornada homologa na Maia, e obteve a sua segunda vitória em toda a época no conjunto das duas Fases, continuando no entanto com uma pontuação que ainda não dá qualquer garantia de fuga aos lugares de descida de divisão. Nesta encontro a equipa de Guimarães, já vencia ao intervalo por 16-14, resulta do que era um perfeito indicador do equilíbrio da disputa do encontro, e que foi continuado no segundo tempo. Antonije Pavic e Luís Sarmento com 7 golos foram os melhores marcadores dos vimaranenses, com Pedro Coreia e João Santos com 6 golos a situarem-se logo a seguir. No Ismai, Nuno Carvalhais, Ruben Sousa, Sérgio Martins e Tiago Heber, todos com 5 golos foram os seus melhores marcadores. Em Santo Tirso, disputou-se outro encontro da jornada, referente a este Gruo “B”, o GC Santo Tirso / Belenenses, que foi um encontro com equilíbrio até cerca dos 23 minutos (10-10), mas um parcial de 6-0 da equipa do Belenenses, deu origem a que o resultado, passasse de 10-9 a favor dos homens do GC Santos Tirso aos 21 minutos para 14-10 a favor da equipa de Belém no final dos primeiros 30 minutos, o que significa que os tirsenses, estiveram os últimos 9 minutos do primeiro tempo sem marcarem qualquer golo. No segundos 30 minutos surge um revigorado GC Santos Triso, que faz nos 11minutos iniciais do segundo tempo um parcial de 7-3 e coloca o resultado numa igualdade a 17 golos aos 41 minutos de jogo, neste segundo tempo jogado com total equilíbrio, desde desqualificações diretas a desqualificações por acumulação de exclusões de tudo existiu e aos 54 minutos após uma igualdade a 24 golos obtida através um livre de 7 metros favorável aos tirsenses, e apos um Tome-OUT aos 58 minutos solicitado pelo GC Santo Tirso, este passa, pela primeira vez no segundo tempo para o comando do marcador (25-24), e ainda existe tempo para mais uma desqualificação direta. Com o experiente João Pinto do belenenses a falhar a igualdade nos últimos segundos do encontro. Francisco Fontes com 6 golos, foi o melhor marcador dos tirsenses, Vasco Pinto com 7 golos e Ivo Santos com 5 golos foram os melhores marcadores da equipa do Restelo. O Encontro registou, relatório de ocorrências Disciplinares, o que se lamenta. Com esta vitória a discussão dos lugares de descida de divisão estão cada vez mais “escaldantes”, e todos os jogos nas 3 jornadas que faltam são na nossa opinião decisivos, para a definição dos mesmos. 
 
Classificação do Grupo “B”, após esta jornada – 1.º Belenenses (30 pontos), 2.º Ismai (24 pontos), 3.º GC Santo Tirso (22 pontos), 4.º Xico Andebol (21 pontos) 
 
O Banhadas Andebol

Sem comentários: