gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 21 de agosto de 2016

Europeu Sub-18 Masculino 2014 – IX

EHF M18 EURO - 2016

Terminou mais um Euro Sub-18, com a sua Fase Final a terminar em 21 de Agosto de 2016, na Croácia.

Além da Seleção Nacional de Sub-18, que disputou os lugares do 9.º ao 12.º Segundo, evitando desta forma descida de Divisão no novo esquema dos Campeonatos Jovens da EHF, ainda conseguiu um lugar que lhe garantiu a presença no Mundial de Sub-18 em 2017, estivemos igualmente representados por Rui Coelho, que foi um dos três Representantes da EHF.

FRANÇA BICAMPEÃ EUROPEIA
 (Portugal em 10.º) 

Portugal defrontou a Noruega, a quem venceu no último Scandibérico em Burgos (24-20), num jogo onde o vencedor, ficava desde logo apurado para o próximo Mundial de Sub-18 em 2017 (11 primeiros), e Portugal não deixou os seus ”créditos por mãos alheias”, e votou a vencer, num encontro de grande equilíbrio, pois por exemplo apenas se conseguiu colocar na frente do marcador aos 26 minutos de jogo, Por Jenilson (5 golos), um dos melhores jogadores em campo (na nossa opinião), mas não evitou a igualdade a 14 golos que se verificava ao intervalo, Portugal neste período de jogo não conseguiu em termos atacantes colocar uma bola no pivot e realizou 8 perdas de bola por mau passe, dos quais resultaram 4 golos dos noruegueses. No segundo tempo com uma forte melhoria não só no ataque mas também a defender, com o guarda-redes Manuel Gaspar 8considerado o melhor jogador da equipa portuguesa) em bom plano, mas com a equipa da Noruega a conseguir equilibrar o jogo e o marcador até cerca dos 40 minutos quando se registava uma igualdade a 23 golos, a partir deste momento Portugal assumiu em definitivo o comando do jogo e do marcador chegando a ter 5 golos de vantagem (56 minutos 31-26 e 58 minutos 32-27), para permitir alguma recuperação no marcador aos noruegueses já em período de descompressão com André Gomes (10 golos) a falhar clamorosamente um livre de 7 metros aos 59 minutos, bom jogo igualmente do jovem Diogo Silva (6 golos). Portugal voltou a defrontar a Suécia a quem venceu nos jogos da Intermediate Round, agora para definir o 9/10 lugar na classificação geral, e desta vez perdeu por 31-29, num jogo em que o equilíbrio no marcador se manteve até aos 23 minutos quando o resultado era uma igualdade a 12 golos, a partir deste momento os suecos assumiram o comando do jogo e do marcador até aos 60 minutos, com o intervalo a chegar com os suecos na frente por 17-15, foi um encontro onde Portugal (na nossa opinião) entrou demasiado confiante e teve momentos de displicência total, sofrendo perdas de bola e realizando ataque demasiado curtos e pouco pensados, chegando a permitir que os suecos estivessem na frente do marcador com 6 golos de diferença, cerca dos 40 minutos de jogo, quando os suecos venciam por 23-17, revelando pouca concentração competitiva, talvez por que os principais objetivos já estavam alcançados. Não poderemos terminar apesar sem uma referência a Diogo Silva com 7 golos melhor marcador de Portugal e melhor jogador da equipa e ainda a André Gomes e O. Nekrushets, ambos com 6 golos cada, e para a prestação do guarda-redes português Manuel Gaspar neste encontro.

Hoje publicamos os últimos resultados, não só de Portugal, como todos os jogos que definiram a classificação Final.

9/12 Lugar
Dia 19-08-16
Rússia 22 – 30 Suécia
Portugal 33 – 30 Noruega

Resultados Finais

Final
França 40 – 38 Croácia
3/4 Lugar
Alemanha 32 – 31 Eslovénia (C/ 2 Prolongamentos)
5/6 Lugar
Dinamarca 28 – 24 Espanha
7/8 Lugar
Islândia 32 – 30 Sérvia
9/10 Lugar
Suécia 31 – 29 Portugal
11/12 Lugar
Rússia 27 – 18 Noruega
13/14 Lugar
Suíça 27 – 35 Polónia
15/16 Lugar
República Checa 39 – 30 Eslováquia

Classificação Final – 1.º França, 2.º Croácia, 3.º Alemanha, 4.º Eslovénia, 5.º Dinamarca, 6.º Espanha, 7.º Islândia, 8.º Sérvia, 9.º Suécia, 10.º Portugal, 11.º Rússia, 12.º Noruega, 13.º Polónia, 14.º Suíça, 15.º República Checa e 16.º Eslováquia.

Notas

Os 11 primeiros disputam em 2017 o Mundial Sub-18, por apuramento directo.

De referir que as três (3) equipas piores Classificadas (Suíça, República Checa e Eslováquia) disputarão em 2018 na prática a 2.ª divisão do Europeu de Sub-20, com os melhores classificados da prova de Sub-18 (2.ªDivisão), a ser disputada na Bulgária, Geórgia e Lituânia, a serem promovidos á 1.ª Divisão do Euro Sub-20 em 2018 (Ilhas do Faroé, Roménia e Israel).Conforme o novo diagrama destas competições já divulgado em oportunidade por nós

De realçar a excelente qualidade das transmissões, mesmo em Livestream que só são possíveis na nossa opinião por a modalidade ser uma das modalidades prioritária na Croácia, Continuou-se a verificar apenas uma boa aderência do público nos jogos onde participava a equipa do Pais Organizador, registando-se assistências acima dos 1000 espectadores, nos restantes jogos e tal como já tinha verificado nas outras fases, com raras exceções a presença de público foi aquém do desejado.

De destacar que em relação aos semifinalistas de 2014, apenas a França foi repetente.

De referir que no jogo para o 3/4 Lugar (Alemanha / Eslovénia), que terminou com a vitória da Alemanha por 32-31, apenas foi decidido após o segundo prolongamento já que no tempo regulamentar, se registava uma igualdade a 22 golos, no final 1.º Prolongamento o resultado era de 26-26, para ser decidido apenas no 2.º prolongamento.

Foram ainda distinguidos os seguintes atletas:
Melhor Guarda Redes – Till Klimpke (Alemanha)
Melhor Ponta Esquerdo – Stefan Sunajko (Sérvia)
Melhor Lateral Esquerdo – Sebastian Heymann (Alemanha)
Melhor Central – Ian Tarrafeta Serrano (Espanha)
Melhor Pivot – Adrian Milicevic (Croácia)
Melhor Lateral Direito – Ivan Martinovic (Croácia)
Melhor Ponta Direito – Benjamin Richert (França)

Melhor Defensor – Miha Kavcic (Eslovénia)
Melhor Marcador – Ian Tarrafeta Serrano (Espanha) 58 golos

O Português André Gomes foi o terceiro nesta classificação com 54 golos

MVP – Kyllian Villeminot (França)

O Formador

1 comentário:

Anónimo disse...

No mínimo dou os parabéns aos miúdos.