gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 56 – 2016 / 2017 – I

Crónica Intermédia, dedicada ao jogo do Grupo A, jogado por antecipação, e ao jogo do Grupo B, que se encontrava em atraso.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “A”
6.ª Jornada
Dia 19-04-17
Sporting 31 – 26 ABC
Dia 22-04-17
Águas Santas – Benfica (18H00)
Madeira SAD – FC Porto (15H00) Porto Canal / Andebol TV

Jornada que assinala o inicio da 2.ª volta desta Fase Final do Grupo A, com um jogo antecipado devida à participação Europeia de uma das equipas interveniente, e que que mereceu honras de transmissão na TVI24, o que se destaca pela positiva. E que foi um encontro sem ocorrências disciplinares registadas. A nota menos positiva poderá ser dada pela estistica, cujo resultado não é igual ao que consta no Boletim de Jogo, e talvez por isso, não tenha elaborado em tempo a respectiva folha de resumo, no momento em escrevemos esta crónica estavam certamente a refazer a estatística que mesmo assim continha erros.

Sporting 31 – 26 ABC

Jogo disputado, desta vez no Pavilhão Municipal do Casal Vistoso, e que como de costume apresentava um aspecto menos positivo em termos de público, considerando que se trata da principal prova do Calendário Nacional, e para quem gosta da modalidade.1.ª Parte onde duas das suas principais figuras foram na realidade os guarda-redes, Cudic pelo Sporting, e Humberto Gomes pelo ABC, onde era notória a falta de eficácia e de soluções na 1.ª linha, tentando impôs um jogo de transições rápidas com mais jogo pelos pontas, o que raramente foi conseguido, pois cometeram várias falhas técnicas quando desenvolviam as suas acções atacantes, onde apenas Pedro Seabra Marques (3 golos), com a rapidez de execução que lhe conhecemos foi um dos seus principais elementos, muito bem acompanhado por Carol (8 golos) que foi decisivo com a sua forma de jogar, e onde o jovem Edmilson Araújo (5 golos), agora com mais tempo de jogo, também esteve muito bem, sendo acompanhado por Pedro Portela (4 golos), no ABC, Diogo Branquinho (6 golos) e Carlos Martins (3 golos), estiveram bem, neste período destaque para o bom aproveitamento do Sporting das superioridades numéricas, com a curiosidade de quando estava a jogar com apenas 4 jogadores de campo, marcou dois golos. E o intervalo chega com o resultado em 18-11 a fvor da equipa visitante. Neste período ainda salientar que o ABC esteve cerca de 10 minutos sem concretizar e sofreu 8 golos (13 minutos), quando passou de uma igualdade a 6 golos, para um resultado desfavorável de 14-6 (23 minutos). Segundo tempo de jogo algo diferente com o ABC a melhor significativamente nos aspectos defensivos, a cometer menos falhas técnicas e a atacar em transições rápidas que surtiram o seu efeito. E com Hugo Rocha (5 golos, 4 de 7 metros), a não falhar qualquer conversão de livres de 7 metros, a sua recuperação levou a que o diferencial chegasse a ser de apena de 3 golos (28-25) aos 55 minutos de jogo, tendo aproveitado e bem as superioridades numéricas de que dispôs, e gestão de esforço que alguns elementos do Sporting, começaram a fazer. O Sporting com esta vitória repete a vitória da 1.ª volta em Braga. Dirigiu este encontro a dupla de Lisboa, constituída por Tiago Monteiro e António Trina, que não esteve bem em especial na aplicação da Sanção Progressiva, onde não respeitou o principio da equidade, e nos livres de 7 metros, cujo critério, foi muitas vezes de difícil compreensão, bem como na aplicação da Leida Vantagem deixou muito a desejar.

A Classificação da Fase Final Grupo “A” - 1.º FC Porto (52 pontos), 2.º Sporting (51 pontos, +1 jogo), 3.º Benfica (43 pontos), 4.º ABC (41 Pontos, + 1jogo), 5.º Madeira SAD (38 pontos), 6.º Águas Santas (36 pontos).

