gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 17 – 2015 / 2016 - II

Ligeira crónica da PO02, que desta vez realizou, jornada completa.

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final. 

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos. 

Zona Norte – Resultados

16.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta)
Dia 06-02-16

São Bernardo 34 – 26 CCR Fermentões
FC Gaia 26 –
28 Marítimo
Xico Andebol 30 –
32 São Mamede
AD Sanjoanense 10 – 14 GC Santo Tirso (
Interrompido por motivos disciplinares).
Arsenal 32 – 17 SP. Oleiros
Modicus 24 – 27 FC Porto B
Dia 12-03-16
Estarreja AC - Boavista FC (18H00) 28/24 (Adiado)

Zona que neste momento fica com um jogo, estranhamente em atraso (adiamento que não encontramos justificação desportiva, pelo menos da nossa parte), e com um antecipado da 21.ª jornada da prova (8.º jornada da 2.ª volta). Continua a nova moda da inversão dos campos como no caso do Xico Andebol / Marítimo, disputado no Funchal, e que curiosamente é o único encontro com registo de ocorrências disciplinares na zona. Nos jogos realizados e cujos resultados estão disponíveis, verifica-se que em apenas um encontro não foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta. Um caso insólito, e triste se verificou no encontro AD Sanjoanense / GC Santo Tirso, que foi interrompido ao intervalo por motivos disciplinares, segundo as informações que nos chegaram. 

Vamos começar, precisamente pelo jogo, onde se verificou a inversão de campo e que foi o único com ocorrências disciplinares registadas o FC Gaia / Marítimo, e igualmente foi o encontro o resultado foi diferente do ocorrido na 1.ª volta, pois na altura registou-se uma igualdade a 31 golos, desta vez venceu a equipa madeirense, num encontro disputado sempre com grande equilíbrio, com o marcador ao intervalo a registar, 14-12 a favor do Marítimo. No segundo tempo a equipa do continente, teve mais uma vez uma excelente reação e não permitiu, qualquer dilatação do marcador. Pedro Carvalho com 9 golos e Luis Carvalho com 7 golos, foram os principais marcadores do FC Gaia. Por sua vez na equipa do Funchal, existiram quatro jogadores todos com 5 golos cada (Guilherme Nascimento, Paulo Moura, Nelson Silva e António Barros), que foram os seus melhores marcadores. 

No Pavilhão do Modicus em Sandim, a equipa local, não resistiu ao maior poderia do FC Porto B, mas mesmo assim proporcionou um bom jogo, dando uma excelente réplica, e mantendo-se nos lugares de manutenção. Ao intervalo o marcador já era favorável ao FC Porto B, por 13-11, com a equipa portista, a apenas aumentar o seu pecúlio em termos de golos, no segundo tempo, em apenas mais um golo. Nuno Loureiro com 7 golos, e Ruben Oliveira com 5, foram os melhores marcadores do Modicus, por sua vez no FC Porto B, Diogo Silva com 8 golos e Ruben Ribeiro com 7 golos, foram os seus melhores marcadores.  

No Pavilhão Flávio Sá Leite, disputou-se um encontro cujo resultado final, foi dos mais dilatados na jornada, com a equipa do Arsenal, e a continuar a ser um dos mais fortes candidatos ao acesso á Fase Final da Prova, enquanto o SP. Oleiros, com esta derrota, inteiramente justa, foi alcançado em termos de classificação geral da zona, pelo FC Porto B. A superioridade da equipa do Arsenal, está completamente ”espelhada”, no resultado que se verificava ao intervalo, com 15-6 a seu favor. No segundo tempo apesar da fraca tentativa de réplica por parte da equipa do SP. Oleiros, a mesma encontrou sempre resposta por parte dos locais que venceram com grande facilidade. 

Em jogo disputado no pavilhão de São Bernardo, disputou-se o São Bernardo / CCR Fermentões, que terminou com a vitória da equipa local, que desta forma ainda mantêm a esperança (legitima), de poder discutir um dos lugares de acesso á Fase Final da Prova. Este foi um encontro onde os homens da equipa de Guimarães, deram uma excelente réplica, chegando ao intervalo a perder por apenas 3 golos de diferença (17-14). No segundo tempo, o ritmo de jogo não diminuiu e a equipa visitada, aumentou a diferença, para os números finais. Embora derrotada a equipa do CCR Fermentões, mantêm-se num lugar confortável, até ao momento. Fernando Marques, Diogo Taboada, e Leandro Rodrigues, todos com 5 golos cada, foram os melhores marcadores da equipa do São Bernardo, enquanto Carlos Fernandes e Luís Martins, ambos com 6 golos cada. Foram os melhores marcadores do CCR Fermentões.  

