gal vence

Euro Sub-19 Feminino, Portugal derrotada pela Dinamarca 32/16 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 16 de março de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 48 – 2016 / 2017 – I

Crónica de fim-de-semana da PO01, dedicada à 26.ª e última jornada da 1.ª Fase da prova.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

26.ª Jornada
Dia 15-03-17
AC Fafe 23 – 22 Boa Hora
ABC 28 – 26 Águas Santas
Sporting 29 – 27 AA Avanca
Arsenal 30 – 34 Ismai
Madeira SAD 29 – 26 Belenenses
SC Horta 28 – 38 FC Porto
São Mamede 20 – 35 Benfica

Jornada onde era pressuposto ficar decidida, não só a constituição final dos grupos da Fase Final, bem como os pontos que transportam para a mesma, no entanto face á decisão do Conselho de Disciplina, divulgada através do Registo Disciplinar – Comunicado Oficial N.º 33 da época 2016 / 2017 de 15-03-17, o AC Fafe, por incumprimento das condicções de disputa na PO01, em especial no que diz respeito à qualificação exigida para o técnico foi duramente sancionado, tendo-lhe sido atribuídas 5 derrotas, por falta de comparência, dando origem à perca de 7 pontos, ficando desta forma definidos os Grupos A e B, apenas sendo definido nesta jornada, algumas posições na tabela classificativa. Apenas uma pergunta, porquê só agora? E depois na 2.ª Fase como será? Este tema merecia um texto exclusivo sobre o assunto, mas pensamos que neste momento, é mais saudável para a modalidade, ficarmos por aqui.

Equipas apuradas para o Grupo A na 2.ª Fase da Prova:
FC Porto (39 pontos), Sporting (36 pontos), ABC (33 pontos), Benfica (32 pontos), Madeira SAD (29 pontos), e Águas Santas (28 pontos).

Equipas apuradas para o Grupo B na 2.ª Fase da Prova:
Avanca (27 pontos), Ismai (25 pontos), Boa Hora (22 pontos), Belenenses (21 pontos), Arsenal (20 pontos), SC Horta e AC Fafe (19 pontos), e São Mamede (16 pontos).

Os pontos indicados, são os pontos que cada transporta para a segunda Fase nos termos do Regulamento da Prova.

Nesta jornada apenas de discutiu posições na tabela classificativa e os pontos a transportar para a Fase Final, de cada Grupo conforme já referimos, ou seja na realidade era saber quem ocuparia o 5.º e o 6.º lugar em termos definitivos, bem como o 3.º e 4.º lugar, e outros.  De saudar que foi uma jornada que teve alguns jogos disputadíssimos, no entanto a mesma paute-se por não ter nenhum encontro com incidências disciplinares. Também foi caracterizada, por apenas em dois dos jogos se ter verificado rectificação do Resultado em relação à jornada homóloga na 1.ª volta.

ABC 36 – 28 Águas Santas

Jogo disputado no Flávio Sá Leite em Braga, com muito menos público que o habitual, e que face ao já narrado anteriormente, em relação á decisão da Federação, o jogo em si perdeu algum do interesse que tinha, pois poderia definir, o apuramento o não do Águas Santas para o Grupo A, apuramento esse que ficou definido com essa decisão. Foi um encontro onde os técnicos sem grandes preocupações, fizeram diversas experiencias, quer a nível defensivo quer a nível atacante, embora o ABC tenha comandado o marcador durante os 60 minutos, o Águas Santas iniciou o jogo com uma equipa recheada de juventude, onde foi notória a ausência do seu guarda-redes António Campos, e fez demasiadas faltas técnicas em especial no ataque que permitiu ao ABC, concretizar por diversas vezes em contra ataque, tudo isto acompanhado de uma total rotatividade dos jogadores de ambas as equipas, uma chamada de atenção para o bom desempenho do novo reforço do ABC, o cabo-verdiano Délcio (6 golos, 67% de eficácia), e para o jovem do Águas Santas Mário Oliveira (6 golos, 67% de eficácia). Ao intervalo o resultado já era favorável ao ABC por 18-7, com uma diferença bastante significativa. Deve-se ainda registar o facto de ter sido um jogo, sem o registo de qualquer Time-OUT, o que é plenamente demonstrativo da forma como o mesmo foi encarado pelos seus técnicos. Com esta vitória o ABC foi uma das equipas que retificou o resultado da 1.ª Volta, e teve 11 dos seus jogadores a marcarem golos, e o seu guarda-redes Humberto Gomes com 43% de eficácia (utilizou os 3 inscritos), á equipa maiata também teve 11 jogadores a marcarem golos, o que confirma tudo o que foi dito anteriormente. Dirigiu este encontro a dupla de Lisboa Tiago Monteiro / António Trinca, que num encontro em que o comportamento dos intervenientes, proporcionou uma arbitragem fácil, e eles desta vez souberam não complicar, tendo uma actuação positiva.

