gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 4 de dezembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 09 – 2016 / 2017

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, numa semana em que se realizaram alguns jogos em atraso para acerto de calendário, e alguns dos jogos que estavam pendentes relativos à 9. Jornada.

Hoje apenas referimos, que se estamos perante uma aposta no Andebol Feminino, para quando a existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
6.ª Jornada
Dia 03-12-16
Passos Manuel 22 – 22 Académico FC
7.ª Jornada
Dia 03-12-16
Alavarium 24 – 13 Juventude Mar
Dia 08-01-17
Passos Manuel - Colégio Gaia (18H00)
8.ª Jornada
Dia 03-12-16
Maiastars 24 – 30 Colégio Gaia
Dia 08-01-16
Juventude Mar - CS Madeira (16H00)
9.º Jornada
Dia 19-11-16
Juventude Lis 19 – 18 SIR 1.º Maio/CJB (J/Comentado)
Juventude Mar 15 – 36 Madeira SAD (J/Comentado)
Alavarium 20 – 17 Passos Manuel (J/Comentado)
Académico FC 20 – 33 Maiastars (J/Comentado)
Dia 01-12-16
Colégio Gaia 31 – 17 Santa Joana
Dia 07-01-17
CA Leça - CS Madeira (19H15)

Vamos falar apenas em 4 jogos, que são relativos, à 6.ª, 7.ª, 8.ª e 9.ª jornada, que tal como dissemos referem-se a jogos em atraso não só pela participação europeia das equipas portuguesas, como pelas diversas Selecções Nacionais, como ainda pela jornadas duplas que se disputam nas deslocações às Regiões Insulares, pu das equipas Insulares ao Continente. Tivemos um jogo que se disputou no dia 1, mas hoje falaremos sobre ele, lamentando que seja um encontro que deu origem á existência de relatório.

Sem grande surpresa o Colégio de Gaia, venceu o Santa Joana (Jogo com a existência de relatório), num encontro que apenas foi equilibrado nos primeiros minutos, com O Colégio de Gaia a assumir o comando do jogo e do marcador bastante cedo, e chegar ao intervalo a vencer já por uma margem confortável (14-7), nos segundos 30minutos não se alterou o ritmo de jogo, com a equipa de Gaia, a manifestar a sua nítida superioridade sobre a equipa maiata, terminando o encontro com uma mais que confortável vantagem, onde 11 jogadoras concretizaram golos, sendo Sandra Santiago com 6 golos e Patrícia Resende com 5 golos as suas principais marcadoras, enquanto Renata Pereira com 7 golos foi a melhor marcadora pelo Santa Joana. O Colégio Gaia fez praticamente jornada dupla ao defrontar no dia 3 no pavilhão Municipal da Maia a equipa do Maiastars que têm feito até ao momento e na nossa opinião uma excelente carreira nesta fase da prova, em jogo relativo á 8.ª Jornada, depois de uma primeira parte de grande equilíbrio que terminou com a equipa do Colégio Gaia a vencer pela margem mínima (12-11), mas com a equipa visitante a deslocar no marcador nos segundos 30 minutos e a vencer com um diferencial provavelmente inesperado. Com esta vitória a equipa do Colégio Gaia, mantêm-se nos lugares da frente embora com menos um jogo, aproximando-se do seu adversário de hoje. Diana Oliveira com 9 golos e Carolina Saldanha com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Maiastars, enquanto Sandra Santiago com 7 golos e Patrícia Lima com 6 golos foram as melhores marcadoras do Colégio Gaia.

No pavilhão da Quinta Marrocos, tivemos o jogo em atraso, relativo à 6.ª Jornada, entre o Passos Manuel e o Académico FC, duas das equipas que (na nossa opinião), procuram resultados que lhes permita a manutenção, e este encontro foi a prova disso mesmo, com um bom começo a equipa do Passos Manuel, comando o encontro e o marcador, durante os primeiros 30 minutos, e apesar da excelente réplica da equipa do Académico FC, o intervalo chegou com o resultado de 13-11, favorável ao Passos Manuel. No segundo período do jogo, as Academistas com uma excelente entrada, deram a volta ao resultado ao fazerem um parcial de 5-0, e colocam-se na frente do marcador, para a equipa do Passos Manuel, ser agora a sua vez de reagir, e após várias igualdades, e várias vezes com a equipa do Lima no comando, o encontro terminou com uma igualdade a 22 golos. Joana Pereira com 7 golos, e Andreia Paulo com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Passos Manuel, enquanto Barbara Gandra com 6 golos, Cristiana Alves e Ana Abreu com 5 golos cada foram as melhores marcadoras do Académico FC.

No pavilhão do Alavarium, disputou-se o jogo em atraso relativo à 7.ª Jornada, desta Fase da Prova, entre o Alavarium e a Juventude Mar, duas equipas com objectivos completamente diferentes, uma o Alavarium que é um dos pretendentes ao titulo nacional, e outra recém chegada à divisão, e essa diferença fez sentir durante os 60 minutos com a equipa do Alavarium a confirmar todo o seu favoritismo, ao chegar ao intervalo a vencer já por 13-5, diferença que lhe permitia, encara o segundo tempo com outra serenidade, e fazer uma completa gestão do resultado, do plantel e do jogo. E é um jogo que não nos dá muito mais para fazer comentários. Com os golos bastante repartidos, Mónica Soares com 5 golos foi a melhor marcadora do Alavarium, por sua vez Teresa Santos com 7 golos foi a melhor marcadora da Juventude Mar, de referir que nesta equipa apenas três atletas desta equipa marcaram golos. 

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (26 pontos), 2.º Alavarium (25 pontos), 3.º Maiastars (21 pontos), 4.º Colégio Gaia (20 pontos, - 1 jogo), 5.º SIR 1.ª Maio/CJB (17 pontos), 6.º CS Madeira (-2 jogos), e Juventude Lis (16 pontos), 8.º Santa Joana (15 pontos), 9.º Passos Manuel (14 pontos, - 1 jogos), 10.º CA Leça (-1 jogo), e Académico FC (12 pontos), 12.º Juventude Mar (10 pontos, - 1 jogos). 

O Noticias

2 comentários:

Anónimo disse...

O planeamento da FAP, sabe-se lá porquê, colocou a realização dos 1/8 Final da Taça de Portugal no dia 8 de dezembro, dois dias antes da realização de uma jornada dupla (10/11 dezembro).
Considerando que, nesta fase da prova, já estão excluídas da PO23 algumas equipas da PO09, este calendário, para além da sobrecarga que será realizar 3 jogos em 4 dias (!), cria uma situação de eventual alteração da verdade desportiva, porque as equipas que já estão eliminadas da prova apresentar-se-ão mais “frescas” para os jogos do fim de semana.
Aos responsáveis pela FAP exige-se, SEMPRE, a defesa da verdade desportiva!

Anónimo disse...

Filha de peixe sabe nadar... Patricia marca que se farta ou não fosse filha de quem é!