gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Crónica de Fim-de-semana, No Feminino – 09 – 2017 / 2018

Mais uma crónica de fim-de-semana exclusivamente dedicada ao Feminino (PO09).

Depois das nossas referências às poucas transmissões da Andebol TV desta prova, tivemos uma este fim-de-semana, (deve ter sido excepção), os nossos parabéns.

Continuamos a referir o assunto das estatísticas, pois as mesmas existem ás vezes em http://po09.videobserver.com/pt/ , continuando-se a estranhar o silencio da Federação sobre o assunto. O Blog não têm de ser informado os adeptos da modalidade é que têm de ser devidamente informados e é para isso que nós tentamos contribuir. Mas mais uma vez, podemos informar de que estivemos a monitorar as mesmas durante os jogos e não são feitas em tempo real, muitas só surgem passando alguns dias, diga-se que algumas nem chegam a existir, mas mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
2.ª Jornada
Dia 12-11-17

CA Leça 29 - 21 Santa Joana
6.ª Jornada
Dia 08-12-17
CA Leça - Alavarium (17H00)
7.º Jornada
Dia 23-11-17
Académico FC - CA Leça (21H15)
8.ª Jornada
Dia 11-11-17
Santa Joana 25 - 34 Assomada
Juventude Lis 23 - 22 Académico FC
Colégio Gaia 31 - 23 JAC-Alcanena
Dia 19-11-17
CA Leça - CS Madeira (17H00)
Maiastars - Madeira SAD (17H00)
Dia 07-01-18
SIR 1.º Maio/CJB - Alavarium (17H00)

Uma prova que tem tudo menos regularidade competitiva, ora motivada pelas deslocações às ilhas e vice-versa, ora, e ainda bem pela presença nas Competições Europeias, outras nem se sabe porquê. Este fim-de-semana, mais uma vez isso aconteceu. Disputando-se ainda um dos jogos em atraso da desde a 2.ª Jornada. Nos jogos disputados, não existiu (na nossa opinião) nenhum resultado que pudesse ser considerado surpresa, embora a mesma não estivesse longe no Juventude Lis / Académico FC. Destacar pela positiva, que em nenhum dos jogos disputados se registaram ocorrências disciplinares.

Juventude Lis 23 – 22 Académico FC

No encontro que mereceu honras de transmissão pela Andebol TV, e que foi disputado no pavilhão da Juventude Lis, terminou com a vitória da equipa da casa por um golo, obtido a 31 segundos do fim do jogo, por uma das suas melhores jogadoras neste encontro, Margarida Sá Pessoa (5 golos), foi um encontro onde as defesas se sobrepuseram aos ataques, e a Juventude Lis, apesar dos muitos erros técnicos cometidos, diga-se a propósito que o Académico FC, também os cometeu, comandou praticamente o encontro e o marcador durante o tempo de jogo, apenas permitindo a uma igualdade a 22 golos perto dos 59 minutos de jogo, pois chegou a dispor ainda no primeiro tempo de vantagens de 4 golos (11-7, por exemplo, aos 24 minutos), para chegar ao intervalo a vencer por 13-11. No segundo tempo, mesmo com o Académico FC a dar excelente réplica, depois de um período de grande equilíbrio, onde as vantagens nunca eram superiores a 1 / 2 golos, chegou aos 49 minutos a vencer por 22-17, para depois sofrer um parcial de 5-0, em 10 minutos, através da acção de uma jogadora que fez os 60 minutos do encontro, estamos a referir-nos á central do Académico FC Cristiana Alves (10 golos), e de igualmente de Barbara Gandra com 9 golos, sempre muito bem acompanhadas por uma guarda-redes que foi na nossa opinião uma das grandes figuras do jogo, Andreia Costa, e que o seu sistema defensivo de 5x1, funcionou em pleno. A Juventude Lis que defendeu sempre no seu tradicional sistema de 6x0, teve igualmente na sua guarda-redes Luana Ligeiro, um dos seus principais trunfos, mas acima de tudo contou com uma Francisca Marques (12 golos) em grande forma, pois marcava de todas as posições, e em contra-ataque. Referir ainda que as duas equipas terminaram o encontro em inferioridade numérica, e de que Cristiana Alves a cerca de 5 segundos do final do tempo regulamentar atrapalha-se com a bola, e perde uma oportunidade de igualar o encontro. Com este resultado a equipa visitada ascende ao 4.º lugar à condicção pois têm mais um jogo, em igualdade pontual com o SIR 1.º Maio/CJB, enquanto o Académico FC continua registando apenas uma vitória. Encontro dirigido pela dupla de Santarém constituída por Fábio Gonçalves e João Vinagre, que na nossa opinião, apenas falharam na homologação de golos, em violação da área dos 6 metros, pois quanto ao resto as falhas são completamente admissíveis num encontro jogado com grande intensidade.

