gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Geórgia por 48-11 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 16 de março de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 23 – 2014 / 2015 – II

Breve Crónica, dedicada á PO02. 
 
Continuamos a alertar que esta época face a uma alteração no regulamento da prova, as descidas de divisão serão consumadas no final da 1.ª fase da prova, ou seja a fase que se disputa atualmente, assumindo assim uma maior importância todos os jogos disputados.
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
Resultados
 
Zona Norte
20.ª Jornada
São Mamede 35 – 33 Arsenal Devesa
22.ª Jornada
Boavista FC 31 – 29 São Mamede
São Bernardo 33 – 22 Arsenal Devesa
AC Fafe 38 – 15 Académico FC
AA Avanca 32 – 22 Marítimo
SP. Oleiros 17 – 31 FC Gaia
AD Sanjoanense 27 – 33 CCR Fermentões
Santana 28 – 31 FC Porto "B"
24.ª Jornada
AD Sanjoanense 26 – 26 Marítimo 
 
Apurados para a Fase Final – AA Avanca
Descem de Divisão - Santana
 
Jornada da 2.ª volta que corresponde á 9.ª da 1.ª volta desta Fase da Prova, mais o jogo que se encontrava em atraso da 20.ª Jornada, e como de costume, quando a equipa madeirense se desloca ao continente a efetuar, mais uma jornada dupla, desta vez realizando um jogo relativo á 24.ª jornada (11.ª da 1.ª volta). Sobre o jogo (Boavista FC / Académico FC) da 20.ª jornada, interrompido aos 24 minutos (indicação do Boletim de jogo), quando o resultado era favorável ao Boavista por 9-6, a única informação que é visível, é que o mesmo não está contabilizado na classificação da zona, de resto, e tem uma nova marcação no calendário (08-04-13). 
 
