gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2016 / 2017 - IV

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04,

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
4.ª Jornada
Dia 16-10-16
CD Feirense 42 - 36 Boavista FC
GC Santo Tirso 20 - 33 ABC
Ismai 33 - 25 AA Avanca
Águas Santas 23 - 29 FC Porto
Xico Andebol 18 - 19 Académico FC

Mais uma jornada com alguns poucos jogos de grande equilíbrio, e até algumas surpresas (na nossa opinião), e onde se verificaram resultados com números que não esperávamos ver, mas um facto deve ser salientado, que foi a não existência de registo de qualquer ocorrência disciplinar, embora exista um encontro com relatório. Registe-se de igual modo o facto de não remos jogos adiados, o que torna a prova verdadeiramente regular, pelo menos até ao momento. Registe-se a primeira vitória do ABC, que se verificou em Santo Tirso, diante a equipa local, num jogo de sentido único, com o resultado ao intervalo a chegar já favorável ao ABC por 17-9. No segundo tempo não se alterou o ritmo de jogo que terminou com total superioridade dos bracarenses. O GC Santo Tirso é uma das duas equipas na Zona que ainda continua sem averbar qualquer vitória. Bruno Andrade com 7 golos, foi o melhor marcador do GC Santo Tirso, enquanto Gonçalo Areias com 9 golos e Lucas Ferrão com 7 golos foram os melhores marcadores do ABC. Em Guimarães no Xico Andebol / Académico FC, tivemos na nossa opinião a grande surpresa da jornada com o neo divisionário Académico FC a vencer os locais, embora pela diferença mínima, num jogo de grande equilíbrio durante os 60 minutos, embora o resultado ao intervalo já fosse favorável aos homens do Lima por 9-7. Paulo Abreu com 6 golos foi o melhor marcador do Xico Andebol, com Paulo Adrião e os seus 7 golos a ser o melhor marcador do Académico FC. No jogo de maior importância na jornada o FC Porto foi surpreender o Águas Santas na Maia, que assim averbou a sua primeira derrota na prova enquanto a equipa visitante continua a ser uma das duas equipas ainda sem qualquer derrota. O FC Porto construiu o resultado no primeiro tempo quando chegou ao intervalo a vencer por 13-8, fazendo depois uma completa gestão do resultado e do jogo, apesar da excelente reacção da equipa maiata. No Águas Santas, Diogo Quintas com 6 golos foi o seu melhor marcador. Ruben Sousa e Paulo Cândido com 8 golos cada foram os melhores marcadores do FC Porto, (lamentamos na nossa opinião que neste escalão já estejam a ser utilizados jogadores estrangeiros, este lamento serve para as duas zonas e para todas as equipas). No único jogo em que existiu relatório, o neo CD Feirense / Boavista FC, foi um jogo totalmente sem preocupações defensivas, pois o número de golos (78), ultrapassa os nossos limites imaginativos para o escalão. Terminou como vencedor o CD Feirense, que ao intervalo vencia por 21-14, para termos um segundo período de jogo de muitos golos e de grande equilíbrio, o Boavista FC é uma das duas equipas que continua sem vitórias nesta Zona. Carlos Madureira com 10 golos, Cesar Macedo com 9 golos e Miguel Costa com 7 golos, foram os principais marcadores do CD Feirense, por sua vez Bernardo Ferreira com 7 golos, e Francisco Magalhães com 6 golos foram os melhores marcadores do Boavista FC. Em mais um jogo disputado na Maia o Ismai / AA Avanca, a equipa maiata venceu, e desta forma manteve-se como uma das duas equipas que apenas registam vitórias na zona. Jogo com 30 minutos de grande equilíbrio, pois ao intervalo o resultado era de 15-14 a favor do Ismai, para apenas no segundo tempo se consolidar e dilatar o mesmo. No Ismai com 10 jogadores a marcarem golos, Afonso Cavadas e Ricardo Oliveira com 8 golos cada, foram os seus principais marcadores. Eduardo Farinha e Ruben Ribeiro com 7 golos cada, foram os melhores marcadores da AA Avanca.

Classificação até ao momento: - FC Porto, e Ismai (12 pontos), 3.º Águas Santas e Académico FC (10 pontos), 5.º CD Feirense, e Xico Andebol (8 pontos), 7.º ABC, e AA Avanca (6 pontos), 8.º ABC, Boavista FC e GC Santo Tirso (4 pontos).

