gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Comité Olímpico e o Andebol

Vão realizar-se eleições para o CO Português, e, a nossa modalidade, que é a 2.ª Modalidade praticada em Portugal, e a 1.ª no sector Feminino, nunca obteve grandes favores do nosso CO, no entanto outras modalidades, como o Voley ou o Ciclismo, citando apenas estas, parecem predestinadas, a fazer parte da Comissão Executiva deste Organismo, mais uma vez fomos esquecidos, não tirando mérito aos que segundo o que anda a ser publicado nos vários Órgãos da Comunicação Social, é mais importante ser politico ou estar nas boas graças, pois desta forma obtêm-se os votos suficientes para vencer as eleições. E instalarem-se no poder.

A FAP pelos vistos é uma das apoiantes, da única Lista que se apresentará a sufrágio, não sabemos a que preço, aquilo que sabemos é que mais uma vez somos “escorraçados”, da Comissão Executiva, mas atribuem-nos um “lugarzito” o de Secretário do Conselho Fiscal , giro, e a personalidade que aceita este cargo , é nem mais nem menos que o Eng. Rui Coelho, o homem que já esteve com um pé num dos cargos mais altos da hierarquia do Andebol a nível Internacional. Estranho que o tenha aceite, pois o cargo não é minimamente compatível com a importância da nossa Modalidade. Mas vamos cantando e rindo e fica tudo bem.....

O Banhadas Andebol

5 comentários:

Anónimo disse...

O Andebol anda mesmo por baixo, é só lugares para encher pneus, mas há quem se preste, paciência

Anónimo disse...

É uma palhaçada

Anónimo disse...

Comité Olimpico
A Federação Portuguesa de Hoquei Campo tem integrado n lista do COP, um director Vogal que é o seu presidente, tem 2 associações regionais,3 campos relvados, 50 atletas seniores e meia duzia de equipas dos escalões jovens e muito luta entre arbitros e jogadores, para alem de estar na lista vermelha no Controle Anti Dopagem.
O Presidente do COP faz a lista na base do compadrio, Maçonaria e interesses particulares, quando e que o Governo acaba com este organismo que devia ser tudo menos aquilo que é?

Anónimo disse...

Triste a FAP não exigir mais, talvez uma vice-presidencia.
Pois não era favor nenhum, somos a 2ª modalidade do país e não nos é dada a visibilidade que devemos ter por direito próprio.
A meditar no futuro por todos.
Mais um problema para o Augusto Silva se dedicar, jugo com ele não abdicariamos de algo mais visivel.
Torrinha isto é para ser levado a sério...

Anónimo disse...

O Andebol tem o que merece... à medida dos dirigentes que vegetam e engordam na FAP