A crónica desta semana começa com o jogo já disputado relativo á 20.ª Jornada, entre o São Mamede e o Arsenal Devesa, que foi um encontro onde o resultado foi retificado em relação ao verificado na 1.ª volta, embora pela mesma diferença, mas com muito mais predominância atacante de ambas as equipas. O Encontro foi de total domínio do São Mamede nos primeiros 30 minutos, onde as diferenças eram favoráveis á equipa visitada variavam entre os 6 e os 7 golos, conforme comprova o resultado que se verificava ao intervalo (21-14 a favor do São Mamede). A maior diferença de golos (9) registou-se por exemplo quando era de 28-19. Para os bracarenses encetarem então uma recuperação no marcador, que começou a ser preocupante para as cores do São Mamede, com o Arsenal Devesa a marcar o seu último golo, a segundos do fim de jogo, criando uma nova situação em caso de igualdade pontual entre as duas equipas na discussão do apuramento para a Fase Final. Gustavo Almeida com 13 golos, João Baltazar com 7golos, e Vasco Nogueira com 6 golos foram os marcadores de serviço do São Mamede, Eduardo Salgado e Nuno Silva, ambos com 9 golos cada e Diogo Gomes com 7 golos, foram os principais marcadores do Arsenal. Em relação á 22.ª jornada teremos de referir o fator de grande positivismo, que foi a mesma ter-se realizado sem o registo de qualquer ocorrência disciplinar. Depois dizer que em apenas dois dos encontros foram retificados os resultados ocorridos na jornada homologa da 1.ª volta, tendo um deles sido na nossa opinião a grande surpresa da jornada, a vitória do Boavista FC sobre o São Mamede, colocando esta última sobre grande pressão no que diz respeito a uma possível apuramento para a Fase Final, e ao mesmo tempo, a equipa do Bessa, deu um grande passo em frente na tentativa e evitar um dos lugares de despromoção. O resultado ao intervalo já era indicativo do que poderia suceder no final, quando chegou com o Boavista a vencer por 20-12. No segundo Período de jogo a equipa de São Mamede, correu “atrás do prejuízo”, mas nunca conseguiu o objetivo pretendido ou seja a vitória. Ricardo Soares com 10 golos, e João Domingues com 7 golos foram os marcadores de serviço na equipa do Bessa. No São Mamede os “suspeitos” do costume, João Baltazar com golos e Gustavo Almeida com 7 golos foram os seus melhores marcadores. O outro encontro onde se verificou uma retificação de resultado, foi na nossa opinião a grande surpresa da jornada, com a vitória do CCR Fermentões como visitante, frente á AD Sanjoanense. A equipa de Fermentões comandou praticamente todo o jogo, chegando ao intervalo já a vencer por 15-9, No segundo tempo apesar de alguma reação dos locais, que nunca fizeram perigar a vantagem adquirida, apesar de ter sido um período de maior equilíbrio no jogo. Eduardo Ferreira com 5 golos foi o melhor marcador da AD Sanjoanense, enquanto Carlos Fernandes com 10 golos foi a figura do Fermentões, juntamente com António Salgado com os seus 8 golos e Tiago Cunha com 6 golos. Nos outros resultados apenas em mais um jogo se verificou equilíbrio (na nossa opinião), e esse foi surpreendente pois a única equipa sem vitórias, o Santana, criou grandes dificuldades ao FC Porto “B”, chegando ao intervalo na frente do marcador por 15-14. No segundo tempo o FC Porto “B”, fez valer a sua superioridade. Diogo Laranjeiro com 7 golos e Bruno Soares 6, foram os marcadores de serviço pelo Santana, enquanto Ruben Ribeiro com golos, juntamente com Tomas Barbosa e Diogo Silva com 5 golos cada, foram os melhores marcadores do FC Porto. Conforme já tínhamos dito, o CDC Santana, é uma das equipas que desce de Divisão. Em Avanca com a equipa local a vencer claramente os insulares do Marítimo, afastou em definitivo esta equipa de qualquer possibilidade de discutir um possível acesso á Fafe Final da prova. A equipa da AA Avanca que ao intervalo já vencia por 17-12, fez uma total gestão do jogo e do plantel, com 11 dos seus atletas a marcarem golos, sendo Carlos Santos com 6 golos e Ricardo Mourão com 5 os seus melhores marcadores. Marco Gil e António Franco com 7 golos cada foram os melhores marcadores do Marítimo, com a curiosidade de esta equipa ter beneficiado de 10 livres de 7 metros, apenas convertendo 7. A AA Avanca garantiu um dos 3 lugares na Fase Final. Num dos jogos que terminou cm um dos mais desnivelados resultados, o FC Gaia foi vencer claramente a São Paio Oleiros a equipa local. O Resultado que já se verificava ao intervalo (16-7 a favor do FC Gaia), é um perfeito indicador do se passou em campo. Fernando Rodrigues com 7 golos foi o melhor marcador do SP Oleiros, enquanto pelo FC Gaia, tivemos os “suspeitos” do costume, Pedro Camara com 6 golos. e Luís Carvalho com 5 golos, tendo o FC Gaia efetuado uma plena gestão do seu plantel com 10 jogadores a marcarem golos. Com este resultado o FC Gaia, afastou em definitivo o espectro de descida de divisão. Em Fafe a equipa local venceu o frágil Académico FC, pela maior diferença registada na jornada, num jogo que teve um único sentido, e onde a equipa minhota não sentiu qualquer dificuldade, com o resultado ao intervalo a cifrar-se já 21-10 a seu favor. Com este resultado a equipa minhota está a 1 ponto de garantir o apuramento para a Fase Final. Armando Pinto, Cesar Gonçalves e João Fernandes, com 6 golos cada foram os melhores marcadores da equipa minhota, que fez uma total gestão do plantel onde 13 jogadores marcaram golos. No Académico FC de referir que em 5 livres de 7 metros de que beneficiaram, apenas transformaram 1, e continuam com numa posição periclitante em relação a possível uma descida de divisão. Em São Bernardo, disputou-se um dos mais importantes jogos da jornada, com a equipa local a receber os neo divisionários do Arsenal Devesa, que até ao momento são os mais fortes candidatos ao 3.º lugar na Fase Final (na nossa opinião), mas a equipa da Região de Aveiro ao vencer, e beneficiando da derrota da equipa de São Mamede, ainda pode eventualmente discutir o mesmo, em igualdade de circunstância com a equipa de Infesta. Na equipa do Arsenal Devesa foi notória a ausência de Eduardo Salgado, enquanto pelo seu lado os locais realizaram uma excelente exibição, comandando o marcador e o jogo durante os 60 minutos, com o resultado ao intervalo a ser já de 17-7 a favor dos locais. No segundo tempo embora os bracarenses equilibrassem mais o jogo, nunca chegaram a incomodar verdadeiramente o São Bernardo. Albano Lopes com 8 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, com 11 jogadores do São bernardo a marcarem. Bruno Moura com 5 golos foi o melhor marcador do Arsenal Devesa, com 10 jogadores a marcarem. O Apuramento para a Fase Final, neste momento, está reduzido apenas, em termos práticos (2 lugares em falta), a AC Fafe, Arsenal Devesa, São Mamede e São Bernardo.
 
