gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 21 de abril de 2015

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 07 – 2014 / 2015

Breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa.
 
PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos
 
Repetimos esta informação por a considerarmos de extrema importância – “Esta prova sofreu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 68 de 25-02-15, para a qual chamamos a atenção.”
 
2.ª Fase

Zona 2 – 7.ª- Jornada
Juventude Lis 25 - 20 CD Mafra
Zona Azul 25 - 25 Oriental Lisboa
Batalha AC 20 - 22 NA Redondo
CF Sassoeiros 27 - 28 1.º Dezembro 
 
Após a disputa desta 7.ª jornada, que assinala o termo da 1.ª volta desta Fase, nada se alterou em termos classificativos. Assinale-se que ao contrário da semana anterior em quatro (4) jogos disputados, dois (2), infelizmente tiveram o registo de ocorrências disciplinares. Alguns dos resultados que ocorreram, apenas serviram para confirmar o relativo equilíbrio existente entre as equipas que disputam a zona, e nesta jornada que assinala o términus da 1.ª volta, segundo a nossa opinião, apenas duas equipas, estarão eventualmente afastadas da discussão pelo apuramento, e que são o CD Mafra, que nesta jornada voltou a perder, (apenas registando até ao momento uma vitória), com uma das equipas que comanda a classificação da zona e que se nos afigura como uma das principais candidatas ao apuramento a Juventude Lis, num jogo em que o resultado foi totalmente construído durante o primeiro tempo, pois ao intervalo já a equipa de Leiria vencia por 15-10. Paulo Freitas da Juventude Lis com 7 golos foi o melhor marcador da sua equipa, enquanto Pedro Correia do CD Mafra foi o seu melhor marcador com 6 golos, e o Batalha AC, que ainda não registou qualquer vitória, e nesta jornada recebeu e perdeu com os alentejanos do NA Redondo (este foi um dos jogos com registo de ocorrências disciplinares), num jogo disputado com algum equilíbrio, e onde a equipa de Redondo chegou ao intervalo já a vencer por 13-10, para depois permitir que os homens da equipa da Batalha, criassem sérias expectativas e grandes dificuldades durante o segundo tempo. Ricardo Cabral com 7 golos foi o melhor marcador do NA Redondo, enquanto no Batalha AC, se verificou uma grande distribuição de marcadores. Um dos resultados que nos surpreendeu foi a igualdade que se verificou em Beja entre o Zona Azul, que tinha começado a sair da “penumbra” com que tinha iniciado a prova e o Oriental Lisboa, equipa que já nos mostrou ser capaz de estar nos extremas da entrega e da capacidade de reação, e que tem obtido alguns resultados, bastante agradáveis. Nesta jornada apenas cedeu no segundo tempo, pois no final dos primeiros 30 minutos a equipa lisboeta vencia por 15-12, apenas no segundo período de jogo consentiu a recuperação dos homens do Zona Azul. Jorge Arrojado e Marcos Sousa ambos com 5 golos foram os melhores marcadores do Zona Azul. Enquanto João Silva com os seus 10 golos foi o melhor marcador do encontro e do Oriental Lisboa. Para terminar tivemos mais um encontro de grande equilíbrio, onde a equipa do CF Sassoeiros, que na jornada anterior tinha vencido precisamente o Oriental Lisboa, nesta jornada recebeu e perdeu pela diferença mínima o 1.º Dezembro (este foi o outro dos jogos com registo de ocorrências disciplinares), uma das equipas que é, mais uma vez se vinca na nossa opinião uma das favoritas ao apuramento na zona. A equipa visitada que ao intervalo perdia por 19-13, apenas reagiu no segundo período de jogo, e tardiamente, esta equipa do CF Sassoeiros, era uma das equipas que se esperava mais nesta zona. João Pinho com 12 golos foi o melhor marcador do CF Sassoeiros e do jogo, com Diogo Simão do 1.º Dezembro com 7 golos a ser o seu melhor marcador. 
 
A classificação ficou assim estabelecida:1.º Juventude Lis e 1.º Dezembro (19 pontos), 3.º NA Redondo (17 pontos), 4.º Zona Azul e Oriental Lisboa (14 pontos), 6.º CF Sassoeiros (12 pontos), 7.º CD Mafra (9 pontos), 8.º Batalha AC (8 pontos). 
 
