gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 25 de abril de 2017

P004 – Fase Final – 2016 /2017 – VI

Crónica dedicada á Fase Final Nacional da PO04, disputada nos mesmos moldes da época anterior.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Fase Final Nacional – Grupo “A”
5.ª Jornada
Dia 23-04-17
Sporting 37 - 25 Estarreja AC
Águas Santas 24 - 22 Benfica
FC Porto 29 - 36 Ismai

Mais uma jornada onde apesar da forte competitividade, em especial no jogo onde estavam presentes as equipas que ainda não registavam qualquer derrota, foi uma jornada onde não se registaram ocorrências disciplinares. E Assinalou a fim o final da 1.ª volta desta Fase Final, É com agrado que se continua a registar razoáveis assistências nalguns dos jogos, e porque não dizê-lo no principal jogo da jornada uma assistência de fazer inveja a muitos jogos da PO01, o que é um bom sintoma para a competição, embora ainda exista a esperança de que as mesmas possam melhorar. Infelizmente mais uma jornada sem qualquer transmissão da Andebol TV. Continuamos a dar especial atenção às nomeações realizadas pelo CA, que devem ser no mínimo cuidadas, pois apesar de apesar de haver clubes que não irão provavelmente discutir o título, isso não vai retirar competitividade á prova. E nesta jornada tivemos a grande novidade de haver um jogo com Delegado, pela 1.ª vez. A questão agora que se coloca e no futuro como vai ser?

O principal jogo da jornada, disputou-se em Águas Santas, com um pavilhão cheio, e foi o Águas Santas / Benfica, os dois principais candidatos ao Titulo (na nossa opinião), e que até ao momento, apenas registavam vitórias nos jogos realizados, nesta Fase Final. Apesar do Benfica comandar o marcador grande do tempo, o Águas Santas nunca permitiu a diferença de golos tomasse proporções de difícil recuperação, e deste modo o intervalo chegou com a equipa do Benfica na frente do marcador por 14-12. No segundo tempo, ainda comandou o jogo e o marcador até aos 20-19, depois de já ter existido uma igualdade a 19 golos, mas a excelente recuperação e o excelente jogo dos maiatos ditaram a sua passagem para a frente do marcador aos 21-20, com um golo de José Barbosa, situação que nunca mais perderem, chegando inclusive a dispor de uma vantagem de 3 golos 24-21, para o Benfica reduzir para apenas 2 golos, nos momentos finais do encontro. Com esta vitória o Águas Santas, assume o comando da Fase Final, isolado, e contabilizando apenas vitórias nos jogos disputados, por outro lado o Benfica sofre a sua primeira derrota na época. Gonçalo Vieira com 7 golos, José Barbosa e Miguel Gomes com 6 golos cada, foram os melhores marcadores dos maiatos. No Benfica Francisco Pereira com 10 golos foi o seu melhor marcador. Outro encontro que despertava alguma curiosidade, colocava frente a frente duas das equipas apuradas na zona Norte, o FC Porto / Ismai, que na 1.ª Fase da Prova, tinham registado uma vitória cada um nos seus jogos, com a curiosidade de vencerem sempre na condicção de visitantes. Desta vez verificou-se a vitória do Ismai, desempatado a seu favor, e com todo o mérito, pois no final dos primeiros 30 minutos já vencia por uns esclarecedores 17-9, o que lhe permitiu realizar um segundo período mais calmo de total gestão de recursos, e controlo do marcador, apesar da significativa melhoria do FC Porto. Com este resultado ficamos com 3 equipas empatadas no 3.º lugar da Classificação. O Ismai com 10 jogadores a marcarem golos, teve em Gonçalo Ferreira com 8 golos, e Eduardo Semide com 5 golos, os seus principais marcadores. No FC Porto Diogo Coelho, com 8 golos, e Tomas Barbosa com 7 golos, foram os seus melhores marcadores. No Pavilhão Fernando Tavares, com uma diminuta assistência, disputou-se o Sporting / Estarreja AC, duas equipas que já se tinham encontrado na disputa da zona Sul, e sempre com o resultado a pender para o Sporting, tal como agora que veio a verificar, num jogo totalmente dominado pela equipa do Sporting, que construiu o resultado no primeiro tempo ao chegar ao intervalo a vencer por 17-8, vantagem mais que confortável para gerir durante o segundo tempo, incluindo nesta gestão o próprio plantel. Com esta nova derrota a equipa do Estarreja AC, termina a 1.ª volta desta fase contabilizando apenas derrotas nos jogos disputados. O Sporting com 12 jogadores a marcarem golos, teve em Diogo Almeida com 6 golos, Diogo Tonicher e Joel Ribeiro, ambos com 5 golos cada os seus principais marcadores. No Estarreja AC, Diogo Vaia com 6 golos, Bernardo Marques e Pedro Oliveira com 5 golos cada, foram os seus melhores marcadores.

Classificação após esta jornada – 1.º Águas Santas (15 pontos), 2.º Benfica (13 pontos), 3.º Ismai, Sporting, e FC Porto (9 pontos), 6.º Estarreja AC (5 pontos).  