No jogo antecipado da 24.ª Jornada, AD Sanjoanense / Marítimo, foi mais um jogo onde o resultado foi retificado em relação á jornada homóloga da 1. Volta, que terminou com uma igualdade como resultado final, depois de um jogo em que os insulares começaram melhor chegando aos 7-5 a seu favor, para depois os homens da AD Sanjoanense, para frente do marcador 8-7, passados que foram cerca de 8 minutos sem os insulares marcarem, para o resultado se equilibrar, e o intervalo chegar com e quipá local pela diferença mínima (13-12). A equipa do Marítimo, com uma extraordinária entrada no segundo período, efetuando um parcial de 5-1, colocando-se na frente do marcador por 17-14, para depois se suceder nova reação dos locais equilibrando o jogo, até aos 60 minutos. Ricardo Pinho com 7 golos foi mais uma vez um dos melhores marcadores da equipa, bem acompanhado por Bruno Pinho com 5 golos. No Marítimo, Márcio Abreu e Diogo Abreu com 5 golos foram os melhores marcadores da equipa. 
 
Após os jogos disputados a classificação é a seguinte: 1.º AA Avanca (61 pontos), 2.º AC Fafe (58 pontos), 3.º Arsenal Devesa (55 pontos), 4.º São Mamede e São Bernardo (51 pontos), 6.º Marítimo (48 pontos, +1 jogo), 7.º AD Sanjoanense (47 pontos, + 1 jogo), 8.º FC Gaia (45 pontos), 9.º FC Porto “B” (40 pontos), 10.º CCR Fermentões (38 pontos), 11.º Boavista FC (36 pontos, -1 jogo), 12.º SP. Oleiros (35 pontos), 13.º Académico FC (29 pontos, - 1 jogo), 14.º Santana (22 Pontos). 
 
Zona Sul
22.ª Jornada
Benfica "B" 24 – 30 Camões
Boa Hora 40 – 21 GS Loures
Ílhavo AC 26 – 33 ADC Benavente
AC Sismaria 32 – 21 Almada AC
Alto Moinho 28 – 14 Samora Correia
IFC Torrense 25 – 30 CD Marienses
Vela Tavira 24 - 32 Vitória FC
 
Em igualdade com a Zona Norte, também aqui se disputou a mesma jornada da 2.ª volta, corresponde á 9.ª da 1.ª volta desta Fase da Prova. Que se iniciou com um jogo antecipado, disputado entre o Benfica “B” e o CDE Camões. 
 
