gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 31 – 2016 / 2017 – I – Actualizada

Crónica relativa aos jogos realizados na jornada disputada ameio da semana, que foi dividida por diversos dias, e que correspondem a 18.ª Jornada, que assinala a 5.ª Jornada da 2.ª volta.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

9.ª Jornada
Dia 22-12-16
Belenenses - ABC (19H00)
13.ª Jornada
Dia 18-01-17
Águas Santas – ABC (21H00)
16.ª Jornada
Dia 08-03-17
ABC - SC Horta (21H00)
17.ª Jornada
Dia 18-01-16
FC Porto - AA Avanca (20H30)
14-02-17
SC Horta - Ismai
18.ª Jornada
Dia 20-12-16
Benfica 28 – 29 Ismai
ABC 33 – 17 São Mamede
Dia 21-12-16
AA Avanca 34 - 26 Belenenses
Águas Santas 21 - 27 FC Porto
AC Fafe 28 - 27 Arsenal
Sporting 32 - 23 SC Horta
Boa Hora 21 - 30 Madeira SAD

Nova jornada a meio da semana, dividida em dois dias com demasiados jogos adiados o que provoca certamente uma completa distorção da realidade da prova, e da sua regularidade competitiva. Assim disputou-se a 5.ª Jornada da 2.ª volta, que conforme já referimos, com jogos da 1.ª volta por disputar, o que se poderá compreender como caso de exceção mas infelizmente não publicitado como o Regulamento Geral o obriga, porque envolve uma equipa participante em provas europeias. E que no seu começo teve um jogo com o resultado retificado em relação á 1.ª volta, e outro confirmado.Posteriormente tivemos dois jogos com ocorrências disciplinares, e os restantes jogos confirmaram o que se tinha verificado na 1.ª volta.

Actualização

Águas Santas 21 – 27 FC Porto

No Pavilhão do Águas Santas, muito bem composto de público, disputou-se o Águas Santas / FC Porto (jogo com ocorrências disciplinares) que foi quase uma fotocópia do jogo disputado na primeira volta, onde se verificou equilíbrio durante os primeiros 30 minutos, enquanto os jovens do Águas Santas, bem comandados pelo “veterano” António Campos (24% de eficácia) na baliza, foi conseguindo equilibrar o encontro, após um melhor inicio do FC Porto que vencia por 7-3 aos 13 minutos de jogo, mas que foi sendo perdulario nalgumas das suas acções atacantes, onde o seu atleta Rui Silva (5 golos, 63% de eficácia) foi na nossa opinião não só neste período como no restante do encontro o seu melhor atleta que que jogou e fez jogar e até pelo marcou. Enquanto Elias António (3 golos, 50% de eficácia) pelo Águas Santas era uma pura demonstração de como falhar completamente ao ataque, e de tal forma o equilíbrio foi evidente com a jovem equipa do Águas Santas a terminar os primeiros 30 minutos com uma igualdade a 12 golos. Segundo período de jogo totalmente diferente, com a entrada de Alfredo Quintana (48% de eficácia) para a baliza do FC Porto, que fechou autenticamente a mesma, cotando-se na nossa opinião como umadas mais-valias da equipa do FC Porto, de tal forma foi este segundo tempo onde existem dois período decisivos para o jogo, entre os 32 e os 42, quando a equipa maiata não marca nenhum golo e sofre um parcial de 6-0m ficando o resultado em 19-14 a favor do FC Porto, onde se destacava Gonçalo Rodrigues (5 golos, 100% de eficácia) a defender e a atacar e Miguel Martins com 4 golos e 80% de eficácia (este atleta com todas as qualidades que se lhe reconhece, escusa de teatralizar tantas vezes, pois só pode prejudicar a sua equipa), e o outro período de jogo situa-se entre os 50 e os 57 minutos quando o Águas Santas que vinha de um período de recuperação, volta a não marcar durante este período de jogo e sofre um parcial de 5-0, ficando a equipa do FC Porto a vencer pelo maior diferencial então registado (8 golos), com o resultado a situar-se nos 26-18, a seu favor. Nos minutos finais poder-se-á dizer que não existiu jogo e até Alfredo Quintana provoca a sua desqualificação, muito provavelmente por palavras dirigidas ao árbitro. Nesta altura jogo deve dizer-se que já o FC Porto controlava o resultado e geria o plantel (10 jogadores a marcarem golos), pela equipa maiata 11 jogadores marcaram golos. Uma palavra para o Delegado ao jogo que foi primeiro permissivo com os bancos, depois quando atuou, permitiu que o Águas Santas, devido a uma substituição mal feita ficasse com apenas 4 elementos em campo, quando deveria ter cinco, e nada disse e depois permite que o técnico do Águas Santas Peça um Time-OUT (aos 11,41 minutos de jogo), para apenas discutir com a mesa e nada lhe foi dito ou impedido ou sequer sancionado, o que lá estava a fazer, pergunta-se? A dupla de arbitragem que veio de Braga e era constituída pelos jovens Fernando Costa e Diogo Teixeira, foi demasiado passiva disciplinarmente e atuou sem critério uniforme, tanto na sanção progressiva como nos livres de 7 metros, para não falar na forma de julgamento das faltas de atacante, pergunta-se como é possível uma falta cometida aos 43 minutos e que provoca uma lesão de um atleta, após um total desrespeito pela Regra 8, não é sancionada, por outro como é possível um árbitro e a dar indicação de 7 metros e repente faz a homologação de golo (pelo menos duas fezes), uma actuação para refletirem.

Depois tivemos em Avanca um AA Avanca / Belenenses, que cuja vitória pertenceu aos locais, que desta forma confirmaram o resultado verificado no jogo da 1.ª volta, desta feita por uma margem bem mais dilatada. No entanto foi um encontro equilibrado durante o primeiro período de jogo, em que até se verificou alternância no marcador e diversas igualdades, atingindo-se o intervalo com a equipa da AA Avanca a vencer por um diferencial de três golos (19-16), para no segundo tempo dominar por completo o jogo, podendo controlar o marcador até aos 53 minutos em que vencia pelo mesmo diferencial, para de pois arrancar para o resultado final diante uma equipa que não correspondeu ao que se esperava, face às melhorias que se tinham verificado ultimamente. Grande diferença na prestação dos guarda-redes das duas equipas enquanto pela AA Avanca, Alejandro Carreras (62% de eficácia) e Luis Silva (36% de eficácia foram nitidamente superiores aos colegas de posto no Belenenses onde João Moniz com 33% de eficácia foi o mais produtivo, enquanto Miguel Espinha não ia além dos 23%, Pedro Veitia com 8 golos (73% de eficácia), e Nuno Carvalho com 6 golos (86% de eficácia), foram os melhores marcadores da AA Avanca, por sua vez Nuno Roque com 6 golos e 55% de eficácia, juntamente com Carlos Siqueira (56% de eficácia), e Gonçalo Ribeiro (33% de eficácia), ambos com 5 golos cada foram os melhores marcadores do Belenenses.

No Municipal de Fafe, tivemos um dérbi minhoto, no AC Fafe / Arsenal (jogo com ocorrências disciplinares), e que terminou com a vitória pela diferença mínima da equipa visitada, que assim conformou igualmente a sua vitória no jogo da 1.ª volta. A equipa de Fafe comandou praticamente o marcador durante os 60 minutos de jogo, chegando ao intervalo a vencer por 16-14, e já no segundo tempo chegou a estar na frente do marcador por 4 golos de vantagem, como por exemplo aos 38 minutos quando vencia por 20-16 e aos 48 quando vencia por 25-21, mas a equipa bracarense que posteriormente sofre duas desqualificações, respondeu sempre a propósito e de pois de aos 54 minutos chegar a apenas um golos de diferença, nunca se deixou distanciar em demasia, e termina sofrendo o golo que ditou a diferença final a ser por si marcado nos momentos finais do encontro. Belmiro Alves com 11 golos (75% de eficácia), e João Fernandes (6 golos (100% de eficácia), foram os melhores marcadores do AC Fafe destacando-se ainda o seu guarda-redes Miguel Marinho com 30% de eficácia), no Arsenal André Caldas (7 golos e 78% de eficácia) e Manuel Sousa (6 golos, 60% de eficácia), foram os seus melhores marcadores.

No Casal Vistoso, realizou o Sporting /SC Horta, que terminou com a vitória do Sporting, que desta forma confirmou o resultado verificado na 1.ª volta. De salientar que neste encontro sedava a estreia ao comando da equipa insular de Rui Santos que substituiu Filipe Duque. O Sporting entrou mal no jogo e aos 4 minutos de jogo o SC Horta vencia por 3-1, com os Insulares a realizarem um interessante jogo chegavam aos 29 minutos de jogo a perderem apenas por um golos de diferença para o intervalo chegar em14-12 favorável ao Sporting, que mais uma vez estava a desiludir. Segundo de cariz completamente diferente forte melhoria do Sporting quer a defender quer a atacar, e foi progressivamente aumentando a diferença, para no final se situar em 9 golos. Para esta melhoria mito contribuíram Pedro Solha (7 golos, e 88% de eficácia) e Frankis Carol (5 golos, e 71% de eficácia), e a equipa com acabou por ter 11 atletas a marcarem golos. No SC Horta, Angel Noris (6 golos, 75% de eficácia) e Edgar Landim (5 golos, e 50% de eficácia) foram os seus melhores marcadores.


No Pavilhão Fernando Tavares, tivemos mais um jogo onde foi confirmado o resultado ocorrido durante a jornada homóloga da 1.ª volta, o Boa Hora / Madeira SAD, que terminou com nova vitória da equipa madeirense sobre o neo-divisionário do Boa Hora. Jogo totalmente controlado pelo Madeira SAD que comandou o marcador e o jogo durante os 60 minutos de jogo, construindo um resultado seguro cujo diferencial se foi acentuando ao longo do tempo de jogo, de tal forma que ao intervalo já venciam por 17-11, com a equipa visitada sem soluções para os problemas apresentados pela equipa de Paulo Fidalgo, que chegou a estar a vencer por 12 golos de diferença aos 52 minutos (29-12), para nos minutos finais gerir resultado e dar tempo de jogo aos menos utilizados. Forte diferença nas balizas, no Madeira SAD, Yusnier Giron com 47% de eficácia, enquanto no Boa Hora Tiago Moreira se situava nos 28%. Na equipa do Boa Hora Bruno Ferreira com 5 golos e 63% de eficácia foi o seu melhor marcador, enquanto Fábio Magalhães com 7 golos (64% de eficácia), João Gomes (100% de eficácia), e Nuno Silva (60% de eficácia), ambos com 6 golos foram os melhores marcadores do Madeira SAD

Benfica 28 – 29 Ismai

Jogo disputado num pavilhão da Luz quase “nu”, e onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta na jornada homologa, e que constitui uma grande surpresa da jornada, com a vitória da equipa do Ismai, que fez um andebol, onde jogou como equipa, foi mais consistente durante todo o encontro, mais acretiva no ataque e que na baliza contou com um guarda-redes que encheu o campo, e foi o grande responsável da vitória da sua equipa, Reyniel Nelson (38% de eficácia), referimos Manuel Borges que também esteve bem (46% de eficácia), mas apenas 14 minutos em jogo, que para culminar a sua excelente prestação competitiva, defendeu o livre de 7 metros, aos 60 minutos de jogo, no único livre de 7 metros que o melhor jogador do Benfica na nossa opinião Belone Moreira (9 golos, 64% de eficácia)) não converteu. O Benfica que se apresentou demasiado ansioso e precipitado em especial no ataque e se tornou bastante previsível a defender, sem Hugo Figueira (24% de eficácia) nos seus dias apesar das boas indicações dadas aquando da sua reentrada no jogo cerca dos 38 minutos. O Ismai que terminou o encontro com menos dois jogadores e sofreu os últimos dois golos de na conversão de livres de 7 metros. Teve ainda em Pedro Vieira com 6 golos (100% de eficácia) e em Blanco com 5 golos (mas apenas 38% de eficácia), jogadores preponderantes no ataque onde Miguel Alves (4 golos, 50% de eficácia) foi na nossa opinião dos seus melhores elementos, no Benfica seriamos injustos senão destacássemos o trabalho de Paulo Moreno (6 golos, 86% de eficácia) quer a atacar quer a defender, com um rendimento bem superior ao dos seus colegas, onde se nota a falta de Tersic (lesionado). Dirigiu o encontro a dupla aveirense constituída por Mário Coutinho e Ramiro Silva, que poderiam e deveriam ter realizado trabalho mais positivo em especial na aplicação do critério da sanção progressiva e na lei da vantagem

No Flávio Sá Leite realizou-se o ABC / São Mamede, que foi um jogo de total superioridade da equipa bracarense, que comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 17-6, resultado completamente elucidativo, da diferença entre as equipas e ao mesmo tempo do erro que é esta fórmula de disputa com 14 equipas. No segundo tempo a equipa do ABC limitou-se a gerir o jogo, o plantel e a aumentar progressivamente a diferença que se cifrou em números finais incríveis para uma 1.ª Divisão Nacional. E os números não foram mais dilatados porque na baliza do São Mamede Rui Pereira ainda defendeu dez remates (23% de eficácia), no ABC onde 10 jogadores marcaram golos, temos de destacar, Pedro Spínola (7 golos, 78% de eficácia), Pedro Seabra Marques (6 golos, 86% de eficácia), e Diogo Branquinho com o mesmo número de golos (75% de eficácia), e deveremos ainda referir a eficácia dos guarda-redes utilizados, Humberto Gomes (53%) e Cláudio Silva (45%), no pouco tempo que esteve em jogo. No São Mamede não se deve deixar passar em claro os 6 golos de Vasco Marques (86% de eficácia).

A Classificação está assim ordenada: - 1.º FC Porto (51 pontos, -1 jogo), 2.º Sporting (50 Pontos), 3.º Benfica (46 pontos), 4.º ABC (39 pontos, -3jogos), 5.º Madeira SAD (38 Pontos), 6.º AA Avanca (-1 jogo) e Águas Santas (-1 jogo) (35 pontos), 8.º AC Fafe e Boa Hora (32 Pontos), 10.º Ismai (29 pontos, -1 jogo), 11.º Belenenses (28 pontos, -1 jogo), 12.º Arsenal (26 pontos), 13.º SC Horta (23 pontos, -2 jogo), 14.º São Mamede (20 pontos). 

O Banhadas Andebol

26 comentários:

Anónimo disse...

Grande vitoria do ISMAI , pois como e que o Benfica continua co este espanhol a frente da equipa mas ninguem ve que os jogadores ja estao fartos dele , segundo como é que o benfica tem emprestado o Goncalo Ribeiro e o Espinha e o Ferro ao belenenses pois estao a fazer muita falta ao plantel do benfica e mais depois dquilo que se passou no sabado passado no pav do Restelo acabava ja o emprestimo mas sera que os dirigentes do andebol do benfica andam a dormir , mais um ano que foi deitar dinheiro ha rua

Anónimo disse...

Enquanto o Professor Carlos Cruz for o dono da quinta é com isto que podemos contar! Um homem que foi corrido da Federação por falta de qualidade está a liderar a modalidade no Benfica por alma de quem? As asneiras ano após ano nao chegam para correr com ele?
A equipa B do Porto veio ganhar ao Benfica com um treinador Português.Uma equipa de Braga com um orçamento ridículo veio ganhar ao Sporting com um treinador Português e nós e o Sporting andamos armados em finos, a contratar treinadores estrangeiros de meia tijela, atletas estrangeiros carissimos de meia tijela que não fazem a diferença e nao ganhamos nada! Mas com o male do Sporting posso eu bem, com o do Benfica é que me dou muito mal.
Caro professor Carlos Cruz: sabe que os atletas que ontem o derrotaram ganham subsidio de alimentação e pouco mais? Você já viu que dos atletas estrangeiros contratados nos últimos anos pelo Benfica não sobra um de qualidade para podermos por na montra? Como jusifica que com um orçamento igual ao do Porto ande sempre a perder inclusive agora com uma das equipas b do Porto? Porque não se demite? Faça-nos lá esse favor!
Meu querido Benfica: há um treinador que teve muito sucesso no Porto e que está livre. Chama-se Obradovic!

Anónimo disse...

Em Braga o jogo foi penoso para o ABC, pois estar em campo com duas equipas miseráveis (S. Mamede e Arbitragem) não dá prazer nenhum com toda a certeza, tornando-se o jogo uma grande seca para os jogadores e publico.
Valeu o facto de estar em campo um "palhacito", de nome artístico INEM, que animou e divertiu o público presente... talvez uma prenda de Natal da organização do jogo, prevendo o serão sonolento, para compensar o publico presente. Foi bem pensado, mas um moscatel e uma banana para ensaiar a Tradição do Bananeiro teria sido mais genuíno e com mais substrato...
Bom Natal para todos!

Anónimo disse...

O que alguns jogadores irregulares do Benfica NÂO fizeram é grave! Grave e escandaloso! Os critérios pelos quais se vão buscar jogadores em termos de formação, dizem-nos haver interesses instalados, vulgo cunhas. Dos jogadores emprestados dá toda a sensação que nenhum vai pegar de caras. Vai ser preciso que sejam emprestados! È preciso estudar e conviver com um miudo quando começa e, ir acompanhando. dos bons quantos são regulares? Quantos atingem o escalão senior? Quantos possuem mentalidade para alta competição? Mais que não se entende é que há gente que continua após falhanço total. Como entender que um sr. que não tem nada pra dar, é quem comanda todo andebol? Desculpem mas nem sei o nome?

Anónimo disse...

O Benfica continua a ser dominado por pessoas que se servem do clube em vez de o servirem.
Carlos Cruz é um deles talvez o líder mas há mais.
O critério de contratações é feito por catálogo através de um saco azul sem fundo.
O dinheiro que se paga ao Carlos Cruz dava para contratar dois bons jogadores. A única solução é varrer a sala e correr com este senhor. Além do dinheiro que ganha é um veneno.
A direcção do clube deveria estar atenta ao que se passa na única modalidade que dá prejuízo.

Anónimo disse...

Não me devo enganar mas, com o ABC fora da Champions, o Porto vai ter com quem lutar. O Sporting é um leão de papel e, o Benfica é um bluff. Boas festas!

Anónimo disse...

Professor Carlos Cruz vá embora por favor! Você nao presta mesmo só estraga!

Anónimo disse...

Falem mas é dos castigos. O que se passa com os castigos é vergonhoso. Vejamos os critérios, um jogador pratica uma ação considerada de prática de jogo perigoso e é desqualificado apanhando 4 jogos (atleta do FCP).Fábio (CFB) apanha 4 jogos. O jogador do ABC(Grilo) faz pratica de jogo perigoso, é desqualificado e nem repreensão, para não falar dos outros jogadores no mesmo jogo(Sporting-ABC)com repreensões ,etc. Este jogador Michal Kopco não apanha castigos porquê, é só ver os jogos em que passa o tempo todo a bater e nada acontece.

Anónimo disse...

Ao contrário do que disse o Paulo Faria do Aguas Santas, o Porto jogou com 8 estrangeiros e não 10. E o Aguas jogou com 5 jovens dos escaloes e nao 9. Graças a Deus que não é treinador nas camadas jovens.

Anónimo disse...

O benfica tem que ir buscar ja os jogadores que estao emprestados ao belem , pois tem mais qualidade do que muitos que estao la

Anónimo disse...

Parabéns Kopco, és pago a peso de ouro e ainda gozas com isto! Será que os assobiadores vêm jogos e os analisam?... È que tu bates empurras sorrateiramente e, procuras o contacto tirando dividendos com livres de 7 metros. Curioso o teu riso rasgado após, assim como estares a apontar em algumas situações! vales-te da força de lutador de Whrestling e quando levas o outro ao chão sais por cima a sorrir! Continua nunca serás excluído! Ontem mais uma vez o Sporting tinha atrás da mesa um árbitro no ativo!!! Não! Não é para pressionar que lá está este sócio do Sporting... Já sei que vão dizer que sou do ABC! Achei piada a ontem na marcação de faltas os apitadores terem deixado o Sporting seguir logo, obtendo assim três golos! Regras diferentes...
O que se passa com a FAP? Não tem imagens do fim de jogo Sporting-ABC? Ofereçam um bolo-rei ao Gomes e Grilo e ao Emanuel dois! Ao Kopco outro e áquele rapaz de cabeça rapada do Sporting (37) ofereçam um nariz vermelho e umas luvas de boxe em ouro. As associações de cegos não têm mãos a medir...

Anónimo disse...

Alguns sócios e adeptos de andebol do meu Belenenses, são contra tudo e até a sombra! Querem voltar aos tempos de jogadores a ganhar balurdios? Por isso andamos á rasca e a contar os centimos! Não querem jogadores de outros clubes emprestados? Invadem o Facebook com larachas para quê? Se não sabem gerir fiquem em casa a ver novelas que, agora até há umas faladas em Português. Se fossem dirigentes queria ver... O ABC põe a rodar no Arsenal. O Porto no ISMAI e AVANCA. È natural e lógico que, fiquemos com promessas de Benfica e Sporting! Ou então ponham dinheiro!

Anónimo disse...

Os empréstimos do Benfica revelam algo! O que andam a fazer Tiago Ferro e Ivo pelo Belenenses? Isto revela o desnorte e incapacidade e para o Belenenses, um gasto acrescido em água e luz!
O Benfica melhorou e acertou nas contratações mas, para quê o Castro? O Benfica não possui dentro de si pessoas capazes?
Factual só o Donner já não poder treinar! È que nem nunca se esteve perto de ganhar nada. Porque não se mudam pessoas. No meu caso conheço quem diga que "enquanto X estiver lá, o meu filho não vai para o Benfica" Sintomático!

Anónimo disse...

RESUMINDO E CONCLUINDO:

1-Há gente que quer Treinador e não tem capacidade mínima para estar a dirigir na P001 São vários uns vão saindo outros tenta receberam algum mas está difícil porque saem e não volto!

2-Há dirigentes que andam nos Clubes e estão descartados e fizeram um trabalho positivo mas terminou o Prazo!.
3-Hás Dirigentes Associativos que não têm calendário desportivo mas continuam a manter-se no Poder vazio só para estarem presentes das Assembleias da FPA, preferível juntar associações e fazer um trabalho sério!

4-Há jornalistas há anos a escrever da mesma maneira e o andebol na comunicação social internacional evoluem imenso preferem dar estágio a jovens jornalistas e com passado pode pratica desportiva!

Anónimo disse...

"e ao mesmo tempo do erro que é esta fórmula de disputa com 14 equipas"

6 FC PORTO 38-21 DELTA / BELENENSES

17 BOA HORA FC / ROFF 17-39 SPORTING CP

25 SC HORTA 20-38 ABC/UMINHO

32 ABC/UMINHO 29-38 SPORTING CP

Ia colocar mais e só os que seriam por mais de 15 golos ... mas depois cheguei a este de 9 e pensei que se calhar deveriamos só ter um campeonato a 2 equipas ...

Anónimo disse...

Com gente assim nada se pode esperar! O que vi ontem no pav. das Olaias é vergonhoso e triste. Os adeptos do Sporting são um grupinho a um canto que, nem deve dar para pagar o aluguer do pav. Municipal! As pessoas são as mesmas desde o diretor da modalidade a meia duzia de empregados. A equipa que nos prometeram e alguns acreditam ser para vencer tudo, revela estranhos comportamentos. Os outros vão provocando dizendo que, com aquele encarregado-geral nenhum jogador fica melhor, nem os veteranos nem os jovens. Não são capazes dum jogo estável de principio a fim. Vamos ganhando mas sabemos que, quando for a decidir se calhar nada. Pior a prespectiva de falencia financeira na modalidade, ensombrada pelos gastos astronómicos, umas vezes lógicos e com arriscar, outras totalmente escandalosas. Tanto ano sem ninguém intervir é que é incrível! Se este "projecto" falhar, qual o próximo? Pagar erros ou outras coisas, são os mesmos de sempre. Era tempo de mudarmos!!!

Anónimo disse...

aquele delegado no águas santas, era certamente um passarinho como os árbitros, esteve bem, quero dizer bem mal, acabem com a fantochada, por favor ganhávamos todos e o andebol tambem

Anónimo disse...

22 de Dezembro de 2016 às 11:54
Subscrevo o erro de o aumento de 12 para 14 Clubes mas o tema do aumento nunca foi explicado pelos responsaveis da anterior Direcção do Ulisses Pereira, que introduziu o PLAY-OFF para tirar aumentar as probabilidades de insucesso do Porto e consegui em parte e assim tivemos o ABC Campeão! que chatice mas o objectivo era o Benfica Campeão e esteve quase!
Mas o problema estrutural e as inscrições irregulares de naturalizados é mesmo caso de policia.
O Porto alem de uma equipa com 10 estrangeiros(2 naturalizados) tem a equipa B na 2ª Divisão,C-Avanca,D-Ismai,E-Gaia F-Ac.Viseu !!!!!
nem num país africano do petróleo!

CORRIGIR MEUS SENHORES OS CUBANOS SÓ VIERAM AJUDAR A CRESCER O ANDEBOL DO NORTE! E TODOS OS CUBANOS TEM CONTRATO COM O PORTO 18 E EXCEPÇÃO DO FRANCIS DO SPORTING.

Anónimo disse...

Se no futebol temos diariamente comentadores de arbitragem e badalhoquices, todos os dias, no andebol apesar de pavilhões desertos e desinteresse das tv´s, se luta pelo poder, apesar do total amadorismo. Os casos desta jornada vão de agressões encobertas a mau\péssimo comportamento em recintos. Os casos de mesas decorativas passaram todos os limites! As contrariedades e modos de atuar de arbitragens são incríveis! Havendo imagens de tanta coisa é incrível que vamos para as festas, sem que se tenham tomado medidas. È que depois as coisas pioram e, tornam-se incontroláveis!
Não bastava um campeonato aumentado em dois clubes que, veio mostrar ainda mais a precaridade do funcionamento do andebol Luso?

Anónimo disse...

Sinto nojo deste andebol de trapassas!!! Por isso este ano ainda não meti os pés num pavilhão! Cansei-me! Até porque já nem tem piada nem imprevisibilidade!

Anónimo disse...

O delegado João Moreira é muitíssimo franco. Foi um árbitro muito fraquinho, um péssimo observador (sendo em ambos os casos corrido pelo CA) e queriam agora que ele fosse um delegado com qualidade?
Os delegados são no geral muitíssimo fracos. Quando o critério do CA não é a competência mas sim ser membro da Assembleia Geral ou ser amigo do Buda, temos gente tão incompetente como o Joaquim Coelho, Mário Bernardes, etc.