O Noticias.

6 comentários:

Anónimo disse...

O jogo Águas Santas-Benfica foi um grande jogo com duas equipas a lutar para vencer o encontro e não tenho dúvidas que são as duas melhores equipas deste escalão. Venceu o Águas Santas porque conseguiu lutar contra uma terceira equipa que tudo fez para a prejudicar. Manteve cabeça fria e foi muito competente na segunda parte a defender.
Pena é que a arbitragem não tenha acompanhado este grande jogo mas já se sabia que esta dupla de arbitragem vinha para isto com a conivência do C.A.
Veremos os próximos capítulos principalmente no jogo da Luz.
Vai uma aposta de qual será a dupla desse jogo?

Anónimo disse...

Aguas Santas 24 Benfica 22
Excelente jogo de ambas as equipas e só no final da partida foi possível o AS dar a volta ao resultado.
A DESTACAR:
- Pavilhão cheio e muita alegria do publico presente o que não é normal!
-Presença de Poder local CMM o que valoriza o esforço do Clube para manter a sua Escola de Andebol no plano cimeiro do País.
-Ausência de uma dupla internacional ou pelo menos conhecida e com vários lapsos na aplicação das regras do jogo.
-Presença do Presidente do CA como Delegado da FPA na mesa e teve algumas atitudes que foram para alem do que esta regulamentado.
-fiscalizar demasiado os bancos com intervenções desnecessárias.
-Interferir na lesão de um atleta do Benfica para retira-lo do campo de jogo atitude que compete exclusivamente a Dupla presente.
A Fase Final da P004 está a merecer a presença de publico e o Titulo esta na possibilidade destes 2 clubes Aguas Santas e Benfica.
-NOTÓRIO A PRESENÇA DE JOVENS QUE JÁ JOGAM NO ESCALÃO SENIOR E TEM UM LARGO FUTURO QUER NO ASANTAS QUER NO BENFICA.
Adérito Campos

Anónimo disse...

As equipas do Águas Santas e Benfica são em dúvida as melhores deste campeonato de juniores mas apetece-me fazer algumas considerações:
1. A equipa lisboeta já não averbava uma derrota à cerca de 2 anos. Ao que julgo saber, a última derrota foi no início da época 2014-2015 ainda com o prof. Alvarez no comando técnico.
2. Para além destes atletas, ainda que muitos deles juvenis, o Benfica tem ainda emprestados atletas que em muito poderiam elevar a qualidade deste plantel como são os casos de Augusto Aranda e Gonçalo Ribeiro.
3. A equipa do Benfica deve muito do seu sucesso ao seu guarda-redes Gustavo Capdeville e em termos de jogo é bastante previsível, com um banco de suplentes demasiado fraco para esta fase da prova, apesar de saber que pelo menos há 2 atletas lesionados que ocupariam estes lugares.
3. Caso nenhuma destas equipas perca pontos pelo caminho, o Águas Santas tem capacidade para vencer na Luz na última jornada, pois em termos anímicos é muito superior à equipa do Benfica, que me parece também demasiado permissiva nas ações defensivas.
A avaliar pelas idades dos atletas que compõem estes planteis, a fase final da próxima época poderá ser bem mais equilibrada se tivermos em conta a idade e possível progressão do plantel da equipa do FC Porto. Lá chegaremos!

Anónimo disse...

Caro "Aguassantense" que faz o primeiro comentário.
Comece já a pressionar os arbitros do SLB - A. Santas como é sempre vosso apanágio...
Lutaram contra uma terceira equipa(???), que tudo fez para vos prejudicar?
Recorda-se que um deles foi atleta do Aguas Santas de 1996 a 2006, infantis a juniores?
Arbitragem normal na 1ª parte...para preencher quadraditos de "exclusões" ao AS e CASEIRISSIMA na 2ª parte, expecialmente nos ultimos 10m, onde permitiu tudo aos defensores do AS.
Recorda-se da queda teatralizada do Frade em cima do central do Francisco Pereira para lhe dar com o joelho no peito. Como se tal não bastasse ao levantar ainda lhe deu com o pé na cara... "sem querer" como já vai sendo normal.
Concordo que são as 2 melhores equipas mas uma delas está cansada.
Se o SLB tivesse alguma competição na 1ª fase e mantivesse uma equipa + de 1 ano outro resultado teria acontecido.
O A. Santas continua com a mesma tactica ofensiva de sempre. O/os Pivots agarram os defensores do atacante seleccionado impedindo-o de defender e os árbitros permitem... já o fazem há anos...
Saudações andebolisticas.
JRodrigues

Anónimo disse...

26 de abril de 2017 às 18:09
anónimo

conversa de catedrático e rolheiro portista!

Anónimo disse...

JRodrigues nem sempre as pessoas saem bem com o clube onde jogam
Pode ser o caso do senhor árbitro que apesar disso é benfiquista
Eu fui ver o jogo e achei que o aguas santas foi prejudicado
E foi uma péssima prestação da equipa de arbitragem acho que um jogo desta dimensão merecia uma dupla melhor
Abraço não de um águassantense mas de um adepto de andebol