gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Andebol Feminino – Benfica – Regressa


BENFICA REGRESSA AO ANDEBOL FEMININO

Segundo as últimas noticias, temos o Benfica de regresso ao Andebol Feminino, o que se considera uma boa noticia, em especial para este género, e saudamos este regresso, apenas esperamos que o mesmo não signifique que outras equipas, podem acabar. Este regresso poderia significar que eram vindos outros regressos, de equipas que foram nas décadas 80 / 90, grandes baluartes da modalidade no género. Este projecto, segundo o que nos foi dado a ler teve como percussora uma das grandes atletas Nacionais à época Irene Henriques, e a equipa que iniciará o seu percirso pela 2.ª Divisão Nacional, como será natural, será treinada por outra das grandes atletas da época a Ana Sobral. Este regresso verifica-se 21 anos depois, da sua extinção no clube, e segundo os responsáveis pelo ressurgimento, terá como base a juventude, e existirão outros escalões no género, o que se saúda. Publicamos uma das últimas equipas que existiu no clube. Esperando que este regresso sirva para fortalecer a Modalidade em especial no Feminino.

O Noticias

8 comentários:

Anónimo disse...

Uma boa aposta.

Fernandes disse...

Da JAC estão confirmadas:

Adriana Corrêa (18 anos)
Vera Costa (16)
Madalena Pereira (15)
Beatriz Constantino (17)

Anónimo disse...

Já não era sem tempo um dos grandes avançar com o andebol feminino. Que o nome "Benfica" traga mais visibilidade e credibilidade ao andebol feminino que bem merece. Resta saber qual será a equipa, ao que consta uma ex Madeira Sad, algumas ex Porto Salvo e algumas ex Alcanena.
É de aplaudir também a aposta do ABC no feminino.

Anónimo disse...

Gostva de aplaudir mas....captarem atraves do Jac e Porto Salvo atletas de 15 a 17 anos em vez de trabalharem na captação...vem é prejudicar.

Anónimo disse...

Com a entrada dos chamados "grandes" pode haver uma razia aos "clubes de bairro". E a FAP em nada contribui para que os proteger. No caso das atletas do JAC, o que é que o clube vai receber pela formação das mesmas? Zero...

Anónimo disse...

Não é só o JAC. São todos os clubes que possuem maioritariamente formação e que quando as atletas chegam à idade de seniores simplesmente se vêm privados delas, sem qualquer tipo de regalia. Se no futebol existe essa benesse, porque não no andebol? Não era uma forma de incentivar os clubes a formar, de forma a ter atletas de alto nível e assim poder ter uma base de trabalho para as seniores?

Anónimo disse...

Se o Benfica é o clube maior do mundo... mal ficava não apostar no andebol femenino! Se é um clube que tem a maioria do povo Português, pela sua simpatia, então que andem prá frente! Agora há que pensar em orçamentos... porque o Benfica tem muitas modalidades e, isso pode causar sarilhos financeiros! Que se saiba este ano arranca naquele clube o Futebol femenino, logo certamente que dinheiro terá de ser bem distribuido...

Anónimo disse...

Será que o andebol feminino em Portugal irá se tornar "Profissional"...
Não estou a ver atletas de um clube de primeira divisão a jogar por amor à camisola quando um clube como estes poderá pagar alguns euros às atletas para representar este clube....

Quero ver a razia que vai ser!!!