Fase Final Nacional – Grupo “B”
3.ª Jornada
Dia 06-05-17
São Mamede - Arsenal (21H00)
4.ª Jornada
Dia 19-04-17
AA Avanca 34 – 20 São Mamede

Nesta Grupo, verificou-se a realização de um dos encontros que se encontravam em atraso, este relativo à 4.ª Jornada, continuando a existir ainda um encontro em atraso, mas relativo à 3.ª jornada. Continuamos a considerar que nesta fase da prova, todo e qualquer adiamento, poderá ou não ter consequências ao nível desportivo. Jogo disputado em qualquer registo disciplinar o que será sempre motivo de destaque nos tempo que correm.

No Pavilhão Adelino Costa, disputou-se o AA Avanca / São Mamede, jogo entre duas equipas que têm tido comportamentos diferenciados até ao momento, no entanto neste encontro a equipa da São Mamede começou melhor o encontro e cerca dos 5 minutos venci por 4-1, perante uma AA Avanca, demasiado displicente, e com confiança em excesso, e consegui manter-se na frente do marcador e do jogo até cerca dos 23 minutos de jogo, quando vencia por 11-10, para atingir o intervalo a perder por apenas um golo de diferença (14-13), a AA Avanca, com uma maior consistência de jogo, e com um melhor aproveitamento do jogo, onde rodou o seu plantel, e nunca esquecendo a sua próxima deslocação a Fafe, entrou mais determinada no segundo tempo e rapidamente coloca o resultado em 20-17, cerca dos 9 minutos de jogo, para de seguida fazer um parcial de 9-0, e colocara o marcador em 29-17, aos 19 minutos de jogo, e a partir deste momento desapareceu como equipa a São Mamede, mais parecendo que estava a fazer um “frete”, situação que foi bem aproveitada pela equipa visitada para dilatar o diferencial terminando o encontro com 14 golos de diferença. O Guarda-redes da AA Avanca com 58% de eficácia, foi um dos elementos em maior destaque, contra os 29% de eficácia, do seu adversário de posto Rui Pereira. Na AA Avanca com 12 jogadores a concretizarem golos, Patrick Lemos (6 golos, 100% de eficácia), e Pedro Valdez (5 golos, 100% de eficácia), foram os seus principais marcadores. No São Mamede, Diogo Rodrigues /17% de eficácia), e José Silva (63% de eficácia), ambos com 5 golos, foram os melhores marcadores da equipa.

A Classificação Fase Final Grupo “B” - 1.º AA Avanca (39 pontos), 2.º Ismai (33 Pontos), 3.º Boa Hora (32 pontos), 4.º Belenenses (31 pontos), 5.º AC Fafe (27 pontos), 6.º SC Horta (25 pontos), 7.º Arsenal (23 pontos, -1 jogo), 8.º São Mamede (19 pontos, -1 jogo).

O Banhadas Andebol

12 comentários:

Anónimo disse...

Banhadas tens toda a razão os rapazes da estatística ainda agora vão no 27-23, e depois fazem-se estudos destes documentos

Anónimo disse...

Grande ABC e grande Resende...

A ambição do ABC ficou no jogo com o Porto. Refletindo, os jogadores do ABC estão interessados em ir para o Porto e querem demonstrar trabalho. Outros jogaram lá e quiseram vingança. O Resende foi mandado embora e só preparou esse jogo. É que a seguir perde por 10 com o Benfica, perde em casa com o Aguas Santas e joga desta maneira sem ambição no campo neutro com o Sporting. Está a levar sete de diferença e mete o TOut aos 27minutos. o processo defensivo foi a brincar pois não puxaram camisolas ,não empurraram, bateram, etc

Anónimo disse...

FASE FINAL GRUPO "A"
Vamos na 6 jornada 18 jogos e nenhum ALTERAÇÃO NA CLASSIFICAÇÃO INICIAL!!!!!!
Para que serve esta competição só para atribuir o Titulo Nacional ao F.C. Porto que justificou em campo.
Á falta de melhores ideias dirigentes do planeamento se metessem umas férias não era nada mau e ficava a ganhar o ANDEBOL.

Também constamos que o mérito dos melhores Árbitros nas Classificações do CA(internacionais e nacionais) não valem para nada! porque não são nomeados para os jogos importantes na FASE GRUPO"A"
Entram como habitualmente as Duplas do sistema pessoal do Pres. do CA.Difícil entender estas arbitrariedades e feitios em função dos melhores por mérito desportivo.
Rui Norberto

Anónimo disse...

