gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 11 de dezembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 10 – 2016 / 2017

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, numa semana em que se disputou uma jornada dupla com um intervalo de um dia de uma eliminatória da Taça de Portugal, o que significa que poderá ter havido clubes beneficiados e alguns prejudicados, o que não certamente desejável nem saudável para uma competição.

Depois de termos olhado rapidamente para o orçamento da FAP, compreendemos perfeitamente a (não) aposta no andebol feminino e assim temos de nos voltar a referir e a perguntar? Para quando a existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
7.ª Jornada
Dia 08-01-17
Passos Manuel - Colégio Gaia (18H00)
8.ª Jornada
Dia 08-01-16
Juventude Mar - CS Madeira (16H00)
9.º Jornada
Dia 07-01-17
CA Leça - CS Madeira (19H15)
10.ª Jornada
Dia 10-12-16
Maiastars 20 - 24 SIR 1.º Maio/CJB
Madeira SAD 23 - 22 Alavarium
Colégio Gaia 36 - 26 CA Leça
Santa Joana 22 - 26 Passos Manuel
CS Madeira 20 - 27 Juventude Lis
Académico FC 24 - 15 Juventude Mar
11.ª Jornada
Dia 11-12-16
Maiastars 20 – 20 Passos Manuel
CS Madeira 22 – 26 Alavarium
Santa Joana 22 – 26 SIR 1.º Maio/CJB
Madeira SAD 31 – 19 Juventude Lis
Juventude Mar 13 – 33 Colégio Gaia
Dia 17-12-16
CA Leça - Académico FC

Numa jornada dupla, para todas as equipas e da qual resultou o comando isolado do Madeira SAD, que passa por ser a única equipa sem derrotas, nesta Fase da prova, disputou primeiro em jogo decisivo o Alavarium, que comandou o marcador grande parte do tempo, chegando ainda nos primeiros 30 minutos a ter 5 golos de vantagem, quando vencia por 8-3, para chegar ao intervalo a vencer por apenas um golo (13-12), no segundo tempo a equipa continental continuou a comandar o jogo (jogo com ocorrências disciplinares registadas), chegando a ter 3 golos de vantagem quando vencia por 21-18, mas aqui parou a marcação e sofre um parcial de 5-0, colocando a equipa Madeirense no comando por 23-21, a equipa continental ainda reduz para a diferença mínima, mas este período final foi fatal para as suas aspirações. Soraia Lopes com 6 golos e Anais Gouveia com 5 foram as melhores marcadoras da equipa do Madeira SAD, enquanto Mónica Soares com 8 golos foi a melhor marcadora do Alavarium. No segundo jogo a equipa insular jogo com a Juventude Lis, que tinha sido protagonista de uma das surpresas da jornada anterior, e venceu com grande facilidade uma equipa que na véspera tinha dado tudo o que tinha para dar, e venceu claramente a equipa continental, com um diferencial final talvez não esperado por muita gente, com o resultado ao intervalo a ser um perfeito indicativo do que se viria a passar quando chegou como Madeira SAD a vencer por 14-5. Apenas registar que Esma Muratovic, Renata Tavares e Sorais Lopes todas com 6olos marcados foram as melhores marcadoras da SAD, Kelly Rodrigues com 5 golos foi a melhor marcadora da Juventude Lis.

Tivemos uma das surpresas da jornada no CS Madeira / Juventude Lis (na nossa opinião), quando a vitória pertenceu á equipa de Leiria, que já vencia ao intervalo por 16-9, resultado que permitia uma gestão do plantel e um total controlo do resultado, conforme se veio a verificar por parte das leirienses, que venceram um jogo que no segundo período foi mais equilibrado, mas o vencedor já estava claramente encontrado. Com este resultado apesar da derrota sofrida no dia seguinte a equipa que pouca gente dava alguma coisa por ela, começa a situar-se a meio da tabela classificativa. Cláudia Vieira com 5 golos foi a melhor marcadora do CS Madeira, enquanto Francisca Marques com 9 golos e Vanessa Silva com 5, foram as melhores marcadoras da Juventude Lis. Na jornada seguinte a equipa do CS Madeira voltou a perder desta vez frente a um dos favoritos o Alavarium, que teve alguma dificuldade para levar de vencida este encontro, pois ainda se encontrava na “ressaca” do jogo da véspera. O resultado ao intervalo já era favorável ao Alavarium por 14-9, que terminou com 10 jogadoras a marcarem golos, onde quatro marcaram exactamente 4 golos cada (Filipa Fontes, Mónica Soares, Patrícia Fernandes e Rebeca Freitas, pelo CS Madeira tivemos Sara Gonçalves com 7 golos e Ana Castro com 5 como as suas melhores marcadoras.

Outro encontro onde (na nossa opinião), se registou alguma surpresa foi no Santa Joana / Passos Manuel, com a vitória do Passos Manuel, num encontro de grande equilíbrio em especial nos primeiros 30 minutos, que terminaram com a equipa visitada na frente do marcador por 14-13, e apenas no segundo período de tempo a equipa do Passos Manuel recupera a desvantagem e vence com alguma facilidade, um encontro que lhe pode proporcionar a “fuga“ aos 4 últimos lugares. Marlene Pinto com 6 golos foi a melhor marcadora do Santa Joana, enquanto Andreia Paulo com 6 golos foi a melhor marcadora do Passos Manuel. O Passos Manuel continuou com resultados positivos obtidos na Cidade da Maia, conseguindo uma igualdade frente ao Maiastars, num jogo de grande equilíbrio, onde as igualdades se seguiram umas atrás das outras, com o resultado ao intervalo a ser favorável ao Passos Manuel por 10-9, no segundo tempo excelente jogo com as duas equipas, a proporcionarem um grande equilíbrio, de tal forma que o encontro terminou com uma igualdade. Diana Oliveira com 6 golos foi a melhor marcadora do Maiastars, Paula Malcato com 5 golos foi a melhor marcadora do Passos Manuel de destacar o número de 7metros sofrido pela equipa do Passos Manuel 7 (convertido 6) contra 2 (convertido 1).

Na Maia, disputou-se outro dos principais encontros da jornada, face ao que se tem vindo a verificar ao longo da prova até este momento o Maiastars / SIR 1.º Maio/CJB, que foi um encontro com algum do domínio da equipa da Marinha Grande, onde se verificou o regresso de Neuza Valente, e que já vencia ao intervalo por 10-7, o que nos dá uma perfeita ideia do equilíbrio com que os segundos 30 minutos foram disputados, com a equipa do SIR 1.ª Maio/CJB, a conquistar uma difícil vitória diante uma das equipas que está a realizar uma boa prova, até este momento. Diana Oliveira com 9 golos foi a melhor marcadora da equipa maiata, enquanto Neuza valente e Naddezza Abreu, ambas cm 5 golos cada foram a s melhores marcadoras da equipa da Marinha Grande, a equipa do SIR 1.º Maio/CJB, defrontou ainda nesta jornada dupla a outra equipa maiata o Santa Joana (jogo com ocorrências disciplinares registadas), a quem venceu, depois do resultado ao intervalo ser-lhe já favorável por 12-10, diga-se desde já que foi um mau jogo de andebol, praticado por todas as equipas, pois as falhas técnicas foram mais que muitas, acabando por vencer a equipa mais experiente. Salientar que até ao minuto 38 tivemos um jogo equilibrado em termos de resultado, verificando-se no momento uma igualdade a 14 golos, com a equipa maiata a sofrer um parcial de 6-0 em 10 minutos, que ditou o resultado final, pois aos 48 minutos vencia por 20-14. Ana Carvalho, Renata Pereira e Andreia Dias todas com 5golos cada foram as melhores marcadoras do Santa Joana. Neuza Valente e Lorema Delgado com 7 golos cada foram as melhores marcadoras da equipa da Marinha Grande.

Tivemos depois resultados dilatados como o Colégio Gaia / CA Leça, que foi praticamente um jogo sem história, com o Colégio de Gaia a vincar a sua superioridade e ao intervalo já se encontrar na frente do marcador por 19-13, terminou o encontro com 12 jogadoras a marcarem golos, o que diz bem da gestão do plantel que foi feita, pela sua técnica, onde Aba Gante com 8 golos e Vanessa Sila com 5 foram as suas principais marcadoras, e Cristiana Morgado com 11 golos e Filipa Ventura com 5 foram as melhores marcadoras do CA Leça. O Colégio Gaia, continuou com a sua folgada jornada, defrontando no segundo jogo desta jornada dupla a Juventude Mar em Esposende, vencendo mais um encontro com grande facilidade e sem grande história com o resultado ao intervalo (16-7 a favor do Colégio Gaia) a ser perfeitamente indicativo do que se seria o final do encontro. Joana Ascensão e Teresa Santos, ambas com 5 golos foram as melhores marcadoras da juventude Mar. No Colégio de gaia onde 10 atletas marcaram golos, Sandra Santiago com 8 golos, Carolina Monteiro e Patrícia Resende, ambas com 5 golos cada foram as suas principais marcadoras.

Tivemos ainda um Académico FC / Juventude Mar, que foi mais encontro de resultado dilatado, e onde a equipa de Esposende continua em última lugar da prova, nesta fase da mesma, voltou a perder e por um resultado significativo, pois ao intervalo já perdia por 10-6, no segundo período nada de assinável a registar. Ana Abreu com 8 golos foi a melhor marcadora da equipa do Lima, enquanto Teresa santos com 7 golos foi a melhor marcadora da Juventude Mar.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (21 pontos), 2.º Alavarium (29 pontos), 3.º Colégio Gaia (26 pontos, -1 jogo), 4.º Maiastars (24 pontos), 5.º SIR 1.ª Maio/CJB (23 pontos), 6.º Juventude Lis (20 pontos), 7.º Passos Manuel (19 pontos, -1 jogo), 8.º CS Madeira (18 pontos, -2 jogos), 9.º Santa Joana (17 pontos), 10.º Académico FC (15 pontos, -1 jogo), 11.º CA Leça (13 pontos, -2 jogo), 12.º Juventude Mar (12 pontos, - 1 jogos).

O Noticias

8 comentários:

Anónimo disse...

Assistir a um jogo da equipa sénior do CALE é surreal... os técnicos da equipa conseguem contestar todos os golos que sofrem e todas as faltas que lhes são assinaladas...todas! Se fossem árbitros ganhavam todos os jogos a zero. Ainda assim conseguem terminar os jogos sem serem expulsos...
Parabéns às atletas do CALE por conseguirem suportar tanto berro, tanta agressividade... enfim...

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstos entre 12 e 18 Dezembro 2016:

http://andeboltv.blogspot.pt/2016/12/lista-de-transmissoes-entre-12-e-18.html

Uma nota: Nas ultimas 2 semanas, não tive quase tempo nenhum para o blogue. Assuntos profissionais. Pelo facto, lamento.

Pedro Marques disse...

Para tanta gente que já tinha condenado a Juve à morte e que não ia conseguir fazer nada, e que eram horríveis e sabe-se lá mais o quê. Acontece que ganharam mais um jogo e que estão a melhorar à medida que o tempo passa.

anonimo disse...

Este Pedro Marques só aparece quando há festa...

Anónimo disse...

O CALE conseguiu dar um novo significado à expressão "chicotada psicológica".
Fica sempre tudo na mesma!

Anónimo disse...

Acabou a 1ª volta.
Para algumas equipas acaba como começou:
Sem ambição, sem empenhamento, incapazes de melhorar qualquer coisa, em termos individuais e coletivos. Ano após ano, sempre à espera dos jogos da fase de apuramento para não descerem de divisão.
Parabéns às equipas que começaram menos bem o campeonato, mas mostram trabalho e revelam progresso.

Pedro Marques disse...

Festa? Qual Festa?

Anónimo disse...

Vamos juve