Zona 1 – 7.ª Jornada
Modicus 28 - 18 ACD Monte
CA Leça 25 - 35 Estarreja AC
Albicastrense 29 - 25 Gondomar Cultural
FC Infesta 31 - 31 SC Espinho 
 
Também nesta zona se disputou a 7.ª e última jornada da 1.ª volta desta Fase, e para não fugir, muito a regra, também aqui, ao contrário da semana anterior em quatro (4) jogos disputados, dois (2), infelizmente tiveram o registo de ocorrências disciplinares. E tal como na Zona 2, os resultados em pouco influenciaram a classificação geral da zona. Registaram-se resultados cujos diferenciais, nos levam a dizer que existem maiores desequilíbrios nesta zona, onde duas equipas, (na nossa opinião) se estão a evidenciar em relação às outras, existindo depois um equilíbrio, entre mais 2 ou 3 equipas que eventualmente poderão criara alguns problemas aos favoritos. Um dos jogos que terminou com o resultado mais desequilibrado, e que confirmou a equipa do Estarreja AC, como uma das principais favoritas a vencer a Zona, terminando a 1.ª volta, contabilizando apenas vitórias, foi o jogo disputado por esta equipa com o CA Leça (este foi um dos jogos com registo de ocorrências disciplinares), com resultado ao intervalo a ser favorável aos homens da Região de Aveiro por 20-12, terminou com 3 desqualificações diretas e 15 exclusões. A Equipa do CA Leça nesta Zona é a única equipa ainda sem vitórias. Bruno Silva com 10 golos foi o melhor marcador do CA Leça, Alberto Silva com 8 golos foi o melhor marcador do Estarreja, onde 12 jogadores marcaram golos. Outro resultado bastante desnivelado, verificou-se em Sandim onde o Modicus, venceu o ACD Monte, com facilidade, registando ao intervalo já um resultado favorável ao Modicus por 14-7. A equipa da região Aveirense termina esta 1.ª volta com apenas uma (1) vitória. Nuno Loureiro do Modicus e José Oliveira do ACD Monte, ambos com 6 golos foram os melhores marcadores das suas equipas. Em Castelo Branco, e conforme já por várias vezes temos dito, existe uma das mais aguerridas equipas da Zona o AD Albicastrense, embora não a englobamos nos favoritos a vencer a mesma, mas certamente que irá criar “muitas dores de cabeça”, aos principais favoritos, recebeu e venceu o Gondomar Cultural, num encontro de algum equilíbrio, pois o resultado ao intervalo estava favorável aos visitados pela diferença mínima 15-14. Tiago Carmo e Ricardo Oliveira do AD Albicastrense, ambos com 7 golos foram os melhores marcadores da equipa, com Ivo Martins do Gondomar a ser o melhor marcador da sua equipa com 6 golos. No FC Infesta / SC Espinho, que terminou com uma igualdade, em nada alterou a posição destas equipas na tabela classificativa (este foi o outro dos jogos com registo de ocorrências disciplinares),foi um encontro disputado com duas partes completamente distintas, pois o primeiro tempo terminou com os homens de Espinho na frente do marcador por 6 golos de diferença (20-14), para no segundo tempo a equipa visitante recuperar a desvantagem e o encontro terminar numa igualdade. Pedro Ferreira com 9 golos foi o melhor marcador do FC Infesta, com Alexandre Relvas e os seus 13 golos a ser o melhor marcador do jogo e do SC Espinho. 
 
A classificação ficou assim estabelecida: 1.º Estarreja AC (21 pontos), 2.ºModicus e Albicastrense (17 pontos), 4.º SC Espinho e FC Infesta (13 pontos), 6.º Gondomar Cultural (12 pontos), 7.º ACD Monte (11 pontos), 8.º CA Leça (8 pontos).
 
O Noticias

1 comentário:

Anónimo disse...

obrigado por dizerem alguma coisa sobre esta divisão, já agora podiam dizer alguma cisa sobre a 2.º divisão feminina, parabens e obrigado