Triste andebol onde se vê amadorismo em tudo. E não só. Jovens que não terão futuro nesta modalidade apesar de Portugal estar a dias de comemorar a revolução e, pertencer á U. Europeia. Não houve evolução cultural e só importa o pontapé na bola, com todo o rol de corrupção que o envolve. Os jovens que praticam fazem sacrificios mas nada! È triste numa decisão ver um pavilhão com putos para encher. Triste ver árbitros que só estão por cunha. Será possível pagar aquela equipa do Sporting? Desconfio que não porque noutros campeonatos há problemas e vemos os pavilhões cheios. Quem cabritos tem e cabras não tem... resta a luta para terceiro e quarto? E nas descidas? Triste!

Anónimo disse...

Pessoal do Grupo B mantenham a calma. Por via das dúvidas o Fafe já está a planear mais um alargamento com a Federação.

Anónimo disse...

Estou completamente de acordo com o comentário de Rui Norberto: 6 jornadas sem alteração na classificação! Isto é alguma coisa? Então não é que o Porto, por ter ganho os jogos, vai em 1º lugar? Temos que acabar com isto! Temos que atribuir o titulo a quem ganhe o ultimo jogo do campeonato e não a quem trabalhe de forma séria desde o inicio da época! Vejam os campeonatos mais evoluídos da Europa, nomeadamente em Espanha, França e Alemanha:é campeão o clube que... Espera lá... afinal nestes países é campeonato regular e nem segunda volta há!
Não interessam os outros! temos que atribuir o titulo à equipa que chegue a Maio e ganhe o ultimo jogo!Se formos por esta formula é muito mais justo, porque assim o Porto não ganha!O melhor até era marcarmos um só jogo, em Maio e era campeão quem o ganhasse! Até lá íamos todos à pesca!

Anónimo disse...

No final do jogo SPORTING/ABC na entrevista final o treinador do ABC entre outras coisas diz que está triste por não ganhar e que agora só pensa no jogo com o PORTO. Será que o campeonato dele se resume aos jogos com o PORTO e esteve a poupar os seu jogadores para este próximo jogo ?

Anónimo disse...

Quando é que os responsáveis pelo Sporting percebem que os jogos no Casal Vistoso não arrastam público? Mal por mal antes no Ginásio do Sul onde existem mais sportinguistas.
E quando é que os (ir)responsáveis do CA entendem que a dupla Trinca Monteiro é para deitar fora?

Anónimo disse...

Sabemos todos que o Resende foi o maior jogador que Portugal já teve. Mas treinador, tenham dó, se não estivesse em Braga??????Muito protegido pela arbitragem nos seus jogos vai levando a água ao seu moinho empurrado por uma bancada forte e apoio de gente no banco muito espertas. Foi campeão de forma vergonhosa o ano passado,onde lhe permitiram tudo e mais alguma coisa. Alguém percebe que o ABC jogue tudo nos jogos com o Porto e os outros jogos? Que interesses por trás disso, que nomeação vai ser feita? Perguntas que terão resposta brevemente.

Anónimo disse...

20 de abril de 2017 às 18:03
anónimo
Resposta comentário:
O Pavilhão do Ginásio C.do Sul é uma miserável construção desportiva que deveria ser repensada pelo clube Autarquia e requalifica-lo.
Tenham pena dos Atletas, Treinadores e Árbitros jogarem naquele "bunker" de desporto não tem nada!
Adias

Anónimo disse...

20 de abril de 2017 às 23:49
Anónimo disse...
Este comentário só pode ser de alguém que "manca da cabeça" e diz intencionalmente burrices por palavras que não imagina o que é muito bom o que é mediocre e sem sentido.
O Treinador ou seja a Dupla CR/CF do ABC tem tido um enorme trabalho e bons resultados ao longo dos anos quer internamente, quer na Taça dos Campeões.
Só quem não quer ver ou é cego ou faz de ignorante!
Tenho dó deste tipo de gente vazia de NADA!
Jorge Ribeiro

Anónimo disse...

Estimado anónimo de 21 de abril de 2017 às 13:02
Tem toda a razão mas, mesmo assim, é preferível ao do Casal Vistoso.
Já agora, esclareço-o de que o pavilhão do Ginásio Clube do Sul não é, como leva a crer o que diz, da autarquia. Que não tem qualquer tipo de responsabilidade no mesmo.
O pavilhão é, da facto e no seu todo, uma aberração.
Os meus cumprimentos