gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 21 de março de 2017

P004 – Fase Final – 2016 /2017 – II

Crónica dedicada á Fase Final Nacional da PO04, disputada nos mesmos moldes da época anterior, reiteramos a nossa opinião, de que, agora é que pode existir a tão desejada competitividade no escalão que todos dizem não existir.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Fase Final Nacional – Grupo “A”
1.ª Jornada
Dia 19-03-17
Benfica 41 - 22 Estarreja AC
Sporting 26 - 28 FC Porto
Ismai 27 - 39 Águas Santas

Começaremos por assinalar que não foi uma jornada isente de casos disciplinares, pois tivemos um encontro onde se verificaram ocorrências disciplinares registadas., poderemos ainda afirmar que as assistências apesar de continuarem a registar números que consideramos exíguos, foram mesmo assim superiores ao que anteriormente se vinha verificando, o que só prova que quando existe equilíbrio e competição poderá existir público. Esperamos agora que a Andebol TV dê alguma atenção a esta prova, e que o CA não se perca em experiencias, pois esta é uma fase decisiva de uma prova, que na nossa opinião poderá ser provavelmente muito mais competitiva e equilibrada, do que muitos estariam á espera, apesar de alguma superioridade (na nossa opinião), de algumas equipas oriundas da Zona Norte. Esperamos que o adiamento de jogos, não seja uma regra nesta Fase Final.

No Pavilhão Fernando Tavares disputou-se (na nossa opinião) o principal encontro da jornada, o Sporting / FC Porto (jogo com ocorrências disciplinares), que foi um jogo disputado sempre com grande equilíbrio, embora com ligeira superioridade da equipa do FC Porto, que no final do primeiro tempo já vencia por 14-13, curiosamente o mesmo resultado que se verificou no segundo tempo. Este foi o único encontro desta Fase Final, entre equipas que ainda não se tinham defrontado. No entanto o FC Porto, no segundo tempo chegou a ter estar com 3 golos de vantagem, como por exemplo quando vencia por 19-16. Diogo Almeida e Bruno Gaspar, com 8 golos cada, foram os melhores marcadores do Sporting, por sua vez Ruben Santos com 10 golos, e Miguel Salgado com 7 golos, foram os melhores marcadores do FC Porto. Em Lisboa, tivemos um novo encontro entre duas equipas que na 1.ª Fase, se encontravam na mesma Zona, o Benfica / Estarreja AC, e que terminou tal como os anteriores com mais uma vitória da equipa do Benfica, que comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, de tal forma que chegou aos 14-4, para depois fazer um parcial de 6-1, e chegar ao intervalo a vencer por 20-5, resultado que permitiu à equipa do Benfica, fazer uma total gestão do plantel, com 11 jogadores a marcarem golos, tendo em Francisco Pereira com 9 golos o seu principal marcador, por sua vez a equipa do Estarreja AC (talvez a equipa mais frágil, na nossa opinião, nesta Fase Final) teve em Diogo Vaia com 8 golos o seu melhor marcador. No Pavilhão Municipal da Maia, tivemos mais um dérbi maiato, com o encontro Ismai / Águas Santas, duas equipas que se já se tinham encontrado por duas vezes, em jogos disputados na 1.ª Fase da prova, em virtude se encontrarem na mesma zona, e o resultado que se verificou não deferiu em nada do ocorrido então, ou seja a vitória clara da equipa do Águas Santas, que ao intervalo já vencia por uns claros 19-13, para depois indo aumentando o diferencial progressivamente, passando pelos 20-13, e 28-16, como exemplo do que passou neste encontro. António Almeida com 11 golos, e Leonel Fernandes com 7 golos, foram os melhores marcadores do Ismai, por sua vez o Águas Santas, que geriu e rodou o seu plantel, teve 11 jogadores a concretizarem golos, sendo Luís Frade e Diogo Quintas, ambos com 6 golos cada, os seus principais marcadores.

Não se apresenta ainda nenhuma classificação por consideráramos demasiado cedo a apresentação da mesma.

O Noticias.

4 comentários:

Anónimo disse...

Uma desgraça nunca chega só! Agora até já em juniores o Sporting perde com o Porto... das grandes equipas quantos se aproveitaram? Zeeeero! Há um Edmilson e pouco mais! Andam muitos nas outras equipas a reforçar...

Anónimo disse...

O Benfica tem tanto jogador emprestado. Tem alguns bons nesta equipa junior. Que adianta? Vai repetir o que o Sporting fazia em tempos? O Sporting chegou a ser quatro veses campeão nacional. Todo esse trabalho foi feito com Frederico Santos. Onde está hoje? Passaram pela equipa Pedro Portela, Sérgio Barros, Rui Silva, Pedro Sequeira, Pedro Seabra, Malhão e outros. De todos não há um no Sporting! Uns não se decidiram por fazer do andebol sua vida. Outros saíram para outras equipas. A formação deveria ser repensada.

Do Benfica actual e que foi camp. nac. há Hugo Lima e em parte David Carvalho e Pombo. Será que os dois se vão manter? Lima deveria rodar mais.

Anónimo disse...

O aguas santas é o candidato mais forte ao titulo

Anónimo disse...

O AAAS sem duvida que é um candidato por 2 motivos: bom plantel e tem um núcleo duro de atletas de 2º ano de Junior.
Tanto o SLB e o FCP têm nas suas equipas poucos atletas juniores 2º ano, diria que têm mais juvenis que juniores.
Sendo assim claro que o AAAS é um candidato, mas haverá sempre surpresas.