gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 02 – 2017 / 2018 - IV

Nova crónica dedicada à PO04, onde se continua sem saber quem são os quadros de arbitragem definitivos, e não existe a coragem de publicar um documento onde sejam expressas as prioridades para nomeação, é caso para perguntar, existem?

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona 1
2.ª Jornada - Resultados
Dia 01-10-17
Águas Santas 37 - 30 Ismai
Xico Andebol 29 - 27 FC Gaia
CP Natação 30 - 19 Académico FC
AA Avanca 24 - 26 ABC
CD Feirense 21 - 22 FC Porto

Embora não contrariando o que dissemos na nossa crónica anterior, em relação ao possível equilíbrio na zona, nesta jornada verificou-se a confirmação de que os favoritos ao apuramento para a Fase Final, sejam na prática (na nossa opinião), os mesmos da época anterior, embora continue a ser ainda um pouco cedo para tais prognósticos, mas arriscamos pese a jornada não ter surpresas mas quase. De registar a não existência de ocorrências disciplinares. No pavilhão do Águas Santas, realizou-se um dérbi maiato, com a equipa da casa a receber os vizinhos do Ismai, e depois de algum equilíbrio no jogo e no marcador, que se verificou até à igualdade a 5 golos e depois até aos 8-7, a favor da equipa visitante que assumiu em definitivo o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo já a vencer por 19-16, para no segundo tempo confirmar o seu ascendente, e terminar com uma confortável diferença. Ruben Santos com 11 golos e António Aparício com 6 golos, foram os melhores marcadores do Águas Santas, enquanto no Ismai Gonçalo Meireles com 14 golos, e Afonso Correia com 6 golos, foram os seus melhores marcadores. Tivemos jogo com uma excelente assistência para o escalão em Guimarães no Xico Andebol / FC Gaia, que proporcionou um jogo de grande equilíbrio e com diversas alternâncias no marcador, terminando com nova vitória do Xico Andebol, sobre um das equipas que previam mais fortes da zona, o equilíbrio foi de tal forma que depois de uma igualdade a 8 golos, os locais chegaram a ter uma vantagem de 4 golos (13-9), para após uma boa reação do FC Gaia, o intervalo chegar com o Xico na frente por 14-13. No segundo tempo o FC Gaia continuou na sua recuperação e chegou a estar do marcador como por exemplo aos 19-18, para se registarem ainda diversas igualdades (a 19, e a 21 golos, como exemplo), para os locais assumirem comando do marcador aos 22-21, situação que nunca mais deixaram. Manuel Lima com 8 golos, Francisco Ribeiro, e Carlos Batista, ambos com 6 golos cada foram os melhores marcadores do Xico Andebol. Francisco Leite com 9 golos, foi o melhor marcador do FC Gaia. O encontro com o resultado mais desequilibrado da jornada disputou-se em Ermesinde, onde o CP Natação venceu o Académico FC, num jogo em comandou praticamente todo o jogo e o marcador, durante os 60 minutos, com o intervalo a surgir, com o resultado já em 18-10. Com a vitória praticamente garantida, foi a altura de “relaxar” um pouco, e permitir ao Académico FC, um mais equilíbrio. Jogo com 17 exclusões e duas desqualificações. Rui Correia com 6 golos foi o melhor marcador do CP Natação, enquanto no Académico FC, com os golos distribuídos por 10 jogadores, o seu melhor marcador foi Tomás Lopes com 5 golos. Em mais um jogo com troca de Pavilhão e a moda continua, tivemos em Braga o encontro AA Avanca / ABC, encontro que se poderia prever equilibrado, mas que no final dos primeiros 30 minutos a equipa minhota já vencia por 12-7, permitindo que a Artística, realizasse um segundo tempo em recuperação, e terminasse perdendo por diferencial de apenas 2 golos. Luís Magalhães e Pedro Pires, ambos com 6 golos, foram os melhores marcadores da AA Avanca. NO ABC, o seu melhor marcador foi Hugo Manso com 7 golos. No Pavilhão da Lavandeira, disputou-se o CD Feirense / FC Porto, que foi o encontro com o resultado mais equilibrado desta jornada, e onde a grande surpresa da jornada esteve “quase” a acontecer, com a equipa do CD Feirense a comandar o jogo durante os 30 minutos iniciais, e chegar ao intervalo a vencer surpreendentemente por 15-10. NO segundo tempo, um mau começo ou se quisermos um excelente começo do FC Porto que fez um parcial de 7-0, colocando o resultado numa igualdade a 17 golos, sucederam-se as igualdades e as alternâncias do marcador, como sejam os 20-19 a favor da equipa visitada que passou parra 22-20 a favor do FC Porto, para terminar, peça diferença mínima. João Lima, e Eduardo Rocha, ambos com 6 golos, cada foram os melhores marcadores do CD Feirense. Filipe Morais e Martim Costa, ambos com 8 golos cada, foram os melhores marcadores do FC Porto.

