gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Crónica de Fim de Semana No Feminino – 04 – 2011 / 2012

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

Resultados
Zona 2 - 3.ª Jornada
Académico FC 28 - 29 CA Leça
Santa Joana 18 - 33 João Barros (já disputado)
Zona 3 - 3.ª Jornada
Juventude Mar 32 - 22 Alpendorada
Maiastars "B" 20 - 26 Juventude Lis
Zona 4 - 3.ª Jornada
São Bernardo 24 - 42 Alavarium
Colégio Gaia 33 - 21 Salgueiros 08 (já disputado)
Zona 5 - 3.ª Jornada
Dia 12-11-11
Passos Manuel 22 - 29 JAC - Alcanena
Porto Salvo 27 – 35 Gil Eanes

Realizaram-se, este Sábado, a maior parte dos jogos da 3ª jornada que tinham sido adiados. Desta jornada destacavam-se 2 jogos pela sua importância para o apuramento: Académico? Cale e Passos Manuel? Alcanena. Comecemos então por estes jogos.

O Cale sabia que a sua ida à fase final passava por uma vitória no Académico (jogou em casa emprestada) e mostrou sempre uma enorme motivação, apesar de ter realizado um encontro com muitas falhas técnicas e bem abaixo do que já vimos a equipa fazer. Ana Paula Costa voltou a estar em bom nível e a juvenil Sofia Mota foi a carta que desequilibrou. O Cale não fez um bom jogo, mas o carácter quase decisivo deste jogo empurrou a equipa para a vitória. Quanto ao Académico, destaque para a veterana Patrícia Gilvaia. A possante pivot cortou por completo a defesa do Cale e, além disso, conseguiu marcar mais golos do que o habitual. Temos sido bastante críticos com a equipa academista, mas a equipa melhorou bastante de produção, embora o caminho da 2ª Divisão seja já uma realidade.

O Passos Manuel? Alcanena era a primeira das duas? Finais? Para decidir o segundo apurado do grupo. Esperava-se um jogo equilibrado mas o Passos Manuel não aproveitou o factor casa e, desde o início do jogo a equipa de Alcanena dominou o jogo, fruto de uma excelente defesa que conseguiu anular o ponto forte da equipa lisboeta: A sua primeira linha. Cátia e Carolina Santos, apesar de terem sido as melhores, estiveram abaixo do que já as vimos fazer e isso foi fatal. A jovem formação de Alcanena efectuou uma excelente exibição com destaque para a bombardeiro Neuza Valente com 9 golos e a inevitável Vanessa Oliveira que, com 16 anos, é a grande revelação do campeonato. Este folgado triunfo praticamente garante o apuramento para esta interessante equipa que tem uma enorme margem de progressão.

No outro jogo do grupo 5, o Gil Eanes foi vencer a Porto Salvo, mas fez uma exibição muito má. A equipa parece ter acusado a saída de João Florêncio e, apesar de todo o esforço de Ana Seabra, a equipa necessita de encontrar uma solução estável no seu corpo técnico, embora nos pareça que será um milagre se, face ao caos financeiro que vive o clube, a equipa conseguir repetir o título. O Porto Salvo fez o seu melhor jogo deste campeonato e a equipa parece estar a melhorar com a integração das suas novas jogadoras. Apesar de tudo, falta trabalho a este clube, pois sem treinos com a maioria do plantel não é possível criar-se nenhum projecto, por mais boa vontade que Sónia Araújo tenha.

No grupo 3, faltava realizar o jogo entre vizinhos: São Bernardo? Alavarium. Foi um jogo completamente sem história com o Alavarium a esmagar o São Bernardo. O São Bernardo baseou o seu jogo em Maria Neves e Ana Araújo mas foi demasiado pobre a sua exibição perante um Alavarium que jogou a uma velocidade estonteante e onde, uma vez mais, Ana Marques esteve em grande destaque bem como Filipa Fontes, uma das raras centrais de qualidade do nosso andebol.