Um dos encontros mais disputados da jornada acabou por ser o Sporting / AA Avanca, cuja transmissão foi certamente em deferido, pois mais uma vez, à hora do jogo estava a transmitir a tomada de posse de dirigentes. Onde as alternâncias do marcador se sucederam, bem como as situações de igualdade de tal forma, que a equipa da AA Avanca, embora sabendo que já não teria condicções de se apurar para os 6 primeiros lugares, realizou uma prestação desportiva, como tal desiderato ainda fosse possível, diante uma equipa cheia de nomes, mas não corresponderam ao que se poderia esperar dos mesmos, e ao intervalo registava-se uma igualdade a 13 golos. Durante todo o encontro qualquer das equipas nunca conseguiu superiorizar-se à outra por mais de 2 golos, e aos 54 minutos de jogo registava-se uma igualdade a 25 golos, com o Sporting, a assumir o comando marcador até final do encontro, com Frankis Carol (6 golos, e 86% de eficácia) e Pedro Portela /7 golos e 64% de eficácia) a serem decisivos nos momentos finais do encontro, assim como o guarda-redes Asanin com 44% de eficácia. Na AA Avanca total destaque para Pedro Veitia e para os seus 9 golos (60% de eficácia), bem acompanhado por Luís Silva na baliza com 35% de eficácia).

Outro dos encontros mais equilibrados da jornada foi o AC Fafe / Boa Hora, que tal como no jogo anterior foi de um total equilíbrio, onde as situações de igualdade se sucederam umas atrás das outras, e as alternâncias no comando do jogo, também foram diversas, com a maior diferença tanto a favor do AC Fafe como a Favor do Boa Hora, nunca foi superior a 3 golos, o resultado ao intervalo era favorável ao Boa Hora por 13-11, e aos 58 minutos de jogo, registava-se uma igualdade a 22 golos, com o AC Fafe a marcar o golo da vitória cerca dos 59 minutos para de seguida Ricardo Barrão falhar a igualdade através de um livre de 7 metros. O “Herói” do jogo foi Bruno dias na baliza do AC Fafe com 51%, de eficácia, enquanto do outro lado Henrique Carlota, foi o mais positivo dos utilizados com 31% de eficácia), Eduardo Sampaio com 6 golos e 100% de eficácia, foi um dos destaques da equipa minhota, enquanto na equipa do Boa Hora os melhores marcadores da equipa foram Pedro Pinto (67% de eficácia), e Ricardo Barrão (56% de eficácia).

No pavilhão de Gualter tivemos o Arsenal / Ismai, que foi um dois encontros onde verificou uma retificação do resultado, e que terminou com a vitória da equipa maiata. Foi um encontro caracterizado por altos e baixos das duas equipas, com o Ismai a começar melhor, para de pois permitir que os bracarenses recuperarem-se e passassem para a frente do marcador, chegando ao intervalo a vencerem por 19-14. Para termos um segundo período de jogo, completamente diferente do primeiro, onde se verificou uma total recuperação da equipa maiata, que cerca dos 38 minutos de jogo, igualou o marcador a 20 golos, para de pois entrarmos num novo período de equilíbrio, com os maiatos a assumirem em definitivo o comando do jogo aos 43 minutos. Na baliza esteve uma das grandes diferenças por no Ismai Reyniel Nelson com 46% de eficácia, foi decisivo na vitória da sua equipa enquanto no outro lado Ricardo Castro não foi além dos 26% de eficácia. André Caldas (7 golos, e 88% de eficácia), e João Ferreira (6 golos, e 86% de eficácia), foram os melhores marcadores do Arsenal, No Ismai total destaque para os 12 golos de Angel Zulueta, com 12 golos (63% de eficácia).

No Funchal tivemos o Madeira SAD / Belenenses, que terminou com a vitória dos madeirenses, embora comandassem a maior parte do tempo de jogo, o mesmo e o marcador, a equipa do Belenenses, nunca permitiu ao Madeira SAD, distanciar-se no marcador de forma irrecuperável, embora no inicio do segundo tempo o marcador registasse a maior diferença de todo o encontro, (5 golos9, quando o Madeira SAD vencia por 17-12 cerca dos 32 minutos de jogo, o Belenenses com excelente reacção reduziu para a diferença mínima cerca dos 45 minutos (23-22), sofrendo nesse momento uma exclusão (Fábio Semedo), que poderá ter sido decisiva no desenrolar do resto do tempo que faltava jogar. Dos quatro guarda-redes utilizados Luís Carvalho do Madeira SAD, com 31% de eficácia foi o elemento mais produtivo. NO Madeira SAD total destaque para Fábio Magalhães com os seus 11 golos (73% de eficácia), enquanto na equipa continental, Gonçalo Ribeiro (9 golos, 50% de eficácia), e Carlos Siqueira com 8 golos (67% de eficácia), foram os seus melhores marcadores.

Na Horta tivemos SC Horta / FC Porto, que foi um dos resultados mais desequilibrados da jornada, onde o FC Porto, se refez do forte rezes Europeu, e provou que o que aconteceu não é normal. Neste encontro comandou o jogo e o marcador não deixando qualquer margem de dúvida sobre a sua superioridade, de tal forma que ao intervalo já vencia por 23-15, e no segundo tempo chegou a ter vantagens de 12 golos aos 51 minutos (34-22), para controlar conforme quis e lhe apeteceu o jogo. Neste encontro o mais produtivo dos guarda-redes foi o internacional do FC Porto Hugo Laurentino com 32% de eficácia), Hugo Freitas (64% de eficácia), e Edgar Landim (58% de eficácia), ambos com 7 golos foram os melhores marcadores do SC Horta. No FC Porto, onde se registou uma total gestão do plantel com 12 jogares a concretizarem golos, Leandro Semedo (6 golos, e 67% de eficácia), José Carrillo (83% de eficácia), e António Areia (63% de eficácia), ambos com 5 golos foram os principais marcadores do FC Porto.

Por último tivemos no pavilhão Eduardo Soares o São Mamede / Benfica, onde se registou o resultado mais dilatado da jornada. A equipa do Benfica comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos do encontro, e ao intervalo já vencia por 17-11, para nos 30 minutos seguintes se limitar a ir progressivamente aumentado a vantagem para terminar com um diferencial a seu favor de 5 golos, que é plenamente indicativo da sua superioridade neste encontro e na diferença de planteis existente entre as duas equipas. Uma das principais diferenças entre as duas equipas esteve no rendimento dos guarda-redes, onde Nil«kola Mitrevski com 45% de eficácia fez a diferença, num Benfica que não apresentou Hugo Figueira. De referir no São Mamede José Xavier (71% de eficácia), e Filipe Lopes (50% de eficácia), ambos com 5 golos cada e foram os melhores marcadores da equipa. No Benfica onde se registou uma total rotação do plantel com 12 jogadores a marcarem golos, Alexandre Cavalcanti (86% de eficácia), e Papez (86% de eficácia), ambos com 6 golos foram os principais marcadores da equipa.

A Classificação final desta fase ficou assim ordenada: - 1.º FC Porto (78 pontos), 2.º Sporting (72 Pontos), 3.º ABC (65 pontos), 4.º Benfica (64 pontos), 5.º Madeira SAD (57 pontos), 6.º Águas Santas (56 pontos), 7.º AA Avanca (53 pontos), 8.º Ismai (49 pontos), 9.º Boa Hora (43 pontos), 10.º Belenenses (42 pontos), 11.º Arsenal (39 pontos), 12.º SC Horta, e AC Fafe (37 pontos), 14.º São Mamede (31 pontos). 

O Banhadas Andebol

23 comentários:

Anónimo disse...

Repito e volto a repetir! Só para que conste os árbitros de Andebol da Federação estão com 1 ano 2 meses de atraso.
Vergonha é o mínimo deste CA e desta Direção.

Anónimo disse...

Afinal o que mudou tanto no Sporting? Tanta conversa, tanta mudança e acima de tudo tanto, tanto gasto para isto? Continuamos segundos e não se vê um jogo sem tremideiras. Ontem se não fosse Asanin era mais um jogo que, perdíamos a estabilidade e enervados errávamos. Depois o habitual! Galvanização do oponente e era mais um jogo em que, perdíamos por um. Já vamos fragilizados para a Taça que, até vai ser no mesmo pavilhão. Espero que não se queixem do público. Ontem havia pouco mas algum! Há que ganhar a Taça porque do resto estamos conversados. Que não haja tanto barulho mas sim, contenção e trabalho a sério. Não se trata de ser anti-benfiquista. Simplesmente eles ainda estão pior. E nestes jogos pode chamar-se mais público e é importante ganhar. Em andebol o Sporting ainda está acima do benfica. Em Basket talvez eles estejam. Queria era ser n. 1 no andebol!

Anónimo disse...

Depois do desastre em Espanha, ontem o Porto mostrou que, só não é campeão se todos os jogadores adoecerem! Parece que os escritores do Sporting, com tanta massa gasta e com todo aquele paleio, andaram numa roda viva. O AVANCA meteu-os em sentido. Porque será que eles se enervam tanto e ás vezes não se entendem muito bem? Há uma certeza que tenho! Os Dragões cospem fogo, os outros cospem cuspe...

Anónimo disse...

Gostava de saber porque e que o Fafe tb nao perde este jogo por falta de comparencia pois a equipa tecnica e a mesma ou numa semana o treinador ja tirou o curso ou sera que entregou a cedula do pai , pois ja se fez o triste alargamento por causa do fafe agora isto , porque nao dizem ja que o fafe como pertence ha associacao de braga tem que ficar na primeira divisao as equipas do belenenses , boa hora e horta estao na calha para acompanhar o sao mamede ate ha segunda divisao tem que abrir o olho este fafe joga por todo lado

Anónimo disse...

Se analisarmos bem os três últimos anos de Sporting-Andebol, a conclusão é fácil. Despediu-se e gastou-se porque não há competência, quem esteja bem por dentro do andebol nacional. Resultados? Campeões de juniores e juvenis. Èramos a maior potência do Andebol. Agora fortalecemos outros e desbaratamos dinheiro á tonelada. Ontem via Sporting Tv não gostei do que vi. Não existe EQUIPA! O que pagamos a alguns daqueles jogadores e, basta olhar para o seu estilo de vida, não tem retorno. Podiam e deviam fazer-nos mais felizes. Quanto ao que se pagou a quem tinha contrato, tanto em matéria de treinador como jogadores nem comento. Duma vez por todas arranjem um director para o Andebol. Vão buscar um bom treinador e por aí fora... Um dos jogadores que actuou ontem custa mais que toda a equipa adversária, ao mês. Que fez de tão especial? Meia dúzia de assistências, zero golos, nada a defender! E nem sei se é o mais bem pago...

Anónimo disse...

"Apenas uma pergunta, porquê só agora? E depois na 2.ª Fase como será? Este tema merecia um texto exclusivo sobre o assunto, mas pensamos que neste momento, é mais saudável para a modalidade, ficarmos por aqui."

COPIA DO TEXTO DO ADMINISTRADOR DO BLOG E PENSO QUE MERECIA DA SUA PARTE UMA ANALISE MAIS SÉRIA DE UM FACTO ESTRANHO E COM EFEITOS NAS CLASSIFICAÇÕES E ONTEM NA ULTIMA JORNADA
O REFERIDO TREINADOR DO FAFE Luis Silva JÁ ESTAVA AUTORIZADO PELA FPA A ESTAR NO BANCO na jornada de ontem!!!... mas então é ou não obrigatório estar devidamente certificado com o 4º Grau ou Masters Coach!

E por acaso os graves acontecimentos provocados por este mesmo treinador "descartado" no jogo Aguas Santas-Fafe no final do jogo sem lógica e sentido tiveram consequencia para o mesmo!. Qual foi o papel do Delegado ao Jogo da FPA Sr. Manuel Moreira Pres. da AAB! não viu , escreveu, esqueceu por ser um clube da sua Associação!
José ribeiro

Anónimo disse...

O Benfica está melhor? O certo é que vai para a fase decisiva em quarto lugar. Vai ter estofo para ainda sonhar?

Anónimo disse...

Chegados ao fim da 1ª fase, vê-se uma derrota em toda a linha das equipas B, C e D do Porto e um fracasso na tentativa de afundar um Clube e faze-lo desaparecer que se chama ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DE ÁGUAS SANTAS.
Podemos ser pequenos. Não ter os recursos financeiros nem logísticos de muitos clubes. Nosso orçamento é muito provavelmente um dos mais baixos do campeonato mas temos acima de tudo muito orgulho no que fazemos, temos muito orgulho de não depender de ninguém para termos jogadores na nossa equipa pois temos uma formação forte e uma aposta sólida nos nossos jovens. Não recorremos a estrangeiros nem a esquemas escuros com jogadores emprestados mas a treinar no seu clube de origem várias vezes por semana pois não queremos ser incubadoras ou barrigas de aluguer de ninguém.
Numa época extremamente difícil, cheia de lesões e contratempos, o Águas Santas conseguiu apurar-se para a fase final, deixando para trás outras equipas com muitos mais argumentos que os nossos o que me leva a dar meus parabéns a todos: Direção, equipa técnica e jogadores e agora seja o que Deus quiser.

Anónimo disse...

Se o FAFE foi castigado com 5 derrotas como é que vai ser com o jogo de ontem? O tcénico continua o mesmo. O que é que mudou?

Anónimo disse...

Presidente do ACF e agora? Vai assumir o erro? Ou a sua postura vai ser assobiar para o lado como sempre o fez? Nem uma palavra ? Os sócios querem ouvi-lo!
A federação também não está isenta porque como é seu apanágio demora uma eternidade a reagir, e por causa dessa mentalidade o andebol em Portugal está a regredir há mais de 20 anos!

Anónimo disse...

Ontem á noite viu-se a equipa mais cara do andebol Portuga, ter de suar e andar á deriva contra uma outra. A outra está no meio da tabela. tem jogadores que, nem sequer são do clube. A diferença quanto a peso e altura, é incrível! No entanto não se notou e até, ao último minuto houve garbo e dignidade. O AVANCA não merecia ter entrado em campo, sabendo os seus jogadores de algo negativo e triste. È a federação que temos neste país em crise moral grave!
Ao contrário de alguns jogadores adversários, o nosso salário não dá para festanças e carros desportivos! Nunca teremos mais de metade do plantel feito com estrangeiros. È-nos impossível!

Anónimo disse...

Antes do campeonato começar foi o caso do Passos que, não tinha verbas para entrar na competição. Ontem á noite em cima da hora, eis que uma equipa que apostamos, não vai descer, estava com a situação do seu treinador principal irregular. Logo se soube que uns fecharam os olhos outros denunciaram. Isto ´+e um campeonato a sério? Agora e originalmente vamos começar de novo mas... com metade dos pontos! e no caso dos n. ímpares? Como se faz? Pois... O andebol no chão e com pavilhões mais vazios que nunca. Responsáveis? Não há tal como culpados...

Anónimo disse...

O Caso Fafe-andebol deve-se a que a associação de Braga tem o poder que tem! È uma vergonha e nojice! Enquanto as encomendas vão fazendo para, arrastar para a baixa de divisão alguns, outros são safos. Isto não é corrupção? Agora digam que o Porto no futebol controlava tudo e telefonava aos árbitros. O ABC o ano passado foi levado ao colinho. Depois digam que ganhamos sete vezes seguidas. Digam á vontade. Milagres? Há os tais de Fátima mas nunca foram feitas provas. Na altura não havia máquinas de fotografar ou filmar. O presidente da federação é uma figura decorativa, quem manda é o sr. dessa associação.

Anónimo disse...

Capitulo II
FAFE
8 jogos em que o treinador(LS) sem licença esteve presente orientando a equipa
5 jogos em que a FPA aplicou FALTA de COMPARÊNCIA
3-jogos em que esteve presente mas não foi aplicada a falta de comparência(0-15)

Delegados que não registaram no boletim de jogo a anomalia verificada para aplicação dos Regulamentos por parte do CD.
Eduardo Sousa,Carlos Capela,Joaquim Capela, José Lourenço,Jorge Oliveira,Fernando Ferrão*,Manuel Moreira e Carlos Paulo.

*Delegado da FPA no Jogo nº 168 FAFE-AVANCA que participou no boletim a anomalia de inscrição do referido Treinador LS.
CONSULTA AO SITE DA FPA.

jogo limpo fora e dentro do campo! que vantagens tirou o Clube e seus responsáveis Técnicos.
Situação muito pouco habitual no ANDEBOL com esta dimensão de faltas de comparência5 ou 8) influenciando a pontuação das várias equipas.
PERGUNTO:
NÃO EXISTE UM NUMERO LIMITADO DE FALTAS DE COMPARÊNCIAS QUE ULTRAPASSADO O CLUBE DESCE OBRIGATORIAMENTE DE DIVISÃO!ou está intencionalmente na gaveta!
Na verdade nos encontramos.
Boa fase final.
José Ribeiro

Anónimo disse...

Não é só o problema de fafe com o treinador, se a federação como entidade máxima da modalidade aplica-se os regulamentos, não se chegava a este ponto. Vejam também no feminino quantos clubes tem treinadores na po 09, e não tem o grau 4 master coach, pois uns são filhos e outros enteados,o outro treinador de Braga, também não tem ou tinha o grau 4, e agora tirou o curso á laminuta. Enfim vai se continuar a prevaricar, com a anuência da federação.

Anónimo disse...

O AVANCA faz um bom campeonato... muito por mérito do "faz tudo" Martingo. Ele pede passivos, ele dá dois minutos, ele faz como lhe apetece. Os jogadores têm boas qualidades, mas em casos de decisão dificil... lá está ele (selecionador-adjunto) a resolver e pressionar as duplas. Não é por acaso que grande parte das vitórias foram por 2 ou 3 de diferença. e o mesmo aconteceu nas vitórias... Muito mal estamos...

Isabel Valente disse...

É efectivamente lamentável que a própria federação contribua tão negativamente para a promoção da modalidade !!!
Depois estranham-se pavilhões vazios e falta de atenção da comunicação social.
Isabel Valente

Anónimo disse...

Caro José Ribeiro, no boletim de jogo só é reportado a existência de ocorrências disciplinares ou administrativas, da incumbência dos árbitros, o delegado tem um relatório próprio, enviado em separado onde reporta as situações, tais como a qualificação dos treinadores, no o conselho de disciplina tem acesso, mas mesmo assim não o necessita, pois está tudo disponível no sistema da federação.
Saudações desportivas.

Anónimo disse...

Onde anda o autor desta trapalhada toda!
Refiro-me ao Pres. em exercício Augusto Silva ninguém o vê nem nos sorteios e muito menos a ver jogos, anda muito atarefado!
Atento

Anónimo disse...

CAPITULO IV
Porque será que não tiveram o mesmo procedimento e mais grave toda a época clubes do Andebol Fem.P009 que os treinadores estão ilegais!

"Para quando o mesmo procedimento que ao ACF aos 3 Clubes da PO9??

ND Santa Joana - Maia
NAAL Passos Manuel
Académico FC

Estão exatamente na mesma situação... Mas estes desde o início da prova... e vamos na 20ª Jornada... Há coisas estranhas não há??"
Quem souber responder!
José Ribeiro
nota: na Feira da Vandoma há mais ordem e respeito pelos regulamentos.

Anónimo disse...

Ao defensor do Águas Santas! Só pode estar bêbado!!!! Tentaram eliminar o Águas????? Nunca em tantos anos que tenho de andebol vi uma equipa ser roubada como o Avanca fui na Maia!!!! Curiosamente a mesma dupla de árbitros desse jogo vai apitar o jogo dos quartos de final da taça do Avanca frente ao Águas e tem o descaramento de vir para aqui lançar comentários???? Tenha vergonha!!!!

Anónimo disse...

18.07 LOL

Anónimo disse...

SERÁ QUE O FAFE TEM ALGUM ESTATUTO ESPECIAL EM PORTUGAL? É AJUDADO PARA FICAR NO ANDEBOL 1 E AGORA SENTE-SE UMA AJUDA ESPECIAL EM TODOS OS JOGOS. COLINHO D`OURO! VERGONHA SEM IGUAL! REPUGNANTE!