Em Guimarães, no pavilhão do F. Holanda disputou-se o Xico Andebol / São Mamede, duas equipas com objetivos completamente diferentes, pois enquanto uma o São Mamede, procura ganhar um lugar de acesso á Fase Final da Prova, o Xico Andebol, tenta fugir dos últimos lugares da tabela classificativa. Foi um encontro de grande equilibro, conforme se constata, pelo resultado ao intervalo (17-16) a favor do São Mamede, e se confirma, pelo resultado final, que confirmou o equilíbrio existente durante os 60 minutos. Com esta vitória a equipa de São Mamede, mantem todas as suas aspirações, enquanto o Xico Andebol, se mantém nos lugares de descida. Rui Oliveira com 8 golos e Alfredo Bravo com 5 golos, foram os melhores marcadores do Xico Andebol, Por sua vez Tiago Andrade com 10 golos, e Diogo Rodrigues com 7 golos, foram os melhores marcadores da equipa de São Mamede.  

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º GC Santo Tirso e Arsenal (43 pontos), 3.º São Mamede (38 pontos), 4.º São Bernardo e FC Gaia (37 Pontos), 6.º º Marítimo (+1 jogo) (36 pontos), 7.º CCR Fermentões (31 pontos), 8.º Modicus (29 pontos), 9.º SP. Oleiros e FC Porto B (27 pontos), 11.º AD Sanjoanense (-1 jogo), Estarreja AC (-1 jogo) (26 pontos), 13.º Xico Andebol (24 pontos), 14.º Boavista FC (-1 jogo) (17 pontos).  

Zona Sul - Resultados

16.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta)
Dia 05-02-16
Benfica B 29 – 8 IFC Torrense
Dia 06-02-16
Sismaria 21 – 19 CDE Camões
Boa Hora 35 – 12 1.º Dezembro
Juventude Lis 18 – 16 Alto Moinho
Vitória FC 27 – 24 ADC Benavente
GS Loures 20 –
27 CD Marienses
Almada AC 32 – 27 Ílhavo 

Finalmente terminaram os jogos em atraso relativos á 1.ª volta, com a curiosidade de se ter disputado no mesmo fim-de-semana, tal como na Zona Norte. De destacar que tivemos uma jornada sem ocorrências disciplinares registadas. E em somente dois jogos se verificaram retificações em de resultados, em relação ao ocorrido na 1.ª volta. 

No Pavilhão da Quinta Marrocos, o Benfica B, voltou a “cilindrar” o IFC Torrense, por um resultado, deveras esclarecedor da sua superioridade, e que ao intervalo já registava uma confortável vantagem da equipa visitada (14-4). Resumindo, jogo sem qualquer história e com pouco valor competitivo. Na equipa do Benfica B, Leone Almeida com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, onde 12 atletas do Benfica B, marcaram golos. O número de golos convertidos pelo IFC Torrense não nos permite qualquer destaque em termos de marcadores, e mantêm-se no 11.º lugar da classificação da zona.  

Num jogo que, que foi jogado, e mal, pois o resultado já não se usa, disputou-se em Leiria e foi o Juventude Lis / Alto Moinho, que se define na totalidade pelo resultado que se verificava ao intervalo, que era favorável ao Alto Moinho por 7-5, com a equipa leiriense a recuperar e a dar a volta ao jogo nos segundos 30 minutos. Pelo resultado ao intervalo e pelo resultado final, poderemos ter uma avaliação muito aproximada da qualidade do andebol praticado, neste encontro. Francisco Santos com 5 golos, foi o melhor marcador da Juventude Lis. No Alto Moinho, Alexandre pereira igualmente com 5 golos foi o seu melhor marcador. Com este resultado a equipa leiriense, mantém-se no 5.º lugar da tabela, um lugar de manutenção.  