Zona 2
1.ª Jornada
Dia 29-10-17
Belenenses - AC Sismaria (18H00)
Estarreja AC - Alto Moinho (16H00)
2.ª Jornada – Resultados
Dia 01-10-17
Juventude Lis 23 - 23 AC Sismaria
São Bernardo 31 - 23 Almada AC
Sporting 26 - 29 Benfica
Vitória FC 26 - 32 Estarreja AC
Alto Moinho 28 - 21 Belenenses

Numa Zona que começou com dois jogos adiados, e ao contrário da Zona 1, num jogo registaram-se ocorrências disciplinares registadas, mas voltou a verificar-se em alguns jogos o número de exclusões, inscritos nos Boletins de Jogo, demonstram que por vezes se registou pouco andebol de 7. Nos jogos disputados, em apenas um encontro se verificou equilíbrio que foi no dérbi de Leiria, disputado entre a Juventude Lis e o AC Sismaria, que haveria de terminar numa igualdade, com a equipa da Juventude de Leiria a superiorizar-se nos primeiros 30 minutos e a chegar ao intervalo a vencer por 11-9, diferencial que se registou no segundo tempo mas agora a favor do AC Sismaria, jogo disputado perante uma boa assistência. Pedro Santos com 10 golos e João Cartas com 7 golos, foram os melhores marcadores da equipa visitada, Simão Santos com 6 golos, foi o melhor marcador do AC Sismaria. Num encontro onde apenas se verificou algum equilíbrio até à igualdade a 6 golos, o São Bernardo venceu sem grande dificuldade o Almada AC, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 13-10. Superioridade que se foi acentuando no segundo período de jogo chegando aos 21-13, precisamente a mesma diferença com que terminou o encontro. Na equipa do São Bernardo com 12 jogadores a marcarem golos, Tiago Couto com 7 golos, foi o seu principal marcador. Por sua vez Ricardo Gomes com 6 golos, foi o melhor marcador do Almada AC. Foi uma jornada onde se realizou um clássico da mesma e do escalão, com a disputa do Sporting / Benfica no pavilhão Fernando Tavares com uma excelente assistência, e com 12 exclusões, com o Benfica a apresentar todos os seus “pesos pesados”. Foi um jogo de grande equilíbrio que chegou ao intervalo com o Benfica na frente do marcador pela diferença mínima 13-12, e com o Sporting a conseguir reverter o resultado já no segundo tempo quando se colocou na frente do marcador por 21-19, mas mais uma boa reacção do Benfica e depois de uma igualdade a 22 golos assumiu o comando do marcador até final do encontro, com a sua maior vantagem a registar-se quando vencia por 26-22. No Sporting com 10 jogadores a marcarem golos, Salvador com 9 golos foi o seu principal marcador, no Benfica igualmente com 10 jogadores a marcarem golos, Francisco Pereira com 7 golos, e Pedro Santana com 6 golos, foram os seus principais marcadores. Em Setúbal tivemos o Vitória FC / Estarreja AC, que foi um encontro totalmente comandado pelos visitantes que rapidamente chegaram aos 4-1, para terminarem o primeiro tempo a vencerem já por uma confortável margem (17-11), que mantiveram durante os segundos 30 minutos. Artur Aguiar com 7 golos foi o melhor marcador do Vitória FC, enquanto no Estarreja AC, Diogo Vaia com 10 golos e Bernardo Marques com 7 golos, foram os seus melhores marcadores. No Municipal do Alto Moinho, disputou-se o Alto Moinho / Belenenses, que foi o único encontro com registo de ocorrências disciplinares. Foi um encontro onde se registaram 14 exclusões e uma desqualificação directa. O Alto Moinho comando o jogo e o marcador desde os minutos iniciais, começando por 2-0, a seguir permitiu a igualdade a 2 golos, e rapidamente chegou aos 6-2, maior diferencial registado nos primeiros 30 minutos, atingindo o intervalo na frente do marcador por 14-11. No segundo tempo o ritmo de jogo não baixou e a equipa visitado continuou a marcar a diferença terminando o encontro com uma confortável vantagem. Na equipa do Alto Moinho com 10 jogadores a marcarem golos, Diogo Abadia, e Victor Talmazan, ambos com 6 golos cada foram os seus principais marcadores. Na equipa do Belenenses, Ricardo Igreja com 7 golos foi o seu melhor marcador. 

O Noticias

2 comentários:

Anónimo disse...

Não sei se vale a pena vocês falarem destes jogos, parece que o pessoal o que quer é karat+e com bola

Anónimo disse...

Não importa o resultado o que interessa é marcar muito para aparecer na ficha de jogo. Melhor ainda quando se fala na crónica do banhadas carrega belem. Há uns anos nenhum destes jogadores tinha hipótese de vestir esta camisola agora tudo serve.