gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Ética Desportiva – Precisa-se


ÉTICA DESPORTIVA PRECISA-SE

Em tempos noticiamos um caso de verdadeira ética Desportiva, que no caso da nossa modalidade tinha vindo Espanha, e congratulamo-nos com tal facto

Mas infelizmente e face aos últimos acontecimentos, teremos de recordar que a FAP, foi das primeiras entidades a aderir ao chamado programa “Plano Nacional de Ética no Desporto”, mas face ao absurdo silêncio de alguns responsáveis da modalidade, hoje somos obrigados a relembrar que a mesma é necessária no Andebol, pois casos como os seguintes:

Em 03-04-16, escrevemos, este texto onde não nos revemos e condenámos a atitude:

Informação de Última Hora – Segundo fontes credíveis, o Sporting, não compareceu na cerimónia de entrega de prémios, recusando-se a receber as medalhas de finalista, atitude na nossa opinião completamente antidesportiva, pergunta-se e agora o que se seguirá, uma página negra na modalidade. Lamentável

Mas infelizmente, nada foi feito para evitar, tais situações, no entanto chegou ao nosso conhecimento atitude similar, registada nos Açores,

Que narra os seguintes acontecimentos, “Nos Açores equipa derrotada no Campeonato Regional de Iniciados Masculinos em Andebol, prova, que apura o representante dos Açores à Fase de Apuramento do Escalão, a equipa classificada em segundo lugar, demonstrou num gesto pouco dignificante para o clube e equipa técnica e obviamente mau exemplo para jovens atletas, uma clara falta de Fair Play.

A equipa do SC Horta, depois de vencer nos últimos 10 anos consecutivos este escalão, perdeu no passado fim de fim-de-semana no jogo decisivo com o seu principal opositor nos Açores a equipa do CD Marienses, ao perder por 5 golos de diferença, ficando assim a equipa da ilha de Santa Maria com mais um golo nos dois jogos do confronto directo

Para adeptos da modalidade nos Açores e quando se quer promover a modalidade nos Açores, este gesto nada trás de bom para a imagem da modalidade na ilha do Faial e para o clube que um bastião da modalidade nos Açores.

Diga-se desde já que a atitude foi “ NÃO COMPARENCIA NA CERIMÓNIA DE ENTREGA DE TROFEUS…Argumento tinham outros compromissos!!!

Pensamos que se referem ao fim-de-semana de 27 e 28-04-18. Mais uma atitude que demonstra não só falta de desportivismos justifica o Titulo que damos hoje a este nosso texto. Embora sejamos possuidores de algumas duvidas de como isto é possível no desporto nacional, pois existe quem “olhe em demasiado para o seu umbigo” que nos desculpem os puristas, mas é a nossa opinião.

O Administrador

5 comentários:

Anónimo disse...

Lol

Eva Soares disse...

Em primeiro lugar e com todo o respeito, ha noticias que antes de serem publicadas, deveriam primeiro averiguar todos os factos o que neste caso obviamente não aconteceu.
Acho particularmente interessante quando se afirma que uma equipa não compareceu na "Cerimónia de Entrega de Prémios", quando não estava programada nenhuma cerimónia de entrega de prémios.
As pessoas que vem exigir Fair Play e criticar outras equipas...este tipo de publicação é o que? Mais uma instigação para rivalidades, ficaram em primeiro, receberam a taça...MUITOS PARABÉNS, ganhou quem melhor jogou em campo. Agora este género de mesquinhices revela muita necessidade de atenção.
Poderia me alongar muito mais... mas não descendo ao nivel de determinadas pessoas que se julgam muito correctas vou me ficar por aqui.

Paulo disse...

Qual a necessidade deste post? Iniciados. É assim tao relevante? Porquê deste timing quando isto foi há um mês? E promover o andebol açoriano falando das provas que lá se fazem e não só quando se debita envenenamentos vindo de fontes dubias que nem escrever sabem. Por amor da santa!

Anónimo disse...

Nem havia cerimónia de entrega de prémios nesta fase final. Os troféus eram entregues no último jogo de cada equipa. No último jogo do CD Marienses, o SC Horta não teve jogo antes nem depois do jogo CD Marienses logo não era obrigado a estar no pavilhão (não havendo cerimónia), da mesma maneira que o CD Marienses no passado fim-de-semana na fase final do escalão de juvenis não esteve presente na entrega do prémio de 1º lugar ao SC Horta pois o jogo foi no Sábado a noite e o CD Marienses teve jogo as 15h de sabado e depois só voltou a jogar no Domingo as 10h.
Em vez de acreditarem em qualquer merda, informem-se primeiro das coisas, mas também deste blog é de se esperar tudo.

Anónimo disse...

O Marienses devia-se preocupar em não descer!
Falam dos cubanos do Horta mas este ano têm 4 estrangeiros, sim 4 (!!) na segunda, assumem que querem subir estão a lutar pela descida!!

OLHEM PARA DENTRO, deixem o HORTA que está a léguas de vocês!!