Em Almada, realizou-se um dos jogos, com mais interesse na jornada, o Almada AC / Ílhavo pois pode provocar ou não que as equipas, continuem, na chamada “linha de água”, para a descida de divisão. O Jogo em foi de equilíbrio nos primeiros 30 minutos, onde o Ílhavo, chegou a comandar como por exemplo aos 11-9, para no entanto chegar ao intervalo já a perder pela diferença mínima (15-14). No segundo tempo o fator “casa” foi preponderante assim como a forma de estar da equipa visitada, que assim averbou a sua 2.ª vitória na prova, e desta forma retificou o resultado da 1.ª volta. Bruno Pires com 11 golos, e António Schouwenaar com 7, foram os melhores marcadores do Almada AC, no Ílhavo, Tiago Sousa com 8 golos, juntamente com Antonio Ferreira e Pedro Mostardinha, ambos com 6 golos cada, foram os seus melhores marcadores.  

Em Gândara disputou-se o Sismaria / CDE Camões, que foi um encontro com maior equilíbrio do que se esperava, pois a equipa visitada, é uma das fortes candidatas (até ao momento), para discutir o acesso á Fase Final da Prova, foi surpreendida por um CDE Camões, que lutou o suficiente para trazer um bom resultado, e continuar, nos lugares de “descanso”. Ao Intervalo, já se registava a diferença de 2 golos a favor do Sismaria (11-9), precisamente a mesma com que terminou o encontro. Tiago Cotrim com 7 golos e Inácio do Carmo com 6 golos, foram os melhores marcadores do Sismaria. NO CDE Camões, João Oliveira com 11 golos, foi o seu marcador de serviço.  

No Pavilhão Antoine Velge, em Setúbal, tivemos, um Vitória FC / ADC Benavente, com a equipa local, outra das fortes candidatas, ao acesso á Fase Final da Prova, a sentir grandes dificuldades, para levar de vencida o ADC Benavente. Embora a equipa visitada, tenha chegado ao intervalo a vencer por 16-12, teve de suportar a excelente reação dos homens de Benavente, no segundo tempo. André Praxedes com 9 golos e Ricardo Pereira com 5, foram os principais marcadores do Vitória FC, No ADC Benavente João Raquel com 7 golos, e Pedro Pimenta com 6, foram os seus melhores marcadores. Com esta vitória a equipa visitada, mantêm-se isolada no 2.º lugar da classificação da zona.  

Em Loures, onde se deslocou a equipa insular do CD Marienses, tivemos um dos resultados mais desnivelados da jornada, com a equipa do CD Marienses a vencer, e a continuar assim na “luta”, por um lugar na Fase Final da Prova. Ao intervalo, já se registava um resultado favorável aos insulares de 14-8, o que lhes permitiu, realizar um segundo tempo em gestão e controlo do resultado, apear da reação do GC Loures, que com mais esta derrota, continua nos lugares de “perigo”. No GS Loures os seus melhores marcadores não ultrapassaram os 4 golos (Tiago Costa e Henrique Martins). No CD Marienses, Hernani Sousa com 8 golos, e Tiago Filipe com 5 golos, foram os seus principais marcadores.  

O último jogo a comentar, nesta zona, foi onde se verificou o resultado, mais dilatado da jornada, onde o Boa Hora “cilindrou”, o neo divisionário do 1.º Dezembro, continuando deste modo a ser a única equipa da zona, que não regista qualquer derrota. E se assume como a principal candidata, ao acesso á Fase Final da Prova. Ao fim do primeiro tempo já o marcador era favorável ao Boa Hora por 21-6, depois foi um encontro sem grande história. Luis Nunes com 11 golos, juntamente com Nuno Pinto, e o reforço de “inverno” Diogo Domingos com 5 golos cada, foram os melhores marcadores do Boa Hora. No 1.º Dezembro o seu melhor marcador apenas concretizou 4 golos e foi Tiago Marques.
 
Classificação após os jogos disputados até ao momento:- 1.º Boa Hora (47 pontos), 2.º Vitória FC (41 pontos), 3.º AC Sismaria (40 pontos), 4.º CD Marienses (39 pontos), 5.º Juventude Lis (37 pontos), 6.º Benfica B (36 pontos), 7.º CDE Camões (34 pontos), 8.º ADC Benavente e Alto Moinho (33 pontos), 10.º 1.º Dezembro (25 pontos), 11.º IFC Torrense (23 pontos), 12.º Almada AC (22 pontos), 13.º GS Loures (20 pontos), 14.º Ílhavo (18 pontos).  