O primeiro jogo da jornada conforme já referido foi o Benfica “B” / Camões, que terminou com surpreendente vitória do CDE Camões não pela vitória em si, mas pelo domínio e pelos números envolvidos. Com este resultado os liceais, retificaram a igualdade (a 29 golos) que tinham cedido na 1.ª volta na jornada homóloga. Foi um encontro, onde estranhamente o Benfica “B”, apenas apresentou 11 jogadores, e desse apenas na marcaram golos os inscrito como guarda-redes. O CDE Camões que comandou o marcador, tendo chegado ao intervalo já a vencer por 16-11, depois ter estado a vencer por um diferencial de 7 golos (16-9). No segundo período de jogo, o Benfica “B” têm uma ténue reação, chegando a colocar a diferença em apenas quatro golos (20-16), mas rapidamente o CDE Camões, meteu tudo na devida ordem e restabeleceu novamente diferencias, que variaram entre os 6 e os 7 golos de diferença, como por exemplo aos 26-19 e aos 29-23, para terminaram com um diferencial de 6 golos. Na equipa encarnada Alexandre Cavalcanti e Leonel Almeida, com 5 golos cada foram os melhores marcadores da equipa, no CDE Camões o ”suspeito” do costume, João Oliveira com 8 golos foi não só melhor marcador da equipa como do jogo, e onde João Costa com 6 golos e Tiago Fonseca com 5 golos estiveram também em evidência, especialmente como marcadores. Com esta vitória o CDE Camões reforça a sua candidatura a um dos lugares na Fase Final da Prova. Em relação á 22.ª jornada e tal como na Zona Norte, teremos de referir o fator de grande positivismo, de a mesma se ter realizado sem o registo de qualquer ocorrência disciplinar. Depois dizer que em apenas dois dos encontros foram retificados os resultados ocorridos na jornada homologa da 1.ª volta, tendo um deles sido objeto do comentário pela nossa parte, e o outro ter ocorrido em Ílhavo onde a equipa local perdeu com o ADC Benavente, por um resultado final que não grandes duvidas. No final dos primeiros 30 minutos a equipa ribatejana já vencia por 16-11, o que é plenamente demonstrativo da sua superioridade neste jogo, onde contou com alguns dos seus melhores juniores, pis é um fim-de-semana sem jogos da categoria, tendo mesmo João Sousa com 8 golos, sido o melhor marcador da equipa e do jogo, bem acompanhado por Miguel Xavier com 7 golos, e ainda por Miguel Branco com 6 golos, enquanto pelo Ílhavo o seu melhor marcador foi Renato Areias com apenas 5 golos. Com esta vitória a equipa Ribatejana, ainda pode em termos pontuais e meramente matemáticos, entrar na discussão pelo 3.º lugar de apuramento para a Fase Final. No resultado mais dilatado da jornada o Boa Hora recebeu e venceu o GS Loures, num jogo de sentido único, tendo chegado ao intervalo já a vencer por 17-9. Nos segundos 30 minutos foi de pura gestão e de controlo do jogo e do marcador. Apesar desta vitória a equipa do Boa Hora, ainda está a um ponto de garantir o apuramento, para a Fase Final. O Grande ausente no último jogo da equipa do Boa Hora, Antonio Cabaça foi mais uma vez o melhor marcador da equipa e do jogo com 15 golos (mantendo-se como o melhor marcador da 2.ª Divisão com 187 golos), sendo acompanhado por Tiago Caetano mas este com apenas 6 golos. No GS Loures o seu melhor marcador não foi além dos 5 golos e foi Rui Pinto. No Alto Moinho disputou-se o encontro Alto Moinho / Samora Correia, que terminou numa vitória folgada da equipa da casa, que desta forma já assegurou um lugar na 2.ª Divisão na próxima época. O Jogo foi disputado com sentido único, e o intervalo chegou com a equipa do Alto do Moinho já a vencer por 14-8, tendo os segundos 30 minutos sido disputados ao mesmo ritmo, e com uma total gestão do plantel por parte da equipa da casa, com 12 jogadores a marcarem golos, sendo Pedro Carvalho com 8 golos não só o melhor marcador da equipa como do jogo, bem acompanhado por João Silva com 6 golos. Após este jogo e na conjugação de resultados poderemos afirmar com segurança, de que apenas 4 equipas (Vela Tavira, Samora Correia, Almada AC e GS Loures), discutirão os lugares de descida de divisão. Na Torre da Marinha, disputou-se o IFC Torrense / CD Marinhenses, que terminou com a vitória da equipa insular, que assim mantém-se na “corrida” a um dos lugares de apuramento para a Fase Final. O Jogo foi de algum equilíbrio, com a equipa local a terminar o primeiro período de jogo na frente do marcador por 16-14. Mas um segundo período de grande qualidade e de completa superioridade, os insulares não só recuperaram a diferença como passaram para a frente do marcador e comandaram o jogo, pois só a vitória os manteria ainda com possibilidades de apuramento, para a Fase Final. Tiago Gil do IFC Torrense com 11 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, enquanto do CD Marienses, António Cortes com 8 golos foi o seu melhor marcador, sendo bem acompanhado por Cláudio Reis com 7 golos e Nelson Vertentes com 5. Nesta Zona o Apuramento para a Fase Final está ao alcance de 6 equipas (Boa Hora, Benfica “B”, CDE Camões, CD Marienses, AC Sismaria e ADC Benavente), embora alguns tenham maiores possibilidades do que outros, podendo na próxima jornada, existir um maior esclarecimento das situações. Em Tavira os locais receberam o Vitória FC, uma equipa que têm vindo em crescendo nos últimos tempos e perderam. O resultado ao intervalo já favorável á equipa de Setúbal, embora apenas pela diferença mínima 14-13, sinónimo de grande equilíbrio nos 30 minutos iniciais, com os setubalenses a consolidarem a sua vitória apenas no segundo tempo. No Vela Tavira, Abel Nunes 9 golos. e mais uma vez Carlos Abraul com 6 golos foram os marcadores de serviço, enquanto no Vitória FC os marcadores do costume estiveram em evidência, sendo Francisco Fuzeta com 11 golos, o melhor marcador da equipa e do jogo, acompanhado como é normal por André Praxedes com 7 golos. Em Gândara disputou-se o AC Sismaria / Almada AC, que terminou conforme era esperado com a fácil vitória da equipa do AC Sismaria., com um diferencial para não deixar dúvidas da justeza da sua vitória, embora o resultado ao intervalo se cifrasse na diferença mínima (14-13), para no segundo tempo se vir a verificar a diferença que justificou o favoritismo atribuído. Mais uma vez Frederico Malhão com 9 golos foi o melhor marcador do Sismaria e do jogo, acompanhado por Filipe Oliveira com 7 golos. No Almada AC, e para não variar João Guerreiro foi o seu melhor marcador com 6 golos. 
 