Zona Sul
4.ª Jornada
Dia 16-10-16
Juventude Lis 19 - 32 Sporting
AC Sismaria 23 - 31 Benfica
Belenenses 32 - 23 Ginásio Sul
São Bernardo 41 - 30 ADC Benavente
Dia 01-12-16
Estarreja AC - Alto Moinho (16H00)

Parece que começamos com o adiamento dos jogos, sem motivo aparente (talvez neste caso os jogos de Seniores da 2.ª Divisão tenham influência), e tivemos uma jornada onde apenas se registou um jogo com a existência de relatório. Jornada sem qualquer surpresa pois venceram os naturais favoritos, e por resultados quase sempre desequilibrados em termos de resultado final. O único encontro com a existência de relatório, foi o Juventude Lis / Sporting, precisamente o encontro que terminou com o resultado mais dilatado, com esta derrota a equipa leiriense continua a não registar qualquer vitória na prova, enquanto por sua vez o Sporting é uma das equipas que apenas regista vitórias. Domínio total da equipa do Sporting que ao intervalo já vencia por 16-9, continuando a vincar a sua superioridade no segundo tempo aumento a diferença. Pedro Santos com 8 golos foi o melhor marcador da Juventude Lis, enquanto na equipa do Sporting com 10 jogadores a marcarem golos Bruno Gaspar com 10 golos foi o seu melhor marcador. Ainda na Região de Leiria, mais precisamente em Gândara, tivemos outro encontro, desta vez entre o Sismaria AC e o Benfica, que terminou com a esperada vitória do Benfica, que fica sendo uma das equipas que também apenas regista vitórias na prova, e que construi todo o seu resultado durante o primeiro tempo quando chegou ao intervalo a vencer por um esclarecedor 14-8, permitindo depois que o AC Sismaria equilibrasse mais o jogo durante o segundo período do jogo. O Sismaria registou assim a sua 1.ª derrota na prova. Gonçalo Jesus e Iuri Anastácio, ambos com 7 golos cada foram os marcadores de serviço do AC Sismaria. No Benfica com 12 atletas a marcarem golos, João Machado e Válter Soares, com 6 golos cada foram os seus principais marcadores. No Restelo a equipa do Belenenses não sentiu qualquer dificuldade em vencer o repescado Ginásio Sul, que continua a ser uma das equipas que apenas regista derrotas na prova até ao momento. O Belenenses ao intervalo já vencia por 15-12, consolidando a sua vitória no decorrer do 2.º tempo. No Belenenses com 10 jogadores a marcarem golos, Gabriel Cavalcanti com 9 golos, foi o seu principal marcador, por sua vez com apenas 5 golos Tiago Gonçalves foi o melhor marcador do Ginásio Sul. Por último temos a clara vitória do São Bernardo sobre o ADC Benavente, que não está a fazer a prova que muito esperariam. Foi mais um jogo em que os números finais nos indicam que preocupações defensivas não existiram praticamente, pois o número total de golos é elucidativo (71), com a equipa do São Bernardo já na frente do marcador ao intervalo por 19-15, consolidando a sua vantagem no decorrer dos segundos 30 minutos, o ADC Benavente é também uma das equipas que não regista qualquer vitória na prova. Na equipa do São Bernardo onde 12 jogadores marcaram golos, Jorge Costa com 12 golos e Diogo Elkan com 8 golos foram os seus principais marcadores. NO ADC Benavente que se apresentou com apenas 10 jogadores inscritos, Francisco Sousa com 10 golos e Ricardo Marques com 7 golos foram os seus melhores marcadores.

Classificação até ao momento: - Benfica, Sporting (12 pontos), 3.º AC Sismaria, e Belenenses (9 pontos), 5.º São Bernardo (8 pontos), 6.º Estarreja AC (7 pontos, -1 jogo), 7.º Alto Moinho (6 pontos, -1 jogo), 8.º ADC Benavente (5 pontos), 9.º Juventude Lis e Ginásio Sul (4 pontos).

O Noticias

2 comentários:

Anónimo disse...

ainda é cedo, mas parece que esta época não haverá grandes surpresas

Anónimo disse...

Leiam a brilhante análise do repórter da FAP, Tinoco Marques, isto é o que se chama isenção:

José Tinoco Marques -

Amigos, vamos aqui fazer um ponto de ordem. Os dois árbitros que estiveram hoje em Braga não têm culpa absolutamente nenhuma do que aconteceu. Trata-se de pessoas honestas, absolutamente idóneas, de formação académica elevada, gente de bem, no fundo. Mas isso não chega para serem bons árbitros. Quantos de nós somos honestos, boa gente, cinco estrelas e não percebemos nada de arbitragem? Muitos, certamente. O que não se entende é a nomeação. Numa quarta feira onde apenas houve dois jogos, era de esperar que fosse nomeada uma dupla internacional. Até para salvaguardada de quem nomeia, o CA. Um dupla internacional que até podia fazer uma "cagada" maior... Mas ficaria, quem os nomeou, a coberto de qualquer crítica. Assim, foi uma arbitragem que não agradou nem a gregos nem a troianos... E não me venham dizer que os árbitros precisam de jogos intensos e experiências destas para crescerem. Se com os anos de arbitragem que leva esta dupla ainda não é internacional...não vale a pena estar a bater no ceguinho... Esta é a humilde opinião de quem, cada vez mais, percebe menos desta modalidade..