O Banhadas Andebol

18 comentários:

Anónimo disse...

Uma Autêntica vergonha o que aconteceu em São João da Madeira com a invasão de campo de elementos da claque organizada da Sanjoanense a tentar agredir a dupla de arbitragem e só não agrediram porque os treinadores da Sanjoanense protegeram os árbitros com risco da sua própria integridade física não contentes com isso os tipos da claque talvez una 50 insultaram a polícia que nada fez limitando se a proteger os balneários dos árbitros,no que diz respeito o jogo estava equilibrado e pena é que estes arruaceiros do futebol venham para o andebol,espero que a federação tome medidas pois estavam muitas crianças no pavilhão e concerteza que isto é horroroso para a modalidade.

Anónimo disse...

xico andebol a caminho da 3º divisão, uma manta de retalhos, meninos mimados sem qualidade, um clube moribundo .

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstas entre 08 e 14 Fevereiro 2016:

http://andeboltv.blogspot.pt/2016/02/lista-de-transmissoes-entre-08-e-14.html

Anónimo disse...

Ninguem agrediu os arbitros apenas foi uma situaçao mais acalorada fruto do decorrer do jogo e tambem da idade da malta da claque ,embora os arbitros estivessem a inclinar o campo,mas repito ninguem bateu em ninguem.

Anónimo disse...

Árbitros a inclinar o campo???? Agressões dos jogadores da sanjoanense sem qualquer tipo de sanção!

Anónimo disse...

É preciso ter lata,uma situaçao acalorada dizem vós, quer dizer uns tipos entram no recinto de jogo com a cara tapada correm na direçao do arbitro o treinador da Sanjoanense Professor Nuno Batista desata numa correria louca agarra o agressor e voces dizem que nao foi nada,por amor de Deus.
já agora a claque da Sanjoanense de onde sairam os agressores aquando da chegada da chegada da policia começa a cantar vao pró Carvalho ah ah ah tenham dó não nos façam de parvos e tambem nao se entende a Psp de Sao Joao da Madeira que nada fez ,nada.

Manuel Andrade disse...

Na realidade é de condenar pois nenhum de nós gostou de que se passou ,MAS COMO PODE DIZER TENTATIVA DE AGRESSÃO SE O PUTO NEM SE QUER SE APROXIMOU O SUFICIENTE PARA TENTA A AGRESSÃO A NÃO SER QUE TIVESSE BRAÇOS DE 3 METROS POIS SE O PUTO QUISESSE AGREDIR NÃO TINHA AS MÃOS NO BOLSO E TINHA CORRIDO PARA A DUPLA, MAS NADA ISSO SE PASSOU POIS ELE NEM SE QUER TEVE QUALQUER REACÇÃO QUANDO FOI CONVIDADO A SAIR O CAMPO. Sr. anónimo das 20,51 quanto ao restante nem vou se quer responder pois os factos são demais evidentes, pois deixo para analise daqueles que estiveram no pavilhão.

Manuel Andrade

Anónimo disse...

OH SR ANDRADE AFINAL ELE ENTROU DENTRO DO RECINTO DO JOGO PARA FAZER O QUÊ PODE NOS INFORMAR !!!!!!!!!
ELE FAZIA PARTE DA EQUIPA DA ADS ERA JOGADOR OU ESTAVA DISFARCADO,EU VI PERFEITAMENTE E DIGA LÀ PORQUE É QUE A PSP NAO DEIXOU REALIZAR O JOGO!!!!!!!!!

PS-O CARO AMIGO ANTES DE POSTAR AQUI DEVIA VER AS IMAGENS OK.
PARABENS AO VOSSO TREINADOR QUE FOI RAPIDISSIMO A REAGIR ,FOSSEM ASSIM OS SEUS ATLETAS E A CLASSIFICAÇÃO NAO SERIA A MESMA.

Anónimo disse...

Não sou nem da sanjoanense do do santo Tirso, mas estava no pavilhão a ver o jogo e o que vi foi um indivíduo a entrar dentro do campo de mãos nos bolsos a dirigir palavras, de pronto foi parado por dirigentes da sanjoanense e regressou a bancada.
Claro que foi uma situação imprópria, feita por um imbecil que nem sequer sabia o que estava a fazer.
Só uma precisão, não foi o Nuno Batista que separou, mas podia bem ser, pois a postura que sempre teve no Andebol de certo não pactua com cenas destas.
Talvez por isso esteja de saída e mereça o salto que vai dar.

