gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 8 de maio de 2018

Nomeações – EHF – 2017 / 2018 – XXXIIII


A EHF, procedeu às nomeações para as Finais4 e para as finais directas das principais provas Europeias de Clubes em ambos géneros, estamos a lar das Ligas dos Campeões Europeus e das EHF CUP, e temos de lamentar que desta vez a “Diplomacia Desportiva” ou o “magistrado da Influência”. Não funcionou e Portugal prima pela ausência em todas as nomeações, quer de duplas de Árbitros, quer ao nível de Delegados, ao contrário dos nossos vizinhos de Espanha, que têm uma dupla nomeada para dirigir a final da Liga dos Campeões Europeus Masculinos, e ainda têm uma dupla a dirigir uma das 1/2 Final da EHF CUP Masculina. Com os egos muito alto, dos dirigentes do CA, lamentamos estas ausências, pois pensamos, que poderíamos estar representados.

O Regras

2 comentários:

Anónimo disse...

O dia que Portugal entra nas grandes provas internacionais acabou -se a férias. para ja interessa alguém neutro, depois, acabou. qualidade, é preciso qualidade e já agora caracter.

Anónimo disse...

O CA nada fez, tal como a própria FAP, para que a presença de árbitros e/ou delegados fosse um facto.
Ainda sou do tempo em que pela qualidade que tínhamos e pelo enorme apoio que a então FPA nos dava éramos reconhecidos.
Deveu-se muito a uma dezena de árbitros de grande qualidade serem reconhecidos lá fora. E também ao então presidente Luís Santos, lutar pelo andebol e seus agentes, por essa Europa fora.
Já sei que este texto vai fazer corar de raiva muita gente mas é a verdade.
Ass: um ex árbitro