Após esta jornada a classificação é a seguinte: 1.º Boa Hora (60 pontos), 2.º Benfica (57 pontos), 3.º CDE Camões (55 Pontos), 4.º CD Marienses e AC Sismaria (53 pontos), 6.º ADC Benavente (48 pontos), 7.º Vitória FC (43 pontos), 8.º IFC Torrense, Ílhavo e Alto Moinho (40 pontos), 11.º GS Loures (36 pontos), 12.º Almada AC (34 Pontos), 13.º Samora Correia (29 pontos), 14.º Vela Tavira (28 pontos). 
 
O Banhadas Andebol

29 comentários:

Magnata disse...

Que confusão, o Gaia voltou a ganhar...isto só pode ser roubalheira, ainda por cima não jogaram em casa, que estranho...

Anónimo disse...

O Avanca ainda não garantiu o apuramento, pois há inscrições irregulares e o S. Bernardo já anda a bascular na FAP. Aguardemos o próximo filme...

Anónimo disse...

O homem do ouro atacou em Oleiros

Anónimo disse...

Sr magnata,se fosse minimamente inteligente e a dor de cotovelo não lhe atrapalhasse o raciocínio estava calado porque ninguém,principalmente do Avanca,pôs em causa a vossa vitória mais que justa contra eles.Ganharam bem. Pena as suas frustrações desportivas não o deixarem ver com clareza a realidade das coisas.Quato ao 2ª comentário,o s.bernardo devia era pensar no que correu mal dentro de campo para não ser apurado.Realmente o Avanca incomoda muita gente,ou melhor o sucesso e trabalho serio.

Anónimo disse...

Ainda vou ver o Presidente do Avanca a encher as paginas do jornal O JOGO contra a novela da TVI - unica mulher!! Retratem-se e peçam desculpa ao FC Gaia e ao adepto; pela mau comportamento do vosso atleta dentro e fora do campo.

Anónimo disse...

No pavilhão do Gaia existiu racismo.. E mesmo assim ainda defendem.o adepto.
Aquela gente é toda igual, so tenho pena daquelas que nao acertaram no adepto.

Anónimo disse...

Deixem o São Bernardo em paz. O São Bernardo não anda a vasculhar nada, na Federação. O Avanca vai à frente com todo o mérito.

O São Bernardo anda preocupado é em continuar a ganhar jogos e o seu treinador tem dito publicamente que está muito satisfeito pela recuperação da sua equipa e pela entrega dos seus jogadores.