Uma vez que não houve jogos no grupo 1, deixámos para o final o grupo 3. A Juve Mar cumpriu a sua obrigação para se manter na luta pelo apuramento vencendo a incómoda equipa do Alpendorada que, apesar das ausências ofereceu uma boa réplica. Mas a consistência e experiência da Juve Mar valeram uma tranquila vitória para as pupilas de Paulo Martins. Apesar de ter perdido em casa com o Maiastars na primeira jornada do campeonato, não colocamos de fora a hipótese da Juve Mar conseguir ir vencer à Maia, já que a equipa parece-nos em melhor forma do que a formação maiata. Vamos ver se acertamos neste arrojado vaticínio.

Por falar em Maiastars, a sua equipa B (a melhor) perdeu em casa diante da Juve Lis e foi preocupante a sua absoluta inoperância ofensiva, onde apenas a possante Sara Torres conseguia criar desequilíbrios. Não nos podemos esquecer que, pela frente, tinha uma das melhores equipas do campeonato, mas o Maiastars tem obrigação de mais e se o não fizer corre o risco de ficar na 2ª Divisão. Quanto à Juve Lis, há que aplaudir mais uma boa exibição de uma equipa que está privada da sua principal rematadora já que Diana Pereira está suspensa preventivamente, pelo facto de não ter comunicado por escrito a sua indisponibilidade para a convocatória da Selecção Nacional. Um caso estranho? Gizelle Carvalho assumiu a responsabilidade goleadora da equipa e Telma Amado, uma jogadora que poucos dão por ela, tem mostrado ser capaz de superar a saída de Mariama Samo para o Gil Eanes.

Uma nota final para mais um exemplo de como a FAP tem tratado o andebol feminino. Durante mais de um mês, a FAP anunciou no seu portal, com enorme destaque, a transmissão do jogo Porto Salvo- Gil Eanes. Depois de tanta publicidade, chegado o dia, o jogo não foi transmitido. Afinal, foi só mais um sinal do desprezo da FAP pelo andebol feminino.

Críticos Femininos

24 comentários:

Anónimo disse...

Este campeonato feminino é uma vergonha e só a quantidade de adeptos assíduos que já perdeu na zona norte não é nada mais nada menos do que simplesmente ABERRANTE!

Parabéns à Federação pela bela guinha que fez e o meu muito obrigado enquanto adepto do andebol em geral e do feminino em particular!

Anónimo disse...

O jogo Porto Salvo Vs Gil Eanes, foi pautado pelo equilibrio durante todo o jogo, apesar da diferença de 7 golos no resultado final. Esta diferença minima, tendo em conta que nunca o Porto Salvo tinha perdido por tão pouco, deveu-se ao esforço e empenho que as atletas do Ps tiveram, onde apenas foram utilizadas 9 jogadoras que são as que treinam. Relativamente ao Gil, esta a passar por um periodo dificil, que a muitos anos passam a grande maioria das equipas, lesões e falta de apoios, onde se torna dificil arranjar atletas que treinem e joguem a custo zero, apenas joguem por amor a camisola, mas que continua com um plantel cheio de qualidade.
Tendo em conta que o Ps não competia á mais de 1 mês e meio o resultado foi muito bom.
De realçar no Gil a exibição de Vera Lopes e Carla Pedro, já no Porto Salvo Inês Santos e Paula Malcato.

Ass: Espectador atento

Anónimo disse...

É óbvio que é de realçar o exelente jogo do Porto Salvo, perder somente por 7 diante do campeão nacional, mesmo este a jogar mal, é uma tarefa dificil... De mostrar que Paula Malcato e Inês Santos são os pilares da equipa, uma marcando mais de uma dezena de golos outra a chegar lá perto mas a bater em numero de assistências... enfim, foi um muito bom jogo por parte do PS e pena é que esta equipe não tenha atletas para treinar... finalizando, é muito triste que estejam sempre a dizer que o gil fez um mau jogo, se o fez foi por influência do adversário...

Os meus parabéns ao PS, especialmente ás duas atletas que referenciei e espero que escolham melhores caminhos em termos andebolisticos...

Anónimo disse...

No Maia B . JuvLIZ esteve uma dupla maravilha que trata o andebol por "TU", rouba sempre o Maia, talvez por causa da irma, mãe e pai, que estão do lado contrário.
Culpa é do Zé Ribeiro que os apadrinha e está conivente com eles...
Qualquer dia não saem bem desre pavilhão, pois a paciencia esta a esgotar-se..


Um pai atento

Anónimo disse...

O Académico deixou de ter equipa de infantis a competir, logo não respeita os requisitos para jogar nos outros escalões, não é assim?

Anónimo disse...

Tive oportunidade de ver o Académico-CALE e parabéns pela análise que retrata o jogo tal e qual como foi. O Académico apresentou-se com atitude que há muito não lhe via e o CALE tremeu. Acabou por vencer a equipa que marcou mais um golo, porque a vitória poderia pender para qualquer lado.
Sinceramente nunca pensei ser possível o CALE ficar nos 2 primeiros lugares, mas começo a acreditar na maior surpresa do campeonato.

Na Maia vi um jogo muito muito fraquinho do Maia e parece-me que a JuveMar vai ter uma palavra a dizer neste grupo, também concordo com a análise feita. A equipa maiata está muito previsivel e vive em demasiado do 1x1.

Para mim os apurados serão:
Madeira SAD
CS Madeira
Joao Barros
CALE
Juve Mar
Colégio de Gaia
Alavarium
Gil Eanes
Alcanena

Mas, atenção que o Maiastars B tem obrigação de fazer pela vida e será um prognóstico complicado.
Assim como o Santa Joana. O CALE pode perfeitamente perder no Santa Joana, o Santa Joana vencer o Académico e no último jogo as coisas complicarem-se para o lado calense. Nem sempre o coração chega para vencer jogos como este último!

Saudações andebolisticas!

Anónimo disse...

No Liz há muito poder...

Anónimo disse...

O Académico deixou de ter equipa de infantis a competir, logo não respeita os requisitos para jogar nos outros escalões, não é assim?

sim na verdade não podia competir, mas a Formand patrocina este clube através da sua ex treinadora.. Estraga e daí fecha os olhos oh Venceslau e Pacheco...

Anónimo disse...

Estive n Maia a ver o jogo Maiastars-Juv. Liz e com um resultado nada previsível(20-26) face ao valor das equipas mas depois em jogo se viu a diferença e a orientação diferente para melhor dos responsáveis técnicos da equipa de Leiria.
Que mais se pode esperar dos golpes baixos na composição das Equipas A e B, com fugas para a verdade desportiva, depois de treinarem tudo a monte as duas equipas um tafulhada que não lembra ao menino jesus!... tanta desorganização do Presidente do Maiastars Sr. Engº José Carlos Ribas, tanto talento mal treinada e abandonado.
Uma pena tanto vontade de acertar e é só erros de organização e estratégia… palavra proibida no clube.
João

Anónimo disse...

Maia B prejudicado pela arbitragem??? Tipico. Analisando bem os jogos, em todos os jogos em que o Maia está inserido há sempre polémica, enquanto sai vencedor tudo bem, quando há derrota, culpa-se arbitragem. Segundo me pareceu, a Juve Lis apresentou melhor equipa, com melhor organização e com mais soluções, (mesmo com a falta de Diana Pereira), contrariamente ao Maia B. Não sei porque é que estão a fazer tanto problema, quer se queir quer não se queira, o Maia estará na fase final, pelo menos é sua obrigação depois das alterações e beneficios que se verificou no modelo.

Anónimo disse...

O Trinca e o Monteiro num jogo da Gil...outra vez...

Anónimo disse...

Maia prejudicado pela equipa de arbitragem... Maia prejudicado pelo seu treinador, já estava na hora de se reformar, não há jogo de equipa cada uma tenta resolver o jogo, a Josiane que dizem estar lesionada para a selecção estava no banco a fazer o quê? Duas atletas juniores muito fracas em nada contribuiram para melhorar a equipa, e na bancada atletas seniores com melhor qualidade que fazem parte da equipa A vamos lá saber porquê. Mas acredito que vão ser apuradas pois o Sr. Ribas fica amuado e basta fazer uns telefonemas e tudo se vai resolver para os lados da Maia.

Anónimo disse...

Muito desiludido com esta equipa senior do Maiastars B. Onde estão as jogadoras de formação deste clube? Sinceramente acho uma grande falta de capacidade do treinador. A Josiane está lesionada? porque foi convocada? Certamente o Ribas esperava que a Célia resolvesse o caso da Diana Pereira e assim tinha argumentos para (mais uma vez) livrar a Josiane de um castigo.
A Juve Lis jogam em equipa e tem um treinador que pensa durante os 60 minutos.

M.C.

Anónimo disse...

O comentário das 10;53 de 16 de Novembro,

Este comentário foi escrito pela pseudo ex-grande jogadora/mãe, cuja filha foi preterida nas séniores por outra juvenil de inequivoca qualidade e na mesma posição.

os cursos de treinadores e dirigentes estão abertos a quem queira exercer a profissão. O de treinadoras de bancada não precisam de curso, só mesmo o da ignorância ou do simples prazer de ver andebol.

Anónimo disse...

O grande problema dos treinadores de bancada (pais/maes) é que influenciam negativamente as atletas (filhas) que depois andam constantemente amuadas e alastra-se à equipa. No caso do Maia, não é só nass seniores, já se alastrou às equipas inferiores, onde há grupinhos, as bolas só chegam às amigas e o resto é paisagem. As meninas andam a brincar nos treinos e depois reflete-se nos jogos. Quando vierem os jogos decisivos é que se vai ver. E atenção que, fala-se que, vão ser chamadas mais juvenis às seniores e aí é que vão surgir as "dores de cotovelo" dos papás e mamãs.

Anónimo disse...

Desculpem continuaremos a falar do MAIA B, Estive lá e vi o jogo na integra "MUITO EQUILIBRADO" e considero que é uma GRANDE EQUIPA, com falhas de algumas atletas SENIORS que pensam que jogando bem ou jogando mal por ANTIGUEDADE têm o lugar garantido, NÃO! Esqueçam! recordem que o ANDEBOL é um jogo de EQUIPA, não de uma ou umas poucas atletas, joga-se com garra e coração por amor a camisola e a um CLUBE. Quando trocarem essa vossa actitude conseguirão. Ainda acredito que podem fazer melhor, FORÇA MAIA voçes conseguem

Anónimo disse...

Não tenho por habito, ler nem comentar os Blogues, mas desta vez porque me avisaram, vim ler e tenho algo a dizer! Não entendo como pode haver tanta polémica acerca do Maiastars! Quando as pessoas entram no Clube conhecem as Regras! Se não as conhecem peçam que alguém as ensina! O Objectivo da Equipa B é a Primeira Divisão, por acaso esta derrota acabou o Objectivo! Por acaso já repararam que a equipa adversária ainda está nas competições Europeias! Quanto ás confusões que para aqui vão sobre atletas(filhas), tenham paciência mas deixem os comentários para os locais indicados, ou seja dentro do Clube. Quem achar que não está bem, tem sempre duas grandes possibilidades, candidata-se a presidente ou muda de Clube! O que acho uma vergonha é no Clube serem tudo sorrisos e beijinhos e depois andarem nos blogues a "maldizer"! Eu quero acreditar que estas "bocas" vêm de gente de fora do Clube porque se forem de dentro acho que deviam pensar em deixar o Clube, deixem as atletas, inclusive,as vossas filhas, praticar andebol, e façam voces uma licença sabática, não apareçam aos treinos nem aos jogos! As vossas filhas de certeza que agradecem!

Afinal são as mesmas que ainda no Ano passado foram todas Vice-Campeãs Nacionais!

Um pai maiato que tem imenso orgulho em todas as Atletas do MAIASTARS!

Anónimo disse...

Já é habitual: quando se ganha, ta tudo calado, quando é o inverso, lá veem os maiatos lançar farpas á arbitragem.
Nem com a Juve a jogar a passo vocês ganhavam.

Anónimo disse...

LOL eu conheci essa mãe no Maia Cup deste ano e é mesmo uma figurinha, ou por outra uma figurona, lol

Anónimo disse...

Boa Borges, continuas a comentar bem!!!!

Anónimo disse...

É a primeira vez que aqui venho, e só tenho uma coisa a dizer: QUE VERGONHA! O Andebol é um desporto que tem, como qualquer outro desporto, simples OBJECTIVOS, e NÃO são estes que todos demonstram aqui. O Andebol é algo de que nos devemos orgulhar e lutar para que melhore e nunca acabe. Ninguém é obrigado a praticar ou a assistir. Todos praticam de livre e expontânea vontade. É suposto ser algo que nos faça bem e não uma "coisa" que crie conflitos entre todos. Muito sinceramente acho que deviam rever todas as posições que assumem ao fazer estes comentários.

Atleta

Zé Rocha disse...

Só tenho uma coisa a dizer, isto é só anónimos de 3 dedos de testa. Se não percebem de andebol, vão ver a sueca, xadrez , hipismo ou outra modalidade qualquer. O Maiastars não está na sua melhor forma, tal como é de notar, é um grupo de pessoas e não uma equipa, quando começarem a jogar em equipa talvez consigam uma qualificação, como isso não acontece, vão ter de contentar-se com a 2ª divisão. No caso da arbitragem, existe por aí mão de muita gente, tal como do "Manda-chuva" da arbitragem (servir-lhe-a a carapuça) que põe a mão onde aparece, viu-se bem no jogo de hoje Maiastars vs juvemar, onde estava uma "equipa" sentada na bancada (Goulão, Brousse, etc.) que estiveram a ver a merda (desculpem a expressão) que os MENINOS que estavam a arbitrar fizeram. Têm de começar a pensar nas colocações de árbitros que fazem para jogos decisivos, ou se calhar, não lhes convinha terem outro tipo de árbitros, com outra qualidade.

Cumprimentos Andebolísticos,

Ze Rocha

Anónimo disse...

eu tmb achei a arbitragem do maia juvemar,nao foi mt boa!nos momentos decisivos prejudicaram o maia!vi o jogo e nao gostei do que vi!tiveram bem melhor os arbitros no maia A-garret.(a seguir ao maia b)
nao da pra entender,estas nomeacoes nos grandes jogos poe miudos a decidir isto?fap abram os olhos,daqui a nada nao ha equipa que resista a este sistema.

Zé Rocha disse...

Porque será que no Maiastars vs Juvemar estiveram uns miúdos de meia tigela ( desculpem mais uma vez a expressão) a apitar um jogo decisivo? e no jogo a seguir uns árbitros bem melhores onde o jogo não tinha interesse para decidir o apuramento de nenhuma das equipas? É fácil, porque convinha a algumas pessoas que assim fosse, será sempre a panelinha rota da FAP, e dos seus grandes formadores de árbitros (Brousse, Goulão, etc.) que por conveniência ou por amizades, ou por outra coisa qualquer fazem essas nomeações de árbitros.

Cumprimentos Andebolísticos.

Zé Rocha