No jogo em atraso da 2.ª Jornada, o Ca Leça, venceu o Santa Joana, num encontro em que a equipa leceira não sentiu qualquer dificuldade em levar de vencida o Santa Joana, que se apresenta neste momento (na nossa opinião), como a equipa mais fraca da PO09, com o resultado ao intervalo a já dar indicações do que se iria verificar no final, pois o CA Leça já vencia por 16-9. No segundo tempo a equipa visitante limitou-se a gerir o resultado e o jogo, apesar de uma ténue reacção da equipa visitante. O CA Leça com 11 jogadoras a marcarem golos, teve em Catarina Oliveira com 6 golos a sua principal marcadora, por sua vez no Santa Joana, Ana Lopes com 7 golos, e Tatiana Barbosa com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras. O Santa Joana continua a ser a única equipa em prova que apenas regista derrotas. Sendo uma equipa que na prática realizou jornada dupla, pois na véspera defrontou em São Pedro Fins a equipa surpresa (na nossa opinião), a Assomada, em encontro a contra para a normal jornada em disputa. Encontro em que a equipa da Assomada construiu o resultado nos primeiros 30 minutos, ao chegar ao intervalo a vencer por 20-12, para posteriormente se limitar a fazer a sua gestão, gerindo igualmente o seu plantel. Na equipa do Santa Joana, Ana Lopes com 9 golos, e Caroline Costa com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras. Na equipa da Assomada, Rute Fernandes com 11 golos, e Nádia Fernandes com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras.

Em Gaia, tivemos o jogo Colégio Gaia / JAC-Alcanena, onde o Colégio Gaia, confirmou todo o seu favoritismo, ao vencer com relativa facilidade a neo divisionária do JAC-Alcanena, depois de um primeiro tempo com algum equilíbrio pois o resultado ao intervalo era de 13-10 a favor da equipa visitada, e apenas no segundo tempo, o Colégio Gaia, confirmou o resultado e dilatou o resultado para os números finais, e com esta vitória isolou-se á condicção no primeiro lugar da tabela classificativa (+ 1 jogo). O Colégio Gaia com 10 jogadoras a concretizarem ocasiões de golos, teve em Helena Soares (6 golos), e Catarina Ruela (5 golos) as suas principais marcadoras. Raquel Anacleto com 6 golos e Aurora Prata com 5 golos, foram por sua vez as melhores marcadoras do JAC-Alcanena.

Classificação após estes encontros: - 1.º Colégio Gaia (23 pontos), 2.º Madeira SAD (-1 jogo, 20 pontos), 3.º SIR 1.º Maio/CJB (-1 jogo), e Juventude Lis (16 pontos), 5.º CS Madeira (- 1 jogo), Assomada, e Maiastars (-1 jogo) (15 pontos), 8.º JAC-Alcanena (14 pontos), 9.º Alavarium (- 2 jogos) (12 pontos), 10.º CA Leça (-3 jogos, 9 pontos), 11.º Académico FC (- 1 jogo, 9 pontos), 12.º Santa Joana (8 pontos).

Voltamos a referir que para os nossos principais OCS, que pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável

O Noticias

Sem comentários: