gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

PO22 Super Taça Masculina - Época 2016/2017 - I

Esta época voltamos a normalidade competitiva, com a Super Taça Seniores Masculinos, a ser disputada no início de época, juntamente com a Super Taça Feminina, o que se saúda. Como a transmissão de através da Bola TV e da Andebol TV.

BENFICA VENCEDOR DA SUPER TAÇA MASCULINA
(SUCEDE A ABC)

PO22 - Super Taça Seniores Masculinos

ABC 24 – 25 Benfica

A prova que foi disputada no renovado Pavilhão Antoine Velge em Setúbal, entre duas equipas, que fazem parte da história da modalidade, o Benfica e o ABC (vencedor da última Edição), o pavilhão apresentava uma excelente moldura humana, embora o calor e humidade no recinto, fossem (na nossa opinião), responsáveis por algumas das falhas técnicas cometidas por ambas as equipas ser superior ao normal, esta factor não retira nem a competitividade nem a emotividade, nem o grande equilíbrio com que o jogo foi disputado na maior parte dos 60 minutos. Não nos poderemos esquecer que este foi o 8.º jogo consecutivo em competição oficial entre estas duas equipas. Venceu a equipa que tev mais calma nos momentos finais do encontro.

Foi um encontro disputado na maior parte dos 60 minutos, com um surpreendente equilíbrio, não só no marcador, mas até nos bons momentos de andebol praticado pelos intervenientes no jogo, que serviu na sua plenitude para a divulgação da modalidade. No entanto foi um encontro onde alguns dos seus elementos foram autênticos destaques, se Humberto Gomes na baliza do ABC foi uma autêntica muralha, do outro lado tivemos no segundo tempo um Hugo Figueira que foi um dos responsáveis da vitória do Benfica, pelas intervenções que fez em momentos decisivos do encontro. O resultado foi de grande equilíbrio até cerca dos 18 minutos, quando se registava uma igualdade a 10 golos, a partir deste momento o ABC assumiu o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 15-13, a maior vantagem que existiu nos primeiros 30 minutos. Nos segundos 30 minutos com Pedro Seabra Marques (5 golos) de um lado a jogar a fazer jogar e a marcar, e do outro lado Belone Moreira (3 golos), a fazer o mesmo e assistir de forma excelente para os 6 metros, mesmo com a desqualificação prematura de Nuno Grilo, o ABC comandou o marcador e o jogo até cerca dos 56 minutos, quando vencia por 24-23, depois de ter uma vantagem de quatro (4) golos aos 50 minutos vantagem máxima de uma equipa durante o jogo, permitiu que o Benfica nos últimos 6 minutos de jogo fizesse uma parcial de 5-0, que lhe deu a vitória pela diferença mínima. Deve-se ainda destacar pela sua eficácia, e pela forma como conseguiu bater por diversas vezes Humberto Gomes um dos reforços do Benfica de seu nome Fábio Vidrago com 5 golos e o melhor marcador da sua equipas, que teve 10 atletas a concretizarem golos, tal como o ABC que teve 9 atletas a concretizarem golos, o que diz bem da forma como os seus técnicos geriram os seus planteis. O jogo nos 6 metros foi uma das grandes valias deste encontro onde tivemos um Hugo Rocha pelo ABC e Ales Silva pelo Benfica, ambos com 4 golos, a terem excelentes prestações competitivas. Uma última referencia para o facto de o ABC ter disputado os últimos minutos de jogo praticamente sempre com mesmos um jogador de campo. Dirigiu o encontro a jovem dupla Internacional de Leiria, constituída por Daniel Martins e Roberto Martins, que na nossa opinião apenas teve um senão que foi o exagero da desqualificação com relatório de Nuno Grilo aos 27 minutos de jogo, pois a sua falta não é intencional, e não se enquadra nas desqualificações directas com relatório. Sem esta situação teria sido na nossa opinião uma excelente arbitragem.

Nota final negativa, para a claque do Benfica que situada num dos topos do pavilhão mais uma vez teve um comportamento muito pouco digno após o términus do encontro, com a existência mais uma vez de fumos dentro do pavilhão.

O Noticias

24 comentários:

Anónimo disse...

Dois momentos que marcam o jogo:
1 - A desqualificação do Grilo. São conhecidos os problemas de Eledy Semedo. Longe de mim pensar que simulou o desmaio que, como é sabido, já lhe aconteceu, infelizmente, por diversas vezes ao longo da carreira. Mas a questão nem é essa. A falta do Grilo, a ter ocorrido, não pode ser sancionada com desclassificação. O ABC perdeu, prematuramente, o seu melhor atirador. Estou certo que o Benfica não passará a utilizar esta debilidade do seu jogador para conseguir estas vantagens...
2 - A conversa tida por Goulão com os irmãos Martins aquando do tempo pedido por Resende aos 23.30 m da 2ª parte. A partir daí os árbitros trataram de "equilibrar" o jogo, com suspensões sucessivas de atletas do ABC, marcação de faltas atacantes ao pivot, etc. Ainda gostava de saber o que foi dito...

Anónimo disse...

Revi agora o jogo no AndebolTV. O Nuno Grilo não faz, sequer, falta no lance que dita a sua desclassificação. Vão lá ver, por volta do minuto 27 da 1ª parte, e digam da vossa justiça. A incapacidade momentânea do Eledy Semedo, que se lamenta, não pode ser imputada ao Grilo. Este lance teve, parece-me evidente, influência importante no decorrer do jogo.

Anónimo disse...

Claque do Benfica: mais do mesmo...
... e os responsáveis federativos a assobiar para o lado, como de costume!

Anónimo disse...

O ABC perdeu o jogo por incapacidade própria nos ultimos 5 m... Esta é a verdade. Mas que houve ali mãozinha grossa dos manos naqueles 5m também é verdade...Influência clara neste período, bem como na exclusão do Grilo.
Parabéns ao SLB. Parabéns ao ABC. Proporcionaram um bom jogo e têm dois grandes senhores no banco a orientar as suas equipas.

Anónimo disse...

Um bom jogo de inicio de época com ascendente do ABC

FACTOS:
1- até ao momento do Cartão Vermelho directo ao Nuno Grilo num bloco feito ao Semedo do Benfica!!!!!!
2-O ABC mandou no jogo até 24' pediu um "time out" e parece um milagre.
-Tudo mudou a mão ou a conversa do Antº Goulão com a Dupla no TIME-OUT do ABC, foi clara... raramente jogou com 7 em campo mas sim com menos 1!
-A dupla perdeu alguma tranquilidade porque os comunicadores em jogo não tinha pilhas! e passaram a arbitrar a moda antiga....
Jogo para recordar e atender as verdadeiras situações que se verificaram...
Começou mal a época e dá-se a situação caricata:
-A melhor dupla do Ano premiada na noite anterior estava lá mas não foi convocada?
-A dupla portuguesa que esteve no RIO16 estava em forma mas não foi convocada!
-A dupla em inicio de época e em má forma foi convocada e vulgarizou o jogo, isto é foi a pior equipa das 3!
Zé Ferreira

Anónimo disse...

A intervenção do delegado António Goulão, só por si, nada teria de estranho. Os delegados têm essa prerrogativa.
O que se tornou estranho foi a mudança de atitude da dupla de arbitragem.
Ou Daniel e Roberto interpretaram mal a conversa de Goulão como uma reprimenda ou houve mesmo uma intervenção evitável do delegado, o que não é virgem em Portugal. Isto é, mostrar cara de mau e dar ordem para que os árbitros mudem de táctica.

Se Eledy Semedo tem problemas físicos que o levaram, ontem e noutros jogos também, ao desmaio, é urgente ver o que se passa com ele. Para seu bem. É obrigação do clube que representa fazer tudo para que se possa aferir do estado de saúde de um seu jogador.
Em última instância deve a Federação impôr a realização de exames auxiliares de diagnóstico, suspendendo a acção desportiva do atleta até que tudo fique esclarecido.

Não houve motivo para a desqualificação de Nuno Grilo. Exagerada, por isso, a decisão disciplinar da dupla de arbitragem.

O jogo foi ... assim assim.

Anónimo disse...

Para inicio de época foi um bom jogo, pelo menos com alguma emoção.
Os árbitros não estiveram bem, pois falharam na desqualificação do Nuno Grilo e não só, nos minutos finais fizeram protecção ao Benfica, com exclusões que marcaram o vencedor, duas quase seguidas ao ABC.
O Carlos Resende não esteve bem com aquele Time Out, pois deu "oxigénio" a uma equipa que estava perto de levar o KO.
Estes árbitros e outros tem que acabar com a forma incorrecta de equilibrarem os jogos, quem tem essa missão são as equipas.
O Sr. Goulão não pode nem deve intervir no jogo, a não ser em questões de organização e controle dos bancos, assim como na contagem dos ataques aos jogadores que se lesionem.
O ABC perdeu por culpa própria, esteve 8 minutos sem marcar um golo e sofreu 5, quem assim joga sujeita-se a perder e perdeu mesmo.

Anónimo disse...

A chave do jogo foi o time out pedido por carlos Resende: a ganhar por 4 a 6 minutos do fim, pede um time out e perde o jogo. A partir desse momento deixou o Figueiras brilhar com algumas boas defesas e foi-se a taça.
Conclusão: o time out foi extremamente benéfico para o Benfica!
Ao meu lado comentava-se: o Resende nao está satisfeito por estar a ganhar por quatro e vai entregar o jogo. Nao é que entregou mesmo?

Anónimo disse...

Já agora os responsáveis da Federação também distribuem prémios em calções, ou será que a função deixou de ter dignidade, agora foi de calções mais já foi com uma camisola do rugby, e esta heim

Anónimo disse...

Já muito foi dito sobre a desqualificação e que não levanta dúvidas o erro dos árbitros. Certa a decisão dos 7mts porque o jogador está dentro da área. Chamo apenas a atenção para o facto do Eledy Semedo executar o salto sempre com um movimento ascendente desprotegido, ou seja fá-lo de forma desequilibrada pelo que qualquer toque na fase final da ascensão vai dar queda desamparada. A ver vamos...

Anónimo disse...

Pobre andebol em que a melhor equipa até foi a de arbitragem mas... aquela do Grilo estragou tudo! Jogador faltoso e a roçar o maldoso em alguns jogos mas no lance da expulsão nem falta fez! È pena pois mancha-se a equipa que fezmais por ganhar, O ABC tem aquele andebol no limite da falta e a roçar o teatro e o que e certo é que enerva o oponente. O Benfica tem um lateral direito um poucp baixote... não era melhor a ponta? Saí feliz porque no andebol são os dois clubes meus preferidos!Apitou a melhor dupla nacional para mim!

Anónimo disse...

Numa equipa como a do ABC e frente a uma defesa estruturada e forte (como a do SLB foi) sem Grilo e sem Spínola (ele deve ter ficado algures mas não foi a Setúbal...)era muito difícil fazer melhor pois são baixas muito significativas naquele modelo de jogo. No entanto fizeram muito e bem, e só de facto uma menos feliz decisão do time out e aquele indisfarçável ralhete do Goulão deram ao SLb o fôlego que lhe estava a faltar...
Bom jogo. Seabra mostrou a sua liderança, qualidade e o porquê do seu (justo) pr+´mio e Hugo mostrou que deveria ter estado no palco do Luísa Todi como nomeado.
BOA SORTE PARA O ABC na ronda europeia...É Portugal que lá está e eles merecem...e parece-me que terão qualidade para nos proporcionarem depois em Braga bons jogos da Champions.

Anónimo disse...

Mariano justificou as palavras de Resende na Gala...

Anónimo disse...

Um super Taça com uma novidade na arbitragem!
A Dupla é formada por 3 e o Arbitro principal foi o Antonio Goulão que falou demasiado, ultrapassou as suas funções e levou a agua ao moinho DELE! ou seja levar os recados á dupla executiva no campo! Deu muito jeito o Time final do Carlos e ai foi mesmo um relatório de indicações precisas por parte do António Goulão.
E não é que estava em Setúbal a melhor dupla do ano e também a Dupla do Rio16 e não podiam arbitrar os jogos para que estão preparados e me foram!
Mau serviço prestado á Modalidade pelo CA
Pereira Dias

Anónimo disse...

Mais um começo de época e notam-se problemas que vão continuar. Quanto ao jogo as novas regras ainda confundem o pouco público. Agora inaceitável é continuarmos com jogadores que, forçam faltas e arrancam livres de sete nunca sendo chamados á atenção e, muito menos punidos! Quanto á claque penso que os clubes não podem fazer nada. È um problema do país e sua segurança e portanto dêm força aos agentes da lei, PSP e GNR. O ano passado foi a claque de notivagos a atuar em Almada, com uns rapazes de ginásio e lutas. Este ano foram estes desesperados com os fumos! Então vamos proibir as criancinhas de irem aos pavilhões? Enfim! Já agora não é demais o Benfica ter ganho a taça e agora a supertaça, com ajuda de apito e ainda terem apoio de mesa e, com a mesma pessoa? Que credibilidade? Para não destoar depois de toda a confusão e negociatas no Sporting, o clube apresenta sete estrangeiros e continua com um treinador anti-tugas! Se não for campeão vamos ver quem paga a fava! Numa modalidade sem pavilhão ou com os mesmos ás moscas, onde foi a direção do clube buscar dinheiro? È que pagam aos que saíram e agora a estes e ao treinador, deve ser uma verba assustadora! Porque não foi convocada a melhor dupla? Não gostam de Nicolau\Caçador? Vamos ter um campeonato monótono com equipas a mais e por aí fora.

Anónimo disse...

Descualificaçao do Grilo foi uma vergonha mas é assim , é um jogador que ja esta marcado pelas duplas de arbitros ao minimo que faça é desqualificado, mas o ABC nao perdeu o jogo por isso perdeu porque nos ultimos 7 minutos nao marcou um golo

Anónimo disse...

A expulsão do Grilo é determinante mas haver quem diga que nem falta é... só pode ser resultado de desconhecimento das regras ou maldade.

Quem quiser ver, o video está aí pelo youtube, o Grilo (que nem é conhecido por ser um menino de coro) desloca-se para a sua direita e na direcção do adversário após este ficar isolado e saltar em frente para a baliza.

1º - neste tipo de situações "ninguem" faz o que o Grilo fez, deixam o jogador ir pois se tocamos vai ser 7 metros e 2 minutos...

2º - quem "arrisca", tenta controlar o braço de remate mas tem de agarrar o adversário na sua queda, sob pena de parecer aparatoso demais e por em risco a integridade fisica deste, se não o conseguir terá acção disciplinar certamente.

O Grilo fez o que está descrito na regra 8.5... quem quiser ler lê... quem quiser só dizer que 'ah e tal não é vermelho'... que diga. Não tem a ver com intensidade. Um adversário está desprotegido em trajectória aérea a entrar na área... e o defensor invade a area lançando o seu corpo sobre o adversário (daí ter ficado em pé e o rematador cair de costas desamparado. É muito bem desqualificado. Os arbitros não tinham outra hipotese.

Quanto a arbitros o ABC nada tem que se queixar que toda a gente se lembra do fartote nos minutos finais em Braga no ultimo jogo... as atacantes e as faltas por marcar... não houve tantas queixas porque há quem saiba ver andebol e veja que, tal como o ABC no domingo, a derrota, após tamanha vantagem, mais que à arbitragem, foi por culpa própria.

"pois a sua falta não é intencional, e não se enquadra nas desqualificações directas com relatório. Sem esta situação teria sido na nossa opinião uma excelente arbitragem." Não intencional? Então ele foi lá fazer o quê??? não me digam que foi tentar tirar a bola... claro que é para fazer falta! Se era para magoar o adversário... acredito que não... que foi imprudente, que se pôs a jeito e que, após a queda de costas do Ronny não restaram dúvidas... claramente!!! Escamotear isto é não ser verdadeiro!

Agora dizer que o jogo foi apitado pelo Goulão? Bolas... que falta de desportivismo... era o mesmo que o Benfica dizer que no Flavio Sá Leite os madeirenses foram comprados para as atacantes no final do jogo...

Anónimo disse...

O delegado pode falar com os árbitros mas apenas no intervalo ou no fim do jogo.
De resto tem que se limitar ao que determinam os Regulamentos.

Anónimo disse...

O andebol vai-se enterrando e continuam os curiosos, os interesses e o amadorismo profundo. Na época passada na Taça em Almada puseram o Trinca a apitar e adivinhem quem estava na mesa... A época terminou com escandaleira e não punição da bandidagem duma claque vinda do Porto e arredores. Este ano começa com um erro (admito que sim) e o mesmo clube joga alguns minutos e toda a segunda parte, contra uma equipa sem elemento importante. Mais uma vez problemas com uma claque de arruaceiros, lançando fumos e invadindo o pavilhão! Enquanto treinadores Portugueses, são desejados e dão prestigio em Angola, Austria etc...
Enquanto há jogadores desejados em Espanha, Alemanha, França, Angola etc...
Há em Portugal muros e silêncios tal como cumplicidades estranhas!
Vai começar a época era melhor vermos e revermos tudo. Como se não bastasse este favorecimento ao Benfica, teremos um Porto que os adeptos pagavam para ver o treinador ir embora! O Sporting é o mais original, anunciando o começo da sua formação quando na equipa principal, há sete estrangeiros! Então para quê formar quando se tem um treinador que, se diz desprezar o jogador Português? Ainda por cima é pago a peso de ouro apesar de nada ganhar. No pavilhão achei graça ás piadas do super-Sporting e ao emaranhado de situações. O andebol está cada vez mais pobre e já agora como estamos quanto a transmissões tv, as tais que, cativam jogadores?

Anónimo disse...

Verdade crua e nua:
- O vencedor da taça 2015\2016 é apurado depois dum erro de arbitragem!
- O vencedor da supertaça 2016\2017 é apurado com nítida influência dum erro e teatralização dum jogador!
- Se há um jogador com um problema tão grave e que, até tem fama de ás vezes aleijar outros com os excessos de força que, medidas se poderão tomar?
Os testes médicos permitem que se jogue nestas condições?
- Porque andou Goulão a falar tanto, tanto com os árbitros? È que já aquando da taça da época anterior, depois da decisão recebeu os dois árbitros com palmadinhas no rabo. Logo por azar o comtemplado era conhecido como simpatizante do clube que favoreceu!
- Se me é permitido o critério não é os melhores árbitros para os jogos mais decisivos? Ou não deveria ser?
Logo para azar do todo do nosso andebol, esteve presente uma alta identidade a nível de andebol internacional! Tudo dito!

Anónimo disse...

Já ouvi tanto deste jogo que, nem sei o que pensar. Confesso-me adepto dos dois clubes e sócio dum deles. Acho que qualquer um dos dois podia ter ganho aquele jogo e troféu. Uma salva de palmas para todos que depois de tanto jogo, a nível internacional e nacional, deram uma boa imagem. Não ouvi até ao momento queixinhas ou lamurias, tanto de jogadores como treinadores. O mesmo de aplica a dirigentes e seccionistas. Que elevação! Curiosamente nos anos passados nos Sporting-Porto fartei-me de ouvir coisas e mais coisas. Ser-se exemplo não é pra todos. Fora do âmbito temos novo selecionador e vamos a ver se algo muda. È preciso tirar o andebol do marasmo. Afinal ele virá do estrangeiro e o mesmo vai acontecer com a maioria dos jogadores. Quem eram os agentes a ver jogadores em Portugal? Acho que até é um orgulho.

Anónimo disse...

Não gostei das comparações entre ABC e Sporting por parte de quem é responsável. Piadinhas é para fazer em casa no recato do lar. Nunca em público! O sr. que anda tão preocupado com "esse clube que não quer gastar e é campeão com um andebol á Portuguesa" deveria tentar curar-se!
È um grande orgulho o meu ABC ter no banco um guarda-redes e um lateral esquerdo que, foram do melhor no país. Ter dirigentes que são do andebol e á muitos anos. Para o amigo das piadas ao Spínola ele veio sem ser obrigado. Todos sabemos que existe um treinador no Sporting que, nunca se dignou ver um jogo de juniores e, julga que com os amigos pôe estrangeiros no clube. Já se deram conta que, tal como Spínola, por causa do mau ambiente houve mais a abandonar esse clube? Já notaram em todas as contradições feitas por esse sr.? Notem na evidência de nenhum jogador crescer ou melhorar com ele! Antes pelo contrário. Treinar e ser líder é isso! Trata-se de competência! Há uma verdade! Esse clube tido como representante da fidalguia gaste o que quizer! Mas olhe pra nós com respeito porque fomos campeões sem nenhum estrangeiro e gastamos, julgo menos que um décimo! Há pessoas que, quando compram uma máquina de lavar, não sabem usar. Aquilo tem vários programas. Eu conheço quem lhe faça confusão conduzir um carro, porque com dois pés encontra três pedais! Ser líder e treinar não é berrar e culpar os árbitros. Um conselho meu é fazerem equipa com dezasseis estrangeiros. Já agora pensem um pouco e vejam que, apesar de clube de futebol e em tempos bom no andebol, andam á anos sem nada ganhar. Houve já jogadores vossos que, se queixaram que é triste nos vários pavilhões conseguirem contar os adeptos. De vez em quando lá enchem um pouco mas... tem que se convidar as malvadas claques que, curiosamente até se insultam umas ás outras! Se refletirem bem, notam que os três últimos anos foram de falta de quem tenha cérebro a dirigir. Isto acontece muito quando se tem um presidente vindo de claque... Este ano com medo do desemprego tem feito todo o tipo de cambalhotas para impressionar. Já ouvi dizer que não sendo campeões em futebol, o clube vai assistir a um terramoto. Sejam simples e arranjem quem tenha cérebro. OBS: Esta palavra nada tem a haver com quem dirige neste momento o clube. Jesus meu, perdoa-me se estiver a falar com maldade.

Anónimo disse...

Saúdo o Vitória por ter arranjado o pavilhão e mobilizado as gentes do andebol. Num ano em que se sabe da desistência do Passos Manuel e da falência do Loures, já não é mau. Há quantos anos não se sonha sequer com a pr divisão? A supertaça é um jogo. Por isso acontece o medo de perder e um jogo nervoso. A melhor equipa foi a de arbitragem mas, agora vejam bem como num erro borraram a pintura. Este caso vai dar que falar. Como pode o Ronny Semedo jogar com estas condições? Passou em exames físicos? E a partir de agora quando cair que culpa terão os adversários?

Anónimo disse...


Grande farra e alegria. Também senti o mesmo. Simpatizo com o Benfica. Mas aquelas duas faltas com expulsões foram decisivas e o ABC ia na frente. Provavelmente ganharia a Supertaça. O ABC continua o mesmo carácter e o Benfica com estilo à Carlos Cruz.