Anónimo disse...

HAVERÁ MANEIRA DE ALGUÉM ME EXPLICAR O PORQUÊ DO JOGO BELENENSES-ABC SER NESTA DATA\HORA? SE O BELENENSES JOGOU NA NOITE ANTERIOR A 300 KMS, COMO SE PODE MARCAR UM JOGO NESTAS CONDIÇÕES? OS ATLETAS DO BELENENSES SERÃO PROFISSIONAIS? CONHEÇO ALGUNS E NUNCA SOUBE DE TAL... OU VIAJARAM DE AVIÃO? SEI QUE ALGUNS NÃO GANHAM PARA COMER DECENTEMENTE...

Anónimo disse...

No jogo Àguas santas-porto futebol clube passaram-se cenas que, provam a incompetencia e imobilidade no andebol. Qual o papel da mesa no andebol? PREJUDICAR O GRANDE E TOTALITÁRIO PORTO DOS FUTEBÓIS, ISSO NEM PENSAR! Eles comem tudo e não deixam nada! Ou se deixam é para os afilhados, ou enteados a quem deixam os restos...
Que imagem da n federação terão lá fora, com esta palhaçada triste e outras como os Cubanos á tonelada?

Anónimo disse...

A peça de teatro que se passou no Àguas Santas: Futebol Cubanos e Porto é grave! O jogo passou no canal Porto, o que até me admira. Os casos e mais casos de arbitragem e mesa, foram de bradar aos céus! Os directores do clube da casa não podem deixar passar estas situações humilhantes sem comentar! Por vezes não concordo com Paulo Faria mas, teve razão em algo. Será que o Futebol Cubanos e Porto manda nisto tudo? Há árbitros com medo do quê?

Anónimo disse...

Nao entendo tanta alergia ao porto!!!
Quando ganha e tudo e mais alguma coisa quando perde nao se fala nada.

Fico a saber que em Portugal nao sao permitindos estrangeiros (cubanos brasileiros servios) sera racismo ou xenofobia?

Tem visto as melhores equipas ?? Os jogadores sao de que nacionalidades???

Para mim qualquer jogador que acrescente qualidade ao nosso campeonato e que o ajuda a evoluir que venham...

No assunto das equipas b nao percebo o problema no passado ano o belem e o passos tinham varios jogadores de que clubes??
Nao foi o ismai que por pouco nao ganhava a equipa que todos odeiam pela sua clubite?

Criterios??no aguas porto quantas exclusoes para os 2?quanta a diferença. R. Costa alerta o arbitro leva amarelo. Paulo faria grita para a mesa leva zero!!critérios

Victor alvarez e fabio semedo 4 jogos
Grilo e kopco zero . Critérios

Agora quintana vamos ver.....

Tantos miudos sao castigados por atitudes erradas e ao ver esta diferença o que ficaram a pensar???

E assim que queremis evoluir o nosso andebol e o nosso campeonato??

Anónimo disse...

ao anónimo 22 de dezembro de 2016 às 16:14

Meu caro tem de ir ao oftalmologista porque o que se viu foi uma dupla fraquinha, fraquinha, mas com critérios espetaculares. Então é permitido que o Paulo Faria faça o que fez sem qualquer punição, mas o treinador do Porto no que se viu mesmo com repetição já mereceu amarelo. A disciplina foi também muito bem aplicada, ou seja uns podem puxar, empurrar, bater que está tudo bem, mas para os "cubanos" do Porto já é proibido acabarem os jogos. Proponho que sejam todos desclassificados, pode ser assim que o ABC, SLB,SCP sejam todos campeões, só não conseguem é que os melhores clubes da europa reconheçam o seu mérito e dos seus grandes jogadores. O Porto de antigamente já tinha partido a louça toda com os critérios dos castigos aplicados que são uma vergonha.