gal vence

Liga dos Campeões Europeus Sporting Perde por 33-29 - EHF CUP FC Porto Vence vence Eliminatória, Benfica perde por 26-21, e é eliminado - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 12 de março de 2015

EURO 2016 FEMININO – SUÉCIA - II

EURO 2016 FEMININO - SUÉCIA
 
A EHF, publicou e informou de todas as inscrições, e quem irá disputar as diversas de apuramento, até chegar á Fase Final do Euro 2016 a realizar de 4 a 18 de Dezembro de 2016 na Suécia
 
Já Apurado:
Suécia País Organizador
 
Todas as restantes 15 vagas, para Fase Final, serão preenchidas através das diversas Fases de Qualificação (duas). 
 
Equipas Inscritas – (33 equipas, incluindo a Suécia), Azerbaijão, Bulgária, Ilhas Faroé, Finlândia, Israel, Kosovo, Áustria, Bielorrússia, Croácia, República Checa, Dinamarca, Espanha, França, Alemanha, Hungria, Islândia, Itália, Lituânia, Macedónia, Montenegro, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, Eslovénia, Sérvia, Suíça, Eslováquia, Turquia e Ucrânia. 
 
A Fase de Qualificação 1 - Azerbaijão, Bulgária, Ilhas Faroé, Finlândia, Israel, Kosovo, terá o sorteio realizado em 23 ou 24 de Março de 2015 em Viena
 
Será disputado por dois Grupos de 3 equipas, com o vencedor de cada grupo a passar á Fase de Qualificação 2, e serão disputados de 12 a 14-06-15. 
 
A Fase de Qualificação 2 – Será disputada por, Áustria, Bielorrússia, Croácia, República Checa, Dinamarca, Espanha, França, Alemanha, Hungria, Islândia, Itália, Lituânia, Macedónia, Montenegro, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, Eslovénia, Sérvia, Suíça, Eslováquia, Turquia e Ucrânia, mais os vencedores dos grupos da Fase de Qualificação 1. Terá o seu sorteio em 9 de Abril de 2015 em Kristianstad na Suécia. 
 
A Fase de qualificação 2, será disputada em 7 grupos de 4 equipas, passando automaticamente para a Fase Final, os dois primeiros classificados de cada grupo, mais o melhor terceiro classificado, entre todos os grupos, num total de 15 equipas. 
 
Será disputada em seis jornadas, distribuídas da seguinte forma:
 
Jornadas 1 e 2 – de 7 a 11-10-2015
Jornadas 3 e 4 – de 9 a 13-03-2016
Jornadas 5 e 6 – de 1 a 05-06-2016 
 
Portugal, face á sua posição no Ranking, entra diretamente na Fase de Qualificação 2, mas ficará colocada no último Pote (4) para o sorteio, onde estarão incluídas a s equipas que transitam da Qualificação 1. 
 
O Noticias

7 comentários:

Anónimo disse...

vamos a esta prova, para quê, volta LS e suspende estas participações, é só gastar dinehiro, sem nun hum desenvolvimento ou proveito, e as gerações vão passando e zero em resultados.

Jorge Almeida disse...

Anónimo 12 de março de 2015 às 23:03, com essa lógica suspenden-se todas as selecções séniores, inclusivé a selecção masculina.

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstas entre 13 e 15 Março 2015:

http://andeboltv.blogspot.pt/2015/03/lista-de-transmissoes-entre-09-e-15.html

Anónimo disse...

Presentes estamos mas no acto da inscrição! quanto ao protagonismo dentro do campo fica para depois!
O Andebol feminino podia e devia ser um caso de SUCESSO, mas quem anda por lá e entende porque não chegámos lá, porque temos atletas a jogar a muito bom nivel, estruturalmente são competentes, disponiveis e motivadas..
O trabalho nas Selecções ~sao de representação e não de confronto sobre a metodologia seguida e os resultados alcançados, nreste sector justificava a presença de um Treinador Internacional em regime Full-time e os resultados a medio prazo iria ser positivos.
Treinadoras nórdicas existem dispoinveis e com CV indiscutivel.
Caros Dirigentes Federativos repensem as Selecções nacionais a todos os niveis....

Anónimo disse...

Também temos treinadores portugueses capazes de apresentar um projeto e de trabalhar com brio para o bem do feminino. Não devemos copiar modelos dos outros, mas sim trabalhar com o que temos e potenciá-lo ao máximo. Por exemplo, porque não existe uma seleção sub23 para potenciar as atletas que conseguiram 4 presenças consecutivas em competições internacionais e agora por vários motivos não cabem nas Seniores A.
Nos escalões jovens as nossas atletas não ficam a dever nada aos outros países, pena que nem sempre vão a esses confrontos internacionais as melhores atletas dos clubes, pois as convocatórias são feitas por cunha, cotas como se tem falado ou por pressão dos clubes por causa dos estatutos de alta competição.
Outro caso das más convocatórias é o desconhecimento das selecionadoras face ao trabalho feito nos clubes e até desconhecimento face a atletas existentes.
Por outro, lado além da pouca preparação como treinadores das atuais seleccionadoras e seleccionador, não existe um trabalho conjunto entre os técnicos federativos e os clubes.
No tempo do Florêncio, mesmo que fosse para ouvir as baboseiras e delírios deste, ainda havia umas reuniões. Agora? Nada... é tudo uma brincadeira de amigas e amigos.

Anónimo disse...

13 de março de 2015 às 14:48
anonimo
já agora diga quem são os treinadores portugueses que tem categoria para as selecções nacionais femininas?
Roberto

Anónimo disse...

quem é a sandra? e não me falem daquela treta de a 1ª mulher a orientar o masculino, porque aquilo foi uma vergonha. Eu punha a paula marisa e era igual