Anónimo disse...

Trocar a Sanjoanense pelo Gaia não é nenhum salto mas...

Anónimo disse...

Eu também estive em São João da Madeira e é evidente que ninguém viu o adepto a agredir o árbitro mas que entrou no recinto de jogo ele e mais dois e se dirigiu ao árbitro agora o que acho ridículo é virem branquear a situação ,se não ia fazer nada porquê a reação dos dirigentes e treinadores da Sanjoanente,e isto não é caso virgem ,e verem o que aconteceu aos adeptos e carrinhas do Oleiros ,a federação tem de tomar medidas e duras senão um dia naquela cidade da se uma tragédia.

Anónimo disse...

Eu também estive no pavilhão de S. João da Madeira e vou contar o que realmente se passou. Entraram uns rapazes no recinto mas com o propósito completamente diferente do que aqui tem contado: um entrou com um ramo de flores para dar aos árbitros e os outros só queriam pegar no árbitro aos ombros para os felicitar pelo aniversário deles na carreira de árbitros. Era só para comemorar! Vá lá, até podiam atirar os árbitros ao ar, mas era tudo na comemoração, tudo brincadeira. É verdade que ninguém viu as flores porque de tão entusiasmado que ia o rapaz que levava as flores quando saltou perdeu-as e nem deu por isso. Quando ele chegou perto do árbitro e viu que não levava as flores e de tristeza, gritou uns palavrões, mas gritou com ele mesmo por ter perdido as flores.
Nao sei porque é que estão para aqui a inventar coisas...

Anónimo disse...

Isto a Norte está BRAVO, a Sul tudo mais tranquilo..........

Anónimo disse...

Vergonhoso o comunicado da AD Sanjoanense é preciso ter muita LATA ....Quanto a ti Nuno Batista nem percebo como é que uma pessoa com o teu perfil pactua com estes tipos ,já fui treinado por ti e sinceramente gostei tal como senti o mesmo quando agarraste o Agressor sim porque foste tu o primeiro a agarrar ,desde o primeiro momento que vi a claque futeboleira do teu clube a ameaçar os miúdos do Ginásio logo pensei que iria acontecer problemas,infelizmente assim foi ,palavras de ordem palavrões é comum nos nossos pavilhões agora o que aconteceu ,eu vi entendes....vi o puto a abandonar a claque seguido por mais 2 ,a entrar no campo direitinho aos árbitros e aí sim estiveste bem ,tiveste uma intervenção rápida senão teria sido bem pior,e foi pena porque o jogo até estava a ser bem arbitrado e a ser correto por parte dos jogadores,pena este comunicado...

Anónimo disse...

estranho e pouco compreensível, o branqueamento que se tenta fazer, dos acontecimentos no recinto da ad sanjoanense, até os jornais regionais, traduzem declarações de responsáveis do clube local, numa tentativa, original, de pressionar, quem vai ter de decidir, ou será que os responsáveis do clube não conhecem os regulamentos, e querem fugir ás suas responsabilidades, agora só falta dizer que os árbitros eram doidos e por isso não deram o resto do jogo, só espero que a decisão sirva de exemplo para qualquer prevaricador, seja ele de onde for, para eu poder continuar a ir aos pavilhões ver a minha modalidade, com a minha família, e sem ter receio de que alguns energúmenos, arranjem problemas, cobertos. os meus parabéns pelo que leio ao treinador da equipa da casa.

Anónimo disse...

Esta gentinha da Sanjoanensee sempre a mesma escudam se na claque do futebol para baterem nos jogadores agora até nos arbitros e chegam ao ponto de partirem as carrinhas dos adversarios,etc etc
O curioso é que quando vem jogar a Oleiros nao vem ninguem ou pelo menos ninguem os topa,os infelizes sao mauzoes é em casa pois fora sao uns cobardolas nem aparecem.

Anónimo disse...

É fácil levar 6 jogos de castigo e pagar 5000 euros

Anónimo disse...

Curioso e na expectativa para ver quantos Mauzões da Sanjoanense vêm visitar São Mamede de Infesta
São tão Cobardolas que nem um vai aparecer ,cá vos esperamos a ver se também vão fazer as cenas do costume.