Não sei de onde é que apareceu aqui alguém a dizer que o São Bernardo anda a vasculhar na Federação. Provavelmente alguém a querer que o Avanca faça favores ao Arsenal Devesa.

A junta Directiva do CDSB.

Anónimo disse...

Mérito para o Camões. Bom trabalho.

O que se passou com o Benfica B. Estratégia ? Aplica-se a teoria do universo ?

O Hugo Costa já prestou provas e poderia ir para o Camões.

Anónimo disse...

Como é possível o fcp B ter estado a perder com uma das piores equipas ?

Anónimo disse...

Caros amigos,
O S. Bernardo tem que ficar apurado ou em 3º ou em 4º lugar alarga-se o numero de equipas para a Fase final de 3 para 4.
Qual é o problema a rapaziada
ja está no terreno a encontrar a melhor solução e vai pelo alargamento!
Assim como a P01 vai ser alargada para manter o Xico Andebol na 1ª Divisão...

Anónimo disse...



Andebol feminino

16-03-2015 23:07
Selecionador angolano confiante na qualificação para Jogos Olímpicos
A estreia das angolanas no torneio acontece dia 19, diante do Senegal, seguindo-se com RDC e encerra dia com a Tunísia.
Andebol feminino: Angola - Brasil Foto: AFP

Andebol feminino: Angola - Brasil

Por SAPO Desporto c/Angop sapodesporto@sapo.pt

O técnico da seleção angolana de andebol, João Florêncio, mostrou-se confiante na qualificação das angolanas para os Jogos Olímpicos a ter lugar no Rio de Janeiro, Brasil, em 2016.

Falando à imprensa no pavilhão anexo a Cidadela, após o treino desta segunda-feira que visou o aprimoramento das estratégias de ataque e defesa da formação angolana, o selecionador disse que o estágio correu bem, tendo sido concluído com uma partida diante de uma formação alemã.

“Conseguimos atingir o nível que a equipa que está habituado“, disse.

Dai considerar que a equipa encontra-se e motivada psicologicamente, tendo acrescentado que a grande finalidade na participação no torneio é garantir a passagem ao Brasil palco da competição dos Jogos Olímpicos.

Disse ainda querer a ajuda do público, por isso pediu uma presença massiva no Pavilhão durante os dias da competição.

Na Holanda, as comandadas do João Florêncio efetuaram três jogos amistosos : Nos dois primeiros encontros, as angolanas perderam com Dalfesen, por 26-36, e venceram a seleção Esperança deste país por 32-23.

No último amigável a selecão angolana suplantou o Oldeburg, da 1ª liga da Alemã, por 37- 35.

A estreia das angolanas no torneio acontece dia 19, diante do Senegal, seguindo-se com RDC e encerra dia com a Tunísia.

Anónimo disse...

A malta do Arsenal de Devesa que tinha o apuramento garantido, começa a perder jogos e vem para aqui tentar criar a confusão.

Não se preocupem connosco, São Bernardo, que precisamos de um milagre para nos apurarmos. Há muito tempo que estamos fora dessa luta.

Escusam de inventar que andamos a ver se o Avanca tem jogadores mal inscritos, ou que vai haver alargamentos ou outras coisas que não têm nexo nenhum.

O Avanca vai subir de caretas e merece, porque tem a melhor equipa. Agora virem aqui tentar criar uma guerra entre Avanca e São Bernardo a ver se o Avanca faz o favor ao Devesa quando jogarem não faz sentido nenhum e são manobras muito baixas.

Anónimo disse...

O Porto pode tudo, e nada é mais o Avanca que o Porto C ou algo do género! Por isso o São Bernardo pode vasculhar o que quiser! Há sempre um regulamento a mais....

Anónimo disse...

Nem o adepto do Gaia deve ser ilibado dos comentários que fez, nem o Avanca deverá branquear o que o seu atleta fez.
Agora, associarem um clube ao que um indivíduo fez, é ridículo e demonstra falta de personalidade.

Anónimo disse...

Ao anonimo das 0H34 respondo, você sabe o que é racismo? Eu vi um adepto a responder mal ao vosso jogador depois deste provocar a assistência do Gaia com gestos muito feios e rir-se sempre que dava um soco num atleta do gaia. Racismo é chamar macaco ou algo parecido, alguém ouviu isso. De certeza que não. O atleta pelo que fez devia levar entre 1 a 2 anos de castigo. Isso vocês não dizem.

Anónimo disse...

O Gaia está sempre presente em todas as caldeiradas. É impressionante...

Anónimo disse...

Porque será que o Porto "B " e juniores fazem tão maus resultados ?????? Lanço o debate .......

Anónimo disse...

Não tem muito debate, emprestou talvez 10 jogadores a 2 clubes do Norte. O mesmo se adapta ao Benfica B emprestou jogadores a 2 clubes da PO1 no Sul e claro o desempenho da equipa B desceu consideravelmente. Este comentário tb serve para responder ao comendador que pergunta o que se passa com o Benfica B. Nada de especial. Atiram para tudo o que mexe para ganhar nas categorias de formação. Chega um determinado momento em que essa competição não satisfaz e enviam para " satelites" para rodar. Não vale a pena falar em teorias de conspiração, leis do universo nada disso. Explicação bem simples.

Anónimo disse...

Não tem muito debate, emprestou talvez 10 jogadores a 2 clubes do Norte. O mesmo se adapta ao Benfica B emprestou jogadores a 2 clubes da PO1 no Sul e claro o desempenho da equipa B desceu consideravelmente. Este comentário tb serve para responder ao comendador que pergunta o que se passa com o Benfica B. Nada de especial. Atiram para tudo o que mexe para ganhar nas categorias de formação. Chega um determinado momento em que essa competição não satisfaz e enviam para " satelites" para rodar. Não vale a pena falar em teorias de conspiração, leis do universo nada disso. Explicação bem simples.

Anónimo disse...

serão os atletas que desaprenderam ou quem os ensina demasiado fraco ???????? Acredito mais na segunda hipótese .....

Anónimo disse...

Para o comentario de 17 de Março às 18:24

Percebe-se a explicação, mesmo antes de comentar.

E o Andebol nacional vive numa realidade de 4 ou 5 clubes.

magnata disse...

Para o anónimo de 17 de Março de 2015 às 17.11, é que dá vontade escrever. Um fetiche enorme pelo gaia,se quiser pode ir lá comê-lo. Ouvi dizer que caldeirada à gaia é top, bem melhor que o rennie!

Anónimo disse...

Como alguem perguntava pelo fraco desempenho dos juniores do FCP e lançava debate apenas dei a minha opinião. Se o incomodei peço desculpa

Anónimo disse...

Treinador pior que burro o do Porto , para além de muito pouco educado . Chuta garrafas , dá murros , bate com os pés no chão . Parece um menino da escola primária ,pelo menos nos dois jogos contra o Gaia foi o que se viu . Péssima postura em campo para com a sua equipa .Se for assim nos outros jogos os jogadorem têm que tomar XANAX em vez de Rennie pois é de por qualquer um à beira de um ataque de nervos .

Anónimo disse...

Também Já tive oportunidade de ver esse senhor a conduzir a equipa e como se diz na minha terra : é pior do que cuspir na sopa .

Anónimo disse...

Estou de acordo com o anónimo das 21:15. Gostaria de saber a opinião do professor António Cunha em relação a este treinador e respectivos resultados , caso já tenha assistido este ano a alguns jogos do porto , uma vez que o tenho em enorme consideraçào técnica devido à sua vasta experiência passada na modalidade !

Anónimo disse...

Bora Cunha diz da tua alma , há ainda quem te ache com valor , como eu aliás !

Anónimo disse...

19 de março de 2015 às 11:44
Põe a cabeça de fora se tens coragem papagaio!
HEXA CAMPEÃO e ainda tens duvida e aqueles que nada ganham e são os maiores nas selecções e clubes!
Ridiculo os comentários sobre o Melhor treinador da P01 e simultaneamente da Selecção de Montenegro e porque não acumular com os destinos da nossa Selecção ou ele ou o Carlos Resende!
Dava oportunidade aos muitos treinadores sem CV nas selecções treinarem se fossem convidados pelos clubes da 2ª e 3ª Divisão!

Anónimo disse...

Há pessoas mesmo burras... Caro anónimo das 11h44.
Está-se a falar do treinador dos juniores e da equipa B do Porto e não do Obradovic.... Dahhh